Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 34
Filtrar
Filtros adicionais











País/Região como assunto
Intervalo de ano
1.
Rev Saude Publica ; 53: 32, 2019 Apr 01.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30942274

RESUMO

OBJECTIVE: To identify the factors associated with the worsening of frailty in older adults resident in the community. METHODS: This is a prospective, longitudinal, and analytical study. The data collection in the baseline occurred in the participants' homes from a random sampling by conglomerates. Demographic and socioeconomic variables, morbidities, and use of health services were analyzed. Frailty was measured by the Edmonton Frail Scale. The second data collection was performed after an average period of 42 months. The adjusted prevalence ratios were obtained by multiple Poisson regression analysis with robust variance. RESULTS: A total of 394 older adults participated in both phases of the study, with 21.8% of them presenting worsening of the frailty condition. The variables that remained statistically associated with the transition to a worse state of frailty were: polypharmacy, negative self-perception of health, weight loss, and hospitalization over the past 12 months. CONCLUSIONS: The factors associated with worsening of frailty along the studied period among older adults in the community were those related to health care. This result must be considered by health professionals when addressing frail and vulnerable older adults.


Assuntos
Idoso Fragilizado/estatística & dados numéricos , Fragilidade/epidemiologia , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil/epidemiologia , Feminino , Fragilidade/etiologia , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Humanos , Estudos Longitudinais , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Estudos Prospectivos , Fatores Socioeconômicos
2.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 14(41): e1900, 02/2019. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-986718

RESUMO

Objetivo: Avaliar a Atenção Básica quanto aos insumos, imunobiológicos e medicamentos disponibilizados nos serviços de saúde da família de município de Minas Gerais, Brasil. Métodos: Trata-se de pesquisa transversal, analítica, conduzida em 2014, a partir de instrumento ministerial intitulado Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, de equipes de saúde da família. Oito itens foram considerados, com valores entre zero a 10 pontos, da total inadequação à total adequação da Unidade Básica de Saúde (UBS), ao item avaliado. Classificaram-se as unidades em padrões de qualidade "muito insatisfatório" a "muito satisfatório" e analisou-se conforme localização rural e urbana, nível de significância p<0,05. Resultados: Participaram 75 equipes, que apresentaram expressiva inadequação nos itens: UBS dispor todas as vacinas exigidas no calendário básico, 5,95 (±4,003); possuir insumos e medicamentos para abordagem inicial de urgência/emergência, 2,33 (±2,500); apresentar os medicamentos básicos com regularidade, 3,68 (±3,146). A classificação foi regular para 45,3% das unidades e insatisfatória para 29,3%, sem diferenças quanto à localização urbana ou rural (p=0,479). Conclusão: Evidenciou-se avaliação insatisfatória, com inadequações relativas às vacinas, à abordagem inicial nas situações de urgência e emergência e à disponibilidade dos medicamentos. Tal situação prejudica o elenco de ações e a resolutividade dos serviços, afetando a capacidade da equipe para atender, efetivamente, as demandas de saúde da população


Objective: To evaluate the Basic Care regarding the supplies, immunobiologicals and medicines available in the family health services of the municipality of Minas Gerais, Brazil. Methods: Cross-sectional, analytical research, conducted in 2014, from a ministerial instrument titled Self-Assessment for Improving Access and Quality of Primary Care, of family health teams. Eight items were considered, with values between zero and 10 points, of the total inadequacy to the total adequacy of the Basic Health Unit (UBS), to the evaluated item. The units were classified in quality standards "very unsatisfactory" to "very satisfactory" and analyzed according to rural and urban locations, level of significance p<0.05. Results: 75 teams participated, which presented significant inadequacy in the items: UBS dispose of all the vaccines required in the basic calendar, 5.95 (±4.003); to have supplies and medicines for the initial emergency/emergency approach, 2.33 (±2.500); presenting the basic medicines regularly, 3.68 (±3.146). The classification was regular for 45.3% of the units and unsatisfactory to 29.3%, without differences in urban or rural locations (p=0.479). Conclusion: There was an unsatisfactory evaluation, with inadequacies related to vaccines, the initial approach in emergency and emergency situations and the availability of medicines. Such a situation undermines the list of actions and the resolution of services, affecting the capacity of the team to effectively meet the population's health demands.


Objetivo: Evaluar la Atención Básica en cuanto a los insumos, inmunobiológicos y medicamentos disponibles en los servicios de salud de la familia del municipio de Minas Gerais, Brasil. Métodos: Se trata de investigación transversal, analítica, conducida en 2014, a partir de instrumento ministerial titulado Autoevaluación para la mejora del acceso y de la calidad de la atención básica, de los equipos de salud de la familia. Se consideraron ocho ítems, con valores entre cero y diez puntos, de la total inadecuación a la total adecuación de la Unidad Básica de Salud (UBS), al ítem evaluado. Se clasificaron las unidades en estándares de calidad "muy insatisfactorio" a "muy satisfactorio" y se analizó según ubicación rural y urbana, nivel de significancia p<0,05. Resultados: Participaron 75 equipos, que presentaron expresiva inadecuación en los ítems: UBS disponer todas las vacunas requeridas en el calendario básico, 5,95 (±4,003); poseer insumos y medicamentos para el enfoque inicial de urgencia/emergencia, 2,33 (±2,500); presentar los medicamentos básicos con regularidad, 3,68 (±3,146). La clasificación fue regular para el 45,3% de las unidades e insatisfactoria para el 29,3%, sin diferencias en cuanto a la ubicación urbana o rural (p=0,479). Conclusión: Se evidenció una evaluación insatisfactoria, con inadecuaciones relativas a las vacunas, al abordaje inicial en las situaciones de urgencia y emergencia y a la disponibilidad de los medicamentos. Tal situación perjudica el elenco de acciones y la resolutividad de los servicios, afectando la capacidad del equipo para atender efectivamente las demandas de salud de la población.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Avaliação em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Insumos Farmacêuticos , Pesquisa sobre Serviços de Saúde
3.
Rev. saúde pública (Online) ; 53: 32, jan. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-991639

RESUMO

ABSTRACT OBJECTIVE To identify the factors associated with the worsening of frailty in older adults resident in the community. METHODS This is a prospective, longitudinal, and analytical study. The data collection in the baseline occurred in the participants' homes from a random sampling by conglomerates. Demographic and socioeconomic variables, morbidities, and use of health services were analyzed. Frailty was measured by the Edmonton Frail Scale. The second data collection was performed after an average period of 42 months. The adjusted prevalence ratios were obtained by multiple Poisson regression analysis with robust variance. RESULTS A total of 394 older adults participated in both phases of the study, with 21.8% of them presenting worsening of the frailty condition. The variables that remained statistically associated with the transition to a worse state of frailty were: polypharmacy, negative self-perception of health, weight loss, and hospitalization over the past 12 months. CONCLUSIONS The factors associated with worsening of frailty along the studied period among older adults in the community were those related to health care. This result must be considered by health professionals when addressing frail and vulnerable older adults.


RESUMO OBJETIVO Identificar os fatores associados à piora da fragilidade em idosos residentes na comunidade. MÉTODOS Trata-se de um estudo longitudinal prospectivo e analítico. A coleta de dados na linha de base ocorreu no domicílio dos participantes a partir de uma amostragem aleatória por conglomerados. Foram analisadas variáveis demográficas e socioeconômicas, morbidades e utilização de serviços de saúde. A fragilidade foi aferida pela Escala de Fragilidade de Edmonton. A segunda coleta de dados foi realizada após um período médio de 42 meses. As razões de prevalências ajustadas foram obtidas por análise múltipla de regressão de Poisson com variância robusta. RESULTADOS Participaram de ambas as etapas do estudo 394 idosos, sendo que 21,8% deles apresentaram piora da condição de fragilidade. As variáveis que se mantiveram estatisticamente associadas à transição para um estado pior de fragilidade foram: polifarmácia, autopercepção negativa de saúde, perda de peso e internação nos últimos 12 meses. CONCLUSÕES Os fatores que se mostraram associados à piora da fragilidade ao longo do período estudado entre idosos na comunidade foram os relacionados aos cuidados de saúde. Esse resultado deve ser considerado pelos profissionais de saúde na abordagem ao idoso frágil e vulnerável.

4.
Trab. educ. saúde ; 17(1): e0018710, 2019. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-979431

RESUMO

Resumo Este estudo teve como objetivo avaliar a organização do processo de trabalho entre equipes de saúde da família de um município de Minas Gerais (MG), Brasil. Pesquisa quantitativa, transversal, analítica, desenvolvida em 2014. Investigaram-se formulários da Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica de 73 equipes. Foram considerados 14 itens da subdimensão organização do processo de trabalho, avaliados com valores entre zero e 10 pontos, referindo-se à total inadequação ou adequação da equipe ao padrão avaliado. As equipes foram classificadas do padrão 'muito insatisfatório' ao 'muito satisfatório'. Efetuaram-se análises estatísticas com nível de significância p<0,05. Classificaram-se 86,3% nos padrões muito satisfatório/satisfatório, mas 13,7% foram regular/muito insatisfatório. Três itens ‒ 'Território definido, vínculo com a população e responsabilização pela resolução das necessidades de saúde'; 'Coordenação do cuidado' e 'Monitoramento das solicitações de exames' ‒ apresentaram desempenho inadequado. As equipes da zona urbana foram melhor avaliadas. O maior número de profissionais da odontologia foi correlacionado à maior pontuação. Atenção especial deve ser dada àquelas equipes com baixa pontuação. Melhor organização do processo de trabalho deve ser fortalecida, visando aprimorar a performance no cuidado à saúde da comunidade.


Abstract The study had the goal of assessing the organization of the work process of family health teams in a municipality in the state of Minas Gerais, Brazil. It was a quantitative, cross-sectional analytical research performed in 2014. We investigated the forms for the Self-Assessment for the Improvement in the Access and Quality of Primary Health Care of 73 teams. A total of 14 items of the subdimension organization of the work process were considered, and they were scored from 0 to 10, with 0 meaning complete inadequacy and 10 meaning complete adequacy of the team to the assessed pattern. The teams were classified from the 'highly unsatisfactory' pattern to the 'highly satisfactory' pattern. The significance level of the statistical analyses was set as values of p < 0.05. A total of 86.3% were classified in the highly satisfactory/satisfactory pattern, and 13.7% were classified as average/highly unsatisfactory. Three items ‒ 'Defined territory, bond with the population and responsibility for the fulfilment of the health needs'; 'Coordination of care'; and 'Monitoring of exam requests' ‒ had inadequate performances. The teams from urban areas scored better in the assessment. The odontology professionals were the category that scored the highest in the assessment. Special attention should be devoted to the teams with low scores. A better organization of the work process should be strengthened, with the goal of enhancing the performance in the care to health of the community.


Resumen Este estudio tuvo como objetivo evaluar la organización del proceso de trabajo entre equipos de salud de la familia de un municipio del Estado de Minas Gerais, Brasil. Investigación cuantitativa, transversal, analítica, desarrollada en el 2014. Se investigaron formularios de Autoevaluación para Mejora del Acceso y la Calidad de la Atención Básica de 73 equipos. Se consideraron 14 puntos de la subdimensión organización del proceso de trabajo, evaluados con valores entre cero y diez puntos, correspondiendo respectivamente a la total inadecuación o adecuación del equipo al estándar evaluado. Los equipos se clasificaron desde el estándar 'muy insatisfactorio' hasta el 'muy satisfactorio'. Se efectuaron análisis estadísticos con nivel de significación p<0,05. El 86,3% se clasificó en los estándares muy satisfactorio/satisfactorio y el 13,7% como regular/muy insatisfactorio. Tres puntos ‒ 'Territorio definido, vínculo con la población y responsabilidad por la resolución de las necesidades de salud'; 'Coordinación del cuidado' y 'Monitoreo de las solicitudes de exámenes' ‒ presentaron un rendimiento inadecuado. Los equipos de la zona urbana tuvieron un mejor resultado. El mayor número de profesionales de odontología estuvo correlacionado a la mayor puntuación. Se debe dar atención especial a aquellos equipos con baja puntuación. Se debe poner énfasis en una mejor organización del proceso de trabajo, a fin de optimizar el rendimiento en el cuidado de la salud de la comunidad.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Gestão em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Serviços de Saúde , Pesquisa sobre Serviços de Saúde
5.
Medicina (Ribeiräo Preto) ; 51(4): 254-264, out.-dez 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-970923

RESUMO

Modelo do estudo: estudo epidemiológico, transversal, analítico, de base populacional. Objetivo do estudo: estimar a prevalência de polifarmácia em idosos comunitários e identificar os fatores associados em área não metropolitana do Brasil. Metodologia: Trata-se de estudo epidemiológico, transversal, analítico, de base populacional. Foi conduzido em Montes Claros ­ Minas Gerais, Brasil, a partir de uma amostragem censitária por conglomerado. Investigou-se a associação entre a variável dependente, polifarmácia (uso de cinco ou mais medicamentos), e as variáveis independentes (sociodemográficas e relativas à saúde). Após a análise bivariada, as variáveis associadas até o nível de 25% foram analisadas de maneira conjunta por meio de Regressão Logística. O nível de significância final assumido foi de 5%. Resultados: entre os 686 idosos avaliados, a prevalência de polifarmácia foi de 23,5%. No modelo final, permaneceram como fatores associados ao desfecho: hipertensão arterial, diabetes mellitus, problema cardíaco, osteoporose, acidente vascular encefálico, fragilidade e não saber ler. Conclusão: houve elevada prevalência de polifarmácia e importantes associações com fatores relativos às doenças crônicas e à fragilidade, sendo o fato de saber ler um fator de proteção. Tais constatações reforçam a necessidade de uma assistência de qualidade que reconheça as especificidades dos idosos comunitários na realidade evidenciada. (AU)


Study model: an epidemiological, cross-sectional, analytical, population-based study. Objective: to estimate the prevalence of polypharmacy among elderly individuals in the community and to identify the factors associated in a non-metropolitan area of Brazil. Methodology: this is an epidemiological, cross-sectional, analytical, population-based study. It was conducted in Montes Claros-Minas Gerais, Brazil, by a census sampling by conglomerate. We investigated the association between the dependent variable, polypharmacy (use of five or more drugs), and independent variables (sociodemographic and health-related). After the bivariate analysis, the associated variables up to the level of 25% were analyzed jointly by means of Logistic Regression. The level of final significance assumed was 5%. Results: Among the 686 elderly individuals, the prevalence of polypharmacy was 23.5%. In the final model, remained as factors associated with the outcome: arterial hypertension, diabetes mellitus, heart problem, osteoporosis, stroke, fragility and not knowing how to read. Conclusion: There was a high prevalence of polypharmacy and important associations with factors related to chronic diseases and frailty, being able to read a protection factor. These findings reinforce the need for quality care that recognizes the specificities of the elderly in the community. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Saúde do Idoso , Prevalência , Polimedicação , Uso de Medicamentos
6.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 6): 2682-2688, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30540044

RESUMO

OBJECTIVE: To verify the use of integrative and complementary practices (ICPs) by community health agents working in family health teams. METHODS: Cross-sectional, quantitative research, conducted in the city of Montes Claros, Minas Gerais. An structured form was used for the characterization of participants and use of ICPs. Descriptive and bivariate analyses were conducted. RESULTS: Use of ICPs was referenced by 94 (40.7%) agents. The use of medicinal plants was predominant (32.5%). There were associations between: ICPs in general and negative self-perception of health (p=0.032), homeopathy and higher education (p=0.015), massage and living with partner(p=0.024), chiropractic care and income equal to or greater than four minimum wages (p=0.031), relaxation/meditation and religion (p=0.028). CONCLUSION: The use of ICPs was verified in the healthcare of community agents. It is necessary to strengthen these practices for the promotion of health and prevention of diseases.


Assuntos
Agentes Comunitários de Saúde/tendências , Saúde Pública/métodos , Autocuidado/métodos , Adulto , Atitude do Pessoal de Saúde , Brasil , Distribuição de Qui-Quadrado , Terapias Complementares , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Saúde Pública/tendências , Autocuidado/normas , Inquéritos e Questionários
7.
Rev Assoc Med Bras (1992) ; 64(7): 601-610, 2018 Jul.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30365662

RESUMO

OBJECTIVE: To correlate the number of hypertensive patients with high and very high risk for cardiovascular diseases with socioeconomic and health indicators. METHODS: An ecological study carried out from the National Registry of Hypertension and Diabetes (SisHiperDia). The variable "hypertensive patients with high and very high risk" was correlated with the Human Development Index, health care costs and services, average household income per capita, per capita municipal income, number of hospital admissions in SUS, number of medical consultations in the SUS and specific mortality due to diseases of the circulatory system, considering the 27 federative units of Brazil. The data was processed in software IBM Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) Statistics, version 22.00. The statistical analysis considered the level of significance p<0.05. RESULTS: Brazilian states with more hypertensive registries in high/very high risk spend more on public health, fewer people reach the elderly age group and more deaths from diseases of the circulatory system (p<0.05). The very high risk stratum correlated with more physicians per population (p<0.05). CONCLUSION: Systemic arterial hypertension has a direct impact on life expectancy and also on the economic context, since when it evolves to high and very high risk for cardiovascular diseases, it generates more expenses in health and demand more professionals, burdening the public health system. Monitoring is necessary in order to consolidate public policies to promote the health of hypertensive individuals.

8.
Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) ; 64(7): 601-610, July 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-976828

RESUMO

SUMMARY OBJECTIVE To correlate the number of hypertensive patients with high and very high risk for cardiovascular diseases with socioeconomic and health indicators. METHODS An ecological study carried out from the National Registry of Hypertension and Diabetes (SisHiperDia). The variable "hypertensive patients with high and very high risk" was correlated with the Human Development Index, health care costs and services, average household income per capita, per capita municipal income, number of hospital admissions in SUS, number of medical consultations in the SUS and specific mortality due to diseases of the circulatory system, considering the 27 federative units of Brazil. The data was processed in software IBM Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) Statistics, version 22.00. The statistical analysis considered the level of significance p<0.05. RESULTS Brazilian states with more hypertensive registries in high/very high risk spend more on public health, fewer people reach the elderly age group and more deaths from diseases of the circulatory system (p<0.05). The very high risk stratum correlated with more physicians per population (p<0.05). CONCLUSION: Systemic arterial hypertension has a direct impact on life expectancy and also on the economic context, since when it evolves to high and very high risk for cardiovascular diseases, it generates more expenses in health and demand more professionals, burdening the public health system. Monitoring is necessary in order to consolidate public policies to promote the health of hypertensive individuals.


RESUMO OBJETIVO Correlacionar o número de cadastros de hipertensos com risco alto e muito alto para doenças cardiovasculares com os indicadores socioeconômicos e de saúde. MÉTODOS Estudo ecológico realizado a partir do Sistema Nacional de Cadastro de Hipertensão e Diabetes (SisHiperDia). A variável "hipertensos com risco alto e muito alto" foi correlacionada ao Índice de Desenvolvimento Humano, gastos com ações e serviços de saúde, renda média domiciliar per capita, renda municipal per capita, número de internações hospitalares no SUS, número de consultas médicas no SUS e mortalidade específica por doenças do aparelho circulatório, considerando as 27 unidades federativas do Brasil. Os dados foram processados no software IBM Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) Statistics, versão 22.00. A análise estatística considerou o nível de significância p < 0,05. RESULTADOS Estados brasileiros com mais cadastros de hipertensos em riscos alto/muito alto gastam mais na saúde pública, menos pessoas alcançam a faixa etária idosa e há mais mortes por doenças do aparelho circulatório (p < 0,05). O estrato de risco muito alto correlacionou com mais médicos por habitantes (p < 0,05). CONCLUSÃO A hipertensão arterial sistêmica impacta diretamente a expectativa de vida e também o contexto económico, pois, quando evolui para risco alto e muito alto, para as doenças cardiovasculares, gera mais gastos em saúde e demanda mais profissionais, onerando o sistema público de saúde. É necessário monitoramento, em busca da consolidação das políticas públicas de promoção da saúde dos hipertensos.

9.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 10(3): 778-773, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-906571

RESUMO

Objective: The study's goal has been to verify the self-perception of health and its associated factors among the professionals of the nursing team of a university hospital. Methods: It is a cohort study with a quantitative approach, which has been performed among nursing professionals from a university hospital in Montes Claros city, Minas Gerais State, Brazil. Data were collected through a structured questionnaire in the second half of 2012. They were analyzed in the statistical software Predictive Analytics Software (PASW/SPSS®) version 18.0 for Windows®. Results: The professionals have demonstrated satisfaction with their health, since the majority has declared positive health self-perception. It was observed that health has been better evaluated by those who had a work partner, were day shift workers and reported satisfaction with their work (p<0,05). Conclusion: There is a need for creating strategies that can provide better health and work conditions for the nursing professional team, especially for professionals who presented characteristics associated with a negative self-perception of health


Objetivo: Investigar la percepción subjetiva de la salud y los factores asociados entre el personal profesional de enfermería de un hospital universitario. Métodos: Se trata de un estudio con un enfoque cuantitativo de corte transversal, realizado entre los profesionales de enfermería del hospital universitario Montes Claros - Minas Gerais, Brasil. Los datos fueron recolectados a través de un cuestionario estructurado en la segunda mitad de 2012. Se analizó el software estadístico software de análisis predictivo (PASW / SPSS) versión 18.0 para Windows ®. Resultados: Los profesionales expresaron su satisfacción con su salud, ya que la mayoría dijo positivos para la salud autopercibida. Se observó que la salud fue mejor evaluado por los que tenían una pareja, que trabajaba en el turno de día y reportaron satisfacción en el trabajo (p<0,05). Conclusión: Se necesitan estrategias para proporcionar una mejor salud y de trabajo para el personal de enfermería, especialmente para los profesionales que tenían características asociadas con una percepción negativa de la salud


Objetivo: Verificar a autopercepção da saúde e os fatores associados entre os profissionais da equipe de enfermagem de um hospital universitário. Métodos: Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, de caráter transversal, realizado entre profissionais da enfermagem de hospital universitário de Montes Claros - Minas Gerais, Brasil. Os dados foram coletados através de um questionário estruturado no segundo semestre de 2012. Foram analisados no software estatístico Predictive Analytics Software (PASW/SPSS)® versão 18.0 para Windows®. Resultados: Os profissionais demonstraram satisfação com a sua saúde, visto que a maioria declarou autopercepção positiva da saúde. Observou-se que a saúde foi mais bem avaliada por aqueles que tinham companheiro, atuavam no turno diurno e relataram satisfação com o trabalho (p<0,05). Conclusão: São necessárias estratégias que proporcionem melhores condições de saúde e trabalho para a equipe de enfermagem, sobretudo para os profissionais que apresentaram características associadas a uma autopercepção negativa da saúde


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Equipe de Enfermagem , Saúde do Trabalhador , Condições de Trabalho
10.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 10(3): 832-839, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-906701

RESUMO

Objective: Our goal herein has been to gain further insights regarding the life quality and its association with sociodemographic characteristics of nursing professionals working at night shift. Methods: It is an analytical research type with quantitative approach. The research was performed in a hospital of Montes Claros city, Minas Gerais State, Brazil, over the year of 2014 and had 145 workers participants. The survey has been done by applying a sociodemographic questionnaire and the Abbreviated Instrument for the Assessment of the Life Quality (WHOQOL-bref) in August 2014. The descriptive analysis and student's t-test was used in order to check for possible associations. Results: The majority of the workers were female, aged up to 35 years old, having intimate partner and children. The following dimensions had shown the worst scores: environment and physical. The comparison of average scores within the four dimensions has revealed that the most significant covariates were as follows: sex, physical activity, additional job, civil status and working time. Conclusion: In the present study was observed that the workers require greater attention to the environmental and physical dimensions, and also in the sociodemographic characteristics that interfered in their life quality


Objetivo: Avaliar a qualidade de vida e sua associação com as características sociodemográficas dos trabalhadores da enfermagem do período noturno. Métodos: Pesquisa do tipo analítico, com abordagem quantitativa, com 145 trabalhadores, realizada em 2014 em uma instituição hospitalar de Montes Claros, Minas Gerais-Brasil. Foram aplicados um questionário sociodemográfico e o Instrumento Abreviado de Avaliação da Qualidade de Vida, em agosto de 2014. Realizou-se a análise descritiva e o teste t student para verificação de associações. Resultados: Predominaram trabalhadores do sexo feminino, com idade de até 35 anos, com companheiro(a) e filhos. Os domínios meio ambiente e físico apresentaram piores escores. Na comparação dos escores médios nos quatro domínios, as covariáveis mais significativas foram: sexo, atividade física, outro vínculo, estado civil e tempo de trabalho. Conclusão: Os trabalhadores demandam maior atenção nas dimensões ambientais e físicas, e nas características sociodemográficas que interferiram na qualidade de vida


Objetivo: Evaluar la calidad de vida y su asociación con características sociodemográficas de los trabajadores de la enfermería durante la noche. Método: Un estudio de tipo analítico, con un enfoque cuantitativo, con 145 trabajadores, que se celebró en 2014 en un hospital de Montes Claros, Minas Gerais Gerais-Brasil. Se les aplicó un cuestionario sociodemográfico y el abreviado Instrumento de Evaluación de la Calidad de Vida (WHOQOLbref), en 2014 agosto. El análisis descriptivo y la prueba t de student para comprobar para las asociaciones. Resultados: La mayoría de los trabajadores era una mujer, a la edad de 35 años, con compañero(a) y los niños. Las esferas física y medio ambiente tuvo las peores puntuaciones. La comparación de puntuaciones medias en cuatro zonas, las covariables fueron: El sexo, la actividad física, otro bono, el estado civil y el tiempo de trabajo. Conclusión: Los trabajadores requieren una mayor atención en las zonas con menor puntuación y las características que interfieren con la calidad de vida


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Equipe de Enfermagem , Qualidade de Vida , Jornada de Trabalho em Turnos/efeitos adversos , Condições de Trabalho
11.
Rev. bras. enferm ; 71(supl.6): 2682-2688, 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-977689

RESUMO

ABSTRACT Objective: To verify the use of integrative and complementary practices (ICPs) by community health agents working in family health teams. Methods: Cross-sectional, quantitative research, conducted in the city of Montes Claros, Minas Gerais. An structured form was used for the characterization of participants and use of ICPs. Descriptive and bivariate analyses were conducted. Results: Use of ICPs was referenced by 94 (40.7%) agents. The use of medicinal plants was predominant (32.5%). There were associations between: ICPs in general and negative self-perception of health (p=0.032), homeopathy and higher education (p=0.015), massage and living with partner(p=0.024), chiropractic care and income equal to or greater than four minimum wages (p=0.031), relaxation/meditation and religion (p=0.028). Conclusion: The use of ICPs was verified in the healthcare of community agents. It is necessary to strengthen these practices for the promotion of health and prevention of diseases.


RESUMEN Objetivo: Verificar la utilización de prácticas integradoras y complementarias (PICs) por agentes comunitarios de salud actuantes en los equipos de salud de la familia. Método: Investigación transversal, cuantitativa, realizada en la ciudad de Montes Claros, Minas Gerais. Se utilizó formulario estructurado para caracterización de los participantes y del uso de las PICs. Se realizaron análisis descriptivos y bivariados. Resultados: La utilización de las PICs fue referida por 94 (40,7%) de los agentes. Predominó el uso de las plantas medicinales (32,5%). Hubo asociaciones entre: las PICs en general y la autopercepción negativa para la salud (p=0,032), la homeopatía y la educación superior (p=0,015), el masaje y la vida en pareja (p=0,024), la quiropraxia y el ingreso igual o menor que cuatro salarios mínimos (p=0,031), la relajación/meditación y tener una religión (p=0,028). Conclusión: El uso de las PICs fue verificado en el cuidado en salud de los agentes comunitarios. Es necesario reforzar estas prácticas para la promoción de la salud y prevención de enfermedades.


RESUMO Objetivo: Verificar a utilização de práticas integrativas e complementares (PICs) por agentes comunitários de saúde atuantes nas equipes de saúde da família. Método: Pesquisa transversal, quantitativa, realizada na cidade de Montes Claros, Minas Gerais. Utilizou-se formulário estruturado para caracterização dos participantes e do uso de PICs. Foram conduzidas análises descritiva e bivariada. Resultados: A utilização de PICs foi referida por 94 (40,7%) dos agentes. Predominou o uso de plantas medicinais (32,5%). Houve associações entre: PICs no geral e autopercepção negativa da saúde (p=0,032), homeopatia e ensino superior (p=0,015), massagem e viver com companheiro (p=0,024), quiropraxia e renda igual ou superior a quatro salários mínimos (p=0,031), relaxamento/meditação e ter religião (p=0,028). Conclusão: O uso de PICs foi verificado no cuidado em saúde dos agentes comunitários. É preciso fortalecer essas práticas para a promoção da saúde e prevenção de agravos.

12.
Rev. enferm. UERJ ; 25: [e18856], jan.-dez. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-947343

RESUMO

Objetivo: identificar a cobertura vacinal contra Hepatite B dos profissionais de enfermagem de um hospital universitário e investigar os fatores associados à vacinação contra HB entre tais profissionais. Método: estudo transversal e analítico com abordagem quantitativa, conduzido entre agosto e novembro de 2013, em Montes Claros - Minas Gerais. Aplicou-se questionário abordando variáveis sociodemográficas e ocupacionais. As associações foram investigadas por meio da análise múltipla (regressão de Poisson), no Statistical Package for the Social Sciences 18.0. Projeto aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa, Parecer Consubstanciado 2882/2011. Resultados: participaram 399 profissionais, destes 71% relataram ter tomado três doses da vacina. Houve associações entre prevalência de vacinação e idade, categoria profissional, carga horária semanal, turno de trabalho, satisfação com o trabalho e capacitação. Conclusão: a prevalência de vacinação contra hepatite b não atingiu as metas preconizadas e este associada a importantes fatores sociodemográficos e ocupacionais.


Objective: to identify Hepatitis B vaccination coverage of nursing personnel at a university hospital and investigate the factors associated with HB vaccination among them. Method: this quantitative cross-sectional analytical study was conducted between August and November 2013 in Montes Claros, Minas Gerais. A questionnaire addressing sociodemographic and occupational variables was applied. Associations were investigated by multivariate analysis (Poisson regression), using the Statistical Package for the Social Sciences 18.0. The project was approved by the Research Ethics Committee (Documented Opinion 2882/2011). Results: participants were 399 nursing personnel, 71% of whom reported having taken three doses of the vaccine. Associations were found between vaccination prevalence and age, professional category, weekly workload, work shift, job satisfaction and training. Conclusion: hepatitis B vaccination prevalence did not meet recommended goals and was associated with important sociodemographic and occupational factors.


Objetivo: identificar la cobertura vacunal contra la Hepatitis B de los profesionales de enfermería de un hospital universitario e investigar los factores asociados a la vacunación contra HB entre dichos profesionales. Método: estudio transversal analítico, con enfoque cuantitativo, realizado entre agosto y noviembre de 2013, en Montes Claros - Minas Gerais. Se aplicó un cuestionario sobre las variables sociodemográficas y ocupacionales. Se investigaron las asociaciones por medio del análisis múltiple (regresión de Poisson), en el Statistical Package for the Social Sciences 18.0. Proyecto aprobado por el Comité de Ética en Investigación, Dictamen consolidado 2882/2011. Resultados: participaron 399 profesionales, de éstos un 71% relató haber tomado tres dosis de la vacuna. Hubo asociaciones entre prevalencia de vacunación y edad, categoría profesional, tiempo de trabajo semanal, turno de trabajo, satisfacción con el trabajo y capacitación. Conclusión: la prevalencia de vacunación contra hepatitis B no alcanzó las metas preconizadas y está asociada a importantes factores sociodemográficos y ocupacionales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde do Trabalhador , Enfermagem , Vacinação , Vacinas contra Hepatite B , Hepatite B , Riscos Ocupacionais , Contenção de Riscos Biológicos , Cobertura Vacinal
13.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 10(1): 101-109, jan.-abr. 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-847293

RESUMO

Objetivou-se analisar a avaliação das equipes de saúde da família quanto aos itens educação permanente e qualificação profissional para Atenção Básica. Pesquisa quantitativa, transversal e analítica, realizada em município polo ao norte de Minas Gerais. Os dados de 75 equipes foram coletados a partir da autoavaliação para melhoria do acesso e da qualidade da atenção básica, em 2014. Consideraram-se dois itens de padrão de qualidade em educação permanente e qualificação. A análise estatística foi realizada no Software IBM SPSS 22.0. Processaram-se análises bivariadas considerando o nível de significância p<0,05. Predominou a autoavaliação positiva, com média de 15,2 pontos, sendo 53,3% das equipes classificadas no padrão muito satisfatório, 26,7% satisfatório e 20,0% regular, com melhor classificação para as equipes da zona urbana comparadas às rurais (p<0,05). A educação permanente ainda não se efetivou no cotidiano dos pro­fissionais. Sugere-se incentivar a qualificação profissional para aquisição de competências e habilidades na atenção básica.


Family health teams were evaluated with regard to permanent education and professional qualification for basic health care. Current quantitative, transversal and analytic research was undertaken in a municipality in the north of the state of Minas Gerais, Brazil, where data on 75 teams were collected in 2014 through the Self-Evaluation for the Improvement of Access and Quality of Basic Care. Two items for quality standard in permanent education and qualification were taken into account. Statistical analysis was performed by IBM SPSS 22.0, with bi-variate analyses at p<0.05 significance level. Positive self-evaluation predominated, with mean 15.2 marks, or rather, 53.3% for teams classified as very satisfactory; 26.7% as satisfactory; 20.0% as fair, with higher classification for the urban teams rather than the rural ones (p<0.05). Permanent education is still an item on the agenda of pro­fessionals. Professional qualification is encouraged for the acquisition of competence and capacity in Basic Health Care.

14.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 25(3): 268-277, jul.-set. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-890020

RESUMO

Resumo Introdução A incontinência urinária é uma das mais importantes síndromes geriátricas. Porém, na prática clínica, parece ser negligenciada e não existem estudos no Norte de Minas Gerais. Objetivou-se identificar a prevalência da incontinência urinária e os fatores associados para cada sexo entre idosos não institucionalizados. Métodos Pesquisa transversal, de base populacional, conduzida em Montes Claros, em Minas Gerais. As informações foram analisadas no programa Statistical Package for the Social Sciences, versão 17.0, sendo, inicialmente, realizada análise descritiva e, posteriormente, análises bivariadas e análise múltipla por meio da regressão logística. Resultados Verificou-se prevalência de 23,2% entre os homens idosos e de 31,1% entre as mulheres idosas. Estiveram associados à incontinência urinária nos idosos os fatores: andar com auxílio, relato de queda no último ano e fragilidade. Entre as mulheres idosas, os fatores associados foram: autopercepção negativa da saúde, artrite/artrose/reumatismo e fragilidade. Conclusão Houve alta prevalência de incontinência urinária em idosos de ambos os sexos. Fatores relativos às condições de saúde estiveram associados à ocorrência em cada sexo, evidenciando a necessidade de uma assistência eficaz que reconheça tais especificidades.


Abstract Introduction Urinary incontinence is one of the most important geriatric syndromes. However, in clinical practice it seems to be neglected and there are no studies in the North of Minas Gerais. The aim was to identify the prevalence of urinary incontinence and associated factors for each sex among non-institutionalized elderly. Methods A population-based cross-sectional survey conducted in Montes Claros, Minas Gerais. The information was analyzed with the program Statistical Package for the Social Sciences, version 17.0, with descriptive analysis and, subsequently, bivariate analysis and multiple analysis through logistic regression. Results A prevalence of 23.2% was found among elderly men and 31.1% among elderly women. They were associated with urinary incontinence in the elderly: walk with assistance, report of fall in the last year, fragility. Among the elderly women, the associated factors were: negative self-perception of health, arthritis/arthrosis/rheumatism, fragility. Conclusion There was a high prevalence of urinary incontinence in the elderly of both sexes. Individual health conditions factors were associated with the occurrence in each sex, evidencing the need for effective assistance that recognizes such specificities.

15.
Cogitare enferm ; 22(2): 01-10, abr-jun. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-868424

RESUMO

Objetivou-se avaliar a infraestrutura das unidades de saúde da família e os equipamentos para ações na Atenção Básica. Pesquisa quantitativa, transversal analítica, realizada em 2014 em cidade polo de Minas Gerais, com avaliação de subdimensão da Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, de 75 equipes. A classificação da subdimensão situou-se no padrão insatisfatório para 48% das unidades. São poucas as unidades com total adequação para: ações em saúde (5,3%), atendimento com privacidade (9,3%), disposição de telefone e internet (1,3%), recursos para atender urgência e emergência (1,3%), veículo oficial para ações externas (4%), identificação visual das dependências e dos profissionais (4%). A disposição de telefone e internet apresentou maior média para zona urbana e disposição de veículo oficial foi maior para zona rural (p<0,05). A qualidade da infraestrutura e dos equipamentos obteve avaliação predominantemente negativa pelas equipes, limitando a consolidação da Atenção Básica (AU).


The present study aimed to assess the quality of infrastructure in family health units and of the equipment used in primary care actions. Quantitative, cross-sectional analytical study conducted in 2014 in a large city of Minas Gerais, with assessment of the subdimension Self-assessment for Access and Quality Improvement in Primary Care of 75 teams. The subdimension was considered unsatisfactory by 48% of the units. Few units met all the requirements assessed for all health actions: (5.3%) regarding the delivery of private, personalized health care services; (9.3%) regarding availability of telephone line and internet connection; (1.3%) regarding resources needed to meet emergency care needs; (1.3%) regarding the availability of a vehicle for the transportation of the health teams in planned external activities; (4%) regarding the visual identification of the facilities and teams. The availability of a telephone line and internet connection showed the highest average in urban areas and the availability of a vehicle for transportation of the teams was higher in rural areas (p <0.05). The assessment of the quality of infrastructure and equipment by the teams was predominantly negative, impacting the consolidation of Primary Care (AU).


Estudio cuyo objetivo fue evaluar la infraestructura de las unidades de salud de la família, así como los equipos para acciones en la Atención Básica. Investigación cuantitativa, transversal analítica, realizada en 2014 en ciudad polo de Minas Gerais, por medio de evaluación de subdimensión de la Autoevaluación para Mejorar el Acceso y la Cualidad de la Atención Básica de 75 equipos. Se evaluó la clasificación de la subdimensión como insatisfactoria para 48% de las unidades. Fueron pocas unidades con total adecuación para: acciones en salud (5,3%), atendimiento con privacidad (9,3%), disposición de teléfono e internet (1,3%), recursos para atender urgencias y emergencias (1,3%), vehículo oficial para acciones externas (4%), identificación visual de las dependencias y de los profesionales (4%). La disposición de teléfono e internet presentó media mayor para zona urbana y hubo más disposición de vehículo oficial en el ámbito rural (p<0,05). La evaluación de la cualidad de la infraestructura y de los equipos por los profesionales fue predominantemente negativa, limitándose la consolidación de la Atención Básica (AU).


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde , Pesquisa sobre Serviços de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Qualidade da Assistência à Saúde
16.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 25(2): 192-200, abr.-jun. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-890003

RESUMO

Resumo Introdução A verificação da imunização pós-vacinação contra a hepatite B é um procedimento simples, que oferece segurança ao trabalhador e deve ser uma ação rotineira entre trabalhadores da Atenção Primária à Saúde. Porém, ainda há uma carência de discussões acerca desse tema, de notável relevância. Objetivou-se investigar a prevalência de verificação da imunização pós-vacinação contra hepatite B entre trabalhadores da Atenção Primária à Saúde e sua associação com fatores ocupacionais, condições gerais de saúde e medidas de autocuidado. Métodos Estudo transversal analítico. Avaliou-se amostra de 400 trabalhadores, com confiança e precisão de 95%, entre agosto e dezembro de 2011, em cidade do norte de Minas Gerais. Foram realizadas análises bivariadas e regressão de Poisson, no Statistical Package for the Social Sciences, versão 17.0. Resultados Dos 400 trabalhadores vacinados, 25,8% verificaram a imunização pós-vacinação contra hepatite B. Os fatores associados à verificação foram função na equipe, regime de trabalho, contato com material biológico e satisfação com o trabalho (p<0,05). Constatou-se menor prevalência entre trabalhadores contratados e com menor escolaridade (p<0,05). Conclusão A verificação da imunização não se configurou como rotina e foi menor entre trabalhadores contratados e com menor formação, evidenciando negligência com a saúde ocupacional.


Abstract Introduction The verification of immunization following Hepatitis B vaccination is a simple procedure that offers security to the worker and should be a routine action among Primary Health Care workers. However, there is still a lack of discussions on this subject of remarkable relevance. This study aimed to investigate the prevalence of verification of immunization after vaccination against hepatitis B among workers of Primary Health Care and their association with occupational factors, overall health and self-care measures. Methods a cross-sectional study evaluating a sample of 400 workers, with confidence and precision of 95%, between August and December 2011, in the northern city of Minas Gerais. Bivariate analysis and Poisson regression were performed using the Statistical Package for the Social Sciences version 17.0. Results We observed immunity in 25.8% of the 400 workers vaccinated for hepatitis B. Factors associated with the verification were related to the team, working arrangements, contact with biological material and job satisfaction (p<0.05). We found lower prevalence among contract workers and lower education (p<0.05). Conclusion the verification of immunization is not set as routine, we observed a lower rate among contract workers with less training, showing neglect of occupational health.

17.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 25(2): 160-168, abr.-jun. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-890007

RESUMO

Resumo Introdução Os agentes comunitários de saúde desempenham importante papel nos cuidados primários de saúde, constituindo o elo entre a comunidade e a equipe de saúde da família. O seu cotidiano laboral gera estressores que podem repercutir na saúde mental desses profissionais. O estudo teve como objetivo avaliar a prevalência de transtornos mentais comuns e os possíveis fatores associados entre agentes comunitários de saúde. Métodos Estudo transversal, analítico, desenvolvido em Montes Claros/MG. Foram utilizados o Self Reporting Questionnaire e um formulário estruturado. Os dados foram processados no software Statistical Package for the Social Sciences for Windows, versão 18.0, submetidos à análise descritiva, análise bivariada e análise múltipla por meio da regressão de Poisson com variância robusta. Resultados A prevalência de transtornos mentais comuns foi de 41,6%. A maior prevalência esteve associada: à cor autodeclarada não branca; à procura por apoio espiritual; à renda inferior a quatro salários mínimos; à autoavaliação da saúde como ruim; ao relato de que o trabalho impactou na saúde; ao uso de calmante, tranquilizante ou antidepressivo; à não participação de programas de dietas. Conclusão Evidenciou-se elevada prevalência de transtornos mentais comuns, a qual foi influenciada por fatores sociodemográficos e de saúde.


Abstract Introduction The community health agents play an important role in primary health care, forming the link between the community and the family health team. Their daily work can generate stressors that can affect the professionals' mental health. The study aimed to evaluate the prevalence of common mental disorders and possible associated factors among community health agents. Methods Cross-sectional and analytical study conducted in Montes Claros-MG. It was used the Self Reporting Questionnaire and a structured form. The data were processed using the Statistical Package for Social Sciences for Windows, version 18.0, subjected to descriptive analysis, bivariate analysis and multivariate analysis using Poisson regression with robust variance. Results The prevalence of common mental disorders was 41.6%. The highest was associated to: self-declared race (not white); that already sought religious support; which had a monthly income of less than four minimum salary; those who self-rated their health as bad; among those who said their work had impact on health; among those who made use of calming, tranquilizing or antidepressant; and among those who did not diet. Conclusion We identified a high prevalence of common mental disorders, being influenced by sociodemographic and health factors.

18.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(5): 4255-4263, nov.2016.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-29999

RESUMO

Objetivo: descrever os reflexos da mastectomia sobre a sexualidade das mulheres atendidas no ProgramaSaúde da Mulher. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, com 14 mulheres submetidas àmastectomia total em Montes Claros/MG. A coleta dos dados ocorreu por meio de entrevista individualsemiestruturada, em seguida, foi realizada a análise a partir da técnica de análise do conteúdo. Resultados:três categorias foram definidas <>; << A mastectomia e sexualidade em tempos de culto ao corpo: implicações no sentido dacorporiedade feminina >>; << Quando a mastectomia transcende o corpo: as cicatrizes na sexualidade >>.Mulheres mastectomizadas vivenciam sentimentos como desespero, tristeza e perda, mas passam a construirnova definição de mulher. Conclusão: a experiência da mastectomia é diversificada e distinta para cadamulher, envolve implicações sobre identidade, corporiedade e sexualidade.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Mastectomia Simples , Neoplasias da Mama , Sexualidade , Mulheres/psicologia , Saúde da Mulher , Imagem Corporal , Autoimagem , Epidemiologia Descritiva , Mamoplastia
19.
Enferm. glob ; 15(44): 1-12, oct. 2016. tab
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-156577

RESUMO

Objetivo: Verificar la prevalencia del VPH en mujeres viviendo con VIH/AIDS, y conocer las características sociodemográficas, clínicas y comportamentales de esa población. Métodos: Estudio documental, exploratorio, descriptivo, cuantitativo, que incluyó los historiales de 32 mujeres viviendo con VIH/AIDS registradas en el CERDI y que realizaron el examen de Papanicolaou en el período de estudio. Resultados: Se encontraron lesiones de VPH en (15,6%) de las mujeres, siendo clasificada como LSIL bajo grado (60%) de estas. La edad varió de 18 a 39 años (62,5%), casadas o vive en unión estable (75,1%) y la mayoría tiene bachillerato incompleto (37,5%). En cuanto a la renta familiar, 46,9% informó renta igual o inferior a un sueldo mínimo. Iniciaron actividad sexual con edad inferior a 17 años (62,5%), tuvieron menos de cuatro parejas sexuales en la vida (56,3%) y pareja única en el último año (96,9%). Ninguna mujer se refirió al uso regular de preservativos antes del diagnóstico de VIH, siendo que, tras el diagnóstico, 62,5% pasaron a usar el insumo en todas las relaciones sexuales. Historia anterior de DST fue relatada por (40,6%), probable forma de transmisión del virus fue la vía sexual (93,8%) y el diagnóstico de la infección se realizó hace más de cinco años (56,3%) para la mayoría. La mayoría también hace uso de TARV (65,6%) y presentó recuento de células CD4 igual o mayor que 500 células/mL (59,4%), en el último examen realizado. Conclusiones: Hubo prevalencia de VPH de 15,6%, semejante a otros estudios. Se destaca la necesidad de examen de Papanicolaou periódico para detectar precozmente alteraciones, evitándose el cáncer cervical (AU)


Objetivo: Verificar a prevalência do HPV em mulheres vivendo com HIV/AIDS, e conhecer as características sociodemográficas, clínicas e comportamentais dessa população. Métodos: Estudo documental, exploratório, descritivo, quantitativo, que incluiu os prontuários de 32 mulheres vivendo com HIV/AIDS cadastradas no CERDI e que realizaram o exame de Papanicolaou no período do estudo. Resultados: Foram encontradas lesões de HPV em (15,6%) das mulheres, sendo classificadas como LSIL baixo grau (60%) desses. A idade variou de 18 a 39 anos (62,5%), casadas ou vive em união estável (75,1%) e a maioria tem ensino fundamental incompleto (37,5%). Quanto à renda familiar, 46,9% informaram renda igual ou inferior a um salário mínimo. Iniciaram atividade sexual com idade inferior a 17 anos (62,5%), tiveram menos de quatro parceiros sexuais na vida (56,3%) e parceiro único no último ano (96,9%). Nenhuma mulher referiu uso regular de reservativos antes do diagnóstico de HIV, sendo que, após o diagnóstico, 62,5% passaram a usar o insumo em todas as relações sexuais. História anterior de DST foi relatada por (40,6%), provável forma de transmissão do vírus foi a via sexual (93,8%) e o diagnóstico da infecção foi realizado há mais de cinco anos (56,3%) para a maioria. A maioria também faz uso de TARV (65,6%) e apresentou contagem de células CD4 igual ou maior que 500 células/mL (59,4%), no último exame realizado. Conclusões: Houve uma prevalência de HPV de 15,6%, semelhante a outros estudos. Destaca-se a necessidade do exame de Papanicolaou periódico para se detectar precocemente alterações, evitando-se o câncer cervical (AU)


Objective: Verify the predominance of HPV in women bearers of HIV/AIDS, and know the social demographic, clinic and behavior characteristics of this population. Methods: Documental, exploratory, descriptive and quantitative study that included the promptuary of 32 women with HIV/AIDS in the CERDI system and that were submitted to the Papanicolaou test during the period of study. Results: HPV lesions were found in (15.6%) of the women, having the classification of LSIL low grade (60%) of these. Age varied between 18 to 39 (62.5%), married or in common-law marriage (75.1%) and the majority hasn’t finished middle school (37.5%). Regarding to family income, 46.9% informed income same or lower to the minimum wage. They started their sexual activity with age lower than 17 (62.5%), had less than four sexual partners in their life (56.3%) and only one partner during the last year (96.9%). No women referred to the regular use of condoms before the diagnosis of HIV, after the diagnosis, 62.5% started to use in all their sexual relations. Sexual diseases prior history were reported by (40.6%), probable way of virus transmission were by sexual means (93.8%) and the diagnosis of infection was done over five years for the majority (56.3%). Most of them also make use of TARV (65.6%) and presented a CD4 cell count same or over 500 cells/ml (59.4%) in the last test. Conclusions: There were prevalence of HPV in 15.6%, similar to other studies. The need of a periodic Papanicolaou test to detect early alterations is highlighted to avoid cervical cancer (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Infecções por Papillomavirus/complicações , Infecções por Papillomavirus/epidemiologia , Infecções por HIV/complicações , Infecções por HIV/diagnóstico , Soroprevalência de HIV , Teste de Papanicolaou/instrumentação , Teste de Papanicolaou/métodos , Teste de Papanicolaou , Neoplasias do Colo do Útero/epidemiologia , Neoplasias do Colo do Útero/prevenção & controle
20.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 8(4): 5002-5009, out.-dez. 2016.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-831401

RESUMO

Objective: To understand the perceptions of the students of the Undergraduate Nursing Course about their insertion in practice the services of Primary Health Care. Methods: A descriptive study, using a qualitative approach and phenomenological approach, carried out in the Undergraduate Nursing Course at a public university state of Brazil. The analysis of interviews occurred by means of methodological steps of phenomenology: description, reduction, understanding, ideographic analysis and nomothetic. Results: The understanding of the essence of the phenomenon revealed category interlocution teaching-service in the context of Primary Health Care: meanings for the graduate student in nursing. It has been contemplated in a positive way the interlocution between education and primary health care, with the immersion of the academic experience of the reality of SUS. Conclusion: The immersion in care and services primary health has promoted an effective dialog teaching-service, corroborates the assumptions of National Curricular Guidelines.


Objetivo: Compreender as percepções dos estudantes do Curso de Graduação em Enfermagem acerca da sua inserção na prática dos serviços da Atenção Primária à Saúde. Métodos: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa e enfoque fenomenológico, realizado no Curso de Graduação em Enfermagem em uma universidade pública estadual do Brasil. A análise das entrevistas realizadas ocorreu por meio das etapas metodológicas da fenomenologia: descrição, redução, compreensão, análise ideográfica e nomotética. Resultados: A compreensão da essência do fenômeno desvelou a categoria interlocução ensino-serviço no contexto da Atenção Primária à Saúde: significados para o graduando em enfermagem. Tem-se contemplado de maneira positiva a interlocução entre o ensino e os cuidados primários de saúde, com a imersão do acadêmico na vivência da realidade do SUS. Conclusão: A imersão nos cuidados e serviços primários de saúde tem promovido uma efetiva interlocução ensino-serviço, corrobora os pressupostos das Diretrizes Curriculares Nacionais.


Objetivo: Comprender las percepciones de los estudiantes del Pregrado en Enfermería sobre su inserción en la práctica los servicios de Atención Primaria de Salud. Métodos: Estudio descriptivo, utilizando un enfoque cualitativo y enfoque fenomenológico, llevado a cabo en la formación de pregrado Curso de Enfermería en una universidad pública de Brasil. El análisis de las entrevistas se produjo por medio de etapas metodológicas de la fenomenología: descripción, reducción, comprensión, análisis ideográfico y a través de un nomothetic. Resultados: La comprensión de la esencia del fenómeno revelado categoría interlocución docencia-servicio en el contexto de la Atención Primaria de Salud: significados para el estudiante de posgrado en el campo de la enfermería. Lo que se ha contemplado de manera positiva la interlocución entre la educación y la atención primaria de la salud, con la inmersión de la experiencia académica de la realidad de SUS. Conclusión: La inmersión en atención primaria de la salud y servicios ha promovido un diálogo efectivo docencia-servicio, corrobora la hipótesis de Directrices Curriculares Nacionales.


Assuntos
Humanos , Serviços Básicos de Saúde , Educação em Enfermagem , Atenção Primária à Saúde , Estudantes de Enfermagem , Brasil
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA