Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 40
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Exp Physiol ; 105(7): 1124-1131, 2020 Jul.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32441842

RESUMO

NEW FINDINGS: What is the central question of this study? The aim was to compare the cost of transport and mechanical work between obese and non-obese children at different walking speeds. What is the main finding and its importance? Our data show that the cost of transport, mechanical efficiency and work are similar and directly mass dependent in obese and non-obese children. The optimal walking speed (most economical walking speed) is reduced in obese children. ABSTRACT: Although studies have shown the influence of gait biomechanics on the metabolic economy in obese adults and adolescents, little is known regarding obese children. We compared the metabolic cost of transport, apparent mechanical efficiency and gait biomechanics (assessed by mechanical energy fluctuations) in obese children (n = 12; mean ± SD: 8.6 ± 0.51 years of age, 1.38 ± 0.04 m, 44.6 ± 6.65 kg, 24.1 ± 3.50 kg m-2 ) and age- and sex-matched non-obese children (n = 12, 7.8 ± 0.90 years of age, 1.31 ± 0.08 m, 26.8 ± 2.24 kg, 16.4 ± 1.40 kg m-2 ) while walking at different speeds (from 1 to 5 km h-1 ) on a treadmill. We found that the mechanical efficiency was higher at 3 km h-1 compared with the remaining speeds for both groups (P < 0.05). Although the internal mechanical work has been greater in obese compared with non-obese children at 4 and 5 km h-1 , the external, total mechanical work and the mechanical efficiency remained similar between obese and non-obese children at all speeds. Likewise, the cost of transport was similar in the two groups, although the optimal walking speed was an average of 0.4 km h-1 slower in obese children. Clearly, these results show that the walking economy is associated with the total mechanical work in obese and non-obese children. Finally, the reduced functional mobility in obese children observed in previous studies seems to be associated with a reduction in optimal walking speed in comparison to non-obese children.

2.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 27(3): 294-299, 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-958492

RESUMO

INTRODUCTION: The time that adolescents spend in front of some screen as TV, computer, video games and mobile phones, has been considered a risk factor for obesity and non-communicable chronic diseases. OBJECTIVE: To analyze the effectiveness of two types of low impact training on the screen time and the BMI of overweight adolescents. METHODS: Forty-seven adolescents were allocated into three groups: control group (CG); water aerobics group (WG); and rebound training group (RG). The three groups had a weekly session of nutritional guidance; additionally, WG and RG trained 12 weeks with three weekly sessions ranging between 24 and 32 minutes, according to the stage of the training periodization with water aerobics and rebound classes, respectively. Anthropometric measurements were performed, and screen time through a questionnaire created for this study in order to identify the amount of hours that adolescents passed in front of a screen. The questionnaire was carried out before and after the training period, as well as anthropometric assessments. RESULTS: There was no difference pre and post-intervention in screen time for the three groups, however, there was a decrease in BMI in both exercise groups of the pre-training period for post-training. CONCLUSION: There was no reduction of the screen time, however the BMI decreased in the exercise groups.


INTRODUÇÃO: O tempo que adolescentes passam em frente a algum tipo de tela como TV, computador, videogames e celulares, tem sido considerado fator de risco para a obesidade e doenças crônicas não transmissíveis. OBJETIVO: Analisar a eficiência de dois tipos de treino de baixo impacto sobre o tempo de tela e sobre o IMC de adolescentes com excesso de peso. MÉTODO: Foram alocados 47 adolescentes em três grupos: controle (GC); hidroginástica (GH); e jump (GJ). Os três grupos tiveram uma sessão semanal de orientação nutricional; além disso, o GH e GJ treinaram 12 semanas com três sessões semanais variando entre 24 e 32 minutos, conforme fase da periodização do treinamento, com aulas de hidroginástica e jump, respectivamente. Foram realizadas avaliações antropométricas e do tempo de tela por meio de questionário criado para o presente estudo, a fim de identificar a quantidade de horas que os adolescentes passavam em frente de uma tela. A aplicação do questionário foi realizada pré e pós-período de treinamento, assim como as avaliações antropométricas. RESULTADOS: Não houve diferença pré e pós-intervenção no tempo de tela para os três grupos, no entanto, houve redução no IMC em ambos os grupos de exercícios do período pré para o pós-treinamento. CONCLUSÃO: Não houve redução do tempo de tela, entretanto o IMC diminuiu nos grupos de exercícios.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Exercício Físico , Índice de Massa Corporal , Avaliação Nutricional , Antropometria , Adolescente , Comportamento Sedentário , Obesidade
3.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-907926

RESUMO

Trata-se de artigo reflexivo que objetivou tecer considerações sobre a ação do uso de drogas no movimento humano a partir de vivências em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPs). Foram discutidos os efeitos agudos e crônicos dessas substâncias, destacando-se como efeitos agudos do álcool a falta de coordenação, desequilíbrio e tremores finos das extremidades. Como efeito crônico, a polineurite alcoólica. Entre os efeitos agudos da cocaína e crack citam-se a agitação psicomotora e entre os efeitos crônicos a distonia e a coreia. Já a maconha provoca incoordenação e redução da capacidade de executar atividades motoras complexas. Contudo, quando se considera o corpo que se movimenta por meio da intenção, do desejo, do sentido, ou seja, por meio da intencionalidade, outros olhares são possíveis. Desse modo acredita-se que este estudo fornece subsídios à qualificação das práticas terapêuticas corporais de cuidado ao usuário de drogas para além da dimensão puramente fisiológica, o que contribui para a ampliação desse conhecimento por diversas profissões da saúde: Enfermagem, Fisioterapia, Educação Física, entre outras.


This is a reflective article that aimed to make considerations on the effects of drug use in human movements based on experiences witnessed in aPsychosocial Care Center (CAPs). Acute and chronic effects of these substances were discussed, highlighting the lack of coordination and balanceand fine tremors of the extremities as acute effects of alcohol. Alcoholic polyneuritis was identified as chronic effect. Among the acute effects ofcocaine and crack were psychomotor agitation, and among the chronic effects, dystonia and chorea. In the case of marijuana, this causes lackof coordination and reduced ability to perform complex motor activities. However, other viewpoints are possible when considering the body thatmoves through intention, desire, direction, that is, through intentionality. Thus, it is believed that this study supports the qualification of bodilytherapeutic practices of care for drug users beyond the purely physiological dimension, which contributes to the expansion of this knowledge invarious health professions: Nursing, Physiotherapy, Physical Education, among others.


Se trata de un artículo de reflexión sobre las consecuencias del consumo de drogas en el ser humano a partir de las vivencias en un Centro de AtenciónPsicosocial (CAPs) donde se discutieron los efectos agudos y crónicos de dichas sustancias. Entre los efectos agudos del alcohol se destacan la faltade coordinación, de equilibrio y los temblores en las extremidades. Como efecto crónico se menciona la polineuritis alcohólica. Entre los efectosagudos de la cocaína y del crack se citan agitación psicomotora y, entre los crónicos, distonía y corea. La marihuana causa falta de coordinación ydisminución de la capacidad de realizar actividades motoras complejas. Sin embargo, si se considera que el cuerpo se mueve a través de la intención,el deseo y el sentido, o sea, por medio de la intencionalidad, entonces también caben otras miradas. Por lo tanto, se cree que este estudio refuerzala clasificación de las prácticas terapéuticas corporales de cuidados a los usuarios de drogas, más allá de la dimensión puramente fisiológica, lo cualcontribuye a la expansión del conocimiento para varias profesiones de la salud, entre ellas enfermería, fisioterapia y educación física.


Assuntos
Humanos , Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool , Corpo Humano , Atividade Motora , Destreza Motora , Drogas Ilícitas , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
4.
Acta paul. enferm ; 28(4): 388-394, jul.-ago. 2015. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-757363

RESUMO

Objetivo Verificar a prevalência da síndrome metabólica em trabalhadores de diferentes turnos.Métodos A população foi composta por 93 trabalhadores, divididos em: primeiro turno (6h00 às 14h00), segundo turno (14h00 às 22h00), terceiro turno (22h00 às 6h00) e turno produtivo em horário administrativo (7h30 às 17h00). Os componentes da Síndrome Metabólica foram obtidos por meio de coleta de sangue em jejum de 12 horas e medidas antropométricas, pelo critério NCEP-ATP III.Resultados 72% eram do sexo masculino, com idades entre 33 e 38 anos. A síndrome metabólica foi diagnóstica em 26,8% da amostra. A maior prevalência da síndrome ocorreu entre os trabalhadores do primeiro turno (p<0,000). As alterações de HDL-colesterol, glicemia em jejum e triglicérides foram maiores no primeiro turno. Houve diferença para massa corporal, índice de massa corporal e cronótipo (p=0,000), entre os turnos de trabalho.Conclusão A prevalência da síndrome metabólica foi maior nos trabalhadores do primeiro turno.


Objective To investigate the prevalence of metabolic syndrome in workers from different shifts.Methods The population consisted of 93 workers, divided into: first shift (6:00 AM to 2:00 PM), second shift (2:00 PM to 10:00 PM), third shift (10:00 PM to 6:00 AM) and productive shift in administrative hours (7:30 AM to 5:00 PM). The components of the metabolic syndrome were obtained by blood collection in a 12 hour fasting and anthropometric measurements, through the NCEP-ATP III criteria.Results Seventy two percent were male, aged between 33 and 38 years. Metabolic syndrome was diagnosed in 26.8% of the sample. The highest prevalence occurred among first shift workers (p<0.000). The HDL-cholesterol, fasting glucose and triglycerides changes were higher in the first shift. There was difference in body weight, body mass index and chronotype (p=0.000), among working shifts.Conclusion The prevalence of metabolic syndrome was higher among first shift workers.

5.
Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr ; 37(3): 293-308, dez. 2012. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-670607

RESUMO

Anthropometric profile and food intake affect sports performance. The objective of this work was to describe and compare the food consumption and anthropometric profile of tennis players between 11 and 19 years old. A total of 48 tennis players were rated with the following age distribution: 11-14 years old (n=20) and 15 to 19 years old (n=28). The athletes were evaluated in relation with the anthropometric variables. Diets were as-sessed from 24-hour recall. There were significant differences in the an¬thropometric profile of athletes aged 15-19 years old compared to those aged 11-14 years old (body mass: 63.80±6.86kg and 54.29±11.33kg; height: 1.75±0,07m and 1.64±0.11m; right forearm: 26.14±1.41cm and 23.70±2.62cm; left forearm: 24.64±1.38cm and 22.48±2.38cm; right wrist: 16.71±0.72cm and 15.69±1.01cm; left wrist: 16.37±0.74cm and 15.36±1.12cm). There was no significant difference in the percentage of fat, 18.33±5.94 for 11-14 year-olds and 16.79±4.60 for 15-19 year-olds. An energy deficit was observed between the estimated energy needs and the energy consumption reported. There was significant difference in the consumption of carbohydrate, fat and protein between the age groups. Among the minerals, the main concern was the low consumption of calcium (11-14 years old: 724.36±397.94mg/day and 15-19 years old: 927.04±413.35mg/day). It was possible to observe significant differences in the anthropometric profile and food intake in relation to energy needs between the age groups. The deviations observed reinforce the need for nutritional guidance, technical training and fitness.


El perfil antropométrico y el consumo de alimentos afectan el rendimiento deportivo. El objetivo de este trabajo fue describir y comparar el consumo de alimentos y el perfil antropométrico de jugadores de tenis de 11 a 19 años. Se evaluaron las variables antropométricas de 48 jugadores, con la siguiente distribución: 11-14 años (n=20) y 15-19 años (n=28). Se evaluaron sus dietas a partir de recordatorio de 24 horas. Se encontraron diferencias significativas en el perfil antropométrico de los atletas de 15-19 años en comparación con los de 11-14 años (masa corporal: 63,80±6,86kg y 54,29±11,33kg, talla: 1,75±0,07m y 1,64±0,11m; antebrazo derecho: 26,14±1,41cm y 23.70±2.62cm; antebrazo izquierdo 24,64±1,38cm y 22,48±2,38cm; muñeca derecha 16,71±0,72cm y 15,69±1,01cm; muñeca izquierda: 16.37±0.74cm y 15.36cm y 1.12). No hubo diferencia significativa en el porcentaje de grasa en los jugadores de 11- 14 años (18,33±5,94) y en los de 15-19 años (16,79±4,60). Se observó déficit energético entre el requerimiento de energía estimado y el consumo de energía informado. Se encontraron diferencias significativas entre los grupos de edad en cuanto al consumo de hidratos de carbono, grasa y proteínas. Se observó baja ingesta de calcio (11-14 años: 724,36±397,94mg/día y 15-19 años: 927,04±413,35mg/día). Los desvíos observados refuerzan la necesidad de mayor educación nutricional, entrenamiento técnico y preparación física.


O perfil antropométrico e o consumo alimentar afetam o desempenho esportivo. O objetivo deste trabalho foi descrever e comparar o consumo alimentar e o perfil antropométrico de tenistas de 11 a 19 anos. Foram avaliados 48 tenistas, com a seguinte distribuição: 11-14 anos (n=20) e de 15 a 19 anos (n=28). Os atletas foram avaliados quanto às variáveis antropométricas. As dietas foram avaliadas a partir de recordatórios 24 horas. Houve diferença significativa no perfil antropométrico dos atletas de 15-19 anos em relação aos de 11-14 anos (massa corporal: 63,80±6,86kg e 54,29±11,33kg; estatura: 1,75±0,07m e 1,64±0,11m; antebraço direito: 26,14±1,41cm e 23,70±2,62cm e antebraço es¬querdo 24,64±1,38cm e 22,48±2,38cm; punho direito 16,71±0,72cm e 15,69±1,01cm; punho esquerdo: 16,37±0,74cm e 15,36cm e 1,12cm. Não houve diferença significativa quanto ao percentual de gordura, 18,33±5,94 para os de 11-14 anos e 16,79±4,60 para os de 15-19 anos. Observou-se déficit energético entre a necessidade energética estimada e a ingestão energética relatada. Houve diferença significativa quanto ao consumo de carboidrato, lipídio e proteína entre as faixas etárias. Entre os minerais, a principal preocupação foi a baixa ingestão de cálcio (11-14 anos: 724,36±397,94mg/dia e 15-19 anos: 927,04±413,35mg/dia). Desvios observa¬dos reforçam a necessidade de orientação nutricional, treinamento técnico e preparo físico.


Assuntos
Adolescente , Antropometria/instrumentação , Consumo de Alimentos , Tênis/classificação , Ciências da Nutrição
6.
Psicol. teor. pesqui ; 28(1): 71-76, jan.-mar. 2012. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-55244

RESUMO

Muitas adolescentes deixam suas famílias para seguir a profissão de modelo, sonhando com um futuro glamoroso. O presente estudo caso-controle analisou a qualidade de vida de 74 adolescentes do sexo feminino, sendo 37 modelos, agenciadas em São Paulo, com delineamento transversal, utilizando o World Health Organization Quality of Life - versão breve (WHOQOL-BREF), que avalia qualidade de vida global e os domínios físico, psicológico, social e ambiental. Utilizou-se o Critério Brasil 2008, para avaliação do nível socioeconômico e para parear o grupo controle. Em geral, o grupo de modelos obteve médias superiores ao grupo de não modelos, sendo esta diferença significante apenas no domínio psicológico. Observou-se que as adolescentes modelos apresentaram uma qualidade de vida semelhante à das não modelos.(AU)


Many adolescent girls leave their families to pursue a modeling career, dreaming of a glamorous future. The present cross-sectional case-control study analyzed the quality of life of 74 female adolescents, 37 of whom were models at agencies in the city of São Paulo (Brazil), using the World Health Organization Quality of Life -BREF questionnaire, which analyzes physical, psychological, social and environmental domains. The Brazil Criteria 2008 were used for the assessment of socioeconomic status and for pairing the control group. The group of models generally achieved higher mean scores than the non-model group, with the difference only significant on the psychological subscale. The results show that the teenage models had a similar quality of life to that of the non-models.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Qualidade de Vida , Adolescente , Trabalho Infantil , Comportamento do Adolescente , Saúde do Adolescente
7.
Psicol. teor. pesqui ; 28(1): 71-76, jan.-mar. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-624446

RESUMO

Muitas adolescentes deixam suas famílias para seguir a profissão de modelo, sonhando com um futuro glamoroso. O presente estudo caso-controle analisou a qualidade de vida de 74 adolescentes do sexo feminino, sendo 37 modelos, agenciadas em São Paulo, com delineamento transversal, utilizando o World Health Organization Quality of Life - versão breve (WHOQOL-BREF), que avalia qualidade de vida global e os domínios físico, psicológico, social e ambiental. Utilizou-se o Critério Brasil 2008, para avaliação do nível socioeconômico e para parear o grupo controle. Em geral, o grupo de modelos obteve médias superiores ao grupo de não modelos, sendo esta diferença significante apenas no domínio psicológico. Observou-se que as adolescentes modelos apresentaram uma qualidade de vida semelhante à das não modelos.


Many adolescent girls leave their families to pursue a modeling career, dreaming of a glamorous future. The present cross-sectional case-control study analyzed the quality of life of 74 female adolescents, 37 of whom were models at agencies in the city of São Paulo (Brazil), using the World Health Organization Quality of Life -BREF questionnaire, which analyzes physical, psychological, social and environmental domains. The Brazil Criteria 2008 were used for the assessment of socioeconomic status and for pairing the control group. The group of models generally achieved higher mean scores than the non-model group, with the difference only significant on the psychological subscale. The results show that the teenage models had a similar quality of life to that of the non-models.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adolescente , Qualidade de Vida , Comportamento do Adolescente , Saúde do Adolescente , Trabalho Infantil
9.
Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo) ; 37(1): 27-31, jan. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-545758

RESUMO

CONTEXTO: A maioria dos estudos que relacionam transtornos alimentares com sexualidade diz respeito à anorexia nervosa e à bulimia nervosa, sendo escassos aqueles que estudam conjuntamente a sexualidade com o comer compulsivo. OBJETIVO: Verificar a presença de disfunções sexuais, impulso sexual excessivo e alterações na percepção da imagem corporal de mulheres obesas, além de comparar portadoras a não portadoras de transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) quanto a esses aspectos. MÉTODOS: Participaram do estudo dois grupos de 20 mulheres obesas cada, com as não portadoras apresentando média etária de 29,80 ± 6,15 anos e de IMC de 35,12 ± 4,59 kg/m², e as portadoras apresentando 34,70 ± 9,62 anos e 37,27 ± 2,89 kg/m². RESULTADOS: Em relação à imagem corporal, os dois instrumentos utilizados mostraram diferença significante entre os grupos, com as portadoras de TCAP sentindo-se menos atraentes (13,6 ± 3,2 vs. 15,6 ± 2,3; p = 0,047), mais gordas (55,2 ± 4,6 vs. 50,0 ± 3,6; p = 0,001) e menos aptas fisicamente (14,1 ± 2,3 vs. 16,5 ± 3,9; p = 0,036), conforme resultados do Body Attitudes Questionnaire (BAQ). O escore do Body Shape Questionnaire (BSQ) também mostrou pior condição para as portadoras de TCAP (146,05 ± 22,63 vs. 114,47 ± 19,50; p = 0,000). Já o comportamento sexual não mostrou associação com a obesidade nem diferença estatisticamente significante entre os grupos, apontando apenas uma tendência de maior risco para disfunção sexual entre as portadoras de TCAP, conforme resultados obtidos pelo Golombok-Rust Inventory of Sexual Satisfaction (GRISS). CONCLUSÃO: Obesas portadoras de TCAP apresentaram mais frequentemente alterações de imagem corporal e devem ser mais bem investigadas quanto à presença de disfunções sexuais.


BACKGROUND: Most studies that relate eating disorders to sexuality concerns anorexia nervosa and bulimia nervosa, and there are few studies about sexuality and binge eating disorder (BED) together. OBJECTIVE: To verify the presence of sexual dysfunction, excessive sexual drive and changes in the perception of body image in obese women, in addition to compare obese women with and without BED on these aspects. METHODS: There were two groups of 20 obese women each, with BED of 29.80 ± 6.15 years old and BMI of 35.12 ± 4.59 kg/m², and without BED of 34.70 ± 9.62 years old and 37.27 ± 2.89 kg/m². RESULTS: In relation to body image, the two instruments used showed significant difference between groups, with the women with BED are feeling less attractive (13.6 + 3.2 vs. 15.6 ± 2.3, p = 0047 ), more fat (55.2 ± 4.6 vs. 50.0 ± 3.6, p = 0.001) and less physically fit (14.1 ± 2.3 vs. 16.5 ± 3.9, p = 0036), as results of the Body Attitudes Questionnaire (BAQ). The score of the Body Shape Questionnaire (BSQ) also showed the worst condition for carrying BED (146.05 ± 22.63 vs. 114.47 ± 19.50, p = 0.000). The sexual behavior showed no association with obesity or statistically significant difference between groups, showing only a trend of higher risk for sexual dysfunction among women with BED, as results of the Golombok-Rust Inventory of Sexual Satisfaction (GRISS). DISCUSSION: Obese women with BED showed more often changes in body image and should be better investigated for the presence of sexual dysfunctions.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Dieta/psicologia , Bulimia Nervosa/psicologia , Comportamento Sexual/psicologia , Sexualidade
10.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 19(1): 35-41, abr. 2009. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-55310

RESUMO

Introdução: medidas autorreferidas de massa e estatura têm sido utilizadas para avaliação do estado nutricional em estudos epidemiológicos. Objetivo: verificar a validade da massa e da estatura autorreferidas, bem como do índice de massa corporal (IMC) obtido com estes valores. Método: participaram 395 homens e 549 mulheres . Os dados foram coletados entre estudantes da Universidade Santa Cecília - Santos. Todos os sujeitos referiam a sua massa e estatura, para a realização das medidas em seguida.Utilizou-se o teste t de Student para amostras dependentes para comparação das médias, a correlação linear de Pearson (r) e Coeficiente de Correlação Intraclasse (R) entre as duas formas de obtenção dos resultados. Resultados: os homens autorreferiram de forma válida tanto sua massa (p=0,125; r=0,963; R=0,912) quanto sua estatura (p=0,058; r=0,974; R=0,921), validando a avaliação do estado nutricional. Já as mulheres tenderam a subestimar sua massa corporal (p=0,000; r=0,882; R=0,888) e superestimar sua estatura (p=0,000; r=0,854; R=0,814), causando subestimativa no valor de IMC. Conclusão: para o grupo estudado não seria válido utilizar as medidas autorreferidas de massa e estatura das mulheres para estimativa do seu estado nutricional pelo índice de massa corporal.(AU)


INTRODUCTION: the nursing staff must inform parents with children suffering from congenital heart defects regarding their needs related to this situation. The most common needs are the seven, as follows: Information related to cardiopathy, promotion of physical activities, adequate diet, care with buccal health, prevention of infectious endocarditis, care during cyanosis crisis and drug administration. OBJECTIVE: to characterize how much information these parents have regarding this disorder. METHOD: systematic mapping on the literature in MEDLINE, Cochrane, CINAHL, LILACS and SciELO databases, from 1997 to 2007, obtaining 17 papers. RESULTS: the following needs, cyanosis crisis, promotion of physical activities and drug administration, were not adequately studied. The majority amongst the 17 papers was concentrated on the remaining four needs. Beside this, parent's knowledge is not satisfactory and is fragmented. It happens either in developed countries as well as in the underdeveloped ones. In general, care is performed by nurses, dental physicians and physicians. Training programs for parents are scarce and only one is described as successful. Changes are mandatory in terms of reorganization of services involving training and support for parents. Besides, validation of programs and protocols of care to promote training and development is required. These programs must be flexible to allow adaptation to clinical situation and to social, cultural and economic determinant factors acting on the family.(AU)

11.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 19(1): 35-41, abr. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-522712

RESUMO

Introdução: medidas autorreferidas de massa e estatura têm sido utilizadas para avaliação do estado nutricional em estudos epidemiológicos. Objetivo: verificar a validade da massa e da estatura autorreferidas, bem como do índice de massa corporal (IMC) obtido com estes valores. Método: participaram 395 homens e 549 mulheres . Os dados foram coletados entre estudantes da Universidade Santa Cecília - Santos. Todos os sujeitos referiam a sua massa e estatura, para a realização das medidas em seguida.Utilizou-se o teste t de Student para amostras dependentes para comparação das médias, a correlação linear de Pearson (r) e Coeficiente de Correlação Intraclasse (R) entre as duas formas de obtenção dos resultados. Resultados: os homens autorreferiram de forma válida tanto sua massa (p=0,125; r=0,963; R=0,912) quanto sua estatura (p=0,058; r=0,974; R=0,921), validando a avaliação do estado nutricional. Já as mulheres tenderam a subestimar sua massa corporal (p=0,000; r=0,882; R=0,888) e superestimar sua estatura (p=0,000; r=0,854; R=0,814), causando subestimativa no valor de IMC. Conclusão: para o grupo estudado não seria válido utilizar as medidas autorreferidas de massa e estatura das mulheres para estimativa do seu estado nutricional pelo índice de massa corporal.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Estatura , Peso Corporal , Pesos e Medidas Corporais , Estado Nutricional
12.
Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo) ; 36(4): 138-145, 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-525576

RESUMO

CONTEXTO: Diferentes estudos discutem a relação da prática excessiva de exercícios físicos com transtornos alimentares como estratégia para perda de peso. OBJETIVO: Revisar a literatura sobre a prática de exercícios físicos em pacientes com transtornos alimentares, discutindo definições, critérios diagnósticos e propostas terapêuticas. MÉTODOS: Levantamento bibliográfico foi realizado por meio de MedLine, LiLacs e Cochrane Library, com os termos "transtornos alimentares", "anorexia", "bulimia", "exercício físico excessivo", "atividade física", "exercício obrigatório", "exercício compulsivo" e "exercício excessivo". RESULTADOS: Dos 80 artigos encontrados, foram selecionados 12 que incluíam a investigação de um padrão de atividade física considerado excessivo em indivíduos acima dos 18 anos e uso de algum instrumento de avaliação para essa finalidade. A prática de exercícios físicos em pacientes com transtornos do comportamento alimentar é revisada. CONCLUSÃO: Não há consenso sobre critérios diagnósticos e instrumentos para considerar o exercício físico como inadequado ou excessivo e seu uso como recurso para perder peso. Por outro lado, a prática de exercícios físicos durante o tratamento de pacientes com transtornos alimentares pode ser benéfica desde que orientada e supervisionada.


BACKGROUND: Several studies discuss the relationship between excessive physical exercises and eating disorder patient as a strategy to lose weight. OBJECTIVE: Review the literature concerning physical exercises in eating disorder patients including definitions, diagnostic criteria and therapeutic proposals. METHODS: A literature review was done through MedLine, LILACS and Cochrane databases using the terms "eating disorders", "anorexia nervosa", "bulimia nervosa", "physical activity", "obligatory exercise", "compulsive exercise" and "excessive exercise". RESULTS: 12 articles in a sampling of 80 were selected. These articles include the investigation of a physical pattern that was considered excessive in adults over 18 and the use of evaluation instruments. The practice of physical exercises in patients with disturbed eating behaviors is revised. DISCUSSION: There is no consensus in literature about diagnostic criteria and instruments to consider the physical exercise as inadequate or excessive and its use as a way to lose weight. On the other hand the practice of physical exercises along the treatment of eating disorder patients could be beneficial if oriented and supervised.


Assuntos
Anorexia , Bulimia , Exercício Físico , Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos , Esforço Físico , Perda de Peso , Literatura de Revisão como Assunto
13.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 18(3): 288-297, dez. 2008. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-55326

RESUMO

O aumento da prevalência de obesidade em adolescentes tem contribuído para o aparecimento precoce da hipertensão arterial. OBJETIVOS: Verificar o estado nutricional e os níveis pressóricos de adolescentes, bem como a relação entre estes fatores e diferenças entre os sexos. MÉTODO: Estudo descritivo com delineamento transversal realizado em duas escolas públicas da cidade de Cubatão. Participaram 704 adolescentes de 10 a 15 anos de idade, sendo 333 rapazes e 371 moças. Para avaliação do estado nutricional foi utilizado o índice de massa corporal por idade e sexo. A pressão arterial foi medida por meio da técnica auscultatória e os valores encontrados foram avaliados de acordo com o percentil de estatura para a idade dos adolescentes. O tratamento estatístico constou da apresentação da proporção dos sujeitos em sobrepeso e obesidade, bem como dos que apresentavam alterações na pressão arterial. Foi utilizado o teste Qui-quadrado para verificar diferença de proporção de alterações pressóricas entre sujeitos eutróficos e com sobrepeso ou obesidade, além do cálculo de Odds Ratio e IC95 por cento. A significância estatística adotada foi de p < 0,05. RESULTADOS: A avaliação do estado nutricional mostrou que 13,64 por cento dos adolescentes apresentavam sobrepeso e 10,37 por cento eram obesos. Quanto aos níveis pressóricos, 12,65 por cento dos adolescentes apresentaram pressão Normal Alta e 9,52 por cento apresentaram Hipertensão. Os adolescentes com excesso de peso apresentaram significativamente maior proporção de alterações pressóricas: X² = 15,39 (p = 0,00008); OR = 2,23 (IC por cento = 1,47-3,37). CONCLUSÃO: Os resultados mostraram elevadas proporções de excesso de peso e alterações pressóricas, com clara relação entre eles.(AU)


The increase in obesity prevalence in adolescents has been contributing to earlier hypertension. OBJECTIVE: To verify nutritional status and blood pressure levels in adolescents, and the relationship among these factors. METHODS: Descriptive cross sectional study conducted in two public schools at Cubatão city, Brazil. 704 adolescents between 10 and 15 years old, 333 boys and 371 girls participated in this study. Nutritional status assessment was taken by body mass index for age and gender. Blood pressure was measured by auscultation technique, and the values obtained were assessed in accordance to height and gender percentile of the adolescents. Statistical analysis was made by proportion of subjects with overweight or obesity, and with blood pressure alterations. Chi-square test was used to verify proportion differences of blood pressure alterations between normal weight and overweight subjects, as well as Odds Ratio and 95 percent CI. It was adopted statistic significance to p < 0.05. RESULTS: Nutritional status assessment showed that 13.64 percent of adolescents were overweight and 10.37 percent were obese. About blood pressure alterations, 12.65 percent of adolescents presented High Normal blood pressure and 9.52 percent Hypertension. Overweight adolescents presented significantly high proportion of blood pressure alterations: X² = 15.39 (p = 0.00008); OR = 2.23 (CI percent = 1.47 - 3.37). CONCLUSION: The results showed high proportion of overweight and blood pressure alterations, and relation among these variables.(AU)

14.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 18(3): 288-297, dez. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-519236

RESUMO

O aumento da prevalência de obesidade em adolescentes tem contribuído para o aparecimento precoce da hipertensão arterial. OBJETIVOS: Verificar o estado nutricional e os níveis pressóricos de adolescentes, bem como a relação entre estes fatores e diferenças entre os sexos. MÉTODO: Estudo descritivo com delineamento transversal realizado em duas escolas públicas da cidade de Cubatão. Participaram 704 adolescentes de 10 a 15 anos de idade, sendo 333 rapazes e 371 moças. Para avaliação do estado nutricional foi utilizado o índice de massa corporal por idade e sexo. A pressão arterial foi medida por meio da técnica auscultatória e os valores encontrados foram avaliados de acordo com o percentil de estatura para a idade dos adolescentes. O tratamento estatístico constou da apresentação da proporção dos sujeitos em sobrepeso e obesidade, bem como dos que apresentavam alterações na pressão arterial. Foi utilizado o teste Qui-quadrado para verificar diferença de proporção de alterações pressóricas entre sujeitos eutróficos e com sobrepeso ou obesidade, além do cálculo de Odds Ratio e IC95 por cento. A significância estatística adotada foi de p < 0,05. RESULTADOS: A avaliação do estado nutricional mostrou que 13,64 por cento dos adolescentes apresentavam sobrepeso e 10,37 por cento eram obesos. Quanto aos níveis pressóricos, 12,65 por cento dos adolescentes apresentaram pressão Normal Alta e 9,52 por cento apresentaram Hipertensão. Os adolescentes com excesso de peso apresentaram significativamente maior proporção de alterações pressóricas: X² = 15,39 (p = 0,00008); OR = 2,23 (IC por cento = 1,47-3,37). CONCLUSÃO: Os resultados mostraram elevadas proporções de excesso de peso e alterações pressóricas, com clara relação entre eles.


The increase in obesity prevalence in adolescents has been contributing to earlier hypertension. OBJECTIVE: To verify nutritional status and blood pressure levels in adolescents, and the relationship among these factors. METHODS: Descriptive cross sectional study conducted in two public schools at Cubatão city, Brazil. 704 adolescents between 10 and 15 years old, 333 boys and 371 girls participated in this study. Nutritional status assessment was taken by body mass index for age and gender. Blood pressure was measured by auscultation technique, and the values obtained were assessed in accordance to height and gender percentile of the adolescents. Statistical analysis was made by proportion of subjects with overweight or obesity, and with blood pressure alterations. Chi-square test was used to verify proportion differences of blood pressure alterations between normal weight and overweight subjects, as well as Odds Ratio and 95 percent CI. It was adopted statistic significance to p < 0.05. RESULTS: Nutritional status assessment showed that 13.64 percent of adolescents were overweight and 10.37 percent were obese. About blood pressure alterations, 12.65 percent of adolescents presented High Normal blood pressure and 9.52 percent Hypertension. Overweight adolescents presented significantly high proportion of blood pressure alterations: X² = 15.39 (p = 0.00008); OR = 2.23 (CI percent = 1.47 - 3.37). CONCLUSION: The results showed high proportion of overweight and blood pressure alterations, and relation among these variables.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Hipertensão , Estado Nutricional , Obesidade , Prevalência , Estudantes , Índice de Massa Corporal , Estudos Transversais , Sobrepeso , Comportamento Sedentário
15.
J. bras. psiquiatr ; 57(2): 105-111, 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-492110

RESUMO

A acondroplasia é caracterizada como um distúrbio genético autossômico dominante que afeta a ossificação endocondral, constituindo uma das causas de nanismo. Entre as características está presente principalmente a baixa estatura e desproporção tronco/membros. Diante disso, o acondroplásico poderá se mostrar inferiorizado e insatisfeito com sua aparência física, influenciando, juntamente a outros fatores, na qualidade de vida (QV) dessa população. OBJETIVO: Comparar o nível de QV entre sujeitos acondroplásicos e não-acondroplásicos. MÉTODO: Foram avaliados 21 indivíduos acondroplásicos, sendo nove homens e 13 mulheres, pareados por idade e gênero, a 21 não-acondroplásicos. O nível de QV foi estimado por meio do questionário WHOQOL-BREF. RESULTADOS: Na comparação entre sujeitos acondroplásicos e não acondroplásicos do gênero feminino constatou-se que no domínio físico as mulheres acondroplásicas apresentaram escore médio significativamente menor, enquanto na comparação entre os gêneros, o grupo de mulheres acondroplásicas apresentou escore médio significativamente menor que os homens acondroplásicos no domínio psicológico. CONCLUSÃO: No presente estudo, a QV não apresentou diferença entre os grupos, entretanto, nos domínios físico e psicológico, as mulheres acondroplásicas demonstraram menor satisfação com sua condição.


Achondroplasia is characterized as an autosomal dominant genetic disturbance which affects the endochondral ossification which is a common cause of dwarfism syndrome. Among the characteristics the most common are the short stature and disproportional trunk/limbs. Thus, the achondroplasic subjects can face themselves inferior and not satisfied with their physical appearance, influencing, among other factors, the quality of life of this population. OBJECTIVE: To compare the quality of life level between achondroplasic and non-achondroplasic subjects. METHODS: Study with 21 achondroplasics in which, nine were men and 13 women, paired by age and gender to 21 non-achondroplasic subjects. The quality of life level was estimated by WHOQOL-BREF questionnaire. RESULTS: In the comparison between achondroplasic and non-achondroplasic females we verified that in physical domain achondroplasic women presented mean score significantly lower than non-achondroplasic. In the comparison between genders, achondroplasic females presented mean score significantly lower than achondroplasic males in psychological domain. CONCLUSION: In this study, the quality of life didn't present any difference between groups, however, in physical and psychological domains, achondroplasic women demonstrated less satisfaction to their condition.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Acondroplasia/psicologia , Estatura , Nanismo , Qualidade de Vida , Inquéritos e Questionários , Autoimagem
16.
Rev Assoc Med Bras (1992) ; 53(5): 426-32, 2007.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-17952352

RESUMO

OBJECTIVE: The escalating prevalence of obesity has led to an increase in the blood pressure of children and adolescents. This works aims to assess the relation between blood pressure and obesity in school children of Santos. METHODS: We performed a cross-sectional study in two phases. In a first screening we measured blood pressure and performed anthropometric evaluation of 7.440 children (9.0 +/- 1.1 years, 3891 or 52% of girls). Then a sample, including 1.713 children (9.7 +/- 1.1 years, 826 or 48% of girls), among those who presented with blood pressure equal to or above the 90 percentile in the screening phase was selected and visited again for new blood pressure and anthropometric measurements. In both phases of the study we considered as high blood pressure those values equal to or higher than the 95 percentile for the gender and stature of each individual. RESULTS: In the screening phase 1.123/7.440 (15%) of children presented high blood pressure; obese children presented an increased frequency of high blood pressure (OR = 3.7 95% CI=3.2 4.3). In the second phase 43/1.713 (2.7%) presented high blood pressure; obese children again presented an increased frequency of high blood pressure (OR = 1.5 95% CI=1.2 1.8). Moreover we observed a progressive rise of systolic blood pressure parallel to the BMI at all intervals of BMI and not only in obese children. CONCLUSION: Our work reinforces data in literature suggesting increased risk of high blood pressure among obese children. Increase in blood pressure may be cumulative with BMI rise, not only in obese children.


Assuntos
Índice de Massa Corporal , Hipertensão/epidemiologia , Programas de Rastreamento , Obesidade/epidemiologia , Análise de Variância , Pressão Sanguínea , Determinação da Pressão Arterial , Brasil/epidemiologia , Criança , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Hipertensão/complicações , Masculino , Obesidade/complicações , Prevalência , Instituições Acadêmicas/estatística & dados numéricos , Estudantes
17.
Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) ; 53(5): 426-432, set.-out. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-465264

RESUMO

OBJETIVO: O crescimento na prevalência da obesidade aumentou a freqüência de pressão elevada em crianças. O objetivo do presente trabalho é avaliar a relação da pressão arterial com a obesidade em escolares do município de Santos. MÉTODOS: Realizamos estudo transversal em duas etapas, sendo uma fase de triagem, envolvendo avaliação antropométrica e medida de pressão em 7.440 crianças (9,0 ± 1,1 anos, 3.891 ou 52 por cento de meninas). Uma amostra de 1.713 indivíduos (9,7 ± 1,1 anos, 826 ou 48 por cento de meninas) dentre os que, na triagem, apresentaram a pressão arterial em nível igual ou superior ao percentil 90 foi revisitada um ano mais tarde e novas medidas foram realizadas. Nas duas fases do estudo, consideramos pressão elevada os valores iguais ou maiores que o percentil 95 de pressão para o sexo e a estatura. RESULTADOS: Na triagem 1.123/7.440 (15 por cento) crianças apresentaram pressão elevada; crianças obesas apresentaram pressão elevada mais freqüentemente (OR = 3,7 95 por cento IC=3,2 a 4,3). Na segunda fase, 43/1.713 (2,7 por cento) apresentaram pressão elevada e novamente a presença de obesidade conferiu maior risco para pressão elevada (OR=1,5 95 por cento IC=1,2 a 1,8). Além disso, observamos aumento da PA sistólica de acordo com a massa corporal na totalidade dos intervalos de IMC estudados e não apenas após a instalação da obesidade. CONCLUSÃO: Nosso estudo reforça os dados que sugerem aumento no risco de pressão elevada em crianças obesas. Para a pressão sistólica, o incremento de pressão parece ser cumulativo de acordo com o aumento do IMC, mesmo em crianças não obesas.


OBJECTIVE: The escalating prevalence of obesity has led to an increase in the blood pressure of children and adolescents. This works aims to assess the relation between blood pressure and obesity in school children of Santos. METHODS: We performed a cross-sectional study in two phases. In a first screening we measured blood pressure and performed anthropometric evaluation of 7.440 children (9.0 ± 1.1 years, 3891 or 52 percent of girls). Then a sample, including 1.713 children (9.7 ± 1.1 years, 826 or 48 percent of girls), among those who presented with blood pressure equal to or above the 90 percentile in the screening phase was selected and visited again for new blood pressure and anthropometric measurements. In both phases of the study we considered as high blood pressure those values equal to or higher than the 95 percentile for the gender and stature of each individual. RESULTS: In the screening phase 1.123/7.440 (15 percent) of children presented high blood pressure; obese children presented an increased frequency of high blood pressure (OR = 3.7 95 percent CI=3.2 4.3). In the second phase 43/1.713 (2.7 percent) presented high blood pressure; obese children again presented an increased frequency of high blood pressure (OR = 1.5 95 percent CI=1.2 1.8). Moreover we observed a progressive rise of systolic blood pressure parallel to the BMI at all intervals of BMI and not only in obese children. CONCLUSION: Our work reinforces data in literature suggesting increased risk of high blood pressure among obese children. Increase in blood pressure may be cumulative with BMI rise, not only in obese children.


Assuntos
Criança , Feminino , Humanos , Masculino , Índice de Massa Corporal , Hipertensão/epidemiologia , Programas de Rastreamento , Obesidade/epidemiologia , Análise de Variância , Pressão Sanguínea , Determinação da Pressão Arterial , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Hipertensão/complicações , Obesidade/complicações , Prevalência , Estudantes , Instituições Acadêmicas/estatística & dados numéricos
18.
Rev. bras. med. esporte ; 13(4): 251-253, jul.-ago. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-476272

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi verificar a ocorrência de lesões relatadas por surfistas profissionais brasileiros, integrantes do circuito brasileiro. O estudo foi realizado durante a etapa do Campeonato Brasileiro de Surfe Profissional masculino, realizado em Maresias, São Sebastião, SP, em junho de 2005. Participaram do estudo 32 surfistas profissionais; cada participante respondeu a um questionário sobre as lesões que havia sofrido durante a prática do esporte. Foram encontradas 112 lesões entre todos os participantes do estudo. O ferimento corto-contuso foi a lesão de maior ocorrência, 38 (33,9 por cento); seguido das entorses, 29 (25,9 por cento); das contusões, 16 (14,2 por cento); estiramentos musculares, 14 (12,5 por cento); queimaduras, 9 (8,0 por cento); fraturas, 6 (5,3 por cento). Concluímos que a maioria das lesões ocorreu durante manobras, no contato com a prancha e com o fundo, sugerindo que os fatores extrínsecos inerentes a esse esporte são potencialmente lesivos para os atletas.


The aim of this study was to verify the occurrence of injuries in Brazilian professional surfers who took part in one of the stages of the Professional Brazilian Surf Championship for men. There were 32 professional surfers participating in the study and each one of them filled in a questionnaire about the injuries they had suffered during the surf practice. There were found 112 injuries among all the participants of the study. Lacerations/cuts was the most frequent injury, 38 (33.9 percent); followed by sprains, 29 (25.9 percent); contusions, 16 (14.2 percent); strains, 14 (12.5 percent); burns, 9 (8.0 percent); fractures, 6 (5.3 percent). We conclude that most of the injuries were originated by trauma, suggesting that the extrinsic factors inherent to this sport are potentially harmful to the athletes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Esportes , Traumatismos em Atletas/classificação , Traumatismos em Atletas/epidemiologia
19.
Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr ; 32(3): 79-94, 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-882116

RESUMO

The proved relationship between nutrition and sports performance is specially important during adolescence. This is due to the higher nutritional intakes required for the growth and development of adolescents together with the characteristic energy expenditure in sports. This phase of life is very propitious to developing unhealthy nutrition habits, associated to a lack of knowledge about food consumption and nutrition. That is the reason why the role of nutritional orientation is so important for adolescent athletes. Their ideal nutrition should be adjusted to the competition periods, besides providing specially the adequate supply of liquids, proteins and energy. Insufficient energy consumption might have serious implications for these individuals, such as low height, delayed pubertal development, micronutrients deficiency, dehydration, menstrual irregularities, bone alterations, higher incidence of lesions and higher risk of developing eating disorders. Female athletes are more vulnerable to a simultaneous manifestation of eating disorders, amenorrhea and osteoporosis, the so-called female athlete triad. This syndrome is more frequent among those who practice sports that require a slim body and among those under tough influence and demand from their parents, coaches or even themselves. For this reason, the role of nutritional education is extremely important for health during adolescence, aiming at guaranteeing an adequate growth and development. It is also essential for a good sports performance through a balanced dietary intake and the acquisition of healthy nutrition habits that should remain in adult life


La relación comprobada entre alimentación y desempeño deportivo requiere una atención especial durante la adolescencia. Esto por que alas exigencias nutricionales aumentadas de esa fase del crecimiento y desarrollo intensos, se suman las necesidades energéticas de la actividad deportiva. Además, esta fase de la vida es muy vulnerable a la adopción de prácticas alimentares poco saludables, asociadas a grandes conocimiento sobre alimentación y nutrición. Por tanto, el papel de la orientación nutricional para atletas adolescentes es fundamental. La alimentación ideal debe ajustarse a las fases de la competición para garantizar especialmente el aporte adecuado de líquidos, proteínas y energía. Consumo energético insuficiente puede promover serias consecuencias en esta población, tales como: baja estatura, retardo puberal, deficiencia de micronutrientes, deshidratación, irregularidade menstrual, alteraciones óseas, mayor incidência de lesiones y mayor riesgo de surgimiento de disturbios alimentares. Atletas adolescentes de sexo femenino son más susceptibles a la manifestación simultánea de distúrbios alimentares, amenorrea y osteoporosis, llamada triade del atleta. Este síndrome es más frecuente en la practica de deportes que exigen un biótipo delgado y entre niñas sometidas a influencias y exigencias de los padres, entrenadores, o,incluso, por autoexigencia. Luego, el papel de la ducación nutricional es de suma importância para la salud durante la adolescencia como garantía para un crecimiento y desarrollo adecuado y un buen desempeño deportivo através no solamente de una alimentación equilibrada sino también del estímulo para aquisición de hábitos alimentares saludables que se conservarán en la vida adulta


A relação comprovada entre a alimentação e o desempenho esportivo merece destaque especial, na fase da adolescência. Tal fato, justifica-se pelas maiores necessidades nutricionais exigidas para o crescimento e desenvolvimento do adolescente que são somadas ao gasto energético próprio do esporte. Esse estágio de vida é muito vulnerável ao desenvolvimento de práticas alimentares pouco saudáveis, as quais se associam a um grande desconhecimento sobre alimentação e nutrição. Dessa forma, deve ser ressaltado o papel da orientação nutricional adequada para atletas adolescentes. A alimentação ideal destes deve ser adaptada às fases de competição, além de garantir em especial o suprimento adequado de líquidos, proteína e energia. O consumo energético insuficiente pode ter sérias implicações nesses indivíduos, como desenvolvimento de baixa estatura, atraso puberal, deficiência de micronutrientes, desidratação, irregularidade menstrual, alterações ósseas, maior incidência de lesões e maior risco de aparecimento de distúrbios alimentares. Atletas adolescentes do sexo feminino são mais suscetíveis à manifestação simultânea de distúrbios alimentares, amenorreia e osteoporose, a chamada tríade da atleta. Esta síndrome é mais comum entre as praticantes de esportes que exigem um biótipo caracterizado pela magreza e entre aquelas submetidas a fortes influências e exigências de pais, treinadores ou mesmo das próprias atletas. Logo, o papel da educação nutricional é de suma importância para a saúde durante a adolescência, no intuito de garantir um crescimento e desenvolvimento adequados, bem como um bom desempenho esportivo por meio de uma alimentação equilibrada e do estímulo à adoção de hábitos alimentares saudáveis e a manutenção destes na vida adulta


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Síndrome da Tríade da Mulher Atleta/dietoterapia , Síndrome da Tríade da Mulher Atleta/metabolismo , Síndrome da Tríade da Mulher Atleta/prevenção & controle , Comportamento Alimentar
20.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 6(3): 243-247, set.-dez. 2006. graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-455403

RESUMO

Objetivo: Avaliar, comparativamente, as propriedades físicasde solubilidade, desintegração e escoamento dos seguintescimentos endodônticos: SEALAPEX , PULP CANALSEALER , TUBLISEAL , AH PLUS , AH 26 , TOP SEAL ,SEALER PLUS , SEALER 26 e ENDOFILL . Método: Ametodologia empregada foi a preconizada pela norma ISO6786, que avalia as propriedades físico-químicas dos materiaisendodônticos, sendo utilizado 5 corpos de prova para cadateste. Resultados: Em relação à solubilidade, em ordemdecrescente, têm-se os seguintes cimentos: ENDOFILL ,SEALAPEX , PULP CANAL SEALER , AH 26 , TUBLISEAL ,SEALER PLUS , AH PLUS , TOP SEAL e SEALER 26 , ondea diferença foi estatisticamente significante ao nível de 1 por cento.Entre o TOP SEAL e o SEALER 26 , não houve diferençaestatisticamente significativa. Nenhum dos cimentos sofreudesintegração Quanto ao escoamento, observou-se, em ordemdecrescente, o TUBLISEAL , seguido do ENDOFILL ,SEALAPEX , PULP CANAL SEALER , AH PLUS , TOPSEAL , AH 26 , SEALER 26 e SEALER PLUS , cuja diferençafoi estatisticamente significante ao nível de 1 por cento. Conclusão:Quanto a solubilidade, somente o SEALAPEX e ENDOFILLapresentaram um limite superior ao estipulado pelo ISO 6786.


Assuntos
Cavidade Pulpar/lesões , Cimentos Dentários , Materiais Dentários , Estatísticas não Paramétricas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA