Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
J Med Syst ; 47(1): 7, 2023 Jan 10.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-36626106

RESUMO

Pregnant women constantly need some information to support nutritional decisions during pregnancy, and many do not receive such assistance at all. This study aims to present a conversational agent to provide reliable information to pregnant women, focusing on nutritional education and evaluating the perception of pregnant women and health professionals about the agent. As a scientific contribution, this article developed and implemented a conversational agent in a real environment capable of generating reliable responses on the basis of a set of health documents. We proposed an intervention study with 25 women and 10 healthcare providers through a survey to measure the perceptions of these groups towards conversational agents. The results show that the intended design could ensure positive support for pregnant women, clarify certain issues for the public, and remove some knowledge barriers. The results showed no significant difference between the groups (p-value = 0.713). Depending on the perception of the pregnant group, the conversational agent model can teach new knowledge during the prenatal period (Mean = 4.56). The model presented for health professionals could already be indicated as a support tool for pregnant women (Mean = 4.7).


Assuntos
Comunicação , Gestantes , Feminino , Gravidez , Humanos , Inquéritos e Questionários
2.
Rev Bras Enferm ; 75Suppl 2(Suppl 2): e20200428, 2022.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-35674535

RESUMO

OBJECTIVES: to describe the development and modeling of a line of care for the prevention and attention of morbimortality from external causes in adolescents and young people within the scope of the municipal management of the Unified Health System. METHODS: methodological study operationalized in three stages: situational analysis; literature review; development, and modeling. Descriptive statistical analysis and content analysis of the thematic type were used to produce evidence and support the development of the line of care. RESULTS: by upholding the evidence of the study, it was elaborated a line of care, whose theoretical and methodological proposal included: 1) conceptual matrix, 2) educative matrix, 3) assistance matrix, and 4) operative matrix. FINAL CONSIDERATIONS: the lines of care are strong tools for articulating the levels of health care, being a resolute and feasible proposal given its cost-effectiveness for complex health demands such as the morbimortality of adolescents and young people from external causes.


Assuntos
Projetos de Pesquisa , Adolescente , Análise Custo-Benefício , Humanos
3.
Rev. bras. enferm ; 75(supl.2): e20200428, 2022. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1376615

RESUMO

ABSTRACT Objectives: to describe the development and modeling of a line of care for the prevention and attention of morbimortality from external causes in adolescents and young people within the scope of the municipal management of the Unified Health System. Methods: methodological study operationalized in three stages: situational analysis; literature review; development, and modeling. Descriptive statistical analysis and content analysis of the thematic type were used to produce evidence and support the development of the line of care. Results: by upholding the evidence of the study, it was elaborated a line of care, whose theoretical and methodological proposal included: 1) conceptual matrix, 2) educative matrix, 3) assistance matrix, and 4) operative matrix. Final Considerations: the lines of care are strong tools for articulating the levels of health care, being a resolute and feasible proposal given its cost-effectiveness for complex health demands such as the morbimortality of adolescents and young people from external causes.


RESUMEN Objetivos: describir el desarrollo y modelado de una línea de cuidado para la prevención y atención a la morbimortalidad por causas externas en adolescentes y jóvenes, en el ámbito de la gestión municipal del Sistema Único de Salud. Métodos: estudio metodológico realizado en tres etapas: análisis situacional; revisión de literatura; desarrollo y modelado. Análisis estadístico descriptivo y de contenido del tipo temático han sido utilizados para producir evidencias y basar la elaboración de la línea de cuidado. Resultados: apoyándose en las evidencias del estudio, elaborado una línea de cuidado, cuya propuesta teórico-metodológica incluyó: 1) matriz conceptual, 2) matriz educativa, 3) matriz asistencial y 4) matriz operativa. Consideraciones Finales: las líneas de cuidado son instrumentos potentes para la articulación de los niveles de atención de salud, siendo una propuesta resolutiva y ejecutable haya vista su costo-efectividad para demandas complejas en salud como la morbimortalidad de adolescentes y jóvenes por causas externas.


RESUMO Objetivos: descrever o desenvolvimento e modelagem de uma linha de cuidado para a prevenção e atenção à morbimortalidade por causas externas em adolescentes e jovens, no âmbito da gestão municipal do Sistema Único de Saúde. Métodos: estudo metodológico operacionalizado em três etapas: análise situacional; revisão de literatura; desenvolvimento e modelagem. Análise estatística descritiva e de conteúdo do tipo temática foram utilizadas para produzir evidências e embasar a elaboração da linha de cuidado. Resultados: apoiando-se nas evidências do estudo, elaborou-se uma linha de cuidado, cuja proposta teórico-metodológica contemplou: 1) matriz conceitual, 2) matriz educativa, 3) matriz assistencial e 4) matriz operativa. Considerações Finais: as linhas de cuidado são instrumentos potentes para a articulação dos níveis de atenção à saúde, sendo uma proposta resolutiva e exequível haja vista seu custo-efetividade para demandas complexas em saúde como a morbimortalidade de adolescentes e jovens por causas externas.

4.
Rev. APS ; 24(2): 403-409, 2021-11-05.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1359429

RESUMO

O objetivo do presente relato é apresentar a experiência do processo de Planificação da Atenção à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul (RS). A Planificação da Atenção à Saúde no RS, estruturada com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, trata-se de um conjunto de oficinas, além de processos de tutoria em unidades-laboratórios, para as equipes de saúde e gestores municipais. Visa à organização dos macro e microprocessos da Atenção Primária à Saúde (APS) e sua organização estruturada com a Atenção Ambulatorial Especializada. Em fevereiro de 2018, as oficinas já haviam sido concluídas em duas Regiões de Saúde - com aproximadamente 120 facilitadores e 1.000 trabalhadores da APS, e estava em fase de finalização em outras duas Regiões de Saúde - com cerca 1.300 trabalhadores da APS. O desafio para o planejamento e para a gestão estadual é ampliar a Planificação da Atenção à Saúde para as demais 26 Regiões de Saúde do RS, bem como o monitoramento e a avaliação do processo. Em última análise, a Planificação, como método de planejamento, visa ao fortalecimento da Atenção Primária à Saúde como base para a implementação das Redes de Atenção à Saúde no território gaúcho.


The objective of the present report is to present the experience of the Health Care Planification process of the State Health Department of Rio Grande do Sul (RS). The Planification of Health Care in RS, structured with the support of the National Council of Health Secretaries, is a set of workshops, as well as tutoring processes in laboratory units for health workers and municipal managers. It aims to organize macro and micro-processes of Primary Health Care (PHC) and its organization structured with Specialized Ambulatory Care. In February 2018, the workshops were completed in two Health Regions - with approximately 120 facilitators and 1,000 PHC workers- and were finalized in two other Health Regions - with approximately 1,300 PHC workers. The challenge for planning and state management is to expand the Health Care Planification for the other 26 Health Regions of RS, as well as the monitoring and evaluation of the process. As a planning method, Health Care Planification aims to strengthen Primary Health Care as the basis for the implementation of Health Care Networks in the state of Rio Grande do Sul.


Assuntos
Planejamento , Atenção Primária à Saúde
5.
Bol. saúde ; 18(1): 99-111, jan.-jun. 2004. tab
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-54840

RESUMO

Introdução: O médico de família e comunidade pode ser definido como aquele que presta cuidados personalizados, continuados e integrais para indivíduos e famílias de uma dada população, independentemente de idade, sexo ou condição de saúde. Essa especialidade tem importante relação com a Atenção Primária à Saúde/Saúde da Família. Para a efetiva implantação da estratégia de Saúde da Família, o Sistema Único de Saúde não dispõe de profissionais dessa área em quantidade, nem em qualidade suficientes. Por isso, é importante conhecer quem são os egressos dessa especialidade médica. Objetivos: Descrever o perfil socio-demográfico e a localização dos egressos. Metodologia: Estudo descritivo de série de casos. A população estudada foi composta por 273 egressos do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade do Centro de Saúde-Escola Murialdo, que ingressaram no Programa entre os anos de 1976 e 1998. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário auto-aplicável, enviado pelo correio aos egressos que tinham seus endereços disponibilizados. Resultados: Foram localizados 180 egressos. A taxa de resposta aos questionários enviados foi de 51,6 por cento. Entre o total de egressos, o predomínio foi feminino em 56 por cento. Em relação à idade, a mediana foi de 40 anos. Os egressos foram localizados morando em três países. No Brasil, estavam morando 98,9 por cento, distribuídos por sete estados da Federação, em 52 cidades. Porto Alegre/RS concentrou 63,1 por cento. Conclusões: os egressos do Programa do Murialdo concentram-se em grandes centros urbanos, especialmente na Região Metropolitana de Porto Alegre. Houve um predomínio feminino nos egressos da especialidade. (AU)


Assuntos
Médicos de Família/educação , Medicina de Família e Comunidade , Internato e Residência , Inquéritos e Questionários/estatística & dados numéricos
6.
Bol. saúde ; 18(1): 9-21, jan.-jun. 2004. ilus, tab
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-54841

RESUMO

Em 2003, o Programa Saúde Para Todos da SES/RS passou a incentivar os municípios a aderirem e ampliarem o número de Equipes de Saúde da Família - ESF e de Saúde Bucal - ESB, instituindo o Incentivo Financeiro Estadual - IFE. A estratégia adotada foi expandir as equipes e avaliar as ações, vinculando o IFE ao cumprimento de metas monitoradas pelo SIAB. A metodologia adotada previu o encaminhamento da proposta de incentivo à Comissão Intergestora Bipartite, emitindo, posteriormente, as portarias sobre o IFE. A transferência dos recursos aos municípios ocorreu a partir de junho de 2003. Como resultado da avaliação, em dezembro de 2003, detectou-se que os municípios, em média, atingiram 90 por cento de cobertura vacinal em dia em um ano; 90 por cento das gestantes acompanhadas desde o primeiro trimestre da gravidez; 80 por cento de diabéticos e hipertensos acompanhados; adesão crescente do número de famílias cobertas por ESB e da população aos procedimentos coletivos. A partir do monitoramento, a Coordenação Estadual encaminhou às regionais e aos prefeitos os resultados. O impacto dessa ação resultou do repasse de recursos no valor de R$9,9 milhões, com uma expansão em 38 por cento de ESFs e em 70,1 por cento de ESBs, em 9 por cento de ACSs e em 28,2 por cento de municípios com PSF. A cobertura populacional cresceu 15,5 por cento para 21,5 por cento em um ano. Após o incentivo, o número de ESBs cresceu 61,0 por cento. A partir da experiência vivida, ressalta-se que esses resultados só foram possíveis, tendo em vista o apoio do gestor estadual e o reconhecimento do PSF como eixo estruturante das políticas. (AU)


Assuntos
Saúde da Família , Financiamento da Assistência à Saúde , Indicadores Básicos de Saúde
7.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 40(1): 17-9, set. 1999. graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271766

RESUMO

O objetivo deste estudo foi realizar a análise de freqüência dos dados obtidos de um questionário estruturado, e dos níveis de mercúrio encontrados na urina de 51 cirurgiöes-dentistas, da unidade Sede do SESC, de Porto, em 1997. A análise dos dados mostrou que os cirurgiöes-dentistas apresentaram exposiçäo ocupacional ao mercúrio, pois a maioria deles apresentou níveis de mercúrio acima do valor de referência da normalidade, que é de 5ug de mercúrio/g de creatinina, apesar de inferiores aos níveis de tolerância máxima permitida, que é de 35ug de mercúrio/g de creatinina


Assuntos
Odontólogos , Mercúrio , Riscos Ocupacionais , Inquéritos e Questionários
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...