Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 11 de 11
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 57(1): 58-62, jan.-fev. 2003. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-336301

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi avaliar a açäo de duas gomas de mascar com flúor (Max Fluor e Fluorette) nos níveis salivares de Streptococcus mutans, na reduçäo do acúmulo de placa bacteriana, recuperaçäo do pH da placa e liberaçäo de flúor na saliva. A amostra foi composta por 25 indivíduos, de ambos os sexos, que fizeram uso das gomas fluoretadas durante 3 dias. Nos resultados obtidos, somente a goma de mascar Fluorette reduziu uma reduçäo de tempo significativa na recuperaçäo do pH e manteve a liberaçäo de flúor na cavidade bucal por até 30 minutos. A Max Fluor liberou todo seu flúor nos 5 minutos iniciais de mastigaçäo. Näo houve diferença significativa para o número de unidades formadoras de colônias (UFC) de Streotpcoccus mutans com o uso das gomas estudadas


Assuntos
Goma de Mascar , Flúor , Placa Dentária , Concentração de Íons de Hidrogênio , Saliva , Streptococcus mutans
2.
BCI ; 7(28): 53-8, out.-dez. 2000. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-296736

RESUMO

Este trabalho objetivou estudar o comportamento da gengiva alveolar de quatro pacientes frente aos fios de sutura de poliéster siliconizado, poligliconato, polibutéster e a interferência das bactérias que aderem ao fio no processo de reparaçäo. Os resultados revelaram que o fio de polibutéster foi o que provocou reaçäo inflamatória de menor intensidade e com processo reparativo mais precoce. O fio de poligliconato foi o que provocou reaçäo inflamatória mais intensa. Já o fio de polibutéster foi o que permitiu menor aderência bacteriana na superfície


Assuntos
Poliésteres/análise , Suturas/microbiologia
3.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 54(1): 25-8, jan.-fev. 2000. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-271403

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito imediato e residual da água e sabäo, do PVP-I degermante, do PVP-I degermante associado ao tópico e da clorexidina sobre o crescimento de Staphylococcus sp coletados das mäos de graduandos da FO/UNESP-Araçatuba. A coleta microbiológica foi realizada antes da degermaçäo, após a degermaçäo e 1h após o uso de luvas. Foi possível concluir que: houve diferença estatisticamente significante entre o grupo água e sabäo e os demais; a lavagem das mäos com água e sabäo näo inibiu o crescimento de Staphylococcus sp imediatamente e 1h depois; o PVP-I degermante impediu o crescimento de Staphylococcus sp no ato de seu uso e permitiu o crescimento em 1 amostra após 1h; a clorexidina degermante e o PVP-I degermante associado ao PVP-I degermante associado ao PVP-I tópico impediram o crescimento de Staphylococcus sp no momento e 1h após seu uso


Assuntos
Povidona-Iodo , Clorexidina , Desinfecção das Mãos , Staphylococcus
4.
Rev. odontol. UNESP ; 25(2): 299-307, jul.-dez. 1996. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-197518

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a suscetibilidade aos antimicrobianos de bactérias anaeróbicas isoladas de canais radiculares de dentes desvitalizados e refratários ao tratamento endodôntico convencional. Vinte isolados de Prevotella intermedia, dezoito de Fusobacterium nucleatum e dez do gênero Peptostreptococcus sp foram submetidos a testes de suscetibilidade pelo método de diluiçäo em ágar. A leitura foi realizada após 48 horas de incubaçäo, em anaerobiose, a 37ºC. Todos os isolados foram sensíveis a cefoxitina, clindamicina, imipenen, lincomicina e metronidazol, enquanto alguns foram resistentes à ampicilina, cefalotina, eritromicina, penicilina G e tetraciclina


Assuntos
Bactérias Anaeróbias , Cavidade Pulpar , Resistência Microbiana a Medicamentos
5.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 49(5): 353-6, set.-out. 1995. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-181077

RESUMO

Analisou-se o efeito da luva de desinfecçäo de alta-rotaçäo sobre o crescimento de bactérias aeróbicas e anaeróbicas facultativas presentes na superfície externa de caneta de alta-rotaçäo utilizada na extraçäo dental em pacientes com terceiro molar incluso. Os autores concluíram que: a) o uso da luva de desinfecçäo descartável impediu o crescimento de bactérias aeróbicas e anaeróbicas facultativas; b) a limpeza da alta-rotaçäo com água e sabäo näo foi suficiente para impedir o crescimento de bactérias aeróbicas e anaeróbicas facultativas; c) a caneta de alta-rotaçäo foi contaminada por bactérias aeróbicas e anaeróbicas facultativas durante cirurgia de extraçäo de terceiros molares inclusos


Assuntos
Equipamentos Odontológicos de Alta Rotação , Desinfecção/métodos
6.
RGO (Porto Alegre) ; 41(3): 135-7, maio-jun. 1993. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-854924

RESUMO

Corpos de prova de filtro Millipore foram contaminados e submetidos a cinco diferentes métodos de esterilização: autoclave, estufa, ultravioleta, formaldeído e álcool 77ºGL, além de um grupo de controle armazenado por 12 horas em frasco estéril, a temperatura ambiente. Os corpos de prova foram, então, inoculados em tubos de ensaio contendo Brain Heart Infusion Broth (BHI) e incubados em estufa a 37ºC para serem efetuadas leituras em 24, 48 e 72 horas. Dentre os métodos testados apenas a estufa e autoclave revelaram-se eficientes na esterilização do filtro Millipore após 72 horas de inoculação


Assuntos
Esterilização/métodos , Filtros Microporos
7.
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-858849

RESUMO

O autor faz um levantamento a respeito da AIDS, abordando o seu histórico e aspectos do vírus HIV, vias de transmissão, ação patogênica e o papel do cirurgião dentista frente aos pacientes, bem como as proteções que, por obrigação profissional, devem ser adotadas com o objetivo de proteger todo o pessoal envolvido no atendimento, inclusive aos demais pacientes


Assuntos
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Infecções
8.
Odontol. mod ; 14(7): 22-6, ago. 1987. tab
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-852365

RESUMO

No presente experimento os autores compararam e discriminaram alguns métodos de esterilização e desinfecção das agulhas para uso odontológico. Agulhas gengival 30G, Mizzy e hipodérmicas foram submetidas, após contaminação por coquetel de microrganismos não esporulados, a esterilização e desinfecção pelos seguintes métodos: calor úmido (autoclave e água em ebulição), calor seco (estufa) e agentes químicos (Germekil, Cidex e álcool). Os resultados demonstraram que os métodos físicos são altamente eficazes quando comparados aos agentes químicos, e que persiste a idéia da inviabilidade da reutilização das agulhas para anestesia na prática rotineira da Odontologia


Assuntos
Desinfecção/métodos , Esterilização/métodos , Agulhas
10.
Rev. odontol. UNESP ; 13(1/2): 99-104, 1984. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-365692

RESUMO

Quarenta e oito ratos albinos, machos, com 15 dias de idade, utilizados para se observar o efeito da cirurgia das glândulas salivares (ablação e ligadura de ductos) e da injeção de tioroxina sobre o ganho de peso corporal, foram divididos em seis grupos de oito animais cada: Controle - Tiroxina; Ducto-atado; Salivariadenoprivo; Ducto-atado + Tiroxina; Salivariadenoprivo + Tiroxina. Os resultados obtidos neste trabalho demonstram que as glândulas salivares possivelmente possuem um fator biológico que parece participar endocrinamente sobre o ganho de peso corporal dos ratos. A sialoadenectomia e a ducto atadura provocam diminuição no ganho de peso (pelo menos até a idade de 39 dias ou 24 dias após a operação). A injeção de tiroxina, na dose de 0,5mcg por via intraperitoneal, não corrige a alteração de ganho de peso corporal os animais sialoadenoprivos e ducto-atados e não aumenta o ganho de peso em animais normais.


Assuntos
Peso Corporal , Glândulas Salivares , Tiroxina
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA