Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Saúde Soc ; 20(4): 1033-1045, out.-dez. 2011.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-64454

RESUMO

Embora a política de saúde bucal no Município de Diadema, SP, no período de 1972 a 2007, objeto deste artigo, tenha acompanhado o processo de transformação das práticas do setor no Brasil, sua evolução nesta cidade industrial na Região Metropolitana da Grande São Paulo foi marcada pela singularidade do processo histórico local. Neste artigo analisa-se essa evolução, relacionando-a com o processo de lutas sociais que levou à criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e com as políticas nacionais, estaduais e municipais de saúde bucal. Trata-se de um estudo qualitativo do tipo exploratório. Os dados foram obtidos em documentos oficiais e fontes bibliográficas variadas e por meio de entrevistas semiestruturadas com prefeitos, secretários municipais de saúde, coordenadores de saúde bucal e cirurgiões dentistas que vivenciaram as diversas fases das políticas de saúde bucal no município. Identificam-se as características mais marcantes na organização das práticas assistenciais em saúde desenvolvidas na cidade, localizando-as no cenário estadual e nacional. Conclui-se que, não obstante a consolidação da inserção da saúde bucal no SUS e a experiência adquirida no Município com a gestão dessa modalidade assistencial, também em Diadema observam-se dificuldades para superar o modelo de atenção focado nos grupos populacionais tradicionalmente priorizados, com destaque para escolares, pré-escolares e bebês. Nesse sentido, Diadema compartilha com os demais municípios brasileiros o desafio de reestruturar a atenção básica em saúde bucal, superar o tradicional modelo da odontologia escolar e criar novas possibilidades, como a abordagem familiar, com a finalidade de assegurar a universalidade e a integralidade da atenção.(AU)


Assuntos
Política de Saúde , 36397 , Saúde Bucal , Assistência Odontológica , Sistema Único de Saúde , Assistência Odontológica para Idosos , Pesquisa Qualitativa
2.
Saúde Soc ; 20(4): 1033-1045, out.-dez. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-604784

RESUMO

Embora a política de saúde bucal no Município de Diadema, SP, no período de 1972 a 2007, objeto deste artigo, tenha acompanhado o processo de transformação das práticas do setor no Brasil, sua evolução nesta cidade industrial na Região Metropolitana da Grande São Paulo foi marcada pela singularidade do processo histórico local. Neste artigo analisa-se essa evolução, relacionando-a com o processo de lutas sociais que levou à criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e com as políticas nacionais, estaduais e municipais de saúde bucal. Trata-se de um estudo qualitativo do tipo exploratório. Os dados foram obtidos em documentos oficiais e fontes bibliográficas variadas e por meio de entrevistas semiestruturadas com prefeitos, secretários municipais de saúde, coordenadores de saúde bucal e cirurgiões dentistas que vivenciaram as diversas fases das políticas de saúde bucal no município. Identificam-se as características mais marcantes na organização das práticas assistenciais em saúde desenvolvidas na cidade, localizando-as no cenário estadual e nacional. Conclui-se que, não obstante a consolidação da inserção da saúde bucal no SUS e a experiência adquirida no Município com a gestão dessa modalidade assistencial, também em Diadema observam-se dificuldades para superar o modelo de atenção focado nos grupos populacionais tradicionalmente priorizados, com destaque para escolares, pré-escolares e bebês. Nesse sentido, Diadema compartilha com os demais municípios brasileiros o desafio de reestruturar a atenção básica em saúde bucal, superar o tradicional modelo da odontologia escolar e criar novas possibilidades, como a abordagem familiar, com a finalidade de assegurar a universalidade e a integralidade da atenção.


Assuntos
Assistência Odontológica , Política de Saúde , Saúde Bucal , Estratégias de Saúde Nacionais , Serviços de Saúde Escolar , Sistema Único de Saúde , Assistência Odontológica para Idosos , Pesquisa Qualitativa
3.
São Paulo; s.n; 2008. 143 p. mapas, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-500937

RESUMO

O presente estudo se ocupa da implantação e evolução das políticas de saúde bucal no Município de Diadema (SP), no período de 1972 a 2007, onde se observa o processo de transformação das práticas, da odontologia escolar até a abordagem familiar, com avanços e limitações. Analisa a evolução histórica do Sistema Único de Saúde (SUS) e das políticas nacionais, estaduais e municipais de saúde bucal. Trata-se um estudo qualitativo do tipo exploratório, conduzido por meio de análise bibliográfica documental e de entrevistas semi-estruturadas. Foram analisados documentos oficiais do município de Diadema e entrevistas realizadas com os prefeitos, secretários municipais de saúde, coordenadores de saúde bucal e cirurgiões dentistas que vivenciaram as diversas fases e políticas de saúde bucal no município. Busca identificar suas características inovadoras na organização das práticas assistenciais em saúde, enfatizando neste contexto a saúde bucal. Apresenta os resultados obtidos no período considerado, discutindo a política municipal de saúde bucal, localizando a posição da cidade no cenário estadual e nacional e identificando aspectos relacionados às perspectivas da saúde bucal em Diadema.


Assuntos
Odontologia , Saúde da Família , Saúde Bucal , Odontologia Preventiva , Sistema Único de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...