Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 193
Filtrar
1.
Säo Paulo med. j ; 127(6): 342-345, Nov. 2009. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-547342

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE: Serological testing for CA125 has been widely used to detect endometriosis and to monitor its progression. However, controversy still exists regarding the usefulness of the plasma CA125 assay for diagnosing endometriosis. Furthermore, some authors have described superficial endometriosis as a cyclical and normal phenomenon in women's lives, and have indicated that development and progression of this disease would only occur in some women as a result of immunological changes. This study aimed to determine the frequency of endometriosis and the correlation between serum CA125 levels and the presence of endometriotic lesions in the peritoneum of asymptomatic fertile patients. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study at the Family Planning outpatient clinic of Faculdade de Medicina do ABC. METHODS: Eighty asymptomatic fertile patients who underwent tubal sterilization surgery were studied. Blood and peritoneum samples were collected. CA125 levels were measured from blood samples, and peritoneum biopsies were studied using histopathological tests. RESULTS: Histopathological evaluation of the peritoneum revealed that 16.25 percent of the patients had minimal or mild endometriosis. There was no statistically significant difference in CA125 levels between patients with and without endometriosis. CONCLUSION: The presence of endometriotic lesions in the peritoneum of fertile patients supports the hypothesis that incidental findings of minimal or mild endometriosis may not be of clinical significance, and that the progression of the disease probably occurs as a result of immunological and genetic abnormalities. Serum CA125 levels did not show any diagnostic significance with regard to detecting the disease.


CONTEXTO E OBJETIVO: O teste sorológico para CA125 tem sido largamente usado para detectar e monitorar a progressão da endometriose, entretanto, a utilidade do ensaio do CA125 plasmático para o diagnóstico da endometriose ainda é controversa. Além disso, alguns autores descreveram a endometriose superficial como sendo um fenômeno cíclico e normal na vida de uma mulher, e que o desenvolvimento e progressão desta doença ocorreriam apenas em algumas mulheres como resultado de alterações imunológicas. Este estudo teve como objetivo determinar a freqüência de endometriose e a correlação entre os níveis séricos de CA125 e a presença de lesões endometrióticas em peritônio de pacientes férteis assintomáticas. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal realizado no Ambulatório de Planejamento Familiar da Faculdade de Medicina do ABC. MÉTODOS: Foram estudadas 80 pacientes férteis assintomáticas submetidas à cirurgia de esterilização tubária. Amostras de sangue e peritônio foram coletadas. Os níveis de CA125 foram medidos a partir das amostras de sangue e as biópsias de peritônio foram estudadas por ensaio histopatológico. RESULTADOS: O estudo histopatológico do peritônio revelou que 16,25 por cento das pacientes apresentavam endometriose mínima e leve. Os níveis de CA125 não demonstraram diferença estatística significante entre pacientes com e sem endometriose. CONCLUSÃO: A presença de lesões endometrióticas em peritônio de pacientes férteis reforça a hipótese de que achados acidentais de endometriose mínima e leve podem não ter significância clínica, e que é provável que a progressão da doença ocorra como resultado de alterações genéticas e imunológicas. Os níveis séricos de CA125 não demonstraram significância diagnóstica para a detecção da doença.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , /sangue , Endometriose/sangue , Fertilidade/fisiologia , Doenças Peritoneais/diagnóstico , Biomarcadores/sangue , Brasil/epidemiologia , Endometriose/diagnóstico , Doenças Peritoneais/sangue
2.
Sao Paulo Med J ; 127(6): 342-5, 2009 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-20512287

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE: Serological testing for CA125 has been widely used to detect endometriosis and to monitor its progression. However, controversy still exists regarding the usefulness of the plasma CA125 assay for diagnosing endometriosis. Furthermore, some authors have described superficial endometriosis as a cyclical and normal phenomenon in women's lives, and have indicated that development and progression of this disease would only occur in some women as a result of immunological changes. This study aimed to determine the frequency of endometriosis and the correlation between serum CA125 levels and the presence of endometriotic lesions in the peritoneum of asymptomatic fertile patients. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study at the Family Planning outpatient clinic of Faculdade de Medicina do ABC. METHODS: Eighty asymptomatic fertile patients who underwent tubal sterilization surgery were studied. Blood and peritoneum samples were collected. CA125 levels were measured from blood samples, and peritoneum biopsies were studied using histopathological tests. RESULTS: Histopathological evaluation of the peritoneum revealed that 16.25% of the patients had minimal or mild endometriosis. There was no statistically significant difference in CA125 levels between patients with and without endometriosis. CONCLUSION: The presence of endometriotic lesions in the peritoneum of fertile patients supports the hypothesis that incidental findings of minimal or mild endometriosis may not be of clinical significance, and that the progression of the disease probably occurs as a result of immunological and genetic abnormalities. Serum CA125 levels did not show any diagnostic significance with regard to detecting the disease.


Assuntos
Antígeno Ca-125/sangue , Endometriose/sangue , Fertilidade/fisiologia , Doenças Peritoneais/diagnóstico , Adulto , Biomarcadores/sangue , Brasil/epidemiologia , Endometriose/diagnóstico , Feminino , Humanos , Doenças Peritoneais/sangue
3.
São Paulo; Manole; 2009. 902 p.
Monografia em Português | LILACS, AHM-Acervo, TATUAPE-Acervo | ID: biblio-871480
4.
São Paulo; Manole; 2009. 902 p. graf, ilus, tab.
Monografia em Português | Sec. Munic. Saúde SP, AHM-Acervo, TATUAPE-Acervo | ID: sms-11549
5.
Clinics ; 63(4): 525-530, 2008. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-489664

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the effects of estrogen treatment in combination with gestrinone on an experimental rat model of endometriosis. METHODS: Uterine transplants were attached to the peritoneum of female Wistar rats via a surgical autotransplantation technique. The implanted area was measured during the proestrus phase and after hormonal treatment. We performed morphometric analysis and examined the macroscopic and morphometric alterations of endometrial implants after hormonal treatment in ovariectomized rats. RESULTS: The high dose of estrogen caused macroscopic increases in the endometrial implant group compared with other groups, which were similar to increases in the proestrus phase. The low dose showed morphometric development of implants, such as an increase in number of endometrial glands, leukocyte infiltration and mitosis. Gestrinone antagonized both doses of estrogen. CONCLUSION: Our findings suggest that gestrinone antagonizes estrogen's effects on rat peritoneal endometrial implants.


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Endometriose/tratamento farmacológico , Antagonistas de Estrogênios/uso terapêutico , Estrogênios/uso terapêutico , Gestrinone/uso terapêutico , Progestinas/uso terapêutico , Modelos Animais de Doenças , Avaliação Pré-Clínica de Medicamentos , Endometriose/patologia , Ovariectomia , Ratos Wistar
6.
Femina ; 35(5): 273-277, maio 2006. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-458497

RESUMO

A obstrução infravesical feminina é considerada quando se está diante de contração do detrusor de adequada magnitude associada a baixo fluxo urinário. Sua real prevalência é desconhecida, podendo ter causas funcionais ou anatômicas. O diagnóstico é algo desafiador e deve se basear na anamnese e no exame físico detalhados, bem como na avaliação complementar. Apesar da existência de vários estudos tentando estabelecer níveis de corte, até o presente, não há consenso no tocante aos critérios diagnósticos da obstrução infravesical feminina. Vale ressaltar, no entanto, a grande importância da suspeita, inclusive em pacientes com sintomas de armazenamento, para que se institua terapêutica apropriada


Assuntos
Humanos , Feminino , Cistoscopia , Anamnese , Obstrução do Colo da Bexiga Urinária/diagnóstico , Obstrução do Colo da Bexiga Urinária/etiologia , Exame Físico , Urodinâmica
7.
Femina ; 35(3): 137-142, mar. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-464801

RESUMO

Os autores revisaram os principais aspectos do tratamento do mioma uterino através da embolização das artérias uterinas assim como a padronização atual na seleção das pacientes, na técnica e materiais utilizados e no controle da dor após o procedimento. Mostram através de estudos de metanálises e "trials" os resultados clínicos, anatômicos e eventuais complicações e também na manutenção da fertilidade nas pacientes que desejam manter capacidade reprodutiva futura.


Assuntos
Humanos , Feminino , Embolização Terapêutica/métodos , Embolização Terapêutica/tendências , Leiomioma , Anamnese , Exame Físico , Neoplasias Uterinas
8.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 28(11): 658-663, nov. 2006. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-442225

RESUMO

OBJETIVOS: avaliou-se o tecido mamário de mulheres antes e depois de seis meses de terapia estroprogestativa combinada contínua (0,625 mg de estrogênios conjugados eqüinos associados a 2,5 mg de acetato de medroxiprogesterona). MÉTODOS: todas as pacientes foram avaliadas antes de se instituir o tratamento e consideradas aptas para este. Foram obtidos fragmentos de tecido mamário por meio de biópsia percutânea com agulha grossa (acoplada a um propulsor automático - "core-biópsia"). O material foi fixado e os cortes corados por hematoxilina-eosina. Avaliou-se a densidade epitelial e o volume nuclear do epitélio mamário antes e após a terapia hormonal. Esses parâmetros morfométricos foram analisados graficamente com auxílio do programa Imagelab 2000 ®, após captura da imagem microscópica pelo sistema Vidcap 32. Esse programa permite que sejam selecionadas as áreas de interesse, possibilitando o cálculo de área, volume ou a relação da área ocupada entre diferentes estruturas. RESULTADOS: depois do uso da terapia, o volume nuclear nas mulheres em que o tratamento foi instituído em período mais tardio após a menopausa mostrou um aumento de cerca de 33 por cento (de 103,6 para 138,1 æm³). A densidade epitelial não se modificou de forma significativa: o valor médio antes da terapia hormonal foi de 0,08 e após de 0,10. CONCLUSÕES: a terapia estroprogestativa combinada contínua empregada por seis meses induziu à alteração no volume nuclear das células epiteliais das mamas, sugerindo aumento de sua atividade metabólica. Provavelmente, esse evento precede outros que confirmariam o estímulo da proliferação celular por esses hormônios.


PURPOSE: to analyze breast tissue of postmenopausal women before and after six months of continuous combined estrogen-progestin replacement therapy (0.625 mg conjugated equine estrogens associated with 2.5 mg medroxyprogesterone acetate). METHODS: all patients were evaluated before treatment and considered eligible to receive the drug. The material was obtained from the upper outer left quadrant, through a percutaneous large-core breast biopsy. Epithelial density and nuclear volume on hematoxylin-eosin-stained plates were evaluated for the morphological study. Morphometry was graphically analyzed by optical microscopy (400X) after acquisition of image by a digital image-capturing system (Vidcap 32) and image analysis system (Imagelab 2000 Software®). RESULTS: after six months of estrogen-progestin replacement therapy, there was a significant increase in nuclear volume in late postmenopausal women (103.6 to 138.1 æm³). There was no difference in epithelial density with the treatment (before 0.08 and later 0.10). CONCLUSIONS: estrogen-progestin combined replacement therapy for six months induced an enhacement in nuclear volume of breast epithelial cells, suggesting an increase in their metabolic activity. However, it is important to emphasize that this finding was observed only in late postmenopausal women. The increased nuclear volume could precede other events that confirm the stimulation of cellular proliferation by these hormones.


Assuntos
Humanos , Feminino , Terapia de Reposição Hormonal , Menopausa , Mama
9.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 28(10): 596-600, out. 2006.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-442233

RESUMO

OBJETIVO: Analisar a evolução da gestação e partos após tratamento de leiomioma uterino por embolização das artérias uterinas. MÉTODOS: Foram incluídas na avaliação inicial 112 pacientes submetidas a embolização de artérias uterinas para tratamento de mioma uterino. Destas, somente nove desejavam o tratamento conservador para manter a capacidade reprodutiva. Este procedimento foi indicado para estas nove pacientes, pois elas não eram susceptíveis ao tratamento conservador cirúrgico. Submeteram-se a embolização das artérias uterinas com partículas de álcool polivinílico ou embosferas com diâmetro de 500 a 700 æm e evoluíram sem intercorrências. RESULTADOS: Durante o acompanhamento dessas nove pacientes houve boa resposta clínica, com redução significativa no volume do útero e dos miomas. Dessas nove, quatro engravidaram, sendo que duas tiveram abortamento precoce e duas evoluíram normalmente até o final da gestação com parto a termo, sendo um deles gemelar. CONCLUSÃO: A embolização de artérias uterinas é uma opção para o tratamento de miomas uterinos e apresenta bons resultados clínicos e anatômicos, permitindo manter a capacidade reprodutiva.


PURPOSE: To analyze gestation evolution and deliveries after myoma treatment by embolization of the uterine arteries. METHODS: In the initial evaluation, 112 patients submitted to embolization of uterine arteries were included for treatment of myoma. From those, only nine wanted to be submitted to conservative treatment in order to keep their reproductive capacity. This procedure was indicated to the nine patients, since they were not susceptible to a conservative surgical treatment. They were submitted to embolization of the uterine arteries with particles of polyvinyl alcohol or embospheres with diameters ranging from 500 to 700 æm, and they have evolved without intercurrence. RESULTS: During the follow-up of these patients, there was a good clinical response with significant reduction in the uterus and myoma volumes. Four of them got pregnant, two had an early abortion and two evolved normally till the end of gestation with a term delivery. One of these had twins. CONCLUSION: Embolization of the uterine arteries is an option for the treatment of uterine myoma, and presents good clinical and anatomical results, allowing patients to preserve their reproductive capacity.

11.
Femina ; 34(6): 381-387, jun. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-475067

RESUMO

O leiomioma do útero, neoplasia benigna mais freqüente do aparelho reprodutor feminino na menacme, acomete pelo menos 30 porcento das mulheres acima de 30 anos, apresenta predisposição familiar e tem maior prevalência na raça negra e em nulíparas. A transformação neoplásica é um processo que ocorre em etapas, nas quais as células adquirem um novo fenótipo, decorrente de alterações genômicas que levam à perda de controle do seu crescimento. Os esteróides sexuais atuam localmente e mediam o crescimento tumoral pela ligação aos seus receptores, com subseqüente ativação de proto-oncogenes, fatores de crescimento e de seus receptores. Embora o estrogênio seja apontado como o principal responsável nesse processo, evidências bioquímicas, patológicas e clínicas sugerem que a progesterona, agindo por meio dos seus receptores celulares, promova proliferação tumoral. Parece concebível, portanto, que o estrogênio e a progesterona atuem em combinação, estimulando a proliferação e o crescimento das células neoplásicas. Ainda não se conhecem, no entanto, os mecanismos moleculares da patogênese do leiomioma do útero e permanece incerto, até o momento, se a ação dos esteróides sexuais estaria relacionada com a iniciação dessa afecção ou se somente promoveria o seu crescimento, iniciado por outros mecanismos


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Estrogênios/metabolismo , Leiomioma , Progesterona , Neoplasias Uterinas
12.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 28(5): 278-284, maio 2006. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-434470

RESUMO

OBJETIVOS: analisamos raça, paridade e presença do polimorfismo do gene do receptor de progesterona, denominado PROGINS, como fatores relacionados à ocorrência de leiomioma uterino em mulheres brasileiras. MÉTODOS: realizamos estudo caso-controle, no qual foram incluídas 122 pacientes com diagnóstico de leiomioma e 125 mulheres sem a doença. Após registro dos dados clínicos, coletamos material biológico para extração de DNA, reação em cadeia da polimerase e eletroforese em gel de agarose, a fim de identificar a presença do polimorfismo PROGINS. A análise estatística foi feita pelo teste não paramétrico de Mann-Whitney ou pelo teste do chi2, a depender da variável estudada. O risco para ocorrência da doença foi calculado pelo modelo de regressão logística, com obtenção da odds ratio (OR) (razão de chances). O nível de significância adotado foi de 5 por cento (p<0,05) e o intervalo de confiança foi de 95 por cento (IC 95 por cento). RESULTADOS: observamos maior prevalência de "não-brancas"- pardas e negras - (50 vs 22,4 por cento) e de nulíparas (23,8 vs 11,2 por cento) nos casos, ao passo que o genótipo do receptor de progesterona foi mais freqüentemente PROGINS positivo - heterozigoto ou homozigoto mutante - entre os controles (21,6 vs 10,7 por cento). A razão de chances indicou elevação do risco para leiomioma relacionada à raça "não branca"(OR=3,46; IC 95 por cento: 2,0-6,0) e à nuliparidade (OR=3,30; IC 95 por cento: 1,9-5,6), com redução na presença de genótipos PROGINS positivo (OR=0,43; IC 95 por cento: 0,2-0,9). CONCLUSÕES: a raça "não branca"e a nuliparidade foram consideradas fatores de risco para a ocorrência de leiomioma uterino em mulheres da população estudada, ao passo que o polimorfismo PROGINS demonstrou ser fator protetor.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Grupos Étnicos , Leiomioma , Paridade , Polimorfismo Genético , Receptores de Progesterona , Fatores de Risco , Neoplasias Uterinas
13.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 28(1): 54-62, jan. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-430962

RESUMO

Os sintomas do trato urinário feminino são inespecíficos e se faz necessário correta investigação clínica para se estabelecer o diagnóstico da incontinência urinária. Tal avaliação consiste em história clínica, questionário de qualidade de vida, exame físico, diário miccional, teste do absorvente e estudo urodinâmico. O estudo urodinâmico é extensão da história e do exame físico para melhor avaliar a etiologia das queixas das pacientes. O objetivo deste artigo é revisar os métodos utilizados para o diagnóstico clínico e subsidiário da incontinência urinária.


Assuntos
Humanos , Feminino , Incontinência Urinária/diagnóstico , Incontinência Urinária/terapia , Perfil de Impacto da Doença , Urodinâmica/fisiologia , Impacto Psicossocial , Doenças Urológicas
14.
Int Urogynecol J Pelvic Floor Dysfunct ; 17(3): 248-52, 2006 May.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-15959612

RESUMO

To evaluate the effects of bethanechol and cisapride on urodynamic parameters in patients undergoing radical hysterectomy for cervical cancer. In this double-blind, placebo-controlled study, 79 patients with cervical cancer were randomized to receive bethanechol (30 mg/day), cisapride (30 mg/day), bethanechol combined with cisapride (same doses) and placebo. Urodynamic study was performed, including flowmetry, cystometry, pressure-flow study and urethral pressure profile before radical hysterectomy. Medication was administered postoperatively during 30 days. At the end of this period, urodynamic evaluation was repeated. There was an increase in both the maximum cystometric capacity and bladder capacity at first desire to void in the placebo group compared to the other groups. The rate of detrusor instability was higher in the group that used bethanechol combined with cisapride. Detrusor pressure at maximum flow was significantly higher when cisapride was used. There was a significant increase in postvoid residual volume in the placebo group. In patients undergoing radical hysterectomy, bethanechol and cisapride determined lower cystometric capacity and decreased bladder capacity at first desire to void, a higher maximum flow rate and higher detrusor pressure at maximum flow, with lower postvoid residual volumes. The early use of bethanechol and cisapride after radical hysterectomies positively modified urodynamic parameters, determining a more efficient detrusor function.


Assuntos
Betanecol/uso terapêutico , Cisaprida/uso terapêutico , Fármacos Gastrointestinais/uso terapêutico , Histerectomia/métodos , Agonistas Muscarínicos/uso terapêutico , Urodinâmica/efeitos dos fármacos , Neoplasias do Colo do Útero/cirurgia , Adulto , Idoso , Método Duplo-Cego , Feminino , Humanos , Manometria , Pessoa de Meia-Idade , Placebos , Pressão , Reologia , Uretra/efeitos dos fármacos , Uretra/fisiopatologia , Bexiga Urinária/efeitos dos fármacos , Bexiga Urinária/fisiopatologia , Micção/efeitos dos fármacos , Micção/fisiologia , Urina , Urodinâmica/fisiologia
15.
Einstein (Säo Paulo) ; 4(2): 95-100, 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-455924

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi Avaliar o uso do nível sérico de sulfato de desidroepiandrosterona como teste de triagem para as formas de início tardioda hiperplasia congênita da supra-renal. Foram selecionadas 14 mulheres hirsutas com níveis séricos elevadosde sulfato de desidroepiandrosterona, 17 mulheres hirsutas com níveis normais de sulfato de desidroepiandrosterona e 12 mulheresovulatórias não-hirsutas. Foram coletadas amostras de sangueantes do teste de estímulo com o hormônio adrenocorticotrófico euma hora após o teste. Os níveis séricos de sulfato de desidroepiandrosterona foram dosados antes do teste de estímulo com o hormônio adrenocorticotrófico. Os níveis séricos de 17- hidroxiprogesterona, composto S, 17-hidroxipregnenolona,desidroepiandrosterona, androstenediona e cortisol foram dosados uma hora após o teste de estímulo com o hormônio adrenocorticotrófico. Duas mulheres hirsutas comníveis séricos elevados de sulfato de desidroepiandrosterona preenchiam o critério para a hiperplasia congênita da supra-renal devido a deficiência da 21-hidroxilase, isto é, nível sérico de 17-hidroxiprogesterona >1000 ng/dL após o teste de estímulo com o hormônio adrenocorticotrófico. Nenhuma mulher hirsuta tinha deficiência da 11b-hidroxilase ou da 3b-hidroxiesteróidedesidrogenase. O nível sérico de sulfato de desidroepiandrosterona é útil como teste de triagem para as formas de início tardio da hiperplasia congênita da supra-renal. Os níveis séricos elevados de sulfato de desidroepiandrosterona não significam necessariamente um defeito enzimático da supra-renal,enquanto o nível normal exclui a possibilidade da forma de início tardio da hiperplasia congênita da supra-renal.


Assuntos
Humanos , Feminino , Hiperplasia Suprarrenal Congênita , Desidroepiandrosterona , Hirsutismo
16.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 27(7): 415-420, jul. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-417457

RESUMO

OBJETIVOS: analisar os custos de um ciclo de rastreamento mamográfico do câncer de mama em população de 1014 mulheres no climatério e comparar com os custos do tratamento do câncer da mama em estádios mais avançados. MÉTODOS: realizou-se rastreamento em 1014 mulheres atendidas em ambulatório de Climatério. Todas as mamografias foram classificadas de acordo com as categorias do BI-RADSã (Breast Imaging Reporting and Data System American College of Radiology) e as lesões detectadas foram submetidas a estudo citológico ou histológico. A estimativa dos custos dos exames e procedimentos realizados foram obtidos da Tabela AMB 92. RESULTADOS: a impressão diagnóstica final dos 1014 exames, de acordo com a classificação em categorias do BI-RADSã, foi: 1=261; 2=671; 3=59; 4=22; 5=1. Os procedimentos invasivos realizados totalizaram 33 punções com agulha fina dirigida por USG, 6 biópsias com agulha grossa orientada por USG e 20 biópsias orientadas por mamografia (estereotaxia). Com base nos valores da tabela AMB 92, foram necessários para rastrear e diagnosticar essa população cerca de R$ 76.000,00. Detectaram-se 5 cânceres de mama, ao custo aproximado de R$ 15.318,75 por diagnóstico e média de custo por paciente de R$ 75,53. CONCLUSÕES: considerando que o custo total do tratamento de um único caso de câncer de mama em estádio II ou mais pode atingir R$ 75.000,00, concluímos que os programas de rastreamento mamográfico podem ser incluídos entre as políticas de saúde


Assuntos
Neoplasias da Mama , Climatério , Custos e Análise de Custo , Mamografia , Colo do Útero , Serviços de Saúde da Mulher/economia
17.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 27(5): 235-242, maio 2005. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-406688

RESUMO

OBJETIVO: a proposta deste estudo foi traduzir e validar o King's Health Questionnaire (KHQ) para mulheres brasileiras com incontinência urinária. MÉTODOS: 134 pacientes com incontinência urinária, confirmada pelo estudo urodinâmico, foram recrutadas em ambulatório de Uroginecologia. Inicialmente, traduzimos o questionário KHQ para a língua portuguesa (do Brasil) de acordo com critérios internacionais. Devido às diferenças da língua, fizemos a adaptação cultural, estrutural, conceitual e semântica do KHQ, para que as pacientes compreendessem as questões. Todas as pacientes responderam duas vezes o KHQ, no mesmo dia, com dois entrevistadores distintos, com intervalo de 30 minutos de uma entrevista para a outra. Depois de 7 a 14 dias, a aplicação do questionário foi repetida numa segunda visita. Foram testadas a confiabilidade (consistência interna intra e inter-observador) e validade do constructo e discriminativa. RESULTADOS: foram necessárias várias adaptações culturais até obtermos a versão final. A consistência interna intra-observador (alfa de Cronbach) das diversas dimensões oscilou de moderada a alta (0,77-0,90) e a consistência interna inter-observador oscilou de 0,66 a 0,94. Na validação do constructo, obtivemos correlação de moderada a forte entre os domínios específicos para incontinência urinária e manifestações clínicas que, sabidamente, afetam a qualidade de vida dessas pacientes. CONCLUSÃO: o KHQ foi adaptado ao idioma português e para a cultura brasileira, mostrando grande confiabilidade e validade, devendo ser incluído e utilizado em qualquer estudo brasileiro de incontinência urinária.

18.
Femina ; 33(5): 329-333, maio 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-432639

RESUMO

O tecido conjuntivo é composto por células, principalmente fibroblastos, e por matriz extracelular contendo colágeno, proteoglicanos, glicosaminoglicanos e fibras elásticas. Sua degradação acompanha a morfogênese, o envelhecimento e a cicatrização. Os componentes da matriz extracelular são essenciais para a manutenção dos tecidos de sustentação no assoalho pélvico, com importante papel na diversidade morfológica e função tecidual. Enfocamos os componentes da matriz extracelular, em especial os glicosaminoglicanos e sua participação na gênese da incontinência urinária


Assuntos
Feminino , Adulto , Humanos , Tecido Conjuntivo , Matriz Extracelular , Glicosaminoglicanos/biossíntese , Incontinência Urinária por Estresse/etiologia , Sistema Urogenital , Colágeno , Proteoglicanas
19.
Femina ; 33(2): 95-98, fev. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-423851

RESUMO

O prolapso de cúpula vaginal após histerectomia é encontrado em 0,2 a 1 porcento dos casos. Na maioria das vezes o tratamento é cirúrgico e tem como objetivo restaurar a posição anatômica normal da vagina, promover a cura ou melhora importante dos sintomas e preservar profundidade vaginal adequada à função sexual. Existem mais de 40 técnicas cirúrgicas descritas para a correção desta distopia, com destaque para a colpofixação sacro-espinhosa, a colpossacrofixação e a sacropexia infracoccígea. A escolha da técnica a ser indicada é motivo de dúvidas, devendo-se analisar os resultados esperados, as complicações, as vantagens e desvantagens de cada procedimento e a experiência do cirurgião. A classificação para as distopias genitais proposta pela Sociedade Internacional de Continência, Sociedade Americana de Uroginecologia e Sociedade dos Cirurgiões Ginecológicos permite avaliar de forma objetiva os resultados anatômicos pós-operatórios, e deverá contribuir para o esclarecimento de várias dúvidas a respeito do tratamento cirúrgico do prolapso de cúpula vaginal


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Histerectomia Vaginal , Procedimentos Cirúrgicos em Ginecologia/métodos , Prolapso Uterino , Complicações Pós-Operatórias
20.
Femina ; 33(1): 13-18, jan. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-418591

RESUMO

A Síndrome da bexiga hiperativa é enfermidade com alta prevalência, que afeta milhões de pessoas no mundo, sendo de fundamental importância o reconhecimento e a padronização de seus conceitos e sintomas pela Sociedade Internacional de Continência. A afecção compromete diversos aspectos nas atividades diárias, cujo impacto pode ser avaliado por instrumentos subjetivos como os questionários genéricos e específicos para avaliar a qualidade de vida


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Doenças da Bexiga Urinária/epidemiologia , Doenças da Bexiga Urinária/fisiopatologia , Doenças da Bexiga Urinária/psicologia , Incontinência Urinária/psicologia , Qualidade de Vida , Inquéritos e Questionários , Terminologia , Transtornos Urinários
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA