Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 71
Filtrar
1.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 30: e3031, 2022.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1364617

RESUMO

Resumo Este ensaio objetiva refletir sobre o exercício profissional de terapeutas ocupacionais tomando como referencial teórico a concepção de cotidiano com base em Agnes Heller. Na terapia ocupacional, a discussão sobre cotidiano e vida cotidiana revela uma ênfase no seu uso como uma chave de leitura e de intervenção para pensar a vida das pessoas, grupos ou populações destinatárias das ações profissionais; assim, o foco tem sido sempre o cotidiano do outro. Propomos, neste artigo, um deslocamento reflexivo e problematizamos o cotidiano do profissional em si, entendendo que os limites e possibilidades no/do trabalho são tensionados no espaço da vida cotidiana em que o exercício profissional acontece e é atravessado pelas estruturas da cotidianidade. Discutimos o próprio cotidiano como locus de resistência à alienação e à possibilidade de suspensões temporárias da cotidianidade por meio de um trabalho crítico, capaz de articular as dimensões técnica, ética e política do exercício profissional, de transitar entre as esferas individual e coletiva na leitura e intervenção sobre as demandas profissionais, de superar a dicotomia teoria e prática e, assim, reafirmar o compromisso com a transformação da sociedade, em que lutas por redistribuição e reconhecimento produzam justiça e participação social.


Abstract This essay aims to reflect on the professional practice of occupational therapists taking as a theoretical reference the conception of everyday life by Agnes Heller. In occupational therapy, the discussion about everyday life and everyday life reveals an emphasis on its use as a key to reading and intervention to think about the lives of people, groups or populations that are recipients of professional actions; thus, the focus has always been the daily life of the other. We propose, in this article, a reflexive shift and we problematize the daily life of the professional themself, understanding that the limits and possibilities in/of work are tensioned in the space of everyday life in which professional practice takes place and is crossed by the structures of everyday life. We discuss daily life itself as a locus of resistance to alienation and the possibility of temporary suspensions of daily life through critical work, capable of articulating the technical, ethical and political dimensions of professional practice, of moving between the individual and collective spheres in reading and intervention on professional demands, to overcome the theory and practice dichotomy and, thus, reaffirm the commitment to the transformation of society, in which struggles for redistribution and recognition produce justice and social participation.

2.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 30: e2958, 2022. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1355952

RESUMO

Resumo Introdução O referencial teórico e o aporte metodológico trazidos pelas obras de Paulo Freire vêm se espraiando por distintas áreas, inclusive na terapia ocupacional. Objetivo Apreender como o referencial freireano vem sendo utilizado em publicações acadêmicas da terapia ocupacional, reunindo e analisando essa literatura, para identificar eixos temáticos e lacunas presentes. Método Revisão de escopo, com levantamento de publicações nas bases de dados CINAHL, Scopus e Web of Science, focalizando artigos acadêmicos que referenciam explicitamente Paulo Freire, num período que, sem recorte inicial, foi até abril de 2020, tendo sido incluídos todos os artigos que referenciavam pelo menos uma obra do autor. Uma planilha desenvolvida no programa Microsoft Excel® reuniu os dados gerais dos artigos, cujos conteúdos foram agrupados, sintetizados e analisados a partir de conjuntos temáticos significativos. Resultados Foram identificados 56 artigos, publicados entre 1993 e abril de 2020. A obra de Freire vem sendo utilizada em publicações acadêmicas da terapia ocupacional, destacando-se o livro "Pedagogia do Oprimido" e as categorias Diálogo/Dialógica e Conscientização/Consciência crítica/política. Foram definidos e discutidos três conjuntos temáticos: 33 (58,9%) artigos que utilizam o referencial freireano para o pensar/fazer da terapia ocupacional; 10 (17,8%) em que ele parametriza a pesquisa na área; 13 (23,2%) cujas análises e proposições envolvendo a formação de terapeutas ocupacionais tomam-no como aporte. Conclusão Paulo Freire informa de diversas maneiras a terapia ocupacional, em prol de uma práxis para a transformação social, embora, em boa parte das vezes, as formulações freireanas não sejam o centro dos esforços de elaboração reflexiva.


Abstract Introduction Paulo Freire's theoretical references and methodological propositions are spread over different study areas, including occupational therapy. Objective To understand how the Freirean framework has been used in academic publications on occupational therapy, gathering and analyzing this literature to identify thematic axes and gaps. Method A scoping review conducted through an open-period search until April 2020 for all academic articles that explicitly referenced at least one work by Paulo Freire. Data from the retrieved articles were gathered, synthesized, and organized on a Microsoft Excel® spreadsheet and then analyzed from significant thematic axes. Results The search identified 56 articles published between 1993 and April 2020. Freire's work has been used in occupational therapy academic publications, with emphasis on the book "Pedagogy of the Oppressed" and the concepts of Dialogue/dialogics and Critical and political consciousness/conscientization. Three thematic axes were defined and discussed: 33 (58.9%) studies used Paulo Freire as a theoretical-methodological framework for thinking/practicing occupational therapy, 10 (17.8%) used Freire as a framework to assist with research in the area, and 13 (23.2%) used Freire's contributions in analyses and propositions involving the education of occupational therapists. Conclusions Paulo Freire contributes to occupational therapy in different ways, favoring a praxis for social transformation; however, in most cases, the Freirean propositions are not the center of reflexive development efforts.

3.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 30: e2810, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1360274

RESUMO

Resumo Tomando o pioneirismo do METUIA/UFSCar no cenário brasileiro quanto a proposições terapêutico-ocupacionais para a escola pública e às demandas advindas da questão social, esta pesquisa buscou compreender o que foi produzido pelo grupo em termos de ação e formação em terapia ocupacional social em escolas públicas, com foco na juventude popular urbana, num período compreendido entre 1998 e 2017. Para tanto, foram realizadas entrevistas com 10 terapeutas ocupacionais que atuaram pelo METUIA/UFSCar, um encontro coletivo com essas profissionais para discutir a temática, a aplicação de questionários com ex-estudantes de graduação que passaram por estágio profissionalizante junto ao METUIA/UFSCar e entrevista individual com setes deles. As análises dos resultados indicam uma proposta de formação que, de um lado, vem sensibilizando terapeutas ocupacionais para o trabalho com a juventude pobre, apreendendo a centralidade da escola pública para ela e, de outro, produzindo ações que buscam a ressignificação da escola e do seu espaço, com produção de sentido e pertencimento, que possam contribuir para o desejo de permanência e/ou retorno aos estudos desses jovens. Pontua-se a incorporação de seus referenciais teóricos e metodológicos nas experiências de trabalho daqueles que passaram pelo grupo, terapeutas ocupacionais e alunos egressos, assim como a inspiração para produções semelhantes em outras universidades do país. Conclui-se pela relevância do que vem sendo feito pelo METUIA/UFSCar, especialmente naquilo que é a formação de terapeutas ocupacionais e práticas que se voltem para demandas relacionadas à desigualdade social, que ainda é uma marca da Educação Básica no Brasil.


Abstract The METUIA/UFSCar stands out in the Brazilian scene as the pioneer in therapeutic and occupational propositions to public school and the demands arising from the social issue. This research aimed to understand what was produced by this group in terms of action and training in social occupational therapy in public schools, focusing on urban popular youth, in a period between 1998 and 2017. Interviews were conducted with 10 occupational therapists who worked at METUIA/UFSCar, a collective meeting with these professionals to discuss the topic, application of questionnaires with former undergraduate students who did a professional internship at METUIA/UFSCar, and an individual interview with seven of them. The analysis of the results indicates a training proposal that sensitizes occupational therapists to work with the poor youth, apprehending the centrality of the public school for them and, at the same time, produces actions that seek to resignify the school and its space, with production meaning and belonging, which can contribute to the desire for permanence and/or return to the studies of these young people. It is indicated also the incorporation of its theoretical and methodological frameworks in the working experiences of those who went through the group, occupational therapists, and former students, as well as inspiration for similar productions in other universities in the country. It concludes by the relevance of what is being done by METUIA/UFSCar, especially in what is the training of occupational therapists and practices that address demands related to social inequality, which is still a hallmark of Basic Education in Brazil.

4.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2100, 2021. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249389

RESUMO

Resumo Introdução No Brasil, a assistência pública voltada aos trabalhadores acometidos por doenças ou acidentes, incapazes de exercerem sua profissão, mas com potencial laborativo residual, é prestada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), por meio do Programa de Reabilitação Profissional (PRP). Objetivo Compreender a contribuição do PRP na reinserção do trabalhador no mercado de trabalho. Método Trata-se de um estudo de caso, documental, transversal e descritivo, que teve como fonte de dados 592 prontuários de trabalhadores encaminhados ao PRP de uma Agência do INSS da região Sudeste do Brasil, no período de 2007 a 2012, dos quais foram extraídos dados sociodemográficos, acadêmicos e profissionais, além de entrevistas com oito usuários reabilitados. Resultados Os resultados apontaram que, dentre os segurados encaminhados ao Programa, 48,5% foram elegíveis, 34% considerados reabilitados e, destes, 49,02% estavam empregados. Os entrevistados não apontaram relação direta entre o PRP e sua reinserção no mercado, mas afirmaram que os recursos utilizados foram importantes para conquistarem, senão um emprego, ao menos reconhecimento pessoal e profissional. Apesar da taxa de empregabilidade dos trabalhadores reabilitados ser satisfatória em comparação com aqueles encontrados em estudos de países desenvolvidos e com sociedades menos desiguais, esse aparato ainda não se tornou um aliado efetivo do trabalhador brasileiro. Conclusão É essencial que os profissionais do INSS e reabilitados tenham uma postura mais ativa no processo reabilitatório. Deve-se considerar a promoção de ações intersetoriais que busquem articular as políticas públicas relativas à área e que abarquem a complexidade do processo de retorno ao trabalho.


Abstract Introduction In Brazil, public assistance to workers affected by diseases or accidents, unable to practice their profession, but with residual work potential, is provided by the National Social Security Institute (INSS), through the Professional Rehabilitation Program (PRP). Objective The general purpose of this research was to understand the PRP's contribution to the reinsertion of the worker into the labor market. Method It is a case study, documentary, cross-sectional and descriptive, which had as a data source 592 medical records of workers referred to the PRP of an INSS Agency of the Southeast region of Brazil, from 2007 to 2012, from which they were extracted sociodemographic, academic and professional data, as well as interviews with eight rehabilitated users. Results The results showed that 48.5% of the insured persons were eligible, 34% considered rehabilitated and 49.02% were employed. The respondents did not point out a direct relationship between the PRP and their reinsertion in the market, but stated that the resources used were important to achieve, if not a job, at least personal and professional recognition. Although the employability rate of the rehabilitated workers is satisfactory compared to those found in studies of developed countries and with less unequal societies, this apparatus has not yet become an effective ally of the Brazilian worker. Conclusion It is essential that the INSS and rehabilitated professionals have a more active stance in the rehabilitation process. The promotion of intersectoral actions that seek to articulate the public policies related to the area and that encompass the complexity of the process of return to work should be considered.

5.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2136, 2021.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249392

RESUMO

Resumo O presente texto é resultado de um seminário do Grupo de Pesquisa "Cidadania, Ação Social, Educação e Terapia Ocupacional", ocorrido em 2019, entre os integrantes da linha "Escola, Terapia Ocupacional e Inclusão Radical", que se debruçaram sobre o livro "Best practices of Occupational Therapy in Schools". Editado em 2013, esse livro teve grande circulação nos Estados Unidos da América, compondo parte dos esforços da American Occupational Therapy Association para ofertar e ampliar subsídios teórico-práticos que garantissem tanto a inserção como a qualificação da atuação dos terapeutas ocupacionais em serviços e ações junto ao setor da educação. Consideramos que compartilhar uma síntese desse material, bem como as reflexões críticas que foram fomentadas pelo seu estudo, em diálogo contextualizado no cenário brasileiro, possa inspirar novas proposições para terapeutas ocupacionais que têm se dedicado a esse setor, mas também colocar em debate os riscos que transposições lineares podem causar, uma vez que determinados modelos e abordagens respondem a contextos situados, histórica e politicamente. Explicitadas nossas diferenças, que a circulação das propostas desse livro possa, sobretudo, contribuir para alavancar novas e eficientes estratégias para ampliarmos o número de profissionais envolvidos com o setor da educação.


Abstract This text is the result of a seminar by the Research Group "Citizenship, Social Action, Education and Occupational Therapy", which took place in 2019, among the members of the "School, Occupational Therapy and Radical Inclusion" line, who have investigated the book "Best Practices of Occupational Therapy in Schools". Published in 2013, this book was widely read in the United States of America, as part of the efforts of the American Occupational Therapy Association to offer and expand theoretical and practical subsidies that would guarantee both the insertion and the qualification of performance of the occupational therapists in services and actions tied to the education sector. We believe that sharing a synthesis of this material, as well as critical reflections that were fostered by your study, in a contextualized dialogue in the Brazilian scenario, may inspire new proposals for occupational therapists who have dedicated themselves to this sector, but also discuss the risks that model transpositions can cause, since certain models and approaches respond to historically and politically situated contexts. With our differences explained, we wish that the circulation of the proposals in this book may, above all, contribute to leverage new and efficient strategies to expand the number of professionals involved in the education sector.

6.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2010, 2021. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249396

RESUMO

Resumo Apresenta-se o relato da realização das duas últimas edições do Seminário Nacional de Pesquisa em Terapia Ocupacional, bem como as discussões e encaminhamentos decorrentes de suas conferências, grupos de trabalhos e plenárias. As programações foram similares e dedicadas a promover o diálogo com os principais representantes das agências de apoio à pesquisa no âmbito nacional e estadual, como também à criação de estratégias coletivas que visassem ao fortalecimento da área de terapia ocupacional e de suas subáreas. Ambos os eventos ocorreram durante dois dias, seguidamente ao Encontro Nacional de Docentes de Terapia Ocupacional, sendo a IV edição realizada na Universidade Federal do Espírito Santo (2016) e a V edição na Universidade Federal de São Paulo, Campus Baixada Santista (2018). Foram reunidos 166 e 172 participantes, respectivamente, entre docentes, pesquisadoras/es, profissionais/preceptores e estudantes de pós-graduação, promovendo, assim, um espaço para a compreensão das produções e pesquisas nas diferentes subáreas da terapia ocupacional e troca de experiências e conhecimentos. Com isso, foi possível o incentivo a reflexões e elaboração compartilhadas de propostas acerca do ensino de pós-graduação em terapia ocupacional, sua implicação para as formações graduadas e para o fortalecimento acadêmico da área. O desafio que se coloca é referente à implementação das propostas que têm se mantido de forma recorrente e com baixa efetivação no ínterim entre as edições, demonstrando a necessidade de a categoria profissional rever suas formas de organização e responsabilização em relação aos encaminhamentos coletivos.


Abstract The report presents the last two editions of the National Seminar of Occupational Therapy Research (2016 and 2018), and the discussions and referrals resulting from its conferences, working groups, and plenary sessions. The schedules were similar and dedicated to promoting dialogue with key representatives of research support agencies at the national and state levels, as well as the creation of collective strategies aimed at strengthening the occupational therapy area and its subareas. Both events took place during two days, following the National Meeting of Occupational Therapy Professors, being the IV edition held at the Federal University of Espírito Santo (2016) and the V edition at the Federal University of São Paulo, Baixada Santista Campus (2018). The meetings had 166 and 172 participants, respectively, among professors, researchers, professionals/preceptors, and postgraduate students, promoting a space for the understanding of the productions and research in the different areas of occupational therapy and exchange of experiences and knowledge. Thus, it was possible to encourage shared reflections and elaboration of proposals about postgraduate teaching in occupational therapy, its implication for graduation, and the academic strengthening of the area. The challenge is related to the implementation of proposals that have been recurring and with little effectiveness in the time between editions, demonstrating the need for the professional category to review their forms of organization and accountability in the collective referrals.

7.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2072, 2021. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249407

RESUMO

Resumo Terapeutas ocupacionais têm contribuído e ambicionam dar continuidade à criação de soluções para problemáticas no âmbito do setor da Educação. Assim, o objetivo da pesquisa da qual decorre este artigo foi conhecer e analisar as proposições que terapeutas ocupacionais, no Brasil, vêm fazendo para e na Escola. Para tanto, lançou-se mão de uma revisão de mapeamento na biblioteca SciELO e nos periódicos Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional e Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, em período aberto até o fim de 2018. Com esse levantamento e sua sistematização, foram reunidos 36 textos que articulavam "terapia ocupacional e escola/educação". Paralelamente, durante 2017, foram realizadas seis entrevistas com pesquisadoras brasileiras que atuavam na interface terapia ocupacional e educação. O conjunto de dados reunidos e sua análise levaram à elaboração de quatro eixos temáticos que configuraram e delimitaram a argumentação utilizada para sustentar e problematizar proposições terapêutico-ocupacionais em diálogo com o setor da Educação, especificamente nas escolas. Ficou evidente uma prevalência de práticas voltadas às crianças com deficiência, em uma perspectiva individualizada e relacionada à produção da/na saúde. Paripassu, há o crescimento de proposições voltadas a crianças em geral na educação infantil e a jovens em situação de vulnerabilidade social. Pontua-se que o estofo para designar a educação como um campo particular de intervenção do terapeuta ocupacional, com um recorte metodológico próprio, um saber técnico e populações específicas, ainda está em construção e em disputa no interior da própria terapia ocupacional.


Abstract Occupational therapists have contributed and aim to continue creating solutions to problems within the scope of the Education sector. Thus, the objective of this research was to know and analyze the propositions of occupational therapists in Brazil who have been doing for and in School. To this end, a mapping review was carried out in the SciELO library and in the following Brazilian journals: Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional and Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, in an open period until the end of 2018. With this survey and its systematization, 36 texts were collected that articulated "occupational therapy and school/education". At the same time, during 2017, six interviews were conducted with Brazilian researchers who worked on the interface of occupational therapy and education. The collected data set and its analysis led to the elaboration of four thematic axes that configured and delimited the arguments used to support and problematize therapeutic-occupational propositions in dialogue with the Education sector, specifically in schools. It was evident a prevalence of practices aimed at children with disabilities under an individualized perspective approach and associated with the production of/in health has been evidenced. Simultaneously, there has been an increase in the number of proposition solutions aimed at early childhood education and socially vulnerable youth; notably, those included found in popular and poverty impoverished contexts, outlined in the individual/collective transition. It should be emphasized that the energy to designate education as a particular field of intervention for occupational therapists, with its methodological approach, technical knowledge, and specific populations, is still under construction in development and in dispute within occupational therapy itself.

9.
Interface (Botucatu, Online) ; 25(supl.1): e200753, 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1286899

RESUMO

São tecidas neste texto algumas reflexões em torno das respostas que têm sido empreendidas pelos setores da saúde, previdência social e assistência social, que compõem a seguridade social no Brasil, tomando-se a sua centralidade, que deveria ser assumida para o enfrentamento da pandemia causada pelo SARS-Cov-2. Com essa leitura de contexto e com o pressuposto de uma ação profissional para a participação social com autonomia, partilham-se experiências de intervenção em Terapia Ocupacional Social com jovens que vivem em periferias urbanas e, certamente, pobres para o mercado/consumo, mas ricos de vida, na pandemia de Covid-19. O intuito foi produzir um cuidado que se coaduna com a proteção social e se direciona, na defesa do valor inegociável de cada vida e do seu pulsar, para a promoção de uma circulação emancipatória, questão agravada, mas anterior à pandemia e sempre presente entre esses jovens. (AU)


En este texto se tejen algunas reflexiones alrededor de las respuestas que han emprendido los sectores de la salud, previsión social y asistencia social que componen la seguridad social en Brasil, tomando su centralidad, que debería ser asumida para el enfrentamiento de la pandemia causada por el SARS-Cov-2. Con esa lectura de contexto y con el presupuesto de una acción profesional para la participación social con autonomía, se comparten las experiencias de intervención en Terapia Ocupacional Social con jóvenes que viven en periferias urbanas, ciertamente pobres para el mercado/consumo, pero ricos en vida, durante la pandemia de Covid-19. El objetivo fue producir un cuidado que se une con la protección social y se dirige, en la defensa del valor innegociable de cada vida y de su pulsación, hacia la promoción de una circulación emancipadora, cuestión agravada por la pandemia, pero anterior a ella, y siempre presente entre esos jóvenes. (AU)


This text elaborates some reflections regarding the responses that have been undertaken by the sectors: health, social security and social assistance, which make up social security in Brazil. It assumes its centrality, to face the pandemic caused by SARS-CoV-2. Considering this context and assuming a professional action for social participation with autonomy, we share experiences in Social Occupational Therapy with young people who live in urban peripheries, certainly poor for the market/consumption, but rich in life, in the Covid-19 pandemic. The aim was to produce care that is consistent with social protection and is directed, in defense of the non-negotiable value of each life and of its pulse, towards the promotion of an emancipatory circulation, an issue that existed prior to the pandemic, albeit now aggravated, and always present among this group of young people. (AU)


Assuntos
Humanos , Adulto , Adulto Jovem , Seguridade Social/psicologia , Terapia Ocupacional/métodos , Proteção Social em Saúde , COVID-19 , Áreas de Pobreza , Vulnerabilidade Social
10.
Interface (Botucatu, Online) ; 25: e200717, 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1356345

RESUMO

Há uma ampla análise marxista sobre a vida cotidiana como núcleo da práxis humana. Um aspecto substancial do cotidiano é a circulação, movimento que promove o trânsito pelos territórios sociopolíticos, constituindo o que denominamos como "circulação cotidiana". Essa dimensão da vida acontece na dialética social e pode ser compulsória (reduzida aos mecanismos de manutenção da opressão e do status quo) ou emancipatória (ligada ao desejo, à autonomia, ao alargamento das alternativas e à democratização da sociedade e de seus bens sociais). Defende-se que o terapeuta ocupacional social faça uso teórico-metodológico desses conceitos, desenvolvendo estratégias para a promoção da circulação cotidiana emancipatória junto a sujeitos, individuais e coletivos, cujas vidas são perpassadas por barreiras materiais e imateriais, favorecendo a experiência e o acesso dos mesmos aos territórios de vida, contemplando criação, prazer e consciência - ampliando a cidadania e a participação social. (AU)


Hay un amplio análisis marxista sobre la vida cotidiana como núcleo de la praxis humana. Un aspecto substancial del cotidiano es la circulación, movimiento que promueve el tránsito por los territorios sociopolíticos, constituyendo lo que denominamos de "circulación cotidiana". Esa dimensión de la vida sucede en la dialéctica social y puede ser obligatoria (reducida a los mecanismos de mantenimiento de la opresión y del statu quo) o emancipadora (vinculada al deseo, a la autonomía, al ensanchamiento de las alternativas y a la democratización de la sociedad y de sus bienes sociales). Se defiende que el terapeuta ocupacional social haga un uso teórico-metodológico de esos conceptos, desarrollando estrategias para la promoción de la circulación cotidiana emancipadora con sujetos, individuales y colectivos, cuyas vidas están atravesadas por barreras materiales e inmateriales que favorecen la experiencia y el acceso de ellos a los territorios de la vida, incluyendo creación, placer y conciencia, ampliando la ciudadanía y la participación social. (AU)


Marx provides a wide-ranging analysis of everyday life as the core of human praxis. An important aspect of everyday life is circulation, movement that promotes transit through sociopolitical territories, constituting what we call "everyday circulation". This aspect of life is played out within the social dialectic and can be compulsory (reduced to mechanisms that maintain oppression and the status quo) or emancipatory (linked to desire, autonomy, broadening alternatives and the democratization of society and social goods). We defend that social occupational therapists make theoretical and methodological use of these concepts, developing strategies to promote emancipatory everyday circulation with subjects, individuals and groups whose lives are pervaded by material and immaterial barriers, facilitating the experience of and access to territories of life, encompassing creation, pleasure and awareness - thus strengthening citizenship and public participation. (AU)


Assuntos
Terapia Ocupacional , Participação Social , Atividades Cotidianas/psicologia
11.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 28(4): 1346-1356, Oct.-Dec. 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1153641

RESUMO

Resumo Realiza-se uma reflexão crítica, tendo como finalidade discorrer sobre a terapia ocupacional social, enquanto campo de saberes e práticas, com base no referencial freireano, com foco em três conceitos: educação como prática da liberdade, diálogo e conscientização. A terapia ocupacional social busca articular práxis junto a populações em processos de rupturas de suas redes sociais de suporte e que vivenciam limitações na participação social, por meio de ações que articulam a dimensão comunitária e territorial dos sujeitos, em perspectiva micro e macrossocial. Entende-se que as formulações de Paulo Freire são potentes para orientar essas intervenções, tendo em vista que os conceitos apreendidos fortificam os percursos já percorridos pelas especificidades do campo, dando base para se ir além. São referenciais teóricos consistentes para se elaborar e realizar ações comprometidas com a libertação de sujeitos e grupos subalternizados, oferecendo aportes para se lidar com relações de opressão e fomentar as possibilidades de transformação. Exigem, todavia, o compromisso com a luta por uma sociedade mais justa, ou menos desigual, tendo o diálogo, a liberdade e a conscientização como princípios para o seu quefazer técnico e ético-político, engendrando ou indo na direção do inédito-viável.


Abstract This is a critical reflection aimed to discuss the social occupational therapies as a knowledge and practice area, using the Freirian references, focused on three concepts: education as the practice of freedom, dialogue, and conscientization. The social occupational therapy seeks to articulate praxis with the populations in process of ruptures of its social networks and that life experiences limitations in the social participation, through actions that articulate the social and communitarian dimension of the individuals, in the micro and macrosocial perspectives. We understand that Paulo Freire's formulations are powerful to guide these interventions since the concepts learned to strengthen the paths already covered by the specificities of the area, providing a basis for going further. They are theoretical references consistent to elaborate and perform engaged actions with the freeing of the subalternate groups, offering contributions to deal with oppression relationships and encourage the possibilities of transformation. It demands, nevertheless, the engagement with the struggle by a fairer society, or less unequal, having the dialog, the freedom, and the conscientization as principles to their technical and ethics-political praxis, creating or stepping forward of the untested feasibility.

12.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 28(3): 1061-1071, jul.-set. 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1360270

RESUMO

Resumo Este texto decorre de um esforço de reflexão em torno dos aspectos teóricos que vêm parametrizando a terapia ocupacional social no Brasil e aqueles sob os quais se fundamentam os "marcadores sociais da diferença", visando a formulações que viabilizem a proposição de metodologias e ações terapêutico-ocupacionais que considerem os cotidianos que constituem a vida de diferentes sujeitos. Tais reflexões surgem com base nas demandas contemporâneas de diversos segmentos sociais e de preocupações quanto a uma melhor conformação do aporte teórico e metodológico que subsidia as práticas da terapia ocupacional social. Para tanto, retoma-se o processo histórico de constituição do social como um campo de ação da terapia ocupacional, apresenta-se a perspectiva dos marcadores sociais da diferença e, nesse entrelaçamento, o diálogo acerca das possibilidades e aproximações da e com a terapia ocupacional social. Pontua-se que os "marcadores sociais da diferença" podem se constituir como uma importante lente conceitual para informar a prática da terapia ocupacional social, à medida que inclui em seu arcabouço a constituição das diferenças - gênero, raça, etnia, classe, sexualidade, geração, entre outras - como ponto de partida para a compreensão das desigualdades sociais.


Abstract This text results from an effort to reflect on the theoretical aspects that have been parameterizing social occupational therapy in Brazil, and those on which "social makers of difference" are based, aiming at formulations that enable the proposition of occupational therapy methodologies and actions that take into account the daily lives of different subjects. These reflections arise from the contemporary demands of various social segments and concerns about a better conformation of the theoretical contribution subsidizing social occupational therapy practices. For that purpose, we take up the historical constitution of the "social" as a field of action for occupational therapy, as we present the perspective of social difference markers and, in this interlacement, the discussion about their possibilities and approaches in and with social occupational therapy. It is pointed out that the social makers of difference can constitute an important conceptual lens for social occupational theory practice since it includes the constitution of differences in its references - gender, race, ethnicity, class, sexuality, generation, etc. - as a starting point for the understanding of social inequalities.

14.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 28(2): 467-484, abr.-jun. 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1132796

RESUMO

Resumo Introdução Os Estados Unidos da América (EUA) destacam-se pela quantidade expressiva de terapeutas ocupacionais atuando profissionalmente em escolas e pela produção de regulamentações específicas dessa ação profissional. Este artigo deriva de uma revisão sistemática de mapeamento, por meio da qual reunimos 190 textos em torno da temática "terapia ocupacional e escolas". Destes, 10 eram textos (ensaios teóricos, artigos de reflexão, um documento oficial e um artigo "informativo") que se voltavam para a atuação dos "school-based occupational therapists" (SBOTs). Objetivo Conhecer os caminhos pelos quais a regulamentação dessa atuação profissional ocorreu nos EUA, tomando-se legislações, documentos e publicações. Método Realizou-se uma análise compreensiva das publicações selecionadas (10) e da legislação relacionada reunida (5), consideradas como documentos a serem também descritos, produzindo-se um panorama geral sobre o tema e uma historicização da regulamentação da atuação dos SBOTs no país. Resultados Desde 1986, publicam-se artigos para o debate teórico e a reflexão acerca do desenvolvimento da terapia ocupacional estadunidense nas escolas. A essas, somam-se publicações na direção de constituir fundamentos teórico-práticos, compondo consensos operativos com vistas a viabilizar a contratação do serviço terapêutico-ocupacional nesse setor. Evidenciou-se o papel da associação profissional nacional estadunidense (AOTA), perpassando toda essa construção. Contudo, ao criarem-se determinados consensos, delimitou-se a ação profissional ao campo da deficiência, notadamente voltada a crianças e adolescentes. Conclusão Compreender essa trajetória pode nos inspirar quanto às estratégias eficientes criadas pelos terapeutas ocupacionais nos EUA, não obstante, seja necessário apreender nossas singularidades e construir formas orgânicas de ampliarmos esse campo no Brasil.


Abstract Introduction United States of America (USA) stands out for the expressive number of occupational therapists working in schools and for the production of specific regulations for this professional action. This article derives from a systematic mapping review, in which we collected 190 texts on the theme 'occupational therapy and schools.' Ten of them were related to the SBOTs practice (theoretical essays, reflection papers, one official document, and one 'informative' paper). Objective To know how this professional regulation took place in the USA, taking laws, documents, and publications. Method A comprehensive analysis of the selected publications (10) and the related legislation (5) was carried out, resulting in a general overview of the subject and a historicization of the regulation of the SBOTs in that country. Results Since 1986, articles have been published for the theoretical debate and reflection on the development of USA occupational therapy practices in schools. Also, publications aimed to constitute theoretical-practical foundations, composing operational consensuses to make feasible the contracting of that service in this sector. The role of the American Occupational Therapy Association (AOTA) was evident, passing through all this construction. However, when certain consensuses were created, professional action was limited to the field of disability, especially focus on children and adolescents. Conclusion Understanding this trajectory may inspire us about the efficient strategies created by occupational therapists in the USA, nevertheless, it is necessary to apprehend our singularities and to construct organic ways of expanding this field in Brazil.

15.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 28(1): 207-226, jan.-mar. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1132773

RESUMO

Resumo A terapia ocupacional tem produzido conhecimento e práticas sobre/nas escolas sob diferentes perspectivas, sendo uma delas voltada para os problemas sociais, representada, no cenário atual, pelo METUIA/UFSCar. A pesquisa que aqui se apresenta objetivou reunir e analisar as produções bibliográficas desse grupo em relação à escola pública, tomando-se como fonte de dados produções bibliográficas levantadas na página online do METUIA/UFSCar e no currículo de suas coordenadoras na Plataforma Lattes/CNPq. Foram reunidas e apresentadas 45 produções, sendo três relatórios de pesquisa, duas teses de doutorado, seis dissertações de mestrado, nove relatórios de iniciação científica, oito capítulos de livros e 17 textos em periódicos. A análise e discussão do material foram feitas considerando-se três categorias temáticas: juventude em foco, evidenciando a centralidade da escola pública para o METUIA/UFSCar, dada sua proposta de trabalho com a juventude de grupos populares; escola pública como equipamento social, desvelando um entendimento de escola pública como um equipamento que compõe a rede de atenção e suporte à infância e juventude; e propostas de atuação da terapia ocupacional social na escola pública, trazendo abordagens teórico-metodológicas para ações terapêutico-ocupacionais com jovens pobres, dentro e fora das escolas. Conclui-se que esse conjunto de produções aponta demandas importantes relacionadas a problemáticas sociais a serem lidadas por terapeutas ocupacionais em suas práticas, além daquelas já tradicionalmente colocadas no âmbito das deficiências tratadas pela Educação Especial, problematizando sua contribuição em torno da Educação Básica no Brasil e da marca da desigualdade social que esta carrega e que perdura ainda no Século XXI.


Abstract Occupational therapy has produced knowledge and practices about/in schools from different perspectives, and one of them focuses on social problems represented in the current scenario in Brazil by METUIA/UFSCar. This research aimed to gather and analyze the bibliographic production of this group in the public school, taking the bibliographical productions raised on the METUIA/UFSCar online page and in the curriculum of its coordinators in the Plataforma Lattes/CNPq as a data source. They reunited and presented 45 productions: three research reports, two doctoral theses, six master's dissertations, nine scientific initiation reports, eight book chapters and 17 papers. The analysis and discussion of the material were made considering three thematic categories: youth in focus, evidencing the centrality of the public school to METUIA/UFSCar, given its proposal to work with the youth of popular groups; public school as social equipment, unveiling an understanding of public school as an equipment that composes the network of attention and support to children and youth; and action proposals of social occupational therapy in public schools, bringing theoretical and methodological approaches for therapeutic-occupational actions with poor young people inside and outside schools. We concluded that this set of productions points out important demands related to social problems to be worked by occupational therapists in their practices, beyond those already traditionally placed in the scope of disabilities cared by Special Education, problematizing its contribution to the Basic Education in Brazil that persists with marked social inequality in the XXI century.

16.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 27(3): 496-507, jul.-set. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1039350

RESUMO

Resumo O Centro da Juventude "Elaine Viviani" (CJ) é um equipamento social voltado para a população juvenil da região sul da cidade de São Carlos (SP), avaliada como um dos seus maiores bolsões de pobreza e com importantes demandas quanto ao acesso da população a serviços públicos e bens sociais. Este texto decorre de uma pesquisa cujo objetivo geral foi conhecer e analisar o perfil do público atendido pelo CJ, desde sua inauguração, no final de 2008, como também, levantar as atividades propostas e sua dinâmica institucional. Inicialmente, os dados buscados foram idade, gênero, escolaridade e bairro de origem, seguido da observação participante, durante o segundo semestre de 2012, das atividades oferecidas a seus frequentadores, além de conversas informais com os gestores e jovens, a fim de se conhecer a dinâmica institucional. Tais dados foram relacionados com as diretrizes estabelecidas pelo projeto político pedagógico do CJ e ao que prevê a política nacional para a juventude. Identificou-se a participação nas atividades de outras faixas etárias, além dos jovens e adolescentes; verificou-se que as garotas têm uma frequência significativamente menor e, quanto à procedência, a maioria dos frequentadores reside em bairros próximos ao equipamento. Dentre as atividades oferecidas, foram predominantes os cursos técnicos e profissionalizantes e aquelas relacionadas ao esporte. Pontua-se que, apesar do CJ "Elaine Viviani" resultar de um processo que define seus objetivos e parametriza suas propostas para a focalização da população juvenil, a realidade observada e os dados encontrados apontaram que esta população não estava sendo, de fato, priorizada.


Abstract The "Elaine Viviani" Youth Center is a social institution aimed at young people in the South region of São Carlos (SP). This Center is located in the poorest area of the city where is found a high social vulnerability. This text derives from a piece of research whose general objective was to know and analyze the profile of the public served by the CJ, since its inauguration at the end of 2008, as well as to raise the proposed activities and its institutional dynamics. Initially, the data sought were age, gender, schooling, and neighborhood of origin, followed by participant observation, during the second half of 2012, of the activities, offered to their customers, as well as informal conversations with managers and youths in order to get to know the institutional dynamics. All the information provided was related to the procedures established by its "Pedagogical Politician Project" and the National Youth Policy. It was proved that different ages attend activities in the Institution besides teenagers and young adults. Moreover, girls' attendance was smaller than boys' attendance and the majority of users live in the surrounding areas. Among the activities, it was offered mainly technical and professional courses and sports-related activities. It is noted that although the "Pedagogical Politician Project" prioritizes its objective and proposals on young people, the reality observed and the data found pointed out that this population was not, in fact, prioritized.

17.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 27(2): 235-250, abr.-jun. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1011687

RESUMO

Resumo Este artigo tem o objetivo de analisar os processos históricos que permitiram e impulsionaram a criação da terapia ocupacional na América Latina. Para a identificação dos colaboradores, foram elencados os países que são membros da Confederação Latino-americana de Terapia Ocupacional (Clato), tendo sido contatados seus representantes nessa organização, os quais foram convidados à colaboração, de maneira a ser possível um levantamento inicial de documentos e sujeitos envolvidos com tais processos nos diferentes países. Em relação à reunião e organização de dados, foi realizado um recorte histórico dos primeiros dez anos desde que se identificou o início do primeiro programa de formação em terapia ocupacional na América Latina, a saber, entre os anos de 1956 a 1966. Os países cujos programas foram criados nessas décadas foram: Brasil, México, Argentina, Venezuela, Chile e Colômbia. Como parte dos resultados, foi possível identificar que as histórias da terapia ocupacional e a criação de programas de formação na América Latina passam, dentre outros fatores, pelos antecedentes relacionados às epidemias de poliomielite e à história do cuidado no âmbito do adoecimento psíquico, além da presença dos movimentos de cooperação internacional, da hierarquização das carreiras profissionais e dos processos de subordinação do gênero feminino, no que se refere à inserção das mulheres no mercado de trabalho.


Abstract This article aims to analyze the historical processes that allowed and promoted the creation of occupational therapy in Latin America. For the identification of the collaborators, the countries that are members of the Latin American Confederation of Occupational Therapy (Clato) were listed, the representatives in that organization were contacted and invited to collaborate, in order to be possible an initial survey of documents and subjects involved with such processes in different countries. In relation to the collection and organization of data, was made a historical delimitation of the first ten years in which was identified the beginning of the first programs in occupational therapy in Latin America, namely between 1956 and 1966. The countries whose programs were created in those decades were: Brazil, Mexico, Argentina, Venezuela, Chile and Colombia. As part of the results, it was possible to identify that the histories of occupational therapy and the creation of programs in Latin America include, among other things, the antecedents related to poliomyelitis epidemics and to the history of psychiatric care, as well as the presence of international cooperation movements, the hierarchy of professional careers and the processes of subordination of the female gender, as regards the insertion of women in work activities.

18.
Can J Occup Ther ; 86(4): 299-312, 2019 Oct.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31013142

RESUMO

BACKGROUND.: Occupational justice and related concepts can inform practices directed at injustice and the lack of rights in daily life. Brazilian ideas about social occupational therapy seem to be similar to these concepts about inequality. PURPOSE.: This study aimed to answer the questions, "Do occupational justice concepts inform occupational therapists' professional actions?" and "How are occupational justice concepts connected to Brazilian ideas about social occupational therapy?" METHOD.: A secondary analysis was undertaken of a scoping review using occupational justice and related concepts as keywords. Descriptive and categorical analyses were used to classify the extract data. FINDINGS.: We selected 42 articles that specify occupational therapy practices, classified as individual approaches (n = 13), individual-integrated-with-social approaches (n = 22), and social approaches (n = 7). It was found that occupational justice concepts have informed individual approaches and that the second and third approaches can be connected with social occupational therapy. IMPLICATIONS.: Dialogue for sharing knowledge, concepts, and practices of occupational therapy worldwide can be inspired by this review.


Assuntos
Terapeutas Ocupacionais/psicologia , Terapia Ocupacional/organização & administração , Justiça Social/psicologia , Brasil , Competência Cultural , Humanos , Papel Profissional
19.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 26(4): 892-903, Oct.-Dec. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-984121

RESUMO

Abstract Introduction: "Social question" refers to the association between work and its social integration in a capitalist society, assuming a new contemporal configuration. Issues arising from the social question challenge professionals from different fields to provide relevant technical answers. Objective: This study aims to understand how occupational therapists have been addressing topics related to social question in occupational therapy journals indexed on Web of Science database. Method: An integrative literature review was conducted (2000-2014) using journals indexed in Thomson Reuters' Web of Science containg the term "occupational therapy" in their titles. Overall, 32 descriptors related to social question were used in our review. Results: The review found 186 texts, for which the abstracts were read and filters were applied to focus on the social question. The remaining 53 texts were read in full and used in our analysis. Several occupational therapy academicians have reflected on the social question. Their focus has mainly been on promoting health and wellness. The present review has a scope limitation because it only analyzes English texts indexed in the Web of Science. Conclusion: Occupational therapists should go beyond health interventions in favor of approaching actions that encompass different fields in order to promote greater social participation for all in a globalized capitalist society.


Resumo Introdução: A "questão social" refere-se à associação entre o trabalho e sua integração social em uma sociedade capitalista, permanecendo central desde o século XIX, porém assumindo novas configurações na contemporaneidade. Problemáticas decorrentes da questão social desafiam profissionais de diferentes áreas em torno da oferta de respostas técnicas relevantes. Objetivo: Este estudo teve como objetivo compreender como os terapeutas ocupacionais vêm abordando temas relacionados à questão social em periódicos de terapia ocupacional indexados na base Web of Science. Método: Foi realizada uma revisão integrativa da literatura (2000-2014) por meio de periódicos indexados na Web of Science da Thomson Reuters que contêm o termo "terapia ocupacional" em seus títulos. Foram utilizados 32 descritores relacionados à temática. Resultados: A revisão encontrou 186 textos, dos quais foram lidos os resumos, com a aplicação de filtros para enfocar a questão social. Os restantes 53 textos foram lidos na íntegra e analisados. Vários autores da área de terapia ocupacional têm refletido sobre a questão social, com foco, principalmente, na promoção da saúde e do bem-estar. A presente revisão tem escopo limitado, pois analisa apenas textos em inglês indexados na referida base de dados. Conclusão: Os terapeutas ocupacionais precisam ir além das intervenções em saúde em favor de ações que articulem diferentes setores de serviços e dialoguem com outros campos do saber, a fim de reunir elementos para promover uma maior participação social para todos em uma sociedade capitalista globalizada.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...