Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 42
Filtrar
1.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 25(1): e20200093, 2021. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1124795

RESUMO

RESUMO: Objetivos Descrever o perfil, formação complementar, aspectos sobre educação permanente, vínculo e plano de carreira de profissionais de equipes da Saúde da Família. Método Pesquisa descritiva de abordagem quantitativa. Participaram 78 membros de equipes multiprofissionais. Os dados foram coletados em 2016, por meio de um instrumento para caracterizar o profissional e as dimensões de tempo de atuação e qualificação dos profissionais das equipes, formas de contratação e modalidades de vínculos profissionais, plano de carreira e remuneração variável e educação permanente. As análises foram geradas no software IBM SPSS versão 21. Resultados A distribuição de médicos e enfermeiros é homogênea, percebe-se uma redução de agentes comunitários de saúde. Foram mais frequentes as características: vínculo trabalhista regulado pela Consolidação das Leis Trabalhistas, baixa formação complementar para a atenção primária à saúde, até um ano de trabalho na equipe, com baixa formação complementar para área e iniciativas de ações de educação pela gestão. Conclusões e implicações para a prática Existem fragilidades que podem interferir na organização do processo de trabalho influenciada pelos eixos da formação e formas de contratação.


RESUMEN Objetivos Describir el perfil, la capacitación complementaria, los aspectos sobre la educación permanente, el vínculo y el plan de carrera de los profesionales de los equipos de salud familiar. Método Investigación descriptiva con enfoque cuantitativo. Participaron 78 miembros de equipos multidisciplinarios. Los datos se recopilaron en 2016, utilizando un instrumento para caracterizar al profesional y las dimensiones de tiempo de actuación y calificación de los profesionales del equipo, formas de contratación y modalidades de vinculo profesional, plan de carrera y remuneración variable y la educación permanente. Los análisis se generaron en el software IBM SPSS versión 21. Resultados La distribución de médicos y enfermeras es homogénea, se observa una reducción en los agentes comunitarios de salud. Las características más frecuentes fueron: vinculo de trabajo través de la Consolidación de las Leyes del Trabajo, baja capacitación complementaria para la atención primaria en salud, hasta un año de trabajo en el equipo, con baja capacitación complementaria para el área e iniciativas de acciones educativas por parte de la gerencia. Conclusiones e implicaciones para la práctica Existen debilidades que pueden interferir en la organización del proceso de trabajo influenciado por los ejes de la capacitación y las formas de contratación.


ABSTRACT Objectives To describe the profile, complementary training, aspects about permanent education, bond and career plan of professionals from Family Health teams. Method Descriptive research with a quantitative approach. Seventy-eight members of multi-professional teams participated. Data were collected in 2016, using a tool to characterize the professional and the dimensions of time of work and qualification of the team's professionals, ways of hiring and modalities of professional bonds, career plan and variable remuneration and permanent education. The analyzes were generated by using IBM SPSS software version 21. Results The distribution of physicians and nurses is homogeneous, one notices a reduction of community health agents. The most frequent characteristics were: legal and formal employment relationship, low complementary training for primary health care, up to one year of work in the team, with low complementary training for the area and initiatives of educational actions by management. Conclusions and implications for practice There are weaknesses that can interfere in the organization of the work process influenced by the training axes and forms of hiring.

2.
Rev. Saúde Pública Paraná (Online) ; 2(2): 49-58, 10 dezembro de 2019.
Artigo em Português | Coleciona SUS, CONASS, SESA-PR | ID: biblio-1128569

RESUMO

O indicador de saúde das condições sensíveis à atenção primária é um instrumento de avaliação importante, podendo indicar indiretamente a falta de atenção básica oportuna e efetiva. O objetivo deste estudo é analisar os coeficientes de internações por condições sensíveis à atenção primária (CSAP) das doenças crônicas não transmissíveis, em dois municípios de grande porte localizados em regiões brasileiras distintas. Estudo ecológico, que analisou as internações por condições sensíveis à atenção primária das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) segundo sexo, faixa etária, diagnósticos específicos e cobertura populacional por equipes de saúde da família, em Londrina (PR) e Ribeirão Preto (SP), entre 2011 e 2015. A tendência observada das DCNT foi de coeficientes de hipertensão arterial, insuficiência cardíaca e diabetes semelhantes nos dois locais. A gestão, cobertura populacional e processo de trabalho das equipes multiprofissionais são aspectos que podem explicar os coeficientes de internações das DCNT observados nas duas cidades, entre 2011 e 2015. (AU


The health indicator of ambulatory care sensitive conditions is an important assessment tool, and can indirectly indicate the lack of timely and effective primary care. This study aims to analyze the coefficients of hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions (ACSC) of chronic noncommunicable diseases in two large municipalities located in different Brazilian regions. This is an ecological study that analyzed hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions due to chronic noncommunicable diseases (NCDs) according to gender, age, specific diagnoses and population coverage by family health teams in the cities of Londrina (state of Paraná) and Ribeirão Preto (São Paulo), between 2011 and 2015. The observed trend of NCDs was similar blood pressure, heart failure and diabetes coefficients in both sites. Management, population coverage, and work process of multiprofessional teams are aspects that can explain the NCDs hospitalization coefficients observed in both cities, between 2011 and 2015. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Equipe de Assistência ao Paciente , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde , Estratégia Saúde da Família , Doenças não Transmissíveis , Cobertura Efetiva de Serviços de Saúde , Insuficiência Cardíaca , Hospitalização , Hipertensão , Grupos Etários
3.
Saúde debate ; 43(spe1): 50-63, agosto 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1043397

RESUMO

RESUMO Este artigo objetivou identificar se as ações formativas do eixo do provimento emergencial do Programa Mais Médicos se apoiam em elementos teórico-metodológicos da educação interprofissional, na perspectiva dos participantes do programa. Trata-se de estudo exploratório, desenvolvido em 2016, em Minas Gerais. Os dados foram coletados mediante entrevistas individuais (n=30) e nove grupos focais (n=52) com participantes do programa, e tratados por análise de conteúdo, que produziu três categorias: Os pressupostos da educação interprofissional enunciados nos ciclos formativos do Programa Mais Médicos; As mudanças no processo de trabalho em equipe, na perspectiva dos elementos da educação interprofissional, desencadeadas pelos ciclos formativos; e Dificuldades para a abordagem da educação interprofissional nos ciclos formativos. Entre os elementos enunciados nos processos formativos, estão o aprendizado sobre o papel de cada profissão, o compartilhamento de experiências e a centralidade do cuidado no paciente. Por outra via, o preceito fundamental da educação interprofissional de aprendizado entre duas ou mais profissões não é aplicado sistematicamente. O Mais Médicos se constitui política propícia para o fortalecimento da interprofissionalidade, especialmente porque sua proposta se assenta na lógica da educação permanente, que demanda o estabelecimento de uma relação de mútua influência entre a educação e o trabalho em saúde.


ABSTRACT This article aimed to identify if the formative actions of the axis the emergency provision of the More Doctors Program are based on theoretical and methodological elements of interprofessional education from the perspective of the participants of the program. It is an exploratory study, developed in 2016, in Brazil. Data were collected through individual interviews (n=30) and nine focus groups (n=52), and treated by content analysis, which produced three categories: Assumptions of interprofessional education set forth in the formative cycles of the More Doctors; Changes in the process of teamwork, from the perspective of the elements of interprofessional education, triggered by the formative cycles; Difficulties for the approach of interprofessional education in the formative cycles. Among the elements enunciated in the formative processes are the learning about the role of each profession, the sharing of experiences, and the centrality of care in the patient. However, the fundamental precept of interprofessional education of learning between two or more professions is not applied. The More Doctors constitutes a propitious policy for the strengthening of interprofessionality, because its proposal is based on the logic of permanent education, which demands the establishment of a relationship of mutual influence between education and work in health.

4.
Saúde debate ; 43(spe1): 86-96, agosto 2019. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1043406

RESUMO

RESUMO O processo de formação dos profissionais de saúde encontra-se no momento histórico de reformas orientado para o fortalecimento dos sistemas de saúde, com grandes desafios para esse novo século. Iniciativas para a superação dos problemas relacionados com a colaboração entre diferentes profissionais de saúde são assumidas como uma das prioridades. É partindo da necessidade de formar profissionais de saúde mais aptos à colaboração para o trabalho em equipe que a Educação Interprofissional (EIP) começa a ser valorizada em todo o mundo. O objetivo deste ensaio foi apresentar a trajetória histórica da incorporação dessa abordagem nas políticas de formação profissional em saúde do Brasil, bem como destacar os recentes avanços nessa direção. Recentemente, o Brasil passou a incorporar a EIP de forma mais clara nas políticas de reorientação da formação em saúde, processo intensificado nos últimos dois anos, o que pode ser atribuído ao reconhecimento dos formuladores de políticas para a importância da abordagem no processo de formação profissional em saúde no País, assim como à atuação de organismos internacionais de saúde que intensificaram o chamado para a sua relevância no processo de mudança do modelo de atenção à saúde.


ABSTRACT The process of training of health professionals is set in the historical moment of reforms oriented towards the strengthening of health systems, with great challenges for this new century. Initiatives to overcome problems related to collaboration among different health professionals are taken as one of the priorities. Starting from the need to train health professionals better able to collaborate in teamwork, Interprofessional Education (IPE) begins to be valued throughout the world. The objective of this essay is to present the historical trajectory of the incorporation of such approach in the policies of professional training in health in Brazil, as well as to highlight the recent advances in this direction. Brazil has recently begun to incorporate IPE more clearly into policies for reorienting health education, a process intensified in the last two years, which can be attributed to the recognition of policymakers for the importance of the approach in the training process in health care in the country, as well as the work of international health organizations that have intensified the call for their relevance in the process of change of the health care model.

5.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 26(4): 462-469, out.-dez. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-984153

RESUMO

Resumo Introdução Embora sejam reconhecidos os avanços da Atenção Primária à Saúde brasileira, estudos têm demonstrado a persistência de desafios para o seu fortalecimento, como a qualidade do acesso aos serviços de saúde. Objetivo Descrever aspectos do acesso do usuário às unidades de Atenção Primária à Saúde de municípios brasileiros de pequeno porte. Método Pesquisa avaliativa de corte transversal e abordagem quantitativa. Foram utilizados dados secundários da base nacional do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, totalizando 35.815 usuários. Resultados A região Nordeste foi mais caracterizada por não realizar a marcação de consulta, pelo fato de o horário de funcionamento não atender às necessidades dos usuários e por não funcionar em todos os dias da semana. As regiões Sul e Sudeste apresentaram características semelhantes relativas ao funcionamento das unidades durante todos os dias da semana, ao horário de funcionamento atender às necessidades dos usuários e à realização da marcação de consultas. As regiões Norte e Centro-Oeste assemelharam-se quanto ao maior tempo gasto para acessar as unidades e ao grau de dificuldade desse acesso. Conclusão O estudo apontou diferenças regionais em aspectos geográficos e organizacionais que interferem no acesso às unidades, que podem ser repensados para tornar a atenção à saúde mais equitativa.


Abstract Background Although the advances of Primary Health Care in Brazil are acknowledged, studies have demonstrated the persistence of challenges, including the quality of access to health services. Objective Describe aspects of user access to Primary Health Care units of small Brazilian municipalities. Method Cross-sectional evaluative research and quantitative approach. Secondary data used from the national base of the National Program for Improving Access and Quality of Primary Care, totaling 35,815 users. Results The Northeast region was characterized by non-scheduled appointments, hours of operation that did not meet the users' needs, and not working on every day of the week. The South and Southeast regions presented similar characteristics regarding the units' weekdays hours of functioning, the working hours to meet the needs of the users, and appointment scheduling. The North and Central-West regions show similar longer waiting time for accessing the Units and similar degree of difficulty of access. Conclusion The study pointed to regional differences in geographical and organizational aspects that interfere with access, which can be rethought to make health care more equitable.

6.
Rev Lat Am Enfermagem ; 26: e3018, 2018 Aug 09.
Artigo em Inglês, Português, Espanhol | MEDLINE | ID: mdl-30110096

RESUMO

OBJECTIVES: to compare the attitudes regarding interprofessional collaboration of health professionals that make up the Family Health Strategy teams participating in the 'More Doctors' (Mais Médicos) program; and to identify factors associated with attitudes of interprofessional collaboration. METHOD: a descriptive, transversal and comparative study developed with 63 health professionals who responded to the Jefferson Scale of Attitudes Toward Interprofessional Collaboration. The data were statistically analyzed. RESULTS: the sum of the scale items ranged from 88 to 139 points. The analysis of all the Family Health teams indicated statistically significant differences between the scores of the scale and the professional category and between the scores and the education level, suggesting that nurses and professionals with higher education are more inclined towards collaborative practice. The analysis according to the profile of the doctor - Brazilian, Cuban or foreign exchange doctor - found no statistical differences regarding the physicians' scores, nor in the scores of the components of teams with different profiles. CONCLUSION: the profile did not suggest a statistically significant greater or lesser inclination of the doctors or teams toward interprofessional work. This study can support new studies which will contribute to the analysis of inter-professional collaboration and the impact of the Mais Médicos program.


Assuntos
Atitude do Pessoal de Saúde , Mão de Obra em Saúde , Relações Interprofissionais , Médicos/provisão & distribução , Atenção Primária à Saúde , Adulto , Comportamento Cooperativo , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Masculino
7.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-967892

RESUMO

Trata-se de estudo de abordagem qualitativa e caráter exploratório, que buscou analisar os projetos políticos pedagógicos (PPP) dos cursos de especialização em Saúde da Família ofertados no âmbito do Programa Mais Médicos (PMM) como possibilidade para adoção dos elementos teóricos e metodológicos da Educação Interprofissional (EIP). Foi empreendida análise documental de nove PPP, cujos resultados demonstram que tais documentos não trazem explicitamente a intencionalidade de adoção dos marcos teórico-conceituais e metodológicos da EIP, mas se mostram potentes para a adoção dessa abordagem, na medida em que valorizam estratégias pedagógicas reflexivas; reconhecem a necessidade de desenvolvimento de competências específicas, comuns e colaborativas; e buscam adotar uma perspectiva processual da avaliação. Dessa forma, os cursos analisados representam uma oportunidade para aplicação dos pressupostos da EIP, subsidiando o desenvolvimento de competências para as práticas colaborativas.(AU)


Se trata de un estudio de abordaje cualitativa y carácter exploratorio que buscó analizar los proyectos políticos pedagógicos (PPP) de los cursos de especialización en Salud de la Familia ofrecidos en el ámbito del programa Más Médicos (PMM), como posibilidad para adopción de los elementos teóricos y metodológicos de la Educación Interprofesional (EIP). Se emprendió un análisis documental de nueve PPP cuyos resultados demostraron que tales documentos no proporcionan explícitamente la intencionalidad de adopción de los marcos teórico-conceptuales y metodológicos de la EIP, pero se muestran potentes para la adopción de tal abordaje en la medida en que valoran estrategias pedagógicas relflexivas, reconocen la necessidad de desarollo de competencias específicas, comunes y colaborativas y buscan adoptar una perspectiva procesual de la evalución. De esa forma, los cursos analizados representan una oportunidad para la aplicación de los supuestos de la EIP, subsidiando el desarrollo de competencias para las prácticas colaborativas.(AU)


This qualitative and exploratory study aimed to analyze the pedagogical-political projects (PPP) of the specialization courses in Family Health offered under the More Doctors Program (PMM) to verify if it is possible to adopt the theoretical and methodological elements of Interprofessional Education in the courses. A documentary analysis of nine PPPs was carried out. Results show that these documents do not mention explicitly the intention of adopting the theoretical-conceptual and methodological frameworks of Interprofessional Education, but they are fit for the adoption of this approach, as they value reflective pedagogical strategies, recognize the need to develop specific, common and colaborative competencies, and seek to adopt a process-based perspective of assessment. Thus, the analyzed courses represent an opportunity to apply the presuppositions of Interprofessional Education, subsidizing the development of competencies for collaborative practice.(AU)


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Especialização/tendências , Educação Continuada , Educação de Pós-Graduação , Programas Nacionais de Saúde , Brasil , Capacitação Profissional
8.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-910259

RESUMO

Objectives: to compare the attitudes regarding interprofessional collaboration of health professionals that make up the Family Health Strategy teams participating in the 'More Doctors' (Mais Médicos) program; and to identify factors associated with attitudes of interprofessional collaboration. Method: a descriptive, transversal and comparative study developed with 63 health professionals who responded to the Jefferson Scale of Attitudes Toward Interprofessional Collaboration. The data were statistically analyzed. Results: the sum of the scale items ranged from 88 to 139 points. The analysis of all the Family Health teams indicated statistically significant differences between the scores of the scale and the professional category and between the scores and the education level, suggesting that nurses and professionals with higher education are more inclined towards collaborative practice. The analysis according to the profile of the doctor - Brazilian, Cuban or foreign exchange doctor - found no statistical differences regarding the physicians' scores, nor in the scores of the components of teams with different profiles. Conclusion: the profile did not suggest a statistically significant greater or lesser inclination of the doctors or teams toward interprofessional work. This study can support new studies which will contribute to the analysis of inter-professional collaboration and the impact of the Mais Médicos program.(AU)


Objetivos: comparar atitudes em relação à colaboração interprofissional de profissionais de saúde componentes de equipes da Estratégia Saúde da Família, participantes do Programa Mais Médicos, bem como identificar fatores associados a atitudes de colaboração interprofissional. Método: estudo descritivo, transversal e comparativo, desenvolvido com 63 profissionais de saúde que responderam à Escala Jefferson de Atitudes Relacionadas à Colaboração Interprofissional. Os dados foram analisados estatisticamente. Resultados: o somatório dos itens da escala variou de 88 a 139 pontos. A análise do conjunto das equipes de Saúde da Família indicou diferenças estatísticas significantes entre os escores da escala e a categoria profissional e entre os escores e a escolaridade, sugerindo que os enfermeiros e os profissionais com nível superior são mais inclinados para a prática colaborativa. A análise segundo o perfil do médico - brasileiro, intercambista ou cubano - não determinou diferenças estatísticas nos escores dos médicos, tampouco nos escores dos componentes das equipes de diferentes perfis. Conclusão: o perfil não sugeriu maior ou menor inclinação, com significância estatística, dos médicos ou das equipes para o trabalho interprofissional. Este estudo pode constituir subsídio para novas investigações que contribuam para análise sobre a colaboração interprofissional e o impacto do Programa Mais Médicos.(AU)


Objetivos: comparar las actitudes en relación a la colaboración interprofesional de profesionales de la salud componentes de equipos de la Estrategia Salud de la Familia, participantes del Programa Más Médicos; e identificar los factores asociados a actitudes de colaboración interprofesional. Método: estudio descriptivo, transversal y comparativo, desarrollado con 63 profesionales de la salud que respondieron a la Escala Jefferson de Actitudes Relacionadas a la Colaboración Interprofesional. Los datos fueron analizados estadísticamente. Resultados: la suma de los ítems de la escala varió de 88 a 139 puntos. El análisis del conjunto de los equipos de la ESF indicó diferencias estadísticas significativas entre los puntajes de la escala y la categoría profesional y entre los puntajes y la escolaridad, sugiriendo que los enfermeros y los profesionales con nivel superior son más inclinados para la práctica colaborativa. El análisis según el perfil del médico - brasileño, participante de intercambio o cubano - no determinó diferencias estadísticas en los puntajes de los médicos ni en los puntajes de los componentes de los equipos de diferentes perfiles. Conclusión: el perfil no sugirió mayor o menor inclinación, con significación estadística, de los médicos o de los equipos para el trabajo interprofesional. Este estudio, inédito en Brasil, puede auxiliar nuevas investigaciones que contribuyan para realizar análisis más robustos sobre la colaboración interprofesional y el impacto del Más Médicos.(AU)


Assuntos
Equipe de Assistência ao Paciente , Atenção Primária à Saúde , Comportamento Cooperativo , Estratégia Saúde da Família , Relações Interprofissionais , Médicos , Brasil , Programas Nacionais de Saúde
9.
Rev. bras. educ. méd ; 41(4)Oct.-Dec. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-877503

RESUMO

Objetivo: O objetivo do estudo foi caracterizar o perfil e a trajetória profissional dos egressos dos Programas de Residência em Medicina de Família e Comunidade do Estado de São Paulo. Métodos: Estudo descritivo, transversal, de abordagem quantitativa, que caracterizou o perfil dos 129 médicos residentes egressos de 17 Programas de Residência em Medicina de Família e Comunidade (PRMFC) do Estado de São Paulo que finalizaram a residência entre 2000 e 2009. Resultados: Dos 234 residentes, (129) 55,1% responderam ao questionário da pesquisa. A maioria (96,9%) era brasileira, natural do Estado de São Paulo (71,2%); 58,1% eram mulheres; 88,4% referiram ter até 39 anos; 89,1% moravam em grandes centros urbanos, tendendo a se fixar mais no Estado de São Paulo (80,0%), onde realizaram a residência médica. Os médicos atuavam na área de Medicina de Família e Comunidade (74,0%), 49,6% ligados à Estratégia Saúde da Família. A permanência na área foi mais favorável entre aqueles que, ao terminarem a graduação, desejavam ser médicos de família (77,6%) em relação aos que não o desejavam (63,6%). Quase a metade dos egressos informou ter dois ou três postos de trabalho e 99,2% continuaram sua formação acadêmica após o término da residência. Observou-se interesse na docência por 48,1% dos entrevistados, que referiram atuar no ensino de graduação e pós-graduação stricto e lato sensu, como programas de residência médica, enquanto um terço referiu atividades de pesquisa. Conclusão: O entendimento mais aprofundado de quem são e de onde se encontram os profissionais preparados para atuar na Atenção Primária à Saúde pode contribuir para a construção da identidade dos médicos de família e, consequentemente, para o fortalecimento dessa especialidade médica. Os resultados do estudo apontaram uma perspectiva favorável da especialidade Medicina Geral de Família e Comunidade no Estado de São Paulo, que não pode ser generalizada para a realidade de um sistema de saúde tão desigual no País, mesmo considerando as melhorias promovidas pelas recentes medidas de regulação da gestão do SUS. A literatura consultada e comentada possibilita ver a potencialidade no campo da formação dos especialistas, mas a graduação tem uma latência maior para mostrar a efetividade dessas alterações.(AU)


Objective: The aim of this study was to characterize the profile and professional career of graduates from the São Paulo State residency programs in Family and Community Medicine. Methods: A descriptive, crosssectional study with a quantitative approach, which characterized the profile of the 234 graduating medical residents from 17 São Paulo State residency programs in Family and Community Medicine (PRMFC) who completed residency between 2000 and 2009. Results: Of the 234 residents, 55.1% responded to the survey questionnaire, the majority (96.9%) were Brazilian, born in the state of São Paulo (71.2%), 58.1% were women; 88.4% were 39 years of age or younger, 89.1% lived in large urban centers and they tended to settle in the state of São Paulo (80.0%), where the residency was conducted. The doctors worked in the area of Family and Community Medicine (74.0%); 49.6% related to the Family Health Strategy. Staying in the area was favored more by those who, upon graduating, wanted to be family doctors (77.6%) than thos who did not (63.6%). Almost half of the graduates reported having two or three jobs and 99.2% continued their education after the residence. Interest in teaching was observed among 48.1% of the respondents who reported teaching in undergraduate and graduate courses, including medical residency programs, while a third of the respondents reported conducting research activities. Conclusion: A better understanding of the profile and whereabouts of trained primary health care professionals can contribute towards constructing an identity for family doctors, thereby strengthening this medical specialty. The study results indicate a favorable outlook for the Community and Family Medicine speciality in São Paulo, however this cannot be generalized for such an unequal health system in Brazil, even considering the improvements brought about by recent SUS management regulation measures. The literature reviewed and discussed shed light on the potential in the field of specialist training, but for undergraduate training, the effectiveness of these changes takes longer to become apparent.(AU)


Assuntos
Humanos , Educação Médica/tendências , Estratégia Saúde da Família , Medicina de Família e Comunidade , Internato e Residência/tendências , Atenção Primária à Saúde , Brasil , Programas Nacionais de Saúde , Estudantes de Medicina
10.
J Interprof Care ; 31(6): 754-760, 2017 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28862477

RESUMO

The National Curricular Guidelines (NCGs) are important documents for understanding the history of academic health professions education in Brazil. Key policies within the NCGs have helped to reorient health professions education and have stimulated curricular changes, including active learning methodologies and more integrated teaching-service environments, and, more recently, have introduced interprofessional education (IPE) in both undergraduate and postgraduate sectors. This article presents the findings of a study that examined the NCGs for nursing, dentistry, and medicine courses as juridical foundations for adopting strategies that promote IPE across higher education institutions in Brazil. We employed a comparative and exploratory documentary analysis to understand the role of IPE and collaborative practices in NCGs for the three largest professions in Brazil. Following a thematic analysis of these texts, four key themes emerged: faculty development; competencies for teamwork; curricular structure; and learning metrics. Key findings related to each of these themes are presented and discussed in relation to the wider interprofessional literature. The article goes on to argue that the statements contained in the NCGs about adoption of IPE and collaborative practices will have an important influence in shaping the future of health professions education in Brazil.


Assuntos
Comportamento Cooperativo , Currículo/normas , Pessoal de Saúde/educação , Relações Interprofissionais , Brasil , Educação em Odontologia/normas , Educação Médica/normas , Educação em Enfermagem/normas , Docentes/educação , Humanos , Equipe de Assistência ao Paciente , Aprendizagem Baseada em Problemas , Competência Profissional , Desenvolvimento de Pessoal/organização & administração , Ensino/organização & administração
11.
Espaç. saúde (Online) ; 18(1): 81-89, jul. 2017. Quadros, Tabelas
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-848569

RESUMO

Este artigo avaliou o desempenho de dois hospitais gerais que aderiram ao Programa de Reestruturação e Contratualização de Hospitais Filantrópicos do SUS, entre 2010 e 2016. Para o levantamento das informações analisou-se o banco de dados da Secretaria Municipal de Saúde do município onde prestam serviço. O objeto de análise foi o desempenho das metas qualitativas e quantitativas discriminadas em Ficha de Programação Orçamentária do Plano Operativo do convênio, que deveriam ser cumpridas pelos hospitais. Os resultados mostraram que as metas quantitativas foram atingidas em todos os quadrimestres analisados e as metas qualitativas não foram atingidas em apenas três quadrimestres dentre os sete anos analisados. Demonstrou ser um modelo promissor de alocação de recursos para compra de serviços, apesar de fragilidades no cumprimento de metas de qualidade, acompanhamento e revisão destas metas (AU).


This article evaluated the performance of two general hospitals that joined the Program of Restructuring and Contractualization of SUS Philanthropic Hospitals between 2010 and 2016. For information collection, the database of the Municipal Health Department of the municipality where they rendered services was analyzed. The object of analysis was the qualitative and quantitative targets detailed in the Budget Schedule of the Operational Plan of the agreement, which should be met by the hospitals. The results showed that the quantitative targets were reached in all four-month periods analyzed, and the qualitative goals were not reached in just three four-month periods of the seven years analyzed. It has proved to be a promising model for the allocation of resources to purchase services, despite weaknesses in meeting quality goals, monitoring and review of these goals (AU).


Assuntos
Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde , Administração Hospitalar , Financiamento da Assistência à Saúde
12.
Espaç. saúde (Online) ; 17(1): 121-129, jul.2016. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-795872

RESUMO

Este artigo aborda características dos sistemas de saúde e do desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde (APS) do Brasil e da Espanha. Pretende-se discutir fortalezas e fragilidades dos diferentes cenários,no âmbito dos sistemas de saúde, para a formação médica de graduação, comprometida com o desenvolvimento da APS. Os materiais do trabalho foram: relatórios de pesquisas elaborados durante os estudos de pós-doutorado realizados respectivamente,em Madri (2004) e Granada (2015) e documentação oficial publicada pelos dois sistemas. O desempenho dos dois sistemas de saúde foi estudado por meio das seguintes variáveis: o indicador proporção de Internações Sensíveis à Atenção Básica (ISAB), coberturas da população por equipes e médicos de APS atingidas nos dois países. A formação médica orientada para a atenção primária na Espanha baseou-se no Plano de estudos de 1999 e de 2015 de duas faculdades e, no Brasil, apoiou-se nas diretrizes curriculares de 2001 e 2014. As reformulações dos dois sistemas de saúde, promovidas por mudanças na política de financiamento e garantia do direito à saúde, têm consequências de curto e médio prazo no mercado de trabalho e de formação de profissionais da saúde. Estudos futuros serão necessários para avaliara eficácia e a efetividade das mudanças dos sistemas de saúde sobre a formação médica voltada para o desenvolvimento da APS...


This article discusses features of the healthcare systems and the development of Primary Health Care (PHC) in Brazil and Spain. It intends to discuss strengths and weaknesses of differents cenarios in the context of healthcare systems, for undergraduate medical study, committed to the development of the PHC. The work included research reports produced in post-doctoral research carried out respectively in Madrid (2004) and Granada (2015)and official documents published by both systems. The performance of the two health systems was revised with the use of the following variables: the indicator of proportion of hospitalizations sensitive to primary care (ISAB), population coverageby teams and PHC doctors achieved in both countries. Training of physicians for primary care in Spain focused on the Plan of Studies of 1999 and 2015 of two colleges and, in Brazil, it relied on the curriculum guidelines of 2001 and 2014. Results: changes in both health systems, promoted by changes in the funds policy, and guarantee of right to health have short- and long-term consequences to labor market and the training of healthcare professionals. Future studies would be needed to assess the efficacy and effectiveness of the changes in healthcare systems on medical education for PHC...


Assuntos
Educação Continuada , Educação Médica , Sistemas de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Políticas Públicas de Saúde
13.
Saúde Soc ; 24(1): 141-151, Jan-Mar/2015. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744753

RESUMO

Increase in clientele, relationship between the primary care team and the specialties, health promotion activities, and infrastructure conditions are organizational factors the Family Health Strategy needs to contribute to provide comprehensive care in the Brazilian National Health System. This article aims to compare the results of applying the Questionnaire of Shared Diagnosis in Primary Care (QD-CAB), concerning the issues related to comprehensiveness, between typical and expanded Family Health teams in a town in the state of São Paulo, Brazil. The method and QDCAB were applied to typical Family Health teams and those having specialists in the major areas (expanded teams), and the analysis was conducted using the Wilcoxon-Mann-Whitney test, enabling comparison of the distribution of answers between the two team models. Expanded teams establish a rather collective bond (0.0026), however, there was no difference in the results of efforts in this regard between the two team models (0.7227). The low marks assigned to issues concerning the relation of the team to the specialists, overall, reveal the difficulties in ensuring comprehensive care. Health promotion activities were assigned high marks from both models. The adequacy of physical structure in the health center was assigned lower marks from the typical teams (< 0.0001). The relation of the teams to the specialists is an obstacle to ensuring comprehensiveness and, regarding typical teams, excessive demand and the infrastructure conditions also pose difficulties.


A adscrição de clientela, a relação entre a equipe de atenção básica com as especialidades, as atividades de promoção à saúde e condições de infraestrutura são fatores organizacionais necessários para a Estratégia de Saúde da Família contribuir para proporcionar o cuidado integral no Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo deste artigo é comparar os resultados da aplicação do Questionário de Diagnóstico Compartilhado da Atenção Básica (QDCAB), no tocante aos quesitos referentes à integralidade, entre equipes de Saúde da Família típicas e ampliadas em um município paulista. O método e o QDCAB foram aplicados a equipes de Saúde da Família típicas e àquelas com especialistas das grandes áreas (equipes ampliadas), e a análise foi realizada utilizando o teste de Wilcoxon-Mann-Whitney, permitindo a comparação da distribuição das respostas entre os dois modelos de equipe. As equipes ampliadas estabelecem vínculo de forma mais coletiva (0,0026), porém, não houve diferença nos resultados dos esforços realizados nesse sentido entre os dois modelos de equipe (0,7227). As notas baixas atribuídas às questões relativas à relação da equipe com os especialistas, de uma forma geral, revelam as dificuldades para garantir a integralidade da atenção. As atividades de promoção à saúde receberam notas altas de ambos os modelos. A adequação da estrutura física do centro de saúde recebeu menores notas das equipes típicas (< 0,0001). A relação das equipes com os especialistas é um obstáculo para a garantia da integralidade e, para as equipes típicas, o excesso de demanda e as condições de infraestrutura também representam dificuldades.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Assistência Integral à Saúde , Estratégia Saúde da Família , Planejamento em Saúde , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde , Educação em Saúde , Promoção da Saúde , Inquéritos e Questionários
14.
Rev. adm. saúde ; 16(63): 43-50, abr.-maio 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-771426

RESUMO

Este estudo objetivou quantificar e identificar os principais motivos de indeferimento dos processos de solicitação de medicamentos em uma farmácia para implementação de estratégias visando a ampliação no acesso aos medicamentos no âmbito do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica. O método consistiu de ferramentas de gerenciamento de qualidade, sendo a abordagem do problema feita por meio do emprego da metodologia para análise e solução de problemas para conhecer as principais causas de indeferimento e estabelecer estratégias para melhorar o acesso. Em 2011, foram indeferidos 7% dos processos, sendo os 3 principais motivos: falta dos exames previstos pelos protocolos (41,5%); falta de relatório médico detalhado (19%) e laudo preenchido inadequadamente (8,8%). O plano de ação constitui em buscar alternativas para facilitar a comunicação entre a farmácia e os médicos prescritores; reestruturar o site da farmácia; elaborar um manual contendo as diretrizes e divulga-lo nas reuniões regionais da Assistência Farmacêutica, juntamente com uma planilha contendo a relação de todos os exames médicos necessários para abertura de processo e renovação. Para acompanhar as ações propostas foram criados indicadores de resultados. As ações gerenciais implantadas conseguiram ampliar o acesso programado em 3% em 2011 e 2012 usando estratégias de melhoria de comunicação entre a farmácia e os médicos prescritores, sendo resultados expressivos, uma vez que a unidade investigada é uma das maiores em número de atendimento no estado de São Paulo.


This study aimed to quantify and identify the main reasons for rejecting the request processes of medicines in apharmacy to implement strategies aimed at expanding access to medicines under the Specialized Component of Pharmaceutical Assistance. The method consisted of quality management tools being taken to address the problem through the use of methodology for analysis and troubleshooting to know the main causes of rejection and to establish strategies to improve access. In 2011, a total of 7% of cases were rejected, regarding 3 main reasons: lack of examinations provided by the protocols (41.5%); lack of detailed medical report (19%); and report improperly filled (8.8%). The action plan is to seek alternatives to facilitate communication between the pharmacy and the prescribers; to restructure the pharmacy website; to prepare a manual containing guidelines and to disseminates this in the regional meetings of the Pharmaceutical Assistance, along with a spreadsheet containing a list of all required medical examinations for prosecutions and renewal. Outcome indicators were created to monitor the actions proposed. The implemented management actions were able to expand access programmed by 3% in 2011 and 2012 using strategies to improve communication between the pharmacy access and prescribers, with significant results, since the reporting unit is one of the largest in number of patients in the state of São Paulo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Custos de Medicamentos , Acesso aos Serviços de Saúde , Política Nacional de Medicamentos , Assistência Farmacêutica , Prescrições , Sistema Único de Saúde , Pesquisa sobre Serviços de Saúde , Medicamentos Genéricos , Sistemas de Saúde , Direitos do Paciente , Política Pública , Gestão da Qualidade , Estratégias
15.
Epidemiol. serv. saúde ; 23(1): 45-56, mar. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-708056

RESUMO

Objetivo: descrever as internações por condições sensíveis à atenção primária (ICSAP) na região de saúde de São José do Rio Preto, no interior paulista. Métodos: estudo descritivo cuja fonte de dados foi o Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS) no período 2008-2010. Resultados: o coeficiente de ICSAP dessa região de saúde foi em torno de 13,0/1000 habitantes a cada ano; os cinco diagnósticos mais frequentes foram insuficiência cardíaca, angina, infecções do aparelho urinário, gastroenterites infecciosas e as doenças cerebrovasculares; doenças do aparelho circulatório foram o diagnóstico principal, registrado em 41,5 por cento do total dessas internações; as ICSAP consumiram R$ 30.370.691,08, correspondendo a 17 por cento do total de gastos com internações nessa região de saúde. Conclusão: a ocorrência de ICSAP, que são potencialmente evitáveis, aponta a necessidade de outras investigações sobre possíveis fatores que estejam interferindo na prestação e resolutividade da atenção primária na região estudada.


Objective: describe hospital admissions for ambulatory sensitive conditions (ACS) in the São José do Rio Preto health region, São Paulo State, Brazil. Methods. a descriptive study using data from the Unified Health System’s Hospital Admissions Information System, 2008-2010. Results: the ACS coefficient for this health region was around 13.0/1000 inhabitants each year. The five most common diagnoses were heart failure, angina, urinary tract infections, infectious gastroenteritis and cerebrovascular diseases. Circulatory system diseases were the primary diagnosis recorded in 41.5 por cento of these admissions. ACS expenditure was R$ 30,370,691.08, corresponding to 17 per cent of the total costs of hospital admissions in this health region. Conclusion: the occurrence potentially preventable ACS indicates the need for further investigations about possible factors that may be interfering with the organization and outcomes of primary care in the region studied.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Epidemiologia Descritiva , Indicadores Básicos de Saúde , Regionalização/organização & administração
16.
Saúde debate ; 38(100): 57-68, Jan-Mar/2014.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-710461

RESUMO

Este estudo teve por objetivo compreender a dinâmica dos Colegiados de Gestão Regional do Departamento Regional de Saúde XIII (Ribeirão Preto-SP) no que diz respeito à dinâmica e relação entre os entes federados ali representados. Utilizou-se a abordagem qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo. Surgiram questões pertinentes às relações entre os entes, com a presença de lógicas e relações por vezes solidárias e por vezes marcadas pelas diferenças de poder. Capturaram-se as diferentes visões e perspectivas dos diversos atores em cena, ressaltando a importância do planejamento em situação de poder compartido para a construção da regionalização e do SUS.


The present study aimed at understanding the dynamics of the Committees of Regional Management of the XIII Regional Health Department in Ribeirão Preto-SPin respect to the relations between the federative agents therein represented. A qualitative approach was employedby means of semi-structured interviews and content analysis. The results raised elements inherent to the dynamics among the actors of regional health planning, showing relations either of solidarity or that reflected power differences. Different views and perspectives of the various actors were brought up, highlighting the planning importance in a situation of shared power towards the construction of SUS and regional health managing.

17.
Rev. adm. saúde ; 15(59): 46-52, abr.-jun. 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-704505

RESUMO

O conhecimento dos custos é fundamental para a gestão dos hospitais. O aumento dos gastos e custos na saúde é acompanhado com preocupação pelos gestores. Na composição dos custos hospitalares, materiais de consumo representam parcela significativa. Este trabalho desenvolvido no HCFMRP-USP., teve como objetivos: verificar o gerenciamento de custos de material de consumo, nas dimensões direção, planejamento e controle; verificar a utilização das informações disponibilizadas pela instituição sobre custos de material de consumo; identificar o conhecimento dos gerentes acerca dos materiais de consumo com maior impacto financeiro. Participaram da pesquisa 40 gerentes aos quais foi aplicado um questionário com 29 afirmativas (escala tipo Likert). Das afirmativas, 55 por cento apresentaram repostas dos gerentes coerentes com gestão adequada de custos com materiais de consumo. O planejamento e controle são as funções do gerenciamento dos custos com materiais de consumo mais desenvolvidas pelos gerentes. A direção apontou práticas pouco rigorosas. Os gerentes demonstraram conhecer os materiais com maior impacto financeiro. As informações disponibilizadas pela instituição são pouco aproveitadas. A melhoria desse resultado requer maior capacitação e conscientização e aprimoramento do sistema de gestão institucional, para propiciar maior autonomia e responsabilização dos gerentes.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Economia da Saúde , Administração Hospitalar , Custos Hospitalares , Assistência Médica , Administração em Saúde Pública , Tutoria , Coleta de Dados , Inquéritos e Questionários
18.
Rev. APS ; 15(3)set. 12.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-676073

RESUMO

O presente artigo toma por objeto de estudo a contribuição do Assistente Social na promoção da saúde. Tomando por base os parâmetros da atuação dos assistentes sociais na saúde, buscamos identificar como sua prática ocorre, propondo ações que possam potencializar a garantia dos direitos sociais das pessoas que utilizam os serviços de saúde, propiciando maior autonomia e promoção social aos usuários do SUS. A partir de um redimensionamento nas ações dos profissionais do serviço social, particularmente, no campo da promoção da saúde, coloca-se como um desafio refletir de que maneira o assistente social poderá contribuir efetivamente para a promoção da saúde nos municípios, valendo-se de uma de suas competências, ou seja, o desenvolvimento do papel de articulador entre uma rede intersetorial e interdisciplinar.


This article focuses on studying the contribution of the social worker in health promotion. Based on the parameters for social worker actions in the health area, we seek to identify how their practice takes place, proposing actions that could strengthen the guarantee of social rights for people who use the health services, providing greater autonomy and social advancement to users of the Unified Health System (SUS). From a resizing on the activities of social service professionals, particularly in the of health promotion, a challenge is raised to consider how social workers can effectively contribute to health promotion in municipalities, drawing on one of their competencies, that is, developing the coordination role within an intersectoral and interdisciplinary network.


Assuntos
Serviço Social , Promoção da Saúde , Política de Saúde , Serviços de Saúde
19.
Rev. bras. educ. méd ; 36(1,supl.1): 127-133, jan.-mar. 2012.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-640321

RESUMO

O Conselho Municipal da Saúde (CMS) de Ribeirão Preto (SP) conduziu discussões sobre os fundamentos da reconfiguração da interação entre a gestão local do Sistema Único de Saúde (SUS) e as instituições de ensino superior (IES), para promover a reorientação da formação profissional em saúde. Essa iniciativa local foi ao encontro das políticas indutoras nacionais, tais como o Promed, o Pró-Saúde e o PET-Saúde. O relato da experiência desse município expôs os interesses corporativos, políticos e econômicos dos agentes envolvidos. Ainda mostrou que o controle social e a cogestão foram potentes instrumentos para consolidar as instâncias democráticas de decisão, apontando o desafio de regular e avaliar o impacto dessa interação por meio de indicadores de saúde, ensino, pesquisa e deíndices de satisfação dos usuários.


The Municipal Health Council in Ribeirão Preto, São Paulo State, conducted discussions on the principles for reshaping interaction between local management of the Unified National Health System (SUS) and institutions of higher learning in order to reorient professional training in health. This local initiative was consistent with national inductive policies such as Promed, Pró-Saúde, and PET-Saúde. The report on the experience in this city revealed the stakeholders' corporatist, political, and economic interests. It further demonstrated that social control and shared management were powerful instruments for consolidating the democratic decision-making levels, highlighting the challenge of regulating and evaluating the impact of this interaction through indicators for health, teaching, research, and user satisfaction.

20.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 18(3)jul.-set. 2010.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-593740

RESUMO

O Programa Saúde de Família (PSF) é uma estratégia que se utiliza de indicadores locorregionais. Para isso, incorpora instrumentos que possibilitem a coleta de dados e a conversão destes em informações que possam ser analisadas. Os Sistemas de Informação em Saúde (SIS) surgem nesse contexto como ferramenta possibilitadora de tais ações. Esta pesquisa teve como objetivo conhecer a percepção dos profissionais do PSF sobre o SIS que manipulam, por meio de um estudo descritivo e qualitativo, realizado em cinco unidades do PSF do município de Ribeirão Preto, São Paulo. A coleta ocorreu por meio de entrevistas semiestruturadas, gravadas com 37 profissionais. Foram respeitados os aspectos éticos e legais (resolução 196/96). Os resultados foram produzidos após o tratamento dos dados segundo Bardin para análise temática, resultando em três temas: a atuação profissional de atenção básica, na qual os profissionais classificam sua atuação como basicamente assistencial; o SIS utilizado no PSF e a percepção dos profissionais, observando-se que o Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) é o SIS utilizado nas unidades, mas que tem pouca interferência nas ações da equipe; a utilização do SIAB para planejamento de ações, em que a equipe opta por outros instrumentos para nortear seu planejamento que não os produzidos pelo SIAB.


The Brazilian family health program (PSF, acronym in Portuguese) is a strategy that aims at actions based on local and regional indicators, so it incorporates instruments that make possible the data collection and the conversion of these data into information that can be analyzed. The health information systems (HIS) are tools that make these actions possible. The objective of this research was to evaluate the perception of the PSF professionals on the HIS that they manage through a descriptive and qualitative study, carried out in five PSF units in the city of Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil. The data collection was performed through semi-structured interviews with 37 PSF professionals. The ethical and legal aspects have been respected, according to the law resolution 196/96. The results were yielded according to Bardin for thematic analysis, resulting in three subjects: 1) the primary healthcare professional performance, in which most of the staff characterized their role as assisting basic assistance; 2) the HIS used in the PSF and in the professionals? perception ? it is noticeable that the primary healthcare information system (SIAB, acronym in Portuguese) is the HIS used in the units, but it has little influence on the team?s actions; 3) the use of SIAB for action planning ? the team generally use other instruments, not the ones produced by the SIAB, to plan their actions.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...