Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
RGO (Porto Alegre) ; 66(1): 101-105, Jan.-Mar. 2018. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-896056

RESUMO

ABSTRACT The aim of this study was to report two cases of newborns with natal and neonatal teeth. Case 1 - a female child presented a natal tooth in the region of lower central incisors since birth. Mother's child reported a family history of this feature. Since the tooth did not present either mobility, prevent breastfeeding, cause discomfort to the child or hurt mother's breast, it was chosen for its maintenance and monitoring. Case 2 - a male child presented, during the first two weeks of life, the eruption of two neonatal teeth in the region of lower central incisors. During the interview, his mother reported no familiar history of this condition. Because the teeth has tapered edges, causing the Riga-Fede's disease, impairing breastfeeding, causing discomfort to the child and injuring the mother's breast, it was decided for its extraction. It may be concluded that the presence of natal and neonatal teeth represent a rare condition that requires further studies to confirm its etiology. Therapeutic approaches must be preceded by a careful clinical evaluation since, as it was seen in this report, both cases were submitted to different treatments showing good evolution.


RESUMO O objetivo deste estudo foi relatar dois casos clínicos de recém-nascidos que apresentaram dentes natais e neonatais. Caso 1 - criança do gênero feminino, apresentou ao nascimento, um dente natal na região de incisivos centrais inferiores. Durante a anamnese, a mãe relatou histórico familiar desta alteração. Devido o elemento dentário não apresentar mobilidade, não impedir a amamentação, não causar desconforto à criança e não ferir a mama da mãe, optou-se pela sua manutenção e acompanhamento. Caso 2 - criança do gênero masculino, apresentou na primeira quinzena de vida, o irrompimento de dois dentes neonatais na região de incisivos centrais inferiores. Durante a anamnese, a mãe relatou não haver histórico familiar desta alteração. Devido a esses elementos dentários apresentarem bordas afiladas, causando a doença de Riga-Fede, comprometerem a amamentação, causarem desconforto à criança e ferirem a mama da mãe, optou-se pela sua exodontia. Conclui-se que a presença de dentes natais e neonatais é uma condição rara e mais estudos são necessários para se confirmar sua etiologia. As abordagens terapêuticas devem seguir uma criteriosa avaliação clínica, pois, como visto neste relato, os dois casos foram submetidos a diferentes tratamentos e ambos apresentaram boa evolução.

2.
Pediatr. mod ; 50(11)nov. 2014.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-740850

RESUMO

Objetivos: Fazer uma análise da morbimortalidade entre os recém-nascidos (RNs) de muito baixo peso admitidos em UTIN de um hospital geral do Interior do Estado do Paraná. Métodos: Estudo de coorte observacional descritivo de recém-nascidos admitidos na UTIN do Hospital Bom Jesus de Toledo - PR, entre abril/2000 e agosto/2010. Foram incluídos todos os RNs com peso ? 1.500 gramas e divididos em dois grupos: RNs de extremo baixo peso e RNs de muito baixo peso. Foi analisada e comparada a morbimortalidade entre os dois grupos. Resultados: Na população estudada, 337(21,7%)RNs foram classificados como de muito baixo peso (RNMBP), sendo 122 (7,9 %) RNs de extremo baixo peso. Síndrome do desconforto respiratório foi a patologia mais frequente, diagnosticada em 227 RNMBP(67,3%). A sepse foi o segundo diagnóstico mais comum, sendo a sepse precoce mais prevalente em RNs de extremo baixo peso (57,5%). Persistência do ducto arterioso, enterocolite necrosante e hemorragia intracraniana/intraventricular tiveram incidências semelhantes nos dois subgrupos. A displasia broncopulmonar ocorreu em 68 pacientes do grupo e foi mais prevalente no subgrupo de RNs de extremo baixo peso (35,2%). A mortalidade da amostra foi de 23,4% (78 pacientes). Conclusões: Apesar dos avanços na terapia intensiva, a prematuridade e suas consequências ainda constituem um desafio para médicos pediatras. Síndrome do desconforto respiratório e sepse foram as morbidades mais frequentes nos grupos estudados.

3.
Rev Bras Ter Intensiva ; 26(2): 169-75, 2014.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-25028952

RESUMO

OBJECTIVE: This study sought to assess the influence of prone positioning on the stress of newborn premature infants through the measurement of the salivary cortisol concentration and the evaluation of physiological and behavioral responses before and after changes in body positioning. METHODS: Saliva samples were collected from newborn infants at two different times: the first (corresponding to the baseline) after a period of 40 minutes during which the infants were not subjected to any manipulation and were placed in the lateral or supine position, and the second 30 minutes after placement in the prone position. Variables including heart rate, respiratory rate, peripheral oxygen saturation, and the Brazelton sleep score were recorded before, during, and at the end of the period in the prone position. RESULTS: The sample comprised 16 newborn premature infants (56.3% male) with a gestational age between 26 and 36 weeks, postnatal age between 1 and 33 days, birth weight of 935 to 3,050g, and weight at the time of intervention of 870 to 2,890g. During the intervention, six participants breathed room air, while the remainder received oxygen therapy. The median salivary cortisol concentration was lower in the prone position compared to baseline (0.13 versus 0.20; p=0.003), as was the median Brazelton sleep score (p=0.02). The average respiratory rate was lower after the intervention (54.88±7.15 versus 60±7.59; p=0.0004). The remainder of the investigated variables did not exhibit significant variation. CONCLUSION: Prone positioning significantly reduced the salivary cortisol level, respiratory rate, and Brazelton sleep score, suggesting a correlation between prone positioning and reduction of stress in preterm infants.


Assuntos
Hidrocortisona/metabolismo , Taxa Respiratória/fisiologia , Saliva/metabolismo , Estresse Fisiológico/fisiologia , Feminino , Idade Gestacional , Humanos , Recém-Nascido , Recém-Nascido Prematuro , Masculino , Oxigênio/metabolismo , Posicionamento do Paciente , Projetos Piloto , Decúbito Ventral/fisiologia , Sono/fisiologia
4.
Rev. bras. ter. intensiva ; 26(2): 169-175, Apr-Jun/2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-714833

RESUMO

Objetivo: Avaliar a influência da postura em prona sobre o estresse no recém-nascido prematuro por meio da dosagem do cortisol salivar e da avaliação das respostas fisiológicas e comportamentais, antes e após o posicionamento. Métodos: Foi realizada a coleta de saliva em cada recém-nascido em dois momentos: o primeiro (correspondente ao basal), sem manipulação prévia por 40 minutos, em decúbito lateral ou supino; e o segundo, 30 minutos após o posicionamento em prona. A frequência cardíaca e respiratória, saturação periférica de oxigênio e escala de sono de Brazelton foram registradas antes, durante e ao final do posicionamento em prona. Resultados: Participaram do estudo 16 recém-nascidos prematuros (56,3% masculino) com idade gestacional de 26 a 36 semanas, com 1 a 33 dias de vida, e peso variando de 935 a 3.050g ao nascimento e de 870 a 2.890g no dia da intervenção. Durante o posicionamento, seis recém-nascidos estavam em ar ambiente e os demais recebiam oxigênio suplementar. A mediana dos níveis de cortisol salivar foi menor durante o posicionamento em prona comparativamente ao basal (0,13 e 0,20; p=0,003), assim como a do escore de sono de Brazelton (p=0,02). A média da frequência respiratória foi menor após a intervenção (54,88±7,15 e 60±7,59; p=0,0004). As demais variáveis analisadas não apresentaram variação significativa. Conclusão: O posicionamento em prona diminuiu significativamente os níveis de cortisol salivar, da frequência respiratória e do escore de sono de Brazelton, sugerindo a correlação entre essa postura e a diminuição do estresse nesses recém-nascidos. .


Objective: This study sought to assess the influence of prone positioning on the stress of newborn premature infants through the measurement of the salivary cortisol concentration and the evaluation of physiological and behavioral responses before and after changes in body positioning. Methods: Saliva samples were collected from newborn infants at two different times: the first (corresponding to the baseline) after a period of 40 minutes during which the infants were not subjected to any manipulation and were placed in the lateral or supine position, and the second 30 minutes after placement in the prone position. Variables including heart rate, respiratory rate, peripheral oxygen saturation, and the Brazelton sleep score were recorded before, during, and at the end of the period in the prone position. Results: The sample comprised 16 newborn premature infants (56.3% male) with a gestational age between 26 and 36 weeks, postnatal age between 1 and 33 days, birth weight of 935 to 3,050g, and weight at the time of intervention of 870 to 2,890g. During the intervention, six participants breathed room air, while the remainder received oxygen therapy. The median salivary cortisol concentration was lower in the prone position compared to baseline (0.13 versus 0.20; p=0.003), as was the median Brazelton sleep score (p=0.02). The average respiratory rate was lower after the intervention (54.88±7.15 versus 60±7.59; p=0.0004). The remainder of the investigated variables did not exhibit significant variation. Conclusion: Prone positioning significantly reduced the salivary cortisol level, respiratory rate, and Brazelton sleep score, suggesting a correlation between prone positioning and reduction of stress in preterm infants. .


Assuntos
Feminino , Humanos , Recém-Nascido , Masculino , Hidrocortisona/metabolismo , Taxa Respiratória/fisiologia , Saliva/metabolismo , Estresse Fisiológico/fisiologia , Idade Gestacional , Recém-Nascido Prematuro , Oxigênio/metabolismo , Posicionamento do Paciente , Projetos Piloto , Decúbito Ventral/fisiologia , Sono/fisiologia
5.
Pediatr. mod ; 49(5)maio 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-691725

RESUMO

Objetivos: Verificar o comportamento sexual de adolescentes matriculados em escolas públicas de ensino médio do município de Cascavel - PR. Métodos: Foi aplicado um questionário a 304 alunos do ensino médio de três escolas públicas, de ambos os sexos e a idade variou de 14 a 21anos. Resultados: Dos 304 questionários respondidos, 78% (n=237) já tiveram aula sobre sexualidade e 42% já foram à consulta médica para terem seus órgãos genitais examinados. A média de idade da primeira relação foi 15,1 anos. O tipo de prática sexual prevalente foi o vaginal (49%). Os adolescentes mantiveram a relação com namorado em 38,7% dos casos e o método contraceptivo mais utilizado foi o preservativo masculino (61,8%). Dos alunos, 61,8% (n=188) conheciam algum método de contracepção de emergência, principalmente através de amigos (42%). Dos 304 adolescentes, 23,7% (n=72) usaram contracepção de emergência; 58,3% adquiriram o método contraceptivo na farmácia e 20,8% com o parceiro. O motivo prevalente para seu uso foi o rompimento do preservativo, em 51,4% dos casos. Atualmente, 63% do total não utilizam método de anticoncepção como pílula, injeção ou contracepção de emergência e, frente à ausência de preservativos, 36,5% não teriam relação. Conclusão: Os resultados mostraram que a escola é um importante local para ensino sobre sexualidade e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). O meio prevalente de conhecimento da contracepção de emergência foram os amigos e não a escola. Outro dado preocupante na pesquisa foi a "não utilização de métodos contraceptivos atualmente", o que revela a necessidade de maior atenção neste aspecto...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Adolescente , Anticoncepção , Comportamento Sexual
6.
Pediatr. mod ; 49(3)mar. 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-691732

RESUMO

Objetivo: Analisar a prevalência do consumo de substâncias psicoativas em uma amostra de adolescentes de três escolas públicas do município de Cascavel - Paraná. Métodos: Foi aplicado um questionário a 242 estudantes do ensino médio, de 14 a 21 anos de idade, de ambos os sexos. Resultados: A idade média dos entrevistados foi de 17,5 (14 a 21) anos. Notou-se que 62,8% já haviam feito uso de substância psicoativa alguma vez na vida, sendo o álcool a mais utilizada (75,6%). Dos que ainda fazem uso de substância psicoativa (44,6%), a mais usada continua sendo o álcool (70,3%), seguida do narguilé, cigarro e maconha, com 60,1%, 38,8% e 15,7%, respectivamente. Desses, a maioria se consideram usuários ocasionais (65,7%). Em relação à idade de início do uso, a média foi de 14 anos. De todos os entrevistados, 80,5% referem não fumar. Além disso, 49,7% dos entrevistados responderam ter tabagista na família. Observou-se que 187(77,2%) dos 242 jovens entrevistados mencionaram praticar algum tipo de esporte. Conclusão: Notou-se que dos estudantes que fizeram uso de substância psicoativa alguma vez na vida, o álcool foi a mais utilizada. Com relação ao tabaco, observou-se que a forma não habitual (narguilé) vem sendo mais utilizada do que a forma convencional de tabagismo entre os adolescentes. A prevenção do consumo dessas substâncias deve ser parte integrante dos cuidados de saúde ao adolescente, seja em serviços de saúde, seja nas escolas e nos lares...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adolescente , Etanol
7.
Ciênc. rural ; 40(5): 1103-1108, maio 2010. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-552134

RESUMO

Os neutrófilos têm papel essencial na defesa do hospedeiro contra infecções. Quando estimulados respondem com aumento do consumo de oxigênio denominado "explosão respiratória", que gera grande quantidade de ânion superóxido e peróxido de hidrogênio, os quais desempenham importante função antimicrobiana, e subsequente degranulação de neutrófilos. Os polímeros são materiais amplamente utilizados em medicina veterinária. Vários estudos vêm sendo realizados na busca de novos polímeros e sua biocompatibilidade para uso médico. Um polímero de amido de mandioca (Manihot esculenta crantz) foi produzido no Laboratório de Química da Universidade Paranaense - Campus Umuarama, com objetivo de analisar a possibilidade de ocorrer degranulação de neutrófilos quando expostos ao amido. Os resultados iniciais mostraram uma ação bioinerte do polímero de amido de mandioca em diferentes concentrações quando colocado junto com neutrófilos. Dessa forma, este material tem aplicação potencial em biomateriais.


The neutrophils play an essential role in host defenses against infection. When stimulated it responds with an increase of consumption of oxygen known as 'respiratory burst', so generating a great quantity of superoxide anion and hydrogen peroxide, which play an important function antimicrobial, and subsequent degranulation of neutrophils. Polymers are materials largely used in veterinary medicine. Several studies have been carried out to find new polymers and their biocompatibility to medical use. One polymer of cassava's starch (Manihot esculenta crantz) was developed at the Paranaense University's Laboratory of Chemistry - Campus Umuarama City, aiming to analyze the neutrophils degranulation after exposition to this starch. The early results showed a bioinert action of the polymer of cassava's starch on different concentrations when it was in contact with neutrophils. Thus, this material is potentially indicated as biomaterial.

8.
Pediatr. mod ; 38(10): 485-486, out. 2002. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-501175
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA