Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
RECIIS (Online) ; 13(4): 736-753, out.-dez. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1047532

RESUMO

Este artigo, de caráter interdisciplinar, tem como objetivo articular questões da diversidade sociocultural com o direito à comunicação e à saúde e a estratégias de reconhecimentos identitários. Para isso, propomos uma análise de conteúdo, de abordagem qualitativa, da comunicação produzida pela Equipe de Base Warmis ­ Convergências das Culturas sobre o caso que ficou conhecido como Projeto pró-cesárea no SUS ou PL 435/2019, comparando-a ainda com matérias veiculadas sobre o tema na mídia tradicional comercial e em notas e comunicados oficiais de instituições formais de classe profissional envolvidas com a questão. Como recurso teórico-metodológico, utilizamos os conceitos de interculturalismo e comunicação intercultural. Entre os principais resultados, destacamos que processos comunicacionais, quando entendidos não somente a partir de seu alcance instrumental, mas, em seu sentido de vinculação sociocultural, interação simbólica e produção subjetiva, podem ter caráter mobilizador coletivo e de reconhecimento identitário visando, muitas vezes, a transformação da realidade social, ainda que essa signifique uma coexistência sociocultural capaz de ser negociada.


This interdisciplinary article aims to articulate issues of sociocultural diversity with the right to communication and health and identity recognition strategies. For this, we propose a qualitative content analysis about the communication produced by the Warmis Base Team ­ Convergences of Cultures on the case known as the Pro-cesarean project in SUS or PL 435/2019, comparing it with articles published about the theme in the traditional commercial media and in formal professional class institutions official notes involved with the case. As a theoretical-methodological resource, we use the interculturalism concept and intercultural communication. Among the main results, we highlight that communicational processes, when understood not only from their instrumental reach, but, in their sense of sociocultural attachment, symbolic interaction and subjective production, can have collective mobilizing character and identity recognition, often aiming at the transformation of social reality, even if it means a sociocultural coexistence able of being negotiated.


Este artículo, interdisciplinario, tiene como objetivo articular temas de diversidad sociocultural con el derecho a la comunicación y a la salud y estrategias de reconocimiento de identidad. Para esto, proponemos un análisis de contenido cualitativo de la comunicación producida por el Equipo Base de Warmis ­ Convergencias de las Culturas en el caso conocido como el Proyecto pro cesárea en SUS o PL 435/2019, comparándolos con artículos publicados sobre el tema en los medios comerciales tradicionales y con notas oficiales de instituciones formales de clase profesional involucradas en el tema. Como recurso teórico-metodológico, utilizamos los conceptos de interculturalidad y comunicación intercultural. Entre los principales resultados, destacamos que los procesos comunicacionales, cuando se entienden no solo desde su alcance instrumental, sino que, en su sentido de apego sociocultural, interacción simbólica y producción subjetiva, pueden tener un carácter movilizador colectivo y reconocimiento de identidad, con el objetivo de la transformación de la realidad social, aunque esa signifique una convivencia sociocultural capaz de ser negociada.


Assuntos
Humanos , Participação da Comunidade , Diversidade Cultural , Discurso , Estudos Interdisciplinares , Comunicação em Saúde , Mídias Sociais , Política Pública , Violência , Sistema Único de Saúde , Cesárea/estatística & dados numéricos , Saúde da Mulher , Parto Humanizado , Parto , Violações dos Direitos Humanos , Emigração e Imigração , Competência Cultural
2.
REMHU ; 24(48): 179-196, set./dez. 2016.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-70047

RESUMO

O presente artigo aborda a questão de redes sociais transnacionais migratórias a partir da ideia de identidade nacional e cultural e fazendo uso da perspectiva de gênero. Assim, propomos uma pesquisa com mulheres brasileiras que vivem em Chicago (EUA) e constroem seus laços de interação simbólica a partir da realização, na cidade, de festividades e eventos artísticos relacionados a aspectos variados da cultura do Brasil. De abordagem qualitativa, o método de pesquisa utilizado foi o Estudo de Caso. Entre os principais resultados, destacamos como essa rede contribui para a composição identitária, interação simbólica e socialização dessas mulheres e possibilita uma vivência de protagonismo, autonomia e empoderamento.(AU)


This article is about the transnational migratory social networks from the idea of national and identity and making use of the gender perspective. So, we propose a research with Brazilian women who living in Chicago (USA) and building their symbolic interaction links from the organization and promotion of festivals and artistic events related to various aspects of Brazil’s culture in the city. The research method used was the Case Study, in a qualitative approach. Among the main results, we highlight how the social network contributes to the identity composition, symbolic interaction and socialization of these women and provides them an experience of autonomy and empowerment.(AU)

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA