Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
RECIIS (Online) ; 13(4): 896-910, out.-dez. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1047674

RESUMO

A Política de Saúde Integral da População Negra reiterou a urgência de qualificação dos processos educativos no Sistema Único de Saúde (SUS) em prol da superação do racismo institucional. A revisão integrativa, apresentada neste artigo, analisou as concepções teóricas e as práticas educativas em estudos dirigidos à saúde da população negra. Foram utilizadas as bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS); a Scientific Eletronic Library Online (SciELO); a ferramenta de pesquisa na web Google Scholar e o acervo darevista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as, a Revista da ABPN. A produção na temática é heterogênea, dispersa entre periódicos das áreas da educação, educação em saúde e interdisciplinar. Há vanguardismo da enfermagem e forte presença de estudos com povos e comunidades tradicionais. Nota-se dificuldade de interpenetração de referenciais teóricos e pedagógicos do campo da educação na sustentação das práticas educativas de saúde. Sugerem-se a cooperação e a integração científica entre esses campos visando ao protagonismo do sujeito negro nos processos de cuidado.


The Política de Saúde Integral da População Negra (Integral Health Policy of the Black Population) reiterated the urgency of qualifying educational processes in the Unified Health System (SUS ­ Sistema Único de Saúde) in order to overcome institutional racism. The integrative review presented in this article analyzed the theoretical conceptions and the educational practices in studies directed to the health of the black population. The databases of the Virtual Health Library (VHL); the Scientific Electronic Library Online (SciELO); the web search engine Google Scholar and the collection of the Revista da ABPN that is the magazine of the Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (Brazilian Association of Black Researchers) were examined. The production in this thematic is heterogeneous, dispersed in periodicals of the areas of education, health education and interdisciplinary. When the matter is the health of black population, the nursing is an avantgarde profession carrying out a number of studies with traditional peoples and communities. It was noted the difficulty of interpenetration of theoretical and pedagogical references of the field of education in support of educational health practices. We suggest the cooperation and the scientific integration between these fields aiming at the protagonism of the black population in the process of care.


La Política de Saúde Integral da População Negra (Política de Salud Integral de la Población Negra) reiteró la urgencia de calificación de los procesos educativos en el Sistema Único de Salud (SUS ­ Sistema Único de Saúde) en pro de la superación del racismo institucional. La revisión integrativa, presentada en este artículo, analizó las concepciones teóricas y las prácticas educativas en estudios dirigidos a la salud de la población negra. Se utilizaron las bases de datos de la Biblioteca Virtual en Salud (BVS); la Scientific Eletronic Library Online (SciELO); el motor de búsqueda web Google Scholar y el acervo de la Revista da ABPN, la cual es la revista de la Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (Asociación Brasileña de Investigadores/ as Negros/as. La producción en la temática es heterogénea, dispersa entre periódicos del área de la educación, educación en salud y interdisciplinaria. La enfermería se destaca en la literatura acerca de la salud de la población negra en la cual hay fuerte presencia de estudios con pueblos y comunidades tradicionales. Se observa dificultad de interpenetración de referenciales teóricos y pedagógicos del campo de la educación en la sustentación de las prácticas educativas de salud. Proponemos la cooperación y la integración científica entre esos campos visando el protagonismo del sujeto negro en los procesos de cuidado.


Assuntos
Humanos , Educação em Saúde , Equidade em Saúde , Grupo com Ancestrais do Continente Africano , Racismo , Saúde das Minorias Étnicas , Fatores Socioeconômicos , Revisão , Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde , Vulnerabilidade Social , Atividades Científicas e Tecnológicas , Estudos Interdisciplinares , Comunicação em Saúde
2.
Trab. educ. saúde ; 13(3): 739-756, set.-dez. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-763392

RESUMO

ResumoOs saberes e práticas dos indivíduos se (re)produzem cotidianamente com base no entrelaçamento da bagagem pessoal com as relações humanas e sociais experimentadas nos diversos espaços coletivos. Nesse sentido, escolas e unidades de saúde se configuram como espaços privilegiados de atuação e investigação. O objetivo deste artigo é discutir os saberes e práticas relacionados à alimentação, questão central para o tema transversal saúde, por meio do diálogo com profissionais de educação e de saúde do município do Rio de Janeiro. Para isso, foram consideradas discussões desenvolvidas no âmbito da socioantropologia da alimentação. Foram utilizados métodos da pesquisa qualitativa, buscando valorizar as intersubjetividades e os significados atribuídos pelos sujeitos às suas próprias experiências de vida. Foram analisados quatro grupos focais, que resultaram em debates sobre os processos sociais relacionados à alimentação, às mudanças e permanências nos sistemas alimentares e aos desafios da comensalidade no contexto contemporâneo. O conhecimento das percepções desses profissionais torna-se útil para o desenvolvimento de práticas de educação em saúde que, exercitando a transdisciplinaridade, considerem a alimentação como elemento pedagógico na construção de conhecimentos por parte de cidadãos críticos e para uma vida saudável.


AbstractThe knowledge and practices of individuals (re)produce themselves daily based on the intertwining of personal experience with the human and social relations experienced in the various collective spaces. In this regard, schools and health facilities are privileged spaces of action and research. The purpose of this article is to discuss knowledge and practices related to eating habits, central to the crosscutting theme of health, through dialog with education and health professionals of the municipality of Rio de Janeiro, Brazil. To achieve this, discussions carried out in the socio-anthropological field of eating were considered. Qualitative research methods were used to enhance the intersubjectivities and meanings the subjects attribute to their own life experiences. Four focus groups were analyzed, which resulted in debates on the social processes related to food, to changes and continuities in food systems, and to the challenges of commensality in the contemporary context. Knowledge on these professional's; perceptions is useful to develop health education practices that, by exercising transdisciplinary, consider food as a pedagogical element in the construction of knowledge by critical citizens and for a healthy life.


ResumenLos saberes y prácticas de los individuos se (re)producen en forma cotidiana en base al entrelazamiento del bagaje personaL con las relaciones humanas y sociales experimentadas en los diferentes espacios colectivos. En tal sentido, escuelas y unidades de salud se configuran como espacios privilegiados de actuación e investigación. El objetivo de este artículo es discutir los saberes y prácticas relacionados con la alimentación, cuestión central para el tema transversal salud, por medio del diálogo con profesionales de educación y de salud del municipio de Río de Janeiro, Brasil. Para ello, se consideraron discusiones desarrolladas en el ámbito de la socioantropología de la alimentación. Se utilizaron métodos de investigación cualitativa, buscando valorizar las intersubjetividades y los significados atribuidos por los individuos a sus propias experiencias de vida. Se analizaron cuatro grupos focales, que resultaron en debates sobre los procesos sociales relacionados con la alimentación, con los cambios y permanencias en los sistemas alimentarios y con los desafíos de la comensalidad en el contexto contemporáneo. El conocimiento de las percepciones de estos profesionales se vuelve útil para el desarrollo de prácticas de educación en salud que, ejercitando la transdisciplinariedad, consideren la alimentación como elemento pedagógico en la construcción de conocimientos por parte de ciudadanos críticos y para una vida saludable.


Assuntos
Humanos , Instituições Acadêmicas , Alimentação , Educação em Saúde , Pessoal de Saúde
3.
Trab. educ. saúde ; 13(2): 493-514, May-Aug/2015. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-746669

RESUMO

Este artigo apresenta experiências de nutricionistas em atividades de educação alimentar e nu-tricional desenvolvidas, nos últimos dez anos, nas escolas de Duque de Caxias, município do estado do Rio de Janeiro. A metodologia de sistematização de experiência tem como pressuposto que esta atividade coletiva de aprendizagem se dá a partir da interpretação crítica das práticas em diálogo com a teoria. Foram realizadas consultas em acervos pessoais e de projetos e, posteriormente, entrevistas individuais e coletivas com nutricionistas. Pôde-se registrar grande diversidade nas ações desenvolvidas, interesse na atuação intersetorial e progressiva incorporação do discurso do direito à alimentação. As parcerias estabelecidas entre nutricionistas e movimentos populares marcam a descrição das experiências. A educação alimentar e nutricional foi afirmada como campo de atuação interdisciplinar. Em contextos de grande injustiça torna-se essencial incorporar princípios da educação popular, tais como amorosidade, diálogo e compromisso com os oprimidos. A sistematização sinaliza que nutricionistas, responsáveis, professores, merendeiras e outros profissionais da escola têm sido importantes atores nas experiências, além de indicar o potencial de ampliação da participação de estudantes.


This paper presents the experiences of nutritionists in food and nutrition education activities at schools located in Duque de Caxias, a municipality of the state of Rio de Janeiro, Brazil, over the past ten years. The methodology for systematizing experience is based on the assumption that this collective learning activity takes place from the critical interpretation of practices in dialog with the theory. Personal collections and projects were queried and, later, individual and group interviews conducted with nutritionists. It was possible to note great diversity in the actions developed, in the interest in intersectoral action, and the progressive incorporation of the right to food discourse. The partnerships established between nutritionists and popular movements mark the description of the experiments. Food and nutrition education was affirmed as an interdisciplinary field of action. In contexts of great injustice, it is essential to incorporate principles of popular education, such as loveliness, dialog, and commitment to the oppressed. The systematization signals that nutritionists, guardians, teachers, cooks and other school professionals have been key players in the experiments, and indicates the potential for the increased participation of the students.


Assuntos
Humanos , Educação Alimentar e Nutricional , Direitos Humanos
4.
Ciênc. saúde coletiva ; 19(3): 829-840, 03/2014. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-705927

RESUMO

Este artigo apresenta revisão bibliográfica sobre o tema da saúde escolar na América Latina a partir de artigos publicados entre 1995 e 2012 e reflete as potencialidades de sua efetivação enquanto política pública. Foi possível identificar a persistência de iniciativas centradas na doença com foco nas ações de triagem e prevenção. Contudo, a eleição da promoção da saúde como eixo estratégico da saúde escolar tem impulsionado mudanças. Neste contexto, são desafios a definição de papéis no planejamento e execução de programas e a vivência do conceito ampliado de saúde. Criar e fortalecer espaços de participação com estudantes, professores, profissionais de saúde e comunidade é indispensável para a construção de realidades mais justas e saudáveis.


This paper presents a bibliographic review on the topic of school health in Latin America based on papers published between 1995 and 2012 and reflects the potential of its implementation as public policy. It was possible to identify the persistence of initiatives centered on disease with a focus on screening and preventive actions. However, the selection of health promotion as the strategic axis of school health has resulted in changes. In this context, the challenges include the definition of roles in the planning and execution of programs and the experience of the broader concept of health. Creating and strengthening spaces for participation with students, teachers, health professionals and the community is indispensable for the creation of fairer and healthier realities.


Assuntos
Criança , Humanos , Promoção da Saúde , Serviços de Saúde Escolar , América Latina
5.
Ciênc. saúde coletiva ; 19(1): 39-48, 01/2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-702685

RESUMO

Ao considerar a escola como um espaço para a educação em saúde, as merendeiras ocupam lugar central no debate por serem as responsáveis diretas pelo preparo da alimentação. Assim, o presente estudo tem por principal objetivo indicar as possibilidades da participação dessas importantes componentes nos processos educativos, reconhecendo que elas não se resumem a indivíduos que desenvolvem mera atividade no "espaço cozinha-refeitório". De modo a atingir sua consecução, utilizou-se uma abordagem quantitativa, com base no método de pesquisa Survey: Para delineamento dos dados, foram realizadas análises descritivas, além do teste de associação Qui-Quadrado e métodos de análise fatorial. Por fim, identificaram-se alterações em algumas características socioeconômicas e na forma de contratação das merendeiras. No entanto, também restou comprovado que o reconhecimento de seu papel como agente da educação em saúde ainda depende de uma série de transformações na estrutura, valores e concepções sobre o relevante trabalho que desenvolvem e as mais eficazes formas de sua inserção no ambiente escolar.


By considering the school as an opportune space for health education, school cooks can play an essential role in the debate as they are directly responsible for the preparation of school meals. The main objective of this study is to highlight the potential of the participation of these professionals in educational processes, acknowledging that they are not merely individuals who perform an activity in the kitchen and dining-hall areas. In order to achieve this, a quantitative survey was conducted followed by a descriptive analysis of the data by performing a chi-square test and factor analysis. Some changes in social and economic aspects and in the form of hiring the cooks were identified. However, it was also ascertained that the acknowledgement of this professional as an actor in health education still depends upon a series of transformations in the structure, values and concepts regarding the important role that they perform and the most effective way of incorporating them in the educational environment.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Atitude , Culinária , Serviços de Alimentação , Educação em Saúde , Instituições Acadêmicas , Brasil
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA