Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 21
Filtrar
1.
Acta Paul. Enferm. (Online) ; 35: eAPE03181, 2022. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1364219

RESUMO

Resumo Objetivo Analisar as dificuldades das mulheres relacionadas à técnica de amamentação, segundo a escala LATCH e verificar relações com as características sociodemográficas, obstétricas e neonatais. Métodos Estudo analítico transversal com mulheres e respectivos filhos únicos em aleitamento materno exclusivo entre junho e dezembro de 2015. Os escores individuais e total da escala LATCH foram usados para avaliar a técnica de amamentação, considerando-se as dificuldades das mulheres para amamentar e as horas de vida da criança. Os testes Qui-quadrado, exato de Fisher, Kruskal-Wallis e um modelo linear generalizado foram usados para avaliar as relações entre os escores da LATCH e as características sociodemográficas, clínicas e obstétricas. Resultados Dentre as 162 duplas mãe-filho analisadas, as crianças com mais 48 horas de vida apresentaram menos dificuldades em relação à pega (p=0,002), à deglutição audível (p<0,001) e ao posicionamento (p<0,001). No item conforto, as puérperas com filhos com <24 horas de vida apresentaram menos dor (p=0,004). O LATCH foi menor para as mulheres com cirurgia mamária prévia (p=0,005), com filhos prematuros (p=0,011), peso menor de 2.500 gramas (p=0,006) e com <24 horas de vida. Conclusão O uso do LATCH foi útil na análise das dificuldades da técnica de amamentação das mulheres durante a fase da internação, considerando as características da mulher e da criança.


Resumen Objetivo Analizar las dificultades de las mujeres relacionadas con la técnica de lactancia, de acuerdo con la escala LATCH y verificar relaciones con características sociodemográficas, obstétricas y neonatales. Métodos Estudio analítico transversal con mujeres y sus respectivos hijos únicos en lactancia materna exclusiva entre julio y diciembre de 2015. La puntuación individual y total de la escala LATCH fue utilizada para evaluar la técnica de lactancia, considerando las dificultades de las mujeres para amamantar y las horas de vida del bebé. Para evaluar las relaciones entre la puntuación de LATCH y las características sociodemográficas, clínicas y obstétricas, se utilizó la prueba χ2 de Pearson, la prueba exacta de Fisher, la prueba de Kruskal-Wallis y un modelo lineal generalizado. Resultados Entre los 162 binomios madre e hijo analizados, los niños con más de 48 horas de vida presentaron menos dificultades con relación a la prendida (p=0,002), a la deglución audible (p<0,001) y a la colocación (p<0,001). En el área comodidad, las puérperas con hijos de <24 horas de vida presentaron menor dolor (p=0,004). La puntuación LATCH fue menor en mujeres con cirugía mamaria previa (p=0,005), con hijos prematuros (p=0,011), peso inferior a 2500 gramos (p=0,006) y con <24 horas de vida. Conclusión El uso de la escala LATCH fue útil para analizar las dificultades de la técnica de lactancia de mujeres durante la fase de internación, considerando las características de la mujer y del niño.


Abstract Objective To analyze women's difficulties related to the breastfeeding technique according to the LATCH tool and assess the relationships with sociodemographic, obstetric and neonatal characteristics. Methods Cross-sectional analytical study with women in a single birth and their children in exclusive breastfeeding between June and December 2015. The individual and total scores of the LATCH tool were used to assess the breastfeeding technique, considering women's difficulties to breastfeed and the child's hours of life. Chi-square, Fisher's exact, Kruskal-Wallis tests, and a generalized linear model were used to assess the relationships between LATCH scores and sociodemographic, clinical, and obstetric characteristics. Results Among the 162 mother-child pairs analyzed, children over 48 hours of life presented less difficulties in relation to latching (p=0.002), audible swallowing (p<0.001) and positioning (p<0.001). In the comfort item, women with infants <24 hours of life had less painful (p=0.004). The LATCH score was lower for women with previous breast surgery (p=0.005), with premature children (p=0.011) weighing less than 2,500 grams (p=0.006) and aged <24 hours of life. Conclusion The LATCH tool was useful in analyzing women's difficulties with the breastfeeding technique during the hospitalization phase, considering the characteristics of the woman and the child.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Aleitamento Materno/métodos , Período Pós-Parto , Maternidades , Cuidados de Enfermagem , Estudos Transversais
2.
Acta Paul. Enferm. (Online) ; 35: eAPE01096, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1393725

RESUMO

Resumo Objetivo Analisar as práticas no controle do câncer de mama identificadas pelos gerentes da Atenção Primária à Saúde. Métodos Estudo descritivo, transversal, realizado com 24 gerentes de Unidades de Saúde na Atenção Primária, de diferentes configurações (tradicionais, Estratégia de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde com equipes de Saúde da Família) e contemplando unidades de pequeno, médio e grande porte, localizadas em um município do interior paulista. Foi utilizado um instrumento para identificar ações de rastreamento e detecção de neoplasias mamárias, com 32 questões e subitens, segundo as ações determinadas pelo programa de controle de câncer de mama no Brasil. A análise foi baseada nos atributos de estrutura e processo do Modelo Donabediano. Resultados Com relação às ações de controle de neoplasias mamárias, todos os gerentes, 24 (100%), afirmaram estabelecer prioridade no encaminhamento de mulheres com mamografia e Exame Clínico das Mamas alterados, e solicitação de mamografia para mulheres do grupo de alto risco. Quanto aos entraves na execução dessas ações, a maioria,13 (54,2%), dos gerentes apontaram dificuldades enfrentadas pelos serviços com predomínio de falta de profissionais de saúde e demanda excessiva. Conclusão As Unidades de Saúde da Atenção Primária têm realizado ações para o controle do câncer de mama, mas existem condutas que não estão em conformidades com as propostas do Ministério da Saúde. Existe a necessidade de maior implantação de ações educativas, pois o enfoque é curativo. Também, são necessários maiores investimentos para incrementar as medidas preventivas e potencializar o acesso aos exames de rastreio.


Resumen Objetivo Analizar las prácticas del control del cáncer de mama identificadas por los gerentes de la Atención Primaria de Salud. Métodos Estudio descriptivo, transversal, realizado con 24 gerentes de Unidades de Salud en la Atención Primaria, de diferente configuración (tradicionales, Estrategia Salud de la Familia y Unidades Básicas de Salud con equipos de Salud de la Familia) y tamaño (unidades de pequeño, mediano y gran porte), localizadas en un municipio del interior del estado de São Paulo. Se utilizó un instrumento para identificar acciones de rastreo y detección de neoplasias mamarias, con 32 preguntas y subítems, según las acciones determinadas por el programa de control del cáncer de mama en Brasil. El análisis se basó en los atributos de estructura y proceso del modelo de Donabedian. Resultados Con relación a las acciones de control de neoplasias mamarias, todos los gerentes, 24 (100 %), afirmaron que establecen prioridad en la derivación de mujeres con mamografía y examen clínico de las mamas alterado, y la solicitud de mamografía para mujeres del grupo de alto riesgo. Respecto a los obstáculos para ejecutar estas acciones, la mayoría de los gerentes, 13 (54,2 %), señaló las dificultades enfrentadas por los servicios, con predominio de falta de profesionales de la salud y demanda excesiva. Conclusión Las Unidades de Salud de la Atención Primaria realizan acciones para el control del cáncer de mama, pero existen conductas que no están en conformidad con las propuestas del Ministerio de Salud. Existe una necesidad de mayor implementación de acciones educativas, ya que el enfoque es curativo. También son necesarias mayores inversiones para incrementar las medidas preventivas y potencializar el acceso a los estudios de rastreo.


Abstract Objective To analyze the breast cancer management practices identified by Primary Health Care managers. Methods This is a descriptive, cross-sectional study, carried out with 24 Health Units managers in Primary Care, of different configurations (traditional, Family Health Strategy and Basic Health Units with Family Health teams) and contemplating small, medium and large units, located in a city in the countryside of São Paulo. An instrument was used to identify screening and detection actions for breast cancer, with 32 questions and sub-items, according to the actions determined by the breast cancer management program in Brazil. The analysis was based on Donabedian Model's structure and process attributes. Results With regard to breast cancer management actions, all managers, 24 (100%), stated that they established priority in referring women with altered mammography and Clinical Breast Examination, and requesting mammography for women in the high-risk group. As for obstacles in the execution of these actions, most, 13 (54.2%), managers pointed out difficulties faced by the services, with a predominance of lack of health professionals and excessive demand. Conclusion The Primary Care Health Units have carried out actions to manage breast cancer, but there are behaviors that do not comply with the Ministry of Health's proposals. There is a need for greater implementation of educational actions, as the focus is curative. Also, greater investments are needed to increase preventive measures and enhance access to screening tests.


Assuntos
Humanos , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Neoplasias da Mama , Neoplasias da Mama/prevenção & controle , Estudo Multicêntrico , Gestor de Saúde , Capacitação Profissional , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Entrevistas como Assunto
3.
Acta Paul. Enferm. (Online) ; 35: eAPE01826, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1393742

RESUMO

Resumo Objetivo Avaliar a qualidade de vida de mulheres estudantes de Enfermagem vítimas de violência de gênero e correlacionar as dimensões da qualidade de vida com os tipos de violência. Métodos Estudo transversal com 91 estudantes de Enfermagem de uma universidade pública da região Sudeste do Brasil entre setembro de 2019 e janeiro de 2020. Utilizou-se um questionário sociodemográfico, o World Health Organization Violence Against Women, seção 10, e o Abbreviated Quality of Life (WHOQOL-BREF). Resultados A maioria das estudantes eram brancas (85%), solteiras (87,9%), com idade entre 18 e 29 anos (95,6%) e residiam com familiares (74,7%). Cerca de 41,8% sofreu violência física desde os 15 anos e 30,8% violência sexual no mesmo período. Os casos de importunação sexual antes dos 15 anos ocorreram em 23,1% das participantes. Não houve domínio de qualidade de vida com médias classificadas como boas ou muito boas. Os domínios com menores classificações foram: psicológico (média 3,148) e meio ambiente (média 3,305). A violência sexual antes dos 15 anos esteve associada à menor satisfação geral com a saúde (p=0,034). Conclusão A qualidade de vida de estudantes de Enfermagem vítimas de violência de gênero requer atenção, tendo em vista a ausência de médias classificadas como "boa" ou "muito boa" nos domínios. Os efeitos da violência de gênero vão além dos danos físicos, tornando-se necessária a implementação de políticas públicas que se baseiam em estratégias de prevenção e enfrentamento desse problema de saúde pública para que as vítimas deste agravo possam ter uma melhor qualidade de vida.


Resumen Objetivo Evaluar la calidad de vida de mujeres estudiantes de enfermería víctimas de violencia de género y correlacionar las dimensiones de calidad de vida con los tipos de violencia. Métodos Estudio transversal con 91 estudiantes de enfermería de una universidad pública de la región sudeste de Brasil, entre septiembre de 2019 y enero de 2020. Se utilizó un cuestionario sociodemográfico, el World Health Organization Violence Against Women, sección 10, y el Abbreviated Quality of Life (WHOQOL-BREF). Resultados La mayoría de las estudiantes eran blancas (85 %), solteras (87,9 %), entre 18 y 29 años de edad (95,6 %) y residían con familiares (74,7 %). Cerca del 41,8 % sufrió violencia física desde los 15 años y el 30,8 % violencia sexual en el mismo período. Los casos de hostigamiento sexual antes de los 15 años ocurrieron en el 23,1 % de las participantes. No hubo dominio de calidad de vida con promedios clasificados como buenos y muy buenos. Los dominios con menores clasificaciones fueron: psicológico (promedio 3,148) y medio ambiente (promedio 3,305). La violencia sexual antes de los 15 años se relacionó con una menor satisfacción general con la salud (p=0,034). Conclusión La calidad de vida de estudiantes de enfermería víctimas de violencia de género requiere atención, considerando la ausencia de promedios clasificados como "buenos" o "muy buenos" en los dominios. Los efectos de la violencia de género van más allá de los daños físicos, lo que demuestra la necesidad de implementar políticas públicas que se basen en estrategias de prevención y enfrentamiento de este problema de salud pública para que las víctimas de este agravio puedan tener una mejor calidad de vida.


Abstract Objective To assess the quality of life of women Nursing students, victims of gender-based violence and to correlate the dimensions of quality of life with the types of violence. Methods A cross-sectional study with 91 Nursing students from a public university in the southeast region of Brazil between September 2019 and January 2020. A sociodemographic questionnaire, the World Health Organization Violence Against Women, section 10, and the Abbreviated Quality of Life (WHOQOL-BREF) were used. Results Most students were white (85%), single (87.9%), aged between 18 and 29 years (95.6%) and lived with family members (74.7%). About 41.8% suffered physical violence from the age of 15 years and 30.8% suffered sexual violence in the same period. Cases of sexual harassment before the age of 15 years occurred in 23.1% of the participants. There was no domain of quality of life with means classified as good or very good. The following domains had the lowest ratings: psychological (mean 3.148) and environment (mean 3.305). Sexual violence before the age of 15 years was associated with lower overall health satisfaction (p=0.034). Conclusion The quality of life of Nursing students who are victims of gender violence requires attention, given the absence of means classified as "good" or "very good" in the domains. The effects of gender violence go beyond physical harm and demand the implementation of public policies based on strategies to prevent and face this public health problem so the victims can have a better quality of life.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adulto , Adulto Jovem , Qualidade de Vida , Estudantes de Enfermagem , Saúde da Mulher , Violência contra a Mulher , Violência de Gênero , Estudos Transversais
4.
ABCS health sci ; 46: e021309, 09 fev. 2021.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1349415

RESUMO

INTRODUCTION: Premature rupture of membranes remains a challenge for professionals due to the high rates of maternal and neonatal morbidity and mortality, mainly related to complications resulting from prematurity. OBJECTIVE: To analyze the scientific production about premature rupture of membranes in pregnancies above 28 weeks and below 34 weeks. METHODS: Integrative literature review carried out in the Lilacs, SciELO, Medline and Cochrane Library databases, between 2014 and 2018, in Portuguese, English and Spanish, including original articles, available in full online, with free access, that addressed the study theme, using the keywords "premature rupture of ovular membranes", "premature labor" and "pregnancy complications" combined using the Boolean operators "AND" and "OR". RESULTS: Fourteen studies were included. It was possible to highlight the main recommendations regarding preterm premature rupture of membranes, divided into six categories for discussion, namely: indications for expectant management and delivery induction, prophylactic antibiotic therapy, prenatal corticosteroids, use of tocolytics, recommendations regarding the use of magnesium sulfate and amniocentesis. CONCLUSION: It was identified that expectant management is the ideal approach, with constant monitoring of the pregnant woman and the fetus, in addition to the administration of prophylactic antibiotics and prenatal corticosteroids, in the face of premature rupture of membranes in pregnancies between 28 and 34 weeks in order to provide the best maternal and perinatal results, guiding health professionals to evidence-based practice.


INTRODUÇÃO: A ruptura prematura de membranas continua a ser um desafio para os profissionais devido às altas taxas de morbimortalidade materna e neonatal, relacionada principalmente às complicações decorrentes da prematuridade. OBJETIVO: Analisar a produção científica acerca das evidências frente a ruptura prematura de membranas em gestações acima de 28 semanas e abaixo de 34 semanas. MÉTODOS: Revisão integrativa da literatura realizada nas bases de dados Lilacs, SciELO, Medline e Cochrane Library, entre 2014-2018, em português, inglês e espanhol, incluídos artigos originais, disponíveis completos online, com acesso livre, que abordassem a temática do estudo, utilizando os descritores "ruptura prematura de membranas ovulares", "trabalho de parto prematuro" e "complicações na gravidez" combinados por meio dos operadores booleanos "AND" e "OR". RESULTADOS: Foram incluídos 14 estudos, nos quais foi possível evidenciar as principais recomendações frente a ruptura prematura de membranas fetais pré-termo, divididos em seis categorias para discussão, sendo elas: indicações para o manejo expectante e indução do parto, antibioticoterapia profilática, corticosteroides pré-natais, uso de tocolíticos, recomendações quanto ao uso de sulfato de magnésio e realização de amniocentese. CONCLUSÃO: O estudo possibilitou identificar que o manejo expectante é a conduta ideal, com monitorização constante da gestante e do feto, além da administração de antibióticos profiláticos e corticosteroides pré-natais, frente a ruptura prematura de membranas em gestações entre 28 e 34 semanas a fim de proporcionar os melhores resultados maternos e perinatais, guiando os profissionais da saúde para uma prática baseada em evidências.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Ruptura Prematura de Membranas Fetais , Trabalho de Parto Prematuro , Tocólise , Corticosteroides , Antibioticoprofilaxia , Conduta Expectante , Amniocentese , Trabalho de Parto Induzido , Sulfato de Magnésio
5.
Rev. enferm. UFPE on line ; 15(1): [1-16], jan. 2021. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1253981

RESUMO

Objetivo: conhecer a frequência e os tipos de traumas perineais em partos vaginais, bem como verificar a associação da paridade, posição do parto e peso do recém-nascido com a situação perineal, após o nascimento. Método: Estudo observacional, retrospectivo, de corte transversal, realizado em Centro de Parto Normal, no município de São Paulo, Brasil. A população foi constituída pelos registros de partos vaginais, no período de janeiro de 2017 a janeiro de 2018. Resultado: dos 2.367 partos registrados, em 1.629 (68,7%) houve traumatismo perineal, sendo as lacerações de primeiro grau as mais prevalentes (43,9%). Nas primíparas e nos partos em posição litotômica e semi-sentada, constataram-se maiores percentuais de episiotomia (<0,0001). Quando o peso do recém-nascido era menor do que 2500 gramas, foi maior o percentual de períneo íntegro e, nos maiores de 4000 gramas, foi maior o percentual de lacerações de segundo grau (<0,0001). Conclusão: houve influência das variáveis estudadas na situação do períneo após o nascimento. O trauma perineal continua a ser uma preocupação, devido à prevalência e às consequências futuras às mulheres. Conhecer os fatores que podem influenciar sua ocorrência é essencial para melhoria da assistência obstétrica.(AU)


Objectives: to determine the frequency and types of perineal trauma in vaginal deliveries, and to verify the association between parity, birth position, and newborn weight and perineal outcomes after birth. Methods: an observational, retrospective, and cross-sectional study was carried out at the Normal Childbirth Center of the city of São Paulo, Brazil. The population consisted of vaginal birth records from January 2017 to January 2018. Results: from 2,367 births recorded, in 1,629 (68.7%) there was perineal trauma, with first-degree lacerations being the most prevalent (43.9%). Higher percentages of episiotomy were found in primiparous women and in deliveries in the lithotomic and semi-seated positions (<0.0001). When the newborn's weight was less than 2500 grams, the percentage of intact perineum was higher and, in those over 4000 grams, the percentage of second-degree lacerations was higher (<0.0001). Conclusion: there was an influence of the studied variables on perineal outcomes after birth. Perineal trauma remains a concern due to the prevalence and future consequences for women. Knowing the factors that can influence its occurrence is essential for improving obstetric care.(AU)


Objetivos: determinar la frecuencia y los tipos de trauma perineal en partos vaginales y verificar la asociación entre paridad, posición del parto y peso del recién nacido y resultados perineales después del nacimiento. Métodos: se realizó un estudio observacional, retrospectivo y transversal en el Centro de Parto Normal de la ciudad de São Paulo, Brasil. La población estuvo constituida por registros de partos vaginales de enero de 2017 a enero de 2018. Resultados: de 2.367 nacimientos registrados, en 1.629 (68,7%) hubo traumatismo perineal, siendo las laceraciones de primer grado las más prevalentes (43,9%). Se encontraron mayores porcentajes de episiotomía en primíparas y en partos en posición litotómica y semisentada (<0,0001). Cuando el peso del recién nacido era menor de 2500 gramos, el porcentaje de perineo intacto era mayor y, en los mayores de 4000 gramos, el porcentaje de laceraciones de segundo grado era mayor (<0,0001). Conclusión: hubo influencia de las variables estudiadas en los resultados perineales después del nacimiento. El trauma perineal sigue siendo una preocupación debido a la prevalencia y las consecuencias futuras para las mujeres. Conocer los factores que pueden influir en su ocurrencia es fundamental para mejorar la atención obstétrica.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Criança , Adolescente , Adulto , Períneo , Períneo/lesões , Trabalho de Parto , Lacerações , Parto Humanizado , Episiotomia , Tocologia , Parto Normal , Enfermagem Obstétrica , Paridade , Peso ao Nascer , Estudos Transversais , Estudos Retrospectivos
6.
Rev. enferm. UFPE on line ; 14: [1-9], 2020. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1116268

RESUMO

Objetivo: avaliar a satisfação e o bem-estar de puérperas na assistência ao parto e nascimento. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo e transversal, com 78 puérperas, ao ser utilizado um questionário para a caracterização sociodemográfica e obstétrica, analisado pela estatística descritiva e testes de associações, por meio do teste Qui-quadrado, adotando-se um nível de significância de 95%. Resultados: verificou-se a média de idade de 28,4 anos, destacando-se que 98,7% das pesquisadas realizaram pré-natal, 73,1% receberam alguma orientação profissional no hospital e 93,6% tiveram a presença de um acompanhante. Registra-se, sobre a escala, que 62,8% das mulheres apresentaram ótimo bem-estar. Informa-se que os domínios III e V foram os mais bem avaliados e o domínio IV, o pior. Negou-se a relevância estatística nas correlações entre os níveis de bem-estar e os dados do parto. Conclusão: avaliouse que as mulheres apresentaram ótimo bem-estar na parturição. Elencam-se o contato pele a pele e a presença de acompanhante como fatores importantes. Considera-se necessário incorporar a empatia e a gentileza na assistência para se reduzir os níveis de mal-estar.(AU)


Objective: to evaluate the satisfaction and well-being of puerperal women in childbirth and birth care. Method: this is a quantitative, descriptive and cross-sectional study, with 78 puerperal women, when using a questionnaire for sociodemographic and obstetric characterization, analyzed by descriptive statistics and association tests, using the Chisquare test, adopting significance level of 95%. Results: there was a mean age of 28.4 years, highlighting that 98.7% of those surveyed performed prenatal care, 73.1% received some professional guidance in the hospital and 93.6% had the presence of a companion. It is registered, on the scale, that 62.8% of women showed excellent well-being. It is reported that domains III and V were the best evaluated and domain IV, the worst. Statistical relevance in the correlations between well-being levels and delivery data was denied. Conclusion: it was evaluated that women had excellent well-being in parturition. Skin-to-skin contact and the presence of a companion are important factors. It is considered necessary to incorporate empathy and kindness in care to reduce levels of malaise.(AU)


Objetivo: evaluar la satisfacción y el bienestar de las mujeres puerperales en el cuidado del parto y nacimiento. Método: se trata de un estudio cuantitativo, descriptivo y transversal, con 78 mujeres puerperales, al utilizar un cuestionario para caracterización sociodemográfica y obstétrica, analizado mediante estadística descriptiva y pruebas de asociación, utilizando la prueba de Chi-cuadrado, adoptando nivel de significancia del 95%. Resultados: hubo una edad promedio de 28.4 años, destacando que el 98.7% de los encuestados realizó atención prenatal, el 73.1% recibió alguna orientación profesional en el hospital y el 93.6% tuvo la presencia de un compañero. Se registra, en la escala, que el 62.8% de las mujeres mostraron un excelente bienestar. Se informa que los dominios III y V fueron los mejor evaluados y el dominio IV, el peor. Se denegó la relevancia estadística en las correlaciones entre los niveles de bienestar y los datos del parto. Conclusión: se evaluó que las mujeres tenían un excelente bienestar en el parto. Se notó que el contacto piel con piel y la presencia de un compañero son factores importantes. Se considera necesario incorporar empatía y amabilidad en la atención para reducir los niveles de malestar.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Adulto , Trabalho de Parto , Satisfação do Paciente , Parto Humanizado , Período Pós-Parto , Bem-Estar Materno , Tocologia , Parto Normal , Enfermagem Obstétrica , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Empatia
7.
Rev Bras Enferm ; 72(suppl 1): 274-281, 2019 Feb.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30942373

RESUMO

OBJECTIVE: To analyze the organization of the Brazilian Breast Cancer Care Network, according to the perspective of managers of the Coordenadoria Regional de Saúde Sudeste (Southeast Regional Coordination of Health) of the city of São Paulo. METHOD: A descriptive study, with a qualitative approach, carried out with seven managers of this Coordination. The interview data were analyzed based on the components of the operational structure of the Brazilian Health Care Network: Communication Center; Secondary and Tertiary Care Points; Support Systems; Logistic Systems; and Network Governance System. RESULTS: There is heterogeneity in the operationalization of the Care Network and the obstacles to its integration and comprehensiveness were: fragility of the bond with the users; high turnover of professionals in Primary Health Care; lack of standardization of the reference system and counter-referral, and low cooperation between municipal and state health services. FINAL CONSIDERATIONS: The organization of the Brazilian Breast Cancer Care Network is fragmented, thus compromising the comprehensiveness of care.


Assuntos
Neoplasias da Mama/psicologia , Enfermeiras Administradoras/psicologia , Cuidados de Enfermagem/psicologia , Rede Social , Adulto , Brasil , Feminino , Humanos , Entrevistas como Assunto/métodos , Pessoa de Meia-Idade , Cuidados de Enfermagem/métodos , Cuidados de Enfermagem/normas , Pesquisa Qualitativa , Inquéritos e Questionários
8.
Rev. bras. enferm ; 72(supl.1): 274-281, Jan.-Feb. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-990709

RESUMO

ABSTRACT Objective: To analyze the organization of the Brazilian Breast Cancer Care Network, according to the perspective of managers of the Coordenadoria Regional de Saúde Sudeste (Southeast Regional Coordination of Health) of the city of São Paulo. Method: A descriptive study, with a qualitative approach, carried out with seven managers of this Coordination. The interview data were analyzed based on the components of the operational structure of the Brazilian Health Care Network: Communication Center; Secondary and Tertiary Care Points; Support Systems; Logistic Systems; and Network Governance System. Results: There is heterogeneity in the operationalization of the Care Network and the obstacles to its integration and comprehensiveness were: fragility of the bond with the users; high turnover of professionals in Primary Health Care; lack of standardization of the reference system and counter-referral, and low cooperation between municipal and state health services. Final considerations: The organization of the Brazilian Breast Cancer Care Network is fragmented, thus compromising the comprehensiveness of care.


RESUMEN Objetivo: Analizar la organización de la red de atención al cáncer de mama, según la perspectiva de gestores de la Coordinadora Regional de Salud Sudeste del municipio de São Paulo. Método: Estudio descriptivo, con abordaje cualitativo, realizado con siete gestores de esa Coordinadora. Los datos de la entrevista fueron analizados con base en los componentes de la estructura operativa de la Red de Atención a la Salud (Rede de Atenção à Saúde): centro de comunicación; puntos de atención secundarios y terciarios; sistemas de apoyo; sistemas logísticos y sistema de gobernanza. Resultados: Hay heterogeneidad en la operacionalización de la red de atención y los obstáculos para su integración e integralidad fueron: fragilidad del vínculo con las usuarias; alta rotación de profesionales en la Atención Primaria a la Salud; ausencia de estandarización del sistema de referencia y contrarreferencia y baja cooperación entre servicios de salud municipales y estatales. Consideraciónes finales: A la organización de la red de atención al cáncer de mama se presenta fragmentada, comprometiendo, de ese modo la integralidad de la atención.


RESUMO Objetivo: Analisar a organização da Rede de Atenção ao Câncer de Mama, segundo a perspectiva de gestores da Coordenadoria Regional de Saúde Sudeste do município de São Paulo. Método: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado com sete gestores dessa Coordenadoria. Os dados da entrevista foram analisados com base nos componentes da estrutura operacional da Rede de Atenção à Saúde: centro de comunicação; pontos de atenção secundários e terciários; sistemas de apoio; sistemas logísticos; e sistema de governança. Resultados: Há heterogeneidade na operacionalização da Rede de Atenção e os obstáculos para sua integração e integralidade foram: fragilidade do vínculo com as usuárias; alta rotatividade de profissionais na Atenção Primária à Saúde; ausência de padronização do sistema de referência e contrarreferência, e baixa cooperação entre serviços de saúde municipais e estaduais. Considerações finais: A organização da Rede de Atenção ao Câncer de Mama se apresenta fragmentada, comprometendo, desse modo a integralidade do atendimento.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Neoplasias da Mama/psicologia , Rede Social , Enfermeiras Administradoras/psicologia , Cuidados de Enfermagem/psicologia , Brasil , Entrevistas como Assunto/métodos , Inquéritos e Questionários , Pesquisa Qualitativa , Pessoa de Meia-Idade , Cuidados de Enfermagem/métodos , Cuidados de Enfermagem/normas
9.
Cogit. Enferm. (Online) ; 23(4): e54455, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-984278

RESUMO

RESUMO: Objetivo: identificar a frequência e justificativa para a realização da episiotomia em partos assistidos por residentes em enfermagem obstétrica. Método: estudo descritivo e retrospectivo, realizado no período de outubro a novembro de 2016, em uma maternidade pública do município de São Paulo. A população do estudo foi constituída por 884 parturientes de baixo risco. Para análise estatística, utilizou-se o teste Qui-Quadrado. Resultados: a episiotomia ocorreu em 174 (19,7%) partos e em 512 (59%) houve lacerações perineais. A integridade perineal foi mantida em 187 (21,4%) partos. As principais indicações estiveram relacionadas às condições do períneo: 54 (58,1%) por rigidez perineal, 22 (23,7%) períneo curto e 19 (20,4%) eminência de laceração grave. Conclusão: a prática de episiotomia entre residentes está acima do recomendado pela OMS e, com relação às justificativas apresentadas, há discrepância com as mundialmente utilizadas, trazendo reflexões acerca do modelo de formação e do distanciamento entre teoria e prática.


RESUMEN: Objetivo: Identificar la frecuencia y la razón de ejecución de episiotomía en partos atendidos por residentes en enfermería obstétrica. Método: Estudio descriptivo, retrospectivo, realizado de octubre a noviembre de 2016 en maternidad pública del municipio de São Paulo. Población constituida por 884 parturientas de bajo riesgo. Para análisis estadístico se aplicó test de Chi-cuadrado. Resultados: Se practicó episiotomía en 174 (19,7%) partos, y en 512 (59%) hubo laceraciones perineales. Se mantuvo la integridad perineal en 187 (24,4%) de los partos. Las indicaciones principales se relacionaron con las condiciones perineales: 54 (58,1%) por rigidez perineal, 22 (23,7%) por perineo corto y 19 (20,4%) por inminencia de laceración grave. Conclusión: La práctica de episiotomía entre residentes supera lo recomendado por la OMS y, respecto a las razones presentadas, existe discrepancia con las mundialmente aplicadas, debiéndose reflexionar sobre el modelo de formación y de la distancia entre teoría y práctica.


ABSTRACT: Objective: to identify the frequency of and justification for episiotomy in childbirths attended by residents in obstetric nursing. Method: Descriptive and retrospective study conducted in October-November, 2016, in a public maternity hospital in the city of São Paulo. The study population consisted of 884 low-risk pregnant women. Chi-square testwas used for statistical analysis. Results: Episiotomy was performed in 174 (19.7%) deliveries and in 512 (59%) there were perineal lacerations. Perineal integrity was maintained in 187 (21.4%) deliveries. The main indications were related to perineal conditions: 54 (58.1%) perineal rigidity, 22 (23.7%) short perineum and 19 (20.4%) imminent severe laceration. Conclusion: The frequency of use of episiotomyby residents in obstetric nursingis higher than evidence based recommendations from the WHO, and regarding the reasons for the procedure, they differ from those generally reported worldwide, which leads to reflections about the model of professional training of obstetric nurses and the distance between theory and practice.


Assuntos
Humanos , Períneo , Episiotomia , Parto Normal , Enfermagem Obstétrica
10.
Acta paul. enferm ; 30(1): 1-7, jan.-fev. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-837831

RESUMO

Resumo Objetivo Analisar as ações realizadas por enfermeiros da Atenção Primária em Saúde para rastreamento oportunístico do câncer de mama, tendo como parâmetro a proposta do Ministério da Saúde. Métodos Estudo descritivo, transversal, realizado com 70 enfermeiros, com auxílio de questionário validado, elaborado segundo as ações determinadas pelo programa de controle de câncer de mama do Brasil. Resultados 97,1% dos enfermeiros realizavam exame clínico das mamas, 88,6% indicaram a mamografia anualmente e 75,7% orientaram o primeiro exame a partir dos 40 anos e 52,9% promoviam reuniões educativas. Entretanto, a orientação sobre faixa etária e intervalo de tempo para mamografia e exame clínico das mamas, bem como busca ativa de mulheres faltosas não apresentavam conformidade com o preconizado. Conclusão Os enfermeiros têm realizado ações para o controle do câncer de mama, mas existem algumas não conformidades entre as ações executadas e as propostas do Ministério da Saúde para o rastreamento desta neoplasia.


Abstract Objective To analyze actions performed by primary care nurses for opportunistic breast cancer screening based on the parameter proposed by the Brazilian Ministry of Health. Methods This descriptive, cross-sectional study included 70 nurses. We used a validated questionnaire elaborated according to actions determined by the Brazilian program for control of breast cancer. Results 97.1% of nurses referred patients for clinical breast exam, 88.6% indicated mammography annually and 75.7% guided patients to perform the first mammography exam starting at age 40 years, and 52.9% promoted educational meetings. However, guidance on age range and time interval for mammography and clinical breast exam, as well as an active search for women who did not show up, was not in agreement with parameters established by the Brazilian Ministry of Health. Conclusion Nurses have conducted actions for the control of breast cancer, but some nonconformities exist between executed actions and actions proposed by the Brazilian Ministry of Health for cancer screening.

11.
Rev Bras Enferm ; 69(4): 793-803, 2016.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-27508487

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the scientific production on "breast cancer" in the period from 2002 to 2013 and determine the public policies for screening and early diagnosis of breast cancer. METHOD: this is an integrative literature review conducted in the databases MEDLINE, LILACS, SciELO and Google Scholar. INCLUSION CRITERIA: year and period of publication; availability of the full article; publication in Brazil; and the cross-check of the keywords Breast Cancer, Primary Health Care, Screening Programs, and Early Detection of Cancer. RESULTS: after analysis, four thematic categories were obtained: breast self-examination, clinical examination of breast, mammography, and factors that hinder the adherence to the screening. CONCLUSION: health professionals have deficits of knowledge on the area, indicating the need for other studies on the subject addressed and greater investment in continuing education of professionals.


Assuntos
Neoplasias da Mama/prevenção & controle , Política de Saúde , Brasil , Neoplasias da Mama/diagnóstico , Detecção Precoce de Câncer , Feminino , Humanos
12.
Rev. bras. enferm ; 69(4): 793-803, jul.-ago. 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-789019

RESUMO

RESUMO Objetivo: analisar a produção científica sobre "câncer de mama" no período de 2002 a 2013 e identificar quais são as políticas públicas de rastreamento e diagnóstico precoce para o câncer de mama. Método: trata-se de uma revisão integrativa da literatura realizada nas bases de dados MEDLINE, LILACS, SciELO e Google Acadêmico. Utilizou-se como critérios de inclusão: ano e período de publicação; disponibilidade do artigo na íntegra; publicação no Brasil; e o cruzamento entre os descritores Câncer de Mama, Atenção Primária à Saúde, Programas de Rastreamento e Detecção Precoce de Câncer. Resultados: após análise, obtiveram-se quatro (4) categorias temáticas: autoexame das mamas, exame clínico das mamas, mamografia e fatores que dificultam a adesão ao rastreamento. Conclusão: há déficits de conhecimento dos profissionais de saúde sobre a área, indicando a necessidade de realização de outros estudos sobre a temática abordada e maior investimento na educação continuada dos profissionais.


RESUMEN Objetivo este estudio tuvo como objetivo analizar la producción científica sobre "cáncer de mama" en el período 2002-2013 y identificar cual son las políticas públicas de el rastreo y el diagnóstico precoz de lo cáncer de mama. Método: se trata de una revisión integradora de la literatura llevada a cabo con las bases de data MEDLINE, LILACS, SciELO y Google Scholar. Fueran utilizados los siguientes criterios de inclusión: año de publicación, período, artículo disponible en su totalidad y la publicación en el Brasil y el cruce entre cáncer de mama descriptores, atención primaria de salud, programa de rastreo y detección precoz del cáncer. Resultados: después de análisis se obtuvo cuatro (4) temas: el autoexamen de mama; examen clínico de los senos; mamografía y factores que dificultan la adherencia al cribado. Conclusión: llegamos a la conclusión de que hay déficit de conocimiento de los profesionales de la salud sobre el tema, lo que indica la necesidad de nuevos estudios sobre el tema seleccionado, y una mayor inversión en la continúa educación de los profesionales.


ABSTRACT Objective: to analyze the scientific production on "breast cancer" in the period from 2002 to 2013 and determine the public policies for screening and early diagnosis of breast cancer. Method: this is an integrative literature review conducted in the databases MEDLINE, LILACS, SciELO and Google Scholar. Inclusion criteria: year and period of publication; availability of the full article; publication in Brazil; and the cross-check of the keywords Breast Cancer, Primary Health Care, Screening Programs, and Early Detection of Cancer. Results: after analysis, four thematic categories were obtained: breast self-examination, clinical examination of breast, mammography, and factors that hinder the adherence to the screening. Conclusion: health professionals have deficits of knowledge on the area, indicating the need for other studies on the subject addressed and greater investment in continuing education of professionals.


Assuntos
Humanos , Feminino , Neoplasias da Mama/prevenção & controle , Política de Saúde , Brasil , Neoplasias da Mama/diagnóstico , Detecção Precoce de Câncer
13.
Rev. enferm. atenção saúde ; 5(1): 23-35, 2016. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1034628

RESUMO

Objetivo: Conhecer a prevalência e os resultados maternos e perinatais causados pela colonização estreptococo do grupo B em gestantes. Método: Estudo descritivo e retrospectivo desenvolvido a partir de dados secundários obtidos no livro de registro e prontuários clínicos das mães e recém-nascidos. A amostra foi composta por 130 prontuários do binômio mãe/recém-nascido. Resultados: A prevalência da colonização materna pelo estreptococo do grupo Bfoi de 193 (11,24%). Sete (5,4%) recém-nascidos evoluíramcom o diagnóstico de sepse neonatal, porém com resultado de hemocultura negativa. Foram utilizados os testes de Mann-Whitney e da razão de Verossimilhança para as análises dos grupos de interesse. Conclusão: A prevalência da colonização pelo estreptococo do grupo B entre as gestantes avaliadas foi em concordância com os valores encontrados na literatura. Enfatizamos que o rastreamento deve ser incentivado nos protocolos de atenção ao pré-natal


Objective: To understand the predominance and the maternal and perinatal results caused by Streptococcus agalactiaecolonization of group B in pregnant women. Method: Descriptive and retrospective study developed from secondary data of registry book and mothers/newborns’ medical records. The sample consisted of 130 medical records of the mothers/newborns. Results: Maternal colonization rate of Streptococcus agalactiaewas 193 (11,24%). The intrapartum antibiotic prophylaxis for the Streptococcus Bwas performed in 86 pregnant women (66,2%). Seven newborns (5,4%) evolved with the diagnosis of neonatal sepsis, however, all had a negative blood culture results. Mann-Whitney tests and likelihood estimation were used for analysis of interest groups.Conclusion: The maternal colonization rate of Streptococcus agalactiaewas accordance with the values found in the literature. We emphasize that the screening should be encouraged in prenatal care protocols


Objetivo: Conocer la prevalencia y los resultados maternos y perinatales causados por la colonización por estreptococo del grupo B en las mujeres embarazadas. Método: Estudio descriptivo y retrospectivo desarrollado a partir de datos secundarios en el libro de registro clínico y registros médicos de madres/recién nacidos . La muestra consistió en 130 historias clínicas de la madre / recién nacido.Resultados: La prevalencia de colonización por estreptococo del grupo B materna ocurrió en 193 (11,24%). Las profilaxis antibiótica intraparto para estreptococo B, se realizó en 86 mujeres embarazadas (66,2%). Siete (5,4%) evolucionaron con el diagnóstico de sepsis neonatal, sin embargo, todas presentaron resultados de los cultivos de sangre negativo.Mann-Whitney y la razón de verosimilitud fueron utilizados para el análisis de los grupos de interés.Conclusión: La prevalencia de colonización por estreptococo del grupo B en mujeres embarazadas se evaluóde acuerdo con los valores encontrados en la literatura. Hacemos hincapié en que el examen de rutina para la detección del estreptococo del grupo B debería fomentarse en los protocolos de atención


Assuntos
Feminino , Humanos , Recém-Nascido , Lactente , Adulto Jovem , Adulto , Cuidado Pré-Natal , Enfermagem Neonatal , Gestantes , Infecções , Streptococcus agalactiae
14.
Acta paul. enferm ; 24(6): 762-765, 2011. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-610501

RESUMO

OBJETIVO: Conhecer a percepção de graduandos de Enfermagem sobre sua qualidade de vida. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal do Estado de São Paulo/Brasil. Amostra constituída de 178 graduandos. Para a obtenção dos dados, utilizou-se o instrumento genérico WHOQOL-bref. Os grupos de interesse foram submetidos aos testes de normalidade de Kolmogorov-Smirnov e o t de Students. RESULTADOS: Os graduandos consideravam sua qualidade de vida boa e estavam satisfeitos com sua saúde. Na análise, o escore médio encontrou resultado maior para o domínio das relações sociais e o menor para o físico. Os alunos da primeira série, apresentou qualidade de vida menor do que os da segunda em todos os domínios e estes maior do que os da terceira no domínio físico e maior que a quarta no domínio meio ambiente. CONCLUSÃO: os graduandos merecem atenção nos aspectos da qualidade de vida sobretudo nos aspectos físicos e os alunos da primeira série devem ser acompanhados.


OBJECTIVE: To know the perception of nursing students on their quality of life. METHODS: A cross-sectional study in São Paulo School of Nursing, Federal University of São Paulo / Brazil. The sample consisted of 178 undergraduates. To obtain the data, we used the generic instrument WHOQOL-brief. Interest groups were tested for normality using Kolmogorov-Smirnov and student t-test. RESULTS: The students considered their quality of life good and were satisfied with their health. The analysis found the highest average score occurred in the domain of social relationships and the lowest was in the physical domain. The students in their first year of courses had a lower quality of life than those in their second, across all domains; they were higher in the physical domain than those in their third year; and were higher than those in their fourth year in terms of the environmental domain. CONCLUSION: the students deserve attention on aspects of quality of life, especially on the physical aspects and students in their first courses must be followed.


OBJETIVO: Conocer la percepción de graduandos de Enfermería sobre su calidad de vida. MÉTODOS: Estudio transversal realizado en la Escuela Paulista de Enfermería de la Universidad Federal del Estado de Sao Paulo/Brasil. Muestra constituída por 178 graduandos. Para la obtención de los datos, se utilizó el instrumento genérico WHOQOL-bref. Los grupos de interés fueron sometidos a los test de normalidad de Kolmogorov-Smirnov y el t de Students. RESULTADOS: Los graduandos consideraban su calidad de vida bueno y estaban satisfechos con su salud. En el análisis, el escor medio encontró el mayor resultado para el dominio de las relaciones sociales y el menor para el físico. Los alumnos de la primera serie, presentaron calidad de vida menor que los de la segunda en todos los dominios y éstos mayor que los de la tercera en el dominio físico y mayor que la cuarta en el dominio medio ambiente. CONCLUSIÓN: los graduandos merecen atención en los aspectos de la calidad de vida sobre todo en los aspectos físicos y los alumnos de la primera serie deben ser acompañados.


Assuntos
Humanos , Estudantes de Enfermagem/estatística & dados numéricos , Percepção , Qualidade de Vida , Estatísticas não Paramétricas , Estudos Transversais , Psicometria/métodos
15.
Saúde colet ; 6(28): 43-46, mar. 2009. graf
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-60272

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi avaliar as ações desenvolvidas pela equipe do Programa Saúde da Família e propor as atividades baseada no Processo de Estabelecimento de Objetivos. Trata-se de uma pesquisa descritiva transversal realizada em uma Unidade Básica com Programa Saúde da Família, localizada no município de São Paulo em dezembro de 2006. A análise dos dados demonstra que, entre os aspectos positivos da prática apresentou-se: ênfase na promoção da saúde no núcleo familiar (31 por cento), educação em saúde e execução de ações de vigilância da saúde (23 por cento), entre outros. Quanto aos aspectos negativos, 39 por cento relataram a baixa adesão dos usuários acompanhados em outros serviços em consulta médica ou de enfermagem, 31 por cento referem à baixa adesão das gestantes e 15 por cento de consultas de enfermagem para indivíduos com hipertensão e ou diabetes, com baixo monitoramento da pressão arterial e glicemia capilar. Sendo assim, o processo de estabelecimento de objetivos auxilia na reflexão e implantação de ações desenvolvidas pela equipe no Programa Saúde da Família. (AU)


Assuntos
36397 , Organização e Administração
16.
Nursing (Säo Paulo) ; 10(115): 550-554, dez. 2007. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-518618

RESUMO

O objetivo desta investigação é conhecer a frequência e a situação perineal de parturientes. Trata-se de estudo descritivo e retrospectivo, realizado em um Centro de Parto Humanizado de um hospital público, localizado na região sul da cidade de São Paulo, no período de agosto de 2004 a setembro de 2005. Os dados foram obtidos no livro de registro de partos aplicado um questionário à equipe de enfermeiras obstetras. Dentre os principais resultados destacou-se que 77,8 por cento dos partos foram realizados sem episiotomia, 53,3 por cento dos períneos foram íntegros e 45, 6 por cento com presença de trauma perineal. Os critérios adotados para a realização da episiotomia pelas enfermeiras obstetras foram: rigidez perineal, sofrimento fetal agudo, presença de mecônio e tamanho fetal. A frequência de episiotomia no Centro de Parto Humanizado é considerada adequada, e sua prática depende da experiência do profissional que assiste ao parto, o que conduz a um menor grau de intervenção.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Enfermagem Obstétrica , Episiotomia/estatística & dados numéricos , Parto Humanizado , Estudos Retrospectivos , Períneo , Inquéritos e Questionários , Saúde da Mulher
17.
Saude colet ; 3(13): 6-6, jan.-fev. 2007.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-56593

RESUMO

Este ensaio aponta a criação e importância do Programa de Saúde da Família e evidencia a prática do enfermeiro na atenção a saúde da mulher.(AU)


Assuntos
36397 , Enfermeiros , Enfermeiras e Enfermeiros , Saúde da Mulher
18.
Acta paul. enferm ; 16(4): 9-17, out.-dez. 2003. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-460637

RESUMO

Trata-se de um estudo analítico descritivo transversal, que objetiva verificar o acesso aos serviços de saúde, a realização dos procedimentos efetuados no pronto-atendimento obstétrico e conhecer a opinião das mulheres sobre esta assistência. Foi estudada uma população de 520 mulheres. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, anotações dos prontuários e coletados de junho a dezembro de 2000. Resultados: verificou-se que 76,0 por cento das mulheres necessitram percorrer mais de um hospital para receber a necessária assistência ao parto, o principal motivo alegado para a recusa de internação foi falta de vagas. Os procedimentos obstétricos verificados foram: controle da pressão arterial (84,5 por cento), batimentos cardíacos fetais (93,3 por cento) e realização do toque vaginal (94,4 por cento). Outros procedimentos apresentaram baixa incidência como verficação da dinâmica uterina (40,9 por cento), amnioscopia (23,3 por cento), cardiotocografia (18,5 por cento) e exame especular (7,2 por cento). Quanto ao grau de satisfação das mulheres, 31,5 por cento relataram assistência regular e 34,6 por cento éssimo e ruim. Conclusão: a mulher em trabalho de parto encontra dificuldades no acesso às maternidades públicas, a realização dos exames necessários no momento da internação para o parto mostrou-se incompleta, mesmo em exames imprescindíveis e de fácil realização. O grau de satisfação das mulheres foi comprometido pelo tipo de atendimento prestado com elevado grau de insatisfação das gestantes.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Acesso aos Serviços de Saúde , Enfermagem Obstétrica , Maternidades , Comportamento do Consumidor , Saúde da Mulher , Serviços Médicos de Emergência
19.
São Paulo; s.n; dez. 2002. 227f p.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1037130

RESUMO

Trata-se de um estudo analítico descritivo transversal, realizado com os objetivos de avaliar a associação entre as condições de internação para o parto e as intercorrências clínicas, obstétricas e perinatais, isoladamente e em conjunto e a influência de variáveis sociodemográficas, relativas à forma de trabalho da família, formas de moradia da família, caracterização reprodutiva, com relação à internação para o parto e parto, opinião das mulheres sobre a qualidade dos serviços prestados e variáveis perinatais. A população estudada foi constituída por 520 puérperas. Para a análise dos dados utilizou-se a regressão logística múltipla para relacionar as variáveis e o teste do quiquadrado de Pearson para verificar a relação de dependência entre as variáveis. Os resultados não evidenciaram associação entre as condições de internação para o parto e presença de intercorrências obstétricas e perinatais, isoladas e em conjunto, e sim, notou-se associação indireta entre as condições de internação para o parto e as intercorrências clínicas.


Assuntos
Feminino , Gravidez , Humanos , Parto , Período Pós-Parto , Unidades de Internação
20.
Acta paul. enferm ; 11(1): 21-9, jan.-abr. 1998.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-255012

RESUMO

Este trabalho é uma pesquisa descritiva sobre a assistência de enfermagem, durante o trabalho de parto e ao parto normal, prestada pela enfermeira obstetra. Os objetivos deste estudo foram caracterizar a populaçäo de parturientes segundo variáveis socioculturais e obstétricas e analisar os indicadores de saúde materna e perinatal relacionados ao trabalho de parto. A populaçäo estudada foi constituída de 178 parturientes no período de um ano. A maioria dos partos ocorreu no período de três horas após a internaçäo, com ausência de complicaçöes imediatas, sendo que a maioria dos recém-nascidos apresentou-se com boa vitalidade, a termo, recebendo alta hospitalar concomitante com a alta materna. Os resultados mostraram que a assistência da enfermeira obstetra oferece à parturiente um atendimento de qualidade compatível com os padröes estabelecidos na literatura obstétrica nacional e internacional.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Trabalho de Parto , Parto , Enfermagem Obstétrica , Condições Sociais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...