Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 19 de 19
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Aquichan ; 19(3): e1938, July-Sept. 2019.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1038336

RESUMO

ABSTRACT Objective: This work sought to identify, in the discourse of educators, which strategies they can implement, within the school setting, to prevent and cope with the experience of domestic violence by adolescents. Method: Qualitative study based on the critical-liberating perspective of Paulo Freire, conducted with 20 educators from a public school in Salvador, Bahia, Brazil. To collect the data, the interview was used and, to systematize them, the discourse of the collective subject. Results: The discourses reveal the following coping strategies of domestic violence experienced by adolescents: place into action the Guardianship Council; create reception and listening spaces for students; strengthen bonds between the school and family; promote educational actions, and articulate knowledge. Conclusions: The study provides paths to prevent and confront family abuses that compromise the physical and mental health of children and adolescents, with impact upon school performance. The study suggests the contribution of primary health care through actions linked to the Health in School Program and the insertion of the theme of violence in the different university careers, given that caring for children and adolescents and defending them constitutes an obligation for all citizens.


RESUMEN Objetivo: identificar, en el discurso de educadoras, qué estrategias pueden implementar, en el ámbito de la escuela, para prevenir y enfrentar la vivencia de violencia doméstica por adolescentes. Método: estudio cualitativo, basado en la perspectiva crítico-libertadora de Paulo Freire, llevado a cabo con 20 educadoras de una escuela pública, en Salvador, Bahía, Brasil. Para recolectar los datos, se empleó la entrevista y, para sistematizarlos, el discurso del sujeto colectivo. Resultados: los discursos develan las siguientes estrategias de enfrentamiento de la violencia doméstica vivida por adolescentes: accionar el Consejo Tutelar; crear espacios de acogida y escucha para los escolares; estrechar vínculos entre escuela y familia; promover acciones educativas y articular saberes. Conclusiones: el estudio aporta caminos para prevenir y enfrentar abusos familiares que comprometen la salud física y mental de niños y adolescentes, con impactos sobre el rendimiento escolar. Se sugiere la contribución de la atención primaria a la salud por medio de acciones vinculadas al Programa Salud en la Escuela y la inserción de la temática de la violencia en las diversas carreras universitarias, ya que cuidar a niños y adolescentes y defenderlos constituyen obligación de todos los ciudadanos.


RESUMO Objetivo: identificar, no discurso de educadoras, que estratégias elas podem implementar, no âmbito da escola, para prevenir e enfrentar a vivência de violência doméstica pelos adolescentes. Método: estudo qualitativo, fundamentado na perspectiva crítico-libertadora de Paulo Freire, realizado com 20 educadoras de uma escola pública, em Salvador, Bahia, Brasil. Para a coleta de dados, utilizou-se a entrevista e, para a sistematização destes, o discurso do sujeito coletivo. Resultados: os discursos revelam as seguintes estratégias de enfrentamento da violência doméstica vivenciada pelos adolescentes: acionar o Conselho Tutelar; criar espaços de acolhimento e escuta para os escolares; estreitar laços entre escola e família; promover ações educativas e articular saberes. Conclusões: este estudo contribui para indicar caminhos para a prevenção e o enfrentamento de abusos familiares que comprometem a saúde física e mental de crianças e adolescentes, com impactos sobre o desempenho escolar. Sugere-se a contribuição da atenção primária à saúde por meio de ações vinculadas ao Programa Saúde na Escola e a inserção da temática da violência nos diversos cursos de graduação, visto que cuidar das crianças e dos adolescentes e defendê-los constituem obrigação de todos os cidadãos.

2.
Interface (Botucatu, Online) ; 23: e170958, 2019. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1002349

RESUMO

Objetiva-se conhecer as implicações da vivência de prisão preventiva por meio da história oral de homens em processo criminal por violência conjugal. Utilizou-se a história oral temática, sendo realizadas entrevistas semiestruturadas com 11 homens em processo criminal por violência conjugal que vivenciaram a prisão preventiva, residentes em Belém, Pará, Brasil, nos meses de junho e julho de 2015. Os dados foram organizados e categorizados segundo análise de conteúdo temática categorial. As narrativas masculinas despontaram para: implicações físicas e psíquicas, comprometimento de interação social, expressos pela exclusão familiar, problemas financeiros e dificuldade de empregabilidade. A análise das implicações da experiência de prisão preventiva permite refletir acerca da importância da articulação intersetorial, implementação de espaços reflexivos e discussões no campo das desigualdades de gênero.(AU)


This study explored the implications of the experience of preventive detention drawing on the oral histories of men being prosecuted for intimate partner violence. The oral history of 11 men living in Belém, Brazil being prosecuted for intimate partner violence and who had experienced preventive detention were collected using semi-structured interviews conducted between June and July 2015. The data was organized and categorized using thematic content analysis. The male narratives revealed physical and psychological implications and impaired social interaction, expressed by family exclusion, financial problems, and difficulty in finding employment. The analysis of the implications of experiences of preventive detention provided valuable insights into the importance of intersectorality, the creation of reflective spaces, and discussions in the field of gender inequality.(AU)


Tiene el objetivo de conocer las implicaciones de la vivencia de prisión preventiva por medio de la historia oral de hombres en proceso criminal por violencia conyugal. Se utilizó la historia oral temática, realizándose entrevistas semiestructuradas con 11 hombres en proceso criminal por violencia conyugal que experimentaron la prisión preventiva, residentes en Belém, Estado de Pará, Brasil, en los meses de junio y julio de 2015. Los datos se organizaron y categorizaron según análisis de contenido temático de categoría. Las narrativas masculinas mostraron las implicaciones físicas y psíquicas, el compromiso de la interacción social, expresados por la exclusión familiar, problemas financieros y dificultad de condición para el empleo. El análisis de las implicaciones de la experiencia de prisión preventiva permite reflexionar sobre la importancia de la articulación intersectorial, implementación de espacios reflexivos y discusiones en el campo de las desigualdades de género.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Aplicação da Lei , Saúde do Homem , Masculinidade/história , Violência por Parceiro Íntimo/psicologia
3.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 5): 2109-2115, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30365772

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the discourse of women on the interface between marital violence and alcohol use by the partner. METHOD: qualitative exploratory research, based on the methodological reference of oral history. We interviewed 19 women with a history of marital violence and involvement with drugs. The data were analyzed through discourse of the collective subject. RESULTS: the participants' discourse points to consumption of alcohol by partners as a potentiating element of violent episodes, also experienced by their parents, signaling to its transgenerational character; it also calls attention to the danger of marital violence resulting from men's reactions to having their alcohol consumption questioned by their partners. FINAL CONSIDERATIONS: the study identifies alcohol as a precipitating and/or potentiating factor of conjugal violence, as well as the intergenerational character of violence based on male domination and intolerance.


Assuntos
Consumo de Bebidas Alcoólicas/efeitos adversos , Violência por Parceiro Íntimo/psicologia , Adulto , Idoso , Consumo de Bebidas Alcoólicas/psicologia , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Pesquisa Qualitativa
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(9): 2368-2375, set. 2018.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-995764

RESUMO

Objetivo: desvelar as expressões da violência conjugal vivenciada por mulheres e os serviços percorridos por conta do agravo. Método: estudo qualitativo, descritivo, ancorado na categoria de gênero. Entrevistaram-se 19 mulheres em vivência de violência conjugal. Analisaram-se os dados a partir da técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: as mulheres experienciaram violência, expressa nas formas patrimonial, moral, psicológica, sexual e física. Diante o sofrimento desencadeado pelo fenômeno, as mulheres percorreram serviço hospitalar, delegacia, vara de violência e a casa abrigo, além de contar com o apoio da associação de mulheres, criada na comunidade para tal fim. Conclusão: o conhecimento acerca das expressões da assimetria de gênero na vida das mulheres e os serviços buscados poderá subsidiar o preparo dos profissionais da saúde para o reconhecimento do agravo e encaminhamento na rede.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Apoio Social , Adaptação Psicológica , Saúde da Mulher , Violência contra a Mulher , Violência por Parceiro Íntimo , Exposição à Violência , Violência de Gênero , Enfermagem em Saúde Pública , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
5.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(9): 2418-2427, set. 2018. ilus, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-995849

RESUMO

Objetivo: conhecer as expressões e repercussões da violência conjugal. Método: estudo quantitativo, documental e descritivo. Os dados foram coletados a partir de 212 processos de violência conjugal registrados em uma Vara de Violência pela Paz em Casa. O processamento deu-se a partir de distribuições das frequências apresentados em figuras. Resultados: com base nas informações contidas no processo, as mulheres referiram vivenciar as violências nas formas psicológica (90,09%), física (76,64%), moral (69,34%), patrimonial (24,06%) e sexual (19,34%). As repercussões registradas relacionam-se ao desencadeamento de hematomas (47,9%), lesões de pele (35,9%), escoriações (12%) e fraturas (4,2%), todas associadas à agressão física, a qual se deu através do uso da força corporal (76,64%), de armas branca (11,97%) e de fogo (11,39%). Conclusão: embora os processos registrem todas as expressões da violência tipificadas pela Lei Maria da Penha, as repercussões relacionam-se apenas à agressão física, apontando para a necessidade de adequação do formulário de investigação nas varas.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Mulheres Maltratadas , Aplicação da Lei , Violência contra a Mulher , Violência por Parceiro Íntimo , Violência por Parceiro Íntimo/legislação & jurisprudência , Violência de Gênero , Saúde Pública , Epidemiologia Descritiva
6.
Rev Bras Enferm ; 71(3): 1022-1029, 2018 May.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29924152

RESUMO

OBJECTIVE: To estimate prevalence of intrafamilial violence experience and its association with sociodemographic, sexual and use of alcohol/drugs variables in teenagers of a public school in Salvador, Bahia, Brazil. METHOD: Cross-sectional study with 239 teenagers. Data were collected through structured instrument, analyzed according to descriptive and inferential statistics, with multiple logistic regression. RESULTS: Research pointed out a high prevalence of intrafamilial violence among teenagers (60.67%). Experience of this grievance was associated, with statistical significance, with the variables: higher age range (PR = 1.83 and 95%CI: 1.05 - 3.18) and regular use of condom (PR = 1.81 and 95%CI: 1.06 - 3.08). Violence was also associated with consumption of alcohol and marijuana. CONCLUSION: Regular use of condom and consumption of alcohol and/or marijuana represent risk behaviors to the experience of intrafamilial violence by teenagers in school, especially older than 15 years old.


Assuntos
Violência Doméstica/psicologia , Prevalência , Adolescente , Comportamento do Adolescente/psicologia , Brasil/epidemiologia , Criança , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Masculino , Fatores de Risco , Assunção de Riscos , Instituições Acadêmicas/estatística & dados numéricos
7.
Rev. bras. enferm ; 71(3): 1022-1029, May-June 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-958624

RESUMO

ABSTRACT Objective: To estimate prevalence of intrafamilial violence experience and its association with sociodemographic, sexual and use of alcohol/drugs variables in teenagers of a public school in Salvador, Bahia, Brazil. Method: Cross-sectional study with 239 teenagers. Data were collected through structured instrument, analyzed according to descriptive and inferential statistics, with multiple logistic regression. Results: Research pointed out a high prevalence of intrafamilial violence among teenagers (60.67%). Experience of this grievance was associated, with statistical significance, with the variables: higher age range (PR = 1.83 and 95%CI: 1.05 - 3.18) and regular use of condom (PR = 1.81 and 95%CI: 1.06 - 3.08). Violence was also associated with consumption of alcohol and marijuana. Conclusion: Regular use of condom and consumption of alcohol and/or marijuana represent risk behaviors to the experience of intrafamilial violence by teenagers in school, especially older than 15 years old.


RESUMEN Objetivo: Estimar la prevalencia de vivencia de violencia intrafamiliar y su asociación con las variables sociodemográficas, sexuales y el uso de alcohol/drogas en adolescentes de una escuela pública en Salvador, Bahía, Brasil. Método: Estudio transversal con 239 adolescentes. Los datos fueron recogidos a través de instrumento estructurado, analizados de acuerdo con la estadística descriptiva e inferencial, con regresión logística múltiple. Resultados: La investigación indicó una elevada prevalencia de violencia intrafamiliar entre adolescentes (el 60,67%). La vivencia de ese agravio se asoció, con significancia estadística, con las variables: mayor franja etaria (RP = 1,83 y IC95%: 1,05 - 3,18) y hacer el uso regular de condón (RP = 1,81 y IC95%: 1,06 - 3,08). La violencia también fue asociada al consumo de alcohol y marihuana. Conclusión: El uso regular de condón y el consumo de alcohol y/o marihuana representa comportamientos de riesgo para la vivencia de violencia intrafamiliar por escolares, sobre todo arriba de 15 años.


RESUMO Objetivo: Estimar a prevalência de vivência de violência intrafamiliar e a sua associação com as variáveis sociodemográficas, sexuais e o uso de álcool/drogas em adolescentes de uma escola pública em Salvador, Bahia, Brasil. Método: Estudo transversal com 239 adolescentes. Os dados foram coletados através de instrumento estruturado, analisados conforme a estatística descritiva e inferencial, com regressão logística múltipla. Resultados: A pesquisa apontou uma elevada prevalência de violência intrafamiliar entre adolescentes (60,67%). A vivência desse agravo associou-se, com significância estatística, com as variáveis: maior faixa etária (RP = 1,83 e IC95%: 1,05 - 3,18) e fazer uso regular de preservativo (RP = 1,81 e IC95%: 1,06 - 3,08). A violência também foi associada ao consumo de álcool e maconha. Conclusão: O uso regular de preservativo e o consumo de álcool e/ou maconha representa comportamentos de risco para a vivência de violência intrafamiliar por escolares, sobretudo acima de 15 anos.

8.
Rev. bras. enferm ; 71(1): 178-184, Jan.-Feb. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-898375

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze male criminals' perception about marital violence. Method: An exploratory, descriptive, qualitative study undertaken with 23 men who were criminally prosecuted for marital violence. A multimethod data collection was conducted, with individual interview and focal group techniques combined, between May and December 2015. The data collected were initially categorized using the NVIVO® 11 software program, and then organized using the Collective Subject Discourse method. Results: the collective discourses reveal that, in the male's perception, conjugal violence is inherent in a marital relationships: it is a private, reciprocal problem that leaves body marks. Conclusion: gender dissymmetry as a social construct is evidenced, signaling the need to create spaces for reflection and re-signification of men and women, from a gender perspective.


RESUMEN Objetivo: analizar la percepción de hombres en proceso criminal sobre la violencia conyugal. Método: Estudio cualitativo exploratorio-descriptivo, con 23 hombres accionados criminalmente por violencia conyugal. Los datos fueron colectados por multimedios, teniendo como técnicas de colecta la entrevista individual y el grupo focal, entre el período de mayo a diciembre de 2015. Los datos colectados fueron inicialmente categorizados con auxilio del software NVIVO® 11 y, en seguida, organizados de acuerdo con el método del Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: los discursos colectivos revelan que, en la percepción masculina, la violencia conyugal es natural en la relación conyugal; un problema del ámbito privado; recíproca; y deja marcas corporales. Conclusión: se evidencia la disimetría del género como constructo social, señalando para la necesidad de la creación de espacios de reflexión y resignificación de hombres y mujeres, en la perspectiva de género.


RESUMO Objetivo: analisar a percepção de homens em processo criminal sobre a violência conjugal. Método: Estudo qualitativo exploratório-descritivo, com 23 homens acionados criminalmente por violência conjugal. Os dados foram coletados por multimétodos, tendo como técnicas de coleta a entrevista individual e o grupo focal, entre o período de maio a dezembro de 2015. Os dados coletados foram inicialmente categorizados com auxílio do software NVIVO® 11 e, em seguida, organizados de acordo com o método do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: os discursos coletivos revelam que, na percepção masculina, a violência conjugal é natural na relação conjugal; um problema do âmbito privado; recíproca; e deixa marcas corporais. Conclusão: evidencia-se a dissimetria de gênero como constructo social, sinalizando para a necessidade da criação de espaços de refl exão e ressignifi cação de homens e mulheres, na perspectiva de gênero.

9.
Rev. bras. enferm ; 71(1): 178-184, Jan.-Feb. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-898344

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze male criminals' perception about marital violence. Method: An exploratory, descriptive, qualitative study undertaken with 23 men who were criminally prosecuted for marital violence. A multimethod data collection was conducted, with individual interview and focal group techniques combined, between May and December 2015. The data collected were initially categorized using the NVIVO® 11 software program, and then organized using the Collective Subject Discourse method. Results: the collective discourses reveal that, in the male's perception, conjugal violence is inherent in a marital relationships: it is a private, reciprocal problem that leaves body marks. Conclusion: gender dissymmetry as a social construct is evidenced, signaling the need to create spaces for reflection and re-signification of men and women, from a gender perspective.


RESUMEN Objetivo: analizar la percepción de hombres en proceso criminal sobre la violencia conyugal. Método: Estudio cualitativo exploratorio-descriptivo, con 23 hombres accionados criminalmente por violencia conyugal. Los datos fueron colectados por multimedios, teniendo como técnicas de colecta la entrevista individual y el grupo focal, entre el período de mayo a diciembre de 2015. Los datos colectados fueron inicialmente categorizados con auxilio del software NVIVO® 11 y, en seguida, organizados de acuerdo con el método del Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: los discursos colectivos revelan que, en la percepción masculina, la violencia conyugal es natural en la relación conyugal; un problema del ámbito privado; recíproca; y deja marcas corporales. Conclusión: se evidencia la disimetría del género como constructo social, señalando para la necesidad de la creación de espacios de reflexión y resignificación de hombres y mujeres, en la perspectiva de género.


RESUMO Objetivo: analisar a percepção de homens em processo criminal sobre a violência conjugal. Método: Estudo qualitativo exploratório-descritivo, com 23 homens acionados criminalmente por violência conjugal. Os dados foram coletados por multimétodos, tendo como técnicas de coleta a entrevista individual e o grupo focal, entre o período de maio a dezembro de 2015. Os dados coletados foram inicialmente categorizados com auxílio do software NVIVO® 11 e, em seguida, organizados de acordo com o método do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: os discursos coletivos revelam que, na percepção masculina, a violência conjugal é natural na relação conjugal; um problema do âmbito privado; recíproca; e deixa marcas corporais. Conclusão: evidencia-se a dissimetria de gênero como constructo social, sinalizando para a necessidade da criação de espaços de refl exão e ressignifi cação de homens e mulheres, na perspectiva de gênero.

10.
Rev Bras Enferm ; 71(1): 178-184, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29324961

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze male criminals' perception about marital violence. METHOD: An exploratory, descriptive, qualitative study undertaken with 23 men who were criminally prosecuted for marital violence. A multimethod data collection was conducted, with individual interview and focal group techniques combined, between May and December 2015. The data collected were initially categorized using the NVIVO® 11 software program, and then organized using the Collective Subject Discourse method. RESULTS: the collective discourses reveal that, in the male's perception, conjugal violence is inherent in a marital relationships: it is a private, reciprocal problem that leaves body marks. CONCLUSION: gender dissymmetry as a social construct is evidenced, signaling the need to create spaces for reflection and re-signification of men and women, from a gender perspective.


Assuntos
Violência por Parceiro Íntimo/psicologia , Percepção , Prisioneiros/psicologia , Adulto , Brasil , Humanos , Masculino , Masculinidade , Pessoa de Meia-Idade , Pesquisa Qualitativa
11.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 22(1): e20170108, 2018.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891756

RESUMO

Abstract This qualitative, descriptive research had the purpose of analyzing the discourse of women and men involved in criminal proceedings on their experience of conjugal violence. Interviews were conducted with men in criminal proceedings for marital violence and the respective testimonies of their companions, contained in case files, were analyzed. Data were organized using the NVIVO® 11 software and the Collective Subject Discourse method. The discourses indicate that the reciprocity of the experience of violence is not recognized by the couple. While the woman sometimes transfers the responsibility of the act to the ingestion of alcohol or to herself, the man minimizes the event and questions the legitimacy of the testimony given by his companion. This points to the importance of the creation of spaces for reeducation in the perspective of gender, which would allow the recognition of the grievance by the couple and favor more respectful and harmonious relationships within the family.


Resumen Objetivo: Analizar el discurso de mujeres y hombres en proceso criminal sobre la vivencia de violencia conyugal. Método: Investigación cualitativa-descriptiva. Se realizaron entrevistas con hombres en proceso criminal por violencia conyugal. Fueron analizados los testimonios de sus compañeras, contenidos en los autos del proceso. Los datos se organizaron a través del software NVIVO® 11 y el método del Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: A pesar de la vivencia recíproca de violencia, ésta no es reconocida por la pareja. Mientras la mujer a veces transfiere la responsabilidad del acto para la ingestión de alcohol o para ellas mismas, el hombre minimiza lo ocurrido, cuestionando aún la legitimidad del testimonio dado por la compañera. Conclusión: Se señala la importancia de la creación de espacios de reeducación en la perspectiva de género, que posibiliten el reconocimiento del agravio por la pareja y favorezca relaciones más respetuosas y armoniosas en el ámbito familiar.


Resumo Pesquisa qualitativa-descritiva, com objetivo de analisar o discurso de mulheres e homens em processo criminal sobre a vivência de violência conjugal. Foram realizadas entrevistas com homens em processo criminal por violência conjugal, e analisados os respectivos depoimentos de suas companheiras, contidos nos autos do processo. Os dados foram organizados por meio do software NVIVO® 11 e pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo. Os discursos sinalizam que apesar da vivência recíproca de violência, esta não é reconhecida pelo casal. Enquanto a mulher, por vezes, transfere a responsabilidade do ato para a ingestão de álcool ou para elas mesmas, o homem minimiza o ocorrido, questionando ainda a legitimidade do depoimento dado pela companheira. Sinaliza-se para a importância da criação de espaços de reeducação na perspectiva de gênero, que possibilite o reconhecimento do agravo pelo casal e favoreça relações mais respeitosas e harmoniosas no âmbito familiar.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Violência Doméstica , Violência contra a Mulher
12.
Rev. bras. enferm ; 71(supl.5): 2109-2115, 2018.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-977653

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the discourse of women on the interface between marital violence and alcohol use by the partner. Method: qualitative exploratory research, based on the methodological reference of oral history. We interviewed 19 women with a history of marital violence and involvement with drugs. The data were analyzed through discourse of the collective subject. Results: the participants' discourse points to consumption of alcohol by partners as a potentiating element of violent episodes, also experienced by their parents, signaling to its transgenerational character; it also calls attention to the danger of marital violence resulting from men's reactions to having their alcohol consumption questioned by their partners. Final considerations: the study identifies alcohol as a precipitating and/or potentiating factor of conjugal violence, as well as the intergenerational character of violence based on male domination and intolerance.


RESUMEN Objetivo: analizar el discurso de las mujeres sobre la interfaz entre la violencia conyugal y el uso de alcohol por el compañero. Método: investigación exploratoria, cualitativa, basada en el referencial metodológico de la historia oral. Se entrevistaron a 19 mujeres con antecedentes de violencia conyugal e implicación con drogas. Los datos fueron analizados a través del discurso del sujeto colectivo. Resultados: el discurso de las participantes apunta el consumo del alcohol por el compañero como elemento impulsor de los episodios violentos, evento también experimentado por los padres, señalando para su carácter transgeneracional; advierte también a la violencia conyugal derivada de la reacción del hombre al ser cuestionado por la compañera en cuanto al consumo del alcohol. Consideraciones finales: el estudio identifica el alcohol como factor precipitador y/o impulsor de la violencia conyugal, así como el carácter intergeneracional de la violencia basada en la concepción de dominación e intolerancia masculina.


RESUMO Objetivo: analisar o discurso de mulheres sobre a interface entre violência conjugal e uso de álcool pelo companheiro. Método: pesquisa exploratória, qualitativa, fundamentada no referencial metodológico da história oral. Foram entrevistadas 19 mulheres com história de violência conjugal e envolvimento com drogas. Os dados foram analisados através do discurso do sujeito coletivo. Resultados: o discurso das participantes aponta o consumo do álcool pelo companheiro como elemento potencializador dos episódios violentos, evento também experienciado pelos pais, sinalizando para seu caráter transgeracional; alerta ainda para a violência conjugal decorrente da reação do homem ao ser questionado pela companheira quanto ao consumo do álcool. Considerações finais: o estudo identifica o álcool como fator precipitador e/ou potencializador da violência conjugal, bem como o caráter intergeracional da violência alicerçada na concepção de dominação e intolerância masculina.

13.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 22(2): 117-122, maio-ago. 2018. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-883585

RESUMO

A violência por parceiro íntimo, muitas vezes, tem o uso do álcool e seus efeitos colaterais como elementos precipitadores e intensificadores das condutas violentas. Diante desse pressuposto, tem-se por objetivo identificar na literatura científica, nacional e internacional, as evidências científicas acerca da influência do consumo de bebidas alcoólicas na ocorrência de violência por parceiro íntimo. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura realizada nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Scientific Electronic Library Online, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde e Base de dados de enfermagem, nas línguas portuguesa e inglesa, não havendo artigos em espanhol, com os descritores: consumo de bebidas alcoólicas, violência contra a mulher e violência conjugal. Considerou-se como critérios de inclusão: artigos originais, publicados no período de 2011 a 2016, disponíveis gratuitamente nos idiomas português, inglês ou espanhol, excluindo assim artigos fora dos critérios de inclusão, além de teses, dissertações, monografias, livros, capítulos de livros, documentos governamentais e seminários. Foram encontrados 56 artigos, contudo, somente 7 atenderam aos critérios de inclusão e exclusão e responderam a questão de revisão. Dentre os selecionados, realizou-se uma análise, a qual correspondeu à síntese das evidências disponíveis nos artigos que compõem o corpus do estudo. A literatura nacional e internacional desponta para o consumo de bebidas alcoólicas dentro da relação conjugal, como um elemento que contribui de forma significativa para uma evidente propensão à prática da violência por parceiro íntimo, pois está relacionado com a instabilidade emocional e a reação contra as agressões perpetradas pelo parceiro íntimo.


Intimate partner violence often has the consumption of alcohol and its side effects as precipitating and intensifying elements of violent behavior. Based on this assumption, the purpose of this study is to identify scientific evidence in the national and international scientific literature on the influence of alcohol consumption on the occurrence of violence by an intimate partner. This is an integrative literature review using the Medical Literature Analysis and Retrieval System Online databases, the Scientific Electronic Library Online, the Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences and the Nursing Database, in both Portuguese and English, since there were no papers published in Spanish with the descriptors: alcohol consumption, violence against women and marital violence. Inclusion criteria were: novelty articles, published between 2011 and 2016, available free of charge in Portuguese, English or Spanish, thus excluding any articles outside the inclusion criteria, as well as theses, dissertations, monographs, books, book chapters, government documents and seminars. A total of 56 articles were found. However, only seven met the inclusion criteria and answered the review question. Among those selected, an analysis was performed, which corresponded to the synthesis of the available evidence in the articles that make up the study corpus. The national and international literature emerges for the consumption of alcoholic beverages within the marital relationship as an element that significantly contributes to an evident propensity to practice intimate partner violence, since it is related to emotional instability and reaction against aggressions perpetrated by the intimate partner.


Assuntos
Consumo de Bebidas Alcoólicas , Violência por Parceiro Íntimo , Violência contra a Mulher , Saúde da Mulher
14.
Texto & contexto enferm ; 26(4): e1730016, 2017. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904281

RESUMO

RESUMO Objetivo: desvelar as expressões da violência intrafamiliar vivenciadas por adolescentes. Método: estudo com abordagem qualitativa que utilizou como referencial metodológico a história oral. Foram entrevistadas(os) oito adolescentes matriculadas(os) em uma escola pública de Salvador, Bahia, Brasil, no período de março a maio de 2015. Os dados foram sistematizados conforme a análise temática e respaldados em referenciais teóricos sobre violência doméstica e adolescência. Resultados: as(os) adolescentes relatam uma infância e adolescência marcadas pela ausência de atenção às necessidades físicas e emocionais, fundamentais para o crescimento e desenvolvimento, e pela vivência cotidiana de humilhações, depreciações, difamações, calúnias, injúrias, além de agressões por meio de tapas e socos. Tais achados foram organizados nas seguintes categorias: Negligência e abandono; Violência moral e psicológica; e Violência física. Conclusão: considerando que a história oral das(os) adolescentes desvela um contexto familiar permeado pelas mais variadas formas de expressão da violência, o estudo ratifica a realidade de abuso a que nossas crianças e adolescentes encontram-se expostas dentro de seus lares, entendidos enquanto cenários de proteção e segurança. Alerta-nos, ainda, para a naturalização da violência intrafamiliar, socialmente arraigada na crença da educação dos filhos a partir de medidas punitivas e coercivas, mais comumente por meio de castigos e agressões físicas. Urge estratégias que viabilizem a desconstrução dessa cultura de maus tratos a crianças e adolescentes.


RESUMEN Objetivo: revelar las expresiones de la violencia intrafamiliar vividas por adolescentes. Método: estudio con abordaje cualitativo que utilizó como referencial metodológico la historia oral. Se entrevistaron a ocho adolescentes matriculados en una escuela pública de Salvador, Bahía, Brasil, en el período de marzo a mayo de 2015. Los datos fueron sistematizados conforme al análisis temático y respaldados en referenciales teóricos sobre violencia doméstica y adolescencia. Resultados: los adolescentes con una infancia y adolescencia marcadas por la ausencia de atención a las necesidades físicas y emocionales, fundamentales para el crecimiento y desarrollo, y por la vivencia cotidiana de humillaciones, depreciaciones, difamaciones, calumnias, injurias, además de agresiones por medio de agresiones. Estos hallazgos se organizaron en las siguientes categorías: Negligencia y abandono; Violencia moral y psicológica; y la violencia física. Conclusión: considerando que la historia oral de los adolescentes desvela un contexto familiar permeado por las más variadas formas de expresión de la violencia, el estudio ratifica la realidad de abuso a que nuestros niños y adolescentes se encuentran expuestos dentro de sus hogares, entendidos como escenarios de protección y seguridad. Nos alerta, además, para la naturalización de la violencia intrafamiliar, socialmente arraigada en la creencia de la educación de los hijos a partir de medidas punitivas y coercitivas, más comúnmente por medio de castigos y agresiones físicas. Urgen estrategias que viabilicen la deconstrucción de esa cultura de maltrato a niños y adolescentes.


ABSTRACT Objective: to reveal the expressions of intrafamily violence experienced by adolescents. Method: a qualitative study that used oral history as a methodological reference. Eight adolescents enrolled in a public school in Salvador, Bahia, Brazil, were interviewed from March to May 2015. The data were systematized according to the thematic analysis and supported by theoretical references on domestic violence and adolescence. Results: adolescents report a childhood and adolescence marked by the lack of attention to their physical and emotional needs, fundamental for growth and development, and the daily experiences of humiliation, slander, injuries from kicks and punches. These findings were organized in the following categories: Negligence and abandonment; Moral and psychological violence; and Physical violence. Conclusion: considering that the oral history of the adolescents reveals a family context permeated by the most varied forms of expressions of violence, the study ratifies the reality of abuse that children and adolescents are exposed to in their homes, which are understood as safe and secure places. It also alerts us to the naturalization of intrafamily violence, socially rooted in the belief of children's education through punitive and coercive measures, most commonly through corporal punishment and aggression. Strategies that deconstruct this culture of child and adolescent maltreatment are urged.

15.
Texto & contexto enferm ; 26(4): e1730016, 2017. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904327

RESUMO

RESUMO Objetivo: desvelar as expressões da violência intrafamiliar vivenciadas por adolescentes. Método: estudo com abordagem qualitativa que utilizou como referencial metodológico a história oral. Foram entrevistadas(os) oito adolescentes matriculadas(os) em uma escola pública de Salvador, Bahia, Brasil, no período de março a maio de 2015. Os dados foram sistematizados conforme a análise temática e respaldados em referenciais teóricos sobre violência doméstica e adolescência. Resultados: as(os) adolescentes relatam uma infância e adolescência marcadas pela ausência de atenção às necessidades físicas e emocionais, fundamentais para o crescimento e desenvolvimento, e pela vivência cotidiana de humilhações, depreciações, difamações, calúnias, injúrias, além de agressões por meio de tapas e socos. Tais achados foram organizados nas seguintes categorias: Negligência e abandono; Violência moral e psicológica; e Violência física. Conclusão: considerando que a história oral das(os) adolescentes desvela um contexto familiar permeado pelas mais variadas formas de expressão da violência, o estudo ratifica a realidade de abuso a que nossas crianças e adolescentes encontram-se expostas dentro de seus lares, entendidos enquanto cenários de proteção e segurança. Alerta-nos, ainda, para a naturalização da violência intrafamiliar, socialmente arraigada na crença da educação dos filhos a partir de medidas punitivas e coercivas, mais comumente por meio de castigos e agressões físicas. Urge estratégias que viabilizem a desconstrução dessa cultura de maus tratos a crianças e adolescentes.


RESUMEN Objetivo: revelar las expresiones de la violencia intrafamiliar vividas por adolescentes. Método: estudio con abordaje cualitativo que utilizó como referencial metodológico la historia oral. Se entrevistaron a ocho adolescentes matriculados en una escuela pública de Salvador, Bahía, Brasil, en el período de marzo a mayo de 2015. Los datos fueron sistematizados conforme al análisis temático y respaldados en referenciales teóricos sobre violencia doméstica y adolescencia. Resultados: los adolescentes con una infancia y adolescencia marcadas por la ausencia de atención a las necesidades físicas y emocionales, fundamentales para el crecimiento y desarrollo, y por la vivencia cotidiana de humillaciones, depreciaciones, difamaciones, calumnias, injurias, además de agresiones por medio de agresiones. Estos hallazgos se organizaron en las siguientes categorías: Negligencia y abandono; Violencia moral y psicológica; y la violencia física. Conclusión: considerando que la historia oral de los adolescentes desvela un contexto familiar permeado por las más variadas formas de expresión de la violencia, el estudio ratifica la realidad de abuso a que nuestros niños y adolescentes se encuentran expuestos dentro de sus hogares, entendidos como escenarios de protección y seguridad. Nos alerta, además, para la naturalización de la violencia intrafamiliar, socialmente arraigada en la creencia de la educación de los hijos a partir de medidas punitivas y coercitivas, más comúnmente por medio de castigos y agresiones físicas. Urgen estrategias que viabilicen la deconstrucción de esa cultura de maltrato a niños y adolescentes.


ABSTRACT Objective: to reveal the expressions of intrafamily violence experienced by adolescents. Method: a qualitative study that used oral history as a methodological reference. Eight adolescents enrolled in a public school in Salvador, Bahia, Brazil, were interviewed from March to May 2015. The data were systematized according to the thematic analysis and supported by theoretical references on domestic violence and adolescence. Results: adolescents report a childhood and adolescence marked by the lack of attention to their physical and emotional needs, fundamental for growth and development, and the daily experiences of humiliation, slander, injuries from kicks and punches. These findings were organized in the following categories: Negligence and abandonment; Moral and psychological violence; and Physical violence. Conclusion: considering that the oral history of the adolescents reveals a family context permeated by the most varied forms of expressions of violence, the study ratifies the reality of abuse that children and adolescents are exposed to in their homes, which are understood as safe and secure places. It also alerts us to the naturalization of intrafamily violence, socially rooted in the belief of children's education through punitive and coercive measures, most commonly through corporal punishment and aggression. Strategies that deconstruct this culture of child and adolescent maltreatment are urged.

16.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 21(4): e20160346, 2017. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891691

RESUMO

Objectives: To know the meanings attributed by women regarding the repercussions of the experience of domestic violence. Method: Qualitative study, based on the Grounded Theory method. Data were collected in two sticks of domestic and family violence against the Brazilian Northeast woman. An interview was conducted with 37 participants, who composed two sample groups. Results: The study demonstrates that the physical and mental health of women and their children are compromised, expressed through visible marks such as bruises and cuts, in addition to low self-esteem, sadness, fear and depression. There are also repercussions for the social relations of women as a consequence of social isolation and non-qualification for the labor market, and of children, related to the decrease in school performance, introspection and vulnerability to drug use. Conclusion: It is necessary to sensitize health professionals to the recognition of cases and promote educational actions, thus transcending the invisibility barrier of domestic violence.


Objetivo: Conocer los significados asignados por mujeres sobre el impacto de las experiencias de violencia de parejas. Método: Estudio cualitativo, apoyado en el método de la Grounded Theory. Los datos fueron colectados en dos varas de violencia doméstica y familiar contra la mujer del nordeste brasileño. Se realizó una entrevista con 37 participantes, que compuesto por dos grupos de la muestra. Resultado: El estudio muestra comprometimiento para la salud física y mental de las mujeres y sus hijos, expresa por marcas visibles, como hematomas y cortes, además de la baja autoestima, tristeza, miedo y depresión. Se revelan más repercusiones para las relaciones sociales de las mujeres, por consecuencia del aislamiento social y de la no-calificación para el mercado de trabajo, y de los niños(as), relacionados a la disminución en el rendimiento escolar, introspección y vulnerabilidad para el uso de drogas. Conclusión: Es necesario sensibilizar profesionales de la salud para el reconocimiento de los casos y promover acciones de educación, transcendente, así, la barrera de la invisibilidad de la violencia de parejas.


Objetivo: Conhecer os significados atribuídos por mulheres acerca das repercussões da vivência de violência conjugal. Método: Estudo qualitativo, apoiado no método da Grounded Theory. Os dados foram coletados em duas varas de violência doméstica e familiar contra a mulher do nordeste brasileiro. Realizou-se entrevista com 37 participantes, que compuseram dois grupos amostrais. Resultado: O estudo aponta comprometimento para a saúde física e mental das mulheres e seus filhos, expressa por marcas visíveis, como hematomas e cortes, além de baixa autoestima, tristeza, medo e depressão. Revelam-se ainda repercussões para as relações sociais das mulheres, por consequência do isolamento social e da não-qualificação para o mercado de trabalho, e das crianças, relacionadas à diminuição no rendimento escolar, introspecção e vulnerabilidade para o uso de drogas. Conclusão: Faz-se necessário sensibilizar profissionais de saúde para o reconhecimento dos casos e promover ações de educação, transcendendo, assim, a barreira da invisibilidade da violência conjugal.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Violência Doméstica , Conflito Familiar , Saúde Pública , Saúde da Mulher
17.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 21(4): e20160346, 2017. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891732

RESUMO

Objetivo: Conhecer os significados atribuídos por mulheres acerca das repercussões da vivência de violência conjugal. Método: Estudo qualitativo, apoiado no método da Grounded Theory. Os dados foram coletados em duas varas de violência doméstica e familiar contra a mulher do nordeste brasileiro. Realizou-se entrevista com 37 participantes, que compuseram dois grupos amostrais. Resultado: O estudo aponta comprometimento para a saúde física e mental das mulheres e seus filhos, expressa por marcas visíveis, como hematomas e cortes, além de baixa autoestima, tristeza, medo e depressão. Revelam-se ainda repercussões para as relações sociais das mulheres, por consequência do isolamento social e da não-qualificação para o mercado de trabalho, e das crianças, relacionadas à diminuição no rendimento escolar, introspecção e vulnerabilidade para o uso de drogas. Conclusão: Faz-se necessário sensibilizar profissionais de saúde para o reconhecimento dos casos e promover ações de educação, transcendendo, assim, a barreira da invisibilidade da violência conjugal.


Assuntos
Humanos , Feminino , Violência Doméstica , Conflito Familiar , Pesquisa Qualitativa , Violência contra a Mulher , Saúde da Mulher
18.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 15(3): 423-432, 20161111. graf
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-968067

RESUMO

Aim: To identify demographic and socioeconomic aspects of women in marital violence. Method: This is a descriptive and quantitative study, linked to an action research project under funding from the Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Research Support Foundation of the Bahia State). A documentary research was carried out from the information contained in 212 cases registered in 2014 under the jurisprudence of the 1st Court of Domestic and Family Violence against Women in Salvador. Data analysis was performed through the distribution of frequencies. Result: the investigation of cases registered in 2014 revealed that the denunciation of domestic violence is performed mostly by women aged between 25 and 49 years old, black, single mothers, who have completed at least high school and are earning up to two minimum wages. Discussion: In this profile of women, already desirous of putting an end to violence, there must be an action plan so that they will not give up fighting for a life free of violence.


Objetivo: Identificar los aspectos demográficos y socioeconómicos de mujeres en situación de violencia conyugal. Método: Se trata de un estudio descriptivo y cuantitativo, vinculado a un proyecto de investigación-acción financiado por la Fundación de Amparo a las Pesquisas del Estado de Bahía. Se realizó un estudio documental a partir de las informaciones contenidas en 212 procesos registrados en 2014 sub la jurisprudencia de la 1ª Vara de Violencia Doméstica y Familiar contra la Mujer de Salvador. El análisis de los datos se efectuó por medio de las distribuciones de frecuencias. Resultado: La investigación de los procesos registrados en 2014 reveló que la denuncia de violencia conyugal, es realizada mayoritariamente por mujeres con edad entre 25 y 49 años, negras, solteras, madres, con por lo menos, la enseñanza media concluida y que ganaban hasta dos salarios mínimos. Discusión: Se deben realizar acciones para que ese perfil de mujeres, ya sensibilizadas a romper con la violencia, no desista de luchar por una vida libre de violencia.


Objetivo: identificar os aspectos demográficos e socioeconômicos de mulheres em situação de violência conjugal. Método: Trata-se de um estudo descritivo e quantitativo, vinculado a um projeto de pesquisa-ação sob financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Realizou-se uma pesquisa documental a partir de informações contidas em 212 processos registrados em 2014 sob a jurisprudência da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra Mulher de Salvador. A análise dos dados foi efetuada por meio das distribuições das frequências. Resultado: A investigação dos processos registrados em 2014 revelou que a denúncia da violência conjugal é realizada, na sua maioria, por mulheres com idade entre 25 e 49 anos, negras, solteiras, mães, que concluíram pelo menos o nsino médio e com vencimento de até dois salários mínimos. Discussão: A esse perfil de mulheres, já sensibilizadas para romper com a violência, devem ser investidas ações para que não desistam de lutar por uma vida livre de violência.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Fatores Socioeconômicos , Demografia/estatística & dados numéricos , Saúde Pública/estatística & dados numéricos , Violência Doméstica , Violência Doméstica/estatística & dados numéricos , Violência contra a Mulher
19.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-30217

RESUMO

Objetivo: conhecer as complicações pós-cirúrgicas da histerectomia para as mulheres. Método: revisão integrativa daliteratura, associando “histerectomia” e “complicações”. Incluíram-se nove artigos originais, disponíveis na íntegra,nos idiomas português e espanhol, publicados entre 2005 e 2014. Resultados: o estudo mostrou que a histerectomiatraz complicações tais como: lesão de bexiga, infecções do trato urinário, lesão de reto, sensação de evacuaçãoincompleta, infecção de cúpula vaginal, hematoma em cúpula, embolia pulmonar, infecção pulmonar, anemia,trombose venosa pélvica, coagulação intravascular disseminada, hemorragia, choque hipovolêmico e sepse.Conclusão: as complicações pós-cirúrgicas da histerectomia comprometem diversos sistemas do corpo humano. (AU)


Objective: to understand postsurgical complications of a hysterectomy for women. Method: integrative literaturereview, associating “hysterectomy” and “complications”. There were nine original articles included; available in theirentirety; in the Portuguese and Spanish languages; published between 2005 and 2014. Result: the study demonstratedthat hysterectomy brings complications such as: bladder injury, urinary tract infections, rectal injury, incompleteevacuation sensation, vaginal cuff infection, dome hematoma, pulmonary embolism, pulmonary infection, anemia,pelvic vein thrombosis, disseminated intravascular coagulopathy, hemorrhage, hypovolemic shock and sepsis.Conclusion: postsurgical complications related with hysterectomy compromise various systems of the body. (AU)


Objetivo: conocer las complicaciones postquirúrgicas de la histerectomía para las mujeres. Métodos: revisiónintegradora de la literatura, asociando “histerectomía” y “complicaciones”. Se incluyeron nueve artículos originales,disponibles en su totalidad; en el idioma portugués y español; publicados entre 2005 y 2014. Resultados: el estudiomostró que la histerectomía trae complicaciones como la lesión de la vejiga, infecciones del tracto urinario, lesión rectal, sensación de evacuación incompleta, infección del tracto vaginal, hematoma de cúpula, embolia pulmonar,infección pulmonar, anemia, trombosis venosa pélvica, coagulación intravascular diseminada, hemorragia, shockhipovolémico y la sepsis. Conclusión: las complicaciones postquirúrgicas de la histerectomía comprometen variossistemas del cuerpo humano. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Histerectomia , Complicações Pós-Operatórias , Centros Cirúrgicos , Enfermagem
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA