Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Bras Enferm ; 72(suppl 1): 137-142, 2019 Feb.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30942355

RESUMO

OBJECTIVE: To estimate the cost of nursing care required and available through the use of the Nursing Activities Score. METHOD: Quantitative study, direct costing of nursing care required and available in the Intensive Care Units. Data collection included variables of the patients, nursing professionals and nursing workload measured by the Nursing Activities Score. The cost of nursing care was estimated by multiplying the cost of each hour with the total number of hours of care per category. RESULTS: The negative difference of R$ 94,791.5 between the cost of available and required nursing care indicated an increase of 3.2 nurses and 7.0 nursing technicians. CONCLUSION: The cost of nursing care required identified through the application of the Nursing Activities Score, which is higher than the cost of available care, indicates the need to adjust the number of professionals to meet patients' demands.


Assuntos
Custos de Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos , Cuidados de Enfermagem/métodos , Adulto , Idoso , Brasil , Custos e Análise de Custo , Feminino , Humanos , Unidades de Terapia Intensiva/organização & administração , Unidades de Terapia Intensiva/estatística & dados numéricos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Cuidados de Enfermagem/normas , Escala Psicológica Aguda Simplificada , Carga de Trabalho/psicologia , Carga de Trabalho/normas
2.
Rev. bras. enferm ; 72(supl.1): 137-142, Jan.-Feb. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-990697

RESUMO

ABSTRACT Objective: To estimate the cost of nursing care required and available through the use of the Nursing Activities Score. Method: Quantitative study, direct costing of nursing care required and available in the Intensive Care Units. Data collection included variables of the patients, nursing professionals and nursing workload measured by the Nursing Activities Score. The cost of nursing care was estimated by multiplying the cost of each hour with the total number of hours of care per category. Results: The negative difference of R$ 94,791.5 between the cost of available and required nursing care indicated an increase of 3.2 nurses and 7.0 nursing technicians. Conclusion: The cost of nursing care required identified through the application of the Nursing Activities Score, which is higher than the cost of available care, indicates the need to adjust the number of professionals to meet patients' demands.


RESUMEN Objetivo: Determinar el costo de la asistencia de Enfermería requerida y disponible con el uso del Nursing Activities Score. Método: Estudio cuantitativo, con análisis de costo directo de la asistencia de Enfermería requerida y disponible en las Unidades de Terapia Intensiva. La recolección de los datos incluyó variables de los pacientes, profesionales de Enfermería y carga de trabajo de Enfermería medida por el Nursing Activities Score. El costo de la asistencia de Enfermería fue determinado por la multiplicación entre el costo de cada hora y el total de horas de la asistencia por categoría. Resultados: La diferencia negativa de 94.791,5 reales entre el costo de la asistencia de Enfermería disponible y requerida indicó un aumento de 3,2 enfermeros y 7,0 técnicos de Enfermería. Conclusión: El costo de la asistencia de Enfermería requerida identificado por medio de la aplicación del Nursing Activities Score, más elevado que el costo de la asistencia disponible, indica la necesidad de ajustar el número de profesionales para atender las demandas de los pacientes.


RESUMO Objetivo: Estimar o custo da assistência de enfermagem requerida e disponível com o uso do Nursing Activities Score. Método: Estudo quantitativo, análise de custo direto da assistência de enfermagem requerida e disponível nas Unidades de Terapia Intensiva. A coleta dos dados incluiu variáveis dos pacientes, profissionais de enfermagem e carga de trabalho de enfermagem medida pelo Nursing Activities Score. O custo da assistência de enfermagem foi estimado pela multiplicação entre o custo de cada hora e o total de horas da assistência por categoria. Resultados: A diferença negativa de R$ 94.791,5 entre o custo da assistência de enfermagem disponível e requerida indicou acréscimo de 3,2 enfermeiros e 7,0 técnicos de enfermagem. Conclusão: O custo da assistência de enfermagem requerida identificado por meio da aplicação do Nursing Activities Score, mais elevado que o custo da assistência disponível, indica a necessidade de ajustar o número de profissionais para atender às demandas dos pacientes.

3.
Säo Paulo med. j ; 126(4): 215-219, July 2008. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-494262

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE: Sedation scales are used to guide sedation protocols in intensive care units (ICUs). However, no sedation scale in Portuguese has ever been evaluated. The aim of this study was to evaluate the validity and reliability of Portuguese translations of four sedation-agitation scales, among critically ill patients: Glasgow Coma Score, Ramsay, Richmond Agitation-Sedation Scale (RASS) and Sedation-Agitation Scale (SAS). DESIGN AND SETTING: Validation study in two mixed ICUs of a university hospital. METHODS: All scales were applied to 29 patients by four different critical care team members (nurse, physiotherapist, senior critical care physician and critical care resident). We tested each scale for interrater reliability and for validity, by correlations between them. Interrater agreement was measured using weighted kappa (k) and correlations used Spearman's test. RESULTS: 136 observations were made on 29 patients. All scales had at least substantial agreement (weighted k 0.68-0.90). RASS (weighted k 0.82-0.87) and SAS (weighted k 0.83-0.90) had the best agreement. All scales had a good and significant correlation with each other. CONCLUSIONS: All scales demonstrated good interrater reliability and were comparable. RASS and SAS showed the best correlations and the best agreement results in all professional categories. All these characteristics make RASS and SAS good scales for use at the bedside, to evaluate sedation-agitation among critically ill patients in terms of validity, reliability and applicability.


CONTEXTO E OBJETIVO: Escalas de sedação são usadas para guiar protocolos de sedação em unidades de terapia intensiva. Entretanto, nenhuma escala em português foi avaliada. O objetivo foi avaliar, quanto a validade e confiabilidade, quatro escalas de sedação/agitação (Glasgow, Ramsay, Richmond Agitation-Sedation Scale, RASS, e Sedation-Agitation Scale, SAS) traduzidas ao português em pacientes de terapia intensiva. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo de validação em duas UTIs de hospital universitário. MÉTODOS: Todas as escalas foram aplicadas a 29 pacientes por quatro membros da equipe multiprofissional (uma enfermeira, um fisioterapeuta, um médico intensivista e um residente de medicina intensiva). Cada escala foi testada para confiabilidade interobservador e para validade, usando-se a correlação entre elas. A concordância foi medida pelo kappa ponderado e as correlações foram feitas pelo teste de Spearman. RESULTADOS: Todas as escalas tiveram uma concordância substancial (k ponderado 0,68-0,90). As escalas RASS (k ponderado 0,82-0,87) e SAS (k ponderado 0,83-0,90) tiveram a melhor concordância. Todas as escalas tiveram concordância boa e significante entre elas. CONCLUSÕES: Todas as escalas tiveram boa concordância interobservador e foram comparáveis entre elas. As escalas RASS e SAS tiveram a melhor correlação entre elas e os melhores resultados de concordância entre as categorias multiprofissionais. Estas características fazem com que as escalas RASS e SAS sejam boas para a avaliação de sedação e agitação de pacientes críticos em termos de validade, confiabilidade e aplicabilidade.


Assuntos
Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Sedação Consciente/métodos , Unidades de Terapia Intensiva , Monitorização Fisiológica/instrumentação , Agitação Psicomotora/diagnóstico , Brasil , Estado Terminal , Linguagem , Variações Dependentes do Observador , Equipe de Assistência ao Paciente , Reprodutibilidade dos Testes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA