Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Filtros adicionais











Intervalo de ano
1.
Acta Paul. Enferm. (Online) ; 32(3): 350-357, Mai.-Jun. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1010804

RESUMO

Resumo Objetivo Identificar na literatura nacional e internacional, estudos sobre a eficácia de métodos não farmacológicos na redução da dor do parto. Métodos Revisão integrativa realizada nas bases de dados MEDLINE/PUBMED, SCOPUS, CINAHL, LILACS e BDENF, com recorte temporal entre os anos de 2013 a 2018, em português, inglês e espanhol. Utilizado a metodologia PICo para construir a pergunta de pesquisa e selecionar descritores controlados e não controlados, que foram combinados com os operadores booleanos "AND", "OR" e "NOT". Resultados Foram selecionados 19 artigos. Dentre os métodos não farmacológicos encontrados, destacam-se: a acupuntura e suas principais variações (acupressão e auriculoterapia) (29,17%), hidroterapia (25%), exercícios perineais com a bola suíça (16,67%), terapias térmicas (8,33%) e os demais métodos (20,83%). Conclusão A acupuntura e a acupressão agem tanto sobre aspectos fisiológicos da dor como sobre sua subjetividade. O banho quente de aspersão, a musicoterapia, a aromaterapia e as técnicas de respiração promovem o relaxamento e a diminuição dos níveis de ansiedade. As terapias térmicas contribuem para a analgesia local de regiões afetadas pela dor. Os exercícios na bola suíça são importantes para reduzir a dor e adotar a posição vertical, importante na progressão do trabalho de parto.


Resumen Objetivo Identificar en la literatura nacional e internacional estudios sobre la eficacia de métodos no farmacológicos para reducir el dolor de parto. Métodos Revisión integradora realizada en las bases de datos MEDLINE/PUBMED, SCOPUS, CINAHL, LILACS y BDENF, con un recorte temporal entre los años 2013 y 2018, en portugués, inglés y español. Se utilizó la metodología PICO para elaborar la pregunta de investigación y seleccionar descriptores controlados y no controlados, que fueron combinados con los operadores booleanos "AND", "OR" y "NOT". Resultado Se seleccionaron 19 artículos. Entre los métodos no farmacológicos encontrados, se destacan: la acupuntura y sus principales variantes (acupresión y auriculoterapia) (29,17%), hidroterapia (25%), ejercicios perineales con pelota suiza (16,67%), terapias térmicas (8,33%) y demás métodos (20,83%). Conclusión La acupuntura y la acupresión actúan tanto sobre aspectos fisiológicos del dolor, como sobre su subjetividad. La ducha caliente, la musicoterapia, la aromaterapia y las técnicas de respiración promueven la relajación y la reducción de los niveles de ansiedad. Las terapias térmicas contribuyen como analgésico local en regiones afectadas por el dolor. Los ejercicios con pelota suiza son importantes para reducir el dolor y adoptar la posición vertical, importante en la progresión del trabajo de parto.


Abstract Objective To identify studies on the efficacy of non-pharmacological methods in reducing labor pain in the national and international literature. Methods Integrative review in the MEDLINE/PUBMED, SCOPUS, CINAHL, LILACS, and BDENF databases, limiting to studies published between 2013 and 2018, in Portuguese, English, and Spanish. The PICo methodology was used to build the research question and select the controlled and uncontrolled descriptors, which were combined with the "AND", "OR," and "NOT" Boolean operators. Results A total of 19 articles were selected. The non-pharmacological methods found were: acupuncture and its core variations (acupressure and auriculotherapy) (29.17%), hydrotherapy (25%), perineal exercises with the Swiss ball (16.67%), thermal therapies (8.33%), and other methods (20.83%). Conclusion Acupuncture and acupressure worked on both physiological aspects of pain and the subjective nature of pain. The warm bath, music therapy, aromatherapy, and breathing techniques promoted relaxation and decreased the levels of anxiety. Thermal therapies contributed to local analgesia in regions affected by pain. Exercises with the Swiss ball were important for pain relief, and the vertical position was important for labor.

2.
Rev. bras. med. trab ; 16(3): 297-304, out.2018.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-966067

RESUMO

Introdução: Os fatores psicossociais se constituem, por um lado, em interações entre o conteúdo do trabalho e as condições ambientais e organizacionais e, por outro, nas competências e necessidades dos trabalhadores. Quando se trata da assistência ao usuário dependente químico ou com adoecimento mental, o serviço é maximizado pela necessidade de cuidado constante. Objetivo: Analisar a concepção do trabalhador de enfermagem que atua na assistência aos usuários de álcool e outras drogas acerca dos fatores psicossociais que interferem na sua saúde mental. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa, no qual participaram 22 profissionais da saúde integrantes da equipe de enfermagem. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, processados no software IRAMUTEQ e analisados pela Classificação Hierárquica Descendente (CHD). Resultados: Em geral, os participantes percebem os fatores psicossociais que influenciam seu trabalho e, sendo estes desagradáveis, representam riscos para a saúde e sobrecarga mental. As mulheres reportaram maiores exigências laborais e mais sintomas de estresse. Em relação à saúde física e à psicológica, a percepção dos fatores psicossociais aumenta ao longo dos anos na organização, e a maioria referiu a existência, principalmente, de estresse ocupacional decorrente de carga e ritmo de trabalho. Conclusão: A exposição ocupacional a fatores psicossociais desfavoráveis no trabalho esteve presente no relato da maioria dos trabalhadores da enfermagem. Contudo, a correta avaliação desses fatores nas situações de trabalho apresenta dificuldades conceituais e, provavelmente, nem sempre há o seu reconhecimento


Background: Psychosocial factors represent interactions between the content of work and environmental and organizational conditions, and reflect on the competencies and needs of workers. In the case of substance-dependent or mentally ill patients, the workload is maximized due to the need to provide constant care. Objective: To analyze the perception of nursing professionals who provide care to users of alcohol and other drugs in regard to the psychosocial factors which interfere with their mental health. Method: Exploratory and descriptive study with qualitative approach conducted with 22 nursing professionals. Data were collected in interviews, processed with software IRAMUTEQ, and analyzed based on the descending hierarchical classification technique. Results: In general the participants were aware of the psychosocial factors which interfere with their work, and being unpleasant, they represent a risk to health and mental overload. The women reported more job demands and stress symptoms. The perceived influence of psychosocial factors on physical and mental health increased with the time in the job. Most participants complained of occupational stress derived from the workload and pace of work. Conclusion: Most participants reported occupational exposure to unfavorable psychosocial factors at work. However, accurate analysis of such factors is hindered by conceptual aspects, in addition to the fact they are not always recognized


Assuntos
Saúde Mental , Saúde do Trabalhador , Alcoolismo/enfermagem , Usuários de Drogas , Equipe de Enfermagem , Epidemiologia Descritiva , Coleta de Dados
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA