Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Recurso educacional aberto em Espanhol | CVSP - Argentina | ID: oer-1119

RESUMO

El 5 de octubre del 2007 durante la 27.ª Conferencia Sanitaria Panamericana, se emite la Resolución CSP27/10 sobre Política y Estrategia Regional para la Garantía de la Calidad de la Atención Sanitaria, incluyendo la Seguridad del Paciente (CASP). Esta Resolución se basa en el documento presentado el 17 de julio del mismo año (CSP27/16), que define la calidad de la atención, incluyendo la seguridad del paciente, como la cualidad de la atención sanitaria esencial para la consecución de los objetivos nacionales de salud, la mejora de la salud de la población y el futuro sostenible del sistema de atención en salud.


Assuntos
17550 , América Latina , Assistência ao Paciente , Segurança , Qualidade da Assistência à Saúde , Pacientes , Espanha
2.
Rev. direito sanit ; 10(3): 115-151, nov.-fev. 2010.
Artigo em Espanhol, Português | LILACS | ID: lil-643360

RESUMO

Este artigo se propõe a descrever alguns dos elementos explicativos do desenho da ANMAT, para uma aproximação a seu real funcionamento e identificação de parte de suas contribuições e desafios para melhorar o exercício do direito à saúde dos argentinos. O estudo começa analisando algumas das falhas de regulação a que está exposta tal administração e quais são as falhas do mercado específico da saúde que justificam sua existência. Em seguida aborda como o direito à saúde é reconhecido constitucionalmente na Argentina e de que modo o marco jurídico infraconstitucional prevê que essa agência regulatória favoreça o exercício desse direito. Destaca entre suas conclusões o desafio da agência de ser independente do poder político e das empresas reguladas, funcionando em um contexto de articulação e coordenação das políticas de saúde pública, com suficiente flexibilidade para adaptar-se às mudanças sociais e econômicas de uma sociedade moderna.


Assuntos
Alimentos , Regulamentação Governamental , Vigilância Sanitária de Produtos , Direitos Humanos , Ciência de Laboratório Médico , Preparações Farmacêuticas , Direito à Saúde , Argentina
3.
Rev. direito sanit ; 10(3): 115-151, nov.2009-fev.2010.
Artigo em Espanhol, Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-64248

RESUMO

Este artigo se propõe a descrever alguns dos elementos explicativos do desenho da ANMAT, para uma aproximação a seu real funcionamento e identificação de parte de suas contribuições e desafios para melhorar o exercício do direito à saúde dos argentinos. O estudo começa analisando algumas das falhas de regulação a que está exposta tal administração e quais são as falhas do mercado específico da saúde que justificam sua existência. Em seguida aborda como o direito à saúde é reconhecido constitucionalmente na Argentina e de que modo o marco jurídico infraconstitucional prevê que essa agência regulatória favoreça o exercício desse direito. Destaca entre suas conclusões o desafio da agência de ser independente do poder político e das empresas reguladas, funcionando em um contexto de articulação e coordenação das políticas de saúde pública, com suficiente flexibilidade para adaptar-se às mudanças sociais e econômicas de uma sociedade moderna. (AU)


Assuntos
Direitos Humanos , Preparações Farmacêuticas , Regulamentação Governamental , Direito à Saúde , Ciência de Laboratório Médico , Alimentos , Vigilância Sanitária de Produtos , Argentina
8.
Rev. panam. salud publica ; 8(1/2): 33-42, July/Aug. 2000.
Artigo em Espanhol | MedCarib | ID: med-16931

RESUMO

The goal of health for all in the year 2000, which was established at Alma Ata more than two decades ago, has led countries in Latin America and the Caribbean to adopt health sector reforms aimed at extending health coverage to each and every individual citizen. Whereas much has come about as a result of reform policies in the way of theory and legislation, in practice the goals that were established are far from attained, and many countries show large gaps in theoretical coverage on the one hand, and true coverage on the other. This is largely due to organizational features and other "endogenous" characteristics of the various countries' health systems, as well as to "exogenous" factors in the political, macroeconomic, social, epidemiologic, and cultural spheres. This document takes a closer look at the different types of health systems that are currently operating in countries of the Region and their impact on sources of health insurance and health coverage for individuals living in those countries. The end of the article focuses on the different strategies adopted by the countries in an effort to extend health coverage, which in some cases involve policies targeting the most vulnerable social groups (AU)


Assuntos
Humanos , Seguro Saúde , América Latina , Cobertura de Serviços de Saúde , Cobertura do Seguro/legislação & jurisprudência , Região do Caribe
9.
Artigo em Espanhol | PAHO | ID: pah-33315

RESUMO

La meta de salud para todos en el ano 2000, que se establecio en Alma Ata hace mas de 20 anos, ha llevado a la adopcion de reformas sectoriales en los paises de America Latina y el Caribe encaminadas a ofrecer aseguramiento de salud a todos y cada uno de sus habitantes. Si bien las politicas adoptadas han llevado a adelantos importantes de caracter teorico y normativo, en la practica las metas establecidas estan lejos de haberse alcanzado y en muchos paises existen grandes disparidades entre la cobertura real de la poblacion y su cobertura teorica. Ello se debe, en gran medida, a la organizacion y otras caracteristicas "endogenas" de los sistemas de salud vigentes en cada pais, y a factores "exogenos" de caracter politico, macroeconomico, social, epidemiologico y cultural. En este documento se examinan detenidamente los diferentes tipos de sistemas de salud que existen actualmente en la Region y el efecto que ejercen sobre las fuentes de aseguramiento y cobertura de salud de los habitantes. Al final se presentan los distintos tipos de estrategias adoptadas por los paises para extender la cobertura de salud, algunas veces mediante la focalizacion de las politicas en los grupos sociales mas vulnerables


Assuntos
Reforma dos Serviços de Saúde , Cobertura de Serviços de Saúde , Seguradoras , Cobertura de Serviços de Saúde , América Latina , Região do Caribe
10.
Rev. panam. salud pública ; 8(1/2): 33-42, jul.-ago. 2000.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-276818

RESUMO

La meta de salud para todos en el ano 2000, que se establecio en Alma Ata hace mas de 20 anos, ha llevado a la adopcion de reformas sectoriales en los paises de America Latina y el Caribe encaminadas a ofrecer aseguramiento de salud a todos y cada uno de sus habitantes. Si bien las politicas adoptadas han llevado a adelantos importantes de caracter teorico y normativo, en la practica las metas establecidas estan lejos de haberse alcanzado y en muchos paises existen grandes disparidades entre la cobertura real de la poblacion y su cobertura teorica. Ello se debe, en gran medida, a la organizacion y otras caracteristicas "endogenas" de los sistemas de salud vigentes en cada pais, y a factores "exogenos" de caracter politico, macroeconomico, social, epidemiologico y cultural. En este documento se examinan detenidamente los diferentes tipos de sistemas de salud que existen actualmente en la Region y el efecto que ejercen sobre las fuentes de aseguramiento y cobertura de salud de los habitantes. Al final se presentan los distintos tipos de estrategias adoptadas por los paises para extender la cobertura de salud, algunas veces mediante la focalizacion de las politicas en los grupos sociales mas vulnerables


Assuntos
Cobertura de Serviços de Saúde , Reforma dos Serviços de Saúde , Cobertura de Serviços de Saúde , Seguradoras , Região do Caribe , América Latina
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA