Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Col. Bras. Cir ; 40(3): 215-220, maio-jun. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-680936

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a expressão da Proteína Acídica Fibrilar Glial após a injúria por isquemia-reperfusão. MÉTODOS: vinte e quatro ratos foram distribuídos em quatro grupos: Controle, submetidos à anestesia e biópsia hepática; Simulação, injeção de heparina através da veia cava e dissecção do pedículo hepático superior, biópsia após 24 horas; Isquemia 30 minutos, mesmo procedimento do grupo Simulação, acrescido de clampeamento do pedículo hepático superior por 30 minutos; Isquemia 90 minutos, mesmo procedimento do grupo Isquemia 30 minutos, porém com período de clampeamento de 90 minutos. Após 24 horas de observação, os animais foram submetidos à laparotomia e seus fígados avaliados macroscopicamente, microscopicamente, por coloração de Hematoxilina-Eosina (HE) e submetidos à análise da expressão da GFAP por Western Blotting. RESULTADOS: Não se observou diferença no aspecto macroscópico dos fígados entre os diferentes grupos experimentais, tendo todos evidenciado morfologia normal. A análise por HE não evidenciou diferenças significativas, no que diz respeito à morfologia lobular. Por outro lado, nos grupos isquemia, foram encontrados infiltrados neutrofílicos e pequenas áreas de necrose. A expressão de GFAP foi semelhante em todos os grupos, seja qualitativamente quanto quantitativamente. CONCLUSÃO: A expressão da Proteína Acídica Fibrilar Glial não se alterou em nosso modelo de isquemia-reperfusão.


OBJECTIVE: To evaluate the expression of Glial Fibrillary Acidic Protein (GFAP) after ischemia-reperfusion injury. METHODS: twenty four rats were divided into four groups: Control, submitted to anesthesia and liver biopsy; Sham, receiving injection of heparin through the vena cava and hepatic pedicle dissection, with liver biopsy after 24 hours; Ischemia-30, the same as Sham group, plus hepatic pedicle clamping for 30 minutes; and Ischemia-90, the same procedure of Ischemia-30 group, but with clamping period of 90 minutes. After 24 hours of observation, the animals underwent laparotomy and we evaluated their livers macroscopically, microscopically by hematoxylin-eosin (HE) and analyzed the expression of GFAP by Western Blotting. RESULTS: There was no difference in the gross appearance of the livers between the different experimental groups, all having demonstrated normal morphology. HE analysis showed no significant differences with respect to lobule morphology. On the other hand, in the ischemia groups we observed neutrophilic infiltrates and small areas of necrosis. GFAP expression was similar in all groups, either qualitatively and quantitatively. CONCLUSION: The expression of Glial Fibrillary Acidic Protein did not change in our model of ischemia-reperfusion.


Assuntos
Animais , Ratos , Proteína Glial Fibrilar Ácida/biossíntese , Fígado/irrigação sanguínea , Traumatismo por Reperfusão/metabolismo , Biomarcadores/análise , Proteína Glial Fibrilar Ácida/análise , Fígado/química , Ratos Wistar
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...