Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
J Anim Sci ; 97(10): 4242-4247, 2019 Oct 03.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31581297

RESUMO

Two performance studies were conducted to investigate the effects of 3 different sources of Cu on production parameters of piglets. A total of 256 piglets weaned at 24 ± 2 d were randomly allocated into 4 treatments with 10 or 8 replicates per treatment of 4 or 3 piglets per pen in Exp. 1 and 2, respectively. The experimental period was divided into 3 feeding phases: Phase 1 (24 to 35 d), Phase 2 (36 to 49 d), and Phase 3 (50 to 70 d). Treatments included a Control group (fed 10 mg/kg of Cu from CuSO4), a group fed 160 mg/kg of either CuSO4 (CuSO4-160) or tri-basic copper chloride (TBCC), and a group fed Cu methionine hydroxy analogue chelated (Cu-MHAC) at 150, 80, and 50 mg/kg in Phases 1, 2, and 3, respectively. The methionine value of Cu-MHAC was accounted during diet formulation to achieve the same levels of methionine across treatments. Phases 1 and 2 diets contained 2,200 and 1,500 ppm of ZnO, respectively; and antibiotics were used as growth promoters. Performance parameters were analyzed as completely randomized block design, in which each experiment was considered as a block. In trial 2, blood serum and mucosal samples, from the fundic region of the stomach, were collected from 1 piglet per replicate at day 70 and tested for serum growth hormone levels (GH) and ghrelin mRNA expression, respectively. The contrast between Cu-MHAC vs. CuSO4-160 + TBCC showed that piglets fed Cu-MHAC exhibited better feed conversion ratio (FCR) in all feeding phases compared with feeding inorganic Cu (P < 0.05). Overall, feeding Cu-MHAC improved body weight (BW), BW gain, feed intake (FI), and FCR vs. Control diet fed piglets; yet, it improved BW and FCR vs. TBCC fed piglets, and improved BW, BW gain, and FI vs. CuSO4-160 fed piglets (P < 0.05). Feeding TBCC promoted similar performance than feeding CuSO4-160, regardless of age (P > 0.05). Both ghrelin expression and growth hormone serum levels were significantly increased by feeding Cu-MHAC vs. Control diet fed animals (P < 0.01). Feeding CuSO4-160 upregulated ghrelin expression vs. Control (P < 0.01) while GH serum levels and ghrelin expression did no change by feeding TBCC compared with Control diet fed animals (P > 0.05). It was concluded that feeding Cu-MHAC at the levels tested herein can improve growth performance of piglets beyond feeding 160 ppm of either CuSO4 or TBCC, which may be partially explained by the increased expression of ghrelin and GH serum levels.


Assuntos
Ração Animal/análise , Cobre/administração & dosagem , Suplementos Nutricionais/análise , Grelina/genética , Hormônio do Crescimento/sangue , Suínos/fisiologia , Animais , Peso Corporal/efeitos dos fármacos , Dieta/veterinária , Feminino , Masculino , Metionina/análogos & derivados , Metionina/química , RNA Mensageiro/genética , Distribuição Aleatória , Estômago/fisiologia , Suínos/genética , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Desmame , Ganho de Peso/efeitos dos fármacos
2.
Nutrients ; 10(8)2018 Aug 11.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30103515

RESUMO

BACKGROUND: Dietary interventions in rodents can induce an excess of adipose tissue and metabolic disorders that resemble human obesity. Nevertheless, these approaches are not standardized, and the phenotypes may vary distinctly among studies. The aim of this study was to investigate the effects of different dietary interventions on nutritional, metabolic, biochemical, hormonal, and cardiovascular profiles, as well as to add to development and characterization of an experimental model of obesity. METHODS: Male Wistar rats were randomized into four groups: control diet (C), high-sugar (HS), high-fat (HF), or high-sugar and high-fat (HFHS). Weekly measurements of body weight, adiposity, area under the curve (AUC) for glucose, blood pressure (BP) and serum triglycerides, total cholesterol level, and leptin were performed. RESULTS: HF and HFHS models were led to obesity by increases in adipose tissue deposition and the adiposity index. All hypercaloric diets presented systolic BP increases. In addition, the AUC for glucose was greater in HF and HFHS than in C, and only the HF group presented hyperleptinemia. CONCLUSIONS: HF and HFHS diet approaches promote obesity and comorbidities, and thus represent a useful tool for studying human obesity-related disorders. By contrast, the HS model did not prove to be a good model of obesity.


Assuntos
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Gorduras na Dieta , Açúcares da Dieta , Obesidade/etiologia , Adiposidade , Ração Animal , Animais , Biomarcadores/sangue , Glicemia/metabolismo , Pressão Sanguínea , Colesterol/sangue , Modelos Animais de Doenças , Ingestão de Energia , Nível de Saúde , Leptina/sangue , Masculino , Valor Nutritivo , Obesidade/metabolismo , Obesidade/fisiopatologia , Ratos Wistar , Fatores de Tempo , Triglicerídeos/sangue , Ganho de Peso
3.
Hig. aliment ; 31(266/267): 130-135, 30/04/2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-833408

RESUMO

A avicultura brasileira atualmente ocupa o terceiro lugar, com uma produção anual de aproximadamente, 10,9 milhões de toneladas de carne de frango. Contudo, severas perdas econômicas são relatadas, devido à coccidiose em granjas de frangos de corte, matrizes e postura. As Eimerias são classificadas como protozoários, sendo que os mesmos se multiplicam nas células intestinais diminuindo a absorção de nutrientes, levando à desidratação, perda de sangue e susceptibilidade para infecção por outros micro-organismos. Com o desenvolvimento da pesquisa objetivou-se determinar os índices de produtividade zootécnica (ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, taxa de mortalidade e índice de eficiência produtiva) bem como, mensurar o nível residual do Diclazuril nos tecidos de frangos de corte, comparando com os padrões internacionais de Limites Máximos de Resíduos determinados pelo Codex Alimentarius. Para a realização do estudo, utilizou-se 624 frangos de corte, onde metade do grupo foi inoculado experimentalmente com E. acervulina, E. maxima e E. tenella. O estudo foi composto por grupos tratados e não tratados com diclazuril. O uso do diclazuril expressou efeito positivo, no desempenho zootécnico das aves inoculadas artificialmente; a análise residual do medicamento apresentou um período de carência zero, sendo considerada segura para alimentação humana a carne de frangos medicados com Diclazuril.


Assuntos
Animais , Coccidiose/veterinária , Eimeria/parasitologia , Doenças das Aves Domésticas/tratamento farmacológico , Aves Domésticas/microbiologia , Coccidiose/prevenção & controle
4.
Ciênc. rural ; 47(6): e20150778, 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-839841

RESUMO

ABSTRACT: This study evaluated the nutritional levels, apparent digestibility coefficients, and faecal characteristics of dogs fed with four by-products from bovine slaughter: testicles, residue sirloin steak, trachea, and liver. Ingredients were processed and packed in tins for heat treatment in autoclaves. For the digestibility and faeces quality, ingredients were mixed with a reference diet (commercial food) in the proportion of 30g kg-1 test ingredient and 70g kg-1 reference diet (as dry matter). Ten adult dogs were distributed in double Latin block squares (5x5) with five treatments and five periods, totalling ten repetitions per treatment. The residue sirloin steak presented the highest levels of essential (414.2g kg-1 of dry matter) and non-essential (399.0g kg-1 of dry matter) amino acids in tested ingredients. No differences (P>0.05) were observed in apparent digestibility coefficients of dry matter - ADCDM (907g kg-1), ADCOM (930g kg-1), ADCCP (841g kg-1), ADCAEE (954g kg-1) values, and DE (5069kcal kg-1) and ME (4781kcal kg-1) values between testicle, residue sirloin steak, and liver. The trachea presented lower digestibility and energy values (digestible and metabolizable) than the other ingredients. This lower trachea digestibility resulted in higher faecal volume for natural and dry matter (P<0.05). There was no difference (P>0.05) in faecal score between ingredients. Ingredients tested in this study can be used in feeds for adult dogs; however, their nutritional levels and digestibility values should be considered for correct diet balance.


RESUMO: Foram avaliados os níveis nutricionais, coeficientes de digestibilidade aparente e características das fezes de cães alimentados com quatro ingredientes provenientes do abate de bovinos: testículo, apara de contra filé, traqueia e fígado. Os ingredientes foram processados e acondicionados em latas para tratamento térmico em autoclaves. Para o teste de digestibilidade e características das fezes os ingredientes foram misturados a uma dieta referência (alimento comercial) na proporção de 30g kg-1 do ingrediente teste e 70g kg-1 da dieta referência (base matéria seca). Dez cães adultos foram distribuídos em delineamento quadrado latino duplo (5x5), com cinco tratamentos e cinco períodos, totalizando dez repetições por tratamento. A apara de contra filé apresentou os maiores níveis de aminoácidos essenciais (414,2g kg-1 de matéria seca) e não essenciais (399,0g kg-1 de matéria seca) entre os alimentos avaliados. Não houve diferença (P>0,05) nos valores do coeficiente de digestibilidade aparente para matéria seca - MS (907g kg-1), MO (930g kg-1), PB (841g kg-1), EEA (954g kg-1), e os valores de ED (5069kcal kg-1) e EM (4781kcal kg-1) entre testículo, apara de contra filé e fígado. A traqueia apresentou os menores valores de digestibilidade e energia (digestível e metabolizável) entre os alimentos testados. A menor digestibilidade da traqueia resultou em maior volume de fezes na matéria natural e seca (P<0,05). Não houve diferença (P>0,05) no escore fecal entre os alimentos. Os ingredientes avaliados no presente estudo podem ser utilizados na alimentação de cães adultos, porém deve-se considerar os seus níveis nutricionais e os valores de digestibilidade para o correto balanceamento das rações.

5.
Ciênc. rural ; 46(6): 1070-1075, June 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-779822

RESUMO

ABSTRACT: To evaluate the effect of supplementation with mannan oligosaccharides, avilamycin and halquinol, alone or in combination, on the performance, carcass characteristics and antibody production in broilers (1-49 days old), male broiler chicks (n=1440; Cobb 500; one day old) were housed and distributed into a completely randomized design into six treatments (eight replicates; 30 animals per pen). To produce the experimental diets, three types of performance enhancer additives were used. Halquinol (HAL), avilamycin (AVI) and mannan oligosaccharides (MOS) were included (alone or in combination) in the basal diet (instead of corn starch). Effects of diet were observed on results of animal performance in the period 1-21 and 1-42 days old. Broilers fed with a diet without growth promoter showed lower weight gain in relation to those fed with diets with antimicrobials, MOS or a combination of them. In the period 1-49 days old, feed conversion increased in broilers fed with rations without promoter. At the end of the experimental period no influence of diets was observed on the carcass yield and cuts, and titles of specific antibodies to avian infectious bronchitis. The use of MOS and/or antimicrobials (AVI or HAL), alone or in combination, improves feed conversion of broilers reared until 49 days of age.


RESUMO: Para avaliar o efeito da suplementação com mananoligossacarídeo, avilamicina e halquinol, isoladamente ou combinados, sobre o desempenho, características de carcaça e produção de anticorpos em frangos de corte (1-49 dias de idade), pintos machos de corte (n=1440; linhagem Cobb 500; idade: um dia) foram alojados e distribuídos em delineamento experimental inteiramente casualizado com seis tratamentos (oito repetições; 30 animais por unidade experimental). Para compor as rações experimentais, três tipos de aditivos melhoradores de desempenho foram usados. Halquinol (HAL), avilamicina (AVI) e mananoligossacarídeo (MOS) foram incluídos (isoladamente ou em associação) na ração basal (em substituição ao amido de milho). Foi observado efeito das rações sobre os resultados de desempenho dos animais no período 1-21 e 1-42 dias de idade. As aves alimentadas com ração sem melhorador de desempenho apresentaram menor ganho de peso em relação àquelas que consumiram rações com antimicrobianos, MOS ou uma combinação deles. No período 1-49 dias de idade, a conversão alimentar aumentou nas aves alimentadas sem melhorador de desempenho. No final do período experimental, não foi observado efeito das rações sobre o rendimento de carcaça e cortes e títulos de anticorpos específicos contra bronquite infecciosa aviária. A utilização de mananoligossacarídeo e/ou antimicrobianos (avilamicina e halquinol), isoladamente ou combinados, melhora a conversão alimentar de frangos de corte criados até 49 dias de idade.

6.
Ciênc. rural ; 46(6): 1076-1081, June 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-779837

RESUMO

ABSTRACT: The purpose of this study was to assess the levels of available phosphorus (AP) in the diet of growing pigs selected for lean deposition on the hematological, biochemical, and bone performance parameters. A total of 64 commercial hybrid pigs (32 castrated males and 32 females; mean initial weight: 23.31±2.4kg; age: 55-90 days) were used. Animals were distributed into a randomized block design with four treatments, eight replicates, and two animals (one male and one female) per experimental unit. The treatments consisted of a basal diet and another three diets, which were obtained by supplementing the basal diet with dicalcium phosphate replacing the inert phosphate, resulting in four diets with 0.100, 0.180, 0.260, and 0.340% of available phosphorus. The levels of available phosphorus quadratically influenced the daily weight gain, feed consumption, and feed conversion, which increased up to the estimated levels 0.331; 0.330, and 0.302% of available phosphorus. Levels of phosphorus showed no influence on the hematological parameters, which remained within the reference values. Levels of available phosphorus increased linearly the ash and phosphorus contents in the metacarpal bone and decreased linearly the alkaline phosphatase activity. Levels of available phosphorus (0.331 and 0.302%, corresponding to a daily intake of 5.73 and 5.18g d-1) provided respectively the best results for weight gain and feed conversion in pigs with high genetic potential, without change in hematological parameters.


RESUMO: O objetivo deste estudo foi avaliar níveis de fósforo disponível em rações para suínos em crescimento, selecionados para deposição de carne, sobre os parâmetros de desempenho, hematológico, bioquímico e ósseo. Foram usados 64 suínos híbridos comerciais (32 machos castrados e 32 fêmeas; peso médio inicial: 23,31±2,4 kg; idade: 55-90 dias). Os animais foram distribuídos em blocos casualizados com quatro tratamentos, oito repetições e dois animais (um macho e uma fêmea) por unidade experimental. Os tratamentos consistiram em uma ração basal e em outras três rações, obtidas pela suplementação da ração basal com fosfato bicálcico em substituição ao inerte, resultando em quatro rações com 0,100, 0,180, 0,260, 0,340% de fósforo disponível. Os níveis de fósforo disponível influenciaram de forma quadrática o ganho de peso diário, o consumo de ração e a conversão alimentar, que aumentaram até o nível estimado de 0,331, 0,330 e 0,302% de fósforo disponível, respectivamente. Não houve influência dos níveis de fósforo sobre os parâmetros hematológicos que permaneceram dentro dos valores de referência. Os níveis de fósforo disponível influenciaram de forma linear crescente os teores de cinzas e fósforo no metacarpo dos animais e, de forma decrescente, a atividade da fosfatase alcalina. Os níveis de fósforo disponível, de 0,331 e 0,302%, correspondentes ao consumo diário de 5,73 e 5,18g d-1, proporcionaram, respectivamente, os melhores resultados de ganho de peso e conversão alimentar em suínos de alto potencial genético, sem alterações nos parâmetros hematológicos.

7.
Ciênc. rural ; 45(10): 1830-1834, Oct. 2015. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-758031

RESUMO

The effect of four levels of inclusion (0; 450; 900 and 1,350g T-1) of Ractopamine hydrochloride was assessed concerning weight gain, feed conversion, dry matter intake, carcass traits and quality of castrated male cattle meat in confinement. Forty Nellore steers were used, with an average age of 26 months and initial average weight of 423.4±2.7kg, in a randomized block experimental design with four treatments and ten replications. The diet was fixed with the ratio of forage to concentrate dry matter of 75.3:24.7. A Linear positive effect observed was the inclusion of Ractopamine on daily weight gain and linear negative effect on feed conversion, highlighting the improvements with the increasing inclusion of Ractopamine hydrochloride. In relation to carcass traits, the linear effect was negative for fat thickness and no differences were found regarding the hot carcass weight ; carcass yield; area, width and depth of rib eye area of the Longissimus dorsi muscle, and noble courts. In relation to dry matter intake, the comparison of the treatments demonstrated that Ractopamine didn't influence negatively, which highlights its positive effect on the animal performance. The use of Ractopamine improves performance and decreases de amount of superficial fat in male nellore carcass in confinement.


Avaliou-se o efeito de quatro níveis de inclusão (0; 450; 900 e 1.350g T-1) do cloridrato de ractopamina, sobre o ganho de peso, a conversão alimentar, o consumo de matéria seca, as características de carcaça e a qualidade de carne de bovinos machos castrados em confinamento. Foram utilizados 40 bovinos da raça Nelore, com idade média de 26 meses e peso médio inicial de 423,4±2,7kg, em um delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro tratamentos e dez repetições. A dieta foi fixada obedecendo-se razão volumoso:concentrado de 75,3:24,7 na matéria seca. Observou-se efeito linear positivo da inclusão da ractopamina sobre o ganho de peso diário e efeito linear negativo sobre a conversão alimentar, com destaque para as melhorias com o aumento da inclusão do cloridrato de ractopamina. Em relação às características de carcaça, observou-se o efeito linear negativo para a espessura de gordura e não foram observadas diferenças quanto ao peso da carcaça quente; rendimento de carcaça; área, largura e profundidade de área de olho de lombo do músculo Longissimus dorsi, e cortes nobres. Em relação ao consumo de matéria seca, a comparação dos tratamentos demonstrou que a ractopamina não influencia negativamente no consumo, o que evidencia seu efeito positivo no desempenho animal. O uso do cloridrato de ractopamina melhora o desempenho e diminui a quantidade de gordura superficial na carcaça de bovinos machos nelore em confinamento.

8.
Ciênc. rural ; 45(7): 1286-1291, 07/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-749759

RESUMO

Este estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar os níveis de fitase em rações para suínos em crescimento selecionados para deposição de carne. Foram utilizados 64 suínos mestiços (32 machos castrados e 32 fêmeas), híbridos comerciais, com peso médio inicial de 23,311±2,254 kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, com quatro tratamentos, oito repetições e dois animais (um macho e uma fêmea) por unidade experimental. Os tratamentos foram constituídos por uma ração controle de origem vegetal, sem inclusão de fosfato bicálcico e fitase, contendo 0,100% de fósforo disponível; e de outras três rações obtidas pela inclusão de 300, 600 e 1200 unidades de fitase (UFT kg-1) à ração controle. Os níveis de fitase influenciaram de forma linear o ganho de peso diário e consumo de ração, aumentando até o nível de 293 e 307 UFT kg-1 de ração, respectivamente, a partir do qual permaneceram em um platô. A conversão alimentar diminuiu até 255 UFT kg-1 de ração, a qual permaneceu em um platô. Os níveis de fitase não influenciaram os teores de cinzas e fósforo no metacarpo dos animais. Houve efeito linear decrescente dos tratamentos sobre o resultado bioquímico de fosfatase alcalina. Os melhores resultados de ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar foram obtidos, respectivamente, com os níveis de 293, 307 e 255 UFT kg-1 de ração, em suínos de alto potencial genético para deposição de carne na fase dos 55 aos 90 dias de idade.


This study was carried out to determine the phytase levels in diets for growing swine selected for meat deposition. Sixty-four crossbred swine (32 barrows and 32 females), with an average initial weight of 23.311±2.254 kg were distributed in a block design with four treatments and eight replications of two animals (one male and one female) each. The treatments consisted of a control diet with vegetables ingredients, without dicalcium phosphate and phytase inclusion, containing 0.100% available phosphorus and three other diets obtained by the inclusion of 300, 600 and 1200 phytase units (FTU kg-1) to the control diet. Levels of phytase influenced linearly the daily weight gain and feed intake, increasing to the level of 293 and 307 FTU kg-1 diet, respectively, from which remained on a plateau. Feed conversion ratio decreased to 255 FTU kg-1 diet, and remained on a plateau. Levels of phytase did not affect the levels of ash and phosphorus in animal bone. There was decreasing linear effect of treatments on the biochemical results of alkaline phosphatase. The best results in weight gain, feed intake and feed conversion were obtained, respectively, with levels of 293, 307 and 255 FTU kg-1 of feed for pigs of high genetic potential for lean deposition during the 55 to 90 days of age.

9.
Ciênc. rural ; 45(1): 92-97, 01/2015. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-731075

RESUMO

Avaliou-se o efeito do fornecimento de monensina sódica no desempenho de vacas leiteiras em fase inicial de lactação, cuja alimentação, em sua dieta total no cocho, compôs-se em 81,4% de silagem de milho e 18,6% de concentrado, em que se fez uso de maior proporção de silagem de milho de que concentrado. Foram utilizadas 14 vacas multíparas 7/8 Holandês, aos 20±10 dias pós-parto aproximadamente, com média de 22±0,5kg vaca-1 dia-1 de leite, em delineamento de blocos casualizados, adotando-se o esquema de parcelas subdivididas no tempo, em modelo de medidas repetidas. Os tratamentos nas parcelas foram diferenciados pela presença (200mg animal-1dia-1) ou ausência da monensina na ração e, nas subparcelas, pelos diferentes períodos de avaliação. Não se observaram diferenças no consumo em matéria seca da dieta, conversão alimentar, produção de leite in natura e corrigida e peso vivo nas médias diárias de cada período. No entanto, a produção de sólidos totais foi superior para os tratamentos com o ionóforo, sinalizando que a administração da monensina sódica para vacas no início de lactação modifica o rendimento em produção de leite.


The effect on the performance of early lactation cows when supplying them with sodium monensin was evaluated, whose power in their overall diet in the trough, was composed of 81.4% of corn silage and 18.6% of concentrate in which use was made of a higher proportion of corn silage to concentrate. Fourteen multiparous 7/8 Dutch cows were used, approximately 20±10 days post-labor, with the average weight of 22±0.5kg cow-1 day-1 of lactation, in randomized blocks, adopting the scheme of subdivided portions in time and repetitive measurement model. The treatments in portions were differentiated by the presence (200mg.animal-1day-1) or absence of monensin in the food and, in the sub-portions, different evaluation periods were used. The animals were fed with their total diet in the feeder composed of 81.4% of corn silage and 18.6% of concentrate. No difference was found in the consumption of diet dry matter, alimentary conversion, in natural and corrected production of milk and live weight in the daily averages of each period. However, the production of total solids was superior for treatments with ionophore, signalizing that the administration of sodium monensin in early lactation cows changes the milk production performance.

10.
Ciênc. rural ; 45(1): 92-97, 01/2015. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-731098

RESUMO

Avaliou-se o efeito do fornecimento de monensina sódica no desempenho de vacas leiteiras em fase inicial de lactação, cuja alimentação, em sua dieta total no cocho, compôs-se em 81,4% de silagem de milho e 18,6% de concentrado, em que se fez uso de maior proporção de silagem de milho de que concentrado. Foram utilizadas 14 vacas multíparas 7/8 Holandês, aos 20±10 dias pós-parto aproximadamente, com média de 22±0,5kg vaca-1 dia-1 de leite, em delineamento de blocos casualizados, adotando-se o esquema de parcelas subdivididas no tempo, em modelo de medidas repetidas. Os tratamentos nas parcelas foram diferenciados pela presença (200mg animal-1dia-1) ou ausência da monensina na ração e, nas subparcelas, pelos diferentes períodos de avaliação. Não se observaram diferenças no consumo em matéria seca da dieta, conversão alimentar, produção de leite in natura e corrigida e peso vivo nas médias diárias de cada período. No entanto, a produção de sólidos totais foi superior para os tratamentos com o ionóforo, sinalizando que a administração da monensina sódica para vacas no início de lactação modifica o rendimento em produção de leite.


The effect on the performance of early lactation cows when supplying them with sodium monensin was evaluated, whose power in their overall diet in the trough, was composed of 81.4% of corn silage and 18.6% of concentrate in which use was made of a higher proportion of corn silage to concentrate. Fourteen multiparous 7/8 Dutch cows were used, approximately 20±10 days post-labor, with the average weight of 22±0.5kg cow-1 day-1 of lactation, in randomized blocks, adopting the scheme of subdivided portions in time and repetitive measurement model. The treatments in portions were differentiated by the presence (200mg.animal-1day-1) or absence of monensin in the food and, in the sub-portions, different evaluation periods were used. The animals were fed with their total diet in the feeder composed of 81.4% of corn silage and 18.6% of concentrate. No difference was found in the consumption of diet dry matter, alimentary conversion, in natural and corrected production of milk and live weight in the daily averages of each period. However, the production of total solids was superior for treatments with ionophore, signalizing that the administration of sodium monensin in early lactation cows changes the milk production performance.

11.
Ciênc. rural ; 44(9): 1632-1638, 09/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-725394

RESUMO

Two experiments were conducted to determine the effects of dietary net energy content (NE) on performance and carcass traits of finishing barrows fed low-crude protein (CP) diets. Pigs (60.0±1.05kg, Exp. 1, 93.0±1.56kg, Exp. 2) were allotted in a randomized block design to 3 dietary treatments. Exp. 1 had 6 pens treatment-1 and Exp. 2 had 8 pens treatment-1 and all pens had 2 pigs. The treatments were: 199g kg-1 CP and 2566kcal kg-1 NE, 155g kg-1 CP and 2631kcal kg-1 NE, 155gk g-1 CP and 2566kcal kg-1 NE in Exp. 1, and 180g kg-1 CP and 2588kcal kg-1 NE, 145g kg-1 CP and 2638kcal kg-1 NE, 145g kg-1 CP and 2588kcal kg-1 NE, in Exp. 2. In Ep.1, except for average daily gain (ADG) there was no effect of dietary CP or NE on any other parameter evaluated. The diet with 155g kg-1 CP and 2566kcal kg-1 NE resulted in greatest ADG. In Exp. 2, the greatest results of ADFI and ADG were obtained with 145g kg-1 CP and 2588kcal kg-1 of NE. Pigs fed the diet with 180g kg-1 CP and 2588kcal kg-1 NE had less carcass meat. There was no effect of dietary CP or NE on backfat. The CP diet containing 2566kcal kg-1 NE resulted in greatest ADG of 60- to 95-kg barrows. For 95- to 120-kg barrows the diet with 145gk g-1 CP and 2588kcal kg-1 of NE resulted in greatest ADG and carcass meat.


Dois experimentos foram conduzidos para determinar os efeitos da energia líquida (EL) da ração no desempenho e nas características de carcaça de suínos, recebendo dietas com proteína bruta reduzida (PB). Os suínos (60,0±1,05kg, Exp. 1, 93,0±1,56kg, Exp. 2) foram distribuídos em delineamento de blocos casualizados, com três tratamentos. O Exp. 1 teve seis baias/tratamento e o Exp. 2 teve 8 baias/tratamento e todas as baias tiveram 2 animais. Os tratamentos foram: 199g kg-1 PB e 2566kcal kg-1 NE, 155g kg-1 PB e 2.631kcal kg-1 NE, 155g kg-1 PB e 2.566kcal kg-1 NE no Exp. 1, e 180g kg-1 PB e 2588kcal kg-1 NE, 145g kg-1 PB e 2638kcal kg-1 NE, 145g kg-1 de PB e 2588kcal kg-1 NE, no Exp. 2. No Exp.1, a ração com 155g kg-1 PB e 2566kcal kg-1 EL resultou em maior GPD. Não houve efeito dos níveis PB ou EL sobre os demais parâmetros. No Exp. 2, os melhores resultados de CRD e GDP foram obtidos com 145g kg-1 PB e 2588kcal kg-1 EL. Os suínos alimentados com a dieta com 180g kg-1 PB e 2.588kcal kg-1 NE apresentaram menor quantidade de carne na carcaça. Não houve efeito do conteúdo de PB ou EL da ração na espessura de toucinho. A ração contendo 155g kg-1 PB e 2.566kcal kg-1 NE resultou em maior GPD de suínos dos 60 aos 95kg. Dos 95 aos 120kg, a dieta com 145g kg PB e 2588kcal kg-1 EL resultou em maior GPD e carne na carcaça.

12.
Ciênc. rural ; 42(3): 538-544, mar. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-623060

RESUMO

Um estudo foi conduzido para avaliar a exigência de lisina digestível e planos nutricionais para frangos de corte machos de alto potencial genético. Quatrocentos e noventa e cinco pintos de um dia, da marca comercial Cobb, com peso médio inicial de 45,6 ± 0,3g foram utilizados, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com três dietas contendo diferentes níveis de lisina digestível, nove repetições e onze aves por unidade experimental para determinar o melhor nível de lisina para a fase pré-incial (1 a 7 dias de idade) e o melhor plano nutricional para o período total (1 a 21 dias de idade). Os níveis de lisina não influenciaram o consumo de ração das aves. O consumo de lisina digestível aumentou de forma linear com o aumento dos níveis deste aminoácido na ração. O ganho de peso aumentou e a conversão alimentar melhorou de forma quadrática com o aumento dos níveis de lisina digestível. A exigência de lisina digestível de pintos de 1 a 21 dias de idade para melhor ganho de peso e conversão é de 1,30 e 1,29% de lisina digestível, respectivamente, correspondendo aos consumos estimados de 2,68 e 2,64g de lisina digestível. O Plano nutricional PN3 atende as exigências nutricionais de frangos de corte de 1 a 21 dias de idade.


A study was conducted to evaluate the requirement of digestible lysine and nutrition plans for broilers with high genetic potential. Four hundred and ninety five one-day-old Cobb chicks with initial average weight of 45.6g±0.3g were used, allotted in a completely randomized design with three diets containing different levels of lysine, nine replicates, and 11 birds per experimental unit, to determine the best lysine level for the pre-starter phase (1 to 7 days old) and the best nutritional plan for the total period (1 to 21 days of age). Lysine levels did not influence broilers' feed intake. The digestible lysine intake increased linearly with increasing levels of this amino acid in the diet. Weight gain and feed conversion improved quadratically by increasing dietary levels of lysine. Digestible lysine requirement of 1-to-7-day-old male broilers is 1.30 and 1.29% for best weight gain and feed conversion, respectively, corresponding to intakes of 2.68 and 2.64g digestible lysine. The nutritional plan PN3 meets the nutritional needs of male broilers from 1 to 21 days of age.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA