Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 97
Filtrar
1.
Cien Saude Colet ; 25(2): 461-472, 2020 Feb.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32022187

RESUMO

This study aimed to identify the prevalence of the manifestation of Minor Psychiatric Disorders and its associated factors among 537 family caregivers of people living with psychological distress attended at 16 Psychosocial Care Centers (CAPS) located in the 21st health region of the state of Rio Grande do Sul. Considering a hierarchical theoretical model, the analysis adopted a Poisson regression to calculate the adjusted prevalence ratios. The prevalence of Minor Psychiatric Disorders found in the studied population was 42.1% (N = 226 CI: 38%-46,3%). Factors associated with these disorders were being female (PR: 1.54), having a close relationship with the user, especially fathers/mothers (PR: 2.00), low schooling, within a prevalence ratio of PR: 1.85 in the lowest stratum, presence of health problems (PR: 1.24); reporting neurological problems (PR: 3.02), low performance in the evaluation of the quality of life in the physical (PR: 1.84) and environmental (PR: 1.95) aspects, dissatisfaction with family relationships (PR: 1.56), lack of family support (PR: 1.25) and feeling of burden, with a prevalence ratio of PR: 2.61 among individuals with higher level of burden.

2.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1048000

RESUMO

Objetivo: discutir as vivências dos profissionais no cuidado em rede intersetorial voltado à criança e adolescente e suas articulações/trabalho no território. Método: pesquisa qualitativa, exploratório-descritivo, desenvolvida com 26 trabalhadores da rede intersetorial, em um município do Rio Grande do Sul, entre os meses de maio a junho de 2014. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram entrevistas semiestruturadas com os depoimentos gravados e, posteriormente, transcritos na íntegra. Resultados: o profissional possui uma vivência de rede intersetorial, entendendo que esta rede deve partir de premissas como a interdisciplinaridade e o trabalho em conjunto. Que a rede de cuidado deve transpor serviços de saúde, ampliando olhares para projetos sociais e de inclusão. Conclusão: o território pode ser incorporado como um espaço de cuidado, de relações sociais e de modos de vida, sendo espaço também de vínculos entre profissionais e usuários


Objective: to discuss the experiences of professionals of the intersectoral care network focused on children and adolescents and their connections / work in the territory. Method: This qualitative study exploratory-descriptive, that included 26 intersectoral network workers in a city of Rio Grande do Sul state, Brazil between the months of May and June 2014. Data collection was conducted through a semistructured interview during which the testimonies were recorded and subsequently transcribed in full. Results: The professional has an experience of intersectoral network, which is based on the premises of interdisciplinarity and working together. The care network must be more than just health services, including social and community spaces, social and inclusion projects. Conclusion: The territory can be understood as a space of care, social relations and ways of life, also offering space for links between professionals and users of services


Objetivo: discutir las experiencias de los profesionales acerca de la red de atención direccionada a los niños y adolescentes y sus articulaciones / trabajo en el territorio. Método: investigación cualitativa, exploratoriodescriptivo, desarrollada con 26 trabajadores de la red intersectorial entre los meses de mayo hasta junio de 2014 en una ciudad en Rio Grande do Sul. La recolección de datos fue realizada por medio de entrevista semiestructurado, con los testimonios grabados y posteriormente transcritos en su totalidad. Resultados: el profesional tiene una experiencia de red intersectorial, la comprensión de que la red de premisas como la interdisciplinariedad y el trabajo en conjunto. La red de cuidado debe pasar a los servicios de salud, la ampliación de las miradas para proyectos sociales e inclusión. Conclusión: El territorio puede ser incorporado como un espacio de atención, las relaciones sociales y formas de vida también el espacio y las relaciones entre los profesionales y los usuarios


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Saúde da Criança , Colaboração Intersetorial , Pessoal de Saúde/organização & administração , Saúde do Adolescente , Pesquisa Qualitativa , Assistência à Saúde Mental
3.
Rev Gaucha Enferm ; 40: e20180432, 2019.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31644714

RESUMO

OBJECTIVE: To analyze the possibilities and challenges in building intersectoral networks in mental health in the professional's view involved in the care for children and adolescents treated at the Child and Adolescent Psychosocial Care Center. METHODS: A qualitative, descriptive and exploratory research, held from May to June 2014, performed a town in southern Brazil. Data were collected through semi-structured interviews with 26 workers intersectoral networking and submitted to thematic analysis. RESULTS: The articulation of different services and intersectoral care devices, and challenges to be overcome, the individual treatment plan, social policies that realize the real needs of users, including family and the medical-hegemonic model, were pointed out as possibilities. CONCLUSION: The care raised to the intersectoral level is a necessity and a way to achieve new perspectives on care and its articulations to consolidate the Child and Adolescent Mental Health policy.

4.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 27(1): 60-66, jan.-mar. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-989531

RESUMO

Resumo Introdução A interface do gênero enquanto importante categoria no âmbito da saúde mental ainda é incipiente, ocasionando uma reificação de práticas que reproduzem desigualdades e assimetrias entre homens e mulheres cuidadores/as no contexto da atenção em saúde mental no Brasil. Objetivo Discutir como o gênero tem marcado as práticas de cuidado desempenhadas pelas famílias, por meio da identificação de diferenças quanto ao perfil sociodemográfico, ao desenvolvimento das atividades de cuidado e às suas repercussões na vida dos familiares de acordo com o sexo dos indivíduos. Método Estudo transversal conduzido com 1.242 familiares de usuários/as de Centros de Atenção Psicossocial. Verificou-se a prevalência de cada estrato das variáveis de acordo com o sexo dos indivíduos estudados utilizando o teste qui-quadrado para heterogeneidade. Resultados Aspectos, como ausência da divisão da atividade de cuidado, sentimento de sobrecarga, avaliação ruim da qualidade de vida, insatisfação com as relações familiares e manifestação de transtornos psiquiátricos menores, foram mais prevalentemente encontrados entre as mulheres. Conclusão Há diferenças importantes entre homens e mulheres cuidadores/as em saúde mental, em especial no que diz respeito às repercussões do cuidado na vida dessas pessoas.


Abstract Background The gender interface as an important category in the field of mental health is still incipient. This results in the reification of practices that reproduce inequalities and asymmetries between men and women caregivers in the context of psychiatric care in Brazil. Objective To discuss how gender has marked care practices performed by families through the identification of differences in socio-demographic profile, development of care activities and their repercussions on the family's life according to the sex of the individuals. Method A cross-sectional study with 1242 relatives of users of Psychosocial Care Centers. We verified the prevalence of each variable stratum according to the sex of the individuals studied using chi-square test for heterogeneity. Results Aspects such as absence of the division of care activity, feeling of overload, poor quality of life, dissatisfaction with family relationships, and manifestation of minor psychiatric disorders were more prevalent among the women accessed. Conclusion There are important differences between men and women caregivers in mental health, especially regarding the repercussions of care on the lives of these people.

5.
Rev. gaúch. enferm ; 40: e20180432, 2019.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1043030

RESUMO

Abstract Objective: To analyze the possibilities and challenges in building intersectoral networks in mental health in the professional's view involved in the care for children and adolescents treated at the Child and Adolescent Psychosocial Care Center. Methods: A qualitative, descriptive and exploratory research, held from May to June 2014, performed a town in southern Brazil. Data were collected through semi-structured interviews with 26 workers intersectoral networking and submitted to thematic analysis. Results: The articulation of different services and intersectoral care devices, and challenges to be overcome, the individual treatment plan, social policies that realize the real needs of users, including family and the medical-hegemonic model, were pointed out as possibilities. Conclusion: The care raised to the intersectoral level is a necessity and a way to achieve new perspectives on care and its articulations to consolidate the Child and Adolescent Mental Health policy.


Resumen Objetivo: Analizar las posibilidades y los desafíos en la construcción de redes intersectoriales en salud mental, según la opinión de los profesionales involucrados en el cuidado de niños y adolescentes atendidos en el Centro de Atención Psicosocial para Niños y Adolescentes. Métodos: Investigación cualitativa, descriptiva y exploratoria, realizada en el período de mayo a junio de 2014, en una ciudad en el sur de Brasil. Se recolectaron los datos por medio de entrevistas semiestructuradas con 26 trabajadores de redes intersectoriales y luego se los sometieron al análisis temático. Resultados: Se apuntaron como posibilidades la articulación de los diferentes servicios y dispositivos de atención intersectoriales, y los desafíos a superar, el plan de tratamiento individual, las políticas sociales que dan cuenta de las necesidades reales de los usuarios, incluyendo la familia y el modelo médico-hegemónico. Conclusión: El cuidado elevado al plan intersectorial es una necesidad y un modo de lograr nuevas miradas sobre el cuidado y sus articulaciones para consolidar la política de Salud Mental del Niño y del Adolescente.


Resumo Objetivos: Analisar as possibilidades e desafios na construção de redes intersetoriais em saúde mental na visão dos profissionais envolvidos no cuidado a crianças e adolescentes atendidos no Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil. Metodologia: Pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória, realizada no período de maio a junho de 2014, em um município do Sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturada com 26 trabalhadores da rede intersetorial e submetidos à análise temática. Resultados: Apontaram-se como possibilidades a articulação de diferentes serviços e dispositivos de cuidado intersetorial, e desafios a serem superados, o plano terapêutico singular, as políticas sociais que percebem as reais necessidades dos usuários, a inclusão da família e o modelo médico-hegemônico. Conclusões: O cuidado elevado ao plano intersetorial é uma necessidade e um modo de lograr novos olhares sobre o cuidado e suas articulações para consolidação da política de Saúde Mental da Criança e Adolescente.

6.
Rev Gaucha Enferm ; 39: e63993, 2018 Jul 23.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30043950

RESUMO

OBJECTIVE: To build qualitative outcome indicators in psychosocial care regarding autonomy from the perspective of users and their families. METHODOLOGY: This is an evaluative case study based on the dialectical hermeneutics theoretical framework, conducted at a mental health community service, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The first stage of data collection occurred between February and July 2014, and consisted of constructing indicators based on qualitative data analysis of the two evaluative studies conducted at this same service. The second stage, between August and September 2014, consisted of validating the indicators constructed through the focus groups with nine users and nine family members. RESULTS: The users and relatives stated three qualitative indicators related to their autonomy resulting from their insertion in the service. The indicators were better self-management of income, improved everyday activities, and greater bargaining power. CONCLUSION: The methodology proved appropriate to create qualitative indicators, from the perspective of the participants, and revealed that the service helps users achieve autonomy.


Assuntos
Serviços Comunitários de Saúde Mental , Desinstitucionalização , Transtornos Mentais/psicologia , Autonomia Pessoal , Atividades Cotidianas , Adulto , Brasil , Família/psicologia , Feminino , Administração Financeira , Grupos Focais , Humanos , Masculino , Transtornos Mentais/reabilitação , Pessoa de Meia-Idade , Modelos Teóricos , Negociação , Pacientes Ambulatoriais/psicologia , Satisfação Pessoal , Pesquisa Qualitativa , Autogestão , Estigma Social , População Urbana , Adulto Jovem
7.
Rev. gaúch. enferm ; 39: e63993, 2018. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-960843

RESUMO

Resumo OBJETIVO Construir indicadores qualitativos de resultado na Atenção Psicossocial relacionados à autonomia na perspectiva dos usuários e familiares. MÉTODO Estudo de caso avaliativo, com referencial teórico hermenêutico-dialético em um Centro de Atenção Psicossocial no Rio Grande do Sul, Brasil. A primeira etapa da coleta de dados, fevereiro-julho/2014, consistiu na construção de indicadores a partir da análise dos dados qualitativos de duas pesquisas avaliativas neste mesmo serviço. A segunda etapa, agosto-setembro/2014, validou os indicadores construídos por meio de grupos focais com nove usuários e nove familiares. RESULTADO Os participantes apontaram três indicadores qualitativos relacionados à sua autonomia como resultado da inserção no serviço, sendo eles, melhora na autogestão da renda, melhor desenvolvimento das atividades do cotidiano e maior poder de negociação. CONCLUSÃO A metodologia utilizada mostrou-se adequada para criação de indicadores qualitativos na perspectiva de usuários e familiares, bem como apontou que o serviço auxilia no processo de conquista da autonomia.


Resumen OBJETIVO Construir indicador cualitativo de resultado en la Atención Psicosocial relacionado con la autonomía desde la perspectiva de los usuarios y familias. METODOLOGÍA Estudio de caso evaluativo, realizado en un Centro de Atención Psicosocial del Rio Grande do Sul, Brasil. La primera etapa de recopilación de datos, febrero-julio/2014, consistió en la construcción de indicadores a partir del análisis de los datos cualitativos a partir de dos investigaciones de evaluación en este mismo servicio. La segunda etapa, agosto-septiembre/2014, validó los indicadores construidos a través de grupos focales con nueve miembros y nueve familiares. RESULTADOS Los usuarios y familias mostraron tres indicadores cualitativos relacionados con su autonomía como consecuencia de la entrada en lo servicio: mejora de la auto-gestión de los ingresos, mejor desarrollo de las actividades diarias y aumento de la capacidad de negociación. CONCLUSIÓN Lo servicio ayuda en el proceso de desarrollo de la autonomía.


Abstract OBJECTIVE To build qualitative outcome indicators in psychosocial care regarding autonomy from the perspective of users and their families. METHODOLOGY This is an evaluative case study based on the dialectical hermeneutics theoretical framework, conducted at a mental health community service, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The first stage of data collection occurred between February and July 2014, and consisted of constructing indicators based on qualitative data analysis of the two evaluative studies conducted at this same service. The second stage, between August and September 2014, consisted of validating the indicators constructed through the focus groups with nine users and nine family members. RESULTS The users and relatives stated three qualitative indicators related to their autonomy resulting from their insertion in the service. The indicators were better self-management of income, improved everyday activities, and greater bargaining power. CONCLUSION The methodology proved appropriate to create qualitative indicators, from the perspective of the participants, and revealed that the service helps users achieve autonomy.

8.
Cien Saude Colet ; 22(11): 3567-3578, 2017 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29211162

RESUMO

This study aims to analyze the occurrence of minor psychiatric disorder and their associations in relatives of people with mental disorders. This is a cross-sectional study of 1164 relatives. For the tracking of minor psychiatric disorders the Self-Reporting Questionnaire Scale (SRQ20) was used, adopting 6/8 as cut-off point. Bivariate analyzes were conducted using Chi-squared test. Trends among strata of independent variables were investigated in relation to the outcome using nonparametric linear trend test. Statistic significance was defined as p-value < 0.05. Crude and adjusted binary logistic regressions were conducted using as a basis the hierarchical model developed through a systematic literature review. It was observed in the population a prevalence of 46.9% for minor psychiatric disorders. Higher prevalence of minor psychiatric disorders were strongly associated with the female gender, older age, first degree family ties, not having a paid work, lower education level, lower income, health problems, lower quality of life and feeling of burden. Many factors are related to the emotional and mental illness of family caregivers, demanding health services to be prepared to recognize and intervene in these situations.


Assuntos
Cuidadores/psicologia , Transtornos Mentais/epidemiologia , Qualidade de Vida , Adolescente , Adulto , Fatores Etários , Idoso , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Modelos Logísticos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Fatores de Risco , Autorrelato , Fatores Sexuais , Inquéritos e Questionários , Adulto Jovem
9.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(supl.12): 5186-5196, dez.2017.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-33842

RESUMO

Objetivo: avaliar a participação dos profissionais na reunião de equipe de um Centro de Atenção Psicossocial(CAPS). Método: estudo qualitativo, avaliativo, com o referencial teórico-metodológico da Avaliação deQuarta Geração. A coleta de dados ocorreu a partir de observação participante e de um grupo focal com 17trabalhadores do CAPS. A análise dos dados foi realizada pela técnica de Análise de Conteúdo, na modalidadeAnálise de Conteúdo Temática. Resultados: o processo avaliativo evidenciou a importância da equipe deapoio e do médico psiquiatra se inserir na reunião de equipe, bem como os limites e dificuldades dessaparticipação. A não participação do psiquiatra na reunião de equipe coloca em evidência o modo de trabalhoambulatorial que esse profissional desenvolve no CAPS, com ações individualizadas sem se integrar à equipe.Conclusão: a participação dos profissionais na reunião de equipe amplia o compartilhamento de informaçõese a qualidade das ações terapêuticas do CAPS.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Serviços de Saúde Mental , Pessoal de Saúde , Equipe de Assistência ao Paciente , Avaliação em Saúde , Reforma dos Serviços de Saúde , Saúde Mental , Assistência Integral à Saúde , Psiquiatria , Pesquisa Qualitativa
10.
Ciênc. Saúde Colet ; 22(11): 3567-3578, Nov. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-890192

RESUMO

Abstract This study aims to analyze the occurrence of minor psychiatric disorder and their associations in relatives of people with mental disorders. This is a cross-sectional study of 1164 relatives. For the tracking of minor psychiatric disorders the Self-Reporting Questionnaire Scale (SRQ20) was used, adopting 6/8 as cut-off point. Bivariate analyzes were conducted using Chi-squared test. Trends among strata of independent variables were investigated in relation to the outcome using nonparametric linear trend test. Statistic significance was defined as p-value < 0.05. Crude and adjusted binary logistic regressions were conducted using as a basis the hierarchical model developed through a systematic literature review. It was observed in the population a prevalence of 46.9% for minor psychiatric disorders. Higher prevalence of minor psychiatric disorders were strongly associated with the female gender, older age, first degree family ties, not having a paid work, lower education level, lower income, health problems, lower quality of life and feeling of burden. Many factors are related to the emotional and mental illness of family caregivers, demanding health services to be prepared to recognize and intervene in these situations.


Resumo Este estudo tem por objetivo analisar a ocorrência de transtornos psiquiátricos menores e suas associações em familiares de pessoas com transtornos mentais. Estudo transversal realizado com 1.164 familiares. Para o rastreamento utilizou-se o Self-Reporting Questionnaire Scale (SRQ20). Análises bivariadas foram realizadas com uso do teste Qui-quadrado. Tendências entre os estratos foram investigados em relação ao desfecho por meio do teste não paramétrico de tendência linear. Significância estatística foi definida como p < 0,05. Regressões logísticas binárias brutas e ajustadas foram realizadas utilizando como base um modelo hierárquico desenvolvido através de uma revisão sistemática da literatura. Observou-se prevalência de 46,9% de transtornos psiquiátricos menores. Maior prevalência desses transtornos esteve fortemente associada ao sexo feminino, idade avançada, laços familiares de primeiro grau, não possuir trabalho remunerado, nível de educação mais baixo, menor renda, problemas de saúde, baixa qualidade de vida e sentimento de sobrecarga. Muitos fatores estão associados à doença emocional e mental dos cuidadores familiares, exigindo que serviços de saúde estejam preparados para reconhecer e intervir nessas situações.

11.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 9(3): 606-613, jul.-set. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-982943

RESUMO

Objective: The study aims to understand the perceptions of workers of a Psychosocial Care Center (CAPS) on staff meetings. Methods: Study of qualitative approach, using the methodological theoretical evaluation of the fourth generation. The data were collected in a CAPS in Santa Catarina in 2006, 2011 and 2014 through semi-structured interviews, field observations and data recycling groups. Results: The daily frequency of spaces of team meetings enables a process of interaction in which knowledge and information is shared, and the group democratically decides the necessary referrals and plan together the next actions taking co-responsibilities over safety in the work process. Conclusion: Team meetings are considered a strategic space for workers to organize the work process.


Objetivo: Conhecer a percepção dos trabalhadores de um Centro de Assistência Psicossocial (CAPS) sobre as reuniões de equipe. Métodos: Estudo de abordagem qualitativa, com a utilização do referencial teórico metodológico de avaliação da quarta geração. Os dados foram coletados em um CAPS de Santa Catarina no ano de 2006, 2011 e 2014 através de entrevistas semiestruturadas, das observações de campo e grupos de reciclagem de dados. Resultados: A frequência diária dos espaços das reuniões de equipe possibilita um processo de interação, no qual os saberes e as informações são compartilhadas, o grupo democraticamente decide os encaminhamentos necessários e planejam em conjunto as próximas ações assumindo corresponsabilidades com mais segurança no processo de trabalho. Conclusão: As reuniões de equipe são consideradas um espaço estratégico para os trabalhadores organizarem o processo de trabalho.


Objetivo: El estudio tiene como objetivo conocer la percepción de los trabajadores de un Centro de Atención Psicosocial (CAPS) sobre las reunion de equipe. Métodos: Estudio cualitativo, utilizando la evaluación teórica metodológica de la cuarta generación. Los datos fueron recolectados en un CAPS de Santa Catarina en 2006, 2011 y 2014 a través de entrevistas semiestructuradas, observaciones de campo y grupos de reciclaje datos. Resultados: La frecuencia diaria de los espacios de las reuniones del equipo permite un proceso de interacción en el que se comparte el conocimiento y la información, y que el grupo decida democráticamente las referencias necesarias y planificar conjuntamente las siguientes acciones que tienen corresponsabilidades sobre la seguridad en el proceso de trabajo. Conclusión: Reuniones de equipo se consideran un espacio estratégico para los trabajadores a organizarse el proceso de trabajo.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Assistência Integral à Saúde , Serviços de Saúde Mental , Serviços de Saúde Mental/organização & administração , Equipe de Assistência ao Paciente , Brasil , Reforma dos Serviços de Saúde , Percepção
12.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 9(3): 606-613, jul.-set. 2017.
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-31105

RESUMO

Objective: The study aims to understand the perceptions of workers of a Psychosocial Care Center (CAPS) on staff meetings. Methods: Study of qualitative approach, using the methodological theoretical evaluation of the fourth generation. The data were collected in a CAPS in Santa Catarina in 2006, 2011 and 2014 through semi-structured interviews, field observations and data recycling groups. Results: The daily frequency of spaces of team meetings enables a process of interaction in which knowledge and information is shared, and the group democratically decides the necessary referrals and plan together the next actions taking co-responsibilities over safety in the work process. Conclusion: Team meetings are considered a strategic space for workers to organize the work process.(AU)


Objetivo: Conhecer a percepção dos trabalhadores de um Centro de Assistência Psicossocial (CAPS) sobre as reuniões de equipe. Métodos: Estudo de abordagem qualitativa, com a utilização do referencial teórico metodológico de avaliação da quarta geração. Os dados foram coletados em um CAPS de Santa Catarina no ano de 2006, 2011 e 2014 através de entrevistas semiestruturadas, das observações de campo e grupos de reciclagem de dados. Resultados: A frequência diária dos espaços das reuniões de equipe possibilita um processo de interação, no qual os saberes e as informações são compartilhadas, o grupo democraticamente decide os encaminhamentos necessários e planejam em conjunto as próximas ações assumindo corresponsabilidades com mais segurança no processo de trabalho. Conclusão: As reuniões de equipe são consideradas um espaço estratégico para os trabalhadores organizarem o processo de trabalho.(AU)


Objetivo: El estudio tiene como objetivo conocer la percepción de los trabajadores de un Centro de Atención Psicosocial (CAPS) sobre las reunion de equipe. Métodos: Estudio cualitativo, utilizando la evaluación teórica metodológica de la cuarta generación. Los datos fueron recolectados en un CAPS de Santa Catarina en 2006, 2011 y 2014 a través de entrevistas semiestructuradas, observaciones de campo y grupos de reciclaje datos. Resultados: La frecuencia diaria de los espacios de las reuniones del equipo permite un proceso de interacción en el que se comparte el conocimiento y la información, y que el grupo decida democráticamente las referencias necesarias y planificar conjuntamente las siguientes acciones que tienen corresponsabilidades sobre la seguridad en el proceso de trabajo. Conclusión: Reuniones de equipo se consideran un espacio estratégico para los trabajadores a organizarse el proceso de trabajo.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Serviços de Saúde Mental , Serviços de Saúde Mental/organização & administração , Assistência Integral à Saúde , Equipe de Assistência ao Paciente , Reforma dos Serviços de Saúde , Brasil , Percepção
13.
Rev Gaucha Enferm ; 38(1): e60973, 2017 May 29.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28591247

RESUMO

Objective: This study aimed to analyze the opinions of the coordinators of the Family Health Strategy (FHS) on the mental health care network in the city of Pelotas/RS. Method: Descriptive and exploratory study with a qualitative approach, carried out with six FHS coordinators, in 2012. Semi-structured interview was used in data collection, and the results were evaluated using the thematic analysis. Results: The network designed by the coordinators consists of few formal services and is focused on the Psychosocial Care Centers (CAPS). The informal network has a greater number of care units. Exchange of information related to joint responsibilities in the care is scarce, with lack of dialogue. Conclusion: The coordinators have scarce knowledge on the formal care network and on care focused on the ESF and CAPS. They also recognize the importance public policies that value and expand the informal care spaces in the territory.


Assuntos
Serviços Comunitários de Saúde Mental , Redes Comunitárias , Saúde da Família , Administradores de Instituições de Saúde/psicologia , Adolescente , Serviços de Saúde do Adolescente/organização & administração , Adulto , Atitude , Atitude do Pessoal de Saúde , Brasil , Criança , Serviços de Saúde da Criança/organização & administração , Cidades , Comunicação , Serviços Comunitários de Saúde Mental/organização & administração , Redes Comunitárias/organização & administração , Reforma dos Serviços de Saúde , Humanos , Relações Interinstitucionais , Pesquisa Qualitativa , Responsabilidade Social , Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias/organização & administração
14.
Rev Gaucha Enferm ; 37(spe): e67908, 2017 May 18.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28538769

RESUMO

Objective: To describe the use of participatory methodologies in research with children. Methods: Experience report with a qualitative approach, conducted with children between six and eleven years of age, from a municipal school in Pelotas and in the Psychosocial Children and Youth Care Center, in São Lourenço do Sul, both municipalities of the Rio Grande do Sul State. Data collection was based on records made in field and observation diaries, held from April to July 2016. Results: The report pointed out that the Photovoice promoted motivation in the group, in addition to increasing the self-esteem and self-confidence of children. The Five Field Map made it possible to help children express feelings through the game. Conclusion: Photovoice and the Five Field Map are seen as tools that enable new methodological approaches in research with children, facilitating the construction of the proposed activities aimed at innovative and creative research processes in health/nursing.


Assuntos
Terapia Assistida por Animais , Comportamento Infantil , Fotografação , Ludoterapia , Psicologia da Criança , Projetos de Pesquisa , Criança , Transtornos do Comportamento Infantil/psicologia , Transtornos do Comportamento Infantil/terapia , Assistência à Saúde , Emoções , Família , Amigos , Humanos , Pesquisa Qualitativa , Instituições Acadêmicas , Autoimagem , Participação Social
15.
Rev. APS ; 20(2): 159-166, 20/04/2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-878826

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a aceitabilidade do usuário/família sobre a Estratégia Saúde da Família (ESF). Realizou-se um estudo avaliativo de abordagem quantitativa em uma Unidade de Saúde da Família onde foram entrevistados 217 usuários, durante o mês de novembro de 2007. Para análise dos resultados utilizou-se o SPSS® for Windows, Versão 11.0. Identificou-se uma população adulta com idade média de 41 anos, com baixa escolaridade e com maior proporção de mulheres. A maioria dos usuários está satisfeita com a informação recebida sobre a doença, o tratamento, a forma de obter a ficha, o tempo dedicado à consulta e de espera para o atendimento. Todos profissionais da equipe receberam nota maior que sete. Identificou-se que a maioria dos usuários aceita a ESF, sugerindo que esta estratégia apresenta potencialidades para qualificar a atenção primária à saúde. Entretanto, os problemas estruturais da unidade foram os mais apontados pelos participantes.


The objective of this study was to evaluate the acceptability of the Family Health Strategy (FHS) by the user/family. We did an evaluative study with a quantitative approach at a Family Health Unit, where 217 users were interviewed during the month of November 2007. SPSS® for Windows, Version 11.0, was used to analyze the results. We identified an adult population with a mean age of 41 years, with low education levels, and with a higher proportion of women. Most users are satisfied with the information they have received about: disease, treatment, how to get an appointment, the time spent during consultations and in waiting to be seen. All the professional staff received grades higher than seven. It was found that most users accept the FHS, suggesting that this strategy has the potential to qualify the health care service in primary care. However, the unit's structural problems were those most often mentioned by the participants.

16.
Saúde debate ; 41(spe): 50-59, Jan.-Mar. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-846193

RESUMO

RESUMO Este artigo objetivou construir indicadores qualitativos de resultado relacionados com a satisfação na perspectiva dos usuários e familiares. Estudo de caso avaliativo, participativo, hermenêutico-dialético, realizado em um Centro de Atenção Psicossocial no Rio Grande do Sul, com usuários e familiares em grupos focais para discussão, negociação e validação de indicadores qualitativos em 2014. Identificaram-se dois indicadores qualitativos de satisfação, sendo estes: a não internação psiquiátrica ou menor necessidade desta; sentimento ou sensação de bem-estar. Conclui-se que usuários e familiares apresentam-se satisfeitos com a práxis do Centro de Atenção Psicossocial estudado.


ABSTRACT This article aimed to build outcome qualitative indicators related to satisfaction from the perspective of users and relatives. Evaluative case study, participatory, hermeneutic-dialectical, performed in a Psychosocial Care Center, in Rio Grande do Sul, with users and relatives in focal groups for discussion, negotiation and validation of qualitative indicators in 2014. We identified two qualitative indicators of satisfaction: non-psychiatric hospitalization or less need of it; the feeling or sense of well being. It was concluded that users and relatives presented satisfaction with the praxis from the Psychosocial Care Center studied.

17.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 9(1): 85-91, jan.-mar. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-836311

RESUMO

Objective: to evaluate the challenges and the potentialities of the network of mental health from the Family Health Strategy. Methods: It is a descriptive and exploratory study, with qualitative methodological approach. The data collection occurred in the period of April to May 2012 in Family Health Units in the city of Pelotas, RS. There were performed semi-structured interviews with six managers, which were recorded and transcribed verbatim. Results: The challenges are highlighted by: lack of support from management, excessive use of psychotropic drugs, some professionals do not know their users and lack of communication on the network. The potentialities are: the recognition of the involvement of professionals with the actions of mental health and the concern of managers with the practices of mental health within their services. Conclusion: The care involves many social actors that need to work in network to mitigate the challenges and strengthen the potential to affect the care.


Objetivo: avaliar os desafios e as potencialidades da rede de saúde mental a partir da Estratégia de Saúde da Família. Método: Estudo descritivo e exploratório, com abordagem metodológica qualitativa. A coleta de dados ocorreu no período de abril a maio de 2012 em Unidades de Saúde da Família no município de Pelotas-RS. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com seis gestores, as quais foram gravadas e transcritas literalmente. Resultados: Os desafios são apontados pela: falta de apoio da gestão, uso excessivo de psicofármacos, alguns profissionais não conhecem seus usuários e falta comunicação na rede. As potencialidades são: o reconhecimento do comprometimento de profissionais com as ações de saúde mental e a preocupação dos gestores com as práticas de saúde mental dentro dos seus serviços. Conclusão: O cuidado envolve muitos atores sociais que precisam trabalhar em rede para amenizar os desafios e fortalecer as potencialidades para efetivar o cuidado.


Objetivo: evaluar los desafíos y las potencialidades de la red de salud mental a partir de la Estrategia de Salud de la Familia. Métodos: Consiste en un estudio descriptivo y exploratorio, con abordaje metodológica cualitativa. La recopilación de datos ocurrió en el periodo de abril a mayo de 2012 en Unidades de Salud de la Familia en el municipio de Pelotas-RS. Fueron realizadas entrevistas semiestructuradas con seis gestores,las cuales fueron grabadas y transcritas literalmente. Resultados: Los desafíos son apuntados por la falta de apoyo de la gestión, uso excesivo de psicofármacos, algunos profesionales no conocen sus usuarios y falta comunicación en la red. Las potencialidades son: el reconocimiento del comprometimiento de profesionales con las acciones de salud mental y la preocupación de los gestores con las prácticas de salud mental dentro de sus servicios. Conclusión: El cuidado envuelve muchos actores sociales que necesitan trabajar en red para amenizar los desafíos y fortalecer las potencialidades para efectuar el cuidado.


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Relações Interdepartamentais , Serviços de Saúde Mental , Brasil
18.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 9(1): 85-91, jan.-mar. 2017.
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-30406

RESUMO

Objective: To evaluate the challenges and the potentialities of the network of mental health from the Family Health Strategy. Methods: It is a descriptive and exploratory study, with qualitative methodological approach. The data collection occurred in the period of April to May 2012 in Family Health Units in the city of Pelotas, RS. There were performed semi-structured interviews with six managers, which were recorded and transcribed verbatim. Results: The challenges are highlighted by: lack of support from management, excessive use of psychotropic drugs, some professionals do not know their users and lack of communication on the network. The potentialities are: the recognition of the involvement of professionals with the actions of mental health and the concern of managers with the practices of mental health within their services. Conclusion: The care involves many social actors that need to work in network to mitigate the challenges and strengthen the potential to affect the care.(AU)


Objetivo: Avaliar os desafios e as potencialidades da rede de saúde mental a partir da Estratégia de Saúde da Família. Método: Estudo descritivo e exploratório, com abordagem metodológica qualitativa. A coleta de dados ocorreu no período de abril a maio de 2012 em Unidades de Saúde da Família no município de Pelotas-RS. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com seis gestores, as quais foram gravadas e transcritas literalmente. Resultados: Os desafios são apontados pela: falta de apoio da gestão, uso excessivo de psicofármacos, alguns profissionais não conhecem seus usuários e falta comunicação na rede. As potencialidades são: o reconhecimento do comprometimento de profissionais com as ações de saúde mental e a preocupação dos gestores com as práticas de saúde mental dentro dos seus serviços. Conclusão: O cuidado envolve muitos atores sociais que precisam trabalhar em rede para amenizar os desafios e fortalecer as potencialidades para efetivar o cuidado.(AU)


Objetivo: Evaluar los desafíos y las potencialidades de la red de salud mental a partir de la Estrategia de Salud de la Familia. Métodos: Consiste en un estudio descriptivo y exploratorio, con abordaje metodológica cualitativa. La recopilación de datos ocurrió en el periodo de abril a mayo de 2012 en Unidades de Salud de la Familia en el municipio de Pelotas-RS. Fueron realizadas entrevistas semiestructuradas con seis gestores,las cuales fueron grabadas y transcritas literalmente. Resultados: Los desafíos son apuntados por la falta de apoyo de la gestión, uso excesivo de psicofármacos, algunos profesionales no conocen sus usuarios y falta comunicación en la red. Las potencialidades son: el reconocimiento del comprometimiento de profesionales con las acciones de salud mental y la preocupación de los gestores con las prácticas de salud mental dentro de sus servicios. Conclusión: El cuidado envuelve muchos actores sociales que necesitan trabajar en red para amenizar los desafíos y fortalecer las potencialidades para efectuar el cuidado.(AU)


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Serviços de Saúde Mental , Relações Interdepartamentais , Brasil
19.
Rev Gaucha Enferm ; 38(3): e67278, 2017.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29641688

RESUMO

Objective To analyze the work object and the technologies in the working process of a Mental Health Itinerant Team in the attention to drug users. Methods Qualitative case study, carried out in a municipality in the South of Brazil. The theoretical framework was the Healthcare Labor Process. The data was collected through participant observation and semi-structured interviews with the professionals of an itinerant team in the year of 2015. For data analysis we used the Thematic Content Analysis. Results In the first empirical category - work object - the user is considered as a focus, bringing new challenges in the team's relationship with the network. In the second category - technologies of the work process - potentialities and contradictions of the team work tools are highlighted. Conclusions As an innovation in the mental health context, the itinerant team brings real possibilities to reinvent the care for the drug user as well as new institutional challenges.


Assuntos
Serviços de Saúde Mental/organização & administração , Equipe de Assistência ao Paciente , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/terapia , Brasil , Reforma dos Serviços de Saúde , Humanos , Pesquisa Qualitativa
20.
Texto & contexto enferm ; 26(3): e1890014, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904226

RESUMO

RESUMO Objetivo: descrever as características da articulação entre os serviços que compõem a rede de saúde mental infantojuvenil, através do sistema de referência e contrarreferência. Método: estudo descritivo desenvolvido em 25 serviços, a partir de informações obtidas em questionários autoaplicados aos coordenadores, através do sistema eletrônico do Ministério da Saúde. A organização e análise descritiva dos dados foram realizadas no programa estatístico Stata versão 12.0. Resultados: evidenciou-se a existência de sistemas de referência e contrarreferência entre a atenção básica e os centros de atenção psicossocial infantojuvenil e uma parceria com os outros serviços de saúde mental e ampliação do cuidado. No entanto, o hospital psiquiátrico ainda é utilizado como referência no tratamento, dentre outras limitações, como dificuldades em lidar com as demandas de saúde mental, devido a encaminhamentos recorrentes e inexperiência neste tipo de acolhimento/tratamento. Conclusão: a emergência para o cuidado em saúde mental infantojuvenil que atenda os pressupostos do paradigma psicossocial suscita novas práticas que possam contribuir para o fortalecimento das ações neste cenário. Estas ações devem ser pautadas num sistema de referência que demonstre efetividade na rede de saúde, de modo a promover um cuidado amplo, contínuo, tendo em vista o fortalecimento da rede de atenção psicossocial.


RESUMEN Objetivo: describir las características de la articulación entre los servicios que componen la red de salud mental infanto-juvenil, a través del sistema de referencia y contra-referencia. Método: estudio descriptivo desarrollado en 25 servicios, a partir de informaciones obtenidas en cuestionarios auto-administrados a los coordinadores, a través del sistema electrónico del Ministerio de la salud. La organización y análisis descriptivo de los datos se realizaron utilizando Stata versión 12.0. Resultados: se evidenció la existencia de sistemas de referencia y contra-referencia entre los centros de atención psicosocial infantojuveniles y la asociación con otros servicios de salud mental y la atención primaria en expansión. Sin embargo, el hospital psiquiátrico todavía se utiliza como referencia en el tratamiento, entre otras limitaciones, tales como dificultades para hacer frente a las exigencias de la salud mental debido a la falta de experiencia y referencias recurrentes en este tipo de atención/tratamiento. Conclusión: la emergencia para el cuidado en salud mental infanto-juvenil que cumpla con las condiciones del paradigma psicosocial, suscita nuevas prácticas que pueden contribuir al fortalecimiento de las acciones en este escenario. Estas acciones deben guiarse en un sistema de referencia para demostrar la eficacia del sistema de salud, con el fin de promover una atención integral, continua con el fin de fortalecer la red de atención psicosocial.


ABSTRACT Objective: describing the characteristics of the articulation between the services that compose the mental health network of children and adolescents, through the referral and counter-referral system. Method: descriptive study developed in 25 services, based on information obtained from self-administered questionnaires applied to coordinators through the Ministry of Health electronic system. Data organization and descriptive analysis were performed in the Stata statistical program version 12.0. Results: the existence of referral and counter-referral systems are evidenced between the basic healthcare and psychosocial healthcare centers for children and adolescents, and a partnership with other mental-health services and expanded care. However, psychiatric hospitals are still used as a reference for treatment, among other limitations, such as difficulties in dealing with mental health demands due to recurrent referrals and inexperience in this type of care/treatment. Conclusion: emergency services for children and adolescent mental healthcare which meet the expectations of the psychosocial paradigm need new practices that may contribute to strengthening actions in this scenario. Such actions should be based on a referral system that can demonstrate effectiveness among the healthcare network in order to promote comprehensive and continuous care focused on strengthening the psychosocial care network.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA