Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
J. bras. psiquiatr ; 59(3): 182-189, 2010. graf, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-564943

RESUMO

OBJETIVO: Identificar os principais estressores ambientais, conforme a percepção de familiares de pacientes internados em uma UTI-G de adultos de um hospital público universitário. MÉTODO: Estudo transversal descritivo com familiares de pacientes gravemente enfermos internados na UTI de um hospital escola. Para a coleta de dados, utilizou-se uma escala contendo 25 itens relacionados a eventos da referida UTI. Para análise dos resultados, as respostas foram classificadas como estressores ambientais, referentes à equipe, ao paciente e à visita. RESULTADOS: Participaram 53 familiares, 67,9 por cento mulheres, com média de idade de 39,7 anos. Os fatores relacionados ao paciente foram mais estressantes do que aqueles referentes à equipe e ao ambiente (p < 0,005). Os eventos mais estressantes para os familiares estiveram relacionados à insegurança e ao medo quanto ao estado clínico do paciente, dentre esses, o motivo e o tempo de internação e ver o paciente em coma. CONCLUSÃO: A internação de um parente próximo na UTI foi considerada pelos familiares que efetivamente participaram desse processo um evento estressante. Todos os participantes indicaram pelo menos um evento causador de estresse capaz de provocar diferentes reações emocionais. Conhecer tais eventos pode facilitar as estratégias de humanização hospitalar, propiciando alternativas para reduzir os níveis de estresse e alterações psiquiátricas subsequentes.


OBJECTIVE:To identify main environment stressors according to the perception of relatives of patients hospitalized in an adult ICU in a university public hospital. METHOD: It is a transversal descriptive study involving family members of critically ill patients hospitalized in an ICU of a school hospital. To collect data we used a 25-item scale related to the referred ICU. For result analysis, answers were classified as environmental stressors concerning the team, patients, and visits. RESULTS: There were 53 family-member participants where 67.9 percent were women averaging 39.7 years of age. Factors related to patients were more stressing than those concerning the hospital team and the environment (p < 0.005). The most stressed events for the family members were related to uncertainty and fear of the clinical state of the patient, among them reason and length of hospital stay, and witness the patients in a coma. CONCLUSION: Hospital ICU stay of a relative was considered by the close to kin, who actually participated in the process, a stressful event. All participants indicated at least one event that causes stress as capable of provoking diverse emotional reactions. Knowing such events can favor hospital humanization strategies thus providing alternatives to reduce stress levels and subsequent psychiatrical disorder.

2.
Säo Paulo; s.n; 2000. 93 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-272584

RESUMO

A Lesão Pulmonar Induzida pela Ventilação Mecânica ( LPIV ) tem um componente inflamatório envolvido em sua gênese e conseqüências. Este trabalho tem como objetivo estudar a ação de uma substância anti - inflamatória, o succinato de hidrocortisona , na minimização dos efeitos deletérios pulmonares em um modelo experimental de LPIV. 41 ratos machos adultos Wistar-EPM foram traqueostomizados , sedados curarizados e submetidos a ventilação mecânica ( VM ) com volumes correntes baixos ( 10 ml / kg ) ou extremamente altos ( 42 ml/kg ) por 4 horas . l hora antes do início da VM , foi administrado succinato de hidrocortisona 150 mg/kg intraperitonial ou placebo . A Pressão Expiratória Final Positiva ( PEEP ) foi mantida em 3 cm H2O durante todo o experimento em todos os grupos . Quando comparados com o grupo placebo-42 ml/kg ( P/42 ), os animais tratados com succinato de hidrocortisona e com 42 ml/kg ( C/42 ) apresentaram redução da queda da PaO2 ( p = O,OO1 ANOVA ) . Neste grupo também houve um menor aumento do peso dos pulmões ( p O,041 ) , do número de células p = O,042 ) e das proteínas ( p = O,022 ) no lavado pulmonar do que nos animais P/42 indicando menos edema pulmonar do tipo aumento de permeabilidade. O TNF-a foi significantemente menor no grupo C/42 que no P/42 ( p = O,025 evidenciando menor resposta inflamatória . Não houve diferenças na complacência pulmonar Conclui-se que o uso de succinato de hidrocortisona pode reduzir a formação de LPIV neste modelo, pela sua atividade anti-inflamatória


Assuntos
Corticosteroides , Respiração Artificial
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA