Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 63
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Einstein (Säo Paulo) ; 18: eAO4682, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1039741

RESUMO

ABSTRACT Objective To investigate the epidemiological data of hypertension in pregnant women, as well as to identify its possible associated events. Methods Data collection was performed at the high-risk prenatal outpatient clinic and in the maternity ward at a public hospital in the São Paulo city, during the morning and afternoon periods, from October 2015 to July 2016. A questionnaire with 22 questions prepared by the researchers was used. The margin of error was 5% and the confidence level was 95%. For the calculation, the two-proportion equality, Pearson correlation and ANOVA tests were used. Results Among the interviewees, 43% had chronic hypertension, 33.3% presented with up to 20 weeks of gestation, 23.7% presented after the 20th week of gestation, 62.3% were between 18 and 35 years of age, 78.1% had a family history of hypertension, and among those aged 36 to 45 years, 11.4% were in the first gestation, and 26.3% in the second gestation. Considering the associated conditions, diabetes prevailed with 50%; obesity with 22.2%, and the most selected foods for consumption among pregnant women, 47.5% had high energy content (processed/ultraprocessed). Conclusion After an epidemiological analysis of the prevalence of hypertension, pregnant women with chronic hypertension, preexisting hypertension diagnosed during pregnancy, and hypertensive disease of pregnancy were identified. Regarding the possible factors associated with arterial hypertension, higher age, family history of hypertension, preexistence of hypertension, late pregnancies, diabetes, obesity and frequent consumption of processed/ultraprocessed foods were found.


RESUMO Objetivo Pesquisar os dados epidemiológicos da hipertensão arterial em gestantes, bem como identificar seus possíveis eventos associados. Métodos A coleta de dados foi realizada no ambulatório do pré-natal de alto risco e na enfermaria da maternidade em hospital público da cidade de São Paulo, nos períodos matutino e vespertino, de outubro de 2015 a julho de 2016. Foi aplicado um questionário com 22 perguntas elaborado pelos pesquisadores. A margem de erro foi de 5% e o nível de confiança, de 95%. Para o cálculo, foram usados o teste de igualdade de duas proporções, a correlação de Pearson e o teste de ANOVA. Resultados Dentre as entrevistadas, 43% tinham hipertensão crônica, 33,3% se apresentaram com até 20 semanas de gestação, 23,7% se apresentaram após a 20ª semana da gestação, 62,3% tinham idade entre 18 e 35 anos, 78,1% tinham antecedente familiar com hipertensão arterial, 11,4% com idade entre 36 a 45 anos estavam na primeira gestação, e 26,3% com a mesma idade estavam a partir da segunda gestação. Dentre as afecções associadas, prevaleceu o diabetes com 50%; 22,2% se tratavam de obesidade, e dos alimentos mais escolhidos para consumo entre as gestantes, 47,5% possuíam alto teor energético (processados/ultraprocessados). Conclusão Após análise epidemiológica no resultado da prevalência da hipertensão arterial, foram encontradas gestantes com hipertensão arterial crônica, hipertensão arterial preexistente descoberta durante a gestação e doença hipertensiva específica da gestação. Em relação aos possíveis fatores associados à hipertensão arterial, foram encontrados: idade mais elevada, antecedentes familiares de hipertensão, preexistência de hipertensão, gestações tardias, diabetes, obesidade e frequente consumo de alimentos processados/ultraprocessados.

2.
Einstein (Sao Paulo) ; 18: eAO4682, 2019.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31664330

RESUMO

OBJECTIVE: To investigate the epidemiological data of hypertension in pregnant women, as well as to identify its possible associated events. METHODS: Data collection was performed at the high-risk prenatal outpatient clinic and in the maternity ward at a public hospital in the São Paulo city, during the morning and afternoon periods, from October 2015 to July 2016. A questionnaire with 22 questions prepared by the researchers was used. The margin of error was 5% and the confidence level was 95%. For the calculation, the two-proportion equality, Pearson correlation and ANOVA tests were used. RESULTS: Among the interviewees, 43% had chronic hypertension, 33.3% presented with up to 20 weeks of gestation, 23.7% presented after the 20th week of gestation, 62.3% were between 18 and 35 years of age, 78.1% had a family history of hypertension, and among those aged 36 to 45 years, 11.4% were in the first gestation, and 26.3% in the second gestation. Considering the associated conditions, diabetes prevailed with 50%; obesity with 22.2%, and the most selected foods for consumption among pregnant women, 47.5% had high energy content (processed/ultraprocessed). CONCLUSION: After an epidemiological analysis of the prevalence of hypertension, pregnant women with chronic hypertension, preexisting hypertension diagnosed during pregnancy, and hypertensive disease of pregnancy were identified. Regarding the possible factors associated with arterial hypertension, higher age, family history of hypertension, preexistence of hypertension, late pregnancies, diabetes, obesity and frequent consumption of processed/ultraprocessed foods were found.


Assuntos
Hipertensão Induzida pela Gravidez/epidemiologia , Complicações na Gravidez/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Brasil/epidemiologia , Feminino , Preferências Alimentares , Humanos , Idade Materna , Pessoa de Meia-Idade , Obesidade/complicações , Obesidade/epidemiologia , Gravidez , Gravidez em Diabéticas/epidemiologia , Prevalência , Fatores de Risco , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários , Adulto Jovem
3.
Rev. enferm. atenção saúde ; 7(1): 15-29, Jan/Jul 2018. tab
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-912459

RESUMO

Este estudo tem como objetivo traçar o perfil de vulnerabilidade individual e social e a susceptibilidade à gravidez na adolescência. Trata-se um estudo descritivo com amostra não probabilística realizado em cinco Unidades Básicas de Saúde do município de São Paulo em novembro de 2013. Foram sujeitos de pesquisa, 50 adolescentes grávidas. Dentre os principais resultados de vulnerabilidade individual tem-se: idade variou entre 14 a 19 anos, 28% referiu ter utilizado contraceptivos para evitar a atual gestação; na vulnerabilidade social tem-se: renda per capita de meio salário mínimo, 48% tinham menos de 8 anos de estudo, 64% não estudavam e, 60% não trabalhavam. São vários os determinantes para a gravidez na adolescência, o comportamento é apenas um. Há necessidade de intervenções voltadas a adolescente, sua família e comunidade no empoderamento destes; além da consciência do que interferem no comportamento pessoal e do grupo que estão inseridas (AU).


This study aims to trace the profile of individual and social vulnerability and susceptibility to pregnancy in adolescence. This is a descriptive study with a non-probabilistic sample carried out in five Basic Health Units of the municipality of São Paulo in November 2013. Fifty pregnant adolescents were studied. Among the main results of individual vulnerability are: age ranged from 14 to 19 years, 28% reported using contraceptives to avoid the current gestation; In social vulnerability we have: per capita income of half a minimum wage, 48% had less than 8 years of study, 64% did not study and 60% did not work. There are several determinants for teenage pregnancy, behavior is just one. There is a need for interventions aimed at adolescents, their families and communities in their empowerment; Beyond the consciousness of what interferes in the personal and group behavior that are inserted (AU).


Este estudio tiene como objetivo trazar el perfil de vulnerabilidad individual y social y la susceptibilidad al embarazo en la adolescencia. Se trata de un estudio descriptivo con muestra no probabilística realizado en cinco Unidades Básicas de Salud del municipio de São Paulo en noviembre de 2013. Fueron sujetos de investigación, 50 adolescentes embarazadas. Entre los principales resultados de vulnerabilidad individual se tiene: la edad varía entre 14 a 19 años, el 28% refirió haber utilizado anticonceptivos para evitar la actual gestación; En la vulnerabilidad social se tiene: ingreso per cápita de medio salario mínimo, 48% tenían menos de 8 años de estudio, el 64% no estudia y el 60% no trabajaba. Son varios los determinantes para el embarazo en la adolescencia, el comportamiento es sólo uno. Hay necesidad de intervenciones dirigidas a adolescentes, su familia y comunidad en el empoderamiento de éstos; Además de la conciencia de lo que interfieren en el comportamiento personal y del grupo que están insertadas (AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Vulnerabilidade em Saúde , Gravidez na Adolescência , Vulnerabilidade Social
4.
Einstein (Sao Paulo) ; 14(2): 130-4, 2016.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-27462885

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate results of early tubal occlusions performed by hysteroscopy (Essure®). METHODS: This prospective study included 38 patients, 73.7% of them were white, mean age 34.5 years, they have had on average 3 pregnancies and 2.7 of deliveries. A total of 86.8% of patients previously prepared the endometrium. All procedures were carried out at outpatient unit without anesthesia. RESULTS: Insertion rate of the device was 100% at a mean time of 4 minutes and 50 seconds. Based on the analogical visual scale, average pain reported was three, and 55.3% of women did not report pain after the procedure. After 3 months, 89.5% of patients were very satisfied with the method. Simple radiographs of the pelvis showed 92.1% of topical devices, and one case of unilateral expulsion had occurred. A four years follow-up did not show failure in the method. CONCLUSIONS: Tubal occlusion through hysteroscopy at outpatient unit and without anesthesia was a quickly and well-tolerated procedure. No serious complications were seen, the success rate was high, and patients were satisfied. OBJETIVO: Avaliar os resultados das primeiras oclusões tubárias realizadas pela via histeroscópica (Essure®). MÉTODOS: Estudo prospectivo com 38 pacientes, sendo 73,7% caucasianas, com média de idade de 34,5 anos, e com 3 gestações e 2,7 partos em média. Do total, 86,8% das pacientes fizeram preparo prévio do endométrio. Todos os procedimentos foram ambulatoriais e sem anestesia. RESULTADOS: A taxa de inserção do dispositivo foi de 100%, com tempo médio de 4 minutos e 50 segundos. Segundo a Escala Visual Analógica, a dor média obtida foi de três, e 55,3% das mulheres não referiram qualquer dor após o método. Ocorreu um caso de reflexo vagal e 89,5% das pacientes retornaram às atividades normais no mesmo dia. Após 3 meses, 89,5% das pacientes encontravam-se muito satisfeitas com o método. A radiografia simples da pelve evidenciou 92,1% de dispositivos tópicos, ocorrendo um caso de expulsão unilateral. Após 4 anos de seguimento, não houve falha do método. CONCLUSÃO: A oclusão tubária por via histeroscópica em regime ambulatorial e sem anestesia foi um procedimento rápido, bem tolerado, isento de complicações graves e com alta taxa de sucesso e satisfação das pacientes.


Assuntos
Procedimentos Cirúrgicos Ambulatórios/métodos , Histeroscopia/métodos , Esterilização Tubária/métodos , Adulto , Feminino , Seguimentos , Humanos , Histeroscopia/instrumentação , Medição da Dor , Satisfação do Paciente/estatística & dados numéricos , Estudos Prospectivos , Esterilização Tubária/instrumentação
5.
Einstein (Säo Paulo) ; 14(2): 130-134, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-788033

RESUMO

ABSTRACT Objective To evaluate results of early tubal occlusions performed by hysteroscopy (Essure®). Methods This prospective study included 38 patients, 73.7% of them were white, mean age 34.5 years, they have had on average 3 pregnancies and 2.7 of deliveries. A total of 86.8% of patients previously prepared the endometrium. All procedures were carried out at outpatient unit without anesthesia. Results Insertion rate of the device was 100% at a mean time of 4 minutes and 50 seconds. Based on the analogical visual scale, average pain reported was three, and 55.3% of women did not report pain after the procedure. After 3 months, 89.5% of patients were very satisfied with the method. Simple radiographs of the pelvis showed 92.1% of topical devices, and one case of unilateral expulsion had occurred. A four years follow-up did not show failure in the method. Conclusions Tubal occlusion through hysteroscopy at outpatient unit and without anesthesia was a quickly and well-tolerated procedure. No serious complications were seen, the success rate was high, and patients were satisfied.


RESUMO Objetivo Avaliar os resultados das primeiras oclusões tubárias realizadas pela via histeroscópica (Essure®). Métodos Estudo prospectivo com 38 pacientes, sendo 73,7% caucasianas, com média de idade de 34,5 anos, e com 3 gestações e 2,7 partos em média. Do total, 86,8% das pacientes fizeram preparo prévio do endométrio. Todos os procedimentos foram ambulatoriais e sem anestesia. Resultados A taxa de inserção do dispositivo foi de 100%, com tempo médio de 4 minutos e 50 segundos. Segundo a Escala Visual Analógica, a dor média obtida foi de três, e 55,3% das mulheres não referiram qualquer dor após o método. Ocorreu um caso de reflexo vagal e 89,5% das pacientes retornaram às atividades normais no mesmo dia. Após 3 meses, 89,5% das pacientes encontravam-se muito satisfeitas com o método. A radiografia simples da pelve evidenciou 92,1% de dispositivos tópicos, ocorrendo um caso de expulsão unilateral. Após 4 anos de seguimento, não houve falha do método. Conclusão A oclusão tubária por via histeroscópica em regime ambulatorial e sem anestesia foi um procedimento rápido, bem tolerado, isento de complicações graves e com alta taxa de sucesso e satisfação das pacientes.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Esterilização Tubária/métodos , Histeroscopia/métodos , Procedimentos Cirúrgicos Ambulatórios/métodos , Esterilização Tubária/instrumentação , Medição da Dor , Histeroscopia/instrumentação , Estudos Prospectivos , Seguimentos , Satisfação do Paciente/estatística & dados numéricos
6.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 7(2): 2505-2515, abr.-jun. 2015. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-755388

RESUMO

Objective: Describe the sexual practices of beginner students of a Federal University of Minas Gerais, Brazil. Method: Exploratory and cross-sectional study which included 786 academics enrolled in courses of the health area. Results: 623 (79.3%) were female and the average age was 19.2 ± 3.1 years. 693 (88.2%) adolescents had started sexual life, of which 332 (47.9%) has sexual relations with regular partner and 135 (19.5%) reported regular use of condom. Conclusion: It shows the need of health education actions targeted to the teen population in the University context, especially those of health area, with a view to prevention and to the adoption of healthy habits, highlighting not only biological aspects, but also psychosocial and behavioral.


Objetivo: Descrever as práticas sexuais de ingressantes de uma universidade federal do interior de Minas Gerais. Método: Estudo exploratório, de corte tranversal, que incluiu 786 acadêmicos matriculados em cursos da área da saúde. Resultados: 623 (79,3%) eram do gênero feminino e a idade média encontrada foi de 19,2 ± 3,1 anos. 693 (88,2%) jovens tinham iniciado vida sexual, dos quais 332 (47,9%) mantinham relações sexuais com parceiro fixo e 135 (19,5%) relataram fazer uso regular de preservativo. Conclusão: Depreende-se a necessidade de ações de educação em saúde direcionadas à população adolescente no contexto universitário, sobretudo aqueles da área de saúde, com vistas à prevenção e a adoção de hábitos saudáveis, destacando não somente aspectos biológicos, mas também psicossociais e comportamentais.


Objetivo: Describir las prácticas sexuales de ingresantes en una Universidad Federal de Minas Gerais, Brazil. Metodo: Estudio exploratorio, transversal, que incluyó 786 académicos matriculados en cursos del área de salud. Resultados: 623 (79,3%) eran mujeres y la edad mediana fue de 19,2 ± 3,1 años. 693 (88,2%) jóvenes habían iniciado su vida sexual, de los cuales 332 (47,9%) tenían relaciones sexuales con pareja estable y 135 (19,5%) hacían uso regular de condón. Conclusión: Se deprende la necesidad de acciones de Educación en Salud dirigidas a la población adolescente en el contexto universitario, especialmente aquellos del área de salud, direccionadas a la prevención y a la adopción de hábitos saludables, destacando los aspectos no sólo biológicos, pero también psicosociales y conductuales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos , Sexualidade , Estudantes de Ciências da Saúde , Brasil
7.
Einstein (Sao Paulo) ; 13(1): 58-64, 2015.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-25993070

RESUMO

OBJECTIVE: To clarify if older pregnant women were more likely to have adverse perinatal outcomes when compared to women at an ideal age to have a child. METHODS: The groups were divided according to age groups: under 20 years, ≥20 to <40 years, and ≥40 years. RESULTS: During the period from January 1st, 2008, to December 31st, 2008, there were 76 births from patients younger than 20 years and 91 births from patients aged 40 years or over. To form a third group with intermediate age, the data of 92 patients aged 20 to 40 years were obtained, totaling 259 patients. Patients aged 40 or older had a statistically greater number of cesarean sections and less use of forceps or normal deliveries (p<0.001). The use of spinal anesthesia was statistically higher among those aged 40 years or more (p<0.001). The frequency of male newborns was statistically higher in older patients, a group with statistically fewer first pregnancies (p<0.001). The frequency of premature newborns was statistically higher in patients aged 40 years or more (p=0.004). CONCLUSION: It is crucial to give priority to aged women, so that prenatal care will be appropriate, minimizing maternal complications and improving perinatal outcomes in this unique group.


Assuntos
Idade Materna , Assistência Perinatal/estatística & dados numéricos , Resultado da Gravidez , Adulto , Fatores Etários , Análise de Variância , Peso ao Nascer , Parto Obstétrico/estatística & dados numéricos , Feminino , Idade Gestacional , Humanos , Recém-Nascido , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Assistência Perinatal/métodos , Gravidez , Complicações na Gravidez/prevenção & controle , Nascimento Prematuro , Cuidado Pré-Natal , Fatores de Risco , Fatores de Tempo , Adulto Jovem
8.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 7(2): 2505-2515, abr.-jun. 2015. tab
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-26839

RESUMO

Objective: Describe the sexual practices of beginner students of a Federal University of Minas Gerais, Brazil. Method: Exploratory and cross-sectional study which included 786 academics enrolled in courses of the health area. Results: 623 (79.3%) were female and the average age was 19.2 ± 3.1 years. 693 (88.2%) adolescents had started sexual life, of which 332 (47.9%) has sexual relations with regular partner and 135 (19.5%) reported regular use of condom. Conclusion: It shows the need of health education actions targeted to the teen population in the University context, especially those of health area, with a view to prevention and to the adoption of healthy habits, highlighting not only biological aspects, but also psychosocial and behavioral.(AU)


Objetivo: Descrever as práticas sexuais de ingressantes de uma universidade federal do interior de Minas Gerais. Método: Estudo exploratório, de corte tranversal, que incluiu 786 acadêmicos matriculados em cursos da área da saúde. Resultados: 623 (79,3%) eram do gênero feminino e a idade média encontrada foi de 19,2 ± 3,1 anos. 693 (88,2%) jovens tinham iniciado vida sexual, dos quais 332 (47,9%) mantinham relações sexuais com parceiro fixo e 135 (19,5%) relataram fazer uso regular de preservativo. Conclusão: Depreende-se a necessidade de ações de educação em saúde direcionadas à população adolescente no contexto universitário, sobretudo aqueles da área de saúde, com vistas à prevenção e a adoção de hábitos saudáveis, destacando não somente aspectos biológicos, mas também psicossociais e comportamentais.(AU)


Objetivo: Describir las prácticas sexuales de ingresantes en una Universidad Federal de Minas Gerais, Brazil. Metodo: Estudio exploratorio, transversal, que incluyó 786 académicos matriculados en cursos del área de salud. Resultados: 623 (79,3%) eran mujeres y la edad mediana fue de 19,2 ± 3,1 años. 693 (88,2%) jóvenes habían iniciado su vida sexual, de los cuales 332 (47,9%) tenían relaciones sexuales con pareja estable y 135 (19,5%) hacían uso regular de condón. Conclusión: Se deprende la necesidad de acciones de Educación en Salud dirigidas a la población adolescente en el contexto universitario, especialmente aquellos del área de salud, direccionadas a la prevención y a la adopción de hábitos saludables, destacando los aspectos no sólo biológicos, pero también psicosociales y conductuales.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Estudantes de Ciências da Saúde , Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos , Sexualidade , Brasil
9.
Einstein (Säo Paulo) ; 13(1): 58-64, Jan-Mar/2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-745870

RESUMO

Objective To clarify if older pregnant women were more likely to have adverse perinatal outcomes when compared to women at an ideal age to have a child. Methods The groups were divided according to age groups: under 20 years, ≥20 to <40 years, and ≥40 years. Results During the period from January 1st, 2008, to December 31st, 2008, there were 76 births from patients younger than 20 years and 91 births from patients aged 40 years or over. To form a third group with intermediate age, the data of 92 patients aged 20 to 40 years were obtained, totaling 259 patients. Patients aged 40 or older had a statistically greater number of cesarean sections and less use of forceps or normal deliveries (p<0.001). The use of spinal anesthesia was statistically higher among those aged 40 years or more (p<0.001). The frequency of male newborns was statistically higher in older patients, a group with statistically fewer first pregnancies (p<0.001). The frequency of premature newborns was statistically higher in patients aged 40 years or more (p=0.004). Conclusion It is crucial to give priority to aged women, so that prenatal care will be appropriate, minimizing maternal complications and improving perinatal outcomes in this unique group. .


Objetivo Esclarecer se as gestantes em idade avançada estiveram mais propensas a terem resultados perinatais adversos quando comparadas àquelas em idade reprodutiva ideal. Métodos Os grupos foram divididos segundo grupos etários: idade menor que 20 anos; idade maior ou igual a 20 anos e menor que 40 anos; e idade maior ou igual a 40 anos. Resultados No período compreendido entre 1o de janeiro de 2008 a 31 de dezembro de 2008, ocorreram 76 partos de pacientes com idade menor que 20 anos e 91 partos de pacientes com idade maior ou igual a 40 anos. Para a formação de um terceiro grupo de faixa etária intermediária, foram coletados os dados de 92 pacientes com idade maior ou igual a 20 anos e menor que 40 anos, totalizando 259 pacientes. As pacientes com 40 anos ou mais apresentaram estatisticamente maior quantidade de partos cesárea e menos parto a fórcipe ou normais (p<0,001). A aplicação de raquianestesia foi estatisticamente maior nas gestantes com 40 anos ou mais (p<0,001). A frequência de recém-nascido do sexo masculino foi estatisticamente maior nas pacientes mais velhas, que também eram estatisticamente menos primigestas (p<0,001). A frequência de recém-nascido pré-termo foi estatisticamente maior em pacientes com 40 anos ou mais (p=0,004). Conclusão A priorização no atendimento das gestantes em idade avançada é imprescindível para que o pré-natal seja realizado com segurança, minimizando as complicações maternas e melhorando os resultados perinatais deste grupo tão particular. .


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Recém-Nascido , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Gravidez , Adulto Jovem , Idade Materna , Resultado da Gravidez , Assistência Perinatal/estatística & dados numéricos , Fatores Etários , Análise de Variância , Peso ao Nascer , Parto Obstétrico/estatística & dados numéricos , Idade Gestacional , Nascimento Prematuro , Cuidado Pré-Natal , Assistência Perinatal/métodos , Complicações na Gravidez/prevenção & controle , Fatores de Risco , Fatores de Tempo
10.
São Paulo; Sarvier; 3 ampl., atu; 2015. 1575 p. ilus, tab, graf.
Monografia em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-HMLMBACERVO, SESSP-HMLMBPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-33912

RESUMO

A intenção desta terceira edição do livro 'Perinatologia.Fundamentos e Prática' é, mais uma vez, aquela de proporcionar ao leitor uma visão abrangente, mas, ao mesmo tempo, clara e direta da fisiologia, clínica e propedêutica dos problemas da gestante, que podem acometer o feto e o recém-nascido, bem como as medidas profiláticas e terapêuticas para os males de ambos. Não tem a pretensão de ser um tratado na sua expressão mais completa, porém ressalta, como é o pensamento dos editores, os príncipios da Perinatologia em que os fenômenos relativos à vida e à saúde de mãe e filho se entrelaçam irreversivelmente(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Serviços de Saúde da Criança , Neonatologia , Perinatologia
11.
Rev Bras Ginecol Obstet ; 35(6): 274-80, 2013 Jun.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-23929201

RESUMO

PURPOSE: To analyze the perinatal and pediatric outcome of fetuses that showed nuchal translucency (NT) above the 95th percentile (P95) and a normal karyotype in order to obtain data allowing better maternal prenatal counseling. METHODS: fetuses from a tertiary obstetric service with an NT above P95 and a normal karyotype were analyzed between 2005 and 2011. We analyzed gestational ultrasound follow-up, fetal and postnatal echocardiography (ECHO), weight, length and Apgar score at birth, and neuropsychomotor development by the Ages and Stages Questionnaire (ASQ) up to July 2012. RESULTS: During this period, there were 116 cases of nuchal translucency above the 95th percentile, and the fetal karyotype was determined in 79 of them (68%). Forty-three analyses were normal (54.4%) and 36 were altered (45.6%). Among the fetuses with a normal karyotype, one was miscarried at 15 weeks of gestation with Cantrel pentalogy and one died at 24 weeks with several structural abnormalities. There was one neonatal death of unknown cause and two cases of intraventricular communication (IVC) detected by fetal ECHO. Postnatal echocardiography revealed the persistence of IVC in one case and one case of atrial septal defect (ASD) and patent ductus arteriosus (PDA). Of the 40 surviving children, only 1 showed delayed speech development and another presented autism. The remaining cases resulted in normal neurodevelopment. CONCLUSION: During the monitoring of fetuses with increased NT and a normal karyotype, parents can be best advised that when a 2nd trimester morphological-echocardiography ultrasound study is normal, the probability of the child being born alive and well is high (93.5%).


Assuntos
Medição da Translucência Nucal , Adolescente , Adulto , Pré-Escolar , Feminino , Seguimentos , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Cariótipo , Pessoa de Meia-Idade , Gravidez , Estudos Retrospectivos , Adulto Jovem
12.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 35(6): 274-280, jun. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-681962

RESUMO

OBJETIVOS: Analisar o desfecho perinatal e pediátrico de fetos que apresentaram translucência nucal (TN) acima do percentil 95 (P95) e cariótipo normal a fim de obter dados que permitam um melhor aconselhamento materno pré-natal. METÓDOS: Análise de fetos em um serviço terciário de obstetrícia apresentaram TN acima do P95 e cariótipo normal entre os anos 2005 e 2011. Analisamos o seguimento ultrassonográfico gestacional, ecocardiografia (ECO) fetal e pós-natal, peso, comprimento e escore de Apgar ao nascimento, além do desenvolvimento neuropsicomotor por meio do Ages and Stages Questionnaire (ASQ) até julho de 2012. RESULTADOS: Durante esse período, foram 116 casos de translucência nucal acima do P95, sendo que em 79 (68%) foi realizado cariótipo fetal. Das análises, 43 foram normais (54,4%) e 36, alteradas (45,6%). Nos fetos com cariótipo normal, houve um abortamento na 15ª semana gestacional com pentalogia de Cantrel, um óbito na 24ª semana com diversas anomalias estruturais, um óbito neonatal sem causa definida e dois casos de comunicação intraventricular (CIV) detectados no ECO fetal. Na avaliação ecocardiográfica pós-natal, persistiu um caso de CIV e foi diagnosticado um caso de comunicação interatrial (CIA) e persistência do canal arterial (PCA). Entre os 40 casos sobreviventes, apenas 1 criança apresentou atraso no desenvolvimento da fala e outra apresentou quadro de autismo. Os demais casos resultaram em desenvolvimento neuropsicomotor normal. CONCLUSÃO: No acompanhamento dos fetos com TN aumentada e cariótipo normal, os pais podem ser mais bem aconselhados de que, frente a um exame morfológico-ecocardiográfico do 2º trimestre sem alterações, a probabilidade de a criança nascer viva e bem é alta (93,5%).


PURPOSE: To analyze the perinatal and pediatric outcome of fetuses that showed nuchal translucency (NT) above the 95th percentile (P95) and a normal karyotype in order to obtain data allowing better maternal prenatal counseling. METHODS: fetuses from a tertiary obstetric service with an NT above P95 and a normal karyotype were analyzed between 2005 and 2011. We analyzed gestational ultrasound follow-up, fetal and postnatal echocardiography (ECHO), weight, length and Apgar score at birth, and neuropsychomotor development by the Ages and Stages Questionnaire (ASQ) up to July 2012. RESULTS: During this period, there were 116 cases of nuchal translucency above the 95th percentile, and the fetal karyotype was determined in 79 of them (68%). Forty-three analyses were normal (54.4%) and 36 were altered (45.6%). Among the fetuses with a normal karyotype, one was miscarried at 15 weeks of gestation with Cantrel pentalogy and one died at 24 weeks with several structural abnormalities. There was one neonatal death of unknown cause and two cases of intraventricular communication (IVC) detected by fetal ECHO. Postnatal echocardiography revealed the persistence of IVC in one case and one case of atrial septal defect (ASD) and patent ductus arteriosus (PDA). Of the 40 surviving children, only 1 showed delayed speech development and another presented autism. The remaining cases resulted in normal neurodevelopment. CONCLUSION: During the monitoring of fetuses with increased NT and a normal karyotype, parents can be best advised that when a 2nd trimester morphological-echocardiography ultrasound study is normal, the probability of the child being born alive and well is high (93.5%).


Assuntos
Adolescente , Adulto , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Pessoa de Meia-Idade , Gravidez , Adulto Jovem , Medição da Translucência Nucal , Seguimentos , Cariótipo , Estudos Retrospectivos
13.
Einstein (Säo Paulo) ; 10(4): 466-472, Oct.-Dec. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-662473

RESUMO

OBJECTIVE: To compare two oncotic cervical cytology techniques, the conventional and the liquid-based cytology, in low risk patients for uterine cervical cancer. METHODS: Comparative prospective study with 100 patients who came to their annual gynecological exam, and were submitted simultaneously to both techniques. We used the McNemar test, with a significance level of p<0.05 to compare the results obtained related to adequacy of the smear quality, descriptive diagnosis prevalence, guided biopsy confirmation and histology. RESULTS: Adequacy of the smear was similar for both methods. The quality with squamocolumnar junction in 93% of conventional cytology and in 84% of the liquid-based cytology had statistical significance. As for the diagnosis of atypical cells they were detected in 3% of conventional cytology and in 10% of liquidbased cytology (p=0.06). Atypical squamous cells of undetermined significance were the most prevalent abnormality. The liquid-based cytology performance was better when compared with colposcopy (guided biopsy), presenting sensitivity of 66.7% and specificity of 100%. There was no cytological and histological concordance for the conventional cytology. CONCLUSIONS: Liquid-based cytology had a better performance to diagnose atypical cells and the cytohistological concordance was higher than in the conventional cytology.


OBJETIVO: Comparar duas técnicas de colpocitologia oncótica, a convencional e a em meio líquido, em pacientes de baixo risco para carcinoma de colo uterino. MÉTODOS: Trata-se de estudo prospectivo e comparativo, em que foram avaliadas cem mulheres que compareceram à consulta médica de rotina e foram submetidas simultaneamente à coleta pelas duas técnicas de citologia. Os resultados obtidos em relação à adequabilidade, à qualidade dos esfregaços, à prevalência nos diagnósticos descritivos e à confirmação com biópsia dirigida e histologia foram comparados pelo teste de McNemar, com nível de significância de p<0,05. RESULTADOS: A adequabilidade dos esfregaços mostrou-se semelhante. A qualidade, com presença de elementos da junção escamo-colunar em 93% das citologias convencionais e 84% das citologias em meio líquido, teve significância estatística. Nos diagnósticos de atipias, elas foram detectadas em 3% das citologias convencionais e em 10% das citologias em meio líquido (p=0,06), sendo as atipias em células escamosas de significado indeterminado a alteração mais prevalente. Quando comparadas à colposcopia com biópsia dirigida, o desempenho da citologia em meio líquido foi superior, com sensibilidade de 66,7% e especificidade de 100%, enquanto que, para a citologia convencional, não houve concordância cito-histológica. CONCLUSÃO: O desempenho em diagnosticar atipias e a concordância cito-histológica da citologia em meio líquido foram superiores ao da citologia convencional.


Assuntos
Feminino , Humanos , Colo do Útero/patologia , Colposcopia/métodos , Neoplasias do Colo do Útero/patologia , Vagina/patologia , Neoplasias Vaginais/patologia , Esfregaço Vaginal/métodos , Estudos Prospectivos , Sensibilidade e Especificidade
14.
Einstein (Sao Paulo) ; 10(1): 53-6, 2012.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-23045826

RESUMO

OBJECTIVE: To identify uterine hysteroscopic findings among patients with prior cesarean section and whom had post-menstrual bleeding spotting type. METHODS: We conducted a descriptive and prospective study between June 2008 and December 2009 involving women admitted to our clinic in Ji-Paraná (RO), Brazil, and who complained of prolonged genital bleeding after menstrual period. A total of 20 women with the simultaneous following characteristics were selected: at least one prior cesarean section, aged between 18 and 45 years, no use of hormonal contraceptives, and no history of uterine surgery that could change the cavity anatomy. All participants underwent a hysteroscopic examination. RESULTS: During hysteroscopy, in 90% of the patients, the presence of a cesarean section scar was observed in the last third of the cervix. This scarring causes an anomaly in the uterine cavity anatomy, characterized by the viewing of an enlargement followed by a retraction of the anterior wall, which affords the presence of a pseudocavity with depth and lumen narrowing in variable degrees. Two patients did not present the pseudocavity. CONCLUSION: Pseudocavities in cesarean section scar are usually found in hysteroscopic examination of patients with prior cesarean section and abnormal uterine spotting.


Assuntos
Cesárea , Divertículo/diagnóstico , Histeroscopia , Complicações Pós-Operatórias/diagnóstico , Doenças Uterinas/diagnóstico , Hemorragia Uterina/diagnóstico , Adolescente , Adulto , Cicatriz/complicações , Cicatriz/diagnóstico , Cicatriz/patologia , Divertículo/complicações , Divertículo/epidemiologia , Neoplasias do Endométrio/complicações , Neoplasias do Endométrio/diagnóstico , Feminino , Humanos , Leiomioma/complicações , Leiomioma/diagnóstico , Pessoa de Meia-Idade , Pólipos/complicações , Pólipos/diagnóstico , Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia , Complicações Pós-Operatórias/etiologia , Estudos Prospectivos , Doenças do Colo do Útero/complicações , Doenças do Colo do Útero/diagnóstico , Doenças do Colo do Útero/epidemiologia , Doenças Uterinas/complicações , Doenças Uterinas/epidemiologia , Hemorragia Uterina/epidemiologia , Hemorragia Uterina/etiologia , Neoplasias Uterinas/complicações , Neoplasias Uterinas/diagnóstico , Adulto Jovem
15.
Einstein (Säo Paulo) ; 10(3): 323-328, jul.-set. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-654343

RESUMO

OBJETIVO: Comparar resultados da polipectomia histeroscópica endometrial efetuada ambulatorialmente, sem anestesia, com polipectomia histeroscópica convencional sob anestesia, em centro cirúrgico, avaliando taxa de sucesso, tempo de procedimento e complicações. Mensurar dor aferida pela paciente nos dois grupos. MÉTODOS: Estudo transversal observacional de 60 pacientes com diagnóstico histeroscópico de pólipo endometrial divididas em dois grupos: Grupo Ambulatorial, composto por pacientes submetidas à polipectomia histeroscópica ambulatorial, utilizando-se pinça endoscópica em histeroscópio operatório ambulatorial de fluxo contínuo, por meio de vaginoscopia sem anestesia, e Grupo Convencional com pacientes submetidas à polipectomia histeroscópica em centro cirúrgico, utilizando-se ressectoscópio monopolar sob anestesia. RESULTADOS: Os grupos foram similares quanto a idade, paridade, tipo de parto e presença ou não de menopausa. Ambos os grupos apresentaram 100% de eficácia na exérese dos pólipos. O tempo médio de procedimento foi de 7 minutos no Grupo Ambulatorial e 35,16 minutos no Grupo Convencional. No Grupo Ambulatorial, as pacientes após a menopausa (p=0,04) e aquelas com pólipos >1cm (p=0,01) apresentaram tempo de procedimento maior. Durante o procedimento,a média de dor referida pelas pacientes, segundo a Escala Analógica Verbal de Dor, no Grupo Ambulatorial, foi de 2,93 e, após efeito anestésico do procedimento no Grupo Convencional, foi de 1,42 pontos. Não houve complicações no Grupo Ambulatorial. No Grupo Convencional, registraram-se um caso de perfuração uterina e um de falso trajeto. CONCLUSÃO: A polipectomia histeroscópica realizada em regime ambulatorial, sem anestesia, é um procedimento bem tolerado. Quando comparada ao tratamento convencional, apresenta a mesma eficácia, porém com menor tempo gasto no procedimento e menor índice de complicações.


OBJECTIVE: To compare results of hysteroscopic polypectomy of the endometrium performed in an outpatient clinic, under no anesthesia, to conventional hysteroscopic polypectomy under anesthesia in the operating theatre, assessing success rate, procedure time and complications; and to measure pain referred by patients in both groups. METHODS: An observational cross-sectional study of 60 patients with hysteroscopic diagnosis of endometrial polyps, divided into two groups: the Outpatient Group, comprising patients submitted to outpatient´s hysteroscopic polypectomy by continuous flow vaginoscopy using endoscopic forceps under no anesthesia, and the Conventional Group with patients submitted to hysteroscopic polypectomy in the operating theater, using a monopolar resectoscope under anesthesia. RESULTS: The groups were similar as to age, parity, mode of delivery and menopausal status. Both groups presented 100% efficacy in exeresis of polyps. The mean time of procedure was 7 minutes in the Outpatient Group and 35.16 minutes in the Conventional Group. In the Outpatient Group, menopausal patients (p=0.04) and those with polyps >1cm (p=0.01) had longer procedures. Using the Verbal Analog Scale of Pain, the mean score of pain referred by patients during the procedure was 2.93 in the Outpatient Group and, after anesthetic effect, 1.42 in the Conventional Group. There were no complications in the Outpatient Group. There was one case of uterine perforation and one case of false passage in the Conventional Group. CONCLUSION: Hysteroscopic polypectomy performed in an outpatient setting under no anesthesia is a well-tolerated procedure. As compared to conventional treatment, it displays the same efficacy, but the procedure time is shorter and the complication rate is lower.


Assuntos
Procedimentos Cirúrgicos Ambulatórios , Anestesia , Endométrio , Histeroscopia , Medição da Dor , Pólipos
16.
Saúde Soc ; 21(1): 219-231, jan.-mar. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: cid-65416

RESUMO

Este artigo apresenta um estudo sobre as percepções dos pescadores ribeirinhos de Ji-Paraná/RO quanto ao acesso aos serviços de saúde da rede pública local. Objetiva também identificar as percepções das condições de saúde e a exposição aos fatores de risco dessa população. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e analítico-descritiva. Para a coleta de dados, utilizaram-se entrevistas semiestruturadas e observação livre, realizadas em visitas domiciliares no período de setembro a novembro de 2009, com 23 pescadores, sendo 15 homens e 8 mulheres. A população pesquisada percebe estar exposta a diversos riscos e problemas de saúde, com maior frequência no período das enchentes. No trabalho, há risco de acidentes, afogamentos e outros perigos devido à inexistência ou precariedade quanto ao uso de Equipamentos de Proteção Individual - EPI. A maioria (19) dos entrevistados relatou problemas de saúde, como dores na coluna, nas pernas, musculares, cãibras, problemas de visão, dor de cabeça, gripe e doenças de pele. Os pescadores ribeirinhos participantes da pesquisa identificam muitas dificuldades no acesso aos serviços de saúde da rede pública e a deficiência no saneamento básico. Além disso, a área pesquisada não é de abrangência da estratégia Saúde da Família. Assim, faz-se necessária a formulação de políticas que viabilizem a melhoria da infraestrutura, a redução das desigualdades no atendimento à saúde e a ampliação da estratégia Saúde da Família.(AU)


Assuntos
Humanos , Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde , Brasil/etnologia , Saúde do Trabalhador , Riscos Ocupacionais , Fatores de Risco , Pesquisa Qualitativa , Entrevistas como Assunto/métodos
17.
Saúde Soc ; 21(1): 219-231, jan.-mar. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-625364

RESUMO

Este artigo apresenta um estudo sobre as percepções dos pescadores ribeirinhos de Ji-Paraná/RO quanto ao acesso aos serviços de saúde da rede pública local. Objetiva também identificar as percepções das condições de saúde e a exposição aos fatores de risco dessa população. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e analítico-descritiva. Para a coleta de dados, utilizaram-se entrevistas semiestruturadas e observação livre, realizadas em visitas domiciliares no período de setembro a novembro de 2009, com 23 pescadores, sendo 15 homens e 8 mulheres. A população pesquisada percebe estar exposta a diversos riscos e problemas de saúde, com maior frequência no período das enchentes. No trabalho, há risco de acidentes, afogamentos e outros perigos devido à inexistência ou precariedade quanto ao uso de Equipamentos de Proteção Individual - EPI. A maioria (19) dos entrevistados relatou problemas de saúde, como dores na coluna, nas pernas, musculares, cãibras, problemas de visão, dor de cabeça, gripe e doenças de pele. Os pescadores ribeirinhos participantes da pesquisa identificam muitas dificuldades no acesso aos serviços de saúde da rede pública e a deficiência no saneamento básico. Além disso, a área pesquisada não é de abrangência da estratégia Saúde da Família. Assim, faz-se necessária a formulação de políticas que viabilizem a melhoria da infraestrutura, a redução das desigualdades no atendimento à saúde e a ampliação da estratégia Saúde da Família.


Assuntos
Humanos , Exposição Ambiental , Acesso aos Serviços de Saúde , Exposição Ocupacional , Percepção , Brasil/etnologia , Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde , Entrevistas como Assunto , Saúde do Trabalhador , Riscos Ocupacionais , Pesquisa Qualitativa , Fatores de Risco
18.
Einstein (Säo Paulo) ; 10(1): 53-56, jan.-mar. 2012. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-621509

RESUMO

Objective: To identify uterine hysteroscopic findings among patients with prior cesarean section and whom had post-menstrual bleeding spotting type. Methods: We conducted a descriptive and prospective study between June 2008 and December 2009 involving women admitted to our clinic in Ji-Paraná (RO), Brazil, and who complained of prolonged genital bleeding after menstrual period. A total of 20 women with the simultaneous following characteristics were selected: at least one prior cesarean section, aged between 18 and 45 years, no use of hormonal contraceptives, and no history of uterine surgery that could change the cavity anatomy. All participants underwent a hysteroscopic examination. Results: During hysteroscopy, in 90% of the patients, the presence of a cesarean section scar was observed in the last third of the cervix. This scarring causes an anomaly in the uterine cavity anatomy, characterized by the viewing of an enlargement followed by a retraction of the anterior wall, which affords the presence of a pseudocavity with depth and lumen narrowing in variable degrees. Two patients did not present the pseudocavity. Conclusion: Pseudocavities in cesarean section scar are usually found in hysteroscopic examination of patients with prior cesarean section and abnormal uterine spotting.


Objetivo: Identificar os achados histeroscópicos uterino em grupo de pacientes com operação cesariana anterior e sangramento pós-menstrual tipo escape. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo e prospectivo, com mulheres que compareceram em consultório em Ji-Paraná (RO), entre junho de 2008 e dezembro de 2009, com queixa de sangramento genital prolongado tipo escape após período menstrual. Destas, foram selecionadas 20 mulheres que apresentavam, simultaneamente, as seguintes características: ao menos uma cesárea prévia; idade entre 18 e 45 anos; sem uso de método anticoncepcional hormonal; e ausência de qualquer outra cirurgia uterina capaz de alterar a anatomia da cavidade. As pacientes selecionadas foram submetidas a exame histeroscópico. Resultados: À histeroscopia, em 90% das pacientes, observou-se, no terço final do colo, a presença da cicatriz de cesárea. Essa cicatriz causa, no interior da cavidade uterina, uma anomalia em sua anatomia, caracterizada pela visualização, na parede anterior, de uma dilatação seguida de retração, que proporciona a presença de pseudocavidade com profundidade e oclusão da luz em graus variáveis. Já em duas pacientes, não foi detectada a pseudocavidade. Conclusão: A pseudocavidade na cicatriz da cesariana é o achado mais freqüente à observação histeroscópica em pacientes com cesárea prévia e sangramento uterino anormal pós-menstrual tipo escape.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Cesárea , Divertículo/diagnóstico , Histeroscopia , Complicações Pós-Operatórias/diagnóstico , Doenças Uterinas/diagnóstico , Hemorragia Uterina/diagnóstico , Cicatriz/complicações , Cicatriz/diagnóstico , Cicatriz/patologia , Divertículo/complicações , Divertículo/epidemiologia , Neoplasias do Endométrio/complicações , Neoplasias do Endométrio/diagnóstico , Leiomioma/complicações , Leiomioma/diagnóstico , Pólipos/complicações , Pólipos/diagnóstico , Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia , Complicações Pós-Operatórias/etiologia , Estudos Prospectivos , Doenças do Colo do Útero/complicações , Doenças do Colo do Útero/diagnóstico , Doenças do Colo do Útero/epidemiologia , Doenças Uterinas/complicações , Doenças Uterinas/epidemiologia , Hemorragia Uterina/epidemiologia , Hemorragia Uterina/etiologia , Neoplasias Uterinas/complicações , Neoplasias Uterinas/diagnóstico
19.
Einstein (Sao Paulo) ; 10(3): 323-8, 2012.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-23386012

RESUMO

OBJECTIVE: To compare results of hysteroscopic polypectomy of the endometrium performed in an outpatient clinic, under no anesthesia, to conventional hysteroscopic polypectomy under anesthesia in the operating theatre, assessing success rate, procedure time and complications; and to measure pain referred by patients in both groups. METHODS: An observational cross-sectional study of 60 patients with hysteroscopic diagnosis of endometrial polyps, divided into two groups: the Outpatient Group, comprising patients submitted to outpatient's hysteroscopic polypectomy by continuous flow vaginoscopy using endoscopic forceps under no anesthesia, and the Conventional Group with patients submitted to hysteroscopic polypectomy in the operating theater, using a monopolar resectoscope under anesthesia. RESULTS: The groups were similar as to age, parity, mode of delivery and menopausal status. Both groups presented 100% efficacy in exeresis of polyps. The mean time of procedure was 7 minutes in the Outpatient Group and 35.16 minutes in the Conventional Group. In the Outpatient Group, menopausal patients (p=0.04) and those with polyps >1cm (p=0.01) had longer procedures. Using the Verbal Analog Scale of Pain, the mean score of pain referred by patients during the procedure was 2.93 in the Outpatient Group and, after anesthetic effect, 1.42 in the Conventional Group. There were no complications in the Outpatient Group. There was one case of uterine perforation and one case of false passage in the Conventional Group. CONCLUSION: Hysteroscopic polypectomy performed in an outpatient setting under no anesthesia is a well-tolerated procedure. As compared to conventional treatment, it displays the same efficacy, but the procedure time is shorter and the complication rate is lower.


Assuntos
Endométrio/cirurgia , Histeroscopia/métodos , Pólipos/cirurgia , Procedimentos Cirúrgicos Ambulatórios/métodos , Anestesia , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Medição da Dor , Pólipos/complicações , Resultado do Tratamento , Doenças Uterinas/cirurgia
20.
Einstein (Sao Paulo) ; 10(4): 466-72, 2012.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-23386088

RESUMO

OBJECTIVE: To compare two oncotic cervical cytology techniques, the conventional and the liquid-based cytology, in low risk patients for uterine cervical cancer. METHODS: Comparative prospective study with 100 patients who came to their annual gynecological exam, and were submitted simultaneously to both techniques. We used the McNemar test, with a significance level of p < 0.05 to compare the results obtained related to adequacy of the smear quality, descriptive diagnosis prevalence, guided biopsy confirmation and histology. RESULTS: Adequacy of the smear was similar for both methods. The quality with squamocolumnar junction in 93% of conventional cytology and in 84% of the liquid-based cytology had statistical significance. As for the diagnosis of atypical cells they were detected in 3% of conventional cytology and in 10% of liquid-based cytology (p = 0.06). Atypical squamous cells of undetermined significance were the most prevalent abnormality. The liquid-based cytology performance was better when compared with colposcopy (guided biopsy), presenting sensitivity of 66.7% and specificity of 100%. There was no cytological and histological concordance for the conventional cytology. CONCLUSIONS: Liquid-based cytology had a better performance to diagnose atypical cells and the cytohistological concordance was higher than in the conventional cytology.


Assuntos
Colo do Útero/patologia , Colposcopia/métodos , Neoplasias do Colo do Útero/patologia , Vagina/patologia , Neoplasias Vaginais/patologia , Esfregaço Vaginal/métodos , Feminino , Humanos , Estudos Prospectivos , Sensibilidade e Especificidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA