Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Psico USF ; 25(1): 1-13, jan.-mar. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1135705

RESUMO

The objective of the present study was to give continuity to the validation process of the Academic Life Assessment Scale (ALAS) by verifying its internal structure and the relationship with other related variables. The study involved 580 undergraduate students from two universities in the state of Paraíba, one public and one private. A majority of the participants were male (55%) with an average age of 22 (SD = 4.94) who responded to the ALAS and the Academic Experience Questionnaire - Reduced (AEQ-r). To verify the internal structure of the ALAS, first, a confirmatory factor analysis was performed and, as the structure was not confirmed, an exploratory factor analysis (EFA) was performed. After EFA, a three-factor model was found, which presented good reliability, as well as correlation with academic experiences measures. This study contributes to the literature suggesting a new factorial structure for ALAS. (AU)


O objetivo do presente estudo foi dar continuidade ao processo de validação da Escala de Avaliação da Vida Acadêmica (EAVA) por meio da verificação de sua estrutura interna e da relação com outras variáveis correlatas. Participaram do estudo 580 estudantes universitários de duas universidades do estado da Paraíba, sendo uma pública e uma privada. Os participantes foram compostos por maioria masculina (55%), com idade média de 22 anos (DP = 4,94) que responderam à EAVA e ao Questionário de Vivências Acadêmicas Reduzido. Para verificar a estrutura interna da EAVA, primeiro foi realizada uma análise fatorial confirmatória e, uma vez que a estrutura não foi confirmada, foi realizada a análise fatorial exploratória (EFA). Após a EFA, identificou-se um modelo com três fatores, que apresentou boa confiabilidade, além de se correlacionar com as medidas de vivências acadêmicas. Este estudo contribuiu para a literatura ao sugerir uma nova estrutura fatorial para a EAVA. (AU)


El objetivo del presente estudio fue dar continuidad al proceso de validación de la Escala de Evaluación de la Vida Académica (EEVA) por medio de la verificación de su estructura interna y de la relación con otras variables relacionadas. Participaron 580 estudiantes universitarios de dos universidades del estado de Paraíba, una pública y otra privada. Los participantes eran la mayoría de sexo masculino (55%), con edad promedio de 22 años (DP = 4,94) que respondieron a la EEVA y al Cuestionario de Vivencias Académicas Reducido. Para verificar la estructura interna de la EEVA, primero se realizó un análisis factorial confirmatorio y una vez que la estructura no fue confirmada, se realizó el análisis factorial exploratorio (EFA). Después de la EFA, se encontró un modelo con tres factores, que presentó buena confiabilidad, además de correlacionarse con las medidas de vivencias académicas. Este estudio contribuyó con la literatura, al sugerir una nueva estructura factorial para la EEVA. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Estudantes/psicologia , Adaptação , Educação Superior , Inquéritos e Questionários , Reprodutibilidade dos Testes , Análise Fatorial
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA