Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Arq Bras Cardiol ; 112(5): 649-705, 2019 Jun 06.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31188969
2.
Arq. bras. cardiol ; 112(5): 649-705, May 2019. gráfico, tabela
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1022925

RESUMO

Development: The Department of Geriatric Cardiology of the Brazilian Society of Cardiology (Departamento de Cardiogeriatria da Sociedade Brasileira da Cardiologia) and the Brazilian Geriatrics and Gerontology Society (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia). (AU)


Assuntos
Humanos , Geriatria
3.
Oncotarget ; 7(21): 30032-6, 2016 May 24.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27166253

RESUMO

BACKGROUND: Considering the pharmacokinetic and pharmacodynamic aspects of different medications, it is plausible that the age of a smoker could affect the half-life of these drugs. The aim of this study was to compare the effectiveness of smoking cessation drugs (nicotine replacement therapy, bupropion, and varenicline) used either in isolation or in combination in adults under and over 60 years of age. METHODS: Data were collected from 940 Brazilian patients participating in a smoking cessation program. Participants were prescribed smoking cessation medication to be used for at least 12 weeks and were followed for 52 weeks. RESULTS: Cessation rates were significantly different among younger and older participants who were using nicotine replacement therapy (NRT) alone. Being over 60 years of age was significantly associated with increased cessation success among those who used NRT alone (OR 2.34, 95% CI: 1.36 to 4.04, p = 0.002). The effectiveness of varenicline and bupropion were not significantly different according to age groups. CONCLUSION: Using age as a predictor for tailoring smoking cessation drugs might potentially lead to a more individualized prescription of smoking cessation therapy. These results should be tested in randomized controlled trials.


Assuntos
Bupropiona/farmacologia , Nicotina/uso terapêutico , Agonistas Nicotínicos/farmacologia , Abandono do Hábito de Fumar/métodos , Vareniclina/farmacologia , Adulto , Fatores Etários , Idoso , Brasil , Bupropiona/uso terapêutico , Quimioterapia Combinada , Feminino , Meia-Vida , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Nicotina/administração & dosagem , Agonistas Nicotínicos/uso terapêutico , Medicina de Precisão/métodos , Abandono do Hábito de Fumar/estatística & dados numéricos , Resultado do Tratamento , Vareniclina/uso terapêutico
4.
Arq Bras Cardiol ; 87(2): 91-8, 2006 Aug.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-16951825

RESUMO

OBJECTIVE: To study the effect of early reperfusion of infarct-related artery on QT(DeltaQT) dispersion interval, as well as how valuable it is as a marker for coronary reperfusion and ventricular arrhythmias. METHODS: One hundred and six patients with reperfusion (WR) and 48 without reperfusion (WtR) who have received thrombolytic therapy in the acute phase of infarction were studied. ECG carried out on admission as well as on day 4 of patients course were analyzed. DeltaQT - defined as the difference between maximum and minimum QT interval - was measured by 12-lead ECG. RESULTS: The reperfusion group showed significant DeltaQT reduction - from 89.66+/-20.47ms down to 70.95+/-21.65ms (p<0.001). On the other hand, the group without reperfusion showed DeltaQT significant increase - from 81.27+/-20.52ms up to 91.85+/-24.66ms (p<0.001). Logistic regression analysis showed that reduction magnitude between pre- and post-thrombolysis DeltaQT was the independent factor to most effectively identify coronary reperfusion (OR 1.045, p<0.0001; CI 95%). No significant difference was found in dispersion measures when patients with ventricular arrhythmias were compared with those with no arrhythmias in the course of the first 48 hours. CONCLUSION: The study shows that DeltaQT is significantly reduced in patients with acute myocardial infarction submitted to successful thrombolysis, and is increased in infarcted patients with closed artery. DeltaQT reduction between the pre- and post-thrombolysis condition was a predictor for coronary reperfusion of those patients, and did not show correlation to ventricular arrhythmias.


Assuntos
Síndrome do QT Longo/diagnóstico , Infarto do Miocárdio/fisiopatologia , Reperfusão Miocárdica , Terapia Trombolítica , Antiarrítmicos/uso terapêutico , Eletrocardiografia , Métodos Epidemiológicos , Feminino , Humanos , Síndrome do QT Longo/fisiopatologia , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Infarto do Miocárdio/tratamento farmacológico
5.
Arq. bras. cardiol ; 87(2): 91-98, ago. 2006. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-433994

RESUMO

OBJETIVO: Estudar o efeito da reperfusão precoce da artéria relacionada ao infarto sobre a dispersão do intervalo QT(deltaQT), e seu valor como marcador de reperfusão coronária e de arritmias ventriculares. MÉTODOS: Foram avaliados 106 pacientes com reperfusão (CR) e 48 pacientes sem reperfusão (SR) que receberam terapia trombolítica na fase aguda do infarto. Foram analisados os eletrocardiogramas realizados na admissão e no 4° dia de evolução. A deltaQT, definido como a diferença entre o maior e o menor intervalo QT, foram medidos no ECG de 12 derivações. RESULTADOS: Na evolução do grupo com reperfusão, houve redução significativa da deltaQT de 89,66±20,47ms para 70,95±21,65ms (p<0,001). Por outro lado, no grupo sem reperfusão, houve aumento significativo da deltaQT de 81,27±20,52ms para 91,85±24,66ms (p<0,001). Análise de regressão logística demonstrou que a magnitude de redução entre a deltaQT pré e pós-trombólise foi o fator independente que identificou mais efetivamente a reperfusão coronária (OR 1,045, p<0,0001; IC 95 por cento). Não houve diferença significativa das medidas de dispersão quando comparados os pacientes que apresentaram arritmias ventriculares nas primeiras 48 h com aqueles sem arritmias. CONCLUSÃO: Esse estudo mostra que a deltaQT reduz significativamente em pacientes com infarto agudo do miocárdio submetidos à trombólise com sucesso, aumentando nos pacientes que evoluem com a artéria fechada. A redução deltaQT entre a situação pré e pós-trombólise foi fator preditor de reperfusão coronária nesses pacientes, não apresentando correlação com arritmias ventriculares.


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Síndrome do QT Longo/diagnóstico , Reperfusão Miocárdica , Infarto do Miocárdio/fisiopatologia , Terapia Trombolítica , Antiarrítmicos/uso terapêutico , Eletrocardiografia , Métodos Epidemiológicos , Síndrome do QT Longo/fisiopatologia , Infarto do Miocárdio/tratamento farmacológico
6.
Arq. bras. cardiol ; 63(4): 303-5, out. 1994. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-155862

RESUMO

Homem de 30 anos, com diagnóstico de associaçäo de aneurismas múltiplos de seios de Valsalva (esquerdo e näo-coronário), näo rotos, insuficiência aórtica e mitral reumáticas e oclusäo de artéria circunflexa, firmado por ecodopplercardiograma trans-esofágico e estudo hemodinâmico. No ato operatório confirmaram-se os achados e os aneurismas foram corrigidos por fechamento do seu colo com placa de pericárdio bovino e as valvas foram substituídas por biopróteses, tendo o paciente apresentado evoluçäo satisfatória


Assuntos
Adulto , Humanos , Masculino , Aneurisma da Aorta Torácica/complicações , Valva Aórtica , Cardiopatia Reumática/complicações , Doença das Coronárias/complicações , Valva Mitral , Seio Aórtico , Aneurisma da Aorta Torácica/cirurgia , Aneurisma da Aorta Torácica/diagnóstico , Seio Aórtico , Seio Aórtico/cirurgia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA