Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
2.
BrJP ; 2(3): 296-299, July-Sept. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1039015

RESUMO

ABSTRACT BACKGROUND AND OBJECTIVES: The importance of interdisciplinary action has been increasingly recognized in the area of health due to the global effect that has on the various symptoms of the patient. Interdisciplinarity is possible when professionals allow the exchange of knowledge through clinical meetings and jointly follow-up of the case. The objective of this study was to document the interdisciplinary care of patients with orofacial pain symptoms and comorbidities. CASE REPORT: Female patient, 48 years old, diagnosed with muscular temporomandibular disorder and oral opening limitation, labyrinthine cervicalgia, tinnitus, sleep disorder, eating disorders and anxiety after evaluation with an odontologist, otorhinolaryngologist, physiotherapist, acupuncturist, psychologist and nutritionist. The 1-year follow-up with monthly visits with the dentist and nutritionist, and biweekly visits with a psychologist, physiotherapist, and acupuncturist showed symptoms control with total remission of the orofacial pain, cervicalgia, labyrinthitis. Tinnitus did not improve in the sense of frequency that remained constant, but according to the patient, there was an improvement in the adaptation to tinnitus in places with excessive noise, thus allowing a better social interaction. Nutrition and psychology made a great contribution to self-esteem and social routine as well as to seek for a better quality of life. CONCLUSION: The interdisciplinary work promoted a global approach to the patient's symptoms.


RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A importância da ação interdisciplinar tem sido cada vez mais reconhecida na área da saúde, pelo efeito global que exerce sobre os diversos sintomas da paciente. A interdisciplinaridade é possível quando os profissionais permitem a troca do conhecimento através de reuniões clínicas e acompanhamento em conjunto do caso. O objetivo deste estudo foi documentar o atendimento interdisciplinar de paciente que apresentava sintoma da dor orofacial e comorbidades. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 48 anos, diagnosticada com disfunção temporomandibular muscular e limitação de abertura bucal, cervicalgia labirintite, zumbido, distúrbio do sono, distúrbios alimentares e ansiedade após avaliação com odontólogo, otorrinolaringologista, fisioterapeuta, acupunturista, psicólogo e nutricionista. O acompanhamento de 1 ano com consultas mensais na área da odontologia e nutrição e consultas quinzenais na área de fisioterapia, acupuntura e psicologia demonstrou controle dos sintomas com remissão total da dor orofacial, cervicalgia, labirintite. O zumbido não teve melhora no sentido de frequência que permaneceu constante, mas segundo a paciente houve melhora na adaptação ao zumbido em lugares com excesso de barulho, permitindo assim melhor interação social. A nutrição e a psicologia tiveram uma grande contribuição na autoestima e rotina social bem como na busca por melhor qualidade de vida. CONCLUSÃO: O trabalho interdisciplinar promoveu uma abordagem global dos sintomas da paciente.

3.
Rev. dor ; 16(4): 249-253, Oct.-Dec. 2015. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-767182

RESUMO

ABSTRACT BACKGROUND AND OBJECTIVES: Among temporomandibular disorder classifications, masticatory muscles myofascial pain is the most frequent. Its multifactorial etiology makes its treatment difficult. Identifying other painful sites related to temporomandibular disorders may help controlling comorbidities and, as a consequence, improving their symptoms. This study aimed at evaluating the presence of body pain in temporomandibular location. METHODS: We have evaluated 328 medical charts of the Dental Research Center São Leopoldo Mandic, with diagnosis of muscular temporomandibular disorder. Patients were evaluated by means of a body map to locate pain complaints. RESULTS: From 328 analyzed medical charts, 180 (55%) had body pain (160 females, 20 males), and 148 (45%) had facial pain only (116 females, 32 males). Areas with most frequent pain reports were cervical, lumbar and shoulders.Females had more body pain (with pain n=160, without pain n=116, p≤0.001) as compared to males (with pain n=20, without pain n=32) with statistical difference.In most cases pain has affected both body sides (bilateral face 67%, bilateral body 92%). CONCLUSION: Most patients with temporomandibular disorder had pain in body parts different from the face. Regions marked in human body drawings with more pain were cervical followed by lumbar and shoulders.


RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Dentre as classificações das disfunções temporomandibulares, as dores miofasciais nos músculos da mastigação são as mais frequentes. Sua etiologia multifatorial dificulta o tratamento. Reconhecer outros locais de dor relacionados à disfunção temporomandibular pode ajudar no controle das comorbidades e consequentemente melhorar o seu quadro. O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de dor no corpo em pacientes com disfunção temporomandibular, a frequência desses relatos e sua localização. MÉTODOS: Foram avaliados 328 prontuários do Centro de Pesquisa Odontológica São Leopoldo Mandic, com diagnóstico de disfunção temporomandibular muscular. Os pacientes foram avaliados por meio de desenhos de mapa corporal para determinar a localização de queixas de dor. RESULTADOS: Dos 328 prontuários analisados, 180 (55%) apresentaram registro de dor pelo corpo (160 mulheres, 20 homens), e 148 (45%) apresentavam dor apenas na região da face (116 mulheres, 32 homens). As áreas com maior relato de dor foram: cervical, lombar e ombros. O gênero feminino apresentou maior frequência de dores no corpo (com dor n=160, sem dor n=116, p<0,001) que o gênero masculino (com dor n=20 e sem dor n=32) com diferença estatística. Na maior parte dos casos a dor acometeu os dois lados do corpo (face 67% bilateral e corpo 92% bilateral) CONCLUSÃO: A maioria dos pacientes com diagnóstico de disfunção temporomandibular apresentou dor em outras partes do corpo além da face. A região anotada nos desenhos do corpo humano com maior acometimento da dor foi a cervical seguida da lombar e ombros.

4.
Rev. dor ; 16(2): 81-85, Jan-Mar/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-752100

RESUMO

ABSTRACT BACKGROUND AND OBJECTIVES: Chronic pain is a common complaint in health assistance settings, so this study aimed at evaluating the analgesic efficacy of an acupuncture technique to relieve pain in patients with chronic head and neck myofascial pain. METHODS: Participated in the study 20 volunteers (aged between 23 and 46 years) with head and neck pain for more than 3 months who presented tense myofascial bands diagnosed by the evaluator. Pain intensity at the beginning of the study was recorded by the verbal numeric scale, as well as mean pain during each week among 8 applications. Acupuncture needle 0.25x30 mm was used on cranial points to the right or left side of the face, determined by Yamamoto’s ScalpAcupuncture technique and was maintained for 20 minutes. RESULTS: Mean pain at beginning of treatment was 7.9 and after 8 weeks it had decreased to 0.8, which is a significant result with p<0.05. Pain improvement evaluation at consultation moment was also relevant because 100% of participants have reported pain improvement immediately after needle application. CONCLUSION: Our results show the effectiveness of one of different possibilities provided by acupuncture for pain relief, especially when the aim is immediate pain decrease. Although promising, results of Yamamoto New Scalp Acupuncture still need further studies to evaluate this acupuncture modality to expand its application and reliability of the technique. .


RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor crônica tem sido queixa constante nos atendimentos clínicos na área da saúde, dessa forma este estudo teve como objetivo avaliar a eficácia analgésica de uma técnica de acupuntura no alivio de sintomas dolorosos de pacientes com dor crônica miofascial em cabeça e pescoço. MÉTODOS: Participaram do estudo 20 voluntários (idade entre 23 e 46 anos) com queixa de dor em cabeça e pescoço há mais de 3 meses que apresentavam bandas tensas miofasciais diagnosticadas pelo avaliador. A intensidade de dor no início da pesquisa foi registrada pela escala numérica verbal, bem como a média de dor durante cada semana entre as 8 consultas de aplicação. Foi utilizada agulha de acupuntura 0,25x30mm nos pontos cranianos do lado direito ou esquerdo da face, determinados pela técnica de cranioacupuntura de Yamamoto New Scalp Acupuncture mantida por 20 minutos. RESULTADOS: A média atribuída à dor no inicio do tratamento foi 7,9 e após 8 semanas reduziu-se para 0,8, resultado significativo sendo p<0,05. A avaliação de diminuição da dor no momento da consulta também foi relevante, pois 100% dos participantes relataram melhora da dor após a aplicação imediata da agulha. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo apontam para a eficácia de uma das diversas possibilidades que a acupuntura apresenta para o alívio de sintomas álgicos principalmente quando se busca diminuição imediata da dor. Embora os resultados com a técnica Yamamoto New Scalp Acupuncture sejam promissores, estudos ainda são necessários para avaliar essa modalidade de acupuntura para ampliar sua aplicação e confiança na técnica. .

5.
Rev. dor ; 15(1): 6-8, Jan-Mar/2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-705353

RESUMO

Justificativa e objetivos:Pacientes com dor crônica apresentam um menor limiar à dor apresentando dessa forma dores em outras topografias. O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de disfunção temporomandibular em pacientes com dor crônica em diversas partes do corpo comparando com um grupo controle sem sintomatologia dolorosa. Além disso, buscou-se verificar qual dos grupos apresentou mais sintomas de disfunção temporomandibular e alteração miofascial nos músculos da mastigação. Métodos: A amostra foi composta por 180 indivíduos, divididos em 2 grupos, sendo 90 pacientes com dor crônica em diversas partes do corpo: grupo estudo, e 90 pacientes sem sintomatologia dolorosa: grupo controle. Para o diagnóstico da sintomatologia de disfunção temporomandibular foi utilizado o questionário proposto pela Academia Americana de Dor Orofacial. Foi realizada uma avaliação física dirigida e validada. Análises foram feitas para verificar a frequência de sintoma de disfunção temporomandibular tanto no grupo controle quanto no grupo estudo e a presença de disfunção temporomandibular muscular em ambos os grupos. Resultados: Entre os pacientes com dor crônica 70% apresentaram sintomatologia para disfunção temporomandibular e no grupo controle 55%. Os pacientes que apresentaram sintomatologia foram avaliados fisicamente e constatou-se que 45% apresentaram dor miofascial nos músculos da mastigação, contra 28% no grupo controle. Conclusão: A presença de sintomatologia de disfunção temporomandibular e dor muscular nos músculos da mastigação foi maior em pacientes com dor crônica em relação ao grupo controle e deve ser levada em consideração quando se propõe avaliar e controlar todas as dores nesses pacientes.


Background and objectives:Chronic pain patients have lower pain threshold, thus having pain in other parts of the body. This study aimed at evaluating the presence of temporomandibular disorders in patients with chronic pain in different parts of the body comparing them to a pain-free control group. In addition, we tried to determine which group had more temporomandibular disorder symptoms and myofascial changes in masticatory muscles. Methods: Sample was made up of 180 individuals divided in 2 groups, being 90 patients with chronic pain in different parts of the body: study group, and 90 pain-free patients: control group. The questionnaire proposed by the American Academy of Orofacial Pain was used to diagnose temporomandibular disorder symptoms. A directed and validated physical evaluation was performed. Analyses were done to determine the frequency of temporomandibular symptoms both in the control group and the study group, and the presence of muscular temporomandibular disorders in both groups. Results: Among chronic pain patients, 70% had temporomandibular disorder symptoms and in the control group they were 55%. Patients with symptoms were physically evaluated and it was observed that 45% had masticatory muscles myofascial pain as compared to 28% in the control group. Conclusion: The prevalence of temporomandibular disorder symptoms and masticatory muscles pain was higher among chronic pain patients as compared to the control group and should be taken into consideration when the proposal is to evaluate and control all pains of such patients.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Dor Crônica , Dor Facial , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...