Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 17 de 17
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
2.
Value Health Reg Issues ; 17: 158-163, 2018 Oct 10.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30316147

RESUMO

OBJECTIVES: To evaluate the effectiveness of an algorithm for the treatment of mixed episodes in bipolar disorder (BD) using the medications available under the Unified Health System (Sistema Único de Saúde) in Brazil. METHODS: The study included 107 individuals with BD in a current mixed episode, assessed biweekly for the outcomes of response and remission. The subjects were randomly assigned to start treatment with lithium, valproic acid, or carbamazepine, following a clinical protocol at a public outpatient clinic. Eligibility screening instruments, semistructured interview, and clinical psychiatric evaluation were used for diagnosis. To measure response and remission, the Hamilton Rating Scale for Depression and the Young Mania Rating Scale were used. A parameter of 50% or less in the symptom scales was used to define responses, as assessed by Kaplan-Meier time-event analysis. RESULTS: For the main outcome, response to treatment, all interventions proposed were proven to be effective, with no difference in response time for any of them. There was a lack of placebo control and blinding for intervention or outcomes. Individuals with mixed episodes in BD often face contradictory symptoms, and these inherent difficulties are the main obstacles to stabilize such a condition. CONCLUSIONS: The findings presented in this study show that the treatments available under the Unified Health System are able to reduce the overall burden of disease in terms of symptom reduction.

3.
Rev. bras. psiquiatr ; 40(1): 26-34, Jan.-Mar. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-899409

RESUMO

Objective: To assess the effectiveness of three mood disorder treatment algorithms in a sample of patients seeking care in the Brazilian public healthcare system. Methods: A randomized pragmatic trial was conducted with an algorithm developed for treating episodes of major depressive disorder (MDD), bipolar depressive episodes and mixed episodes of bipolar disorder (BD). Results: The sample consisted of 259 subjects diagnosed with BD or MDD (DSM-IV-TR). After the onset of symptoms, the first treatment occurred ∼6 years and the use of mood stabilizers began ∼12 years. All proposed algorithms were effective, with response rates around 80%. The majority of the subjects took 20 weeks to obtain a therapeutic response. Conclusions: The algorithms were effective with the medications available through the Brazilian Unified Health System. Because therapeutic response was achieved in most subjects by 20 weeks, a follow-up period longer than 12 weeks may be required to confirm adequate response to treatment. Remission of symptoms is still the main desired outcome. Subjects who achieved remission recovered more rapidly and remained more stable over time. Clinical trial registration: NCT02901249, NCT02870283, NCT02918097

4.
Braz J Psychiatr ; 40(1): 26-34, 2018 Jan-Mar.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28832750

RESUMO

OBJECTIVE: To assess the effectiveness of three mood disorder treatment algorithms in a sample of patients seeking care in the Brazilian public healthcare system. METHODS: A randomized pragmatic trial was conducted with an algorithm developed for treating episodes of major depressive disorder (MDD), bipolar depressive episodes and mixed episodes of bipolar disorder (BD). RESULTS: The sample consisted of 259 subjects diagnosed with BD or MDD (DSM-IV-TR). After the onset of symptoms, the first treatment occurred ∼6 years and the use of mood stabilizers began ∼12 years. All proposed algorithms were effective, with response rates around 80%. The majority of the subjects took 20 weeks to obtain a therapeutic response. CONCLUSIONS: The algorithms were effective with the medications available through the Brazilian Unified Health System. Because therapeutic response was achieved in most subjects by 20 weeks, a follow-up period longer than 12 weeks may be required to confirm adequate response to treatment. Remission of symptoms is still the main desired outcome. Subjects who achieved remission recovered more rapidly and remained more stable over time. CLINICAL TRIAL REGISTRATION: NCT02901249, NCT02870283, NCT02918097.


Assuntos
Antipsicóticos/uso terapêutico , Transtorno Bipolar/tratamento farmacológico , Transtorno Depressivo Maior/tratamento farmacológico , Transtornos do Humor/tratamento farmacológico , Adulto , Algoritmos , Brasil , Feminino , Humanos , Masculino , Programas Nacionais de Saúde , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários , Resultado do Tratamento
5.
Trends Psychiatry Psychother ; 33(3): 181-8, 2011.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-25924091

RESUMO

OBJECTIVE: An increased prevalence of crack cocaine users has been observed in clinical samples over the past years, underscoring the need for conducting research and developing treatment strategies aimed at this population. The objective of this study was to describe the case of a crack cocaine addict (inpatient) submitted to cue exposure treatment (CET) and coping skills training (CS) as adjuvant approaches to the conventional addiction treatment. CASE DESCRIPTION: A male patient, 29 years old, single, with complete high school, was dependent on crack cocaine and marijuana and also had a diagnosis of harmful alcohol use. The patient had been hospitalized for 2 weeks and had undertaken a protocol comprising four motivational interview and relapse prevention sessions. Six sessions of CET and CS were carried out over 2 weeks, including both in vivo and imaginal exposure to stimuli evoking craving for crack cocaine, such as a crack pipe, a lighter, and simulated crack cocaine rocks (in vivo exposure), or remembering places and friends associated with drug use (imaginal exposure). The patient was also trained to use strategies for the management of craving. Three months after hospital discharge, toxicological screening was performed to assess abstinence. CET and CS were considered by the patient to be important techniques for the maintenance of abstinence and of a low level of craving 3 months after discharge. COMMENTS: These findings suggest that the two techniques may be useful as adjuvant therapies in the treatment of crack cocaine dependents. CET and CS should be assessed in clinical trials in order to demonstrate their real benefits.

6.
Trends psychiatry psychother. (Impr.) ; 33(3): 181-188, 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-625450

RESUMO

OBJETIVO: Tem-se observado um aumento da prevalência de dependentes de crack em amostras clínicas, o que torna necessária a realização de pesquisas quanto a estratégias de tratamento direcionadas a essa clientela. O objetivo deste estudo foi descrever o caso de um dependente de crack internado no qual foram utilizados o tratamento de exposição a estímulos (TEE) e o treinamento de habilidades (TH) como coadjuvantes ao tratamento tradicional. DESCRIÇÃO DO CASO: O paciente é do sexo masculino, 29 anos de idade, solteiro, ensino médio completo. Era dependente de crack e de maconha e fazia uso nocivo de álcool. O paciente já estava internado havia 2 semanas e tinha passado por um protocolo de quatro sessões com entrevista motivacional e prevenção à recaída. Foram feitas seis sessões, ao longo de 2 semanas, de TEE e TH, nas quais o paciente foi exposto in vivo e pela imaginação a estímulos evocadores de fissura, como cachimbo de crack, isqueiro, pedras simuladas, lembranças de locais e amigos associados ao uso da droga. Ele também foi treinado para utilizar estratégias de manejo da fissura. Após 3 meses da alta hospitalar, foi realizado screening toxicológico para avaliar a manutenção de abstinência. O paciente avaliou o uso das técnicas como importante para a manutenção da abstinência após 3 meses da alta e para sua baixa média de fissura pelo crack. COMENTÁRIOS: Talvez o TEE e o TH para manejo da fissura possam ser úteis como coadjuvantes no tratamento de dependentes de crack. Tal uso deve ser avaliado em ensaios clínicos para demonstrar seu real benefício (AU)


OBJECTIVE: An increased prevalence of crack cocaine users has been observed in clinical samples over the past years, underscoring the need for conducting research and developing treatment strategies aimed at this population. The objective of this study was to describe the case of a crack cocaine addict (inpatient) submitted to cue exposure treatment (CET) and coping skills training (CS) as adjuvant approaches to the conventional addiction treatment. CASE DESCRIPTION: A male patient, 29 years old, single, with complete high school, was dependent on crack cocaine and marijuana and also had a diagnosis of harmful alcohol use. The patient had been hospitalized for 2 weeks and had undertaken a protocol comprising four motivational interview and relapse prevention sessions. Six sessions of CET and CS were carried out over 2 weeks, including both in vivo and imaginal exposure to stimuli evoking craving for crack cocaine, such as a crack pipe, a lighter, and simulated crack cocaine rocks (in vivo exposure), or remembering places and friends associated with drug use (imaginal exposure). The patient was also trained to use strategies for the management of craving. Three months after hospital discharge, toxicological screening was performed to assess abstinence. CET and CS were considered by the patient to be important techniques for the maintenance of abstinence and of a low level of craving 3 months after discharge. COMMENTS: These findings suggest that the two techniques may be useful as adjuvant therapies in the treatment of crack cocaine dependents. CET and CS should be assessed in clinical trials in order to demonstrate their real benefits (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/terapia , Cocaína Crack , Fissura , Terapia Implosiva , Adaptação Psicológica , Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/psicologia , Sinais (Psicologia)
7.
Rio de Janeiro; s.n; 2011. xiii,200 p. graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-596701

RESUMO

Ao identificar as inovações introduzidas na gestão do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) na última década, este estudo analisa suas estratégias e diretrizes as relacionando com a agenda política governamental e sua missão constitucional. Para tal, foram aplicados o modelo de análise e as variáveis propostas por Souza e Contandriopoulos (2004) para avaliação da utilização do conhecimento científico no processo decisório (Acessibilidade, disponibilidade, validade, características do contexto científico). Busca, assim, compreender o contexto político e científico que conforma o ambiente no qual o conhecimento científico é priorizado na gestão do SNVS, observando os seguintes aspectos: decisões políticas e conhecimento científico; características dos formuladores de política e de suas instituições; características dos pesquisadores; características das instituições científicas; discursos dos policy makers e dos pesquisadores. Neste processo, foram privilegiados documentos de diretrizes para o SNVS, como o Protocolo das Ações de Vigilância Sanitária (2005) e o Plano Diretor de Vigilância Sanitária (2007), assim como a produção científica, cujo foco está na análise da totalidade de artigos em publicações classificadas como Qualis A no campo da saúde pública (20 artigos) e das teses de doutorado na mesma área (85 teses), ambos identificados pela palavra chave ―vigilância sanitária em busca por expressão completa no Portal de Periódicos da Capes, na última década (1999-2009). O objetivo é analisar o foco dado ao conhecimento científico na gestão do SNVS, identificando suas principais estratégias, a produção científica e a rede de atores e refletindo sobre as tensões induzidas pela agenda política indutora da incorporação dos pressupostos do complexo industrial da saúde às suas diretrizes, centradas na promoção e proteção da saúde...


By identifying the innovations in the management of the Sistema Nacional deVigilância Sanitária (Brazilian National Sanitary Surveillance - SNVS) in the lastdecade, this study examines the strategies and guidelines relating to government policy agenda and its constitutional mission. To this end, the author applied the analytical model and the variables proposed by Souza and Contandriopoulos (2004)1 to evaluatethe use of scientific knowledge in decision-making process (accessibility, availability, validity, characteristics of the scientific context). It is, thus, understand the scientific and political context that shapes the environment in which scientific knowledge is prioritized in the SNVS management, noting the following aspects: policy making andscientific knowledge, characteristics of policy makers and their institutions, thecharacteristics of the researchers; the characteristics of scientific institutions, the discourses of policy makers and researchers. In this process, guidance documents were privileged to SNVS, as the “Protocolo das Ações de Vigilância Sanitária” – 2005 (Protocol of Actions for Health Surveillance) and the “Plano Diretor de Vigilância Sanitária” - 2007 (Master Plan for Sanitary Surveillance), as well as the scientific, whose focus is on analysis of all articles in publications known as the “Qualis A” in the field of public health (20 articles) and doctoral theses in the same area (85 theses), both identified by the keyword "health surveillance" by searching at the complete expression at Portal de Periódicos CAPES (Journals Portal Capes) in the last decade (1999-2009)...


Assuntos
Redes Comunitárias , Política de Saúde , Promoção da Saúde , Indústrias/economia , Sistema Nacional de Vigilância Sanitária , Inovação Organizacional
8.
Physis (Rio J.) ; 19(3): 867-901, 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-535667

RESUMO

Com a criação do Sistema Único de Saúde, em 1990, o Ministério da Saúde tomou as primeiras medidas para descentralizar as ações de vigilância sanitária, o que significou decisiva inovação na tradicional institucionalidade dessa área e grande desafio para os gestores nos três níveis da Federação. Os efeitos dessa determinação somente foram sentidos após criação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, em fins de 1999, quando foi possível estruturar o atual Sistema Nacional de Vigilância Sanitária numa concepção que incentiva o papel diretor, coordenador e executor das ações de maior complexidade das Secretarias Estaduais de Saúde. Este estudo analisa a descentralização da gestão da VISA empreendida pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro no período 2002-2006 e as condições das Secretarias Municipais no exercício das respectivas funções, através de pesquisa baseada em análise dos relatórios de avaliação da descentralização elaborados pelo Centro de Vigilância Sanitária. Entre as conclusões, destaca a fragilidade da própria Secretaria de Saúde do estado para assumir os encargos a ela atribuídos e questões subjacentes ao exercício municipal. Tais constatações refletem as muitas dificuldades enfrentadas nas relações intergovernamentais diante do imperativo de as partes agirem solidariamente numa área fundamental para a saúde individual e coletiva e para o bem-estar da população. O estudo informa requisitos básicos do processo de estruturação de um órgão de VISA e constitui importante contribuição para melhor compreender os entraves políticos, institucionais, técnicos, materiais e humanos que desafiam os gestores, para implementar as inovações ensejadas com a descentralização neste complexo campo.


With the creation of the Unified Health System in 1990, the Ministry of Health has taken the first steps to decentralize health surveillance actions, which meant a decisive innovation in the traditional institutional framework in this area and challenge for managers at all three levels of the Federation. The effects of this determination were felt only after the creation of the National Sanitary Surveillance Agency, in late 1999, when it was possible to structure the current National System of Sanitary Surveillance in a design that encourages the role director, coordinator and executor of the more complex actions of the State Health Secretariats. This study analyzes the decentralization of management of VISA undertaken by the State Secretariat of Health of Rio de Janeiro between 2002-2006 and the conditions of the municipal acting in their duties by providing research-based analysis of reports evaluation of decentralization developed by the Center for Health Surveillance. Among the findings, it highlights the fragility of the State Health Secretariat to shoulder the burden assigned to it and issues underlying the performance hall. These findings reflect the many difficulties in intergovernmental relations on the need for parties to act jointly in a key area for the individual and collective health and welfare of the population. The study states the basic requirements of the process of structuring a body of VISA and makes an important contribution to better understand the political barriers, institutional, technical, material and human challenge to managers, to implement the innovations occasioned by decentralization in this complex field.


Assuntos
/organização & administração , Gestão em Saúde , Regionalização/organização & administração , Sistema Único de Saúde/organização & administração , Vigilância Sanitária/organização & administração , Brasil , Agência Nacional de Vigilância Sanitária , Recursos Humanos , Política , Recursos Financeiros em Saúde/provisão & distribução
9.
Acta méd. (Porto Alegre) ; 29: 488-495, 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-510203

RESUMO

Antidepressivos são eficazes no tratamento da depressão em idosos. O sucesso do tratamento depende do tipo e da gravidade da depressão; das comorbidades com outras doenças psiquiátricas ou clínicas; da escolha adequada de antidepressivos, de sua eficácia e perfil de efeitos adversos; da orientação do paciente e de sua aderência ao tratamento. O manejo dos efeitos adversos em pacientes idosos, que usam muito mais medicações e apresentam mais doenças, é o ponto forte na escolha de antidepressivos. Em geral, os inibidores seletivos da recaptação de serotonina têm sido preferidos por apresentar menos riscos de complicações por efeitos adversos. Porém, diferentes antidepressivos podem ser preferíveis para diferentes pacientes. É indispensável que o médico conheça o paciente que irá tratar e o perfil de efeitos adversos e de possíveis interações medicamentosas dos antidepressivospara poder escolher o mais adequado para cada paciente. Neste artigo, são abordados os diferentes grupos de antidepressivos no tratamento agudo da depressão em idosos.


Assuntos
Idoso de 80 Anos ou mais , Antidepressivos , Depressão/tratamento farmacológico
10.
Acta méd. (Porto Alegre) ; 29: 370-379, 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-510214

RESUMO

A doença de parkinson [DP] é uma enfermidade neurodegenerativa caracterizada principalmente por lentificação dos movimentos [ bradicinesia], hipertonia muscular do tipo rígida, tremor geralmente de repouso e instabilidade postural. Os sintomas motores decorrem, em sua maioria, da degeneração do sistema nigroestriatal dopaminérgico, havendo, entretanto, o envolvimento progressivo de outros sistemas neurotransmissores. A principal abordagem farmacológica envolve principalmente as drogas dopaminérgicas, em especial a levodopa, ainda considerada o tratamento mais efetivo no controle dos sintomas motores DP. Este artigo tem por finalidade fazer uma revisão sobre os principais aspectos clínicos e fisiopatogênicos da doença, bem como das estratégias farmacológicas mais utilizadas atualmente.


Assuntos
Doença de Parkinson/diagnóstico , Doença de Parkinson/terapia , Levodopa , Transtornos Motores
11.
Acta méd. (Porto Alegre) ; 29: 267-276, 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-510224

RESUMO

Este artigo tem como objetivo revisar o diagnóstico e tratamento do transtorno de ansiedade no idoso, apresentando as diversas peculiaridades desta faixa etária nesta patologia. Com o estabelecimento do processo de envelhecimento da população brasileira, urge uma necessidade de novos estudos voltados para a terceira idade, buscando uma maior compreensão desta última etapa do ciclo da vida e a mobilização de serviços e tratamentos voltados especificamente para os idosos. Tendo em vista a ansiedade como uma patologia comum na terceira idade, de extrema importância por elevar a morbimortalidade e por ser comumente subdiagnosticada, os autores se propõem a revisar conceitos diagnósticos e a a apresentar as melhores formas de tratamento.


Assuntos
Idoso , Psicoterapia , Transtornos de Ansiedade/diagnóstico , Transtornos de Ansiedade/epidemiologia , Transtornos de Ansiedade/tratamento farmacológico , Transtornos de Ansiedade/terapia
12.
In. De Seta, Marismary Horsth; Pepe, Vera Lucia Edais; Oliveira, Gisele O´Dwyer de. Gestão e vigilância sanitária: modos atuais do pensar e fazer. Rio de Janeiro, Fiocruz, 2006. p.111-131.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-442871
13.
Sci. med ; 16(2): 58-63, 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-456145

RESUMO

A hepatite C é uma doença insidiosa e progressiva que necessita de avaliação histológica hepática. Vários marcadores séricos têm sido estudados. A Cartilagem Oligométrica da Matrix Extracelular (C0MP) é o quinto elemento da família das trombospondinas, proteínasextracelulares ligadoras de cálcio, sendo inicialmente isoladano tecido cartilaginoso. Um único estudo investigou a expressão da COMP em tecido hepático normal, portador de cirrose e hepatocarcinoma. Nosso estudo visa avaliar os níveis séricos de COMP em pacientes portadores de hepatite C crônica. Níveis séricos de COMP foram dosados em 10 pacientes com hepatite C crônica (casos) e 100 pacientes com Hepatite C (controles). A diferença entre a COMP dos dois grupos não foi significativamente estatística e nem relacionada ao estágio clínico de fibrose hepática genótipo viral, níveis plaquetários ou alterações de transaminases.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Hepatite C Crônica , Cirrose Hepática , Biomarcadores , Trombospondinas
14.
Rev. bras. epidemiol ; 7(3): 290-301, set. 2004.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-394913

RESUMO

O centro de Vigilância Sanitária da Secretaria do Estado da Saúde do Rio de Janeiro pretende, com a descentralização das ações de vigilância sanitária para os municípios, atender condições mínimas para fortalecer o sistema estadual de vigilância sanitária, criando estrutura de apoio ao processo de descentralização. Este trabalho objetiva apresentar o diagnóstico situacional dos órgãos de vigilância sanitária dos municípios em gestão plena do sistema municipal, discutindo os principais resultados. A metodologia compreende a análise dos 22 órgãos de vigilância sanitária em gestão plena do sistema municipal, conforme a norma operacional básica 96, no período de julho a dezembro de 2002, através de questionário padrão aplicado pelo Centro de Vigilância Sanitária e de observação participante. Com base nos resultados, conclui-se que a maioria dos órgãos de de vigilância sanitária municipais em gestão plena do sistema municipal, possuem profundas dificuldades técnico-operacionais no desenvolvimento das ações descentralizadas, denotando a fragilidade do processo de descentralização das ações de vigilância sanitária no Estado e a necessidade de sensibilizar os gestores para a efetiva estruturação das vigilâncias sanitárias locais, em parceria com o órgão estadual de de vigilância sanitária.


Assuntos
Política , Vigilância Sanitária
15.
Saúde debate ; 26(61): 186-197, maio-ago. 2002. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-336621

RESUMO

A autora discute o processo de implementação de política no Sistema Único de Saúde (SUS) em Niterói, que tem como marco a implantação do Programa Médico de Família (PMF) em 1992, apresentando-o como uma alternativa urbana ao Programa Saúde da Família (PSF) do Ministério da Saúde. São analisadas as dificuldades de integralidade da atenção no sistema de saúde local, destacando-se os riscos inerentes ao fato do PMF se constituir em uma experiência de flexibilização de gestão de serviços de saúde, onde já existe uma ampla rede instalada. Reflete ainda, a coerência da metodologia introduzida pelo PSF e o seu objetivo de (re)orientação do modelo assistencial, confrontando as propostas de abordagem familiar do Ministério da Saúde e de Niterói.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Política , Saúde da Família , Serviços Básicos de Saúde
16.
Ciênc. saúde coletiva ; 7(3): 523-535, 2002. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-331024

RESUMO

Este artigo examina o impacto produzido pela implantação da estratégia saúde da família na organização dos serviços locais, tomando como referência a experiência do Programa Médico de Família (PMF) em Niterói/ RJ. Parte-se do entendimento de que a adoção do PMF foi impulsionada pelo avanço do processo de descentralização setorial em curso no país. Discute-se a perspectiva de inauguração de um novo modelo assistencial com base em três temas centrais: a) a relação com o sistema local de saúde; b) a questão do controle social; e c) a gestão de recursos humanos em saúde. Entende-se que o modelo assistencial não é dado a priori, mas construído no cotidiano das relações políticas entre atores sociais com graus diferenciados de incorporação de suas demandas pelo poder público, o que dá lugar a retraduções diversas do modelo proposto por esta política.


Assuntos
Política , Médicos de Família
17.
Rio de Janeiro; s.n; 2001. 293 p. tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-284165

RESUMO

Estuda as mudanças estruturais no modelo de atençäo à saúde em Niterói, tendo como marco a implantaçäo do Programa Médico de Família (PMF), em 1992, uma alternativa ao Programa Saúde da Família (PSF) do Ministério da Saúde. O município é apresentado, como "espaço privilegiado de formulaçäo e implementaçäo das políticas setoriais"(Bodstein, 1996). Analisa o risco do PMF, ao invés de cumprir papel reestruturante e complementar à rede existente, tender ao isolamento de, ao manter sua autonomia, näo se comunicar integralmente com o Sistema (IPEA, 1997). E se refuta esta hipótese. Apresenta-se o sistema público de saúde de Niterói em suas distintas formas de organizaçäo da prestaçäo de serviços de atençäo básica, que expressam dificuldades de integraçäo. Mas conclui-se que estas säo reflexos da prática segmentada e verticalizada do setor saúde e, em Niterói, também fruto do acelerado processo de descentralizaçäo. Assim, com base em uma abordagem qualitativa, esta pesquisa através de revisäo bibliográfica, estudo exploratório documental e entrevistas semiestruturadas com informantes chaves, busca mapear os atores envolvidos, analisar os fatores a dificultar a Integraçäo do PMF no SUS local. E a refletir sobre a coerência da metodologia introduzida pelo PSF e o seu objetivo de (re) orientaçäo do modelo assistencial, confrontam-se ainda as propostas de abordagem familiar do Ministério da Saúde e de Niterói, ou seja, entre o PMF e o PSF.


Assuntos
Política , Saúde da Família , Planos e Programas de Saúde , Clínicos Gerais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA