Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 31
Filtrar
1.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 27(9): 3531-3546, set. 2022. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1394226

RESUMO

Resumo A prescrição farmacêutica é uma experiência em expansão em alguns países desenvolvidos, com diferentes sistemas de saúde. Conhecer a contribuição que essa atividade pode desempenhar no processo de assistência à saúde e investigar sua aceitação é de fundamental interesse para os países que a regularam. Este estudo de revisão de literatura, portanto, objetivou desenhar o estado da arte da investigação acadêmica sobre percepção, opiniões e atitudes no contexto da prática da prescrição farmacêutica em países que a adotaram. Para isso, realizou-se investigação nas bases de dados MEDLINE, Scopus, Embase, SciELO e LILACS, resultando na seleção de 17 estudos. Da análise dos artigos, emergiram três categorias de discussão: "compreensão da prática e benefícios percebidos"; "aceitação e adesão à prática"; "barreiras à prática". Os resultados mostraram aceitação e percepções variáveis nos diferentes públicos, dependendo, entre outras questões, do nível de conhecimento e experiência dos pacientes e dos profissionais de saúde, do perfil do farmacêutico ou da modalidade de prescrição. Este estudo aponta alguns desafios envolvidos na prática da prescrição farmacêutica e seus achados podem ser úteis para sugerir caminhos para o fortalecimento da prática.


Abstract Pharmacist prescribing is a growing reality in some developed counties, with varied health systems. Understanding the contribution that this activity can offer in the healthcare process, and investigating its acceptance is of utmost importance for the countries that implement and regulate this type of system. This literature review aimed to design a state-of-the-art academic investigation on the perception, opinions, and attitudes in the context of pharmacist prescribing practices in countries that have adopted this system. To achieve this, the present study conducted an investigation of the Medline, Scopus, Embase, SciELO, and Lilacs databases, resulting in the selection of 17 studies. From the analysis of the articles, three categories of discussion arose: "understanding of the practice and perceived benefits", "acceptance and adherence to the practice, and "hindrances to the practice". The results showed varied acceptance and perceptions among the different publics, depending, among other questions, on the level of knowledge and experience of the patients and health professionals, on the profile of the pharmacists, or on the prescribing modality. This study highlights some challenges involved in the practice of pharmacist prescribing, and its findings can be useful in suggesting a means through which to strengthen the practice.

2.
Cien Saude Colet ; 27(9): 3531-3546, 2022 Sep.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-36000642

RESUMO

Pharmacist prescribing is a growing reality in some developed counties, with varied health systems. Understanding the contribution that this activity can offer in the healthcare process, and investigating its acceptance is of utmost importance for the countries that implement and regulate this type of system. This literature review aimed to design a state-of-the-art academic investigation on the perception, opinions, and attitudes in the context of pharmacist prescribing practices in countries that have adopted this system. To achieve this, the present study conducted an investigation of the Medline, Scopus, Embase, SciELO, and Lilacs databases, resulting in the selection of 17 studies. From the analysis of the articles, three categories of discussion arose: "understanding of the practice and perceived benefits", "acceptance and adherence to the practice, and "hindrances to the practice". The results showed varied acceptance and perceptions among the different publics, depending, among other questions, on the level of knowledge and experience of the patients and health professionals, on the profile of the pharmacists, or on the prescribing modality. This study highlights some challenges involved in the practice of pharmacist prescribing, and its findings can be useful in suggesting a means through which to strengthen the practice.


A prescrição farmacêutica é uma experiência em expansão em alguns países desenvolvidos, com diferentes sistemas de saúde. Conhecer a contribuição que essa atividade pode desempenhar no processo de assistência à saúde e investigar sua aceitação é de fundamental interesse para os países que a regularam. Este estudo de revisão de literatura, portanto, objetivou desenhar o estado da arte da investigação acadêmica sobre percepção, opiniões e atitudes no contexto da prática da prescrição farmacêutica em países que a adotaram. Para isso, realizou-se investigação nas bases de dados MEDLINE, Scopus, Embase, SciELO e LILACS, resultando na seleção de 17 estudos. Da análise dos artigos, emergiram três categorias de discussão: "compreensão da prática e benefícios percebidos"; "aceitação e adesão à prática"; "barreiras à prática". Os resultados mostraram aceitação e percepções variáveis nos diferentes públicos, dependendo, entre outras questões, do nível de conhecimento e experiência dos pacientes e dos profissionais de saúde, do perfil do farmacêutico ou da modalidade de prescrição. Este estudo aponta alguns desafios envolvidos na prática da prescrição farmacêutica e seus achados podem ser úteis para sugerir caminhos para o fortalecimento da prática.


Assuntos
Farmacêuticos , Papel Profissional , Atitude , Atitude do Pessoal de Saúde , Atenção à Saúde , Prescrições de Medicamentos , Humanos
3.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 26(9): 4129-4144, set. 2021. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1339583

RESUMO

Resumo Objetivou-se analisar as desigualdades sociais e geográficas na adequação da assistência odontológica pré-natal no Sistema Único de Saúde (SUS) da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil. Realizou-se um estudo seccional com 1.209 puérperas residentes na região, internadas no SUS para parto em 2010 e 2011. Coletaram-se dados sobre assistência médica-odontológica pré-natal, impacto da saúde bucal na qualidade de vida (Oral Health Impact Profile-14) e características contextuais, predisponentes e capacitantes. A assistência odontológica pré-natal foi adequada quando o cuidado prestado correspondeu ao tratamento preconizado. Analisou-se a chance de adequação da assistência odontológica pré-natal por meio de modelo logístico multivariado. Verificou-se que a saúde bucal impactou a qualidade de vida de 102 (8,4%) gestantes e a adequação da assistência odontológica pré-natal foi apenas de 15,4% (n=156). Houve maior chance de adequação da assistência odontológica pré-natal em Vitória (OR=2,44; IC=1,63-3,66), na presença de Estratégia Saúde da Família (OR=1,88; IC=1,22-2,89) e de pré-natal de qualidade (OR=3,59; IC=1,64-7,84). As desigualdades contextuais foram determinantes para inadequação da assistência odontológica no pré-natal.


Abstract This study set out to analyze social and geographical inequalities in the adequacy of prenatal dental care in the Unified Health System (SUS) of the Greater Vitória Metropolitan Region, Espírito Santo, Brazil. A cross-sectional study was carried out with 1209 postpartum women living in the region admitted to hospital at SUS facilities for childbirth between 2010 and 2011. Data were collected on prenatal medical-dental care, the impact of oral health on the quality of life of pregnant women (Oral Health Impact Profile-14), and predisposing characteristics. Prenatal care was adequate when care corresponded to the recommended treatment. The adequacy of dental care during prenatal care was analyzed using a multivariate logistic model. Oral health was found to have an impact on the quality of life of 102 (8.4%) pregnant women and the adequacy of dental care during prenatal care was only 15.4% (n=156). There was a greater chance of adequacy of prenatal dental care in Vitória (OR=2.44; IC=1.63-3.66), in regions covered by the family health strategy (OR=1.88; IC=1.22-2.89), and in areas with a higher proportion of pregnant women with access to quality prenatal care (OR=3.59; IC=1.64-7.84). Contextual inequalities were decisive for the inadequacy of dental care in prenatal care.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Cuidado Pré-Natal , Qualidade de Vida , Brasil , Estudos Transversais , Assistência Odontológica
4.
Cien Saude Colet ; 26(3): 1115-1126, 2021 Mar.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-33729364

RESUMO

The scope of this article is to verify the factors associated with providing educational guidance related to oral health during prenatal care in the Metropolitan Region of Greater Vitória - ES, Brazil. It involved a cross-sectional study of 1,035 postpartum women in public or affiliated private hospitals in the SUS in 2010. A descriptive analysis of the main educational information and binomial logistic regression was conducted to test the association between individual and contextual variables and "receiving educational guidance through meetings and/or pregnant mother groups in the health unit and/or through home visits". The information given most during prenatal care was "the advantage of exclusive breastfeeding until six months of life" (52.0%) and least was "the importance of fluoride use in health" (18.9%). Being attended by the Family Health Strategy (FHS) (OR=1.94), having adequate living conditions for women and children (OR=1.73) and an additional prenatal visit (OR=1.08), increased the chance of providing educational guidance in prenatal care. Frequent pre-natal visits, coverage of health services in line with the FHS, and adequate conditions of housing were factors that were positively associated with educational guidance during prenatal care.


O objetivo deste artigo é verificar os fatores associados à realização de atividades educativas relacionadas à saúde bucal durante o acompanhamento pré-natal na Região Metropolitana da Grande Vitória-ES, Brasil. Estudo transversal com 1.035 puérperas em maternidades públicas ou conveniadas ao SUS, em 2010. Executou-se análise descritiva das principais informações educativas e regressão logística binomial associando-se variáveis individuais e contextuais com o desfecho "recebimento de atividade educativa por meio de reuniões e/ou grupo de gestante na unidade de saúde e/ou por meio de visita domiciliar". A informação mais recebida durante o pré-natal foi: "vantagem da amamentação exclusiva até os seis meses de vida" (52,0%) e a menos recebida foi "a importância do uso do flúor na saúde" (18,9%). Ter atendimento pela Estratégia Saúde da Família (OR=1,94), ter condições externas de moradia adequadas (OR=1,73) e aumento de 1 consulta pré-natal (OR=1,08) aumentaram a chance de realização de atividade educativa no pré-natal. Número elevado de consultas pré-natal, cobertura dos serviços de saúde nos moldes da ESF e condições externas de moradia adequadas foram fatores que se associaram positivamente às atividades educativas durante o pré-natal.


Assuntos
Saúde Bucal , Cuidado Pré-Natal , Brasil , Aleitamento Materno , Criança , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Gravidez
5.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 26(3): 1115-1126, mar. 2021. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1153830

RESUMO

Resumo O objetivo deste artigo é verificar os fatores associados à realização de atividades educativas relacionadas à saúde bucal durante o acompanhamento pré-natal na Região Metropolitana da Grande Vitória-ES, Brasil. Estudo transversal com 1.035 puérperas em maternidades públicas ou conveniadas ao SUS, em 2010. Executou-se análise descritiva das principais informações educativas e regressão logística binomial associando-se variáveis individuais e contextuais com o desfecho "recebimento de atividade educativa por meio de reuniões e/ou grupo de gestante na unidade de saúde e/ou por meio de visita domiciliar". A informação mais recebida durante o pré-natal foi: "vantagem da amamentação exclusiva até os seis meses de vida" (52,0%) e a menos recebida foi "a importância do uso do flúor na saúde" (18,9%). Ter atendimento pela Estratégia Saúde da Família (OR=1,94), ter condições externas de moradia adequadas (OR=1,73) e aumento de 1 consulta pré-natal (OR=1,08) aumentaram a chance de realização de atividade educativa no pré-natal. Número elevado de consultas pré-natal, cobertura dos serviços de saúde nos moldes da ESF e condições externas de moradia adequadas foram fatores que se associaram positivamente às atividades educativas durante o pré-natal.


Abstract The scope of this article is to verify the factors associated with providing educational guidance related to oral health during prenatal care in the Metropolitan Region of Greater Vitória - ES, Brazil. It involved a cross-sectional study of 1,035 postpartum women in public or affiliated private hospitals in the SUS in 2010. A descriptive analysis of the main educational information and binomial logistic regression was conducted to test the association between individual and contextual variables and "receiving educational guidance through meetings and/or pregnant mother groups in the health unit and/or through home visits". The information given most during prenatal care was "the advantage of exclusive breastfeeding until six months of life" (52.0%) and least was "the importance of fluoride use in health" (18.9%). Being attended by the Family Health Strategy (FHS) (OR=1.94), having adequate living conditions for women and children (OR=1.73) and an additional prenatal visit (OR=1.08), increased the chance of providing educational guidance in prenatal care. Frequent pre-natal visits, coverage of health services in line with the FHS, and adequate conditions of housing were factors that were positively associated with educational guidance during prenatal care.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Criança , Cuidado Pré-Natal , Saúde Bucal , Brasil , Aleitamento Materno , Estudos Transversais
6.
Cien Saude Colet ; 26(9): 4129-4144, 2021 Sep.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-34586265

RESUMO

This study set out to analyze social and geographical inequalities in the adequacy of prenatal dental care in the Unified Health System (SUS) of the Greater Vitória Metropolitan Region, Espírito Santo, Brazil. A cross-sectional study was carried out with 1209 postpartum women living in the region admitted to hospital at SUS facilities for childbirth between 2010 and 2011. Data were collected on prenatal medical-dental care, the impact of oral health on the quality of life of pregnant women (Oral Health Impact Profile-14), and predisposing characteristics. Prenatal care was adequate when care corresponded to the recommended treatment. The adequacy of dental care during prenatal care was analyzed using a multivariate logistic model. Oral health was found to have an impact on the quality of life of 102 (8.4%) pregnant women and the adequacy of dental care during prenatal care was only 15.4% (n=156). There was a greater chance of adequacy of prenatal dental care in Vitória (OR=2.44; IC=1.63-3.66), in regions covered by the family health strategy (OR=1.88; IC=1.22-2.89), and in areas with a higher proportion of pregnant women with access to quality prenatal care (OR=3.59; IC=1.64-7.84). Contextual inequalities were decisive for the inadequacy of dental care in prenatal care.


Objetivou-se analisar as desigualdades sociais e geográficas na adequação da assistência odontológica pré-natal no Sistema Único de Saúde (SUS) da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil. Realizou-se um estudo seccional com 1.209 puérperas residentes na região, internadas no SUS para parto em 2010 e 2011. Coletaram-se dados sobre assistência médica-odontológica pré-natal, impacto da saúde bucal na qualidade de vida (Oral Health Impact Profile-14) e características contextuais, predisponentes e capacitantes. A assistência odontológica pré-natal foi adequada quando o cuidado prestado correspondeu ao tratamento preconizado. Analisou-se a chance de adequação da assistência odontológica pré-natal por meio de modelo logístico multivariado. Verificou-se que a saúde bucal impactou a qualidade de vida de 102 (8,4%) gestantes e a adequação da assistência odontológica pré-natal foi apenas de 15,4% (n=156). Houve maior chance de adequação da assistência odontológica pré-natal em Vitória (OR=2,44; IC=1,63-3,66), na presença de Estratégia Saúde da Família (OR=1,88; IC=1,22-2,89) e de pré-natal de qualidade (OR=3,59; IC=1,64-7,84). As desigualdades contextuais foram determinantes para inadequação da assistência odontológica no pré-natal.


Assuntos
Cuidado Pré-Natal , Qualidade de Vida , Brasil , Estudos Transversais , Assistência Odontológica , Feminino , Humanos , Gravidez
7.
Saúde debate ; 44(127): 1277-1299, Out.-Dez. 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1156908

RESUMO

RESUMO Este estudo objetivou compreender a apropriação da Educação Permanente em Saúde (EPS) no contexto dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), e suas iniciativas no Brasil, por meio de uma revisão integrativa da literatura. Buscaram-se textos em português, inglês e espanhol, publicados no Brasil entre 2007 e 2019, que abordassem o conceito de EPS, cujos objetivos se referiam a iniciativas desenvolvidas nos Caps, e que versassem sobre as percepções quanto à mudança da prática profissional a partir dessas iniciativas. Foram selecionados 28 estudos. A análise de conteúdo temática identificou quatro categorias empíricas: 1. Concepções de EPS nos Caps; 2. Produção do cuidado e a aproximação com a EPS nos Caps; 3. Fatores intervenientes e características da EPS nos Caps; e 4. Fatores facilitadores e dispositivos de EPS nos Caps. A compreensão de EPS por profissionais e gestores aproxima-se do conceito de Educação Continuada, embora reconheçam que a primeira possibilita a reflexão e a problematização das práticas. As ações de formação desenvolvidas ainda estão distantes das transformações desejadas no âmbito da saúde mental. Considera-se necessário fortalecer a relação entre profissionais, gestores, comunidade e instituições de ensino para que essa política se torne eficaz no modelo de atenção psicossocial.


ABSTRACT This study aimed to understand the appropriation of Permanent Health Education (EPS) in the context of the Psychosocial Care Centers (Caps), and their initiatives in Brazil, through an integrative literature review. We searched for texts published in Portuguese, English and Spanish, published in Brazil, between 2007 and 2019, which addressed the concept of EPS, whose objectives referred to initiatives developed at Caps, and which discussed the perceptions regarding the change in professional practice based on these initiatives. 28 studies were selected. Thematic content analysis identified four empirical categories: 1. Conceptions of EPS at Caps; 2. Production of care and approximation with EPS at Caps; 3. Intervening factors and characteristics of EPS at Caps; and 4. Enabling factors and EPS devices in the Caps. The understanding of EPS by professionals and managers comes close to the concept of Continuing Education, although they recognize that EPS allows reflection and problematization of practices. The training actions developed are still far from the desired transformations in the scope of mental health. It is considered necessary to strengthen the relationship between professionals, managers, community and educational institutions so that this policy becomes effective in the model of psychosocial care.

8.
Cien Saude Colet ; 25(6): 2315-2324, 2020 Jun.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32520276

RESUMO

This study aimed to evaluate the relationship between sociodemographic factors and the impact on Oral Health-Related Quality of Life (OHR-QoL) in Brazilian pregnant women users of the Unified Health System. This is a cross-sectional epidemiological study developed with pregnant women living in two regions with different sociodemographic characteristics. In total, 1,777 puerperae were interviewed. A structured and previously tested questionnaire collected sociodemographic variables, and the Oral Health Index Profile (OHIP-14) assessed the impact on the OHR-QoL. The statistical analysis was performed using the Chi-square test and multiple logistic regression, both with a significance of 5%. The "psychological discomfort" realm was the only one with a difference between the puerperae of the RMGV and the MRSM (p=0.042). The following variables were associated with the impact on the OHR-QoL: residing in the RMGV (OR=1.69; 95%CI: 1.16-2.47); having a low level of schooling (OR=1.80; 95%CI: 1.03-3.18) and visit to the dentist during pregnancy (OR=2.15, 95%CI: 1.50-3.07). Sociodemographic factors should be considered in the planning of oral health actions of pregnant women, as they influence the impact on the OHR-QoL.


Este estudo buscou avaliar a relação entre fatores sociodemográficos e o impacto na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde Bucal (QVRSB), em gestantes brasileiras usuárias do Sistema Único de Saúde. Trata-se de um estudo epidemiológico observacional transversal, desenvolvido com gestantes residentes em duas regiões com características sociodemográficas distintas. Foram entrevistadas 1.777 puérperas. Um questionário estruturado e previamente testado coletou as variáveis sociodemográficas e o Oral Health Index Profile (OHIP-14) avaliou o impacto na QVRSB. A análise estatística foi realizada utilizando o teste Qui-quadrado e a regressão logística múltipla, ambos com significância de 5%. A dimensão "desconforto psicológico" foi a única com diferença entre as puérperas da RMGV e MRSM (p=0,042). Associou-se ao impacto na QVRSB as variáveis: residir na RMGV (OR=1,69; IC95%: 1,16-2,47); ter pouca escolaridade (OR=1,80; IC95%: 1,03-3,18) e realizar consulta odontológica durante a gestação (OR=2,15; IC95%: 1,50-3,07). Os fatores sociodemográficos devem ser considerados no planejamento das ações em saúde bucal das gestantes, pois influenciam no impacto na QVRSB.


Assuntos
Saúde Bucal , Qualidade de Vida , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Gravidez , Gestantes
9.
Cien Saude Colet ; 25(5): 1735-1750, 2020 May.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32402040

RESUMO

This study analyzed the social and geographical inequalities in the performance of prenatal medical care in the Unified Health System (SUS) in the Metropolitan Region of Grande Vitória, Espírito Santo, Brazil. A cross-sectional study was carried out with 1,209 puerperae living in this region, admitted for childbirth from 2010 to 2011. Data about prenatal care and contextual, enabling, and social characteristics were collected, following the Andersen's Behavioral Model. The performance of prenatal care was classified into five levels, including information on the number of prenatal visits, initial and repetitive examinations, tetanus vaccination, gestational risk management, and participation in educational activities. The likelihood of different levels of prenatal care performance was analyzed using a multivariate multinomial model, according to maternal social variables. High prenatal coverage (98%) and 4.4% care adequacy were identified. The likelihood of access to prenatal care was increased by enabling, contextual, and social factors. The relationship between prenatal care quality and pregnant women's social and geographical conditions must be considered in the organization of services to achieve equity and reduce maternal and perinatal morbimortality.


Assuntos
Cuidado Pré-Natal , Qualidade da Assistência à Saúde , Brasil , Estudos Transversais , Parto Obstétrico , Feminino , Humanos , Gravidez , Fatores Socioeconômicos
10.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2239-2239, 20200210. tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117119

RESUMO

Introdução: O absenteísmo dos usuários aos serviços de saúde é um fenômeno que vem impactando a atenção à saúde. Objetivo: Identificar a evidência científica disponível sobre as possíveis causas do absenteísmo dos usuários aos serviços de saúde. Métodos: Este estudo analisou 34 publicações, classificadas em três unidades temáticas: barreiras do acesso; impacto dos serviços como determinante da saúde dos usuários; fatores condicionantes e facilitadores do acesso. Resultados: Enfrentar o absenteísmo exige a compreensão das desigualdades sociais, requer conhecimento sobre a organização dos serviços de saúde, dos determinantes sociais e das relações que ocorrem entre os grupos no contexto social. As principais razões para o absenteísmo são evitáveis e pode se beneficiar de intervenções para melhoria dos serviços de saúde. Conclusões: O conhecimento das barreiras e determinantes do acesso permite compreender as possíveis causas do absenteísmo e suas consequências, a fim de fundamentar a tomada de decisões que possibilitem a correção ou minimização de riscos e de prejuízos econômicos, na administração dos serviços públicos de saúde


Introduction: absence of patients in health services is a phenomenon that impacts health care. Objective: To identify the available scientific evidence about the possible causes of users' absenteeism to health services. Methods: This study analyzed 34 publications, classified in three thematic units: access barriers; impact of services as determinant of users' health; conditioning factors and facilitators of access. Results: Facing absenteeism requires understanding social inequalities, requires knowledge about the organization of health services, social determinants and relationships that occur between groups in the social context. Conclusions: The main reasons for absenteeism are preventable and may be beneficiaries of interventions for the improvement of health services. Knowledge of the barriers and determinants of access allows us to understand the possible causes of absenteeism and its consequences, in order to support decisions that allow the correction or minimization of risks and economic losses in the administration of public health services.


Introducción: El absentismo de los usuarios a los servicios de salud es un fenómeno que ha estado afectando la atención médica. Objetivo: Identificar la evidencia científica disponible sobre las posibles causas del absentismo de los usuarios a los servicios de salud. Método: Este estudio analizó 34 publicaciones, clasificadas en tres unidades temáticas: barreras de acceso; impacto de los servicios como determinante de la salud de los usuarios; Factores condicionantes y facilitadores de acceso. Resultados: Abordar el absentismo requiere comprender las desigualdades sociales, requiere conocimiento sobre la organización de los servicios de salud, los determinantes sociales y las relaciones que ocurren entre los grupos en el contexto social. Las principales razones del absentismo son prevenibles y pueden beneficiarse de las intervenciones para mejorar los servicios de salud. Conclusiones:Conocer las barreras y los determinantes del acceso nos permite comprender las posibles causas del absentismo y sus consecuencias, a fin de apoyar la toma de decisiones que permita la corrección o minimización de riesgos y pérdidas económicas en la administración de los servicios de salud pública


Assuntos
Pesquisa Qualitativa , Absenteísmo , Revisão Sistemática , Serviços de Saúde , Acesso aos Serviços de Saúde
11.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 25(5): 1735-1750, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1101009

RESUMO

Resumo Objetivou-se analisar as desigualdades sociais e geográficas no desempenho da assistência pré-natal no Sistema Único de Saúde, Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil. Realizou-se estudo seccional com 1.209 puérperas internadas para o parto em 2010 e 2011. Coletaram-se dados sobre assistência médica pré-natal e características contextuais, predisponentes e capacitantes, seguindo o Modelo Comportamental de Andersen. O desempenho da assistência pré-natal foi classificado em cinco níveis incluindo informações sobre: número de consultas pré-natal feitas; realização de exames iniciais e de repetição; vacinação antitetânica; manejo do risco gestacional e participação em atividades educativas. Analisou-se a chance de diferentes níveis de desempenho do pré-natal por meio de modelo multinomial multivariado, segundo variáveis sociais maternas. Verificou-se alta cobertura pré-natal (98%) e 4,4% de adequação do cuidado. A chance de acesso ao pré-natal foi aumentada por fatores predisponentes, contextual e capacitantes. A relação entre o pré-natal de qualidade e condições sociais e geográficas da gestante deve orientar a organização dos serviços, visando a equidade e a redução da morbimortalidade materna e perinatal.


Abstract This study analyzed the social and geographical inequalities in the performance of prenatal medical care in the Unified Health System (SUS) in the Metropolitan Region of Grande Vitória, Espírito Santo, Brazil. A cross-sectional study was carried out with 1,209 puerperae living in this region, admitted for childbirth from 2010 to 2011. Data about prenatal care and contextual, enabling, and social characteristics were collected, following the Andersen's Behavioral Model. The performance of prenatal care was classified into five levels, including information on the number of prenatal visits, initial and repetitive examinations, tetanus vaccination, gestational risk management, and participation in educational activities. The likelihood of different levels of prenatal care performance was analyzed using a multivariate multinomial model, according to maternal social variables. High prenatal coverage (98%) and 4.4% care adequacy were identified. The likelihood of access to prenatal care was increased by enabling, contextual, and social factors. The relationship between prenatal care quality and pregnant women's social and geographical conditions must be considered in the organization of services to achieve equity and reduce maternal and perinatal morbimortality.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Cuidado Pré-Natal , Qualidade da Assistência à Saúde , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Estudos Transversais , Parto Obstétrico
12.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 25(6): 2315-2324, Mar. 2020. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1101030

RESUMO

Resumo Este estudo buscou avaliar a relação entre fatores sociodemográficos e o impacto na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde Bucal (QVRSB), em gestantes brasileiras usuárias do Sistema Único de Saúde. Trata-se de um estudo epidemiológico observacional transversal, desenvolvido com gestantes residentes em duas regiões com características sociodemográficas distintas. Foram entrevistadas 1.777 puérperas. Um questionário estruturado e previamente testado coletou as variáveis sociodemográficas e o Oral Health Index Profile (OHIP-14) avaliou o impacto na QVRSB. A análise estatística foi realizada utilizando o teste Qui-quadrado e a regressão logística múltipla, ambos com significância de 5%. A dimensão "desconforto psicológico" foi a única com diferença entre as puérperas da RMGV e MRSM (p=0,042). Associou-se ao impacto na QVRSB as variáveis: residir na RMGV (OR=1,69; IC95%: 1,16-2,47); ter pouca escolaridade (OR=1,80; IC95%: 1,03-3,18) e realizar consulta odontológica durante a gestação (OR=2,15; IC95%: 1,50-3,07). Os fatores sociodemográficos devem ser considerados no planejamento das ações em saúde bucal das gestantes, pois influenciam no impacto na QVRSB.


Abstract This study aimed to evaluate the relationship between sociodemographic factors and the impact on Oral Health-Related Quality of Life (OHR-QoL) in Brazilian pregnant women users of the Unified Health System. This is a cross-sectional epidemiological study developed with pregnant women living in two regions with different sociodemographic characteristics. In total, 1,777 puerperae were interviewed. A structured and previously tested questionnaire collected sociodemographic variables, and the Oral Health Index Profile (OHIP-14) assessed the impact on the OHR-QoL. The statistical analysis was performed using the Chi-square test and multiple logistic regression, both with a significance of 5%. The "psychological discomfort" realm was the only one with a difference between the puerperae of the RMGV and the MRSM (p=0.042). The following variables were associated with the impact on the OHR-QoL: residing in the RMGV (OR=1.69; 95%CI: 1.16-2.47); having a low level of schooling (OR=1.80; 95%CI: 1.03-3.18) and visit to the dentist during pregnancy (OR=2.15, 95%CI: 1.50-3.07). Sociodemographic factors should be considered in the planning of oral health actions of pregnant women, as they influence the impact on the OHR-QoL.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Qualidade de Vida , Saúde Bucal , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Gestantes
13.
Trab. educ. saúde ; 18(2): e0026294, 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1139765

RESUMO

Resumo O objetivo foi descrever o processo de validação do modelo lógico de implementação da Política de Educação Permanente em Saúde na Atenção Primária no município de Vitória, Espírito Santo. Estudo de avaliabilidade, com utilização de técnicas quantiqualitativas. Usou-se a técnica de Delfos com 15 especialistas (municipais e estaduais), no período de janeiro a junho de 2019. Os participantes classificaram os componentes estruturais, atividades e produtos necessários para implementação da Política e seus respectivos resultados e impactos. Houve consenso sobre os itens que alcançaram mais de 80% de concordância, confirmados pela análise da mediana e do intervalo interquartil. Os resultados foram organizados segundo os componentes técnicos. Os recursos financeiros e humanos foram considerados imprescindíveis. No que tange aos processos, os itens julgados relevantes para implementação da Política foram: construção coletiva das ações de Educação Permanente em Saúde e elaboração de documento que oriente as ações no município e instrumentos de avaliação. Os itens referentes aos resultados e impacto foram considerados relevantes, exceto aqueles relacionados à organização e à estruturação da Política em níveis estadual e regional. O modelo lógico validado configurou-se como uma contribuição para a gestão da Política de Educação Permanente em Saúde em Vitória.


Abstract The goal of this study was to describe the process of validation of the logical model of implementation of the Ongoing Education in Health Policy in Primary Health Care in the municipality of Vitória, state of Espírito Santo, Brazil. It was an evaluability study in which quantitative and qualitative techniques were used. We used the Delphi method with 15 (municipal and state) specialists, between January and June 2019. The participants classified the structural components, and the activities and products needed for the implementation of the policy and its respective results and impacts. There was a consensus regarding the items that would reach more than 80% of agreement, which were confirmed by the analysis of the median and interquartile range. The results were organized according to the technical components. Financial and human resources were considered indispensable. Regarding the processes, the items considered relevant for the implementation of the policy were: collective development of the ongoing education in health actions and of a document to guide the actions of the municipality, as well as evaluation instruments. The items regarding the results and impact were considered relevant, except for those related to the organization and structuring of the policy at the state and regional levels. The validated logical model was established as a contribution to the management of the Ongoing Education in Health Policy in Vitória.


Resumen El objetivo fue describir el proceso de validación del modelo lógico de implementación de la Política de Educación Continua en Salud en la Atención Primaria en el municipio de Vitória, estado de Espírito Santo, Brasil. Se trata de un estudio de evaluabilidad en el que se utilizaron técnicas cuanticualitativas. Usamos el método Delphi con 15 especialistas (municipales y provinciales), entre Enero y Julio de 2019. Los participantes clasificaron los componentes estructurales, las actividades y productos necesarios para la implementación de la política y sus respectivos resultados e impactos. Hubo consenso sobre los ítems que alcanzaron más de 80% de concordancia, confirmados por el análisis de la mediana y del rango intercuartílico. Los resultados fueron organizados según los componentes técnicos. Se consideraron imprescindibles los recursos financieros y humanos. Con relación a los procesos, los ítems considerados relevantes para la implementación de la política fueron: desarrollo colectivo de las acciones de educación continua en salud e elaboración de documento que oriente las acciones en el municipio e instrumentos de evaluación. Se consideraron relevantes los ítems referentes a los resultados e impacto, excepto por los que tenían relación con la organización y estructuración de la política en los niveles provincial y e regional. El modelo lógico validado se configuró como una contribución para la gestión de la Política de Educación Continua en Salud en Vitória.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Estudo de Validação , Educação Profissional em Saúde Pública , Educação Continuada , Política de Saúde
14.
Saúde debate ; 43(spe3): 51-62, dez. 2019.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1059063

RESUMO

RESUMO Os trabalhadores da vigilância da água exercem importante papel na implementação do Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano e detêm informações sugestivas do grau de estruturação e da institucionalidade das práticas no âmbito local das organizações sanitárias. O estudo objetivou descrever as potencialidades e as limitações relativas à vigilância da fluoretação da água em uma região metropolitana brasileira segundo a visão dos trabalhadores. Realizaram-se entrevistas semiestruturadas com profissionais de sete municípios da região metropolitana do estado do Espírito Santo, Brasil, que foram gravadas, transcritas na íntegra e interpretadas segundo a Análise de Conteúdo Temática. Os resultados permitiram a elaboração das categorias: recomendações da legislação e a prática do heterocontrole da concentração do fluoreto; dificuldades e potencialidades do processo de trabalho; disseminação das informações para a sociedade. A maioria dos trabalhadores seguia as recomendações da legislação vigente no período das entrevistas (Portaria MS nº 2.914/2011), porém, notou-se a necessidade de adequações estruturais e organizacionais. O processo de vigilância do fluoreto enfrenta problemas que envolvem a coleta da amostra, as análises e a divulgação dos resultados. É nítida a necessidade de maior priorização e alocação de recursos para ampliação e qualificação da vigilância dessa medida de saúde pública.


ABSTRACT Water surveillance workers play a key role in the implementation of the National Water Quality Surveillance Program for Human Consumption and hold information suggesting the degree of structuring and institutionality of practices at the local level of health organizations. The objective was to describe the potentialities and difficulties related to the water fluoridation surveillance in a Brazilian metropolitan region according to the workers' view. Semi-structured interviews were conducted with professionals from seven cities in metropolitan region of Espírito Santo, Brazil, which were recorded, transcribed and interpreted in full according to the Thematic Content Analysis. The results allowed the elaboration of categories: recommendations of the legislation and the practice of fluoride concentration external control; difficulties and potential of the work process; dissemination of information to society. Most of the workers followed the current recommendations of the current legislation in force in the period of the interviews (Ordinance MS nº 2.914/2001), however, the need for structural and organizational adjustments was noted. The fluoride surveillance process faces problems, involving sample collection, analysis and dissemination of results. It's clear the need for greater prioritization and allocation of resources for expansion and qualification of the surveillance of this public health measure.

15.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 24(12): 4633-4642, dez. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1055756

RESUMO

Resumo O objetivo do estudo é analisar a associação entre as desigualdades sociais e o risco gestacional em regiões administrativas do estado do Espírito Santo. Estudo transversal, com base em duas regiões administrativas do estado do Espírito Santo. A amostra foi composta por 1.777 mulheres que realizaram o pré-natal nos municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV-ES) e Microrregião de São Mateus internadas nos estabelecimentos da rede pública de saúde, por ocasião do parto, entre 2010 e 2012/2013. Realizou-se Regressão Logística Multivariada para testar a associação entre variáveis sociais e risco gestacional. As variáveis que apresentaram nível de significância menor que 20% no teste Qui-quadrado foram utilizadas para o modelo final, permanecendo aquelas com significância menor que 5%. Encontrou-se associação entre alto risco gestacional e o local de moradia da mulher na RMGV-ES (OR = 1,74; IC 95% 1,32-2,28), a chefia da mulher na família (OR = 3,03; IC 95% 1,64-5,61), a escolaridade da chefia familiar menor que cinco anos (OR = 1,58; IC 95% 1,14-2,20) e o recebimento do benefício social "Bolsa Família" (OR = 1,46; IC 95% 1,04-2,03). Apesar de algumas variáveis sociais comporem a classificação do risco gestacional, outros fatores sociais revelaram-se como produtores do risco gestacional.


Abstract This study aims to analyze the association between social inequalities and gestational risk in administrative regions of the state of Espírito Santo. This is a cross-sectional study based on two administrative regions of the state of Espírito Santo. The sample consisted of 1,777 women who underwent prenatal care in the municipalities of the Greater Vitória Metropolitan Region (RMGV-ES) and São Mateus Microregion (MRSM) and were admitted to the public health facilities at the time of delivery between 2010 and 2012/2013. The multivariate logistic regression was performed to test the association between social and gestational risk variables. Variables with a significance level < 0.20 in the Chi-square test were adopted for the final model, and only those variables with a p-value < 0.05 remained. An association was found between high gestational risk and women's dwelling place in the RMGV-ES (OR = 1.74; CI95% 1.32-2.28), women as head of households (OR = 3.03; CI95% 1.64-5.61), head of household with less than five years of schooling (OR = 1.58; CI95% 1.14-2.20) and receipt of social benefit "Bolsa Família" (Family Grant) (OR = 1.46; CI95% 1.04-2.03). While some social variables underpin the classification of gestational risk, other social factors have been shown to produce this risk.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Adulto , Adulto Jovem , Fatores Socioeconômicos , Características de Residência , Gravidez de Alto Risco , Cuidado Pré-Natal/estatística & dados numéricos , Seguridade Social , Brasil , Distribuição de Qui-Quadrado , Características da Família , Estudos Transversais , Análise de Regressão , Fatores de Risco , Escolaridade
16.
Cien Saude Colet ; 24(12): 4633-4642, 2019 Dec.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31778513

RESUMO

This study aims to analyze the association between social inequalities and gestational risk in administrative regions of the state of Espírito Santo. This is a cross-sectional study based on two administrative regions of the state of Espírito Santo. The sample consisted of 1,777 women who underwent prenatal care in the municipalities of the Greater Vitória Metropolitan Region (RMGV-ES) and São Mateus Microregion (MRSM) and were admitted to the public health facilities at the time of delivery between 2010 and 2012/2013. The multivariate logistic regression was performed to test the association between social and gestational risk variables. Variables with a significance level < 0.20 in the Chi-square test were adopted for the final model, and only those variables with a p-value < 0.05 remained. An association was found between high gestational risk and women's dwelling place in the RMGV-ES (OR = 1.74; CI95% 1.32-2.28), women as head of households (OR = 3.03; CI95% 1.64-5.61), head of household with less than five years of schooling (OR = 1.58; CI95% 1.14-2.20) and receipt of social benefit "Bolsa Família" (Family Grant) (OR = 1.46; CI95% 1.04-2.03). While some social variables underpin the classification of gestational risk, other social factors have been shown to produce this risk.


O objetivo do estudo é analisar a associação entre as desigualdades sociais e o risco gestacional em regiões administrativas do estado do Espírito Santo. Estudo transversal, com base em duas regiões administrativas do estado do Espírito Santo. A amostra foi composta por 1.777 mulheres que realizaram o pré-natal nos municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV-ES) e Microrregião de São Mateus internadas nos estabelecimentos da rede pública de saúde, por ocasião do parto, entre 2010 e 2012/2013. Realizou-se Regressão Logística Multivariada para testar a associação entre variáveis sociais e risco gestacional. As variáveis que apresentaram nível de significância menor que 20% no teste Qui-quadrado foram utilizadas para o modelo final, permanecendo aquelas com significância menor que 5%. Encontrou-se associação entre alto risco gestacional e o local de moradia da mulher na RMGV-ES (OR = 1,74; IC 95% 1,32-2,28), a chefia da mulher na família (OR = 3,03; IC 95% 1,64-5,61), a escolaridade da chefia familiar menor que cinco anos (OR = 1,58; IC 95% 1,14-2,20) e o recebimento do benefício social "Bolsa Família" (OR = 1,46; IC 95% 1,04-2,03). Apesar de algumas variáveis sociais comporem a classificação do risco gestacional, outros fatores sociais revelaram-se como produtores do risco gestacional.


Assuntos
Gravidez de Alto Risco , Características de Residência , Fatores Socioeconômicos , Adolescente , Adulto , Brasil , Distribuição de Qui-Quadrado , Estudos Transversais , Escolaridade , Características da Família , Feminino , Humanos , Gravidez , Cuidado Pré-Natal/estatística & dados numéricos , Análise de Regressão , Fatores de Risco , Seguridade Social , Adulto Jovem
17.
Saúde debate ; 43(120): 223-239, jan.-mar. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1004691

RESUMO

RESUMO Este estudo objetivou compreender a apropriação da Educação Permanente em Saúde (EPS) pela Atenção Primária em Saúde (APS) no Brasil, por meio de uma revisão integrativa da literatura. Buscaram-se textos publicados em português, inglês e espanhol sobre a EPS na APS no Brasil, entre 2007 e 2017, que abordassem o conceito de EPS, iniciativas desenvolvidas na APS e/ou a percepção sobre mudanças na prática profissional. Foram selecionados 27 estudos. A análise de conteúdo temática identificou quatro categorias empíricas: concepções de EPS; iniciativas de EPS e suas características na APS; pontos positivos e facilitadores relacionados com as iniciativas de EPS na APS; e os pontos frágeis e dificultadores. Observou-se que a compreensão de EPS por profissionais de saúde e gestores aproxima-se do conceito de Educação Continuada (EC). Entre as iniciativas de EPS nos serviços, estavam: desenvolvimento de recursos tecnológicos; aproximação ensino-serviço; e formação de espaços coletivos de aprendizagem significativa no cotidiano do trabalho. No entanto, a desvalorização das iniciativas de EPS contribui para sua não efetivação na APS e na valorização de práticas de EC. Considera-se necessária a legitimação da EPS como movimento e política educativa no cenário da APS no Brasil, visando à melhoria da qualidade da gestão e da atenção.


ABSTRACT This study aimed to understand the appropriation of Permanent Health Education (PHE) by Primary Health Care (PHC) in Brazil, through an integrative review of the literature. There was a search for texts published in Portuguese, English and Spanish on PHE in PHC in Brazil, between 2007 and 2017, which addressed the concept of PHE, initiatives developed in PHC and/or perception about changes in professional practice. Twenty-seven studies were selected. The thematic content analysis identified four empirical categories: conceptions of PHE; PHE initiatives and their characteristics in the PHC; positive points and facilitators related to PHE initiatives in PHC; and fragile and difficult points. It was observed that the understanding of PHE by health professionals and managers is close to the concept of Continuing Education (CE). Among the PHE initiatives in the services were: development of technological resources; teaching-service approach; and the formation of collective spaces of meaningful learning in the daily work. However, the devaluation of PHE initiatives contributes to its non-effectiveness in PHC and the valuation of CE practices. It is considered necessary to legitimize PHE as a movement and educational policy in the scenario of PHC in Brazil, aiming at improving the quality of management and care.

18.
Rev. baiana saúde pública ; 43(1): 194-208, 2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1140147

RESUMO

A elaboração, formulação, execução e avaliação da qualidade da água, com envolvimento ativo da população, é fundamental para melhorar o modelo vigente de vigilância. O objetivo deste estudo foi analisar as informações disponíveis sobre o heterocontrole e controle da fluoretação da água para abastecimento público em uma região metropolitana brasileira. Foi realizado levantamento de documentos de gestão, de trabalhos científicos que incluiu textos nas línguas portuguesa e inglesa publicados entre 1953 e 2015, e de informações nos sites das prefeituras e da empresa de abastecimento. Foram identificados: o ano do levantamento dos dados; número de municípios incluídos; tema principal; autores/instituições; método de pesquisa; análise de concentração do fluoreto e qual o nível encontrado. Para as informações encontradas nos sites identificou-se o ano, a fonte, característica e trecho principal. Cinco textos científicos foram identificados referentes ao tema nos municípios estudados, além de informações baseadas em relatórios de gestão, disponíveis do Centro Colaborador do Ministério da Saúde em Vigilância da Saúde Bucal. As informações presentes nos sites da empresa e prefeituras eram superficiais e não foram encontrados dados de controle/heterocontrole da fluoretação. A socialização das informações sobre o controle da água e, em particular, sobre a fluoretação, é importante para inserir essa temática no debate sobre saúde bucal e para garantir a realização dessa política no resgate de uma água tratada, de qualidade, sem intermitência e com flúor.


The elaboration, formulation, execution, and evaluation of water quality, together with the active involvement of the population, is essential to improve the current surveillance model. This study analyzed the information available on the external and general control of public water supply fluoridation in a Brazilian metropolitan region. A survey of management documents and scientific articles was carried out including texts in Portuguese and English, published between 1953 and 2015. Additionally, the websites of the municipalities and the supply company were searched for information. For analysis, the year of data collection, the number of municipalities included, the main theme, the authors/institutions, the research method, the analysis and the level of fluoride concentration were identified. For the information found on the websites, the year, source, characteristics, and main section were identified. Five scientific texts and information based on management reports made available by the Collaborating Center of the Ministry of Health in Oral Health Surveillance were found. Information on the company and city hall websites was superficial and no fluoridation control and external control data were found. The socialization of information on water control and on fluoridation is important to insert this theme in the oral health debate. In addition, to support the continuity of this policy to rescue treated, quality water, without intermittence and with fluoride.


La elaboración, formulación, ejecución y evaluación de la calidad del agua, con la participación activa de la población, es fundamental para mejorar el modelo de vigilancia actual. El objetivo de este estudio fue analizar las informaciones disponibles sobre el heterocontrol y el control de la fluoración de agua de abastecimiento público en una región metropolitana brasileña. Se realizó una recogida de documentos de gestión y trabajos científicos, que incluyó textos en portugués e inglés publicados entre 1953 y 2015. También se buscó información en los sitios web de los ayuntamientos y la empresa de abastecimiento. Se identificaron los siguientes: el año de recolección de datos; número de municipios incluidos; tema principal; autores/instituciones; método de investigación; análisis de la concentración de fluoruro y qué nivel se encuentra. De las informaciones encontradas en los sitios web, se identificaron el año, la fuente, la característica y la parte principal. Se identificaron cinco textos científicos sobre el tema en los municipios estudiados, además de informaciones basadas en informes de gestión, disponibles en el Centro Colaborador del Ministerio de Salud en Vigilancia de la Salud Oral. Las informaciones en los sitios web de la empresa y de los ayuntamientos fueron superficiales y no se encontraron datos de control/heterocontrol de fluoración. La socialización de las informaciones sobre el control del agua y, en particular, sobre la fluoración, es importante para insertar este tema en el debate sobre la salud bucal y garantizar la realización de esa política en el rescate del agua tratada y de calidad, sin intermitente y con flúor.


Assuntos
Abastecimento de Água , Qualidade da Água , Fluoretação , Coleta de Dados
19.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (22): 129-146, enero-abr. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-782996

RESUMO

Resumo: O objetivo deste artigo é explorar aspectos da gravidez indesejada e da tentativa de aborto revelados numa avaliação da assistência pré-natal. Realizou-se uma pesquisa quanti-qualitativa, com 1035 puérperas da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil, internadas para o parto em maternidades de referência do Sistema Único de Saúde. No inquérito populacional, coletaram-se dados sociodemográficos, bem como sobre sentimentos e expectativas diante da gravidez. Na etapa qualitativa, realizaram-se entrevistas semiestruturadas. Os resultados evidenciaram a tentativa de aborto inseguro em consequência da gravidez indesejada. Foram reveladas vulnerabilidades entre as pesquisadas, que demonstraram conhecimento popular sobre riscos do aborto para o bebê. Compreende-se que as mulheres se arriscam por meio do aborto induzido, revelando conflitos morais que persistem na sociedade brasileira, especialmente acerca do direito à vida e do direito à autonomia da mulher.


Resumen: El objetivo de este artículo es explorar aspectos del embarazo no deseado y de la tentativa de aborto revelados en una evaluación de la asistencia pre-natal. Se realizó una investigación cuanti-cualitativa, con 1035 puérperas de la Región Metropolitana de la Gran Vitória, Espírito Santo, Brasil, internadas para el parto en maternidades de referencia del Sistema Único de Salud. En la encuesta poblacional se recolectaron datos sociodemográficos, así como acerca de sentimientos y expectativas frente al embarazo. En la etapa cualitativa fueron realizadas entrevistas semiestructuradas. Los resultados evidenciaron la tentativa de aborto inseguro en consecuencia del embarazo no deseado. Se revelaron vulnerabilidades entre las participantes de la investigación, que demostraron conocimientos populares acerca de los riesgos del aborto para el bebé. Se comprende que las mujeres se arriesgan por medio del aborto inducido, revelando conflictos morales que persisten en la sociedad brasileña, especialmente con relación al derecho a la vida y a la autonomía de la mujer.


Abstract: The aim of this article is to explore aspects of unwanted pregnancy and abortion attempts revealed in an evaluation of prenatal care. We conducted a quantitative and qualitative study with mothers in 1035 in the Metropolitan Region of Vitória, Espírito Santo, Brazil, admitted for labor in Unified Health System reference hospitals. The population survey collected demographic data, as well as data regarding feelings and expectations toward pregnancy. In the qualitative stage, semi-structured interviews were conducted. The results showed the attempt of unsafe abortion as a result of an unwanted pregnancy. Vulnerabilities were revealed among the sample of women, who demonstrated popular knowledge about abortion risks to the baby. It is understood that the women face the risk of an induced abortion, revealing moral conflicts that persist in Brazilian society, especially about the right to life and the right to women's autonomy.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Gravidez não Desejada , Aborto Induzido , Gestantes , Saúde Reprodutiva , Aborto , Sistema Único de Saúde , Brasil , Saúde Pública , Saúde Materno-Infantil , Tomada de Decisões , Narrativa Pessoal , Acontecimentos que Mudam a Vida
20.
Trab. educ. saúde ; 14(1): 273-292, jan.-mar. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-772038

RESUMO

Resumo Objetivou-se neste estudo compreender a relação entre técnicos em saúde bucal e cirurgiões-dentistas no trabalho e os fatores que podem favorecer ou dificultar essa relação. Para análise da percepção dos técnicos em saúde bucal sobre os possíveis encontros e desencontros da relação no trabalho com os cirurgiões-dentistas, realizou-se um grupo focal com oito desses trabalhadores do Sistema Único de Saúde de municípios da Grande Vitória, Espírito Santo. A análise de conteúdo temática revelou três categorias: Perfil e mercado de trabalho; Condições de trabalho e infraestrutura; e Formação profissional, processo de trabalho e relação interpessoal. A complexidade do trabalho foi evidenciada, dentro do campo de interesses, poder e resistências, envolvendo tanto os técnicos quanto os cirurgiões-dentistas numa matriz geradora de comportamentos. Também existe forte influência do sistema de formação desses trabalhadores, da infraestrutura e das condições de trabalho e do perfil profissional no processo de trabalho da equipe em saúde bucal. Vislumbrou-se na comunicação a mediação, construindo novos encontros. Considera-se que muitos são os entraves para a relação entre técnicos em saúde bucal e cirurgiões-dentistas no trabalho, e vislumbra-se na comunicação a mediação, construindo novos encontros e representando alternativas para profanação do instituído, com superação dos desafios nas relações de poder.


Abstract This study aimed to understand the relationship between oral health technicians and dental surgeons in work and the factors that may promote or hinder this relationship. To analyze the perception oral health technicians have regarding possible agreements and disagreements in their working relationship with dental surgeons, a focus group was held with eight of those workers from the National Health System working at the municipalities encompassed by the Vitória metro region, in Espírito Santo, Brazil. The thematic content analysis revealed three categories: Profile and labor market; Working and infrastructure conditions, and Vocational training, work processes, and interpersonal relationships. The complexity of the work was shown, within the field of interests, power and resistance, involving both the technicians and dental surgeons, in a behavior generator matrix. These workers' training system, the infrastructure, working conditions, and the professionals' profile also influence the oral health team's work process heavily. Communication was seen as a mediator in this, building new encounters. It is considered that there are many barriers to the relationship between oral health care technicians and dental surgeons at work, and mediation is seen to be possible through communication, building new meeting grounds, and representing alternatives to the desecration of what has been instituted, overcoming the challenges in the power relations.


Resumen En este estudio se buscó comprender la relación entre técnicos en salud bucal y cirujanos dentistas en el trabajo y los factores que pueden favorecer o entorpecer esta relación. Para el análisis de la percepción de los técnicos en salud bucal sobre los posibles encuentros y desencuentros de la relación en el trabajo con los cirujanos dentistas, se realizó un grupo focal con ocho de estos trabajadores del Sistema Único de Salud de municipios de la Gran Vitória, Espírito Santo, Brasil. El análisis de contenido temático reveló tres categorías: Perfil y mercado de trabajo; Condiciones de trabajo e infraestructura; y Formación profesional, proceso de trabajo y relación interpersonal. La complejidad del trabajo se puso de manifiesto, dentro del campo de intereses, poder y resistencias, involucrando tanto a los técnicos como a los cirujanos dentistas en una matriz generadora de comportamientos. Existe también una fuerte influencia del sistema de formación de estos trabajadores, de la infraestructura y de las condiciones de trabajo y del perfil profesional en el proceso de trabajo del equipo en salud bucal. Se considera que muchos son los obstáculos para la relación entre técnicos en salud bucal y cirujanos dentistas en el trabajo, y se vislumbra en la comunicación la mediación, construyendo nuevos encuentros y representando alternativas para la profanación de lo instituido, con superación de los desafíos en las relaciones de poder.


Assuntos
Humanos , Odontologia em Saúde Pública , Recursos Humanos em Odontologia , Pessoal Técnico de Saúde , Relações Interprofissionais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...