Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 76
Filtrar
1.
Rev. latinoam. psicopatol. fundam ; 25(2): 407-428, abr.-jun. 2022.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1395010

RESUMO

Este estudo teve como objetivo investigar as relações entre psicose e cuidados com o corpo. Adotou-se o método do relato de experiência, a partir do trabalho em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Conteúdos delirantes podem se colocar como impasses para a promoção da saúde. Há um importante índice de comorbidades clínicas em pessoas com diagnóstico de transtornos mentais crônicos, em decorrência de fatores como tabagismo, dieta precária, sedentarismo e efeitos colaterais de medicamentos. A Saúde Mental é uma clínica de sujeitos, de singularidades que precisam existir e conviver num coletivo, o que exige uma criatividade e uma sensibilidade que não cabe nos protocolos. É preciso construir um cuidado possível, coerente com os recursos que cada sujeito encontra para estar no mundo.


Resumos The purpose of this study was to investigate the relation between psychosis and body care. The experience report method was adopted, based on a work performed in a Psychosocial Care Center (CAPS). Delusional contents may hamper health promotion. There is an important rate of clinical comorbidities in people diagnosed with chronic mental disorders, due to factors such as smoking, poor diet, sedentary lifestyle, and medication side effects. Mental Health is a clinic of subjects, of singularities that need to exist and coexist in a collective, which requires creativity and sensitivity that does not fit into protocols. We need to build a possible care, consistent with the means that enable each subject to be in the world.


Le but de cette étude était d'étudier la relation entre la psychose et les soins corporels. La méthode du rapport d'expérience a été adoptée, basée sur le travail dans un Centre d'Aide Psychosociale (CAPS). Les contenus délirants peuvent constituer des impasses pour la promotion de la santé. Un taux important de comor-bidités cliniques se manifeste chez les personnes diagnostiquées avec des troubles mentaux chroniques en raison de facteurs tels que le tabagisme, une mauvaise alimentation, un mode de vie sédentaire et les effets secondaires des médicaments. La Santé Mentale est une clinique de sujets, de singularités qui ont besoin d'exister et de vivre ensemble dans un collectif, ce qui demande de la créativité et de la sensibilité qui ne rentrent pas dans les protocoles. Il faut construire un soin possible, compatible avec les ressources que chaque sujet trouve pour se situer dans le monde.


El objetivo de este estudio fue investigar la relación entre la psicosis y el cuidado corporal. Se adoptó el método del informe de experiencia, a partir del trabajo realizado en un Centro de Atención Psicosocial (CAPS). El contenido delirante puede representar un obstáculo para la promoción de la salud. Existe una importante tasa de comorbilidades clínicas en personas diagnosticadas con trastornos mentales crónicos, debido a factores como el tabaquismo, la mala alimentación, el sedentarismo y los efectos secundarios de los medicamentos. La Salud Mental es una clínica de sujetos, de singularidades que necesitan existir y convivir en un colectivo, esto requiere una creatividad y una sensibilidad que no encajan en los protocolos. Es necesario construir un cuidado posible, coherente con los recursos que cada sujeto encuentra para vivir en el mundo.

3.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-36612973

RESUMO

This is a cross-sectional study conducted with pregnant women who underwent prenatal care at basic health units in São Luís City, Maranhão State, Brazil. The authors used a semistructured questionnaire to assess the socioeconomic, demographic, and clinical characteristics of pregnant women as well as the Edinburgh Scale to investigate depressive symptoms. In order to assess the association between the explanatory variable and the outcome variable, Poisson logistic regression was performed with statistical significance at p < 0.05. A total of 205 women were interviewed, most aged between 18 and 29 years (66.83%). Of this total, 74.63% had not planned their pregnancy and 26.67% had depressive symptoms. The variables unplanned pregnancy (PR = 1.41; CI = 0.99-2.00; p = 0.05) and not undergoing psychological counseling (PR = 1.42; CI = 0.51-0.83; p ≤ 0.01) correlated with depressive symptoms during pregnancy. It is thus possible to link the variables unplanned pregnancy (p > 0.05) and not undergoing psychological counseling (p = 0.001) to depression. Therefore, it is important to monitor the mental health of pregnant women, especially in situations of vulnerability.


Assuntos
COVID-19 , Gravidez não Planejada , Feminino , Gravidez , Humanos , Adolescente , Adulto Jovem , Adulto , COVID-19/epidemiologia , Depressão/epidemiologia , Estudos Transversais , Pandemias , Gestantes/psicologia
4.
Rev Bras Enferm ; 74(suppl 3): e20200408, 2021.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-34076196

RESUMO

OBJECTIVE: To identify the nursing staff's difficulties in providing care in psychosocial rehabilitation to CAPS users. METHODS: Qualitative study based on constructionism. Sixteen members of the CAPS nursing staff participated in the study in the city of Rio de Janeiro. The data collected in the interviews and observations were organized in Nvivo software and analyzed based on thematic content. RESULTS: The difficulties identified were: the territorial violence that imposes a silence to the actions of CAPS, low user education as a barrier to protagonism, impaired family adhesion, the technical-conceptual discomfort of nursing in acting in the crisis and material and human of CAPS dismantlement. FINAL CONSIDERATIONS: The challenges consist of overcoming staff exhaustion; however, they do not prevent nursing from betting on the possibility of protagonist care. Therefore, such care is dimensioned by the clinical-political-ethical relation in constant negotiation with the territory.


Assuntos
Cuidados de Enfermagem , Recursos Humanos de Enfermagem , Reabilitação Psiquiátrica , Brasil , Humanos , Pesquisa Qualitativa
5.
Barbarói ; (58): 95-121, jan.-jun. 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1150759

RESUMO

Objetivo: analisar na literatura científica global o tema protagonismo do usuário no serviço de saúde mental. Método: revisão integrativa da literatura, a partir de artigos em português, inglês e francês nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde, CINAHL, SCOPUS e PubMed com palavras-chave e MESH, sem determinação temporal. Elegeram-se 21 artigos pelo fluxograma de seleção no período de agosto de 2017 a abril 2020. Resultados: o protagonismo na área da saúde mental é descrito como uma prática transformadora e humanitária pautada nas necessidades do usuário, os artigos nacionais e internacionais trouxeram concepções e ações sobre o protagonismo. Conclusão: o Modelo da Maré, as oficinas terapêuticas, o Projeto Terapêutico Singular, o Psicodrama e o teatro são ferramentas que se apresentam essenciais para o protagonismo do usuário na assistência em saúde mental, pois demarcam tecnologias e dispositivos de produção que permeiam a autonomia, a valorização e subjetividade da pessoa assistida.(AU)


Objetivo: analizar en la literatura científica global el tema del protagonismo del usuario en el servicio de salud mental. Método: revisión bibliográfica integradora, basada en artículos en portugués, inglés y francés en las bases de datos de la Biblioteca Virtual en Salud, CINAHL, SCOPUS y PubMed con palabras clave y MESH, sin determinación temporal. El diagrama de flujo de selección eligió 21 artículos de agosto de 2017 a abril de 2020. Resultados: el protagonismo en el área de salud mental se describe como una práctica transformadora y humanitaria basada en las necesidades del usuario, los artículos nacionales e internacionales aportaron conceptos y acciones sobre protagonismo. Conclusión: el Modelo Maré, los talleres terapéuticos, el Proyecto Terapéutico Singular, el Psicodrama y el teatro son herramientas esenciales para el papel del usuario en la atención de la salud mental, ya que delimitan tecnologías y dispositivos de producción que impregnan la autonomía. La valoración y subjetividad de la persona asistida.(AU)


Objective: to analyze in the global scientific literature the theme of user leadership in the mental health service. Method: integrative literature review, based on articles in Portuguese, English and French in the databases of the Virtual Health Library, CINAHL, SCOPUS and PubMed with keywords and MESH, without temporal determination. 21 articles were chosen by the selection flowchart from August 2017 to April 2020. Results: the leadership in the mental health area is described as a transformative and humanitarian practice based on the needs of the user, national and international articles brought concepts and actions on leadership. Conclusion: the Tidal Model, the therapeutic workshops, the Singular Therapeutic Project, Psychodrama and the theater are tools that are essential for the role of the user in mental health care, as they demarcate technologies and production devices that permeate autonomy, the valuation and subjectivity of the assisted person.(AU)


Assuntos
Humanos , Pacientes , Saúde Mental , Autonomia Pessoal , Assistência à Saúde Mental , Serviços de Saúde Mental
7.
Rev. bras. enferm ; 74(supl.3): e20200408, 2021.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1251220

RESUMO

ABSTRACT Objective: To identify the nursing staff's difficulties in providing care in psychosocial rehabilitation to CAPS users. Methods: Qualitative study based on constructionism. Sixteen members of the CAPS nursing staff participated in the study in the city of Rio de Janeiro. The data collected in the interviews and observations were organized in Nvivo software and analyzed based on thematic content. Results: The difficulties identified were: the territorial violence that imposes a silence to the actions of CAPS, low user education as a barrier to protagonism, impaired family adhesion, the technical-conceptual discomfort of nursing in acting in the crisis and material and human of CAPS dismantlement. Final considerations: The challenges consist of overcoming staff exhaustion; however, they do not prevent nursing from betting on the possibility of protagonist care. Therefore, such care is dimensioned by the clinical-political-ethical relation in constant negotiation with the territory.


RESUMEN Objetivo: Identificar dificultades del equipo de enfermería en prestación del cuidado en rehabilitación psicosocial a los usuarios del CAPS. Métodos: Estudio cualitativo, basado en el construccionismo. Participaron 16 miembros del equipo de enfermería del CAPS en Rio de Janeiro. Los datos recogidos en las entrevistas y en la observación organizados en software Nvivo y analizados con base en el contenido temático. Resultados: Las dificultades identificadas son: la violencia territorial que impone un silenciamiento a las acciones del CAPS, baja escolaridad del usuario como barrera al protagonismo, adhesión familiar perjudicada, incomodidad técnico-conceptual de la enfermería en actuar en la crisis y desvalorización material y humana del CAPS. Consideraciones finales: Los desafíos consisten en superar el agotamiento del equipo, pero no impiden que la enfermería aposte en la posibilidad del cuidado esencial. Para tanto, tal cuidado es dimensionado por la relación clínica-política-ética en una negociación constante con el territorio.


RESUMO Objetivo: Identificar as dificuldades da equipe de enfermagem na prestação do cuidado em reabilitação psicossocial aos usuários do CAPS. Métodos: Estudo qualitativo, baseado no referencial do construcionismo. Participaram do estudo 16 membros da equipe de enfermagem do CAPS na cidade do Rio de Janeiro. Os dados coletados nas entrevistas e na observação foram organizados no software Nvivo e analisados com base no conteúdo temático. Resultados: As dificuldades identificadas foram: a violência territorial que impõe um silenciamento às ações do CAPS, a baixa escolaridade do usuário como barreira ao protagonismo, a adesão familiar prejudicada, o desconforto técnico-conceitual da enfermagem em atuar na crise e o sucateamento material e humano do CAPS. Considerações finais: Os desafios consistem em superar o esgotamento da equipe, contudo não impedem que a enfermagem aposte na possibilidade do cuidado protagonizador. Para tanto, tal cuidado é dimensionado pela relação clínica-política-ética em uma negociação constante com o território.

8.
Rev. enferm. UERJ ; 28: 49923, jan.-dez. 2020.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1097213

RESUMO

Objetivo: refletir sobre as intervenções/ações de cuidado em saúde mental voltados aos profissionais da saúde que prestam assistência ao paciente suspeito ou diagnosticado com COVID-19. Conteúdo: A pandemia de COVID-19 traz o desafio para profissionais da saúde em lidar com sua própria saúde mental e a dos pacientes. É fundamental conhecer e refletir sobre iniciativas que países apresentam para lidar com a manutenção da saúde mental de profissionais da saúde em tempos de pandemia e que contribuem para repensar o planejamento, execução e avaliação de estratégias a serem utilizadas no Brasil. Considerações finais: foi possível elencar ações em saúde mental que têm se mostrado assertivas no cuidado aos trabalhadores de saúde, atuantes na ponta do cuidado, sobretudo as baseadas no esclarecimento da doença, uso adequado de equipamentos de proteção individual, além do mapeamento daqueles profissionais fragilizados emocionalmente e/ou com sofrimento mental anterior à pandemia, além do suporte emocional oferecido por meio de plataformas digitais.


Objective: to reflect on mental health care interventions/actions aimed at health professionals who provide assistance to patients suspected or diagnosed with COVID-19. Content: The COVID-19 pandemic challenges health professionals to lead with their own and patients' mental health. It is essential to know and to reflect about countries' initiatives to deal with health professional's mental health maintenance in times of pandemic, and to help to re-think strategies planning, execution and evaluation to be used in Brazil. Final considerations: it was possible to list actions in mental health that have shown to be assertive in the care of health workers who are in the front line of caring, especially those based on clarifying the disease, appropriate use of individual protective equipment, in addition to mapping those emotionally weakened professionals and or with mental suffering prior to the pandemic, in addition to the emotional support offered through digital platforms.


Objetivo: reflexionar sobre las intervenciones/acciones de atención de salud mental dirigidas a profesionales de la salud que prestan asistencia a pacientes sospechosos o diagnosticados con COVID-19. Contenido: La pandemia COVID-19 desafía a los profesionales de la salud a hacer frente con la salud mental propia y de los pacientes. Es esencial conocer y reflexionar sobre las iniciativas de los países para enfrentar al mantenimiento de la salud mental de los profesionales de la salud en tiempos de pandemia, y para ayudar a repensar la planificación, ejecución y evaluación de estrategias que se utilizarán en Brasil. Consideraciones finales: fue posible enumerar acciones en salud mental que han demostrado ser asertivas en la atención de los trabajadores de salud que trabajan en la primera línea de atención de la salud, especialmente aquellos basados en la aclaración de la enfermedad, el uso apropiado de equipos de protección individual, además de mapear aquellos profesionales debilitados emocionalmente y / o con sufrimiento mental antes de la pandemia, además del apoyo emocional ofrecido a través de plataformas digitales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde Mental/normas , Pessoal de Saúde/psicologia , Infecções por Coronavirus , Pandemias , Betacoronavirus , Brasil , Saúde do Trabalhador , Disseminação de Informação , Equipamento de Proteção Individual
9.
Texto & contexto enferm ; 29: e2018068, Jan.-Dec. 2020.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1094543

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the narrative of users about the assistance received by the professionals of the Mais Médicos (More Doctors) Program. Method: qualitative, exploratory, descriptive, comprehensive research carried out from August to December 2015. 16 interviews were carried out in four Basic Health Units that hired doctors who spoke the Spanish language. Systematic observation was performed with 30 hours of registration, and the respondents answered a socio-demographic questionnaire and a semi-structured interview. The analysis followed the triangulation of data from participant observation, interviews and the theoretical framework, using thematic analysis in the light of dialectical hermeneutics. Three operational categories have been developed: Quality and welcoming in consultation, Doctor-patient communication and foreign Doctor Results: the interviewees stated that making an appointment for a medical appointment, unlike before, became possible and less time consuming with the arrival of new doctors. The interviewees were satisfied with the medical care received, highlighting the quality of care. Conclusion: the medical reception received at the consultation, and the prescribed medications, seem to have a greater weight for the perception of the quality of the consultation, and to be more important for users than the understanding of the foreign language and the doctor's language. The low structural and operational competence of Primary Care remains the limit for the Mais Médicos Program.


RESUMEN Objetivo: analizar la narrativa de los usuarios sobre la asistencia recibida por los profesionales del Programa Mais Médicos. Método: investigación cualitativa, exploratoria, descriptiva, exhaustiva, realizada entre agosto y diciembre de 2015. Se realizaron 16 entrevistas en cuatro Unidades Básicas de Salud que contrataron médicos que hablaban español. La observación sistemática se realizó con 30 horas de registro, y los encuestados respondieron un cuestionario sociodemográfico y una entrevista semiestructurada. El análisis siguió la triangulación de datos de la observación participante, entrevistas y el marco teórico, utilizando análisis temáticos a la luz de la hermenéutica dialéctica. Se han desarrollado tres categorías operativas: calidad y bienvenida en la consulta, comunicación médico-paciente y médico extranjero. Resultados: los entrevistados declararon que hacer una cita para una cita médica, a diferencia de antes, se hizo posible y llevó menos tiempo con la llegada de nuevos médicos. Los entrevistados quedaron satisfechos con la atención médica recibida, destacando la calidad de la atención. Conclusión: la recepción médica recibida en la consulta, y los medicamentos recetados, parecen tener un mayor peso para la percepción de la calidad de la consulta, y son más importantes para los usuarios que la comprensión del idioma extranjero y el idioma del médico. La baja competencia estructural y operativa de Atención Primaria sigue siendo el límite para el Programa Mais Médicos.


RESUMO Objetivo: analisar a narrativa de usuários sobre a assistência recebida pelos profissionais do Programa Mais Médicos. Método: pesquisa qualitativa, exploratória, descritiva, de natureza compreensiva, realizada no período de agosto a dezembro de 2015. Foram realizadas 16 entrevistas em quatro Unidades Básicas de Saúde que contrataram médicos que se expressavam no idioma espanhol. Foi realizada observação sistemática com 30 horas de registro, e os depoentes responderam a um questionário sócio demográfico e a uma entrevista semiestruturada. A análise obedeceu à triangulação dos dados da observação participante, das entrevistas e do referencial teórico, utilizando-se a análise temática à luz da hermenêutica dialética. Foram elaboradas três categorias operacionais: Qualidade e acolhimento na consulta, Comunicação médico-paciente e Médico estrangeiro. Resultados: os entrevistados afirmaram que marcar uma consulta médica, diferente de antes, tornou-se possível e menos demorado com a chegada dos novos médicos. Os entrevistados mostraram-se satisfeitos com o atendimento médico recebido, realçando a qualidade na assistência. Conclusão: o acolhimento médico recebido na consulta, e as medicações prescritas, parecem ter um peso maior para a percepção da qualidade da consulta, e serem mais importantes para os usuários do que a compreensão do idioma estrangeiro e da linguagem do médico. A baixa competência estrutural e operacional da Atenção Básica permanece como limite para o Programa Mais Médicos.


Assuntos
Humanos , Adulto , Saúde , Cuidados Médicos , Consórcios de Saúde , Médicos , Atenção Primária à Saúde , Política Pública , Qualidade da Assistência à Saúde , Sistema Único de Saúde , Pesquisa Qualitativa
10.
Rev Gaucha Enferm ; 42(spe): e20200082, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-33084789

RESUMO

OBJECTIVE: To analyze the actions of the Nursing team to promote the leading role of the patient in the Psychosocial Rehabilitation Center. METHOD: A qualitative study, with reference to Social Constructionism. The study was conducted with 16 members of the Nursing team in two CAPS in the city of Rio de Janeiro from September 2017 to January 2018. The data collected from interviews and observation were organized in the Nvivo Software and the thematic content was analyzed. RESULTS: The study analyzed leading care. This is constructed through creative communication, networking and the perception of the Nursing team as an "antenna". FINAL CONSIDERATIONS: The Nursing team does not reduce the users to the impossibilities of their psychiatric diagnoses, it uses creative communication and the construction of support networks in the territory. It constitutes itself as an antenna in care in psychosocial rehabilitation.


Assuntos
Transtornos Mentais/reabilitação , Papel do Profissional de Enfermagem , Autonomia Pessoal , Reabilitação Psiquiátrica , Enfermagem em Reabilitação , Brasil , Humanos , Entrevistas como Assunto , Equipe de Enfermagem , Pesquisa Qualitativa
11.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-1254

RESUMO

Objective: To analyze the actions of the Nursing team to promote the leading role of the patient in the Psychosocial Rehabilitation Center.Method: A qualitative study, with reference to Social Constructionism. The study was conducted with 16 members of the Nursing team in two CAPS in the city of Rio de Janeiro from September 2017 to January 2018. The data collected from interviews and observation were organized in the Nvivo Software and the thematic content was analyzed.Results: The study analyzed leading care. This is constructed through creative communication, networking and the perception of the Nursing team as an "antenna". Final considerations: The Nursing team does not reduce the users to the impossibilities of their psychiatric diagnoses, it uses creative communication and the construction of support networks in the territory. It constitutes itself as an antenna in care in psychosocial rehabilitation.


Objetivo: Analizar las acciones del equipo de Enfermería que promueven el protagonismo del usuario en el Centro de Rehabilitación Psicosocial.Método: Estudio cualitativo, con referencia al construccionismo social. En el estudio participaron 16 integrantes del equipo de enfermería de dos CAPS de la ciudad de Río de Janeiro de septiembre de 2017 a enero de 2018. Los datos recopilados de las entrevistas y la observación se organizaron en el software Nvivo y se analizó el contenido temático.Resultados: El estudio analizó los significados de la atención protagonista. Esta se construye a través de la comunicación creativa, de la creación de redes y de la percepción del equipo de enfermería como una antena.Consideraciones finales: El equipo de enfermería no reduce al usuario a las imposibilidades de su diagnóstico psiquiátrico, utiliza la comunicación creativa y la construcción de redes de apoyo en el territorio. Se constituye como una antena en el cuidado de la rehabilitación psicosocial.


Objetivo: Analisar as ações da equipe de Enfermagem que promovem o protagonismo do usuário no Centro de Reabilitação Psicossocial.Métodos: Estudo qualitativo, baseado no referencial do Construcionismo. Participaram do estudo 16 membros da equipe de enfermagem em dois serviços de saúde mental da cidade do Rio de Janeiro no período de setembro de 2017 a janeiro de 2018. Os dados coletados nas entrevistas e na observação foram organizados no Software Nvivo e analisados a partir do conteúdo temático.Resultados: O estudo analisou que o cuidado protagonizador é construído através da comunicação criativa, do trabalho em rede e na percepção de que a equipe de Enfermagem funciona como uma antena.Considerações finais: A squipe de enfermagem não reduz o usuário às impossibilidades de seu diagnóstico psiquiátrico, usa da comunicação criativa e construção de redes de apoio no território. Ela se constitui como uma antena no cuidado na reabilitação psicossocial.

12.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(1): 158-163, jun. 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1103020

RESUMO

Objetivo: verificar a vivência de prazer e sofrimento na equipe técnica em enfermagem do centro de terapia intensiva. Método: pesquisa do tipo qualitativa com observação participante e sistemática, realizada com técnicos de enfermagem do CTI de um hospital em São Luís ­ MA. Foram entrevistados 26 técnicos de enfermagem com histórico de atestados médicos entre julho de 2016 e julho de 2017. Utilizou-se a análise de conteúdo para tratamento dos dados e como metodologia a hermenêutica-dialética. Resultados: verificou-se a vivência de prazer por trabalhar com pacientes graves, relacionando a profissão com atos de heroísmo. Contudo, identificou-se a vivência de sofrimento físico por usar o corpo como ferramenta de trabalho, e o sofrimento psíquico traduzido em rotinas carregadas de cobranças excessivas, e medo de perder o emprego com a prática de presenteísmo. Conclusão: conclui-se que os técnicos de enfermagem do centro de terapia intensiva vivenciam prazer e sofrimento relacionado ao trabalho. (AU)


Objective: to know the experience of pleasure and suffering in the nursing team of the intensive care unit. Method: qualitative research with participant and systematic observation and interviews with nursing technicians from the ICU of a hospital in São Luís, Maranhão, Brazil. 26 nursing technicians with a history of medical certificates were interviewed between July 2016 and July 2017. Content analysis for and dialectic hermeneutics was used to treat the results. Results: the experience of pleasure was verified by working with serious patients, relating the profession with acts of heroism. However, the experience of physical suffering was identified by using the body as a work tool, and the psychic suffering translated into routines loaded with excessive charges, and fear of losing the job leading to the practice of presenteism. Conclusion: it is concluded that the nursing technicians of the intensive care center experience pleasure from feelings of heroism in the profession, and work-related suffering due to excessive collections, permanent vigilance, problems with nursing management, absenteeism and feelings of exclusion. (AU)


Objetivo: conocer la vivencia de placer y sufrimiento en el equipo técnico en enfermería del centro de terapia intensiva. Metodo: investigación del tipo cualitativo con observación participante y sistemática y entrevistas realizadas con técnicos de enfermería del CTI de un hospital en São Luís, Maranhão, Brasil. Se entrevistó a 26 técnicos de enfermería con historial de atestados médicos entre julio de 2016 y julio de 2017. Se utilizó el análisis de contenido para y hermenéutica-dialéctica para tratamiento de los resultados. Resultados: se verificó la vivencia de placer por trabajar con pacientes graves, relacionando la profesión con actos de heroísmo. Sin embargo, se identificó la vivencia de sufrimiento físico por usar el cuerpo como herramienta de trabajo, y el sufrimiento psíquico traducido en rutinas cargadas de cobranzas excesivas, y miedo de perder el empleo llevando a la práctica de presenteísmo. Conclusión: se concluye que los técnicos de enfermería del centro de terapia intensiva experimentan placer por sentimientos de heroísmo en la profesión, y sufrimiento relacionado al trabajo debido a cargos excesivos, vigilancia permanente, problemas en las relaciones con la gestión de enfermería, absentismo y sentimiento la exclusión. (AU)


Assuntos
Esgotamento Profissional , Saúde do Trabalhador , Enfermagem de Cuidados Críticos , Técnicos de Enfermagem , Profissionais de Enfermagem
13.
Cien Saude Colet ; 24(5): 1767-1776, 2019 May 30.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31166511

RESUMO

The 1988 Constitution increased the Public Prosecutor's Office attributions and facilitated social participation through management councils in the construction of public policies and in the implementation of social control. In this context, it is necessary to reflect critically on the Public Prosecutor's Office work and its interaction with Health Councils to strengthen social control in the National Unified Health System. We conducted a systematic literature review to identify the national panorama of the relationship between the Public Prosecutor's Office and Health Councils with a view to providing answers on this institution's contributions toward effective social control in the National Unified Health System (SUS). The following databases were consulted: PubMed, BVS, CAPES Journals and BDTD. We included 17 studies, papers and dissertations, which were selected in the period 2006-2015. Results summarize that the Public Prosecutor's Office should focus its activities on health, especially on the operative and extrajudicial matrix, in order to boost popular participation and overcome Health Councils' shortcomings. An essential dialogue between the Public Prosecutor's Office and Health Councils is in place and mutually benefits the strengthening and effectiveness of social control in the SUS.


A Constituição Federal de 1988 ampliou as atribuições do Ministério Público e possibilitou a participação popular por meio de conselhos gestores na construção de políticas públicas e na efetivação do controle social. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura com o intuito de conhecer o panorama nacional sobre a interação entre o Ministério Público e os Conselhos de Saúde e a importância desse relacionamento para o fortalecimento do controle social no Sistema Único de Saúde, buscando refletir criticamente sobre a atuação do Ministério Público para o bom funcionamento desses instrumentos democráticos de poder. Consultaram-se as bases: PubMed, BVS, Periódicos CAPES e BDTD. Para a composição da amostra de 17 artigos e dissertações, selecionados entre 2006 e 2015, foram associados os descritores: Ministério Público, Controle Social, Participação Popular e Conselhos de Saúde. A análise dos resultados demonstra que existe diálogo entre Ministério Público e Conselhos de Saúde, e ele traz benefícios recíprocos que são imprescindíveis para o fortalecimento e efetivação do controle social no SUS. Na área da saúde, a atuação do Ministério Público sobre a matriz resolutiva e extrajudicial estimula a participação popular e a superação das deficiências enfrentadas pelos Conselhos de Saúde.


Assuntos
Programas Nacionais de Saúde/legislação & jurisprudência , Política Pública , Controle Social Formal , Brasil , Humanos , Jurisprudência , Participação Social
14.
Saúde Soc ; 28(2): 111-123, abr.-jun. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1014584

RESUMO

Resumo Este estudo tem como objetivo analisar o relacionamento entre o Ministério Público e os Conselhos Municipais de Saúde (CMS), buscando refletir de que maneira aquela instituição pode contribuir para a efetividade do controle social exercido no Sistema Único de Saúde (SUS) no estado do Maranhão. Foi utilizada metodologia qualitativa, dividida em pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas. Da pesquisa participaram promotores de justiça e conselheiros de saúde que atuam nos CMS de uma região de saúde naquele estado. Os resultados evidenciaram que o controle institucional no SUS realizado pelo Ministério Público do Maranhão é marcado por práticas frágeis e não uniformes, apesar das possibilidades, capacidades e atribuições conferidas pela Constituição Federal de 1988. Os CMS pesquisados apresentam deficiências e limitações conhecidas do Ministério Público, que ainda não orientou sua política institucional para o fortalecimento do controle social a partir do diálogo interinstitucional. A democratização e a efetivação da política de saúde nos municípios da região de saúde pesquisada dependem, entre outras coisas, do aprimoramento da interlocução entre o Ministério Público e os CMS, tendo o potencial de qualificar e fortalecer o controle social no SUS.


Abstract This study aims to analyze the relationship between the Public Prosecutor's Office and the Municipal Health Councils (CMS), reflecting on how that institution can contribute to the effectiveness of the social control exercised in the Brazilian Brazilian National Health System (SUS) in the state of Maranhão, Brazil. A qualitative method, divided into documentary research and semi-structured interviews, was used. Prosecutors and health counselors working directly with the CMS of a health region in that state participated in this study. Results showed the SUS institutional control carried out by the Public Prosecutor's Office in Maranhão is marked by fragile and irregular practices, despite the possibilities, capacities, and attributions granted by the 1988 Federal Constitution. The CMS researched showed deficiencies and limitations known to the Public Prosecutor's Office, which has not yet oriented its institutional policy to strengthen social control through interinstitutional dialogue. The democratization and implementation of health policies in the municipalities of the health region researched depend, among other things, on improving the interlocution between the Public Prosecutor's Office and the CMS. Such dialogue has the potential to qualify and strengthen social control in SUS.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Controle Social Formal , Sistema Único de Saúde , Conselhos de Saúde , Ministério Público , Participação Social , Política de Saúde
15.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 24(5): 1767-1776, Mai. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1001813

RESUMO

Resumo A Constituição Federal de 1988 ampliou as atribuições do Ministério Público e possibilitou a participação popular por meio de conselhos gestores na construção de políticas públicas e na efetivação do controle social. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura com o intuito de conhecer o panorama nacional sobre a interação entre o Ministério Público e os Conselhos de Saúde e a importância desse relacionamento para o fortalecimento do controle social no Sistema Único de Saúde, buscando refletir criticamente sobre a atuação do Ministério Público para o bom funcionamento desses instrumentos democráticos de poder. Consultaram-se as bases: PubMed, BVS, Periódicos CAPES e BDTD. Para a composição da amostra de 17 artigos e dissertações, selecionados entre 2006 e 2015, foram associados os descritores: Ministério Público, Controle Social, Participação Popular e Conselhos de Saúde. A análise dos resultados demonstra que existe diálogo entre Ministério Público e Conselhos de Saúde, e ele traz benefícios recíprocos que são imprescindíveis para o fortalecimento e efetivação do controle social no SUS. Na área da saúde, a atuação do Ministério Público sobre a matriz resolutiva e extrajudicial estimula a participação popular e a superação das deficiências enfrentadas pelos Conselhos de Saúde.


Abstract The 1988 Constitution increased the Public Prosecutor's Office attributions and facilitated social participation through management councils in the construction of public policies and in the implementation of social control. In this context, it is necessary to reflect critically on the Public Prosecutor's Office work and its interaction with Health Councils to strengthen social control in the National Unified Health System. We conducted a systematic literature review to identify the national panorama of the relationship between the Public Prosecutor's Office and Health Councils with a view to providing answers on this institution's contributions toward effective social control in the National Unified Health System (SUS). The following databases were consulted: PubMed, BVS, CAPES Journals and BDTD. We included 17 studies, papers and dissertations, which were selected in the period 2006-2015. Results summarize that the Public Prosecutor's Office should focus its activities on health, especially on the operative and extrajudicial matrix, in order to boost popular participation and overcome Health Councils' shortcomings. An essential dialogue between the Public Prosecutor's Office and Health Councils is in place and mutually benefits the strengthening and effectiveness of social control in the SUS.


Assuntos
Humanos , Política Pública , Controle Social Formal , Participação Social , Programas Nacionais de Saúde/legislação & jurisprudência , Brasil , Jurisprudência
16.
Texto & contexto enferm ; 28: e20170544, 2019.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1004817

RESUMO

ABSTRACT Objective: analyze the prenatal nursing consultation from the perspectives of pregnant women and nurses. Method: qualitative and descriptive study, involving 20 pregnant women and four nurses, at a primary health care service located in the city of São Luís/Maranhão (Brazil). The data were collected through semistructured interviews, participant observation and a focus group and analyzed based on the premises of thematic analysis. Results: the pregnant women expressed their satisfaction with the physical examination, highlighting that the welcoming. Complaints were made on the nurses' technical competence, specifically regarding counseling on urinary tract infection. Some facilities were highlighted after the implementation of the Estratégia Rede Cegonha, mainly in the scheduling of appointments. The following difficulties were mentioned: lack of some prescribed drugs and long terms for carrying out and receiving preventive examinations. Conclusion: the pregnant women assessed the nursing consultation as very good, but they tend to attribute the logistic difficulties at the Health Center (lack of inputs) and even the forwarding to the medical professional (prescription of drugs to obtain outside the Health Center) to the nurses. Based on the research, relevant points could be identified that can influence positive criticism against the nursing consultation, as it constitutes more than half of clinical prenatal care in Brazil and can also change the conditions sensitive to hospitalization in primary care.


RESUMEN Objetivo: analizar la consulta de enfermería en el prenatal, desde la perspectiva de mujeres embarazadas y enfermeras. Método: estudio cualitativo, descriptivo, realizado junto a 20 mujeres embarazadas y cuatro enfermeras, en una unidad básica de salud localizada en el municipio de São Luís/Maranhão (Brasil). Los datos fueron recolectados por medio de entrevistas semiestructuradas, observación participante y de un grupo focal, analizados a partir de los supuestos del análisis temático. Resultados: las mujeres embarazada expresaron satisfacción con el examen físico, destacando la acogida. Ha habido quejas sobre la competencia técnica de las enfermeras específicamente en el asesoramiento de la infección urinaria. Algunas facilidades fueron destacadas después de la implantación de la Estratégia Rede Cegonha, principalmente en la programación de consultas. Como dificultades, se han reportado: falta de algunos medicamentos prescritos y plazos largos para realizar y recibir exámenes de naturaleza preventiva. Conclusión: las mujeres embarazada evalúan como muy buena la consulta de enfermería, sin embargo, tienden a imputar a las enfermeras, ya la consulta de enfermería, las dificultades de logística del Centro de Salud (falta de insumos) e incluso el encaminamiento al profesional médico (prescripción de médico) medicamentos para obtención externa al Centro de Salud). La investigación permitió identificar puntos relevantes que pueden influenciar una crítica positiva sobre la consulta de enfermería, ya que constituye más de la mitad de la atención clínica del prenatal de bajo riesgo en nuestro país y también tiene potencia para alterar las condiciones sensibles a la internación en la población la atención primaria,


RESUMO Objetivo: analisar a consulta de enfermagem no pré-natal, a partir da perspectiva de gestantes e enfermeiras. Método: estudo qualitativo e descritivo, realizado junto a 20 gestantes e quatro enfermeiras, em uma unidade básica de saúde localizada no município de São Luís/Maranhão (Brasil). Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, observação participante e de um grupo focal, analisados a partir dos pressupostos da análise temática. Resultados: as gestantes expressaram satisfação com o exame físico, destacando o acolhimento. Houve queixas quanto à competência técnica das enfermeiras especificamente em aconselhamento de infecção urinária. Algumas facilidades foram destacadas após implantação da Estratégia Rede Cegonha, principalmente no agendamento de consultas. Como dificuldades, foram relatadas: falta de alguns medicamentos prescritos e prazos longos para realizar e receber exames de natureza preventiva. Conclusão: as gestantes avaliam como muito boa a consulta de enfermagem, entretanto, tendem a imputar às enfermeiras, e à consulta de enfermagem, as dificuldades de logística do Centro de Saúde (falta de insumos) e mesmo o encaminhamento ao profissional médico (prescrição de medicamentos para obtenção externa ao Centro de Saúde). A pesquisa permitiu identificar pontos relevantes que podem influenciar uma crítica positiva sobre a consulta de enfermagem, já que ela constitui mais da metade do atendimento clínico do pré-natal de baixo risco no nosso país e também tem potência para alterar as condições sensíveis à internação na atenção primária.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adulto , Cuidado Pré-Natal , Gravidez , Enfermagem , Enfermagem no Consultório , Gestantes , Acolhimento , Enfermeiras e Enfermeiros
17.
Cad Saude Publica ; 34(12): e00190517, 2018 12 20.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-30570041

RESUMO

The aim of this study was to learn how mothers interpret and explain the death of a newborn child. The study used a qualitative approach. We conducted semi-structured interviews with 15 women in São Luís, Maranhão State, Brazil, whose newborn infants died between July 2012 and July 2014. Data were collected from April 1st to August 29th, 2014. The interviews included questions on labor, delivery, birth, and postpartum. Thematic content analysis was performed. The mothers' testimony evidenced weaknesses in the network of care. Many of the mothers linked the care they received to events leading to their infants' death. Core meanings identified by the analysis included slow and negligent care in the maternity hospital, revealing a context of obstetric violence against the women. There is an evident need to create strategies to promote humane care during labor and childbirth, strengthening comprehensive and integrated public policies to meet the demands for care for pregnant women and their infants.


O objetivo deste estudo foi compreender como as mães interpretam e explicam a morte de seus filhos no período neonatal. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa. Foram utilizadas entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres residentes no Município de São Luís, Maranhão, Brasil, cujos recém-nascidos morreram no período de julho de 2012 a julho de 2014. A coleta de dados foi realizada entre 1º de abril e 29 de agosto de 2014. As entrevistas incluíram perguntas acerca do trabalho de parto, parto, nascimento e puerpério. Foi realizada análise de conteúdo na modalidade temática. A partir da fala das entrevistadas, foram evidenciadas fragilidades na rede de assistência. Para muitas, o atendimento recebido esteve relacionado a eventos que levaram à morte dos filhos. Foram identificados como núcleos de sentido a demora no atendimento e a negligência na maternidade, que evidenciaram um contexto de violência obstétrica sofrida pelas mulheres. Fica evidente a importância de criação de estratégias para promover e assegurar o cuidado humanizado no atendimento ao parto e nascimento. Deve-se buscar o fortalecimento de políticas públicas integralizadas que contemplem as demandas de atenção à saúde da mulher e da criança.


El objetivo de este estudio fue comprender cómo interpretan y explican las madres la muerte de sus hijos durante el período neonatal. Se trata de una investigación con enfoque cualitativo. Se utilizaron entrevistas semiestructuradas con 15 mujeres residentes en el municipio de São Luis, Maranhão, Brasil, cuyos recién nacidos murieron durante el período de julio de 2012 a julio de 2014. La recogida de datos se realizó entre el 1 de abril y el 29 de agosto de 2014. Las entrevistas incluyeron preguntas sobre el trabajo de parto, parto, nacimiento y puerperio. Se realizó un análisis de contenido en la modalidad temática. A partir de las intervenciones de las entrevistadas, se evidenciaron fragilidades en la red de asistencia. Para muchas, la atención recibida estuvo relacionada con eventos que llevaron a la muerte de sus hijos. Se identificaron como núcleos de sentido la tardanza en la atención y la negligencia en la maternidad, que evidenciaron un contexto de violencia obstétrica sufrida por las mujeres. Es evidente la importancia de crear estrategias para promover y asegurar el cuidado humanizado en la atención al parto y nacimiento. Se debe buscar el fortalecimiento de políticas públicas integradas que contemplen las demandas de atención a la salud de la mujer y del niño.


Assuntos
Mães/psicologia , Morte Perinatal , Adulto , Atitude do Pessoal de Saúde , Atitude Frente a Morte , Brasil , Causas de Morte , Feminino , Maternidades , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Entrevistas como Assunto , Trabalho de Parto , Gravidez , Pesquisa Qualitativa , Fatores Socioeconômicos , Adulto Jovem
18.
Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online) ; 36(4): 422-427, out.-dez. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-977094

RESUMO

RESUMO Objetivo: Analisar a comunicação da morte do filho e o apoio ao luto de mulheres no período puerperal. Métodos: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa realizada em uma capital do Nordeste. Foram aplicadas entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres cujos recém-nascidos faleceram entre julho de 2012 e julho de 2014. As entrevistas abordaram questões acerca da morte do filho e do processo de luto. Foi realizada Análise de Conteúdo na modalidade temática. Resultados: As mulheres expressaram o sofrimento e a angústia diante da perda do filho, algumas vezes agravados pela forma da comunicação da notícia e pela falta de suporte ofertado para o enfrentamento. Foram encontradas duas categorias empíricas: receber a notícia da morte e voltar para casa de mãos vazias. As equipes não estão preparadas para a comunicação de notícias difíceis nem para o suporte às mulheres que perderam filhos recém-nascidos. Para as mulheres, o apoio recebido pela família e pela religião ajudou no processo de luto. Conclusões: Os resultados indicam a necessidade de capacitação profissional para comunicação de notícias difíceis e suporte ao luto, bem como a formulação de políticas institucionais que apoiem e ofereçam cuidado aos trabalhadores. Além disso, é necessária a articulação com as equipes da atenção básica para a continuidade do cuidado.


ABSTRACT Objective: To analyze the communication of a child's death and the grief support provided to the women during puerperium. Methods: This is a qualitative study performed at a capital of the Northeast region of Brazil. Semi-structured interviews were carried out with 15 women, whose children died from July 2012 to July 2014. The interviews contained questions about the child's death and the grieving process. The content analysis was performed with a thematic approach. Results: The women expressed the suffering and the anguish of the loss of a child, sometimes aggravated by the way in which the news of death was delivered, and by the lack of support offered in the coping process. Two empirical categories were found: receiving the news of death and going back home empty-handed. The health care teams are not prepared to deliver bad news, nor to give support to women who lose a newborn child. According to the women, the support received from the family and religion helped them in the grieving process. Conclusions: The results indicate the need for professional qualification for the delivery of bad news and for grief support. They also showed the need for institutional policies that offer support to the professionals. Besides, the articulation with the primary health care team is imperative for the continuity of care.


Assuntos
Humanos , Feminino , Recém-Nascido , Adulto , Adulto Jovem , Apoio Social , Revelação da Verdade , Pesar , Morte , Mães/psicologia
19.
Rev Paul Pediatr ; 36(4): 422-427, 2018.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30462780

RESUMO

OBJECTIVE: To analyze the communication of a child's death and the grief support provided to the women during puerperium. METHODS: This is a qualitative study performed at a capital of the Northeast region of Brazil. Semi-structured interviews were carried out with 15 women, whose children died from July 2012 to July 2014. The interviews contained questions about the child's death and the grieving process. The content analysis was performed with a thematic approach. RESULTS: The women expressed the suffering and the anguish of the loss of a child, sometimes aggravated by the way in which the news of death was delivered, and by the lack of support offered in the coping process. Two empirical categories were found: receiving the news of death and going back home empty-handed. The health care teams are not prepared to deliver bad news, nor to give support to women who lose a newborn child. According to the women, the support received from the family and religion helped them in the grieving process. CONCLUSIONS: The results indicate the need for professional qualification for the delivery of bad news and for grief support. They also showed the need for institutional policies that offer support to the professionals. Besides, the articulation with the primary health care team is imperative for the continuity of care.


OBJETIVO: Analisar a comunicação da morte do filho e o apoio ao luto de mulheres no período puerperal. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa realizada em uma capital do Nordeste. Foram aplicadas entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres cujos recém-nascidos faleceram entre julho de 2012 e julho de 2014. As entrevistas abordaram questões acerca da morte do filho e do processo de luto. Foi realizada Análise de Conteúdo na modalidade temática. RESULTADOS: As mulheres expressaram o sofrimento e a angústia diante da perda do filho, algumas vezes agravados pela forma da comunicação da notícia e pela falta de suporte ofertado para o enfrentamento. Foram encontradas duas categorias empíricas: receber a notícia da morte e voltar para casa de mãos vazias. As equipes não estão preparadas para a comunicação de notícias difíceis nem para o suporte às mulheres que perderam filhos recém-nascidos. Para as mulheres, o apoio recebido pela família e pela religião ajudou no processo de luto. CONCLUSÕES: Os resultados indicam a necessidade de capacitação profissional para comunicação de notícias difíceis e suporte ao luto, bem como a formulação de políticas institucionais que apoiem e ofereçam cuidado aos trabalhadores. Além disso, é necessária a articulação com as equipes da atenção básica para a continuidade do cuidado.


Assuntos
Morte , Pesar , Mães/psicologia , Apoio Social , Revelação da Verdade , Adulto , Feminino , Humanos , Recém-Nascido , Adulto Jovem
20.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 3): 1479-1484, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29972551

RESUMO

OBJECTIVE: To report on the experience and care provided by the "Caring for the future" program to decrease infant mortality in 17 municipalities of Maranhão, in a proposal work of the Secretariat of Basic Care, in partnership with the Non-Governmental Organization called Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (Popular Center for Culture and Development/PCCD) from 2009 to 2015. METHOD: Experience Report of community care that made it possible to create and strengthen solidary relationships among community members. RESULTS: The program decreased infant mortality rate and created in the supported communities a platform of health support, uniting information and care in Primary Care. The program trained 34 "Guardian Angels" and 170 "Supportive Caregivers", mapped seven thousand "luminous spots" and trained more than 7,000 caregivers in health. It served 17 municipalities, 27,191 pregnant women, 291,266 families. FINAL CONSIDERATIONS: The program was a catalyst for actions: it unveiled hidden resources in the community, awakened collective responsibility, offered training and built solidary relationships.


Assuntos
Mortalidade Infantil/tendências , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde/normas , Brasil , Humanos , Lactente , Atenção Primária à Saúde/métodos , Atenção Primária à Saúde/normas , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde/métodos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...