Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 108
Filtrar
1.
Cult. cuid ; 23(53): 190-199, ene.-abr. 2019. tab
Artigo em Português | IBECS | ID: ibc-190059

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar os riscos de adoecimento presente nas atividades laborais de trabalhadores da construção civil e os fatores associados ao risco de adoecimento nessa população. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa transversal com abordagem quantitativa, através do Inventário sobre Trabalho e Riscos de Adoecimento. Participaram 75 trabalhadores vinculados a uma empresa do ramo de construção civil, após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob CAAE nº 22445413.3.0000.0118. RESULTADOS: Houve predomínio do sexo masculino, entre 18 a 28 anos, casados, baixa escolaridade, com 6 a 10 anos de profissão. Destaca-se os fatores Condições de Trabalho, Custo Físico e Falta de Reconhecimento, que tiveram avaliação "negativa, grave", caracterizando a produção de custo humano e sofrimento no trabalho. Os resultados apontam riscos de adoecimento entre os profissionais da construção civil. CONCLUSÃO: Faz-se necessário rever as condições de trabalho no cenário investigado a fim de diminuir o risco de adoecimento entre trabalhadores da construção civil


OBJETIVO: Evaluar el riesgo de enfermedad presente en las actividades laborales de trabajadores de la construcción y los factores asociados con el riesgo de enfermedad en esta población. MÉTODO: Se trata de un estudio transversal con un enfoque cuantitativo a través de este riesgo y la enfermedad del Trabajo. Participaron 75 trabajadores vinculados a una empresa en el sector de la construcción, tras la aprobación del Comité Ético de Investigación bajo CAAE N. º 22445413.3.0000.0118. RESULTADOS: Hubo un predominio del sexo masculino entre la educación de 18 a 28 años de edad, casada, bajo, con 6-10 años de profesión. En él se destacan los factores de las condiciones de trabajo, físico y Costo Reconocimiento Lack, que tenía opinión "negativa, grave", con la producción de costo humano y el sufrimiento en el trabajo. RESULTADOS: Los resultados indican riesgo de enfermedad entre los profesionales de la construcción. CONCLUSIÓN: Es necesario revisar las condiciones de trabajo en la etapa de investigación con el fin de disminuir el riesgo de enfermedad entre los trabajadores de la construcción


OBJECTIVE: To evaluate the risks of sickness present in the work activities of construction workers and the factors associated with the risk of illness in this population. METHODS: This is a cross-sectional research with a quantitative approach, through the Inventory of Work and Illness Risks. Participated 75 workers linked to a construction company, after approval by the Research Ethics Committee under CAAE n. º 22445413.3.0000.0118. RESULTS: There was a predominance of males, between 18 and 28 years of age, married, with low schooling, with 6 to 10 years of profession. Emphasis is given to the factors: Conditions of Work, Physical Cost and Lack of Recognition, which had "negative, severe" evaluation, characterizing human cost production and labor suffering. RESULTS: The results point out risks of illness among construction professionals. CONCLUSIONS: It is necessary to review the working conditions in the scenario investigated in order to reduce the risk of illness among construction workers


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Profissionais/epidemiologia , Indústria da Construção , Enfermagem do Trabalho , Estudos Transversais , Fatores de Risco , Brasil/epidemiologia
2.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(1): 224-235, jan. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-947048

RESUMO

Objetivo: analisar as evidências científicas acerca da relação estresse e cortisol nas forças policiais. Método: análise bibliométrica realizada em 34 artigos disponíveis on-line, no período de 2005 a 2015, nas bases dados SCOPUS, Science Direct, Web of Science, PubMed Central® (PMC), CINAHL e Biblioteca Cochrane, selecionados por meio do Programa Sophie e analisados pela estatística descritiva simples. Resultados: houve predomínio de pesquisas quantitativas, nível de evidência quatro, com destaque ao periódico Biological Psychiatry na área interdisciplinar, sendo os Estados Unidos da América/EUA o país que mais publicou. Constatou-se predomínio da língua inglesa e qualis CAPES ou Fator de impacto equivalente a A1. Conclusão: poucos países pesquisam a associação de estresse e cortisol em policiais. A partir deste estudo, sugerem-se pesquisas futuras acerca do estresse laboral em policiais, incluindo intervenções para o controle de estresse laboral.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Hidrocortisona , Saúde do Trabalhador , Polícia , Estresse Ocupacional , Bibliometria , PubMed
3.
Texto & contexto enferm ; 27(1): e2420016, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-904419

RESUMO

RESUMO Objetivo: analisar a presença da violência física e psicológica entre trabalhadores da saúde, identificar seus perpetradores e compreender a origem das agressões. Método: estudo de abordagem mista. Os dados quantitativos foram coletados sobre amostra aleatória de 269 profissionais da equipe de saúde em hospital público da Região Sul do Brasil, dentre os quais, 20 sujeitos, vítimas de violência, compuseram sequencialmente a etapa qualitativa. Resultados: a violência física atingiu 15,2% (n=42) dos profissionais e a violência psicológica 48,7% (n=135) dos trabalhadores por meio de agressões verbais, 24,9% (n=69) sofreram assédio moral, 8,7% (n=24) discriminação racial e 2,5% (n=7) assédio sexual. Mulheres foram as principais vítimas da violência física, assédio moral e discriminação racial (p<0,05). Técnicos de enfermagem foram os mais expostos à violência física e assédio moral (p<0,05). O paciente foi o principal agressor da equipe de saúde (35,4%, n=98), seguido pelos colegas de trabalho (25,3%, n=70), chefia (21,7%, n=60) e acompanhantes (15,5%, n=43). Agravos neurológicos, abuso de álcool e de outras drogas foram relacionados à origem da agressão, razões que atenuaram a culpa dos pacientes pela violência. As condições impróprias de trabalho geraram revolta dos pacientes e entre os profissionais. Aspectos da organização do trabalho no hospital público foram apontados como causas para conflitos que repercutem em violências. Conclusões: a violência psicológica foi prevalente, mulheres e técnicos de enfermagem foram os mais expostos e pacientes os principais perpetradores. São necessárias medidas de contenção e prevenção, bem como investimentos sobre as condições e a organização do trabalho no hospital.


RESUMEN Objetivo: analizar la presencia de violencia física y psicológica entre trabajadores de la salud, identificar a sus perpetradores y comprender el origen de las agresiones. Método: estudio de enfoque mixto. Los datos cuantitativos fueron recolectados sobre muestra aleatoria de 269 profesionales del equipo de salud en hospital público de la Región Sur de Brasil, entre los cuales, 20 sujetos, víctimas de violencia, compusieron secuencialmente la etapa cualitativa. Resultados: la violencia física alcanzó el 15,2% (n=42) de los profesionales y la violencia psicológica 48,7% (n=135) de los trabajadores por medio de agresiones verbales, el 24,9% (n=69) sufrieron acoso moral 8,7% (n=24) discriminación racial y 2,5% (n=7) acoso sexual. Las mujeres fueron las principales víctimas de la violencia física, el acoso y la discriminación racial (p<0,05). Los técnicos de enfermería fueron los más expuestos a la violencia física y el acoso moral (p<0,05). El paciente fue el principal agresor del equipo de salud (35,4%, n=98), seguido por los compañeros de trabajo (25,3%, n=70), jefatura (21,7%, n=60) y acompañantes (15,5%, n=43). Agravios neurológicos, abuso de alcohol y otras drogas se relacionaron con el origen de la agresión, razones que atenuaron la culpa de los pacientes por la violencia. Las condiciones impropias de trabajo generaron revuelta de los pacientes y entre los profesionales. Los aspectos de la organización del trabajo en el hospital público fueron señalados como causas para conflictos que repercuten en violencias. Conclusiones: la violencia psicológica fue prevalente, mujeres y técnicos de enfermería fueron los más expuestos y pacientes los principales perpetradores. Se necesitan medidas de contención y prevención, así como inversiones sobre las condiciones y la organización del trabajo en el hospital.


ABSTRACT Objective: to analyze the presence of physical and psychological violence among health workers, identify their perpetrators and understand the origin of the aggressions. Method: a mixed approach study. The quantitative data were collected from a random sample of 269 professionals from the health team in a public hospital in the Southern Region of Brazil. Among these 269 professionals 20 were victims of violence and composed the qualitative step. Results: physical violence affected 15.2% (n=42) of the professionals and psychological violence affected 48.7% (n=135) of the workers by means of verbal aggression, 24.9% (n=69) moral harassment, 8.7% (n=24) racial discrimination and 2.5% (n=7) sexual harassment. Women were the main victims of physical violence, bullying and racial discrimination (p<0.05). Nursing technicians were the most exposed to physical violence and moral harassment (p<0.05). The patient was the main aggressor to the health team (35.4%, n=98), followed by coworkers (25.3%, n=70), management (21.7%, n=60) and companions (15.5%, n=43). Neurological diseases, alcohol and other drug abuse were related to the origin of the aggression, reasons which absolve the patients from the guilt of their violent behavior. The improper work conditions caused acts of aggression in patients and among professionals. Aspects of work organization in the public hospital were highlighted as causes for conflicts which cause violent repercussions. Conclusions: psychological violence was prevalent, women and nursing technicians were the most exposed and patients were the main perpetrators. Containment and prevention measures are required, as well as investments for the work organization in the hospital.


Assuntos
Humanos , Relações Profissional-Paciente , Condições de Trabalho , Saúde do Trabalhador , Violência no Trabalho , Mão de Obra em Saúde , Serviços de Saúde , Recursos Humanos de Enfermagem
4.
Nursing (Säo Paulo) ; 20(233): 1870-1877, out.2017.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1029269

RESUMO

Ensaio crítico-reflexivo que objetivou analisar os contextos associados à atenção à saúde do trabalhador emconsultas de enfermagem, com base no referencial metodológico de Análise Contextual proposto por Hinds, Chaves e Cypress,o qual pressupõe quatro níveis contextuais que se interligam: contexto imediato, específico, geral e metacontexto. Para tal,10 publicações oriundas de Revisão Integrativa em fontes secundárias da Biblioteca Virtual em Saúde instruem o estudo.Constatou-se que a atenção ao trabalhador nas consultas de enfermagem é influenciada por barreiras comunicacionais quedificultam o entendimento acerca das relações entre as manifestações de adoecimento e trabalho. Somam-se, ainda, os aspectossocioculturais e psicológicos envolvidos na relação enfermeiro-trabalhador, bem como a atuação em enfermagem focada nomodelo biomédico. Faz-se necessário valorizar a escuta clínica em enfermagem na atenção ao trabalhador, especialmente pormeio da consulta de enfermagem, pois muitos casos de trabalhadores em sofrimento psíquico relacionado ao trabalho não estãosendo identificados no cotidiano dos serviços de saúde.


Assuntos
Humanos , Enfermagem no Consultório , Fatores de Risco , Papel do Profissional de Enfermagem , Riscos Ocupacionais , Saúde do Trabalhador
5.
Rev. eletrônica enferm ; 19: 1-15, Jan.Dez.2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-912949

RESUMO

Analisou-se as produções científicas que utilizaram a modelagem de equações estruturais em enfermagem. Trata-se de uma revisão integrativa realizada em junho de 2016 nas interfaces PUBMED, MEDLINE e LILACS. Identificaram-se 127 artigos, dos quais 20 artigos foram selecionados. As análises - qualidade e nível de evidência - foram realizadas por meio de instrumentos validados e quadro sinóptico. Os artigos atenderam a 80% dos itens do STROBE (95%), nível de evidência 5 (95%) e publicados em países da Ásia (50%) e América do Norte (30%). Houve aumento da produção cientifica com uso da modelagem de equações estruturais no período em estudo e o predomínio de investigações voltadas à organização do trabalho. Cresce o uso da modelagem de equações estruturais na enfermagem, contudo são escassos os estudos voltados à assistência e ensino. Este método mostrou-se útil para problemas de pesquisa desta área da saúde.


We analyzed the scientific production using modeling of structural equations in nursing. We conducted an integrative review in June of 2016 in the databases PUBMED, MEDLINE, and LILACS. We identified 127 articles, and we selected 20 from those. We conducted the analyses ­ quality and level of evidence ­ using validated tools and a synoptic table. The articles attended to 80% of STROBE items (95%), level of evidence 5 (95%) and published in Asian (50%) and North American (30%) countries. There was an increase of the scientific production using models of structural equations during the study period and the predominance of investigations aimed at the work organization. The use of modeling of structural equations in nursing is growing. However, studies aimed at assistance and teaching are lacking. This method appeared useful for issues in research in this health field.


Assuntos
Pesquisa em Enfermagem/métodos , Pesquisa em Enfermagem/estatística & dados numéricos , Estatística como Assunto/métodos
6.
Rev Lat Am Enfermagem ; 25: e2873, 2017 Apr 20.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | MEDLINE | ID: mdl-28443994

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the relationship between psychosocial stress dimensions and salivary cortisol in military police officers. METHOD: cross-sectional and analytical study with 134 military police officers. The Effort-Reward Imbalance (ERI) Model scale has been used to assess psychosocial stress. Salivary cortisol was collected in three samples. The following tests were used: Student's t-test, Mann-Whitney, ANOVA, Bonferroni, Kruskal-Wallis and Dunn. Pearson and Spearman correlation methods were used, as well as multiple linear regression. Cortisol at night showed an ascending statistical association with the psychosocial reward (p=0.004) and a descending association with the effort-impairment scores (p=0.017). Being part of the Special Tactical Operations Group (GATE) and the diastolic blood pressure explained 13.5% of the variation in cortisol levels on waking up. The sectors GATE, Special Patrol of the Elite Squad of the Military Police and Motorcyclists explained 21.9% of the variation in cortisol levels 30-minute after awakening. The variables GATE sector and Effort Dimension explained 27.7% of the variation in cortisol levels at night. CONCLUSION: it was evidenced that salivary cortisol variation was influenced by individual, labor and psychosocial variables.


Assuntos
Hidrocortisona/análise , Militares , Estresse Ocupacional/metabolismo , Polícia , Saliva/química , Adulto , Estudos Transversais , Humanos , Masculino
7.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 25: e2873, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-845299

RESUMO

Abstract Objective: to analyze the relationship between psychosocial stress dimensions and salivary cortisol in military police officers. Method: cross-sectional and analytical study with 134 military police officers. The Effort-Reward Imbalance (ERI) Model scale has been used to assess psychosocial stress. Salivary cortisol was collected in three samples. The following tests were used: Student's t-test, Mann-Whitney, ANOVA, Bonferroni, Kruskal-Wallis and Dunn. Pearson and Spearman correlation methods were used, as well as multiple linear regression. Cortisol at night showed an ascending statistical association with the psychosocial reward (p=0.004) and a descending association with the effort-impairment scores (p=0.017). Being part of the Special Tactical Operations Group (GATE) and the diastolic blood pressure explained 13.5% of the variation in cortisol levels on waking up. The sectors GATE, Special Patrol of the Elite Squad of the Military Police and Motorcyclists explained 21.9% of the variation in cortisol levels 30-minute after awakening. The variables GATE sector and Effort Dimension explained 27.7% of the variation in cortisol levels at night. Conclusion: it was evidenced that salivary cortisol variation was influenced by individual, labor and psychosocial variables.


Resumen Objetivo: analizar la relación entre las dimensiones del estrés psicosocial y el cortisol en la saliva en policías militares. Método: estudio transversal y analítico con 134 policías militares. La escala del Modelo Desequilibrio Esfuerzo-Recompensa (DER) evaluó el estrés psicosocial. El cortisol en la saliva fue recolectado en tres muestras. Fueron utilizados las pruebas: t de Student, Mann-Whitney, ANOVA, Bonferroni, Kruskal-Wallis y Dunn. Se hicieron correlaciones de Pearson y de Spearman, así como regresión linear múltiple. El cortisol noche presentó asociación estadística ascendente con la recompensa psicosocial (p=0,004) y descendente con los puntajes de esfuerzo-comprometimiento (p=0,017). Pertenecer al Grupo de Operaciones Tácticas Especiales (GATE) y la presión arterial diastólica explicaron 13,5% de la variabilidad del cortisol al despertar; los sectores GATE, Patrulla Especial de la Tropa de Elite de la Policía Militar y Motociclistas explicaron 21,9% de la variabilidad del cortisol de 30 minutos después de despertar; y las variables sector GATE y la Dimensión Esfuerzo explicaron la variabilidad del cortisol noche en 27,7%. Conclusión: se evidenció que la variación del cortisol en la saliva fue influenciada por variables individuales, laborales y psicosociales.


Resumo Objetivo: analisar a relação entre as dimensões do estresse psicossocial e o cortisol salivar em policiais militares. Método: estudo transversal e analítico com 134 policiais militares. A escala do Modelo Desequilíbrio Esforço-Recompensa (DER) avaliou o estresse psicossocial. O cortisol salivar foi coletado em três amostras. Foram utilizados os testes: t de Student, Mann-Whitney, ANOVA, Bonferroni, Kruskal-Wallis e Dunn. Fez-se correlações de Pearson e de Spearman, bem como regressão linear múltipla. O cortisol noite apresentou associação estatística ascendente com a recompensa psicossocial (p=0,004) e descendente com os escores de esforço-comprometimento (p=0,017). Pertencer ao Grupo de Operações Táticas Especiais (GATE) e pressão arterial diastólica explicaram 13,5% da variabilidade do cortisol ao acordar; os setores GATE, Patrulha Especial da Tropa de Elite da Polícia Militar e Motociclistas explicaram 21,9% da variabilidade do cortisol de 30 minutos após acordar; e as variáveis setor GATE e a Dimensão Esforço explicaram a variabilidade do cortisol noite em 27,7%. Conclusão: evidenciou-se que a variação do cortisol salivar foi influenciada por variáveis individuais, laborais e psicossociais.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Saliva/química , Hidrocortisona/análise , Polícia , Estresse Ocupacional/metabolismo , Militares , Estudos Transversais
8.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(12): 4591-4598, dez. 2016. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031500

RESUMO

Objetivo: analisar o processo de esterilização dos produtos para a saúde em serviços públicos de saúde.Método: estudo transversal e descritivo, de abordagem quantitativa. A coleta de dados deu-se por meio dequestionário e observação do processo de esterilização. Os dados coletados sofreram análise descritiva.Resultados: os serviços de saúde apresentam estrutura física inadequada ao processamento de materiais,utilizam a limpeza manual e esterilização por autoclave. Não há validação do processo de limpeza, omonitoramento do processo de esterilização está comprometido, há diversidade no prazo de validade daesterilização e carência de registros acerca deste processo. Conclusão: os processos de esterilização dosprodutos de saúde estudados apresentam algumas falhas que podem comprometer a segurança dos usuários eprofissionais com implicações aos gestores destes serviços.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Desinfecção , Esterilização , Saúde Pública , Saúde do Trabalhador , Segurança do Paciente , Serviços de Saúde , Estudos Transversais
9.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(12): 4701-4704, dez. 2016. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031515

RESUMO

Objetivo: verificar as relações entre resiliência, estresse, presenteísmo e a capacidade para o trabalho emmilitares do Exército. Método: pesquisa transversal e analítica a ser realizada com a população de militares(250) atuantes em uma corporação no estado do Rio Grande do Sul(RS). O protocolo da pesquisa é compostopor quatro instrumentos autoaplicáveis que serão submetidos à validação pela análise fatorial exploratória econfirmatória. Será aplicada a análise multivariada por meio da técnica de modelagem de equaçõesestruturais, para compreender as relações entre as variáveis, e verificar se o modelo hipotetizado seráconfirmado na população de estudo. Serão respeitados os aspectos éticos previstos na Resolução CNS n.466/12 (CAAE nº 57814616.5.0000.5347). Resultados esperados: as instituições militares podem beneficiar-secom a consolidação de base teórica e empírica nesta área, essas podem minorar efeitos deletérios dassituações adversas a que estão expostas e fornecer subsídios para a criação de intervenções para a promoçãoda resiliência neste contexto.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Estresse Psicológico , Militares , Resiliência Psicológica , Saúde do Trabalhador , Estudos Transversais
10.
Rev Bras Enferm ; 69(5): 897-905, 2016.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27783732

RESUMO

Objective:: to analyze the relationship of occupational health nurses with the other members of the Specialized Service in Safety Engineering and Occupational Medicine (SESMT) and characterize joint actions of these professionals in occupational health. Method:: qualitative, exploratory, and descriptive study with 34 professionals of seven companies from the South Macroregion of the state of Rio Grande do Sul. Interviews and observations were conducted for content analysis of Bardin. Results:: the SESMTs are multidisciplinary and intersectoral workers. Nurses have working relations of an interpersonal, technical/legal, and management of logistics/organizational nature, influenced by the technical division of work and by the division in the work environment of the staff, which distances areas, generates conflicts, and fragments the actions of the service. Conclusion:: SESMT faces challenges to develop a work befitting their legal objectives, once staff and companies need to understand the importance of interdisciplinarity for the success of actions on the workers' health and safety.


Assuntos
Relações Interprofissionais , Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital/psicologia , Doenças Profissionais/enfermagem , Serviços de Saúde do Trabalhador/organização & administração , Adulto , Benchmarking , Brasil , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Serviços de Saúde do Trabalhador/legislação & jurisprudência , Serviços de Saúde do Trabalhador/normas , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
11.
Rev. bras. enferm ; 69(5): 897-905, set.-out. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-798022

RESUMO

RESUMO Objetivo: analisar a relação profissional dos enfermeiros do trabalho com os demais integrantes do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e caracterizar ações conjuntas desses profissionais em saúde do trabalhador. Método: qualitativo, exploratório e descritivo, com 34 profissionais de sete empresas da Macrorregião Sul, Rio Grande do Sul. Realizadas entrevistas e observações para Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: os SESMTs são multiprofissionais e intersetoriais. Os enfermeiros possuem relações de trabalho de natureza interpessoal, técnica/jurídica, de gestão e logística/organizacional, influenciadas pela divisão tanto técnica do trabalho quanto do próprio ambiente de trabalho da equipe, o que distancia áreas, gera conflitos e fragmenta as ações do serviço. Conclusão: há desafios para que o SESMT desenvolva um trabalho condizente com os seus objetivos legais, uma vez que equipe e empresas precisam compreender a importância da interdisciplinaridade para o sucesso das ações na atenção à saúde e segurança do trabalhador.


RESUMEN Objetivo: analizar la relación profesional de los enfermeros del trabajo con otros miembros del Servicio Especializado en Ingeniería de Seguridad y Medicina del Trabajo (SESMT) y caracterizar las acciones conjuntas de estos profesionales de la salud ocupacional. Método: estudio cualitativo, exploratorio y descriptivo con 34 profesionales de siete empresas de la Macro Región Sur, estado de Rio Grande do Sul. Se realizaron entrevistas y observaciones para análisis de contenido de Bardin. Resultados: los SESMT son multidisciplinarios e intersectoriales. Los enfermeros tienen relaciones de trabajo de naturaleza interpersonal, técnica/legal, de gestión y logística/organizacional influenciados por la divisióntécnica del trabajo y el propio entorno de trabajo en equipo, lo quecrea distanciaentre las zonas,conflictos y fragmenta las acciones del servicio. Conclusión: existen desafíos para el SESMT desarrollar un trabajo consistente con sus objetivos legales, pues el personal y las empresas necesitan entender la importancia de la interdisciplinariedad para el éxito de las acciones de atención de salud y seguridad del trabajador.


ABSTRACT Objective: to analyze the relationship of occupational health nurses with the other members of the Specialized Service in Safety Engineering and Occupational Medicine (SESMT) and characterize joint actions of these professionals in occupational health. Method: qualitative, exploratory, and descriptive study with 34 professionals of seven companies from the South Macroregion of the state of Rio Grande do Sul. Interviews and observations were conducted for content analysis of Bardin. Results: the SESMTs are multidisciplinary and intersectoral workers. Nurses have working relations of an interpersonal, technical/legal, and management of logistics/organizational nature, influenced by the technical division of work and by the division in the work environment of the staff, which distances areas, generates conflicts, and fragments the actions of the service. Conclusion: SESMT faces challenges to develop a work befitting their legal objectives, once staff and companies need to understand the importance of interdisciplinarity for the success of actions on the workers' health and safety.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Relações Interprofissionais , Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital/psicologia , Doenças Profissionais/enfermagem , Serviços de Saúde do Trabalhador/organização & administração , Brasil , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde , Benchmarking , Pessoa de Meia-Idade , Serviços de Saúde do Trabalhador/legislação & jurisprudência , Serviços de Saúde do Trabalhador/normas
12.
Rev. eletrônica enferm ; 17(4): 1-12, 20151131. ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-832640

RESUMO

Estudo com objetivo de identificar, analisar e sintetizar os achados disponíveis na literatura sobre a composição das equipes e das condições de trabalho nos serviços de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) móvel. Revisão integrativa com buscas na Base de Dados de Enfermagem (BDEnf), Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), PubMed, SCOPUS, Web of Science e o portal de periódicos Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Foram selecionados 18 artigos que atenderam aos critérios de inclusão. A composição das equipes dos serviços de APH é diversificada no cenário internacional, sendo retratado o acréscimo de responsabilidades assumidas por paramédicos, os benefícios da presença do enfermeiro e do médico especializado nas equipes, os quais são escassos em alguns países. As condições de trabalho revelam locais arriscados de atuação, demandas psicológicas intensas, sobrecarga de trabalho, insatisfação e recursos insuficientes na maioria dos serviços.


Study to identify, analyze and summarize the findings available in the literature on the composition of teams and working conditions in Mobile Pre-Hospital Care Services (PHC). Integrative review to search the Base de Dados de Enfermagem [Nursing Database] (BDEnf), the Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), the Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), PubMed, SCOPUS, Web of Science and the portal of journals from the Scientific Electronic Library Online (SciELO). Eighteen articles met the inclusion criteria and were selected. The composition of the teams for PHC services is diversified on the international stage, with the increase in responsibilities assumed by paramedics and the benefits of the specialized nurse's and doctor's presence in the teams being portrayed, which are scarce in some countries. Working conditions reveal risky places of work, intense psychological demands, work overload, dissatisfaction and inadequate resources in most services.


Assuntos
Humanos , Serviços Médicos de Emergência , Enfermagem em Emergência , Equipe de Assistência ao Paciente , Condições de Trabalho
13.
Rev Gaucha Enferm ; 36(2): 42-9, 2015 Jun.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-26334407

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the work context, job satisfaction and suffering from the perspective of workers in primary health care. METHOD: This cross-sectional study was conducted with 242 employees of a municipality of Rio Grande do Sul, Brazil, from May to July 2012. The adopted instruments were the Work Context Assessment Scale (EACT) and the Job Satisfaction and Suffering Indicators Scale (EIPST). Research also included descriptive and inferential statistical analysis. RESULTS: Organization (91.3%) and work conditions (64%) received the worst scores in terms of context. The indicators of job satisfaction were related to professional achievement (55.8%), freedom of expression (62.4%) and recognition (59.9%). However, 64.5% presented professional exhaustion, which had an inverse association with age and years in the institution (p<0.05). CONCLUSION: The workers evaluated their work context as inappropriate and complained of exhaustion, although they claimed their work affords some satisfaction.


Assuntos
Emprego , Pessoal de Saúde/psicologia , Satisfação no Emprego , Atenção Primária à Saúde , Estresse Psicológico , Logro , Adolescente , Adulto , Brasil , Esgotamento Profissional/epidemiologia , Esgotamento Profissional/psicologia , Serviços de Saúde Comunitária , Estudos Transversais , Fadiga/epidemiologia , Fadiga/etiologia , Fadiga/psicologia , Feminino , Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Profissionais/epidemiologia , Doenças Profissionais/etiologia , Doenças Profissionais/psicologia , Autonomia Pessoal , Prazer , Inquéritos e Questionários , Adulto Jovem
14.
Rev Esc Enferm USP ; 49(3): 460-8, 2015 Jun.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-26107707

RESUMO

OBJECTIVE: Identifying the violence suffered by the health team workers and their association with Burnout and minor psychiatric disorders. METHODS: Cross-sectional study with 269 health team professionals of a public hospital in southern Brazil. Data were collected through the use of the Survey Questionnaire: Workplace Violence in the Health Sector, Maslach Inventory Burnout and Self-Report Questionnaire. RESULTS: Workplace violence struck 63.2% of workers, prevailing mostly in women (p = 0.001), among nursing auxiliaries/technicians (p=0.014) and was associated with minor psychiatric disorders (p<0.05), as exposure to different forms of violence increased the chances of these disorders by 60% (CI 95%: 1.2-2.1). The three Burnout dimensions were also associated to violence at work (p<0.05). CONCLUSION: Health workers experience violence in the workplace and this exposure is associated with Burnout symptoms and minor psychiatric disorders.


Assuntos
Esgotamento Profissional/epidemiologia , Pessoal de Saúde , Transtornos Mentais/epidemiologia , Violência no Trabalho/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Feminino , Hospitais , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Inquéritos e Questionários
15.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 49(3): 457-464, Jun/2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-749028

RESUMO

OBJECTIVE Identifying the violence suffered by the health team workers and their association with Burnout and minor psychiatric disorders. METHODS Cross-sectional study with 269 health team professionals of a public hospital in southern Brazil. Data were collected through the use of the Survey Questionnaire: Workplace Violence in the Health Sector, Maslach Inventory Burnout and Self-Report Questionnaire. RESULTS Workplace violence struck 63.2% of workers, prevailing mostly in women (p = 0.001), among nursing auxiliaries/technicians (p=0.014) and was associated with minor psychiatric disorders (p<0.05), as exposure to different forms of violence increased the chances of these disorders by 60% (CI 95%: 1.2-2.1). The three Burnout dimensions were also associated to violence at work (p<0.05). CONCLUSION Health workers experience violence in the workplace and this exposure is associated with Burnout symptoms and minor psychiatric disorders. .


OBJETIVO Identificar la violencia sufrida por los trabajadores del equipo de salud y su asociación con burnout y trastornos psíquicos menores. MÉTODO Estudio transversal, realizado con 269 profesionales del equipo de salud en hospital público de la región sur de Brasil. En la recolección de datos se utilizaron el Survey Questionnaire Workplace Violence in the Health Sector, el Maslach Inventory Burnout y el Self-Report Questionaire. RESULTADOS La violencia laboral comprometió al 63,2% de los trabajadores, fue prevalente en el sexo femenino (p=0,001), entre auxiliares/técnicos de enfermería (p=0,014) y estuvo asociada con los trastornos psíquicos menores (p<0,05), siendo que la exposición a distintas formas de violencia añadió en el 60% la probabilidad de ocurrir dichos trastornos (IC95%:1,2-2,1). Las tres dimensiones del burnout también se asociaron con la violencia laboral (p<0,05). CONCLUSIÓN Los trabajadores de salud sufren violencia en su ambiente laboral y con esa exposición se asocian los síntomas de burnout y trastornos psíquicos menores. .


OBJETIVO Identificar a violência sofrida pelos trabalhadores da equipe de saúde e a sua associação com burnout e transtornos psíquicos menores. MÉTODO Estudo transversal, realizado com 269 profissionais da equipe de saúde em hospital público da região sul do Brasil. Na coleta de dados foram utilizados o Survey Questionnaire Workplace Violence in the Health Sector, Maslach Inventory Burnout e o Self-Report Questionaire. RESULTADOS A violência no trabalho acometeu 63,2% dos trabalhadores, prevaleceu no sexo feminino (p=0,001), entre auxiliares/técnicos de enfermagem (p=0,014) e foi associada aos transtornos psíquicos menores (p<0,05), sendo que a exposição a diferentes formas de violência acresceu em 60% as chances desses transtornos (IC95%:1,2-2,1). As três dimensões do burnout também se associaram à violência no trabalho (p<0,05). CONCLUSÃO Os trabalhadores de saúde sofrem violência em seu ambiente de trabalho e a essa exposição associam-se os sintomas de burnout e transtornos psíquicos menores. .


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Esgotamento Profissional/epidemiologia , Pessoal de Saúde , Transtornos Mentais/epidemiologia , Violência no Trabalho/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Hospitais , Inquéritos e Questionários
16.
Rev. gaúch. enferm ; 36(2): 42-49, Apr-Jun/2015. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-752578

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the work context, job satisfaction and suffering from the perspective of workers in primary health care. METHOD: This cross-sectional study was conducted with 242 employees of a municipality of Rio Grande do Sul, Brazil, from May to July 2012. The adopted instruments were the Work Context Assessment Scale (EACT) and the Job Satisfaction and Suffering Indicators Scale (EIPST). Research also included descriptive and inferential statistical analysis. RESULTS: Organization (91.3%) and work conditions (64%) received the worst scores in terms of context. The indicators of job satisfaction were related to professional achievement (55.8%), freedom of expression (62.4%) and recognition (59.9%). However, 64.5% presented professional exhaustion, which had an inverse association with age and years in the institution (p<0.05). CONCLUSION: The workers evaluated their work context as inappropriate and complained of exhaustion, although they claimed their work affords some satisfaction. .


OBJETIVO: Evaluar el contexto de trabajo y los indicadores de placer y el sufrimiento desde la perspectiva de los trabajadores de la atención primaria de salud. MÉTODO: Se trata de un estudio transversal que utilizó la Escala de Evaluación del Contexto Trabajo (EACT) y la Escala de Indicadores placer y el sufrimiento en el Trabajo (EIPST) con 242 trabajadores en una ciudad de Rio Grande do Sul, Brasil, mayo y julio 2012. El análisis estadístico fue descriptivo e inferencial. RESULTADOS: La organización (91,3 %) y las condiciones de trabajo (64%) tuvieron las peores evaluaciones en el EIPST. Indicadores de placer en el trabajo estaban relacionadas con la satisfacción laboral (55,8 %), la libertad de expresión (62.4%) y reconocimiento (59,9%), sin embargo, el 64,5 % presentaba agotamiento profesional, que obtuvo asociación negativa con la edad y el tiempo de trabajo (p< 0,05). CONCLUSIÓN: El trabajador evalúa su contexto de trabajo como no apropiado y está agotado, sin embargo tiene fuentes de placer en el trabajo. .


OBJETIVO: Avaliar o contexto de trabalho e os indicadores de prazer e sofrimento na perspectiva de trabalhadores da atenção básica em saúde. MÉTODO: Estudo transversal, que utilizou a Escala de Avaliação do Contexto de Trabalho (EACT) e a Escala de Indicadores de Prazer e Sofrimento no Trabalho (EIPST) com 242 trabalhadores de um município do Rio Grande do Sul, Brasil, de maio e julho de 2012. Fez-se análise estatística descritiva e inferencial. RESULTADOS: A organização (91,3%) e as condições de trabalho (64%) obtiveram as piores avaliações quanto ao contexto. Os indicadores de prazer no trabalho estiveram relacionados à realização profissional (55,8%), liberdade de expressão (62,4%) e reconhecimento (59,9%). Entretanto, 64,5% apresentaram esgotamento profissional, o qual obteve associação inversa com a idade e o tempo de trabalho (p<0,05). CONCLUSÃO: O trabalhador avalia seu contexto de trabalho como impróprio e encontra-se esgotado, contudo possui fontes de prazer no trabalho. .


Assuntos
Adolescente , Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Emprego , Pessoal de Saúde/psicologia , Satisfação no Emprego , Atenção Primária à Saúde , Estresse Psicológico , Logro , Brasil , Esgotamento Profissional/epidemiologia , Esgotamento Profissional/psicologia , Serviços de Saúde Comunitária , Estudos Transversais , Fadiga/epidemiologia , Fadiga/etiologia , Fadiga/psicologia , Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos , Doenças Profissionais/epidemiologia , Doenças Profissionais/etiologia , Doenças Profissionais/psicologia , Autonomia Pessoal , Prazer , Inquéritos e Questionários
17.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 18(3): 407-414, Jul-Sep/2014. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-719364

RESUMO

Objetivo: O objetivo do estudo foi verificar a prevalência de Distúrbios Psíquicos Menores (DPM) em enfermeiros docentes e identificar sua associação com variáveis sociodemográficas e laborais. Métodos: Estudo transversal, envolvendo 130 dos 177 enfermeiros docentes de universidades federais públicas do Rio Grande do Sul. Utilizou-se a versão brasileira do Self-Report Questionnaire-20 para identificação da suspeição de DPM. Resultados: A prevalência de DPM foi de 20,1%. Obteve-se maior frequência de docentes com respostas afirmativas quanto a sentir-se nervoso, tenso ou preocupado; dormir mal; cansar-se com facilidade; ter dores de cabeça frequentemente; encontrar dificuldade em realizar, com satisfação, suas atividades diárias; ter má digestão; sentir-se triste ultimamente e ter dificuldade de pensar com clareza. Características sociodemográficas e laborais não estiveram associadas à suspeição de DPM. Conclusão: É fundamental que gestores, docentes e representantes sindicais das universidades pesquisadas avaliem a situação apresentada, buscando reduzir o adoecimento psíquico dos enfermeiros docentes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Docentes de Enfermagem , Saúde Mental , Saúde do Trabalhador
18.
Saúde Soc ; 23(3): 942-952, Jul-Sep/2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-725815

RESUMO

Os recentes incrementos tecnológicos promovidos junto ao serviço judiciário federal trouxeram avanços importantes para a melhoria dos atendimentos prestados à população, contudo originaram novas demandas organizacionais aos trabalhadores do setor. Objetivo Conhecer as repercussões da organização do trabalho no cotidiano laboral e na saúde dos servidores do Juizado Especial Federal de Porto Alegre (RS).Procedimentos metodológicos Desenvolveu-se uma pesquisa de abordagem qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturadas com 17 servidores de um juizado especial federal. As falas foram gravadas em áudio, transcritas e submetidas à análise de conteúdo. O referencial teórico da psicodinâmica do trabalho fundamentou a interpretação dos achados.Resultados Foram identificadas duas categorias de análise: (1) Mudanças na organização do trabalho: de processos judiciais físicos à aceleração virtual e (2) Adaptação dos profissionais às mudanças e suas repercussões sobre a saúde. Na primeira categoria foram discutidas as transformações vivenciadas pelos trabalhadores a partir da implantação dos sistemas informatizados de recebimento e análise dos processos judiciais. Na segunda categoria revelaram-se as exigências psíquicas e físicas que os trabalhadores associaram ao contexto laboral.Conclusão Concluiu-se que os trabalhadores se percebem diante de um ritmo acelerado e elevado volume de trabalho, convivendo com sintomas que sugerem o adoecimento e sentindo-se desassistidos quanto às mudanças estabelecidas ao processo de trabalho...


The recent technological innovations introduced in federal courts have contributed for the improvement of the services rendered to the population; however, they have also brought on new organizational demands to the sector´s workers. Objective To understand the repercussions of the work organization in everyday´s labor and in occupational health of the public servants working at the Federal Special Court of Porto Alegre – RS.Methodological procedures A qualitative approach research was developed by means of semi-structured interviews with 17 employees of a federal special court, which were audio recorded, transcribed and submitted to content analysis. The theoretical referral of the work psychodynamics has founded data interpreting.Results Two categories of analysis have been identified: (1) Changes in the work organization: from manipulating physical judicial files to the virtual acceleration and, (2) The professionals adaptation process to these changes and its repercussions on their health. As to the first category, discussions were carried out about the changes experienced by the workers after the implantation of computerized systems for receipt and analysis of the judicial files. Regarding the second category, the workers revealed the psychic and physical requirements in connection to the labor context.Conclusion The conclusion drawn is that the workers perceive themselves facing an accelerated rhythm and high volume of work, and getting along with symptoms which suggest that they are becoming sick and feel unassisted as to the changes established in the working process...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adaptação , Poder Judiciário , Saúde do Trabalhador , Riscos Ocupacionais , Inovação Organizacional , Desenvolvimento Tecnológico , Condições de Trabalho , Pesquisa Qualitativa
19.
Cien Saude Colet ; 19(7): 2225-34, 2014 Jul.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-25014301

RESUMO

The scope of this study was to correlate suicide mortality with health indicators and work in six Brazilian metropolises: Porto Alegre, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro and São Paulo. It was an ecological study, the outcome of which is the death rate from suicide in the historical series from 2002 to 2010, and the independent variables are the indicators of occupational activity and mental suffering. Statistical association using the Pearson Correlation test was conducted and the variables associated with suicide (p < 0.05) were included in a multivariate linear regression model. The suicide mortality was higher in Porto Alegre, followed by São Paulo, and the trend of the phenomenon was in the ascendant (p = 0.03). It was observed that the economically active and gainfully employed population remained in the final regression model in the city of São Paulo. The association between suicide mortality and occupational variables suggests that work in the context of insecurity worsens the quality of life of the working population, causing physical and mental suffering and increasing the risk of self-harm.


Assuntos
Suicídio/estatística & dados numéricos , Trabalho/estatística & dados numéricos , Brasil , Feminino , Humanos , Masculino , População Urbana
20.
Ciênc. saúde coletiva ; 19(7): 2225-2234, 07/2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-713715

RESUMO

O objetivo deste estudo foi relacionar a mortalidade por suicídio com indicadores de saúde e trabalho em seis metrópoles brasileiras: Porto Alegre, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Estudo ecológico, cujo desfecho é o coeficiente de mortalidade por suicídio na série histórica de 2002 a 2010, e as variáveis independentes são os indicadores de atividade laboral e de sofrimento mental. Realizou-se associação estatística por meio do teste de Correlação de Pearson e as variáveis associadas ao suicídio (p < 0,05) foram incluídas em um modelo de regressão linear multivariada. A mortalidade por suicídio foi maior em Porto Alegre, seguida de São Paulo, e a tendência do fenômeno foi ascendente (p = 0,03). Observou-se que a população economicamente ativa e ocupada permaneceu no modelo final de regressão na cidade de São Paulo. A associação entre mortalidade por suicídio e variáveis laborais sugere que o trabalho no contexto de precarização piora a qualidade de vida da população trabalhadora, implica em sofrimento físico e mental e aumenta o risco de autoagressão.


The scope of this study was to correlate suicide mortality with health indicators and work in six Brazilian metropolises: Porto Alegre, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro and São Paulo. It was an ecological study, the outcome of which is the death rate from suicide in the historical series from 2002 to 2010, and the independent variables are the indicators of occupational activity and mental suffering. Statistical association using the Pearson Correlation test was conducted and the variables associated with suicide (p < 0.05) were included in a multivariate linear regression model. The suicide mortality was higher in Porto Alegre, followed by São Paulo, and the trend of the phenomenon was in the ascendant (p = 0.03). It was observed that the economically active and gainfully employed population remained in the final regression model in the city of São Paulo. The association between suicide mortality and occupational variables suggests that work in the context of insecurity worsens the quality of life of the working population, causing physical and mental suffering and increasing the risk of self-harm.


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Suicídio/estatística & dados numéricos , Trabalho/estatística & dados numéricos , Brasil , População Urbana
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...