Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. psicanál ; 51(4): 143-158, out.-dez. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1280157

RESUMO

Os autores fazem uma revisão sobre o lugar do pai na constituição da subjetividade, compreendendo que as contribuições psicanalíticas sobre o tema são marcadas pelo contexto histórico e sociocultural vigente. Após um breve apanhado das ideias de Freud, em que a importância do pai se ancorava no complexo de Édipo, este estudo dedica-se especialmente aos aportes de Winnicott sobre a paternidade, menos conhecidos do que suas concepções acerca da relação mãe-bebê. Para ele, além do pai edípico, com sua função de corte na díade mãe-bebê, ganha relevo a presença do pai pré-edípico, que exerce papel de suporte para a dupla. A função paterna também foi estudada no contexto do conceito winnicottiano de uso do objeto, sendo o tema ilustrado com exemplos de sua clínica psicanalítica. Por fim, discutem-se a validade dessas teses psicanalíticas e a importância de sua renovação, levando em conta as profundas modificações na configuração familiar contemporânea.


The authors review the role of the father in the constitution of subjectivity. According to their understanding, psychoanalytic contributions to this subject have been characterized by the historical and sociocultural context. Freud stated that the father's importance was established in the Oedipus Complex. After a brief overview of Freud's ideas, this paper particularly focuses on Winnicott's considerations about paternity. These studies are lesser-known than his thinking about the relationship between mother and baby. Besides the Oedipal father whose function is to divide the mother-baby dyad, Winnicott emphasizes the presence of the pre-Oedipal father who plays a role that supports this pair. In this paper, the authors also analyze the paternal function in the context of Winnicott's concept of "the use of an object". Examples from his clinical practice are used to illustrate. Finally, the authors discuss the validity of these psychoanalytic theses and the importance of their renewal, given that the configuration of contemporary families has deeply changed.


Los autores presentan una revisión sobre el rol del padre en la constitución de la subjetividad, comprendiendo que las contribuciones psicoanalíticas sobre el tema están marcadas por el contexto histórico y sociocultural vigente. Tras un breve conjunto de ideas de Freud, en las que la importancia del padre estaba anclada en el Complejo de Edipo, este estudio está dedicado especialmente a los aportes de Winnicott sobre la paternidad, menos conocidos que sus concepciones sobre la relación madre-hijo. Para él, más allá de padre edípico, con su función de corte en la diada madre-hijo, adquiere relevancia la presencia del padre pre-edípico, que ejerce papel de soporte para el dúo. La función paterna también fue estudiada en el contexto de su concepto del "Uso del Objeto", ilustrando el tema con ejemplos de su clínica psicoanalítica. Por último, se discute la validez de esas tesis psicoanalíticas y la importancia de su renovación, teniendo en cuenta las profundas modificaciones en las configuraciones familiares contemporáneas.


Les auteurs font une révision de la place du père dans la constitution de la subjectivité, en comprenant que les contributions psychanalytiques sur le sujet sont marquées par le contexte historique et socioculturel en vigueur. Après un bref abrégé des idées de Freud où l'importance du père était ancrée dans le complexe d'OEdipe, cette étude se consacre en spécial aux apports de Winnicott concernant la paternité, moins connus que ses conceptions concernant le rapport mère-bébé. Pour lui, outre le père oedipien, avec sa fonction de séparation de la dyade mère-bébé, la présence du père préoedipien, qui joue son rôle de soutien de la dyade, gagne de l'importance. La fonction paternelle a été aussi étudié dans le contexte du concept winnicottien de "l'usage de l'objet", et le thème a été illustré par des exemples de sa clinique psychanalytique. Enfin, les auteurs discutent la validité de ces thèses psychanalytiques et l'importance de sa rénovation, étant donné les profondes modifications dans les configurations familiales contemporaines.

2.
Psicoter. psicanal ; (11): 55-67, 2009.
Artigo em Português, Inglês | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-45579

RESUMO

A proposta deste trabalho é de apresentar a experiência do autor em situações clínicas com uma ruptura na manutenção da abstinência e da neutralidade. Para isso fez-se necessário uma contextualização desses conceitos dentro das mudanças que a teoria da técnica vem passando, o que certamente leva a uma mudança na compreensão destes. Foi revisado o pensamento de alguns autores contemporâneos sobre a clínica psicanalítica, selecionando pontos que ajudem a definir de que maneira estes conceitos técnicos orientam a atitude terapêutica. A partir então da definição do papel do analista e da atualização dos conceitos de abstinência e neutralidade, são apresentadas algumas vinhetas clínicas mostrando situações em que a falha na observação destes preceitos representou uma interferência com a manutenção da posição analítica no setting(AU)


The purpose of this paper is to present the author's experience in clinical situations with a break in the maintenance of abstinence and neutrality. For that it was necessary to contextualize these concepts within the changes that the theory of the technique has undergone, which certainly leads to a change in understanding. It was revised the ideas of some contemporary authors about the psychoanalytic clinical work, selecting points that help define how these technical concepts can guide the therapeutic attitude. Based on the definition of the analyst's role and the present review regarding the concepts of abstinence and neutrality, some clinical vignettes are shown in order to demonstrate situations where the failure in observing represented an interference in the maintenance of the attitude in the analytic setting(AU)

3.
Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul ; 25(supl.1): 52-64, abr. 2003. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-356459

RESUMO

Após um século da ênfase nos processos mentais inconscientes dada por Freud, estes se tornaram largamente aceitos, e, nos últimos anos, na verdade tem se verificado que o maior mistério reside na natureza da consciência. A distinção entre a consciência no sentido de coma/vigília, no sentido de consciência moral e no sentido da sensação de existir e estar vivenciando algo, encontrou respaldo nos avanços da neurociência. Esta última acepção, o "sentimento do que acontece" nas palavras de Damásio, presente durante o sonhar e ausente em certos estados de vigília como nas crises de ausência, é a propriedade de certos processos mentais que mais tem sido alvo de estudo. Evidências recentes sugerem que tanto a sensação de continuidade da consciência quanto a impressão de que ela preceda a tomada de decisão seriam ilusórias. Também a antiga crença de que a consciência fosse uma função dependente de um funcionamento cortical global tem sido questionada. A evolução da consciência a partir dos mecanismos de homeostase, como um feed-back sofisticado dos processos mentais que permite a detecção de erros nas predições realizadas pelo cérebro sobre o self e o ambiente, com a possibilidade de correções em partes do processo mental sem a necessidade de descartá-lo por inteiro, são exemplos das modernas compreensões sobre este tema, e que têm importantes implicações para a clínica psicoterápica. Neste trabalho, os autores revisam algumas das principais teorias recentes sobre a consciência, sua natureza, funções, aspectos evolucionistas, relação com a linguagem, com os sistemas de memória e com a questão da integração dos diferentes inputs e registros mnêmicos numa cena unificada do self interagindo com o ambiente, salientando que, embora já tenhamos alguns desenvolvimentos muito interessantes, a compreensão do tema ainda está nos seus primórdios.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Evolução Biológica , Consciência , Memória , Neuroanatomia , Neurociências , Psicanálise , Psicoterapia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...