Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 76: 1-7, 2017. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ACVSES, SESSP-IALPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IALACERVO | ID: biblio-908199

RESUMO

Os programas de melhoramento genético têm desenvolvido uma grande variedade de sementes de milho, com características que conferem maior resistência às adversidades do plantio, e permitem a extensão do seu cultivo nas mais diversas condições climáticas. A análise microscópica de grãos é uma ferramenta de grande relevância na caracterização das matérias primas e modificações do amido. Levando-se em conta o fato do uso de transgênicos em alimentos ser ainda controverso, e principalmente para os consumidores, o considerável aumento de sua utilização como ingrediente em produtos alimentícios, o presente trabalho investigou a possibilidade de detectar, por meio de microscopia, a variação das características dos grãos de amido de milho transgênico em comparação com os grãos de amido de milho convencional. Os resultados indicaram diferenças entre os grãos de amido extraídos de milho convencional e naqueles extraídos de milho transgênico. O amido extraído de milho convencional, em sua maioria, caracterizou-se pela presença de grânulos de formato poliédrico, alguns ligeiramente abaulados, com hilo em formato estrelado. No amido extraído dos grãos de milho transgênico, o hilo apresentou formato linear, pontual ou ausente. Estas propriedades serão úteis para caracterizá-los nos trabalhos de pesquisa e de identificação em produtos alimentícios.


The genetic programs have developed the varieties of maize seed, with features that providegreater resistance to the planting adversity, thus to carry out the extension of their cultivationat varied weather conditions. Microscopic analysis of grain is a relevant tool for characterizingthe raw materials and the starch modifications. Taking into account the fact of the use ofgenetically modified organisms (GMOs) in food being still controversial, especially for consumers, and also owing to their significant increased use as ingredients in food products, the presentstudy investigated the possibility in detecting the characteristics variations of transgenic cornstarch grains by microscopy, in comparison with the conventional corn starch grains. The results showed significant differences between the conventional starch grains-extracted maize andthose derived from transgenic maize. Conventional corn-extracted starch was characterized mostly by the presence of polyhedral shaped beads, some of them slightly cambered, with Starryformat hilum, while the extracted starch from genetically modified maize grain, the hilum showed a linear format, punctual or absent. These findings will be valuable for conducting studies and for performing food products characterization and identification.


Assuntos
Alimentos Geneticamente Modificados , Histologia , Amido , Zea mays
2.
Braz. arch. biol. technol ; 53(6): 1469-1476, Nov.-Dec. 2010. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-572285

RESUMO

The effect of modified atmosphere packaging on the mortality of Sitophilus spp. in organic maize grain was studied. Maize grains were packed with five different atmospheres consisting of 20 percent O2, or 20, 40, 60, 80 percent CO2 with remaining N2. The packages were stored for 30 days at 26°C. CO2 and O2 concentrations were monitored inside the packages during the storage. The moisture content, titratable acidity and pH were analysed on the first and thirtieth day. At 5, 15 and 30 days of storage no significant differences were observed in the percentages of dead insects when CO2 was used. The results of progeny indicated that from the fifth day the number of emerging insects was low at 20, 60 and 80 percent CO2. Complete inhibition of the insects was achieved with 30 days of exposure in CO2 atmospheres.


O efeito da embalagem em atmosferas modificadas sobre os insetos Sitophilus spp. nos grãos de milho orgânico foi estudado. Os grãos de milho foram empacotados em cinco atmosferas iniciais diferentes de 20 por cento de O2, ou 20, 40, 60, 80 por cento de CO2 com balanço de N2. As embalagens foram armazenadas por 30 dias a 26ºC. As concentrações de CO2 e O2 foram monitoradas dentro das embalagens durante o armazenamento. As análises de teor de umidade, acidez e pH foram também realizados no primeiro e trigésimo dia. Os resultados mostraram que no quinto, décimo quinto e trigésimo dia de estocagem não foram encontrados diferenças significativas nas porcentagens de insetos mortos quando CO2 foi usado. Os resultados relativos à progênie indicaram que no quinto dia o número de insetos emergentes foi menor a 20, 60 e 80 por cento CO2. A completa inibição dos insetos foi atingida com 30 dias de exposição em atmosferas de CO2.

3.
Rev. bras. entomol ; 51(4): 501-505, out.-dez. 2007. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-473173

RESUMO

Oryzaephilus surinamensis is one of most common insect pest of grains and a variety of stored products, and has been found in high numbers in almost all storage facilities. However, laboratory mass rearing of this insect for bioassays is not a simple task, mainly because of its feeding behavior, small size, and high mobility. Thus, the aim of this work was to develop a simple and efficient laboratory rearing method for O. surinamensis, using wheat kernels milled into different granulometry to obtain large number and standardized population at different life stages for bioassays. The adults were collected from storage grain facilities in the southern region of Brazil and 100 specimens were placed inside glass jars with wheat kernels milled at different grades and kept at 25±0.5ºC and 65±5 percent relative humidity. The insects were allowed to copulate and lay eggs for 10 days and then removed. The number of eggs, larvae, and pupae was counted at five-day intervals; longevity of the second generation adults was evaluated. The kernels milled at grade 20 were the best medium for offspring production: 89 percent of eggs by the 5th day; 30.5 percent larvae by the 10th day; 43 percent pupae by the 30th day and 63.4 percent adults at the 46th day. The adults survived up to 450 days. Culturing O. surinamensis under the described conditions, transferring the parental adults by the 10th day after infestation and replacing the media when population builds up will produce enough insects of each stage for various laboratory bioassays.


Oryzaephilus surinamensis é uma das espécies de insetos-praga mais comuns em grãos e outros produtos armazenados, e tem ocorrido em grandes populações em praticamente todas as unidades de armazenamento de grãos. Contudo, a criação massal deste inseto, em laboratório, para bioensaios diversos, não tem sido uma tarefa simples, em função de seu comportamento alimentar, tamanho reduzido e alta mobilidade. Assim, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um método simples e eficiente para a criação de O. surinamensis, usando grãos de trigo moídos a diversas granulometrias para obter grandes populações e estágios padronizados para bioensaios. Insetos adultos foram coletados em diversos armazéns na região sul do Brasil; 100 espécimes foram colocados em frascos de vidro, com grãos de trigo moído a diferentes graus, mantidos a 25±0.5ºC e 65±5 por cento de umidade relativa. Os insetos foram mantidos por 10 dias para cópula e postura dos ovos, sendo então removidos. Ovos, larvas e pupas foram contados a intervalos de cinco dias; a longevidade dos adultos da segunda geração foi avaliada. Os grãos moídos a grau 20 representaram o melhor meio para a produção de progênie: 89 por cento dos ovos foram produzidos no 5º dia; 30,5 por cento das larvas no 10º; 43 por cento das pupas no 30º e aproximadamente 63 por cento dos adultos no 46º. Os adultos sobreviveram até 450 dias. A criação de O. surinamensis, nas condições descritas e transferindo os adultos após 10 dias e repondo o meio quando a população aumenta muito, produzirá um número de insetos de cada estágio suficiente para diversos bioensaios de laboratório.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Besouros , Longevidade , Controle Biológico de Vetores , Triticum , Larva , Pupa , Fatores de Tempo
4.
Pest Manag Sci ; 63(4): 358-64, 2007 Apr.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-17315137

RESUMO

As failure to control Rhyzopertha dominica (F.) with phosphine is a common problem in the grain-growing regions of Brazil, a study was undertaken to investigate the frequency, distribution and strength of phosphine resistance in R. dominica in Brazil. Nineteen samples of R. dominica were collected between 1991 and 2003 from central storages where phosphine fumigation had failed to control this species. Insects were cultured without selection until testing in 2005. Each sample was tested for resistance to phosphine on the basis of the response of adults to discriminating concentrations of phosphine (20 and 48 h exposures) and full dose-response assays (48 h exposure). Responses of the Brazilian R. dominica samples were compared with reference susceptible, weak-resistance and strong-resistance strains from Australia in parallel assays. All Brazilian population samples showed resistance to phosphine: five were diagnosed with weak resistance and 14 with strong resistance. Five samples showed levels of resistance similar to the reference strong-resistance strain. A representative highly resistant sample was characterised by exposing mixed-age cultures to a range of constant concentrations of phosphine for various exposure periods. Time to population extinction (TPE) and time to 99.9% suppression of population (LT(99.9)) values of this sample were generally similar to those of the reference strong-resistance strain. For example, at 0.1, 0.5 and 1.0 mg L(-1), LT(99.9) values for BR33 and the reference strong-resistance strain were respectively 21, 6.4 and 3.7 days and 17, 6.2 and 3.8 days. With both strains, doubling phosphine concentrations to 2 mg L(-1) resulted in increased LT(99.9) and TPE. High level and frequency of resistance in all population samples, some of which had been cultured without selection for up to 12 years, suggest little or no fitness deficit associated with phosphine resistance. The present research indicates that widespread phosphine resistance may be developing in Brazil. Fumigation practices should be monitored and resistance management plans implemented to alleviate further resistance development.


Assuntos
Besouros , Resistência a Inseticidas , Inseticidas , Fosfinas , Animais , Brasil , Relação Dose-Resposta a Droga , Inseticidas/administração & dosagem , Fosfinas/administração & dosagem
5.
Rev. bras. entomol ; 50(1): 110-114, jan.-mar. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-431048

RESUMO

A utilizacão de sinergistas é uma importante ferramenta para determinar os mecanismos envolvidos na resistência de insetos. Nesta pesquisa, o sinergista butóxido de piperonila (PBO) foi usado, em diferentes proporcões, para avaliar a contribuicão relativa de enzimas oxidases no metabolismo do inseticida organofosforado fenitrotiom e do piretróide deltametrina, em quatro populacões de Oryzaephilus surinamensis: OS1 (suscetível) e OS2, OS3 e OS4 (resistentes). O sinergista aumentou, significativamente, a toxicidade da deltametrina nas populacões resistentes, indicando que as oxidases exercem uma importante funcão na resistência a este inseticida. Para o fenitrotiom, o PBO apresentou um efeito antagonista, diminuindo significativamente a toxicidade do inseticida em todas as populacões, indicando que este sinergista não é o mais apropriado para a mistura com compostos organofosforados.


Assuntos
Animais , Besouros , Inseticidas Organofosforados , Resistência a Inseticidas
6.
Rev. bras. entomol ; 49(4): 572-574, out.-dez. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-423282

RESUMO

Rhyzopertha dominica (F.) foi submetida a estudos de repelência ao inseticida deltamethrin aplicado em grãos de trigo, em laboratório. Foram testadas quatro raças de R. dominica, duas resistentes ao deltamethrin, BR6 e BR12, e duas suscetíveis, BR4 e UK1, coletadas em unidades armazenadoras de grãos e mantidas em multiplicação em laboratório. O experimento foi realizado em quatro repetições, liberando-se 100 insetos, por repetição, em um pote de plástico contendo grãos de trigo não tratados; esse pote ficava conectado a outro de mesmo tamanho contendo grãos de trigo tratados com CL5, CL25 e CL50 do inseticida deltamethrin, separadamente, para cada raça. O conjunto foi mantido na posição horizontal, de forma a permitir a livre passagem dos insetos entre os dois compartimentos, a 25±1°C e 60±5 por cento de temperatura e de umidade relativa do ar, respectivamente. A avaliação da distribuição dos insetos no interior dos potes ocorreu 12 dias após sua liberação. Os insetos evitaram os grãos tratados com todas as concentrações de deltamethrin, indicando o efeito de repelência que o inseticida exerce sobre eles. No caso das raças suscetíveis, a diferença não foi significativa entre o número de indivíduos nas porções tratadas e não tratadas, nas diferentes concentrações. Por outro lado, os indivíduos das raças resistentes apresentaram um comportamento de repelência significativamente mais acentuado que os das suscetíveis, especialmente nas concentrações mais elevadas. O estudo dessas respostas comportamentais é fundamental para a tomada de decisões em programas de manejo da resistência de insetos de produtos armazenados.


Assuntos
Animais , Besouros , Grão Comestível , Resistência a Inseticidas
7.
Neotrop. entomol ; 34(2): 355-356, Mar.-Apr. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-451416

RESUMO

A cultura da videira é atacada por uma série de pragas que causam prejuízos à produção. Além dos insetos tradicionalmente associados à cultura recentemente foi observada a presença do gorgulho-do-milho Sitophilus zeamais Motschulsky, registrado como praga de grãos armazenados, danificando as bagas próximo à maturação. O dano direto é causado pela perfuração das bagas e o indireto pela proliferação de bactérias que se multiplicam no suco extravasado, concorrendo para o aumento de podridões na pré-colheita. Em parreirais de Vitis vinifera da cultivar Cabernet Sauvignon, em fevereiro de 2003, até 80 por cento das bagas foram danificadas pelo ataque do inseto.


Vineyards are attacked by a series of pests that damage yield. In addition to the insects traditionally associated with the crop, the presence of Sitophilus zeamais Motschulsky, registered as a grain store pest, was observed damaging grapes near maturity. Direct damage is caused by perforation of the grapes and indirect damage from the proliferation of bacteria that multiply in the spilt juice, that lead to increased rot at harvest. In Vitis vinifera grape vines of the Cabernet Sauvignon cultivar, up to 80 percent of the grapes were damaged by insect attack in February 2003.


Assuntos
Besouros/classificação , Gorgulhos/parasitologia , Vitis/microbiologia
8.
Rev. bras. entomol ; 48(1): 115-118, mar. 2004. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-389165

RESUMO

A principal praga de trigo armazenado, no Brasil, Rhyzopertha dominica (Fabricius), foi testada na Embrapa Trigo, em Passo Fundo-RS, em papel filtro impregnado com deltametrina nas concentrações letais CL5, CL25 e CL50 para verificar alterações no comportamento de deslocamento do inseto, as quais podem contribuir para o manejo da resistência de pragas em grãos armazenados. Foram testados insetos de quatro raças, duas resistentes, BR6 e BR12, e duas suscetíveis, BR4 e UK1, que foram coletadas em unidades armazenadoras no Rio Grande do Sul e criadas em laboratório. Espécimes da raça UK1 foram obtidos do laboratório do Imperial College of Science and Technology, Reino Unido. Os resultados mostraram diferenças no comportamento ambulatorial das raças durante o período de 24 horas. Os espécimes das raças resistentes reduziram sua locomoção sobre a superfície contaminada na tentativa de evitar o contato com o inseticida.


Assuntos
Besouros , Comportamento Animal , Grão Comestível , Piretrinas , Resistência a Inseticidas
9.
Neotrop. entomol ; 30(2): 321-325, June 2001. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-514458

RESUMO

Objetivou-se verificar a existência de resistência cruzada em raças de Rhyzopertha dominica (F.) resistentes ao inseticida deltametrina. Os experimentos foram conduzidos testando outros três inseticidas, também usados para controlar pragas de grãos armazenados, como permetrina (piretróide), pirimifós-metil e clorpirifós-metil (organofosforados). Quatro raças da praga foram usadas: duas raças suscetíveis, BR4 e UK1, e duas raças resistentes, BR6 e BR7, todas mantidas em laboratório após a coleta nos armazéns. Inicialmente todas as raças foram avaliadas em sua susceptibilidade ao inseticida deltametrina. Posteriormente, cada raça foi submetida a pressão de seleção ao inseticida deltametrina por três gerações consecutivas e no final da terceira geração cada raça foi avaliada em sua suscetibilidade com todos os inseticidas para determinar a resistência cruzada. Os resultados mostraram a existência de resistência cruzada para o inseticida permetrina, nas raças BR6 e BR7 de R. dominica. Não houve resistência cruzada aos dois inseticidas organofosforados testados. Isso indica que a resistência cruzada ocorreu dentro do mesmo grupo químico de inseticidas e não entre diferentes grupos.


In order to verify if there was cross-resistance in deltamethrin resistance strains of Rhyzopertha dominica (F.), experiments were carried out with three insecticides used in stored grain to control pests: permethrin (pyrethroid), pirimiphos-methyl and chlorpyrifos-methyl (organophosphates). Three strains from Brazil (BR4, BR6 and BR7) and one from United Kingdom (UK1) were tested. The strains BR4 and UK1 were susceptible and BR6 and BR7 were resistant to deltamethrin. Initially all strains were assessed in their susceptibility to deltamethrin insecticide. Then, after they were submitted to deltamethrin selection pressure throughout three generations, each strain was assessed with all other insecticides to determine the cross-resistance spectrum. Results showed that cross-resistance to permethrin existed in the BR6 and BR7 strains of R. dominica. No cross-resistance to the organophosphates, pirimiphos-methyl and chlorpyrifos-methyl, was detected in deltamethrin-resistant strains.

10.
J. bras. nefrol ; 12(4): 184-7, dez. 1990.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-126923

RESUMO

A insuficiência renal aguda (IRA), como complicaçäo de diálise hemorrágica generalizada, por contato com lagartas do gênero (Lonomia (Lepidoptera, Saturniidae), é evento rato. Entretanto, atenderam-se dois pacientes, que, na mesma época e em localidades diferentes, após contato com lagartas, desenvolveram diátese hemorrágica e IRA. A identificaçäo da lagarta, sua toxina, os efeitos desta sobre o sistema de coagulaçäo, bem como a IRA, necessitam de estudos mais completos para melhor entendimento de sua patologia


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Injúria Renal Aguda/etiologia , Transtornos Hemorrágicos/complicações , Lepidópteros
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...