Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. cir. plást ; 26(3): 461-465, July-Sept. 2011. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-608205

RESUMO

BACKGROUND: Many autogenous and exogenous materials have been frequently used for the production of grafts and implants in rhinoplasties. The ideal graft or implant should be biocompatible, biointegrated, non-absorbable, and easily moldable and should not cause an inflammatory response. Gore-tex, an expandable form of polytetrafluoroethylene (PTFE) has been used since the 1970s for vascular graft production. Although Gore-tex is extremely versatile and has extensive uses and low complication rates, the demonstration of Gore-tex use in aesthetic surgery is very limited in medical literature. METHODS: We performed a retrospective study of 7 patients who received Gore-tex implants in order to fill the nasal dorsum from January 2005 to December 2007. All patients were assessed for aesthetic and functional factors and for the presence or absence of complications. RESULTS: All patients had good postoperative evolution, with great satisfaction in terms of aesthetic and functional aspects and no complications. CONCLUSIONS: Gore-tex is a satisfactory synthetic material as it is inexpensive, easily moldable, has good biocompatibility, and has shown no incidence of extrusion or infection in implants used for nasal dorsum filling in previously reported cases.


INTRODUÇÃO: Muitos materiais autógenos e exógenos vêm sendo utilizados com frequência para confecção de enxertos e implantes nas rinoplastias. O enxerto ou implante ideal deve ser biocompatível, biointegrável, não-absorvível, facilmente moldável e não deve causar resposta inflamatória. O Gore-tex, uma forma expansível do politetrafluoretileno (PTFE), é usado desde a década de 1970 na confecção de próteses vasculares. Apesar de seu uso ser extremamente versátil e extenso, oferecendo baixas taxas de complicação, a demonstração na literatura médica de seus resultados, quando usado na cirurgia estética, é muito restrita. MÉTODO: Realizado estudo retrospectivo sobre a evolução de 7 pacientes submetidos a implantes de Gore-tex visando ao preenchimento do dorso nasal, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2007. Todos os pacientes foram avaliados quanto a fatores estéticos e funcionais, e quanto à presença ou não de complicações. RESULTADOS: Todos os pacientes tiveram boa evolução pós-operatória, com grande satisfação do ponto de vista estético e funcional, e sem complicações. CONCLUSÕES: O Gore-tex mostrou-se um material sintético satisfatório, de baixo custo, facilmente moldável, com boa biocompatibilidade e com incidência nula de extrusão ou infecção para implantes de preenchimento de dorso nasal nos casos apresentados.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , História do Século XXI , Pacientes , Politetrafluoretileno , Próteses e Implantes , Rinoplastia , Cirurgia Plástica , Estudos Retrospectivos , Transplantes , Estética , Politetrafluoretileno/normas , Politetrafluoretileno/uso terapêutico , Próteses e Implantes/normas , Rinoplastia/métodos , Cirurgia Plástica/métodos , Nariz , Nariz/cirurgia , Nariz/transplante , Transplantes/cirurgia
2.
Rev. bras. cir. plást ; 24(3): 281-285, jul.-set. 2009. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-535673

RESUMO

Introdução: O quelóide é uma alteração cicatricial de alta prevalência e difícil tratamento. Essa pesquisa é baseada em uma modalidade conjunta de efeito comprovado na literatura, a aplicação de corticosteróide intralesional associada à cirurgia. Algumas referências citam a importância da excisão intralesional do quelóide, baseando-se na experiência clínica dos cirurgiões. O objetivo desta pesquisa é avaliar se no tratamento do quelóide com corticosteróide intralesional mais excisão cirúrgica a manutenção ou não de tecido queloidiano nas bordas da ferida operatória influencia no índice de recidiva. Método: Estudo prospectivo que avaliou 42 pacientes em um total de 60 lesões queloidianas, no período de agosto de 2005 a janeiro de 2008, comparando três grupos cada qual com 20 lesões alocadas de forma aleatória. Foi realizada excisão intralesional no grupo 1; justalesional (sem margem macroscópica) no grupo 2 e extralesional (com margem de 2 mm) no grupo 3. O tratamento com corticosteróide intralesional foi realizado da mesma forma em todos os pacientes. A variável de desfecho foi clínica: índice de recidiva. Resultados: Após o acompanhamento de dois anos, a taxa de recidiva do quelóide foi de 20% no grupo 1, 45% no grupo 2 e 77,5% no grupo 3 (p=0,024). Conclusão: Quanto ao tratamento cirúrgico, justifica-se a excisão intralesional, mantendo as bordas do tecido queloidiano, por estar associada a menor índice de recidiva quando comparado à excisão justa ou extralesional.


Introduction: Keloid is a scar tissue abnormality of high prevalence and difficult treatment. This research is based on a scientific literature proved combined tactical, the intralesional corticosteroid injection associated with surgery. Some references cite the importance of intralesional excision of keloid, based upon clinical experience of a few surgeons. The objective is to assess the influence of maintaining or not keloid tissue in the surgical wound edges in the intralesional corticosteroid injection plus surgical excision method, in the recurrency of keloid. Methods: Prospective study with 42 patients in a total of 60 keloid lesions, from August 2005 to January 2008, comparing three groups, each one with 20 lesions randomly distributed. Intralesional excision was performed in group 1; with no macroscopic borders in group 2; and extralesional (2 mm borders) in group 3. The intralesional corticosteroid injection was performed the same way in all patients. The analyzed outcome was clinical: keloid recrudescency taxes. Results: After the two year follow-up, the keloid recrudescency taxes was about 20% in group 1, 45% in group 2 and 77.5% in group 3 (p=0.024). Conclusions: The intralesional excision is justified, for being associated with lower recrudescency taxes, when compared with excisions with none or 2 mm borders.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Cicatriz Hipertrófica/cirurgia , Cicatriz/cirurgia , Corticosteroides/uso terapêutico , Queloide/cirurgia , Ferimentos e Lesões , Métodos , Recidiva , Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
3.
Rev. Soc. Bras. Cir. Plást., (1997) ; 22(2): 107-115, abr.-jun. 2007. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-471182

RESUMO

Os autores realizaram o tratamento cirúrgico de 18 pacientes com ginecomastia de origem idiopática, graus IIb e III de Simon, no período de janeiro de 2004 a fevereiro de 2007. Em todas as operações, utilizou-se o conceito de desepidermização de área circular periareolar pré-marcada e exérese do parênquima, após aprofundar a incisão na borda externa da porção inferior da área desepidermizada. A via de acesso é, portanto, como uma incisão semicircular tipo Webster ampliada, fornecendo, com isto, grande campo operatório. Durante a síntese, cuidado especial foi dado à compensação das superfícies a serem aproximadas. Os autores comentam as principais vantagens e desvantagens da técnica, comparando com outras encontradas na literatura e apresentam o índice de satisfação dos pacientes.


Assuntos
Feminino , Adolescente , Mama , Dessecação , Ginecomastia , Mamoplastia , Procedimentos Cirúrgicos Operatórios , Cirurgia Geral , Métodos , Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
4.
An. bras. dermatol ; 71(supl.1): 47-51, mar.-abr. 1996. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-195780

RESUMO

Os autores apresentam um caso de carcinoma basocelular extenso, localizado na regiäo torácica de um paciente de 39 anos, o qual, durante dez anos de história clínica, fôra tratado com vários métodos clínicos e cirúrgicos, resultando sempre em recidiva do tumor. Devido à localizaçäo do mesmo e à sua extensäo (15 x 8cm nos maiores diâmetros), optou-se por tratamento cirúrgico com controle microscópio das margens cirúrgicas da ressecçäo, utilizando-se o método micrográfico da torta de Tubingen. O artigo descreve o caso clínico,o ato cirúrgico e a metodologia do exame micrográfico empregado. O método micrográfico da torta de Tubingen foi sistematizado como procedimento cirúrgico em Tubingen, Alemanha, por Helmut Breuninger, e constitui opçäo importante para o tratamento cirúrgico dos tumores cutâneos, uma vez que é capaz de identificar e localizar qualquer crescimento tumoral subclínico, sem ser necessário utilizar cortes de congelaçäo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Carcinoma Basocelular/cirurgia , Cirurgia de Mohs , Neoplasias Torácicas/cirurgia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...