Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
J Clin Hypertens (Greenwich) ; 20(1): 125-132, 2018 Jan.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29168987

RESUMO

Population assessment of effective blood pressure (BP) control is fundamental for reducing the global burden of hypertension, especially in low- and middle-income countries. The authors evaluated the effectiveness of BP control and determined independent predictors associated with effective control among patients with hypertension on drug treatment in a large cross-sectional study performed in two metropolitan areas in Brazil's southeast region. A total of 43 647 patients taking antihypertensive treatment were identified. Less than half of the patients (40.9%) had controlled BP (systolic BP <140 mm Hg and diastolic BP <90 mm Hg). Independent predictors of BP control were age, eating fruit daily, physical activity, previous cardiovascular disease, male sex, diabetes mellitus, ethnicity, and obesity. Simple variables associated with BP control may be utilized for knowledge translation strategies aiming to reduce the burden of hypertension.

2.
J Clin Hypertens (Greenwich) ; Jan(1): 125-132, 2018.
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-36690

RESUMO

Population assessment of effective blood pressure (BP) control is fundamental for reducing the global burden of hypertension, especially in low- and middle-income countries. The authors evaluated the effectiveness of BP control and determined independent predictors associated with effective control among patients with hypertension on drug treatment in a large cross-sectional study performed in two metropolitan areas in Brazil's southeast region. A total of 43 647 patients taking antihypertensive treatment were identified. Less than half of the patients (40.9%) had controlled BP (systolic BP <140 mm Hg and diastolic BP <90 mm Hg). Independent predictors of BP control were age, eating fruit daily, physical activity, previous cardiovascular disease, male sex, diabetes mellitus, ethnicity, and obesity. Simple variables associated with BP control may be utilized for knowledge translation strategies aiming to reduce the burden of hypertension...(AU)


Assuntos
Doenças Cardiovasculares , Hipertensão , Prevenção Primária , Fatores de Risco
3.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-909193

RESUMO

Os dados atuais estimam que em todo o mundo a presença do diabetes é de aproximadamente 425 milhões, sendo que um em cada 11 adultos tem diabetes, dois terços dos quais vivem em áreas urbanas e estão em idade produtiva. As taxas do diabetes estão aumentando em todo o mundo. A Federação Internacional de Diabetes estima que o número de pessoas com diabetes subirá de 366 milhões em 2011 para 552 milhões em 2030, e é provável que atinja 629 milhões em 2045. A população de diabéticos no Brasil, no final dos anos 80, tinha uma prevalência estimada de 7,6% na população adulta, com uma estimativa atual de aproximadamente 12 milhões de adultos. Estudos realizados em seis capitais brasileiras com servidores de universidades públicas na faixa etária de 35 a 74 anos e com medidas laboratoriais mais abrangentes encontraram prevalência de aproximadamente 20%, sendo que aproximadamente metade dos casos não possui diagnóstico prévio. Em 2014, estimou-se que haveria 11,9 milhões de indivíduos, na faixa etária entre 20 e 79 anos, com diabetes no Brasil, podendo chegar a 19,2 milhões em 2035. Portanto, as perspectivas quanto ao desenvolvimento do diabetes em nosso país e no mundo compõem um cenário bastante desfavorável, pois a prevalência dos fatores desencadeantes como obesidade e sedentarismo tende a aumentar, sendo necessárias medidas de orientação populacional para modificação dos hábitos e hábitos alimentares.


Current data estimate that the presence of diabetes worldwide is around 425 million, with one in every 11 adults having diabetes, two thirds of whom live in urban areas and are of productive age. The rates of diabetes are increasing all over the world. The International Diabetes Federation estimates that the number of people living with diabetes will rise from 366 million in 2011 to 552 million in 2030, and is likely to reach 629 million in 2045. The population of diabetics in Brazil at the end of the 1980s had an estimated prevalence of 7.6% in the adult population, with a current estimate of around 12 million adults. Studies conducted in six Brazilian capitals, with civil servants working at public universities, in the age group 35 to 74 years, and using more comprehensive laboratory measures, found a prevalence of about 20%, with approximately half of the cases having no previous diagnosis. In 2014, it was estimated that there were 11.9 million individuals aged between 20 and 79 years with diabetes in Brazil, with this figure reaching as high as 19.2 million by 2035. Therefore, the prospects regarding the development of diabetes, in our country and worldwide, present a very unfavorable scenario, given that the prevalence of triggering factors, such as obesity and a sedentary lifestyle, are tending to increase, requiring measures to guide the population and modify lifestyle and dietary habits.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Doenças Cardiovasculares/complicações , Diabetes Mellitus/dietoterapia , Diabetes Mellitus/epidemiologia , Diabetes Mellitus/genética , Comportamento Alimentar , Obesidade , Comportamento Sedentário
4.
Arq Bras Cardiol ; 109(2 Supl 1): 1-76, 2017 Jul.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-28813069
5.
Faludi, André Arpad; Izar, Maria Cristina de Oliveira; Saraiva, José Francisco Kerr; Chacra, Ana Paula Marte; Bianco, Henrique Tria; Afiune Neto, Abrahão; Bertolami, Adriana; Pereira, Alexandre C.; Lottenberg, Ana Maria; Sposito, Andrei C.; Chagas, Antonio Carlos Palandri; Casella Filho, Antonio; Simão, Antônio Felipe; Alencar Filho, Aristóteles Comte de; Caramelli, Bruno; Magalhães, Carlos Costa; Negrão, Carlos Eduardo; Ferreira, Carlos Eduardo dos Santos; Scherr, Carlos; Feio, Claudine Maria Alves; Kovacs, Cristiane; Araújo, Daniel Branco de; Magnoni, Daniel; Calderaro, Daniela; Gualandro, Danielle Menosi; Mello Junior, Edgard Pessoa de; Alexandre, Elizabeth Regina Giunco; Sato, Emília Inoue; Moriguchi, Emilio Hideyuki; Rached, Fabiana Hanna; Santos, Fábio César dos; Cesena, Fernando Henpin Yue; Fonseca, Francisco Antonio Helfenstein; Fonseca, Henrique Andrade Rodrigues da; Xavier, Hermes Toros; Mota, Isabela Cardoso Pimentel; Giuliano, Isabela de Carlos Back; Issa, Jaqueline Scholz; Diament, Jayme; Pesquero, João Bosco; Santos, José Ernesto dos; Faria Neto, José Rocha; Melo Filho, José Xavier de; Kato, Juliana Tieko; Torres, Kerginaldo Paulo; Bertolami, Marcelo Chiara; Assad, Marcelo Heitor Vieira; Miname, Márcio Hiroshi; Scartezini, Marileia; Forti, Neusa Assumpta; Coelho, Otávio Rizzi; Maranhão, Raul Cavalcante; Santos Filho, Raul Dias dos; Alves, Renato Jorge; Cassani, Roberta Lara; Betti, Roberto Tadeu Barcellos; Carvalho, Tales de; Martinez, Tânia Leme da Rocha; Giraldez, Viviane Zorzanelli Rocha; Salgado Filho, Wilson.
Arq. bras. cardiol ; 109(2,supl.1): 1-76, ago. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-887919
6.
Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo ; 15(6): 483-488, nov.-dez. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-434601

RESUMO

A hipertrigliceridemia tem sido associada a risco de doença arterial coronária, mas sua associação não é tão forte como a da lipoproteina de baixa densidade (LDL), e a relação dos triglicérides com a aterosclerose tem sido fonte de certa confução para os clínicos. Tal confusão decorre em parte dos dados pouco expressivos obtidos dos estudos epidemiológicos, quando são extrapolados para o cenário clínico. Níveis elevados de triglicérides(menos 180mg/dl) associados a níveis baixos de colesterol de lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol)(maior 40mg/dl) são preditores de risco coronário elevado, principalemente se a relação colesterol total/HDL-colesterol for superior a 5. Os fibratos contribuem para importante redução dos níveis de triglicérides, atuando discretamente sobre os níveia de LDL-colesterol, tendo papel destacado no aumento dos níveis de HDL-colesterol. Segundo os resultados de alguns estudos, existem evidências da importância da redução dos níveis séricos das concentrações da lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL), como demonstrado no estudo angiográfico BECAIT, em que os níveis de LDL-colesterol não foram afetados e os benefícios clínicos e angiográficos parecem estar relacionados à redução dos níveis de triglicérides(VLDL) e de fibrinogênio, com elevação dos níveis de HDL-colesterol.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , HDL-Colesterol , Lipase/análise
7.
In. Nobre, Fernando; Serrano Jr, Carlos V; Nobre, Fernando, d. Universidade de São Paulo. BrasilSerrano Jr, Carlos V, d. Universidade de São Paulo. Brasil. Tratado de Cardiologia da SOCESP. São Paulo, Manole, 2005. p.34-41, ilus, mapas, tab. (BR).
Monografia em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-5216

RESUMO

A síndrome coronária aguda (SCA) constitui sério problema de saúde pública nos países ocidentais, com elevada taxa de mortalidade. No Brasil, dados do DATASUS mostra uma realidade igualmente alarmante.Os avanços terapêuticos invasivos e não-invasivos da SCA permitiram expressiva redução na morbidade e na mortalidade de suas formas de manifestação. Entretanto, a frequência com que ela ocorre em nosso meio, bem como sua evolução e estratégia terpêutica pela qual é abordada nas várias regiões do Estado de São Paulo. O presente trabalho procurou identificar as formas de manifestação da SCA no Estado de São Paulo, em hospitais de diferente níveis de complexidade, bem como verificar se as formas de tratamento estão de acordo com as diretrizes propostas pelas sociedades...(AU)


Assuntos
Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Humanos , Masculino , Feminino , Epidemiologia/tendências , Doenças Cardiovasculares/mortalidade , Eletrocardiografia , Terapia Trombolítica/economia , Terapia Trombolítica/mortalidade , Fatores Socioeconômicos
8.
Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo ; 8(5): 961-70, set.-out. 1998. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-281892

RESUMO

Pretendemos neste capítulo, revisar as drogas cardiovasculares de uso mais freqüente, dando ênfase a suas implicações nos portadores de diabete melito. As drogas usadas em situações especiais (como, po exemplo, trobolítico e anticoagulante) foram abordadas em artigos específicos.


Assuntos
Humanos , Antagonistas Adrenérgicos beta/uso terapêutico , Canais de Cálcio/uso terapêutico , Diabetes Mellitus , Diuréticos/uso terapêutico , Resistência à Insulina , Prescrições de Medicamentos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA