Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
RGO (Porto Alegre) ; 60(2): 143-148, abr.-jun. 2012. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-874660

RESUMO

Objective: This study investigated the most common features of the signs and symptoms of temporomandibular joint disorder and patient profile, including age and gender. The study was done at the First Master Level temporomandibular joint disorder and Orofacial Pain Clinic of São Leopoldo Mandic School of Dentistry, in Campinas, São Paulo, Brazil, to better familiarize general dental surgeons and experts with this disorder. Methods: This cross-sectional, retrospective study collected data from the records of the first consecutive 200 patients seen at the abovementioned clinic. The collected data included gender, age, main complaints and duration of each complaint. If pain was the main complaint, the affected region and pain intensity were also included. Results: Most (81%) patients were females with a mean age of 36.5 years, ranging from 9 to 82. Pain was the most common complaint referred by 86% of the sample. The complaint bruxism/clenching had the longest mean duration (82.9 months). Pain was most common in the parotideomasseteric region, referred by 53% of the cases. Conclusion: Individuals seeking treatment for temporomandibular joint disorder are usually middle-aged females complaining of pain, especially in parotideomasseteric region.


Objetivo: Avaliar as características dos sinais e sintomas relatados como queixa principal pelos pacientes da clínica do I Curso de Mestrado em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial da Faculdade São Leopoldo Mandic, correlacionando com sexo, idade e tempo de duração da queixa. Dessa forma, contribuindo com informações que permitam ao cirurgião-dentista, clínico ou especialista, conhecer o perfil destes pacientes. Métodos: Estudo transversal do tipo retrospectivo onde foram coletados nas fichas dos 200 primeiros pacientes a contar do início das atividades do referido curso os dados referentes ao sexo, idade, queixa principal (podendo haver mais de uma) e duração de cada queixa. Nos casos em que a queixa principal foi dor, foram colhidos na história pregressa da doença atual os dados referentes à região afetada e intensidade da dor.Resultados: Na amostra estudada 81% dos pacientes que procuraram tratamento foram do sexo feminino; a idade média foi 36,5 anos variando de nove a 82 anos; dor foi a queixa mais frequente, sendo o motivo de procura para tratamento de 86% dos pacientes; a queixa bruxismo/apertamento foi a que apresentou maior tempo médio de duração (82,9 meses); a região dolorosa mais frequentemente citada foi a parotídeo-massetérica, que apareceu em 53% dos pacientes que se queixaram de dor. Conclusão: Os dados obtidos a partir dessa análise permitem traçar o perfil do paciente que procura atendimento para disfunção temporomandibular como sendo em sua maioria do sexo feminino, adulto jovem, queixando-se de dor, principalmente na região parotídeo-massetérica.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Epidemiologia , Sinais e Sintomas , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/complicações , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/diagnóstico , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/patologia , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/prevenção & controle
2.
Campinas; s.n; 2009. 70 p.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-865158

RESUMO

O objetivo desse trabalho foi avaliar as características dos sinais e sintomas relatados como queixa principal pelos pacientes da clínica do I Curso de Mestrado em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (DTM e DOF) da Faculdade de Odontologia e Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic (CPO SLM), correlacionando com gênero, idade e tempo de duração da queixa. Dessa forma, contribuindo com informações que permitam ao Cirurgião Dentista, clínico ou especialista, conhecer o perfil destes pacientes, fornecendo dados úteis ao diagnóstico da DTM. Em um estudo transversal do tipo retrospectivo foram coletados nas fichas dos 200 primeiros pacientes a contar do início das atividades do referido curso os dados referentes ao gênero, idade, queixa principal (podendo haver mais de uma) e duração de cada queixa. Nos casos em que a queixa principal foi dor, foram colhidos na história pregressa da moléstia atual (HPMA) os dados referentes à região afetada, tipo de dor e intensidade da dor. Na amostra estudada concluiu-se que 81% dos que procuraram tratamento foram do gênero feminino; a idade média foi 36,5 anos variando de nove a 82 anos; dor foi a queixa mais freqüente, sendo o motivo de procura para tratamento de 86% dos pacientes; a queixa bruxismo/apertamento foi a que apresentou maior tempo médio de duração (82,9 meses); a região dolorosa mais freqüentemente citada foi a parotídeo-massetérica, que apareceu em 53% dos pacientes que se queixaram de dor.


The purpose of this study was to evaluate the features of signs and symptoms stated as chief complaint by the patients attended at the Clinic of the first Master’s degree course in TMD (temporomandibular disorders) and Orofacial Pain at the University of Dentistry São Leopoldo Mandic (CPO SLM), in Campinas, São Paulo, Brazil, correlating to gender, age and time of duration of the complaint. In that way, contributing with information that allow to the dentist, clinical or specialist, to know these patients' profile, supplying useful data for the TMD diagnosis. In a retrospective transversal study, data were obtained from the records of the first 200 patients starting from the beginning of the activities of the referred course, regarding gender, age, chief complaint (could have more than one) and duration of each complaint. When pain was chief complaint, were collected in the past history of the current disease data regarding affected area, pain type and intensity of the pain. 81% of the ones that looked for treatment were of the feminine gender; were nine to 82 years old, mean value: 36,5 years; pain was more frequent chief complaint, being reason to look for treatment in 86% of the cases; the habit to grind or press the teeth was the complaint that presented larger medium time of duration (82,9 months); in 53% of the cases wherein chief complaint was pain the painful area more frequently stated was parotid-masseteric.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Epidemiologia , Sinais e Sintomas , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/diagnóstico , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/prevenção & controle
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...