Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo ; 30(2): 72-8, mar.-abr. 1988. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-53152

RESUMO

A imunoeletroforese cruzada (IEC) foi utilizada para a detecçäo do antígeno polissacarídico circulante anódico (AgCA) do Schistosoma mansoni, livre e complexado, em soro de hamsters infectados. O AgCA foi também pesquisado em soros humanos de 7 pacientes na fase aguda e de 23 na fase crónica da infecçäo. Foram estabelecidas as condiçöes para isolamento e determinaçäo do AgCA complexado. A sensibilidade da técnica foi aumentada pela incorporaçäo de polietilenoglicol a 2% à agarose e realizaçäo da corrida eletroforética a 4-C. O AgCA livre foi detectado em 12 e o complexado em 30 dos 37 soros de hamsters analisados. Foi observada correlaçäo entre AgCA (livre e complexado) e carga parasitária. O AgCA näo foi detectado, nas condiçöes experimentais utilizadas, nas amostras de soro humano de 7 pacientes na fase aguda e de 23 na fase crônica da infecçäo


Assuntos
Cricetinae , Animais , Antígenos de Protozoários/análise , Imunoeletroforese , Schistosoma mansoni/imunologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...