Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 11 de 11
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 26(2): 125-130, abr.-jun. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-952507

RESUMO

Resumo Introdução No Brasil, os óbitos neonatais são a principal componente da mortalidade infantil sendo necessário informações para subsidiar a reorganização dos sistemas locais e o planejamento da oferta do cuidado neonatal. Objetivo Verificar a potencialidade do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC) para descrever a distribuição dos nascimentos com marcadores de gravidade em maternidades com unidade de terapia intensiva neonatal no Sistema Único de Saúde. Método Trata-se de estudo transversal com o uso do SINASC. O peso de nascimento e o escore de Apgar no 5º minuto foram utilizados para a construção dos marcadores de gravidade. A complexidade das maternidades foi descrita pela existência de unidade de terapia intensiva neonatal níveis II ou III. Resultados No Brasil, 55% dos nascimentos e 38% daqueles com marcadores de gravidade ocorreram em estabelecimentos sem terapia intensiva. Os menores de 1.500 g apresentaram maiores percentuais de nascimentos em estabelecimentos que dispõem de terapia intensiva. Observou-se uma maior frequência de nascimento em terapia intensiva nas regiões Sudeste e Sul. Conclusão O SINASC, mesmo tendo problemas no registro de variáveis importantes para definição dos marcadores de gravidade neonatal, apresentou potencial para ser usado por pesquisadores e gestores de saúde na análise do cuidado neonatal.


Abstract Bakcground In Brazil, neonatal deaths are the main component of infant mortality, requiring information to support the reorganization of local systems and the planning of neonatal care. Objective Verify the potentiality of the Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos to describe the distribution of births with severity markers in maternities with neonatal intensive care unit in the Unified Health System. Method A Cross-sectional study was performed using birth records. Birth weight and Apgar score at 5 minutes were used to establish the severity markers. The maternities were classified according to offer neonatal intensive care unit. Results In Brazil, 55% of births and 38% of those occurred with markers of severity and in maternities without intensive care. Newborn infants with birth weight less than 1,500g showed higher percentage in maternities which have intensive therapy. It was observed a higher frequency of birth in intensive care in the Southeast and South regions. Conclusion The Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos, even though presenting problems in the register of important variables for the definition of severity criteria, showed potential to be used for research and local managers in the analysis of neonatal care.

2.
Cad Saude Publica ; 33(2): e00197915, 2017 Mar 30.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28380131

RESUMO

Type 2 diabetes mellitus currently ranks high among indicators used in Global Burden of Disease Studies. The current study estimated the burden of disease attributable to type 2 diabetes mellitus and its chronic complications in Brazil, 2008. We calculated disability-adjusted life years (DALYs), years of life lost (YLLs), and years lived with disability (YLDs) stratified by gender, age bracket, and major geographic region. Type 2 diabetes mellitus accounted for 5% of the burden of disease in Brazil, ranking 3rd in women and 6th in men in the composition of DALYs. The largest share of DALYs was concentrated in the 30-59-year age bracket and consisted mainly of YLDs. The highest YLL and YLD rates were in the Northeast and South of Brazil, respectively. Chronic complications represented 80% of YLDs from type 2 diabetes mellitus. Type 2 diabetes mellitus ranked as a leading health problem in Brazil in 2008, accounting for relevant shares of mortality and morbidity.


Assuntos
Complicações do Diabetes/epidemiologia , Diabetes Mellitus Tipo 2/epidemiologia , Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Adulto , Idoso , Brasil/epidemiologia , Doença Crônica , Complicações do Diabetes/mortalidade , Diabetes Mellitus Tipo 2/mortalidade , Feminino , Humanos , Expectativa de Vida , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida
3.
Cad. saúde pública ; 33(2): e00197915, 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-839651

RESUMO

O diabetes mellitus tipo 2 se destaca, atualmente, na composição dos indicadores dos Estudos de Carga Global de Doença. Este estudo estimou a carga de doença atribuível ao diabetes mellitus tipo 2 e suas complicações crônicas no Brasil, 2008. Foram calculados os anos de vida perdidos ajustados por incapacidade (DALY), anos de vida perdidos por morte prematura (YLL) e os anos de vida perdidos por conta da incapacidade (YLD) estratificados por sexo, faixa etária e região. O diabetes mellitus tipo 2 representou 5% da carga de doença no Brasil, posicionando-se como a 3ª causa mais importante nas mulheres e a 6ª nos homens na construção do DALY. A maioria do DALY se concentrou na faixa etária entre 30 e 59 anos e foi representado majoritariamente pelo YLD. As maiores taxas de YLL e YLD se concentraram nas regiões Nordeste e Sul, respectivamente. As complicações crônicas do diabetes mellitus tipo 2 representaram 80% do YLD. O diabetes mellitus tipo 2 representou um dos principais agravos de saúde no Brasil em 2008, contribuindo com relevantes parcelas de mortalidade e morbidade.


La diabetes mellitus tipo 2 se destaca, actualmente, en la composición de los indicadores de los Estudios de Carga Global de Enfermedad. Este estudio estimó la carga de la enfermedad, atribuible a la diabetes mellitus tipo 2 y sus complicaciones crónicas en Brasil, 2008. Se calcularon los años de vida perdidos, ajustados por incapacidad (DALY), años de vida perdidos por muerte prematura (YLL) y los años de vida perdidos, debido a la incapacidad (YLD), estratificados por sexo, franja de edad y región. La diabetes mellitus tipo 2 representó un 5% de la carga de enfermedad en Brasil, posicionándose como la 3ª causa más importante en las mujeres y la 6ª en los hombres en la construcción del DALY. La mayoría del DALY se concentró en la franja de edad entre 30 y 59 años y fue representado mayoritariamente por el YLD. Las mayores tasas de YLL y YLD se concentraron en las regiones del nordeste y sur, respectivamente. Las complicaciones crónicas de la diabetes mellitus tipo 2 representaron un 80% del YLD. El diabetes mellitus tipo 2 representó uno de los principales agravios de salud en Brasil en 2008, contribuyendo con relevantes cuotas de mortalidad y morbilidad.


Type 2 diabetes mellitus currently ranks high among indicators used in Global Burden of Disease Studies. The current study estimated the burden of disease attributable to type 2 diabetes mellitus and its chronic complications in Brazil, 2008. We calculated disability-adjusted life years (DALYs), years of life lost (YLLs), and years lived with disability (YLDs) stratified by gender, age bracket, and major geographic region. Type 2 diabetes mellitus accounted for 5% of the burden of disease in Brazil, ranking 3rd in women and 6th in men in the composition of DALYs. The largest share of DALYs was concentrated in the 30-59-year age bracket and consisted mainly of YLDs. The highest YLL and YLD rates were in the Northeast and South of Brazil, respectively. Chronic complications represented 80% of YLDs from type 2 diabetes mellitus. Type 2 diabetes mellitus ranked as a leading health problem in Brazil in 2008, accounting for relevant shares of mortality and morbidity.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Complicações do Diabetes/epidemiologia , Diabetes Mellitus Tipo 2/epidemiologia , Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Doença Crônica , Complicações do Diabetes/mortalidade , Diabetes Mellitus Tipo 2/mortalidade , Expectativa de Vida , Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida
4.
Epidemiol. serv. saúde ; 24(1): 145-154, Jan-Mar/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-741459

RESUMO

Estimar a mortalidade e a prevalência da úlcera péptica no Brasil e suas macrorregiões, segundo sexo e faixa etária, em 2008. Métodos: a prevalência foi estimada pelo Sistema de Informações Hospitalares, considerando-se os casos internados como casos de úlcera complicada e ajustes conforme a cobertura do Sistema Único de Saúde; a mortalidade foi calculada com dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade, segundo metodologia dos estudos de carga de doença. Resultados: no Brasil, a prevalência de úlcera em homens e mulheres foi de 0,2 por cento e 0,1 por cento, respectivamente; a taxa de mortalidade nacional, de 3,0/100 mil habitantes (3,6/100 mil em homens; 2,3/100 mil em mulheres); as prevalências e taxas de mortalidade aumentaram com a idade, independentemente do sexo, com maiores valores entre homens. Conclusão: evidencia-se a relevância da úlcera péptica no cenário brasileiro e a necessidade de pesquisas para estimativas mais precisas de sua ocorrência no país...


To estimate peptic ulcer prevalence and mortality in Brazil and its regions, by gender and age group in 2008. Methods: prevalence was estimated based on Hospital Information System data adjusted according to Unified Health System (SUS) service coverage. Ulcer complications were taken to be hospitalized cases. Mortality was calculated using Mortality Information System data, according to the methodology proposed by global burden of disease studies. Results: overall peptic ulcer prevalence in Brazil was 0.2 per cent in males and 0.1 per cent in females; mortality rate was 3.0/100,000 inhabitants (3.6/100,000 males and 2.3/100,000 females); prevalence and mortality increased with advancing age in both sexes, with highest values found in males. Conclusion: this study highlights the importance of peptic ulcers on the Brazilian health scenario and the need for further research for more precise estimates of the occurrence of this disease in our country...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Morbidade , Úlcera Péptica/epidemiologia , Úlcera Péptica/mortalidade , Estatística como Assunto
5.
Cien Saude Colet ; 20(2): 491-501, 2015 Feb.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-25715143

RESUMO

Alcohol use/dependence are an important risk factor for cirrhosis of the liver. The article aims to describe and conduct a comparative analysis of Disability Adjusted Life Years (DALY), Years of Life Lost (YLL) and Years Lived with Disability (YLD) of alcohol use disorders and non-viral cirrhosis in Brazil in 2008. DALY was calculated as the sum of YLL and YLD. For YLL estimates, the mean number of deaths from 2007- 2009 in the country was considered. After revision of epidemiological data, prevalence of each disease was modelled with the DisMod tool, which generated incidence data for YLD estimates. Alcohol and non-viral cirrhosis were responsible for 3% and 1% of total DALYs, respectively. In both diseases, men contributed to a greater proportion of DALYs. Among the first ten causes of DALYs, alcohol use disorders occupied the second, third and sixth positions at the ages of 15-29, 30-44 and 45- 59, respectively. Non-viral cirrhosis was the eighth cause of DALY in the 30-44 age group in men; the fifth, in the 45-59 group and the eighth, in the 60-69 group. Age distribution suggests that interventions directed against alcohol use/dependence would have effects on the burden of alcoholic cirrhosis in the country.


Assuntos
Alcoolismo/epidemiologia , Efeitos Psicossociais da Doença , Cirrose Hepática/epidemiologia , Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida , Adolescente , Adulto , Idoso , Brasil , Pessoas com Deficiência , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem
6.
Cad Saude Publica ; 31(1): 121-36, 2015 Jan.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-25715297

RESUMO

The aim of this study was to estimate the global burden of disease from external causes in 2008 in Brazil, based on DALYs (disability-adjusted life years). YLLs (years of life lost) were estimated according to the method proposed by Murray & Lopez (1996). Meanwhile, the method for estimating YLDs (years lived with disability) included methodological adjustments taking the Brazilian reality into account. The study showed a total of 195 DALYs per 100 thousand inhabitants, of which 19 DALYs were related to external causes. Among YLLs, 48% were from unintentional causes and 52% from intentional causes. Among YLDs, unintentional causes predominated, with 95%. The share of YLLs in DALYs was 90%. The cause with the highest proportion of YLLs was "homicide and violence" (43%), followed by "road traffic accidents" (31%). Falls accounted for the highest share of YLDs (36%). The sex ratio (male-to-female) was 4.8 for DALYs, and the predominant age bracket was 15-29 years. Since external causes are avoidable, the study provides potentially useful information for policymakers in public security and health.


Assuntos
Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida , Ferimentos e Lesões/mortalidade , Distribuição por Idade , Fatores Etários , Brasil/epidemiologia , Causas de Morte , Efeitos Psicossociais da Doença , Feminino , Sistemas de Informação em Saúde , Nível de Saúde , Humanos , Expectativa de Vida , Masculino , Prevalência , Fatores Sexuais
7.
Ciênc. saúde coletiva ; 20(2): 491-501, 02/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-742226

RESUMO

O uso/dependência de álcool é importante fator de risco para o desenvolvimento da cirrose. O objetivo deste artigo é descrever e analisar o DALY (Disability Adjusted Life Years), o YLL (Years of Life Lost) e o YLD (Years Lived with Disability) de uso/dependência de álcool e da cirrose de etiologia não viral no Brasil, em 2008. O DALY foi calculado pela soma do YLL e do YLD. Para o YLL, foi utilizada a média dos óbitos de 2007-2009 no país. Através da revisão de dados epidemiológicos e do uso da ferramenta DisMod, a prevalência de cada um dos agravos foi modelada, gerando dados de incidência para o cálculo do YLD. O álcool e a cirrose foram responsáveis, respectivamente, por 3% e 1% do DALY total. Considerando-se as dez primeiras causas de DALY para homens, o uso/ dependência de álcool ocupou a segunda, terceira e sexta posições nas idades de 15-29, 30-44 e 45-59 anos, respectivamente. A cirrose ocupou a oitava posição no grupo de 30-44 anos; a quinta, no de 45-59 e a oitava, no de 60-69. A distribuição dos agravos por faixa etária sugere que intervenções direcionadas ao uso/dependência de álcool terão efeitos na carga de cirrose alcoólica no país.


Alcohol use/dependence are an important risk factor for cirrhosis of the liver. The article aims to describe and conduct a comparative analysis of Disability Adjusted Life Years (DALY), Years of Life Lost (YLL) and Years Lived with Disability (YLD) of alcohol use disorders and non-viral cirrhosis in Brazil in 2008. DALY was calculated as the sum of YLL and YLD. For YLL estimates, the mean number of deaths from 2007- 2009 in the country was considered. After revision of epidemiological data, prevalence of each disease was modelled with the DisMod tool, which generated incidence data for YLD estimates. Alcohol and non-viral cirrhosis were responsible for 3% and 1% of total DALYs, respectively. In both diseases, men contributed to a greater proportion of DALYs. Among the first ten causes of DALYs, alcohol use disorders occupied the second, third and sixth positions at the ages of 15-29, 30-44 and 45- 59, respectively. Non-viral cirrhosis was the eighth cause of DALY in the 30-44 age group in men; the fifth, in the 45-59 group and the eighth, in the 60-69 group. Age distribution suggests that interventions directed against alcohol use/dependence would have effects on the burden of alcoholic cirrhosis in the country.


Assuntos
Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Biomarcadores Tumorais/genética , Colo/metabolismo , Neoplasias do Colo/genética , Proteínas Inibidoras de Apoptose/genética , Apoptose , Adenocarcinoma/genética , Adenocarcinoma/metabolismo , Adenocarcinoma/secundário , Adenoma/genética , Adenoma/metabolismo , Adenoma/patologia , Biomarcadores Tumorais/metabolismo , Estudos de Casos e Controles , Estudos de Coortes , Neoplasias do Colo/metabolismo , Neoplasias do Colo/patologia , Seguimentos , Perfilação da Expressão Gênica , Técnicas Imunoenzimáticas , Proteínas Inibidoras de Apoptose/metabolismo , Metástase Linfática , Neoplasias Hepáticas/genética , Neoplasias Hepáticas/metabolismo , Neoplasias Hepáticas/secundário , Neoplasias Pulmonares/genética , Neoplasias Pulmonares/metabolismo , Neoplasias Pulmonares/secundário , Estadiamento de Neoplasias , Análise de Sequência com Séries de Oligonucleotídeos , Estudos Prospectivos , Estudos Retrospectivos , Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa , RNA Mensageiro/genética , Taxa de Sobrevida , Resultado do Tratamento
8.
Cad. saúde pública ; 31(1): 121-136, 01/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-742202

RESUMO

The aim of this study was to estimate the global burden of disease from external causes in 2008 in Brazil, based on DALYs (disability-adjusted life years). YLLs (years of life lost) were estimated according to the method proposed by Murray & Lopez (1996). Meanwhile, the method for estimating YLDs (years lived with disability) included methodological adjustments taking the Brazilian reality into account. The study showed a total of 195 DALYs per 100 thousand inhabitants, of which 19 DALYs were related to external causes. Among YLLs, 48% were from unintentional causes and 52% from intentional causes. Among YLDs, unintentional causes predominated, with 95%. The share of YLLs in DALYs was 90%. The cause with the highest proportion of YLLs was "homicide and violence" (43%), followed by "road traffic accidents" (31%). Falls accounted for the highest share of YLDs (36%). The sex ratio (male-to-female) was 4.8 for DALYs, and the predominant age bracket was 15-29 years. Since external causes are avoidable, the study provides potentially useful information for policymakers in public security and health.


El objetivo de este artículo es estimar la carga global de las causas externas en el año 2008 en Brasil. La metodología calcula el indicador DALY (años de vida potencialmente perdidos). El YLL (años potenciales de vida perdidos) fue calculado siguiendo el método propuesto por Murray & López (1996). Sin embargo, para las YLD (años vividos con discapacidad) se han aplicado enfoques metodológicos teniendo en cuenta el contexto brasileño. El DALY fue de 195 por cada 100 mil habitantes, de ellos, 19 eran específicos de causas externas. El YLL estaba compuesto por un 48% de las lesiones intencionales y un 52% de las no intencionales. En el YLD, las lesiones no intencionales corresponden a 95%. El YLL contribuye al 90% del DALY. En el YLL, las causas más frecuentes fueron homicidios y la violencia (43%), seguida de accidentes de tráfico (31%). Las caídas son la mayor proporción del YLD (36%). Había una razón hombre, mujer de 4,8 en el DALY, y el grupo de edad predominante fue de 15 a 29 años. Las lesiones son prevenibles en general y estos resultados pueden contribuir a proporcionar información importante para los responsables políticos en los campos de la salud y la seguridad pública.


O objetivo do artigo é estimar a carga global de doença para causas externas em 2008, no Brasil. A metodologia empregada estimou o DALY (anos de vida perdidos ajustados por incapacidade). O método de estimação dos anos de vida perdidos (YLL) foi o proposto por Murray & Lopez (1996). Entretanto, para estimar os anos de vida vividos com incapacidade (YLD) foram aplicados refinamentos metodológicos considerando-se a realidade brasileira. Estimaram-se 195 DALY por 100 mil habitantes, sendo 19 DALY relacionados às causas externas. O YLL compôs-se de 48% de causas não intencionais e 52% intencionais. Já no YLD, as não intencionais predominaram com 95%. A participação do YLL no DALY foi de 90%. A causa com maior proporção de YLL foi "homicídio e violência" (43%), seguida por "acidentes de trânsito" (31%). As quedas representam a maior proporção de YLD (36%). Observou-se uma razão de masculinidade de 4,8 no DALY e a faixa etária predominante foi de 15-29 anos. Sendo as causas externas evitáveis, tem-se importantes subsídios para os formuladores de políticas de segurança pública e de saúde.


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida , Ferimentos e Lesões/mortalidade , Distribuição por Idade , Fatores Etários , Brasil/epidemiologia , Causas de Morte , Efeitos Psicossociais da Doença , Sistemas de Informação em Saúde , Nível de Saúde , Expectativa de Vida , Prevalência , Fatores Sexuais
9.
Epidemiol. serv. saúde ; 23(4): 711-720, Dez. 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-740687

RESUMO

Objetivo: estimar a incidência de sequelas, nas formas cardíaca e digestiva, de doença de Chagas (DC) e descrever a mortalidade por DC no Brasil, no período 2007-2009. Métodos: a estimativa dos casos com sequelas baseou-se na história natural da doença, utilizando dados de inquérito de DC realizado na década de 1990; taxas de mortalidade e incidência foram calculadas por 100 mil habitantes. Resultados: a mortalidade por DC foi maior na macrorregião Centro-Oeste (9,7/100 mil no sexo masculino; 7,4/100 mil no feminino) e a incidência maior foi na macrorregião Sul (45/100 mil em ambos os sexos); a taxa de incidência de sequelas decresceu até a idade de 59 anos. Conclusão: em contrapartida ao decréscimo da taxa de incidência de sequelas até os 59 anos, observou-se aumento da taxa de mortalidade em idades maiores; a disponibilização e a análise de dados de morbimortalidade por DC podem subsidiar políticas públicas para seu diagnóstico e tratamento...


Objective: this study aimed to estimate Chagas’ Disease (CD) mortality and the incidence rate of CD cardiac and digestive sequelae in Brazil, 2007-2009. Methods: the estimate of the chronic cases was based on the natural history of Chagas’ Disease, using data from the CD survey conducted in the 1990s.The incidence and mortality data were analysed in terms of rates per 100 000 inhabitants. Results: mortality was higher in the Midwest region (9.7/100 000 in males and 7.4/100 000 in females) and incidence was highest in the South (45/100 000 for both sexes). The incidence of sequelae decreased in individuals aged up to 59 years. Conclusion: where as sequelae incidence decreased in those aged up to 59 years, mortality increased in those in older age groups. CD morbidity and mortality data availability and analysis can support public policies for diagnosing and treating this disease...


OBJETIVO: estimar la incidencia de secuelas, en las formas cardiaca y digestiva, de enfermedad de Chagas (EC) y describir la mortalidad en Brasil, en el período 2007-2009.MÉTODOS: la estimación de los casos con secuelas se basó en la historia natural de la enfermedad, utilizando datos de encuesta de EC realizada en la década de 1990; las tasas de mortalidad e incidencia fueron calculadas por 100 mil habitantes.RESULTADOS: la mortalidad por EC fue mayor en la macrorregión Centro-Oeste (9,7/100 mil para el sexo masculino; 7,4/100 mil para el femenino) y la incidencia mayor fue en la macrorregión Sur (45/100 mil en ambos sexos); la tasa de incidencia de secuelas disminuyó hasta la edad de 59 años.CONCLUSIÓN: en contrapartida a la disminución de la tasa de incidencia de secuelas hasta los 59 años, se observó un aumento de la tasa de mortalidad en edades superiores; el análisis de datos sobre la morbilidad y la mortalidad de EC y ponerlos a disposición puede subsidiar políticas públicas para su diagnóstico y tratamiento...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Doença de Chagas/complicações , Doença de Chagas/mortalidade , Incidência , Epidemiologia Descritiva
10.
Epidemiol. serv. saúde ; 23(2): 215-226, jun. 2014. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-716871

RESUMO

Objetivo: descrever estimativas corrigidas para o número de casos de meningite no Brasil, unidades da federação (UF) e macrorregiões em 2008-2009. Métodos: a proposta de correção pautou-se na letalidade, considerando-se os casos no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e os óbitos no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), em três etapas – (1) seleção dos casos Sinan; (2) compatibilização dos códigos no Sinan-SIM, com obtenção do número de óbitos do SIM; e (3) avaliação do sub-registro e aplicação de proposta de correção do Sinan. Resultados: originalmente, obteve-se 9.229 casos de meningites no Sinan; após correção de 32,9 por cento, estimou-se 12.261 casos para o Brasil em 2008-2009; encontrou-se grande variabilidade nas UF e por grupo de gravidade. Conclusão: verificou-se subnotificação de casos de meningite no Sinan, em relação ao SIM; ressalta-se a importância de estratégias para o fortalecimento dos sistemas de informação, como a capacitação dos profissionais de saúde.


Objective: to describe adjusted estimates of meningitis case numbers for Brazil, the Brazilian states and regions, 2008-2009. Methods: the estimates were adjusted based on the meningitis fatality rate taking cases reported on the Notifiable Diseases Information System (SINAN) and deaths reported on the Mortality Information System (SIM). The method involved three stages: 1) Selection of SINAN cases; 2) SINAN and SIM code matching and obtaining the number of deaths from the SIM system; 3) SINAN underreporting assessment and adjustment. Results: 9,229 meningitis cases were initially found on SINAN. After adjustment, 12,261 cases were estimated in Brazil, 2008-2009. Considerable variability was found between states and between groups of meningitis severity. Conclusion: meningitis cases were underreported on SINAN, compared to SIM. The importance of strategies for strengthening information systems is highlighted, such as health professional training.


Assuntos
Humanos , Meningite , Estatística como Assunto , Sistemas de Informação em Saúde
11.
Epidemiol. serv. saúde ; 22(3): 501-508, set. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-690440

RESUMO

Objetivo: descrever as principais características dos recém-nascidos que foram a óbito na sala de parto de uma maternidade no Rio de Janeiro (RJ). Método: estudo descritivo, do tipo série de casos, com dados secundários. Foram incluídos todos os nascidos vivos entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de janeiro de 2012 que foram a óbito na sala de parto. Resultados: cento e seis recém-nascidos foram a óbito na sala de parto. A maioria dos óbitos ocorreu em recém-nascidos do sexo feminino (51,9 por cento), com baixo peso ao nascer (77,0 por cento), com Apgar <7 no primeiro (98,1 por cento) e no quinto (99,0 por cento) minutos de vida, e com malformações congênitas (92,5 por cento). Conclusões: as características mais frequentes entre os recém-nascidos que foram a óbito incluíram: baixo peso ao nascer, presença de asfixia e malformações congênitas.


Objective: to describe the main characteristics of newborn babies who died in the delivery room of a maternity hospital in Rio de Janeiro (RJ). Method: a descriptive case series study using secondary data. We included all live births between January 1st 2010 and January 31st 2012 that died in the delivery room. Results: one hundred and six infants died in the delivery room. Most deaths occurred in newborn females (51.9 per cent), with low birth weight (77.0 per cent), Apgar score of less than seven at one minute (98.1 per cent), and at five minutes (99.0 per cent) after birth, and congenital malformations (92.5 per cent). Conclusions: the most common features among newborn babies who died included: low birth weight, presence of asphyxia and congenital malformations.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Salas de Parto , Epidemiologia Descritiva , Mortalidade Infantil , Mortalidade Perinatal
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA