Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Filtros adicionais











Intervalo de ano
1.
J. bras. econ. saúde (Impr.) ; 10(2): 134-139, Agosto/2018.
Artigo em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-915089

RESUMO

Objetivo: Avaliar a utilização clínica da dexmedetomidina e o custo econômico de sua aquisição em pacientes adultos em um hospital universitário. Métodos: Estudo observacional e descritivo do tipo prospectivo, em que foram analisados os formulários de solicitações do medicamento entre 15 de dezembro de 2016 e 15 de dezembro de 2017. Os dados coletados foram idade, gênero, dias solicitados e liberados, justificativa clínica, dose, posologia e via de administração. O custo financeiro foi calculado considerando o valor unitário do medicamento. A análise estatística foi realizada pelo STATA12.0. Resultados: Foram coletados 79 formulários; 14 foram da UTI cardiológica, 41, da UTI de adulto e 24, do centro cirúrgico. As solicitações foram separadas em grupos cirúrgico e clínico. Foi observada prevalência de pacientes com idade acima de 30 anos e sexo masculino. No grupo cirúrgico, o tempo médio de solicitação e liberação foi igual, enquanto no grupo clínico foi de 3,73 e 3 dias, respectivamente. A dose diária foi de 233,33 mcg/dia no grupo cirúrgico e de 773,77 µg/dia no clínico. No grupo cirúrgico, o uso foi para sedação em plástica mamária não estética; no grupo clínico, foi para agitação psicomotora, sedoanalgesia e delirium. O custo no grupo clínico foi de R$ 58.470,65, enquanto no grupo cirúrgico foi de R$ 2.995,65, totalizando R$ 61.466,30. Conclusão: O custo econômico encontrado com o uso do medicamento foi similar ao achado em outro hospital público de alta complexidade.


Objective: Evaluate clinical dexmetomidine use and economic impact of its acquisition to adult patients at a university hospital. Methods: Observational and descriptive study, of prospective type, in which the medication request forms received between December 15th, 2016 and December 15th, 2017 were analized. The data collected were age, gender, days requested and released, clinical justification, dosage, posology and method of administration. The financial cost was calculated assuming the unitary value of the medicine. The statistical analysis was performed by Stata 12.0. Results: 79 forms were collected. 14 were from the coronary care unit, 41 from the adult intensive care unit and 24 from the surgery center. The requests were divided into surgical group and clinical group. Most patients were male aged 30 or more. For the surgical group, the request and release time were mostly the same, meanwhile for the clinical one it was 3.73 and 3 days, respectively. The daily dosage was 233.33 mcg/day in the surgical group and 773.77 µg/day in the clinical one. In the surgical group the use was due to sedation in non-aesthetic breast surgeries. In the clinical one it was for psychomotor agitation, sedoanalgesia and delirium. The cost for the clinical group was R$ 58,470.65, while for the surgical one it was R$ 2,995,65, summing up R$ 61,466.30. Conclusion: The financial cost demanded with the use of the medicine was similar to the one found in another high complexity public hospital.


Assuntos
Humanos , Dexmedetomidina , Uso de Medicamentos , Farmacoeconomia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA