Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. ciênc. saúde ; 24(1): 63-70, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1087533

RESUMO

Objetivo: Avaliar o perfil clínico e bioquímico de pacientes com e sem HPTS. Metodologia:Estudo transversal e analítico realizado com 93 pacientes com DRC em HD. Os pacientes foram alocados em dois grupos: sem HPTS (Paratormônio: < 300pg/mL) e com HPTS (Paratormônio: ≥ 300pg/mL). Foram verificados os dados socioeconômicos por meio de questioná-rio semiestruturado. Os dados bioquímicos e antropométricos foram obtidos por meio do prontuário de cada paciente. Tam-bém foram coletadas informações quanto ao tempo de HD, tabagismo, diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, cardiopatias, atividade física e a razão triglicerídeo/HDL-Coles-terol. Resultados:O gênero feminino apresentou-se prevalente no grupo com HPTS (59,09%, p=0,017). Nos pacientes que não apresentavam HPTS foi detectado maior presença de diabetes mellitus (77,27%, p=0,021). Os pacientes com HPTS diferiram dos pacientes sem HPTS para o hematócrito (p=0,0457), crea-tinina (p=0,0303) e a fosfatase alcalina (p=0,0011). Conclusão:Encontramos diferença ao comparar os grupos quanto aos níveis de hematócrito, creatinina, fósforo e fosfatase alcalina, resultados que podem implicar no estado clínico de indivíduos com HPTS. Essas análises poderão direcionar condutas e estratégias específicas para o acompanhamento da doença e proposta adequada de tratamento, buscando a melhora do quadro clínico e qualidade de vida. (AU)


Objective: To evaluate the clinical and biochemical profile of patients with and without secondary hyperparathyroidism. Methodology: Cross-sectional and analytical study conducted with 93 patients with CKD in HD. The patients were allocated into two groups: without HPTS (Parathyroid hormone: <300pg / mL) and with HPTS (Parathyroid hormone: ≥ 300pg / mL). Socioeconomic data were verified through a semi-structured questionnaire. Biochemical and anthropometric data were obtained from each patient's medical record. Information was also collected regarding HD time, smoking, diabetes mellitus, systemic arterial hypertension, heart disease, physical activity and the triglyceride / HDL-cholesterol ratio. Results: The female gender was prevalent in the group with HPTS (59.09%, p = 0.017). In patients without HPTS, a higher presence of diabetes mellitus was detected (77.27%, p = 0.021). Patients with HPTS differed from patients without HPTS for hematocrit (p = 0.0457), creatinine (p = 0.0303) and alkaline phosphatase (p = 0.0011). Conclusion: We found a difference when comparing the groups regarding hematocrit, creatinine, phosphorus and alkaline phosphatase levels. Results that may imply the clinical status of individuals with HPTS. These analysis may direct specific conducts and strategies for the follow-up of the disease and appropriate treatment proposal, seeking to improve the clinical condition and quality of life. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Diálise Renal , Hiperparatireoidismo , Insuficiência Renal Crônica
2.
Medicina (Ribeiräo Preto) ; 51(3): 189-196, jul.-set. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-979611

RESUMO

Objective: To evaluate anemia as a cause of clinical disability in blood donors in the state of Maranhão- Brazil. Methods: This study addresses a time series of prevalence of anemia among blood donor candidates. Secondary data were collected from the Information System of the Blood Center of Maranhão. Donor candidates were treated between 2001 and 2010. Statistical analysis was performed with Epi Info version 6.04d. Results: The proportion of clinical disability was 16.8% (n = 1,672) and 63.27% (n = 6,198) consisted of men. Considering the unfit group, anemia was the second most frequent cause with 16.68% (n = 16,729). In men, drug use was the most frequent cause of inability (90.94%, n = 650) and anemia was the last cause with 28.76% (n = 458). In women, anemia was the major cause of clinical inability (71.24%, p = 0.000). Conclusion: Anemia is an important cause of inability, and in women it is the first one (AU)


Objetivo: Avaliar a anemia como causa de inaptidão clínica de candidatos a doação de sangue no estado do Maranhão. Métodos: Este estudo trata de uma série temporal da prevalência de anemia entre os candidatos doadores de sangue. Foram coletados dados secundários do Sistema de Informação do Hemocentro do Maranhão. Os candidatos a doação foram atendidos entre os anos de 2001 e 2010. A análise estatística foi realizada com Epi Info versão 6.04d. Os dados foram considerados estatisticamente significativos quando p <0,05. Resultados: A proporção de inaptidão clínica foi de 16,8% (n=1,672) sendo desses 63,27% (n=6,198) eram homens. Considerando-se o grupo de inaptos, a anemia foi a segunda causa mais frequente com 16.68% (n= 16,729). Nos homens, o uso de drogas foi a causa mais frequente de inaptidão (90.94%; n= 650) e a anemia foi a última causa com 28.76% (n=458). Em mulheres a anemia representou a maior causa de inaptidão clínica (71.24%; p=0,000). Conclusão: A anemia configura-se como causa importante de inaptidão, principalmente em mulheres, sendo a primeira (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Doadores de Sangue , Serviço de Hemoterapia , Anemia
3.
Nutr Hosp ; 34(5): 1146-1154, 2017 Oct 24.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29130714

RESUMO

INTRODUCTION: Among the non-pharmacologic measures for the prevention and treatment of cardiovascular diseases (CVD), which are the first cause of death worldwide, the adequate intake of dietary fibers (DF) has shown an important role. OBJECTIVE: To evaluate the association between the intake of DF and the cardio-metabolic risk factors in individuals on a secondary prevention for CVD. METHODS: Transversal study with basal data of the study's DICA Br participants belonging to collaborative centers in the states of Maranhão (MA), Bahia (BA) and Rio de Janeiro (RJ). Sociodemographic and clinical data were used, as well as the daily intake of DF in individuals of both sexes, with age ≥ 45 years and manifest evidence of arteriosclerosis. The association between the intake of dietary fibers and the cardio-metabolic risk factors was obtained through Poisson's regression model. RESULTS: With 141 evaluated individuals, high frequency of non-appropriateness of DF intake was observed. The participants in the centers of RJ (PR = 0.63; CI 95% = 0.49-0.80) and BA (PR = 0.79; CI 95% = 0.66-0.95), former smokers (PR = 0.59; CI 95% = 0.45-0.78) and non-smokers (PR = 0.62; CI 95% = 0.66-0.95) had fewer chances of having non appropriate intake of DF. On the other hand, overweight individuals showed 28.0% more chances of non-appropriate intake of DF. CONCLUSION: Results showed that the majority of the observed population presented non-appropriate intake of DF and that this low intake was significantly associated with overweight, smoking and location of the collaborative center.


Assuntos
Doenças Cardiovasculares/dietoterapia , Doenças Cardiovasculares/prevenção & controle , Fibras na Dieta , Doenças Metabólicas/dietoterapia , Doenças Metabólicas/prevenção & controle , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil , Inquéritos sobre Dietas , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Fatores de Risco , Prevenção Secundária , Fumar , Fatores Socioeconômicos
4.
Nutr. hosp ; 34(5): 1146-1154, sept.-oct. 2017. tab
Artigo em Inglês | IBECS | ID: ibc-167576

RESUMO

Introduction: Among the non-pharmacologic measures for the prevention and treatment of cardiovascular diseases (CVD), which are the first cause of death worldwide, the adequate intake of dietary fibers (DF) has shown an important role. Objective: To evaluate the association between the intake of DF and the cardio-metabolic risk factors in individuals on a secondary prevention for CVD. Methods: Transversal study with basal data of the study’s DICA Br participants belonging to collaborative centers in the states of Maranhão (MA), Bahia (BA) and Rio de Janeiro (RJ). Sociodemographic and clinical data were used, as well as the daily intake of DF in individuals of both sexes, with age ≥ 45 years and manifest evidence of arteriosclerosis. The association between the intake of dietary fibers and the cardio-metabolic risk factors was obtained through Poisson’s regression model. Results: With 141 evaluated individuals, high frequency of non-appropriateness of DF intake was observed. The participants in the centers of RJ (PR = 0.63; CI 95% = 0.49-0.80) and BA (PR = 0.79; CI 95% = 0.66-0.95), former smokers (PR = 0.59; CI 95% = 0.45-0.78) and non-smokers (PR = 0.62; CI 95% = 0.66-0.95) had fewer chances of having non appropriate intake of DF. On the other hand, overweight individuals showed 28.0% more chances of non-appropriate intake of DF. Conclusion: Results showed that the majority of the observed population presented non-appropriate intake of DF and that this low intake was significantly associated with overweight, smoking and location of the collaborative center (AU)


Introducción: entre las medidas no farmacológicas para la prevención y el tratamiento de enfermedades cardiovasculares (ECV), que representan la principal causa de muerte en el mundo, la ingesta adecuada de fibra dietética (FD) ha mostrado desempeñar un papel importante. Objetivo: evaluar la asociación entre el consumo de FD y los factores de riesgo cardiometabólico en pacientes en prevención secundaria de ECV. Métodos: estudio transversal con datos de referencia de los participantes en el estudio DICA Br pertenecientes a los centros examinadores en los estados de Maranhão (MA), Bahía (BA) y Río de Janeiro (RJ). Se utilizaron medidas sociodemográficas, clínicas, conductuales, antropométricas y el consumo diario de FD de individuos de ambos sexos, con edades ≥ 45 años y manifiesta evidencia de aterosclerosis. La asociación entre en el consumo de FD y los factores de riesgo cardiometabólico se obtuvo por el modelo de regresión de Poisson. Resultados: fueron evaluados 141 sujetos y se observó alta frecuencia de consumo insuficiente de FA. Los participantes de los centros de RJ (RP = 0,63; IC 95% = 0,49-0,80), BA (RP = 0,79; IC 95%: 0,66-0,95), los ex fumadores (RP = 0,59; IC 95% = 0,78-0,45) y los no fumadores (OR = 0,62; IC 95%: 0,66-0,95) eran menos propensos a tener un consumo insuficiente FD. Las personas con sobrepeso mostraron un 28,0% más de probabilidades de tener una ingesta inadecuada de FD. Conclusión: los resultados indicaron que la mayoría de la población observada presentaba una ingesta inadecuada de FD y que el consumo bajo se asoció significativamente con el sobrepeso, el tabaquismo y el centro de desarrollo (AU)


Assuntos
Humanos , Fibras na Dieta , Síndrome Metabólica/dietoterapia , Doenças Cardiovasculares/epidemiologia , Doenças Cardiovasculares/prevenção & controle , Prevenção Secundária/métodos , Estudos Transversais/métodos , Antropometria/métodos , Distribuição de Poisson , Sobrepeso/complicações
5.
Sci. med. (Porto Alegre, Online) ; 27(3): ID27369, jul-set 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-849037

RESUMO

OBJETIVOS: Identificar o risco cardiovascular pela razão triglicerídeo/colesterol ligado à lipoproteína de alta densidade (TG/HDL-c) e verificar a sua associação com fatores sociodemográficos, parâmetros clínicos e índice de massa corporal em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal, no qual foram avaliados pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. A amostragem foi do tipo não probabilística de conveniência. A coleta de dados sociodemográficos foi realizada por meio de entrevista com questionário semiestruturado, e os dados clínicos e laboratoriais foram obtidos em consulta aos prontuários. Para identificação do risco cardiovascular, a razão TG/HDL-c foi calculada a partir dos valores plasmáticos de triglicerídeos (mg/dL) e colesterol ligado à lipoproteína de alta densidade (mg/dL). O ponto de corte para TG/HDL-c considerado como indicativo de risco cardiovascular foi de ≥3,8 mg/dL. Para análise estatística foi utilizado o teste qui-quadrado, e o nível de significância considerado foi de 5% (p<0,05). RESULTADOS: Foram avaliados 71 pacientes, cuja média de idade foi 49,9±13,2 anos, sendo 28 mulheres (50,1±13,2 anos) e 43 homens (49,7±13,2 anos). Entre os 71 pacientes, 31 (43,66%) apresentavam risco cardiovascular caracterizado pela relação TG/HDL-c ≥3,8 mg/dL. Em geral observou-se semelhança quanto ao perfil dos pacientes com e sem risco cardiovascular. Entretanto, nos pacientes que possuíam risco cardiovascular a maior proporção foi do sexo masculino (77,42%), enquanto nos que não possuíam esse risco, o sexo feminino foi mais frequente (52,50%). Esta variável apresentou diferença significativa entre os grupos com e sem risco cardiovascular (p=0,011). CONCLUSÕES: Nesta amostra de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise, a razão TG/HDL-c identificou alto índice de risco cardiovascular, sendo que esse risco foi significativamente associado ao sexo masculino.


AIMS: To identify cardiovascular risk by triglyceride/high density lipoprotein cholesterol ratio (TG/HDL-c) and to verify its association with socio-demographic factors, clinical parameters and body mass index in patients with chronic renal disease on hemodialysis. METHODS: Cross-sectional study, in which patients with chronic kidney disease in hemodialysis were evaluated. A non-probability convenience sampling was used. Sociodemographic data were collected through a semi-structured questionnaire interview, and clinical and laboratory data were obtained from the medical records. For the identification of cardiovascular risk, the TG/HDL-c ratio was calculated from plasma triglycerides (mg/dL) and high density lipoprotein cholesterol (mg/dL). The cut-off point for TG/HDL-c considered to be indicative of cardiovascular risk was ≥3.8 mg/dL. For statistical analysis, the chi-square test was used, and the significance level was set at 5% (p <0.05). RESULTS: A total of 71 patients were evaluated, with a mean age of 49.9±13.2 years, being 28 women (50.1±13.2 years) and 43 men (49.7±13.2 years). Among the 71 patients, 31 (43.66%) had cardiovascular risk characterized by the TG/HDL-c ratio ≥3.8 mg/dL. In general, the profile of patients with and without cardiovascular risk was similar. However, in patients with cardiovascular risk there was a higher proportion of males (77.42%), while in those who did not have this risk, the female gender was morefrequent (52.50%). This variable showed a significant. difference between the groups with and without cardiovascular risk (p=0.011). CONCLUSIONS: In this sample of patients with chronic kidney disease on hemodialysis, the TG/HDL-c ratio identified a high cardiovascular risk index, which was significantly associated with males.

6.
Hig. aliment ; 30(262/263): 39-44, 30/12/2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-831764

RESUMO

O controle sanitário de alimentos é essencial para o bom desempenho de empresas do ramo alimentício. Com isso, destaca-se a necessidade da implantação de Boas Práticas e o comprometimento de sua execução em todas as esferas da Empresa. O objetivo deste estudo foi identificar a execução e eficácia de procedimentos de Boas Práticas implantados em uma Unidade de Alimentação e Nutrição em São Luís ­ MA. A verificação da conformidade das BP com a RDC nº 216/2004, foi por meio do instrumento de medição de qualidade, o checklist. Este instrumento de verificação foi pautado no Anexo II da RDC nº 275/2002-MS. O checklist utilizado com 42 itens de questionamento, categorizados em cinco blocos de avaliação, em vários aspectos do estabelecimento como: Manipuladores; Manipulação; Atividades; Suporte operacional; Edificação; e Instalação. A Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) analisada apresentou atendimento médio de 86,58% de conformidade e 13,42% de não conformidade. A UAN analisada apresentou valores de não conformidade de baixa variação dentro do período de análise com um atendimento satisfatório às normas regulamentadoras vigentes, caracterizando-se como uma unidade produtora de alimentos seguros.


Assuntos
Humanos , Inocuidade dos Alimentos , Serviços de Alimentação/normas , Boas Práticas de Fabricação , Lista de Checagem/estatística & dados numéricos , Utensílios de Alimentação e Culinária , Manipulação de Alimentos , Equipamentos para Alimentos
7.
Femina ; 42(5): 225-228, set.-out. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-743644

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi estudar os benefícios que os ácidos graxos essenciais ômega-3 e ômega-6, presentes no leite materno, podem trazer para o desenvolvimento infantil. Trata-se de uma revisão sistemática nas bases de dados PUBMED e BIREME entre 2009 a 2013, utilizando os termos: "Ácidos Graxos Ômega-3", "Ácidos Graxos Ômega-6" e "breast feeding". Foram selecionados 29 artigos, onde apenas 8 permaneceram após leitura dos mesmos na integra, excluindo artigos de revisão, de nota técnica, sem associação entre mãe-filho, assuntos não relacionados com o desenvolvimento infantil e com metodologia baseada em entrevista ou aplicação de questionário. Os principais resultados encontrados pelos autores foram à ingestão destes ácidos durante a gestação como influência no desenvolvimento neurológico, visual e físico do lactente; a ocorrência de variações dos ácidos graxos essenciais, no leite humano, obtidos em diferentes idades gestacionais e estágios de lactação; a elevação nos níveis de ômega-3 e ômega-6, respectivamente, em crianças amamentadas exclusivamente e em crianças alimentadas com fórmulas suplementadas. A associação da ingesta adequada dos ácidos graxos essenciais, ômega-3 e 6, durante os períodos de gestação e lactação com o desenvolvimento infantil a longo prazo foi observada na maioria dos estudos.(AU)


This work aims to study the benefits that omega-3 and omega-6 essential fatty acids, present in breast milk, can bring to a child's development. This is a systematic review that national and international publications were assess in PUBMED and BIREME data from 2009 to 2013 using the terms: "Fatty Acids Omega3", "Fatty Acids Omega-6" and "breast feeding". A total of 29 articles were selected, where only 8 remained the after been read in full, excluding review articles, technical notes, the ones with no association between parent­child, with issues not related to child development and the ones based on an interview or a questionnaire methodology. The main results found by the authors were the intake of these acids during pregnancy as an influence on neurological, visual and physical development of infants; variations occurrence of essential fatty acids in human milk obtained at different gestational ages and stages of lactation, the increased levels of omega-3 and omega-6, respectively, in infants exclusively breastfed and formula-fed. The association of adequate intake of essential fatty acids omega-3 and 6 during the periods of pregnancy and lactation with the child long-term development was observed in most studies.(AU)


Assuntos
Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Ácidos Graxos Ômega-3 , Desenvolvimento Infantil/fisiologia , Ácidos Graxos Ômega-6 , Leite Humano/química , Aleitamento Materno , Bases de Dados Bibliográficas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA