Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
J. bras. econ. saúde (Impr.) ; 10(2): 190-197, Agosto/2018.
Artigo em Inglês | LILACS, ECOS | ID: biblio-915117

RESUMO

Hodgkin's lymphoma (HL) is a B-cell malignancy with a classical bimodal distribution with incidence peaking in the third and sixth decades of life. The purpose of this review is to describe the current unmet medical need for relapsing/refractory HL and the main data of emerging treatments, including brentuximab vedotin, the immune checkpoint inhibitors nivolumab and pembrolizumab, as well as other compounds in development. Available guidelines for relapsing/refractory HL are discussed.


O linfoma de Hodgkin (LH) é uma neoplasia de células B com distribuição bimodal clássica com pico de incidência na terceira e sexta décadas de vida. O objetivo desta revisão é descrever as atuais necessidades médicas não atendidas dos pacientes com LH recidivante/refratário e os dados principais dos tratamentos emergentes, incluindo brentuximabe vedotina, os inibidores do ponto de verificação imunológico, nivolumabe e pembrolizumabe, bem como outros compostos em desenvolvimento. Além disso, discutem-se as diretrizes disponíveis para LH recidivante/refratário.


Assuntos
Humanos , Doença de Hodgkin , Tratamento Farmacológico
2.
J Rheumatol ; 38(11): 2362-8, 2011 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-21885491

RESUMO

OBJECTIVE: This article reports 1-year clinical outcomes in the subgroup of patients with rheumatoid arthritis in the Abatacept study to Gauge Remission and joint damage progression in methotrexate-naive patients with Early Erosive rheumatoid arthritis (AGREE) who achieved radiographic nonprogression at the end of the double-blind phase. METHODS: Patients who achieved radiographic nonprogression (change from baseline in total Sharp score ≤ 0 at 12 months) with abatacept plus methotrexate (MTX) or MTX alone were eligible for this analysis. Clinical outcomes were remission, defined by 28-joint Disease Activity Score (DAS28) using C-reactive protein (CRP), low Disease Activity Score (LDAS), American College of Rheumatology (ACR) scores, physical function (Health Assessment Questionnaire), and tender and swollen joint counts. Safety was assessed at each visit. RESULTS: Patients in the abatacept plus MTX and MTX monotherapy groups had similar baseline characteristics and were similar to the overall study population. The proportion of patients who achieved DAS28 (CRP) remission or LDAS was greater with abatacept plus MTX vs MTX alone [43.2% vs 22.7% (p < 0.001) and 57.4% vs 40.6% (p = 0.008), respectively]. More patients receiving abatacept plus MTX achieved key ACR responses, including major clinical response (27.3% vs 11.9%; p < 0.001). Safety profiles were similar in both treatment groups. CONCLUSION: More MTX-naive patients with early RA who achieved radiographic nonprogression taking abatacept plus MTX also achieved DAS28 (CRP)-defined remission and LDAS compared with patients who received MTX alone, supporting the use of abatacept as a first-line biologic in combination with disease-modifying antirheumatic drugs.


Assuntos
Antirreumáticos/uso terapêutico , Artrite Reumatoide/diagnóstico por imagem , Artrite Reumatoide/tratamento farmacológico , Imunoconjugados/uso terapêutico , Metotrexato/uso terapêutico , Fator de Necrose Tumoral alfa/antagonistas & inibidores , Abatacepte , Adulto , Antirreumáticos/efeitos adversos , Artrite Reumatoide/sangue , Proteína C-Reativa/metabolismo , Avaliação da Deficiência , Progressão da Doença , Método Duplo-Cego , Quimioterapia Combinada , Feminino , Humanos , Imunoconjugados/efeitos adversos , Estudos Longitudinais , Masculino , Metotrexato/efeitos adversos , Pessoa de Meia-Idade , Radiografia , Índice de Gravidade de Doença , Resultado do Tratamento
3.
Psiquiatr. biol ; 11(1): 15-21, mar. 2003. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-359709

RESUMO

Estima-se que um por cento da população tenha esquizofrenia, a qual atinge indivíduos jovens e coloca crescente sobrecarga econômica à sociedade. É importante o tratamento precoce e com uma medicaçaõ eficaz,bem tolerável e segura, para maximizar a adesão ao tratamento o prognóstico a longo prazo. O fato de al-guns antipsicóticos de primeira e segunda geração estarem associados a um aumento significante do peso e outros eventos adversos pode piorar a já precária adesão ao tratamento e favorecer a recaída. Diferente dos demais antipsicóticos ( antagonistas puros de dopamina), os agonistas parciais de dopamina são drogas co afinidade total de ligação ao receptor dopaminérgico e certa atividade intrínseca no mesmo, o que possibilita um perfil superior de segurança e tolerabilidade; o aripiprazol é a mais recente adição desta nova classe de antipsicóticos, com comprovada eficácia na eaquizofrenia. Os dados sobre seu mecanismo de ação, eficácia e segurança são apresentados, e sugerem ser o aripiprazol uma importante adição ao arsenal terapêutica da esquizofrênia.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Agonistas de Dopamina , Esquizofrenia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA