Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Cien Saude Colet ; 26(suppl 2): 3647-3655, 2021.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-34468659

RESUMO

Fluoridation is considered an effective and wide-ranging measure in combatting dental caries. Despite being mandatory in Brazil since 1974, the implementation continues to be unequal throughout the country. The objective was to describe and analyze fluorine levels in the waters of the public supply grid of the 2nd macro region of the state of Pernambuco in municipalities with 50,000 inhabitants or more. This is a descriptive study based on a comparison of data from Pernambuco Sanitation Company (Compesa), the Vigifluor Project, the Water Quality Surveillance Information System for Human Consumption (Sisagua) the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) and the National Sanitation Information System (SNIS), on the fluoridation of water in municipalities of the 2nd health macro region of Pernambuco. Although the municipalities studied do not have artificial fluoridation, significant levels of natural fluorine were found in the sources that supply the regions. However, these levels of fluorine do not remain constant in the waters of the supply network of the municipalities studied, therefore there is no effective prevention against caries. Artificial fluoridation is an effective measure in preventing caries and should therefore be expanded in regions that are not yet fluoridated.


Assuntos
Cárie Dentária , Fluoretos , Brasil , Cidades , Cárie Dentária/epidemiologia , Cárie Dentária/prevenção & controle , Fluoretação , Fluoretos/análise , Humanos , Abastecimento de Água
2.
Odontol. clín.-cient ; 14(1): 559-564, Jan.-Mar. 2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-782771

RESUMO

A fluoretação das águas é uma medida efetiva para reduzir a cárie dentária, e o uso do flúor no abastecimento público é considerado o principal fator para a obtenção de redução na prevalência da doença. Apesar de a fluoretação das águas ser obrigatória no Brasil desde 1974, várias grandes cidades brasileiras não fluoretam suas águas, e, no caso de Pernambuco atualmente, sua totalidade age dessa forma. A decisão de não fluoretar, na maioria das vezes, é determinada pela falta de vontade política, alegando falta de recursos financeiros e dificuldades técnicas para executar a ação. Porém, tendo em vista a alta eficiência, o baixo custo relativo e o grande benefício social dessa política, tais decisões não se justificam. Os objetivos deste estudo foram identificar a cobertura da fluoretação no estado de Pernambuco, resgatando seus aspectos históricos assim como suas interrupções, e realizar uma revisão da literatura sobre os benefícios da medida no período compreendido entre os anos de 1974 a 2013. Trata-se de pesquisa bibliográfica de caráter exploratório, desenvolvida por meio de pesquisa bibliográfica e análise documental. O estudo mostrou que, atualmente, não existem argumentos, sejam eles técnicos, políticos ou, orçamentários, os quais justifiquem a não fluoretação de águas no estado de Pernambuco.


Water fluoridation is an effective measure to reduce tooth decay and the use of fluoride in public water supply is considered to be the main deciding factor to obtain a reduction in the prevalence of the disorder. Despite that water fluoridation is mandatory in Brazil since 1974, several large cities do not fluoride its waters, and in the case of the state of Pernambuco, its totality. The decision not to fluoridate, in most cases, is determined by the lack of political will, claiming lack of financial resources to perform the action. However, in view of high efficiency, low relative cost and great social benefits of this policy, such decisions are not justified. The objectives of this study are to identify the coverage of fluoridation in Pernambuco, to rescue historical aspects of fluoridation of public water supplies in the state and perform a literature review about the benefits of the measure, in the period between the years 1974 and 2013. This is exploratory research literature developed through literature review and document analysis. The study showed that currently there are no arguments, being they technical, political or budgetary, which justify not to fluoridate public water supply in the state of Pernambuco.

3.
Cad Saude Publica ; 28 Suppl: s69-80, 2012.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-22714970

RESUMO

Access to fluoridated water is a known protective factor against dental caries. In 1974, fluoridation of the public water supply became mandatory by law in Brazil, resulting in improved coverage, especially in more developed regions of the country. Coverage increased across the country as a priority under the national oral health policy. This article systematizes information on the implementation and expansion of fluoridation in Sao Paulo State from 1956 to 2009, using secondary data from technical reports, official documents, and the Information System for Surveillance of Water Quality for Human Consumption (SISAGUA). In 2009, fluoridation covered 546 of 645 counties in São Paulo State (84.7%), reaching 85.1% of the total population and 93.5% of the population with access to the public water supply. The results indicate that fluoridation has been consolidated as part of State health policy. However, the challenge remains to implement and maintain fluoridation in 99 counties, benefiting 6.2 million inhabitants that are still excluded from this service.


Assuntos
Cárie Dentária/prevenção & controle , Fluoretação/história , Brasil/epidemiologia , Cidades/história , Cárie Dentária/epidemiologia , Água Potável , Fluoretação/estatística & dados numéricos , Política de Saúde/história , História do Século XX , História do Século XXI , Humanos
4.
Cad. saúde pública ; 28(supl): s69-s80, 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-638743

RESUMO

Ter acesso à água fluoretada é um reconhecido fator de proteção contra a cárie dentária. No Brasil, a fluoretação da água de abastecimento público tornou-se obrigatória por lei em 1974, seguindo-se a esta regulamentação acentuada expansão da cobertura, sobretudo nas regiões de maior desenvolvimento socioeconômico. A ampliação dessa cobertura em todo o país é uma das prioridades da política nacional de saúde bucal. Neste artigo, sistematizam-se informações sobre a implantação e expansão da fluoretação no Estado de São Paulo, no período de 1956 a 2009, utilizando-se dados secundários obtidos em relatórios técnicos, documentos oficiais e no sistema SISAGUA. Em 2009, a cobertura se estendia por 546 (84,7%) dos 645 municípios paulistas, chegando a 85,1% da população total e a 93,5% da população com acesso à rede de distribuição de água. Tais resultados indicam que a medida está consolidada como parte da política estadual de saúde. No entanto, persiste o desafio de implantar e manter a fluoretação em 99 municípios, beneficiando cerca de 6,2 milhões de habitantes excluídos do benefício.


Access to fluoridated water is a known protective factor against dental caries. In 1974, fluoridation of the public water supply became mandatory by law in Brazil, resulting in improved coverage, especially in more developed regions of the country. Coverage increased across the country as a priority under the national oral health policy. This article systematizes information on the implementation and expansion of fluoridation in Sao Paulo State from 1956 to 2009, using secondary data from technical reports, official documents, and the Information System for Surveillance of Water Quality for Human Consumption (SISAGUA). In 2009, fluoridation covered 546 of 645 counties in São Paulo State (84.7%), reaching 85.1% of the total population and 93.5% of the population with access to the public water supply. The results indicate that fluoridation has been consolidated as part of State health policy. However, the challenge remains to implement and maintain fluoridation in 99 counties, benefiting 6.2 million inhabitants that are still excluded from this service.


Assuntos
História do Século XX , História do Século XXI , Humanos , Cárie Dentária/prevenção & controle , Fluoretação/história , Brasil/epidemiologia , Cidades/história , Água Potável , Cárie Dentária/epidemiologia , Fluoretação/estatística & dados numéricos , Política de Saúde/história
5.
São Paulo; s.n; 2011. 95 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-612297

RESUMO

A possibilidade de representantes da comunidade participarem da formulação e controle da execução de políticas públicas de saúde é uma conquista consagrada na Constituição Brasileira, e normatizada pela Lei 8142/90. Essa participação, como exercício de poder político, é efetivada por meio das Conferências e Conselhos de Saúde. A 3ª Conferência Nacional de Saúde Bucal (3aCNSB), realizada em 2004, analisou a Política Nacional de Saúde Bucal (PNSB) e apresentou à sociedade um conjunto de 298 propostas, reunidas no Relatório Final dessa Conferência, na perspectiva de enfrentar os problemas detectados nessa área. O objetivo deste estudo foi analisar propostas resultantes da 3aCNSB, identificando a realização ou não de cada proposta, nas três esferas de gestão do Estado brasileiro. Trata-se de pesquisa qualitativa, com propósito avaliativo, expressando percepções de diferentes atores sociais, escolhidos intencionalmente, vinculados aos segmentos que compõem o denominado controle social no âmbito do SUS, ou seja, representantes de usuários, trabalhadores e gestores de saúde. Essa representação por segmento teve a finalidade de reproduzir a lógica tripartite adotada para a composição de Conselhos e Conferências de Saúde. O documento que serviu como referencial das proposições analisadas foi o Relatório Final da 3aCNSB. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário semi-estruturado, auto-aplicável, desenvolvido a partir do conteúdo das propostas a serem analisadas, disponibilizado aos sujeitos da pesquisa, por meio de um website (www.pesquisa3cnsb.odo.br). A coleta foi realizada entre julho de 2010 e janeiro de 2011. Os dados foram compilados, agrupados, categorizados e submetidos à análise de conteúdo. Contatou-se que, embora as conferências sejam espaços institucionalizados de participação direta da sociedade civil, há problemas, limites e restrições à incorporação das suas demandas. No caso da 3aCNSB observou-se que propostas discutidas e aprovadas no evento não vêm sendo implementadas plenamente, tanto na esfera federal quanto por parte de estados e municípios. Embora a PNSB tenha sido uma das prioridades do Ministério da Saúde desde a realização da 3aCNSB, a percepção dos atores consultados é de que, principalmente nas esferas estaduais e municipais, não houve priorização para a PNSB, nem houve aumento proporcional nos investimentos em saúde bucal.


Assuntos
Humanos , Conferências de Saúde , Política de Saúde , Saúde Bucal , Políticas de Controle Social/organização & administração , Brasil , Conselhos de Saúde , Participação da Comunidade , Pesquisa Qualitativa , Sistema Único de Saúde
6.
Rev. bras. odontol ; 65(1): 131-134, jan.-jun. 2008.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-541715

RESUMO

O propósito deste estudo foi avaliar os níveis de mercúrio sistêmico na urina, proveniente do contato ocupacional. Vinte coletas de urina foram distribuídas em dois grupos amostrais dependentes: G1 (n=10) - acadêmicos antes do primeiro contato ocupacional; G2 (n=10) - os mesmos acadêmicos, após o primeiro contato. O método de avaliação laboratorial utilizado foi a espectrofotometria de absorção atômica a vapor frio. Entre os grupos dependentes 1 e 2 houve diferença estatística (p=0,0038). Os níveis de mercúrio aumentaram em todos os indivíduos da amostra apesar de os participantes da amostra não terem ultrapassado o limite de tolerância biológico (LTB).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Amálgama Dentário/toxicidade , Intoxicação por Mercúrio/urina , Exposição Ocupacional , Estudantes de Odontologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...