Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. psicol. (Rio J. 2003) ; 71(1): 36-53, jan.-abr. 2019.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1007243

RESUMO

Este estudo investigou as contribuições de um programa de acompanhamento com educadoras, baseado na abordagem pikleriana, para a organização dos espaços do berçário e para a interação educadora-bebê. Foi realizado um estudo de casos múltiplos com seis educadoras de berçário de duas creches públicas, que participaram de seis encontros individuais. Seis meses após o término do acompanhamento, as educadoras responderam a uma entrevista, cujas respostas foram examinadas por meio da análise de conteúdo qualitativa. As educadoras relataram mudanças na organização do espaço físico, dos móveis e objetos, bem como uma melhor qualidade da interação educadora-bebê, percebida ao propiciar autonomia e dar mais atenção individualizada nos momentos de cuidados. Os resultados sugerem que o acompanhamento possibilitou mudanças na organização do berçário, que puderam apoiar a interação educadora-bebê e contribuir para a promoção do desenvolvimento infantil


The present study investigated the contributions of a monitoring program for educators based on the Piklerian approach for the organization of child care spaces and for the child-educator interaction. Six educators of two public child care center participated in six individual meetings. Six months after the end of mentoring, the educators were interviewed and the answers were examined through qualitative content analysis: child care space characteristics and educator-child interaction. The educators reported changes in the organization of the physical space, furniture and objects. The teachers also reported a better quality of the educator-child interaction, perceived in their own attitudes providing autonomy, organizing space based on children needs, as well as giving more individualized attention to them in times of care. The results suggest that monitoring could make changes in the child care organization that could support the educator-child interaction and contribute to the promotion of child development


Este estudio investigó las contribuciones de un programa de seguimiento con educadoras, basado en el enfoque pikleriano, para la organización de los espacios de guardería y para la interacción educadora-bebé. Se realizó un estudio de casos múltiples con seis educadoras de dos guarderías públicas, que participaron de seis encuentros individuales. Seis meses después del término del seguimiento, las educadoras respondieron a una entrevista, cuyas respuestas fueron examinadas por medio del análisis de contenido cualitativo. Las educadoras relataron cambios en la organización del espacio físico, de los muebles y objetos, así como una mejor calidad de la interacción educadora-bebé, percibida al propiciar autonomía y dar más atención individualizada en los momentos de cuidados. Los resultados sugieren que el seguimiento posibilitó cambios en la organización de la guardería, que pudieron apoyar la interacción educadora-bebé y contribuir a la promoción del desarrollo infantil


Assuntos
Humanos , Cuidado da Criança , Creches , Desenvolvimento Infantil , Educação Infantil , Berçários
2.
Psicol. teor. pesqui ; 33: e33410, 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-955932

RESUMO

RESUMO O estudo investigou o envolvimento paterno de 27 pais adultos que tinham um filho/a com 24 meses. As respostas dos pais foram examinadas através de análise de conteúdo, com base em três dimensões: interação, disponibilidade e responsabilidade. Os resultados revelaram que os pais se relacionavam com o filho conforme as necessidades e capacidades da criança, entre elas a de mais autonomia. Os pais relataram que se envolviam em atividades de cuidado, sobretudo auxiliando o filho a dar conta de suas demandas. Também destacaram que interagiam e estavam disponíveis para o filho e revelaram preocupações sobre ele. Entretanto, a participação do pai foi percebida como menor quando comparada à da mãe, mesmo quando o pai compartilhava os cuidados e as responsabilidades.


ABSTRACT This study investigated father involvement at 24 months of a child's life. Twenty seven fathers, aged 19 to 40, were interviewed. The fathers' answers were analyzed using content analysis, based on three dimensions: interaction, availability, and responsibility. The results indicated that the fathers interacted with the children according to the specific needs and capabilities of their 24-month-olds, at a stage when they become more autonomous. The fathers reported that they were involved in care activities, especially helping the children to deal with their own demands. At the same time, the fathers were involved by interacting, being available and showing concern for their children. Nevertheless, the fathers' participation was noticed as lower when compared to that of the mothers, even when the father shared care and responsibility.

3.
Psicol. clín ; 29(2): 155-172, 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-895730

RESUMO

Este estudo tem como objetivo investigar a experiência da maternidade de um segundo filho, buscando compreender como se dá a Constelação da Maternidade, conceito desenvolvido por Daniel Stern (1997), na gestação do novo bebê. Para tanto, participaram desta pesquisa 21 gestantes de segundo filho, com idades entre 28 e 43 anos, que foram entrevistadas no terceiro trimestre gestacional. Foram definidas categorias de análise baseadas nos temas de Constelação da Maternidade de Stern as quais foram usadas de alicerce para a análise de conteúdo qualitativa. Como destaque dos achados deste estudo, percebeu-se que os temas matriz de apoio, relacionar-se primário e reorganização da identidade predominaram frente ao tema vida e crescimento. Por tratar-se do segundo filho, considerou-se que as mães se sentiam seguras para garantir os cuidados dos aspectos físicos e de desenvolvimento do seu bebê. Desse modo, haveria maior disponibilidade para o investimento materno nos outros temas, criando espaço emocional para o segundo filho.


This study aims to investigate the experience of motherhood of a second child, and to understand the phenomenon of Motherhood Constellation, concept developed by Daniel Stern (1997), during the new infant's pregnancy. For this purpose, twenty-one pregnant women of the second child, aged between 28 to 43 years, who were interwied in the third trimester gestational. Analysis categories were defined based on the Motherhood Constellation issues, which were used as the foundation for the qualitative content analysis. As highlighted the findings of this study, it was observed in this analysis that the themes Supporting Matrix, Primary Relatedness, Identity Reorganization were more dominant than the theme Life and Growth theme. It was argued that the mother is perhaps more confident of her its competence to ensure the physical and development of the baby. Thus, there is more availability to maternal investment in other themes, making emotional space for the second child.


Este estudio tiene como objetivo investigar la experiencia de la maternidad de un segundo hijo, tratando de entender cómo ocurre la constelación de la maternidad , en el nuevo embarazo bebé. Los participantes fueron 21 mujeres embarazadas de secundo hijo , de 28 a 43, que fueron entrevistados en el tercer trimestre. Categorías de análisis se definieron sobre la base de la constelación de temas de maternidad Stern (1997) que se utilizaron como base para el análisis de contenido cualitativo. Se observó en este análisis que los temas apoyo matriz, relacionarse con primaria y la identidad reorganización se puso en contra de la cuestión de la vida y el crecimiento. Como este es el segundo hijo, se consideró que las madres se sentían seguros para garantizar el cuidado de los aspectos físicos y desarrollo de su bebé. Por lo tanto, habría una mayor voluntad de inversión materna en otras temas, creando espacio emocional para el segundo hijo.

4.
Arq. bras. psicol. (Rio J. 2003) ; 69(3): 116-132, 2017.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-910594

RESUMO

O maior envolvimento da mãe com os cuidados dos filhos levou à proliferação de estudos sobre a relação mãe-bebê e menos sobre a relação pai-bebê. A produção empírica e teórica sobre a paternidade foi afetada, refletindo na escassez de conceitos que podem ser usados nas investigações. Entre os conceitos comumente usados nos estudos, destacam-se os de "envolvimento paterno" e "experiência da paternidade". Este estudo apresenta alguns aspectos teóricos e empíricos associados a esses dois conceitos visando contribuir teórica e metodologicamente para as pesquisas sobre a paternidade. Destacaram-se as características desses conceitos e suas especificidades, ilustrando-os com relatos de pais encontrados na literatura, contribuindo para a sua definição teórica e operacional. Espera-se que este artigo contribua para despertar o interesse dos estudiosos sobre a importância dos estudos sobre a paternidade, muito relevantes em uma sociedade em que os papéis parentais apresentam fronteiras cada vez mais tênues


The greater involvement of the mother on the caring for her child lead to a proliferation of studies on this relationship and much less about the father-child relationship. The empirical literature and theoretical production was affected with a shortage of concepts. Among the concepts commonly used, this study highlights the "father involvement" and "experience of fatherhood". We present some theoretical and empirical aspects associated with these two concepts in order to contribute to a theoretical and methodological approach that can be used to investigate the fatherhood. The characteristics of these concepts were highlighted, illustrating them with father reports found in the literature, contributing to its theoretical and operational definition and to specify the particularity of each concept. We hope that this study will contribute to arouse the interest of scholars about the studies on fatherhood, as it become increasingly relevant in a society where traditional parental roles are with increasingly tenuous boundaries


La mayor participación de la madre en los cuidados de los hijos llevó a la proliferación de estudios sobre la relación madre-bebé en detrimento sobre la relación padre-bebé. La producción empírica y teórica fue afectada, reflejada en la escasez de conceptos que pueden ser usados en las investigaciones. Entre los conceptos que a menudo se utilizan, se destacan el "envolvimiento paterno" y "experiencia de la paternidad". Este estudio presenta algunos aspectos teóricos y empíricos asociados a esos dos conceptos, con el fin de contribuir teórica y metodológicamente para las investigaciones sobre la paternidad. Se destacaron las características de estos conceptos y sus especificidades, que fueron ilustradas con relatos de padres encontrados en la literatura, contribuyendo a su definición teórica y operacional. Se espera que este artículo contribuya para despertar el interés de los estudiosos sobre la importancia de los estudios sobre la paternidad, éstos cada vez más relevantes en una sociedad donde los roles parentales tradicionales presentan fronteras cada vez más tenues


Assuntos
Humanos , Relações Pais-Filho , Poder Familiar , Paternidade
5.
Psicol. teor. pesqui ; 32(3): e32321, 2016. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-829381

RESUMO

Resumo Este trabalho investigou o envolvimento de pais com seus bebês e com a creche nos seis primeiros meses de frequência do bebê no berçário. Por meio de um estudo de caso coletivo de caráter longitudinal, quatro pais responderam a entrevistas em três momentos: entrada do bebê na creche, um mês e 6 meses depois da entrada. Análise de conteúdo qualitativa indicou que tanto a creche como o desenvolvimento do bebê foram aliados do pai para a retomada do trabalho e da vida conjugal. O estudo mostra a importância de se levar em consideração as necessidades e competências do pai que está envolvido no cuidado ao bebê.


Abstract This study investigated father involvement with their babies and the child care center during the first six months after the baby entered in the day care center. It was performed a collective case study, with a longitudinal design, in which four fathers answered an interview at three moments: entry in the child care center, one month and six months later. Qualitative content analysis indicated that the day care center and the baby's development helped the father to be more involved with his work and his personal life. The present study shows the importance of taking into consideration the needs and capacity of fathers involved in infant care.

6.
Psico (Porto Alegre) ; 47(3): 198-208, 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-955495

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar o envolvimento paterno de 35 pais (18 a 40 anos), cujo filho tinha 12 meses de vida. Os pais responderam a uma entrevista e as suas respostas foram examinadas através de análise de conteúdo qualitativa, com base em três dimensões do envolvimento paterno: interação, disponibilidade e responsabilidade. Os pais relataram se envolver com o filho de acordo com as necessidades e habilidades específicas dos 12 meses, idade em que o bebê passa a ser mais responsivo. Contudo, alguns pais relataram não ter a habilidade necessária para cuidar de um bebê, o que pode contribuir para um menor envolvimento com o filho. Os resultados do estudo evidenciam que os pais mostraram-se competentes para lidar com um bebê com novas habilidades, mesmo que, em alguns momentos, eles parecessem sentir dificuldades ou ainda preferissem que a mãe realizasse determinadas atividades.


This study aimed to investigate the paternal involvement of 35 parents (18 to 40 years old), whose child was 12 months old. The fathers answered an interview and their answers were examined through qualitative content analysis, based on three dimensions of paternal involvement: interaction, availability and responsibility. Fathers reported getting involved with the child according to the specific needs and skills of 12 months old when the baby becomes more responsive. However, some parents reported not having the necessary skill to take care of a baby, which can contribute to a reduced involvement with the child. The study results evidence that fathers have showed the competency to deal with a baby with new skills, even if, at times, they seemed to have difficulty or even preferred that the mother perform certain activities.


Este estudio tuvo como objetivo investigar lo envolvimiento paterno de 35 padres (18 a 40 años), cuyo hijo tenía 12 meses de edad. Los padres respondieron a una entrevista y sus respuestas se examinaron mediante análisis de contenido cualitativo, basado en tres dimensiones de lo envolvimento paterno: interacción, disponibilidad y responsabilidad. Los padres informaron de involucrarse con el niño de acuerdo a las necesidades y capacidades específicas de los 12 meses de edad, cuando el bebé se vuelve más responsivo. Sin embargo, algunos padres reportaron no tener la habilidad necesaria para cuidar de un bebé, lo que puede contribuir a una participación reducida con el niño. Los resultados del estudio muestran que los padres han demostrado ser competentes para ocuparse de un bebé con nuevas habilidades, aunque, a veces, parece que tienen dificultad o incluso prefiere que la madre realizar ciertas actividades.

7.
Aletheia ; (46): 50-65, jan.-abr. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-949822

RESUMO

O presente estudo investigou o envolvimento do pai no primeiro ano do bebê no contexto da depressão pós-parto materna (DPP). Foram entrevistados 11 pais (23 a 44 anos), cujas mães apresentavam indicadores de DPP. As entrevistas foram realizadas através de uma análise de conteúdo baseada nas três dimensões do conceito de envolvimento paterno: interação, acessibilidade e responsabilidade. Os resultados revelaram que as interações pai-bebê perpassavam as situações de brincadeira e cuidado. Contudo, os cuidados do bebê eram realizados mais eventualmente e somente com a solicitação da mãe. Também apareceram sentimentos de incompetência e insegurança frente aos cuidados, preocupação com o estado emocional da mãe e com a sua sobrecarga. Os pais também relataram limitações de tempo para auxiliar a mãe nos cuidados com a criança, atribuindo a ela a maior responsabilidade pelo filho. Os resultados sugerem que no contexto da DPP o pai pode também estar fragilizado e pode apresentar dificuldades em suprir as demandas maternas de apoio emocional e instrumental, assim como para se envolver com o bebê.


The present study investigated father's involvement in infant's first year in the context of the maternal postpartum depression (PPD). Eleven fathers from 23 to 44 years participated in this study, whose wives presented PPD symptoms were interviewed. The interviews were examined through content analyzes, based on three dimensions of father involvement: interaction, accessibility and responsibility. Results showed that interactions between father-infant pervaded situations of playing and care giving. However, the latter were less often and most commonly were done upon the request of the mother. Feelings of incompetence and insecurity about the care concern for the emotional state of the mother and her overhead also were reported. Father also showed problems regarding time to assist the mother in care giving for the child, pointing for the mother the greatest responsibility for the child. The results suggest that in the context of DDD the father may be so weakened as the mother and thus he may have difficulties in coping with the demands of emotional and instrumental maternal support, as well as to engage with the child.


Assuntos
Humanos , Adulto , Depressão Pós-Parto , Relações Pai-Filho , Comportamento de Ajuda , Paternidade , Adaptação Psicológica , Lactente
8.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 13(2): 586-610, maio-ago. 2013. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-62998

RESUMO

O presente trabalho buscou compreender como o contexto familiar pode servir como fator de risco e de proteção na situação da gestação e maternidade na adolescência. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura nos portais Scielo e Pepsic, com os descritores família, adolescência, gravidez, gestação, maternidade, sexualidade, vulnerabilidade, risco e proteção, no período de 2000 a 2010. Para análise do material, utilizou-se uma análise temática de conteúdo. Os resultados sugerem que, dentre os fatores de risco estão: dificuldades no relacionamento familiar, repetição da história familiar de gestação, a ocorrência de gestações sucessivas durante a adolescência, falta ou inadequação da orientação sexual, quantidade de apoio familiar recebido, situações de violência, crenças e valores sobre parentalidade, abuso de drogas. Já entre os fatores de proteção encontra-se: relacionamento familiar satisfatório, apoio recebido da família e impacto positivo advindo da gravidez adolescente. Esses resultados são discutidos a partir da concepção processual de risco/proteção. (AU)


This study sought to understand the family context, both as risk and protective factor in the situation of teenage pregnancy and motherhood. We conducted a systematic review of the literature on search engines Scielo and Pepsic, with descriptors family, adolescence, pregnancy, pregnancy,maternity, sexuality, vulnerability, risk and protection in the period 2000 to 2010. To analyze the material we used a thematic analysis. The results suggest that among the risk factors are: difficulties in family relationships, family history of repeated pregnancy, the occurrence of subsequent pregnancies during adolescence, lack or inadequacy of sexual orientation, amount of family support received, violent situations, beliefs and values about parenting, drug abuse. Among the protective factors found: good family relationships, support from family and positive impact arising from the pregnancy adolescent. These results are discussed from the procedural conception of risk / protection. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Psicologia do Adolescente , Gravidez na Adolescência/psicologia , Poder Familiar/psicologia , Mães/psicologia , Família/psicologia , Assunção de Riscos
9.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 13(2): 586-610, maio-ago.2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-756318

RESUMO

O presente trabalho buscou compreender como o contexto familiar pode servir como fator de risco e de proteção na situação da gestação e maternidade na adolescência. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura nos portais Scielo e Pepsic, com os descritores família, adolescência, gravidez, gestação, maternidade, sexualidade, vulnerabilidade, risco e proteção, no período de 2000 a 2010. Para análise do material, utilizou-se uma análise temática de conteúdo. Os resultados sugerem que, dentre os fatores de risco estão: dificuldades no relacionamento familiar, repetição da história familiar de gestação, a ocorrência de gestações sucessivas durante a adolescência, falta ou inadequação da orientação sexual, quantidade de apoio familiar recebido, situações de violência, crenças e valores sobre parentalidade, abuso de drogas. Já entre os fatores de proteção encontra-se: relacionamento familiar satisfatório, apoio recebido da família e impacto positivo advindo da gravidez adolescente. Esses resultados são discutidos a partir da concepção processual de risco/proteção...


This study sought to understand the family context, both as risk and protective factor in the situation of teenage pregnancy and motherhood. We conducted a systematic review of the literature on search engines Scielo and Pepsic, with descriptors family, adolescence, pregnancy, pregnancy,maternity, sexuality, vulnerability, risk and protection in the period 2000 to2010. To analyze the material we used a thematic analysis. The results suggest that among the risk factors are: difficulties in family relationships, family history of repeated pregnancy, the occurrence of subsequent pregnancies during adolescence, lack or inadequacy of sexual orientation, amount of family support received, violent situations, beliefs and valuesabout parenting, drug abuse. Among the protective factors found: good family relationships, support from family and positive impact arising from the pregnancy adolescent. These results are discussed from the procedural conception of risk / protection...


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Família/psicologia , Gravidez na Adolescência/psicologia , Mães/psicologia , Psicologia do Adolescente , Poder Familiar/psicologia , Assunção de Riscos
10.
Estud. psicol. (Natal) ; 16(3): 253-261, set.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-51321

RESUMO

Tornar-se pai pode ser experienciado tanto como um momento repleto de novos significados, transformações e responsabilidades, como um movimento de reavaliação dos valores e da criação tida pelos seus próprios pais. O objetivo desta pesquisa foi investigar as experiências e sentimentos de pais em relação à própria paternidade e em relação aos próprios pais. Participaram deste estudo oito homens, pais primíparos, com idades entre 28 e 41 anos, que responderam a uma entrevista semiestruturada. A análise de conteúdo dos relatos revelou que os pais descrevem-se como participantes nas tarefas de cuidado, e também como pessoas atenciosas e preocupadas com a educação e a saúde de seu filho. Diferenças e semelhanças em relação ao próprio pai no modo de exercer a paternidade mostram que, ao mesmo tempo em que desejam reproduzir os acertos dos pais, também buscam não repetir os erros.(AU)


Becoming a father can be experienced both as a time replete with new meanings, transformations and responsibilities, as well as a period of re-evaluation of values and of own father childrearing behavior. The aim of this study was to investigate the experiences and feelings of fathers regarding their fatherhood and their own fathers. Participants were eight men, primiparous fathers, aged between 28 and 41 years who responded a semi-structured interview. Content analysis of the reports revealed that fathers describe themselves as participants in the tasks of caring, and also attentive and concerned with the child's education and health. Differences and similarities in relation to their own fathers childrearing practices show that, at the same time they want to reproduce their own fathers's succesfull behaviors, they also try to avoid what was considered mistakes.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Paternidade , Pai , Relações Pai-Filho , Relações Familiares
11.
Mudanças ; 19(1/2): 31-38, jan.-dez. 2011.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-52836

RESUMO

Este trabalho trata de uma breve revisão não sistemática da literatura acerca da gestação e maternidade na adolescência. Propôs-se uma reflexão ampliada sobre o tema da gestação e maternidade adolescente, para além da recorrente perspectiva biomédica, que trata o fenômeno apenas como um problema de saúde pública. Constatou-se que a maioria dos estudos descreve a presença de problemas e aspectos não saudáveis destas experiências na vida da adolescentee de seu bebê. No entanto, outros estudos revelam a presença de consequências positivas em termos de desenvolvimento associadas a essas experiências. Dois fatores que interferem, de maneira significativa, na forma como são percebidas a gestação e a maternidade nesse período de vida são os contextos socioeconômico e cultural. Alguns estudos demonstram que adolescentes que vivenciam dificuldades socioeconômicas ou afetivas podem perceber a gestação e consequente maternidade como um projeto de vida viável e valorizado que lhes possibilita reconhecimento social. Desta forma, fatores contextuais devem ser considerados no desenvolvimento de programas de atendimento voltados a essa população. (AU)


This paper is a brief non-systematic review of the literature on adolescent pregnancy and motherhood. The objective was to make an extended reflection on the subject of adolescent pregnancy and motherhood, beyond thebiomedical perspective, which deals with the phenomenon only as a public health problem. It was found that moststudies described the presence of problems and unhealthy aspects of these experiences in the life of an adolescent and her baby. However, other studies have revealed positive aspects. Two factors that affect, significantly, on how the pregnancy and motherhood in this period of life are perceived are the socio-economic and cultural contexts. Some studies show that adolescents who experience socio-economic or emotional difficulties may perceive pregnancy and motherhood as a viable life project that gives them social recognition. Thus, contextual factors should be considered when developing intervention programs for this population. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adolescente , Gravidez na Adolescência , Saúde , Gravidez , Saúde Pública
12.
Mudanças ; 19(1/2): 31-38, jan.-dez. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-651548

RESUMO

Este trabalho trata de uma breve revisão não sistemática da literatura acerca da gestação e maternidade na adolescência. Propôs-se uma reflexão ampliada sobre o tema da gestação e maternidade adolescente, para além da recorrente perspectiva biomédica, que trata o fenômeno apenas como um problema de saúde pública. Constatou-se que a maioria dos estudos descreve a presença de problemas e aspectos não saudáveis destas experiências na vida da adolescentee de seu bebê. No entanto, outros estudos revelam a presença de consequências positivas em termos de desenvolvimento associadas a essas experiências. Dois fatores que interferem, de maneira significativa, na forma como são percebidas a gestação e a maternidade nesse período de vida são os contextos socioeconômico e cultural. Alguns estudos demonstram que adolescentes que vivenciam dificuldades socioeconômicas ou afetivas podem perceber a gestação e consequente maternidade como um projeto de vida viável e valorizado que lhes possibilita reconhecimento social. Desta forma, fatores contextuais devem ser considerados no desenvolvimento de programas de atendimento voltados a essa população.


This paper is a brief non-systematic review of the literature on adolescent pregnancy and motherhood. The objective was to make an extended reflection on the subject of adolescent pregnancy and motherhood, beyond thebiomedical perspective, which deals with the phenomenon only as a public health problem. It was found that moststudies described the presence of problems and unhealthy aspects of these experiences in the life of an adolescent and her baby. However, other studies have revealed positive aspects. Two factors that affect, significantly, on how the pregnancy and motherhood in this period of life are perceived are the socio-economic and cultural contexts. Some studies show that adolescents who experience socio-economic or emotional difficulties may perceive pregnancy and motherhood as a viable life project that gives them social recognition. Thus, contextual factors should be considered when developing intervention programs for this population.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adolescente , Saúde , Gravidez na Adolescência , Gravidez , Saúde Pública
13.
Estud. psicol. (Natal) ; 16(3): 253-261, set.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-623206

RESUMO

Tornar-se pai pode ser experienciado tanto como um momento repleto de novos significados, transformações e responsabilidades, como um movimento de reavaliação dos valores e da criação tida pelos seus próprios pais. O objetivo desta pesquisa foi investigar as experiências e sentimentos de pais em relação à própria paternidade e em relação aos próprios pais. Participaram deste estudo oito homens, pais primíparos, com idades entre 28 e 41 anos, que responderam a uma entrevista semiestruturada. A análise de conteúdo dos relatos revelou que os pais descrevem-se como participantes nas tarefas de cuidado, e também como pessoas atenciosas e preocupadas com a educação e a saúde de seu filho. Diferenças e semelhanças em relação ao próprio pai no modo de exercer a paternidade mostram que, ao mesmo tempo em que desejam reproduzir os acertos dos pais, também buscam não repetir os erros.


Becoming a father can be experienced both as a time replete with new meanings, transformations and responsibilities, as well as a period of re-evaluation of values and of own father childrearing behavior. The aim of this study was to investigate the experiences and feelings of fathers regarding their fatherhood and their own fathers. Participants were eight men, primiparous fathers, aged between 28 and 41 years who responded a semi-structured interview. Content analysis of the reports revealed that fathers describe themselves as participants in the tasks of caring, and also attentive and concerned with the child's education and health. Differences and similarities in relation to their own fathers childrearing practices show that, at the same time they want to reproduce their own fathers's succesfull behaviors, they also try to avoid what was considered mistakes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Relações Familiares , Relações Pai-Filho , Pai , Paternidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA