Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 147
Filtrar
1.
Rev. bras. psicodrama ; 29(1): 16-25, Jan.-Apr. 2021. ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1289001

RESUMO

This study aims to discuss the reflexivity of female children victims of sexual violence during a psychosocial intervention with a psychodramatic orientation, seeking out to understand the meanings present in the dialogues and plays. The research participants were 13 girls victims of sexual violence perpetrated by an adolescent close relative. Two group sessions records were used to focus on the interpretation of reflexivity on the theme of protection. The results describe the sessions in the organization: warm-up, dramatization and sharing. The discussion focuses on the earnings that play and dramatic plays bring to reflexivity about a topic such as arduous as sexual violence. The creation of a playful environment favors a dialogue between victims and adolescent offenders.


O objetivo do estudo é discutir a reflexividade de crianças do sexo feminino vítimas de violência sexual durante uma intervenção psicossocial de orientação psicodramática, buscando apreender a perspectiva dos significados presentes nos diálogos e brincadeiras. As participantes da pesquisa foram 13 meninas vítimas de violência sexual perpetrada por adolescente parente próximo. Utilizou-se o registro de duas sessões grupais com foco na interpretação da reflexividade sobre o tema da proteção. Os resultados descrevem as sessões segundo organização de aquecimento, dramatização e compartilhamento. A discussão foca os ganhos que a brincadeira e o jogo dramático trazem para a reflexividade, sobre tema tão árduo como o da violência sexual. A criação de ambiente lúdico favorece o diálogo entre vítimas e adolescentes ofensores.


El objetivo del estudo es discutir la reflexividad de las niñas víctimas de violencia sexual durante una intervención psicosocial con orientación psicodramática, buscando aprehender la perspectiva de los significados presentes en los diálogos y juegos. Los participantes de la investigación fueron 13 niñas víctimas de violencia sexual perpetrada por un familiar cercano adolescente. Se utilizaron dos sesiones grupales para centrarse en la interpretación de la reflexividad sobre el tema de la protección. Los resultados describen las dos sesiones en su organización de calentamiento, dramatización y compartilhamento. La discusión se centra en las ganancias que el juego y el juego dramático aportan a la reflexividad, sobre un tema tan arduo como la violencia sexual. La creación de un ambiente lúdico favorece el diálogo entre víctimas y adolescentes infractores.

2.
Saúde Soc ; 30(1): e181112, 2021. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1290060

RESUMO

Resumo A violência sexual praticada por adolescentes ainda é pouco estudada no Brasil. Conhecer esses sujeitos é fundamental para a compreensão do fenômeno e execução de ações preventivas. Este artigo apresenta características dos adolescentes ofensores sexuais, bem como de suas vítimas e do contexto da violência. Para isso, foram analisados 254 processos judiciais, entre 2013 e 2016, no Distrito Federal, envolvendo 285 ofensores e 291 vítimas. A partir das informações coletadas, elaborou-se um quadro descritivo, cuja análise foi realizada de forma contextualizada e tendo como referência outros importantes estudos na área. Os resultados apontaram a diversidade dos adolescentes ofensores sexuais, porém as informações sobre as famílias foram bastante escassas nos processos. Quanto à idade e à escolaridade, a maior parte cometeu a ofensa com 16/17 anos (41,4%) e cursava o ensino fundamental II (29,5%). Um número significativo de adolescentes tinha envolvimento anterior com a justiça (24,2%). Os abusos foram prioritariamente extrafamiliares (48,5%), com vítimas do sexo feminino (67,7%), entre 10 e 14 anos (40,5%) e conhecidas do ofensor (92,2%). Ressalta-se a complexidade dos casos, impossibilitando intervenções padronizadas e descontextualizadas, assim como a importância de conhecer o contexto social e as relações familiares desses sujeitos com vistas a intervenções mais assertivas.


Abstract Sexual violence practiced by adolescents is poorly studied in Brazil. It is essential to know these subjects to understand the phenomenon and to develop preventive actions. This article presents characteristics of adolescent sexual offenders, as well as their victims and the context of the offense. To this, 254 lawsuits were analyzed, between 2013 and 2016, in Federal District, involving 285 offenders and 291 victims. From the information collected, a descriptive table was elaborated, whose analysis was carried out in a contextualized manner and with reference to other important studies in the area. The results pointed to the diversity of adolescent sexual offenders, but information about families were scarce in the lawsuits. Most of them committed the offense with 16/17 years old (41.4%) and were in Middle School equivalent - 6th to 8th grade (29.5%). A significant number of adolescents had previous involvement with the courts (24.2%). The abuses were primarily extrafamilial (48.5%), with female victims (67.7%), between 10 and 14 years old (40.5%) and known to the offender (92.2%). The complexity of the cases is highlighted, making standardized interventions impossible, as well as the importance of knowing the social context of adolescents and their family relationships to more assertive interventions.


Assuntos
Delitos Sexuais , Família , Adolescente , Comportamento do Adolescente
3.
Saúde Soc ; 30(1): e181112, 2021. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1252188

RESUMO

Resumo A violência sexual praticada por adolescentes ainda é pouco estudada no Brasil. Conhecer esses sujeitos é fundamental para a compreensão do fenômeno e execução de ações preventivas. Este artigo apresenta características dos adolescentes ofensores sexuais, bem como de suas vítimas e do contexto da violência. Para isso, foram analisados 254 processos judiciais, entre 2013 e 2016, no Distrito Federal, envolvendo 285 ofensores e 291 vítimas. A partir das informações coletadas, elaborou-se um quadro descritivo, cuja análise foi realizada de forma contextualizada e tendo como referência outros importantes estudos na área. Os resultados apontaram a diversidade dos adolescentes ofensores sexuais, porém as informações sobre as famílias foram bastante escassas nos processos. Quanto à idade e à escolaridade, a maior parte cometeu a ofensa com 16/17 anos (41,4%) e cursava o ensino fundamental II (29,5%). Um número significativo de adolescentes tinha envolvimento anterior com a justiça (24,2%). Os abusos foram prioritariamente extrafamiliares (48,5%), com vítimas do sexo feminino (67,7%), entre 10 e 14 anos (40,5%) e conhecidas do ofensor (92,2%). Ressalta-se a complexidade dos casos, impossibilitando intervenções padronizadas e descontextualizadas, assim como a importância de conhecer o contexto social e as relações familiares desses sujeitos com vistas a intervenções mais assertivas.


Abstract Sexual violence practiced by adolescents is poorly studied in Brazil. It is essential to know these subjects to understand the phenomenon and to develop preventive actions. This article presents characteristics of adolescent sexual offenders, as well as their victims and the context of the offense. To this, 254 lawsuits were analyzed, between 2013 and 2016, in Federal District, involving 285 offenders and 291 victims. From the information collected, a descriptive table was elaborated, whose analysis was carried out in a contextualized manner and with reference to other important studies in the area. The results pointed to the diversity of adolescent sexual offenders, but information about families were scarce in the lawsuits. Most of them committed the offense with 16/17 years old (41.4%) and were in Middle School equivalent - 6th to 8th grade (29.5%). A significant number of adolescents had previous involvement with the courts (24.2%). The abuses were primarily extrafamilial (48.5%), with female victims (67.7%), between 10 and 14 years old (40.5%) and known to the offender (92.2%). The complexity of the cases is highlighted, making standardized interventions impossible, as well as the importance of knowing the social context of adolescents and their family relationships to more assertive interventions.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Delitos Sexuais , Família , Adolescente , Decisões Judiciais
4.
Rev. bras. psicodrama ; 28(3): 224-233, set.-dez. 2020. ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1288996

RESUMO

The paper focuses on the concept of intersubjectivity and its importance for guiding community actions and the consequent construction of new social practices. Authors who have an epistemological reference in the focus of interrelationships, emphasizing the field of interaction as the locus in which encounters, mismatches, problems, and solutions to human issues occur, are presented. The concepts of Jacob Levy Moreno, creator of psychodrama, are laid out to support the premise that there is no possibility of one man alone; instead, there will always be a man and the other, a role and its counter role. That being said, affectivity is one of the nuclei that generate bonds and the development of groups, while, according to Moreno, the greatest expression of affectivity is the release of spontaneity-creativity.


O artigo enfoca o conceito de intersubjetividade e sua importância atual para a orientação das ações comunitárias e consequente construção de novas práticas sociais. Apresentam-se autores que têm uma referência epistemológica no enfoque das interrelações, privilegiando o campo da interação como o lócus no qual ocorrem os encontros, os desencontros, os problemas e as soluções das questões humanas. Indicam-se os conceitos de Jacob Levy Moreno, criador do Psicodrama, para sustentação da ênfase de que não há possibilidade de um homem sozinho, sempre haverá o homem e o outro, um papel e o seu contra papel. Ainda, a afetividade é um dos núcleos geradores dos vínculos e do desenvolvimento dos grupos, e de acordo com Moreno, a maior expressão da afetividade é a liberação da espontaneidade-criatividade.


El artículo se centra en el concepto de intersubjetividad y su importancia actual para guiar las acciones de la comunidad y la consecuente construcción de nuevas prácticas sociales. Se presentan autores que tienen una referencia epistemológica en el foco de las interrelaciones, privilegiando el campo de interacción como el lugar en el que ocurren encuentros, desajustes, problemas y soluciones a problemas humanos. Los conceptos de Jacob Levy Moreno, creador del Psicodrama, están indicados para apoyar el énfasis de que no hay posibilidad de un hombre solo, siempre habrá hombre y el otro, un papel y su papel contrario. Aún así, el afecto es uno de los núcleos que genera vínculos y el desarrollo de grupos, y según Moreno, la mayor expresión de afecto es la liberación de la espontaneidad-creatividad.

5.
Estud. Interdiscip. Psicol ; 11(2): 76-97, maio-ago.2020. Tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1342042

RESUMO

Este artigo analisa o processo de responsabilização jurídica de adolescentes que cometeram ofensa sexual. Trata-se de pesquisa documental, contendo 223 processos judiciais de adolescentes denunciados formalmente por cometerem ofensa sexual, entre 2013 e 2015, no Distrito Federal. As informações foram organizadas num banco de dados e as análises estatísticas de frequência efetuadas pelo programa estatístico IBM SPSS Statistics, versão 24. Identificou-se que 40,3% dos adolescentes envolvidos tiveram processos arquivados ou extintos, seguidos de 21,3% que receberam a remissão. Quanto à responsabilização, 35,3% dos adolescentes receberam medida socioeducativa, sendo priorizadas as medidas de meio aberto. Destes, 67,5% conseguiram cumprir a medida socioeducativa. De um lado, a pesquisa confirmou a morosidade e ampla margem de discricionariedade dos juízes em relação à responsabilização do adolescente ofensor sexual. De outro, a prevalência das medidas de meio aberto traz a possibilidade de uma responsabilização potencialmente mais educativa (AU).


This article analyses the process of legal liability of adolescents who committed sexual offenses. It is a documentary research, with 223 lawsuits of adolescents denounced for committing sexual offense, between 2013 and 2015, in Federal District. Informations were organized in a database and statistical frequency analyzes were performed using the IBM SPSS Statistics software, version 24. It was found that 40.3% of the adolescents involved had lawsuits filed or extinguished, followed by 21.3% who received the remission. Regarding accountability, 35.3% of the adolescents received socio-educational measures, with priority being given to noncustodial sanctions. Of these, 67.5% were able to comply with the socioeducational measure. On one side, the research confirmed the slowness and wide margin of discretion of judges regarding the accountability of the adolescent sexual offender. On the other side, the prevalence of noncustodial sanctions measures makes the possibility of more educational potentially accountability (AU).


Este artículo analiza el proceso de responsabilidad legal de los adolescentes que cometieron ofensas sexuales. Es una investigación documental, con 223 procesos de adolescentes denunciadas por cometer ofensas sexuales, entre 2013 y 2015, en el Distrito Federal. La información se organizó en una base de datos y los análisis estadísticos de frecuencia se realizaron utilizando el software IBM SPSS Statistics. Se descubrió que el 40,3% de los adolescentes involucrados tenían procesos archivados o extinguidos, seguido por el 21.3% que recibió la remisión. Con respecto a la responsabilidad, el 35,3% de los adolescentes recibió medidas socioeducativas, dando prioridad a las medidas de ambiente abierto. De estos, el 67,5% completó la medida socioeducativa. La investigación confirmó la lentitud y el amplio margen de discreción de los jueces con respecto a la responsabilidad del adolescente. La prevalencia de las medidas de ambiente abierto brinda la posibilidad de una mayor responsabilidad educativa (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Delitos Sexuais , Responsabilidade Legal , Adolescente , Responsabilidade Social , Criminosos
6.
Rev. Psicol. Saúde ; 12(2): 105-122, maio-ago. 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1125700

RESUMO

Trata-se de pesquisa qualitativa sobre os pensamentos de risco (fantasias sexuais) de um adulto ofensor sexual (55 anos, cumpriu pena restritiva de liberdade) atendido em uma instituição pública de saúde. Buscou-se, por meio de pesquisa documental, conhecer o desenvolvimento das fantasias sexuais em relação ao assédio sexual. O contexto foi o de uma instituição de saúde, e o foco foi o assédio a três vítimas meninas (oito, nove e 10 anos). As informações foram coletadas em uma entrevista que teve a duração de duas horas. Realizou-se a leitura das informações sobre os pensamentos/fantasias que surgem diante de um possível assalto sexual a uma criança e/ou adolescente. A discussão versou sobre: o pensamento de risco; as reações da vítima; e o processo de justificativa para a ação violenta. O conhecimento dos pensamentos de risco devem fazer parte de qualquer intervenção com essa população de ofensores sexuais adultos e ser visto como parte do circuito protetivo de crianças e adolescentes.


This is a qualitative research (documentary analysis) on the risk thoughts (sexual fantasies) of an adult sexual offender (55 years old, who served a restrictive sentence of freedom) attended in a public health institution. We sought, through documentary research, to know the development of sexual fantasies concerning the behavior of sexual harassment. The context was in a health institution, and the focus was the harassment of three female victims (eight, nine and 10 years old). The information was collected in an interview that lasted two hours. Information about the thoughts/fantasies that came up in the face of a possible sexual assault on a child and/or adolescent was carried out. The discussion dealt with: risk thinking; the victim's reactions; and the process of justification for violent action. Knowledge of risk thoughts should be part of any intervention with this population of adult sexual offenders and be seen as part of the protective circuit of children and adolescents.


Se trata de una investigación cualitativa (análisis documental) sobre los pensamientos de riesgo (fantasías sexuales) de un adulto ofensor sexual (55 años, cumplió una pena restrictiva de libertad) atendido en una institución pública de salud. Se buscó, por medio de la investigación documental, conocer el desarrollo de las fantasías sexuales con relación a la conducta del acoso sexual. El contexto fue de una institución de salud, y el enfoque fue el acoso de las tres niñas víctimas (ocho, nueve y 10 años). La información fue recogida en una entrevista que tuvo una duración de dos horas. Se realizó la lectura de las informaciones sobre los pensamientos/fantasías que surgen ante un posible asalto sexual a un niño y/o adolescente. La discusión versó sobre: el pensamiento de riesgo; las reacciones de la víctima; y el proceso de justificación para la acción violenta. El conocimiento de los pensamientos de riesgo debe formar parte de cualquier intervención con esa población de ofensores sexuales adultos y ser visto como parte del circuito protector de niños y adolescentes.

7.
Psicol. clín ; 32(1): 101-121, jan.-abr. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1091771

RESUMO

Na proteção à criança vítima de abuso sexual são necessárias três etapas: revelação, notificação e denúncia da violência. A etapa de revelação está ligada ao surgimento de sintomas que acabam por apontar a existência de problemas; a etapa da notificação consiste na publicização da ocorrência da violência; e a etapa da denúncia compreende a instauração de processo judicial para responsabilização do agressor. Trata-se de pesquisa documental em prontuários de 35 meninos vítimas de abuso sexual atendidos em instituição pública de saúde. O objetivo foi identificar o processo de restabelecimento da proteção à criança vitimizada. Os resultados apontam 64 diferentes manifestações de sintomas apresentados pelas vítimas meninos, denotando o sofrimento inerente à situação. Foram onze as instituições envolvidas no processo de notificação. Aquela com o maior número de casos (45,7%) foi o Conselho Tutelar, seguido da escola (28,6%). A notificação foi realizada em 51,2% dos casos e a denúncia em apenas dois casos, o que configura uma questão grave no processo de comunicação da violação de direitos dos meninos abusados. Para garantir a proteção da criança é preciso valorizar a presença dos dispositivos de proteção disponíveis na sociedade, e dar apoio às iniciativas de qualificação do pessoal integrante das instituições.


To protect children victims of sexual abuse three steps are required: disclosure, reporting and notification of violence. This documentary research examined health records of 35 boys victims of sexual abuse assisted in a Brazilian public institution. The aim of the study was to trace the process of restoring protection to the child victim. Results showed 64 different types of symptoms triggering the disclosure, denoting much suffering by the children. There were eleven institutions involved in the reporting of violence. The one with most cases was the Child Protection Agency (45.7%), followed by the school (28.6%). Notification was carried out in 51.2% of the cases, showing a lack of preparation of the institutions to report the violation of rights. To ensure child protection it is necessary to enhance the presence of protective devices available in society, and to support initiatives to improve institutional staff training.


En la protección al niño víctima de abuso sexual son necesarias tres etapas: revelación, notificación y denuncia de la violencia. La etapa de revelación está ligada al surgimiento de síntomas que acaban por apuntar la existencia de problemas; la etapa de notificación consiste en la publicidad de la ocurrencia de la violencia; y la etapa de denuncia corresponde a la instauración del proceso judicial por la responsabilización del agresor. Este estudio es una investigación documental en prontuarios de 35 niños víctimas de abuso sexual atendidos en una institución pública de salud. El objetivo fue identificar el proceso de restablecimiento de la protección al niño victimizado. Los resultados apuntan a 64 diferentes manifestaciones de síntomas presentados por las víctimas niños, denotando el sufrimiento inherente a la situación. Las instituciones involucradas en el proceso de notificación fueron once. Aquella con mayor número de casos (45,7%) fue el Consejo Tutelar, seguido de la escuela (28,6%). La notificación se realizó en el 51,2% de los casos y la denuncia en apenas dos casos. Esta información constituye una cuestión grave en el proceso de comunicación de la violación de los derechos de los niños abusados. Para garantizar la protección del niño es necesario valorar la presencia de los dispositivos de protección presentes en la sociedad, y apoyo a las iniciativas de calificación del personal integrante de las instituciones.

8.
Arq. bras. psicol. (Rio J. 2003) ; 72(1): 140-158, jan.-abr. 2020. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1114677

RESUMO

Este artigo tem o objetivo de caracterizar o adolescente que cometeu ofensa sexual atendido em uma instituição de saúde da Região Centro-oeste do Brasil. O método foi a análise documental dos prontuários de 25 adolescentes atendidos nos anos de 2015 a 2017, sendo utilizada a frequência, média e o teste qui-quadrado para analisar os dados sociodemográficos e da cena da ofensa sexual. Na análise dos dados utilizou-se o referencial teórico da Terapia Familiar Sistêmica. As informações coletadas resultaram em dois eixos de discussão: 1) Características dos adolescentes que cometeram ofensa sexual - foi observada a predominância da prática ofensiva por adolescentes do sexo masculino, idade média da prática ofensiva de 12 anos; 2) Características da violência sexual - há proximidade de parentesco entre a vítima e o adolescente, a vitimização ocorreu no domicílio do adolescente, e houve ausência de aplicação de medidas de proteção e/ou de responsabilização dos adolescentes. Em síntese, os casos de ofensa sexual são caracterizados como violência sexual oportunista.


This article aims to characterize the adolescent who committed sexual offenses attended at a health institution in the center-west region of Brazil. The method was documentary analysis of the medical records of 25 adolescents attended in the years 2015 to 2017, using the frequency, mean and chisquare test to identify socio-demographic data and sexual offense scene. The information gathered resulted in two discussion axes: 1- the adolescent who committed sexual offense - was observed to the predominance of the offensive practice by male adolescents, average age of the offensive practice of 12 years of age; 2 - scene of the sexual offense - pointed out that there is proximity of kinship between the victim and the adolescent; victimization occurred in the adolescent's home; and there was no application of protection measures and / or accountability of adolescents. Thus, cases of sexual offense are characterized as opportunistic sexual violence.


Este artículo pretende caracterizar al adolescente que cometió un delito sexual tratado en una institución de salud en la región del medio oeste de Brasil. El método fue el análisis documental de los registros médicos de 25 adolescentes atendidos en los años de 2015 a 2017, utilizando la frecuencia, el promedio y la prueba de chi cuadrado para analizar los datos sociodemográficos y la escena del delito sexual. En el análisis de datos utilizamos el marco teórico de la Terapia Familiar Sistémica. La información recopilada resultó en dos áreas de discusión: 1) Características de los adolescentes que cometieron delitos sexuales: predominó la práctica ofensiva en adolescentes varones, la edad promedio de la práctica ofensiva de 12 años; 2) Características de la violencia sexual: existe una estrecha relación entre la víctima y el adolescente, la victimización se produjo en el hogar del adolescente y no se aplicaron medidas de protección ni responsabilidad de los adolescentes. En resumen, los casos de delitos sexuales se caracterizan como violencia sexual oportunista.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Delitos Sexuais , Comportamento do Adolescente , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Atenção à Saúde , Relações Familiares
9.
Rev. bras. psicodrama ; 28(1): 5-15, jan.-abr. 2020. ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1101645

RESUMO

The Brazilian policy to combat sexual violence emphasizes the importance of protecting victims, as well as accounting for and taking care of the perpetrator. The aim of this paper is to describe one strategy that is being used to address difficult issues - such as the processes of offenders’ own victimization itself, the expression of sexuality and sexual desire for children - in the context of psychosocial interventions for adult sexual offenders against children and adolescents. The strategies adopted are based on psychodrama techniques, which facilitate the overcoming of emotional obstacles to these issues, creating a playful environment during the intervention, providing conditions for reflection, expression of feelings, decreased tension, and which contribute to integration and group engagement in the tasks. This option avoids a confrontational position and favours the development of empathy.


A política de enfrentamento da violência sexual ressalta a proteção das vítimas e a responsabilização e atendimento ao autor da violência. O objetivo deste texto é descrever estratégias para abordar temas difíceis - como a própria vitimização, a expressão da sexualidade e o desejo sexual por crianças -, em uma intervenção psicossocial para adultos autores de ofensa sexual contra crianças e adolescentes. As estratégias adotadas baseiam-se em técnicas do Psicodrama, pois facilitam a superação dos obstáculos emocionais diante destes conteúdos, criando-se um ambiente lúdico durante a intervenção, proporcionando condições para reflexão, expressão dos sentimentos, diminuição da tensão, além de contribuir para integração e engajamento grupal nas tarefas. Esta opção evita uma posição de confrontação e favorece a presença de empatia.


La política para combatir la violencia sexual enfatiza la protección de las víctimas y la responsabilidad y cuidado del perpetrador. El propósito de este trabajo es describir estrategias para abordar temas difíciles - como la victimización en sí, la expresión de la sexualidad y el deseo sexual por los niños -, en una intervención psicosocial para autores adultos de delitos sexuales contra niños y adolescentes. Las estrategias adoptadas se basan en técnicas de psicodrama, ya que facilita la superación de los obstáculos emocionales frente a estos contenidos, creando un ambiente lúdico durante la intervención, proporcionando condiciones para la reflexión, expresión de sentimientos, reducción de la tensión, además de contribuir a la integración y participación grupal en las tareas. Esta opción evita una posición de confrontación y favorece la presencia de empatía.

10.
Psicol. (Univ. Brasília, Online) ; 36(spe): e36nspe17, 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1143496

RESUMO

Resumo Este artigo tem por objetivo investigar a vivência da gravidez adolescente decorrente de violência sexual intrafamiliar e as significações presentes nesta dinâmica peculiar. Trata-se de estudo de caso sobre uma adolescente de 15 anos, atendida em hospital público. Pelo método da inserção ecológica, as informações foram construídas a partir de entrevista semiestuturada e de registros do diário de campo, sendo a análise realizada com base na teoria bioecológica. Os resultados apontaram processos proximais que permitiram minimizar efeitos disfuncionais e colaborar no empreendimento da maternidade, diante da vivência traumática e da adversidade. Aspectos contextuais destacaram a importância da comunicação no microssistema familiar e o papel da rede de apoio na ressignificação da maternidade, incluindo-a em seu projeto de vida.


Abstract This paper aims to investigate the experience of adolescent pregnancy resulting from intrafamily sexual violence and meanings in this peculiar dynamic. This is a case study of a 15-year-old adolescent, patient at a public hospital. Using the ecological insertion method, the information was constructed from semi-structured interview and field diary records, and the analysis was carried out based on bioecological theory. The results showed proximal processes that allowed minimizing dysfunctional effects and collaborating in the motherhood task, in face of traumatic experience and adversity. Contextual aspects highlighted the importance of communication in the family microsystem and the role of the support network in the resignification of motherhood, including it in their life project.

11.
Pensando fam ; 23(2): 223-239, jul.-dez. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1091599

RESUMO

Este texto tem objetivo descritivo e exploratório sobre a relação entre o adolescente ofensor sexual e sua mãe, visto que o funcionamento familiar tem grande importância no comportamento ofensivo e deve ser foco de avaliação e intervenção. A partir do referencial teórico sistêmico, foi realizado um estudo de caso qualitativo por meio de análise documental, tendo como base os registros e materiais produzidos em um atendimento terapêutico familiar. Foram observadas dinâmicas familiares transgeracionais, vinculação afetiva distante e de rejeição entre a mãe e filho, inexistência da figura paterna, experiências traumáticas vividas pelo adolescente e uma estrutura familiar rígida e desmembrada. Os resultados apresentaram relação com a produção científica e corroboram a necessidade de intervenção tanto com o adolescente que comete abuso sexual, como com sua família.


This text has a descriptive and exploratory objective on the relationship between the adolescent sexual offender and his mother, since the familiar functioning is very important in the offensive behavior and should be focus of evaluation and intervention. From the systemic theoretical framework, a qualitative case study was carried out based on the records and materials produced in a family therapy service. Transgenerational family dynamics, distant affective attachment and rejection between mother and child, lack of paternal figure, traumatic experiences experienced by the adolescent and a rigid and dismembered family structure were observed. The results show the relationship with the scientific production and corroborate the need for intervention both with the adolescent who commits sexual abuse, and with his family.

12.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 12(2): 389-409, jul.2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1006233

RESUMO

O presente texto trata de uma pesquisa qualitativa realizada no contexto de um programa de atendimento psicossocial grupal ao autor adulto de violência sexual. O objeto está centrado no estudo exploratório da avaliação de risco de reincidência do ato violento por meio da aplicação de um instrumento atuarial complementar ao instrumento da entrevista. O método de pesquisa foi a análise documental. O instrumento SVR-2.0 é um checklist composto por 20 questões relacionadas aos fatores de risco para a prática de violência sexual ou de sua reincidência e é preenchido pelos profissionais responsáveis pelos atendimentos ao autor de violência. A avaliação de risco de reincidência do comportamento violento sexual no exemplo estudado foi considerada como alto. Apontam-se ainda os cuidados e as limitações no uso do checklist devido à condição de pouca experiência do uso desse instrumento no país.


This paper describes a qualitative research developed in the context of a group psychosocial program to adult sexual offenders. An exploratory study on recidivism risk assessment of violent offenses was made through the administration of an actuarial instrument, in addition to an interview instrument. The research method was the document analysis. The instrument SVR-2.0 is a checklist consisting of 20 questions related to the risk factors of sexual violence or its recurrence. It is filled by the professionals responsible for the adult sexual offenders' treatments. The recidivism risk assessment of violent sexual behavior in the case study was considered high. The cautions and limitations in the use of the checklist are also pointed out due to the little experience of its use in Brazil.


Assuntos
Delitos Sexuais , Abuso Sexual na Infância , Estupro , Reincidência
13.
Artigo em Inglês | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-990213

RESUMO

Abstract The family represents a privileged place for the detection of signs and symptoms of violence against children and adolescents, especially against boys, phenomenon underreported. The purpose of this paper was to broaden the understanding about issues related to family dynamics in sexual violence against boys by the use of qualitative method; in order to do so, it was made a documentary research of three cases of boys attended at a health service. Three main axes were highlighted in this article: the importance of family in the disclosure of sexual abuse, stigmas and prejudices, and the proximity of the offenders to the boys. It was observed that family dynamics actively influenced the abusive processes because of its possibility to favor protective or unprotected settings and also for the presence of issues such as transgenerationality and confusion in the family role plays. Thus, it is essential that interventions are also directed to the families, so that they are instructed to better protect the boys.


Resumo A família representa estrutura privilegiada para a detecção de sinais e sintomas de violências contra crianças e adolescentes, especialmente contra meninos, em que há grande subnotificação. O objetivo deste estudo foi o de ampliar a compreensão acerca de questões da dinâmica familiar da violência sexual contra meninos por meio da utilização de método qualitativo. Foi realizada uma análise documental de três casos de meninos atendidos em serviço de saúde. Três grandes eixos temáticos destacaram-se nos resultados: importância da família para a revelação do abuso sexual, estigmas e preconceitos que circundam o universo masculino e proximidade dos ofensores com as vítimas representando importante barreira para a revelação. Observou-se que as dinâmicas familiares influenciaram ativamente os processos abusivos, pela possibilidade de favorecer ambientes protetivos ou desprotetivos e também pela presença de aspectos como transgeracionalidade e confusão no exercício dos papéis relacionais. Assim, considera-se fundamental que também às famílias sejam direcionadas intervenções com intuito de instrumentalizá-las para exercerem proteção de maneira mais ampla.


Resumen La familia representa una estructura privilegiada en la detección de signos y síntomas de violencias contra niños y adolescentes, sobre todo contra chicos, en que hay una gran subnotificación. Este estudio se propone ampliar el entendimiento acerca de aspectos de la dinámica familiar de la violencia sexual contra chicos, para ello se utilizó el método cualitativo. Se hizo un análisis documental de tres casos de chicos atendidos en un servicio de salud. Se destacaron tres grandes ejes temáticos en los resultados: Importancia de la familia para la revelación del abuso sexual, Estigmas y prejuicios en el universo masculino y Proximidad de los agresores a las víctimas representando una gran barrera para la revelación. Se observó que las dinámicas familiares influyen activamente en los procesos abusivos, debido a la posibilidad de facilitar ambientes protectores o no protectores y también por la presencia de aspectos como la transgeneracionalidad y la confusión en el ejercicio de los papeles relacionales. Se considera fundamental que a las familias también se les dirijan intervenciones con el fin de instrumentalizarlas para ejercer una protección de manera más amplia.


Assuntos
Humanos , Masculino , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Delitos Sexuais , Família , Violência Doméstica , Identidade de Gênero
14.
Psicol. (Univ. Brasília, Online) ; 35: e35428, 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1098480

RESUMO

Abstract The study aims to identify the family profile of boys who were victims of sexual abuse and of their offenders. Intake documents from a health facility in the capital of Brazil, consisting of 35 cases from that institution over a period of 13 years were analyzed. Analysis of quantitative data with descriptive statistics for the following categories involved: age of family members; relatives living in the same household; education and occupation of family members; who did the victim reside with; victim's main caretaker; gender and relationship of victim and offender. The families were economically deprived with low educational background, and in lack of community institutional support. As a result, they took protection initiatives by themselves, delegating childcare to immediate or extended relatives, a strategy which increased vulnerability.


Resumo O texto tem por objetivo identificar o perfil familiar de vítimas de abuso sexual de sexo masculino e seus ofensores. Trata-se de pesquisa documental realizada em um serviço de saúde no Distrito Federal, Brasil, em 35 prontuários inscritos nesta instituição ao longo de 13 anos. A análise dos dados quantitativos utilizou estatísticas descritivas para as seguintes categorias analisadas: idade dos familiares; parentes residindo na casa; escolaridade e ocupação dos familiares; com quem a vítima reside/adulto responsável pela vítima; sexo e parentesco do ofensor. As famílias apresentam carência econômica, baixa escolaridade, falta de apoio institucional comunitário. Assim, mostram iniciativas individualizadas de proteção, delegando o cuidado a parentes imediatos, ou relativamente próximos, que acabam mais por vulnerabilizar do que por proteger.

15.
Psicol. ciênc. prof ; 37(4): 995-1010, out.- dez. 2017. TAB, ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-884138

RESUMO

Trata-se de uma pesquisa qualitativa sobre a transmissão geracional familiar de quatro adolescentes que cometeram violência sexual contra crianças. O texto enfoca o adolescente em uma perspectiva de interdependência dos adultos responsáveis por sua educação e sobrevivência, pois é sabido que o adolescente que comete ofensa sexual apresenta grandes conflitos em suas relações familiares. O objetivo foi aprofundar o conhecimento sobre essa realidade pouco conhecida em nosso país e tecer uma conexão com a repetição de padrões de violência na vida familiar desses adolescentes, por meio do estudo das dinâmicas familiares. O instrumento utilizado foi o genograma, construído em entrevistas com cada família. Os resultados apontam para relações familiares que reproduzem condições de pobreza da vinculação afetiva, negligência e maus-tratos, pais ausentes e mães autoritárias. A discussão enfoca o processo de transmissão geracional no sentido do cometimento de várias violências que dificultam as condições mínimas de desenvolvimento emocional de seus membros. Em consequência, esses adolescentes acabam por manter relações violentas, mesmo em suas experimentações sexuais iniciais, reproduzindo um padrão presente nas várias gerações. As limitações do estudo referem-se às dificuldades na recuperação dos fatos relativos às histórias familiares, porque, além de valorizarem pouco essas informações, as famílias se queixam do sofrimento que a narrativa traz para todos. Conclui-se que uma proposta de intervenção com adolescente que comete ofensa sexual não pode prescindir da presença da família como protagonista....(AU)


This is a qualitative research on family generational transmission of four adolescents who committed sexual violence against children. The text focuses on the adolescent in a perspective of interdependence of the adults responsible for their education and survival, as it is known that adolescents who have committed sexual offense present major conflicts in their family relationships. The objective was to deepen the knowledge about this little known reality in our country and to make a connection with the repetition of patterns of violence in the family life of these adolescents, through the study of family dynamics. The instrument used was the genogram, built in interviews with each family. The results point to family relations that reproduce poverty conditions of affective attachment, neglect and mistreatment, absent parents and authoritarian mothers. The discussion focuses on the process of generational transmission in the sense of committing various forms of violence that hinder the minimum conditions of emotional development of its members. As a result, these adolescents end up in violent relationships, even in their initial sexual experiments, that reproduce a pattern present in the various generations. The limitations of the study refer to difficulties in retrieving facts about family histories because, in addition to valuing this information little, families complain about the suffering that the narrative brings to everyone. It is concluded that a proposal of intervention with adolescents who commit sexual offense cannot dispense the presence of the family as protagonist....(AU)


Se trata de una investigación cualitativa sobre la transmisión generacional familiar de cuatro adolescentes que cometieron violencia sexual contra niños. El texto enfoca al adolescente en una perspectiva de interdependencia de los adultos responsables de su educación y supervivencia, pues es sabido que el adolescente que cometió ofensa sexual presenta grandes conflictos en sus relaciones familiares. El objetivo fue profundizar el conocimiento sobre esa realidad poco conocida en nuestro país y establecer una conexión con la repetición de patrones de violencia en la vida familiar de esos adolescentes, a través del estudio de las dinámicas familiares. El instrumento utilizado fue el genograma, construido en entrevistas con cada familia. Los resultados apuntan a relaciones familiares que reproducen condiciones de pobreza de la vinculación afectiva, negligencia y malos tratos, padres ausentes y madres autoritarias. La discusión enfoca el proceso de transmisión generacional en el sentido de la comisión de varias violencias que dificultan las condiciones mínimas de desarrollo emocional de sus miembros. En consecuencia, esos adolescentes acaban por mantener relaciones violentas, incluso en sus experimentos sexuales iniciales, que reproduce un patrón presente en las distintas generaciones. Las limitaciones del estudio se refieren a las dificultades en recuperar hechos relativos a las historias familiares, porque, además de valorar poco esas informaciones, las familias se quejan del sufrimiento que la narrativa trae para todos. Se concluye que una propuesta de intervención con el adolescente que comete ofensa sexual no puede prescindir de la presencia de la familia como protagonista...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Abuso Sexual na Infância , Psicologia , Delitos Sexuais
16.
Pensando fam ; 21(2): 15-27, dez. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-895228

RESUMO

A ofensa/abuso sexual cometido por adolescentes é um fenômeno multideterminado e heterogêneo. Para compreender os episódios é importante conhecer as semelhanças e as diferenças entre subgrupos de ofensores. Este estudo busca descrever características de adolescentes autores de ofensa sexual, de suas vítimas e o contexto em que os episódios ocorreram com o intuito de identificar fatores comuns e elencar temas para intervenção. A coleta de dados foi realizada por meio da análise documental de 15 processos judiciais, em uma região do Brasil. A análise foi feita com base em um protocolo. Os achados revelam que as ofensas ocorreram no contexto intrafamiliar, extrafamiliar e institucional, cujas vítimas eram, em sua maioria, do sexo feminino. As ofensas contra crianças foram praticadas por adolescentes conhecidos das vítimas, ao contrário dos abusos cometidos contra indivíduos com 18 anos de idade ou mais. O estudo revela a necessidade de intervenções individualizadas e de medidas preventivas.(AU)


The sexual offense/abuse committed by adolescents is a multidetermined and heterogeneous phenomenon. To understand the episodes, it is important to know the similarities and differences between subgroups of offenders. This study seeks to describe characteristics of adolescents who committed sexual offense, their victims and the context in which the events occurred in order to list the common features and choose subjects for intervention. Data collection was conducted through document analysis of 15 lawsuits relating to the practice of sexual offense committed by adolescents in a region of Brazil. The analysis was based on a protocol. The findings reveal that the offenses occurred in intra, extra-familial and institutional contexts. The victims were mostly female. Sexual assaults against children were committed by adolescents known to the victims, unlike those perpetrated against individuals who were 18 years or older. The study reveals the need for individualized interventions and preventive measures.(AU)


Assuntos
Humanos , Delitos Sexuais/legislação & jurisprudência , Comportamento do Adolescente/psicologia , Intervenção Legal , Direitos Civis/legislação & jurisprudência , Decisões Judiciais
17.
Psicol. rev. (Belo Horizonte) ; 23(2): 626-645, maio-ago. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1002886

RESUMO

O acolhimento institucional e reintegração familiar são processos relacionais que envolvem vários sistemas: família, instituição de acolhimento e justiça. Neste texto, objetivou-se conhecer a compreensão que uma família com filhos em acolhimento tem sobre essa medida de proteção e sobre o processo de reinserção familiar. Para isso, realizaram-se pesquisa documental e entrevista com uma mãe de crianças institucionalizadas. Os resultados foram analisados com base na hermenêutica de profundidade. Obtiveram-se dois núcleos de compreensão: história familiar e os significados do acolhimento e da reintegração familiar. A história familiar apresenta instabilidade dos acontecimentos, descontinuidade relacional e a permanente luta pela sobrevivência. Os significados do acolhimento para a família relacionam-se à proteção dos filhos, e a reintegração familiar apresenta posições paradoxais de querer ou não o filho de volta.


The institutional care and family reunification are relational processes which involve multiple systems - family, the institution and justice. In this text, this paper aimed to understand the meaning about institutionalization and family reunification for a family with children in foster care. The method was documentary research and interview with a family. The results were analyzed from the Hermeneutics of Depth. This research had two cores of understanding: family history and meanings of institutionalization and family reunification. Family history exhibits instability of events, relational discontinuity and ongoing fight for survival. The meanings of the host family are related to the protection of children and family reunification presents paradoxical position of wanting or not the child back.


La acogida institucional y la reintegración familiar son procesos relacionales que involucran múltiples sistemas - familia, institución de acogida y justicia. En este texto, el objetivo era conocer la comprensión que una familia con hijos acogidos tiene sobre esa medida de protección y sobre el proceso de reinserción familiar. Para eso se realizarán investigación documental y entrevistas con una madre de niños institucionalizados. Los resultados fueron analizados a partir de la hermenéutica de la profundidad. Se obtuvieron dos núcleos de comprensión: historia familiar y los significados de la acogida y la reinserción familiar. La historia familiar presenta inestabilidad de los acontecimientos, discontinuidad relacional y permanente lucha por la supervivencia. Los significados de la acogida para la familia están relacionados con la protección de los hijos, y la reintegración familiar presenta posiciones paradójicas de querer o no al hijo de vuelta.


Assuntos
Institucionalização , Família , Defesa da Criança e do Adolescente
18.
Rev. bras. psicodrama ; 24(2): 58-68, dez. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-844160

RESUMO

Este texto tem por objetivo propor a utilização do objeto intermediário e do "como se" como mediadores reflexivos necessários em uma intervenção psicossocial dirigida a autores de violência sexual contra crianças e adolescentes. Trata-se de pesquisa documental realizada em uma instituição de saúde. Os participantes foram 14 adultos ofensores sexuais, que integraram uma intervenção psicossocial grupal com oito sessões, que estão aqui descritas. A introdução do "como se" diminui a tensão na discussão dos temas e possibilita oportunidades de maior expressão na ação. A adoção do objeto intermediário constrói um ambiente lúdico que auxilia na interação entre os participantes. A orientação teórica e prática do Psicodrama permite o desvio da atenção para temas que têm grande comprometimento social e moral.


This text aims to propose the use of an intermediate object and the "as if" technique as reflexive mediators needed in a psychosocial intervention addresses to perpetrators of sex violence against children and adolescents. It is a documentary research carried out in a health institution. Fourteen adult sex offenders participated of this study and joined a psychossocial intervention in group, developed in eight sessions, that are described herein. The introduction of the "as if" decreases the tension during the discussion of the themes and also provides opportunities for greater expression during action. The adoption of the intermediate object creates a recreational context that assists the interaction among the participants. The theoretical and practical orientation of psychodrama allows focused on themes that have great social and moral commitment


Este texto tiene por objetivo proponer la utilización del objeto intermediario y del "como si", como mediadores necesarios en una intervención psicosocial centrada en autores de violencia sexual contra los niños y adolescentes. Se trata de una investigación documental realizada en una instituición de salud. Los participantes fueron 14 ofensores sexuales adultos, que formaron parte de una intervención psicosocial grupal desarrollada en ocho se siones, descritas en el presente trabajo. La aplicación del "como si" disminuye la tensión en la discusión de los temas, y posibilita oportunidades de mayor expresión en la acción. La adopción del objeto intermediario contribuye a crear un entorno lúdico que auxilia en el proceso interactivo entre los participantes. La orientación teórica y práctica del psicodrama permite centrar la atención en temas con gran compromiso social y moral.

19.
Rev. psicol. polit ; 16(36): 139-151, maio-ago. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-961946

RESUMO

A ofensa sexual cometida por adolescentes, também denominada abuso sexual, é um fenômeno complexo e heterogêneo que atinge pessoas de diferentes credos, etnias, nível educacional e statussocioeconômico. É um tema ainda pouco investigado no território brasileiro e desconhecido em termos estatísticos que ocorre tanto no contexto extrafamiliar quanto no intrafamiliar. Este artigo debate a importância do processo de notificação do ato ofensivo, bem como a proteção e a responsabilização do adolescente, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente. O texto discute também que para evitar a estigmatização do adolescente é preciso respeitar seu momento de desenvolvimento e suas possibilidades de transformação, sem comparar sua conduta a de adultos que cometem atos semelhantes. Por fim, são abordadas alternativas à justiça convencional, a exemplo dos programas de atendimento psicológico conectados à justiça restaurativa, para evitar a reincidência e prospectar um futuro mais promissor ao adolescente.


The sexual offense, also called sexual abuse, committed by adolescents is a complex and heterogeneous phenomenon that affects people of different beliefs, ethnicities, educational backgrounds and socioeconomic status. It occurs not only in an extrafamilial but also in an intrafamilial context. The sexual offense committed by adolescents is a topic little explored in Brazil and which lacks statistical data. This article discusses the importance of the mandatory reporting of the offensive act, as well as the adolescent protection and responsibility, based on the Child and Adolescent Statute. The text also argues that to prevent adolescent stigma it is necessary to respect their time of development and their transformation possibilities in order not to compare their behavior with adults who commit similar acts. Finally, alternatives to conventional justice are addressed with a view to prevent recidivism and to prospect a more promising future to adolescents.


El delito sexual cometido por adolescentes, también denominado abuso sexual, es un fenómeno complejo y heterogéneo que afecta a personas de diferentes religiones, grupos étnicos, nivel educativo y estatus socioeconómico. Es un tema que aún no se ha investigado en el territorio brasileño y es desconocido en términos estadísticos que se produce tanto fuera del contexto familiar, como en el intrafamiliar. En este artículo se analiza la importancia de la notificación del delito, así como la protección y la rendición de cuentas de los adolescentes, basado en el Estatuto del Niño y del Adolescente. Para evitar el estigma de los adolescentes hay que respetar su tiempo de desarrollo y posibilidades de transformación, sin comparar su comportamiento a los adultos que cometen hechos similares. Por último, se abordan alternativas a la justicia convencional, así como los programas de atención psicológica, para prevenir la recurrencia y favorecer un futuro más prometedor.


L'agression sexuelle commise par des adolescents, aussi appelée abus sexuel, est un phénomène complexe et hétérogène qui atteint les personnes quelques soient leurs croyances, leur ethnie, leur niveau d'études et leur statut socio-économique. C'est un thème encore peu étudié sur le territoire brésilien et méconnu en termes statistiques, qui se produit aussi bien dans le contexte extrafamilial que dans le contexte intrafamilial. Cet article discute l'importance du processus de notification de l'acte offensif, ainsi que la protection et la responsabilisation de l'adolescent, en se basant sur le Statut de l'enfant et de l'adolescent. Le texte précise également que, pour éviter la stigmatisation de l'adolescent, il faut respecter son moment de développement et ses possibilités de transformation, sans comparer son comportement à celui des adultes qui commettent des actes similaires. Enfin, des alternatives à la justice conventionnelle sont abordés, comme des programmes de prise en charge psychologique associés à la justice restaurative, pour éviter la récidive et forger un futur plus prometteur pour l'adolescent.

20.
Rev. Subj. (Impr.) ; 16(2): 105-116, agosto - 2016.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-834058

RESUMO

Buscou-se caracterizar o perfil de 15 famílias de baixa renda que vivenciaram a situação de abuso sexual e estavam sendo atendidas no CREAS, ressaltando-se o tempo vivido por elas entre a revelação da violência sexual e o início do atendimento. Utilizou-se como instrumentos entrevistas semiestruturadas com as famílias e dados dos prontuários destas. Estatísticas descritivas simples foram utilizadas como forma de sistematização dos dados. Os resultados assinalam que as vítimas são predominantemente do sexo feminino; tinham em média oito anos quando o abuso ocorreu; e foram vítimas de abuso sexual intrafamiliar. As famílias são eminentemente chefiadas por mulheres, sendo estas quem comumente acompanham as filhas em sua trajetória desde a revelação até o atendimento pelas intuições especializadas. Nesta amostra constata-se que a criança vive o abuso em uma média de dois anos e que da revelação à notificação ocorre mais um período de tempo, que dura em média um ano e seis meses. Conclui-se que intervalo de tempo entre a revelação do abuso sexual e as providências para o atendimento são vividas em função da assimilação do ocorrido, além da necessária reorganização familiar, física e/ou emocional. Importante apontar para a mudança na celeridade do atendimento pelos órgãos públicos, após a revelação do abuso sexual na comunidade e dos efeitos propulsores em direção ao papel protetor dos diferentes agentes.


The study aimed to characterize the profile of 15 low-income families who experienced sexual abuse and were being treated at CREAS, highlighting the time they lived between the disclosure of sexual violence and the beginning of treatment. Semi-structured interviews with the families and data of the records of these families were used as instruments. Simple descriptive statistics were used as a form of data systematization. The results indicate that the victims are predominantly female; were about eight years when the abuse occurred; and were victims of intrafamily sexual abuse. Families are eminently headed by women, who are the ones who usually accompany the daughters in their trajectory from the revelation to the assistance by the specialized intuitions. In this sample it is verified that the child lives the abuse in an average of two years and that from the revelation to the notification another period of time takes place, which lasts on average one year and six months. It is concluded that the time interval between the disclosure of sexual abuse and the measures for care are lived due to the assimilation of the occurrence, besides the necessary familiar, physical and / or emotional reorganization. It is important to point out the change in the celerity of care by public agencies after the revelation of sexual abuse in the community and the propelling effects towards the protective role of the different agents.


Fue caracterizado el perfil de 15 familias de bajos ingresos que vivieron la situación de abuso sexual y estaban siendo atendidas en el CREAS, señalando el tiempo vivido por ellas entre la revelación de la violencia sexual y el inicio del atendimiento. Como herramienta fueron utilizadas entrevistas semiestructuradas con las familias y datos de los historiales clínicos de ellas. Como forma de sistematización de los datos fueron utilizadas estadísticas simples. Los resultados demuestran que las víctimas son predominantemente del sexo femenino; tenían en media 8 años cuando ocurrió el abuso; y fueron víctimas de abuso sexual intrafamiliar. Las familias son encabezadas mayoritariamente por mujeres, siendo estas las que acompañan las hijas en su trayectoria de la revelación hasta el atendimiento por las instituciones especialistas. En este muestreo se percibe que la niña vive el abuso en media por dos años y que de la revelación hasta la notificación ocurre más un período de tiempo, que suele ser en media de año y medio. Se concluye que el intervalo de tiempo entre la revelación del abuso sexual y las medidas para el atendimiento son vividas en función de la asimilación del ocurrido, además del necesario reordenamiento familiar, físico y/o emocional. Importante apuntar para el cambio en la rapidez del atendimiento por los órganos públicos, después de la revelación del abuso sexual en la comunidad y de los efectos propulsores en dirección a la función protectora de los diferentes agentes.


Nous avons cherché caractériser le profil de quinze familles à faible revenu qui ont vécu la situation d'abus sexuels et ont été soignées au CREAS, en mettant en relief le temps vécu par eux entre la révélation de la violence sexuelle et le début du service. Nous avons utilisé comme instrument des entretiens semi-structurés avec des familles, et aussi, avec des donnés trouvés dans leurs dossiers médicaux. Statistiques descriptives simples ont été utilisés comme moyen de systématisation des données. Les résultats indiquent que les victimes sont principalement des femmes; elles avaient, en moyenne, huit ans quand l'abus a eu lieu; et elles ont été victimes de violence sexuelle intrafamiliale. Les familles sont principalement dirigées par des femmes, et ceux sont eux qui accompagnent souvent ses filles dans leur trajectoire depuis la révélation de l'abus jusqu'aux soins par les intuitions spécialisées. Dans cet exemple est possible voir que l'enfant vit l'abus, en moyenne, par deux ans et que depuis la révélation jusq'à la notification il se produit une période de temps, qui dure, en moyenne, un an et six mois. Il en résulte que l'intervalle de temps entre la révélation d'abus sexuels et les arrangements pour les soins sont vécues en raison de l'assimilation de l'événement, en addition à la nécessaire réorganisation familiale, physique et/ou émotionnelle. Il faut attirer l'attention au changement de la vitesse dans le soins des agences publiques après la révélations d'abus sexuel au sein de la communauté, bien comme aux effets propulseurs en direction au rôle protecteur des différents agents.


Assuntos
Humanos , Delitos Sexuais , Violência/psicologia , Família , Serviço Social , Impacto Psicossocial
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...