Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 16 de 16
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Bol. Acad. Paul. Psicol. (Impr.) ; 40(98): 119-128, jan.-jun. 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos, LILACS | ID: biblio-1124266

RESUMO

Objetivou-se realizar uma revisão da literatura sobre a presença de Transtorno do Estresse Pós-Traumático em tripulantes de voo vítimas de acidente aeronáutico. A busca foi realizada, sem limitação temporal, nas seguintes bases de dados eletrônicas: Conexão SIPAER, PubMed, Web of Science, Scielo, Lilacs, Pubmed, NCBI, Cochrane, BVS, APA PsycArticles, Military Database (PROQUEST) e SCOPUS. Utilizaram-se os seguintes descritores em português, inglês e espanhol: "Transtornos de Estresse Traumático", "TEPT", "Transtornos Traumáticos de Estresse", "Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos", "Transtornos de Estresse Traumático Agudo", "Acidentes Aeronáuticos", "Acidente de aeronave", "Queda de Avião", "Desastres Aéreos", "Tripulação", "Tripulação de voo", "Aviação", "Crew", "Aircrew". A revisão resultou em apenas um artigo que abarcasse a temática, o que pode dever-se tanto à falta de interesse no desenvolvimento de estudos sobre o tema como também ao fato de que muitos acidentes são fatais.


This work aimed at conducting a literature review about the presence of Post-Traumatic Stress Disorder in flight crew survivors of airplane accidents. The search was performed without time limitation in the following electronic databases: Conexão SIPAER, PubMed, Web of Science, Scielo, Lilacs, Pubmed, NCBI, Cochrane, BVS, APA PsycArticles, MilitaryDatabase (PROQUEST) and SCOPUS. The following descriptors in Portuguese, English and Spanish were used: "Traumatic Stress Disorders", "PTSD", "Trauma and Stress-related Disorders", "Post-traumatic Stress Disorders", "Acute Traumatic Stress Disorders", "Airplane Accidents", "Aircraft Accident", Airplane Crash", "Aircraft Disaster", "Flight Crew", "Aviation", "Crew", "Aircrew". The review results presented only one article about the topic, which may be due to the lack of interest in the development of studies about the subject and the fact that many accidents lead to fatalities.


El objetivo del estudio fue hacer una revisión de la literatura, sobre la presencia de Trastorno por Estrés Postraumático (TEPT), en tripulantes de vuelo víctimas de accidente aéreo. La búsqueda fue hecha, sin limitación temporal, en las siguientes bases de dato electrónicas: Conexão SIPAER, PubMed, Web of Science, Scielo, Lilacs, Pubmed, NCBI, Cochrane, BVS, APA PsycArticles, MilitaryDatabase (PROQUEST) y SCOPUS. Fueron usado los siguientes descriptores en portugués, inglés y español: "Trastornos de Estrés Traumático", "TEPT", "Trastornos Traumáticos de Estrés", "Trastornos por Estrés Postraumáticos", Trastornos por Estrés Traumático Agudo" "Accidentes Aéreos", "Accidente de aeronave", "Caída de Avión", "Desastres Aéreos", "Tripulación", "Tripulación de vuelo", "Aviación", crew, aircrew (tripulación aérea). La revisión tuvo como resultado apenas un artículo que incluía el tema, lo que puede relacionarse tanto a la falta de interés, en el desarrollo de estudios sobre el tema, como al hecho de que muchos accidentes son fatales.

2.
Psicol. ciênc. prof ; 40: e186605, jan.-maio 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1135835

RESUMO

Resumo O estudo teve como objetivo investigar possíveis relações entre hipertensão, estresse, otimismo e distorções cognitivas. Foram utilizados como instrumentos um questionário sociobiodemográfico, o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp, o Questionário de Distorções Cognitivas e o Teste de Orientação de Vida Revisado. A amostra foi constituída de cinquenta pessoas com hipertensão e cinquenta sem hipertensão, de 42 a 69 anos. A maioria dos participantes não estava estressada (67%), e não houve diferença entre os grupos quanto à presença de estresse, grau de otimismo ou distorções cognitivas. No grupo com hipertensão, a presença de estresse relacionou-se de maneira direta às distorções cognitivas, sem relacionar-se ao otimismo. Já no grupo sem hipertensão a presença de estresse relacionou-se de maneira inversa ao otimismo, mas não com o escore geral de distorções cognitivas. Os resultados apontaram que a presença de hipertensão pode atuar sobre as relações entre o estresse, distorções cognitivas e otimismo.


Abstract This study investigated possible relations between hypertension, stress, optimism and cognitive distortions. The instruments used were a sociobiodemographic questionnaire, Lipp´s Inventory of Stress Symptoms for Adults, the Cognitive Distortion Questionnaire and the Life Orientation Test. The sample consisted of 50 people with hypertension and 50 without ranging from 42 to 69 years. Most people were not stressed (67%), and there was no significant difference between groups regarding the presence of stress, level of optimism or cognitive distortions. In the hypertension group, the presence of stress was significant and directly related to cognitive distortions, not relating to optimism. In the group without hypertension, the presence of stress was inversely related to optimism, but there was no relation to the general score of cognitive distortions. The results showed that the presence of hypertension can act upon the relations between stress, cognitive distortions and optimism.


Resumen El estudio pretende investigar posibles relaciones entre hipertensión, estrés, optimismo y distorsiones cognitivas. Se usaron como instrumentos un cuestionario sociobiodemográfico, el Inventario de Síntomas de Estrés para Adultos de Lipp, el Cuestionario de Distorsiones Cognitivas y el Test de Orientación Vital Revisado. La muestra estuvo compuesta de 50 personas con hipertensión y 50 sin hipertensión, de edades entre 42 y 69 años. La mayoría de los participantes no estaban estresados (67%), y no hubo diferencias entre los grupos en cuanto a la presencia de estrés, grado de optimismo o distorsiones cognitivas. En el grupo con hipertensión, la presencia de estrés se relacionó de manera directa a las distorsiones cognitivas, sin relacionarse con el optimismo. En el grupo sin hipertensión, la presencia de estrés se relacionó de manera inversa al grado de optimismo, pero no con el puntaje general de distorsiones cognitivas. Los resultados apuntaron que la presencia de hipertensión puede actuar sobre las relaciones entre el estrés, las distorsiones cognitivas y el optimismo.

3.
Psicol. ciênc. prof ; 40: 1-12, jan.-maio 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1129000

RESUMO

O estudo teve como objetivo investigar possíveis relações entre hipertensão, estresse, otimismo e distorções cognitivas. Foram utilizados como instrumentos um questionário sociobiodemográfico, o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp, o Questionário de Distorções Cognitivas e o Teste de Orientação de Vida Revisado. A amostra foi constituída de cinquenta pessoas com hipertensão e cinquenta sem hipertensão, de 42 a 69 anos. A maioria dos participantes não estava estressada (67%), e não houve diferença entre os grupos quanto à presença de estresse, grau de otimismo ou distorções cognitivas. No grupo com hipertensão, a presença de estresse relacionou-se de maneira direta às distorções cognitivas, sem relacionarse ao otimismo. Já no grupo sem hipertensão a presença de estresse relacionou-se de maneira inversa ao otimismo, mas não com o escore geral de distorções cognitivas. Os resultados apontaram que a presença de hipertensão pode atuar sobre as relações entre o estresse, distorções cognitivas e otimismo....(AU)


This study investigated possible relations between hypertension, stress, optimism and cognitive distortions. The instruments used were a sociobiodemographic questionnaire, Lipp´s Inventory of Stress Symptoms for Adults, the Cognitive Distortion Questionnaire and the Life Orientation Test. The sample consisted of 50 people with hypertension and 50 without ranging from 42 to 69 years. Most people were not stressed (67%), and there was no significant difference between groups regarding the presence of stress, level of optimism or cognitive distortions. In the hypertension group, the presence of stress was significant and directly related to cognitive distortions, not relating to optimism. In the group without hypertension, the presence of stress was inversely related to optimism, but there was no relation to the general score of cognitive distortions. The results showed that the presence of hypertension can act upon the relations between stress, cognitive distortions and optimism....(AU)


El estudio pretende investigar posibles relaciones entre hipertensión, estrés, optimismo y distorsiones cognitivas. Se usaron como instrumentos un cuestionario sociobiodemográfico, el Inventario de Síntomas de Estrés para Adultos de Lipp, el Cuestionario de Distorsiones Cognitivas y el Test de Orientación Vital Revisado. La muestra estuvo compuesta de 50 personas con hipertensión y 50 sin hipertensión, de edades entre 42 y 69 años. La mayoría de los participantes no estaban estresados (67%), y no hubo diferencias entre los grupos encuanto a la presencia de estrés, grado de optimismo o distorsiones cognitivas. En el grupo con hipertensión, la presencia de estrés se relacionó de manera directa a las distorsiones cognitivas, sin relacionarse con el optimismo. En el grupo sin hipertensión, la presencia de estrés se relacionó de manera inversa al grado de optimismo, pero no con el puntaje general de distorsiones cognitivas. Los resultados apuntaron que la presencia de hipertensión puede actuar sobre las relaciones entre el estrés, las distorsiones cognitivas y el optimismo....(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Idoso , Pacientes , Otimismo , Hipertensão , Psicoterapia , Pessoas
4.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 19(1): 71-88, jan.-abr. 2019. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-999327

RESUMO

Este estudo avaliou a percepção de estresse e estressores de enfermeiros de um hospital universitário e coletou sugestões de ações para amenizar o estresse. O estudo, descritivo, transversal, qualitativo e quantitativo foi realizado com 70 enfermeiros de diversas unidades de um hospital. Utilizou-se a Escala de Estresse de Bianchi e uma pergunta aberta. Os dados quantitativos foram analisados pelo programa SPSS e foram feitas análises descritivas e inferenciais. Para os dados qualitativos, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo de Bardin. Resultados indicaram que a maior parte (67%) dos sujeitos apresentou nível médio de estresse. O domínio B (atividades relacionadas ao funcionamento adequado da unidade) teve a média de escore de estresse mais alta (5,2) em todas as unidades estudadas. A média de estresse dos enfermeiros que exercem função de chefia foi significantemente maior do que a média dos que não exercem (p=0,002). A área temática "Melhores condições para o trabalho" foi a mais citada como sugestão para amenizar o estresse. Os dados obtidos indicaram que a situação atual de precarização do hospital está relacionada com o estresse dos enfermeiros. Considera-se que o estudo permitiu ampla compreensão sobre o estresse e estressores em enfermeiros do hospital e subsídios para estudos posteriores.(AU)


This study evaluated the perception of stress and stressors of nurses at a university hospital and collected suggestions for actions to relieve stress. Descriptive, cross-sectional qualitative and quantitative study with 70 nurses from different hospital units. The Bianchi Stress Scale was used and an open question was applied. The quantitative data were analyzed using the SPSS program and descriptive and inferential analyzes were used. For qualitative data, the Bardin content analysis technique was used. The results indicated that most of the participants (67%) had a medium level of stress. Domain B (activities related to the proper functioning of the unit) had the highest average stress score in all units studied. The mean stress level of nurses who performed leadership was significantly higher than the average of those who did not (p = 0.002). The thematic area "Better conditions for work" was the most cited as a suggestion to relieve stress. The data obtained indicates that the current situation of precariousness of the hospital is related to the nurses' stress. It is considered that the study allowed a broad understanding on the stress and stressors of hospital nurses and subsidies for further studies.(AU)


Este estudio evaluó la percepción del estrés y estresores de enfermeros de un hospital universitario y recogió sugerencias de acciones para amenizar el estrés. Estudio descriptivo, transversal, cualitativo y cuantitativo se realizó con 70 enfermeros de varias unidades de un hospital. Se utilizó la Escala de estrés de Bianchi y una pregunta abierta. Los datos cuantitativos fueron analizados por el programa SPSS. Para los datos cualitativos se utilizó la técnica de análisis de contenido de Bardin. Los resultados indicaron que 67% presentaron un nivel medio de estrés. El dominio B (actividades relacionadas al funcionamiento adecuado de la unidad) tuvo el promedio de puntuación de estrés más alta (5,2) en todas las unidades estudiadas. El promedio de estrés de los enfermeros que ejercen función de dirección fue significativamente mayor que el promedio de los que no ejercen (Test t de student p = 0,002). El área temática "Mejores condiciones para el trabajo" fue la más citada como sugerencia para amenizar el estrés. Los datos obtenidos indican que la situación de precarización del hospital está relacionada con el estrés de los enfermeros. Se considera que el estudio permitió una amplia comprensión sobre el estrés y estrés de los enfermeros del hospital y subsidios para estudios posteriores.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Fatores Desencadeantes , Estresse Ocupacional/psicologia , Hospitais Universitários , Condições de Trabalho , Saúde , Pessoal de Saúde , Enfermeiros/psicologia
5.
Psicol. reflex. crit ; 28(4): 772-779, out.-dez. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: lil-763126

RESUMO

ResumoO diagnóstico de transtorno do espectro autista (TEA) em filhos tem sido descrito na literatura como razão de excessivo stress em suas mães. Como o Treino de Controle do Stress (TCS) de Lipp, já foi adaptado com êxito para o atendimento de diversas populações de diferentes faixas etárias, o objetivo deste trabalho foi investigar a eficácia de uma adaptação do TCS para mães de crianças com TEA (TCS-MTEA) na redução do stress desta população. Para isto comparou-se a presença e níveis de stress de vinte participantes, na faixa etária entre 20 e 50 anos, sendo dez submetidas a esta intervenção individual configurando uma amostra experimental (AE) e outras dez que tiveram apenas níveis de stress avaliados no mesmo intervalo de tempo, configurando uma amostra controle (AC). As vinte participantes foram avaliadas antes e após o treino com o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp. Ao final da intervenção das dez participantes estressadas inicialmente na AE, sete estavam sem stress (70%) e as outras três apresentaram redução do nível de stress (30%) enquanto as dez da AC (100%) continuavam estressadas. Conclui-se que o TCS-MTEA foi eficaz na redução do stress das participantes da AE. (AU)


AbstractThe diagnosis of autism spectrum disorder (ASD) in a child has been described in literature as associated to excessive stress in their mothers. As the Lipp Stress Control Training (referred to locally as TCS) has been successfully adapted for the care of diverse populations of different ages, the aim of this study was to investigate the effectiveness of an adaptation of TCS for mothers of children with ASD (referred to locally as TCS-MTEA) in reducing stress in this population. For this, the presence and levels of stress of twenty participants aged between 20 and 50 years was compared. Ten individuals were submitted to individual training, configuring an experimental sample (ES) and ten only had stress levels evaluated in the same time interval, configuring a control sample (CS). The twenty participants were assessed before and after training with the Lipp Stress Symptoms Inventory. After the intervention, among the ten ES participants initially stressed, seven were without stress (70%) and the other three had the level of stress reduced (30%) while the ten CS participants (100%) remained stressed. The study concluded that the TCS-MTEA was effective in reducing the stress of the ES participants. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Estresse Psicológico/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental , Transtorno do Espectro Autista/psicologia , Mães/psicologia , Reprodutibilidade dos Testes
6.
Psicol. ciênc. prof ; 35(3): 754-767, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-760478

RESUMO

A Psicologia da Saúde é uma área em expansão no Brasil e no mundo, se revelando como um campo de muitas possibilidades de atuação para o psicólogo, sendo o trabalho no hospital uma delas. Conhecer o cenário atual no que se refere ao perfil do psicólogo hospitalar e as abordagens teórico metodológicas utilizadas neste contexto pode contribuir para o desenvolvimento da área. O objetivo deste estudo é a realização de um levantamento do perfil profissional de psicólogos da saúde que exercem atividades em instituições hospitalares nacionais. Participaram da pesquisa 125 psicólogos da saúde que atuam em hospital geral e foi utilizado como instrumento o Questionário de Pesquisa Acadêmica e Profissional. Os resultados gerais mostram que a maioria se encontra na região sudeste (62,4%), possui cursos de pós-graduação na área da saúde (77,6%), trabalha em hospitais públicos (70,4%), costuma participar de congressos e eventos científicos (88%), atua no setor de internação (84%) e ambulatório (60%), enquanto as emergências parecem ainda "suspirar" pelo atendimento contínuo deste profissional (28%). Quanto à clientela atendida, grande parte dos profissionais tem como foco de atuação no hospital tanto os pacientes (92,8%), quanto a família (88%) e a equipe (64%). Diante desse perfil, conclui-se que a Psicologia Hospitalar parece se desenvolver de forma positiva no Brasil, observando-se que os profissionais estão buscando aprimoramento na área. Sabe-se, no entanto, que são necessários alguns avanços, principalmente no que tange à inserção deste profissional nas unidades de saúde do país.


Health psychology is a field that has been rapidly expanding in Brazil and throughout the world. It has proven to be an area with many possibilities for psychologists, and working in hospitals is just one of the many opportunities available. A clear understanding of the current profile of psychologists who work in hospitals as well as of the theoretical and methodological approaches used in this context can contribute to the development of the field. This study aimed to conduct a survey of the professional profile of health psychologists who work at Brazilian hospitals. One hundred and twenty-five health psychologists working in general hospitals participated in this research. The Academic and Professional Research Survey was used as an instrument to get a descriptive overview of the current health psychologists. Overall results indicate that the majority of the sample (62.4%) was from the southeast region of Brazil. Furthermore, most of the participants were graduates in the field related to health (77.6%), worked in public hospitals (70.4%), used to participate in conferences and scientific events (88%), and worked at inpatient care settings (84%) and at outpatient clinics (60%). Emergency rooms (28%) still seem to lack the continuous care from these specific professionals. Concerning the population that these participants assisted, the majority of the professionals working at hospitals focus on treating patients (92.8%), their family (88%), and the hospital staff (64%). Based on this profile, it can be concluded that hospital psychology seems to be positively developing in Brazil, as it can be noted that the professionals are in search for qualification in the area. However, it is clear that advances are necessary, especially regarding the insertion of these professionals into the health unities in Brazil.


La Psicología de la Salud es un área en gran expansión en Brasil y el mundo, revelándose como un campo de muchas posibilidades de actuación para el psicólogo, siendo una de ellas el trabajo en el hospital. Conocer el escenario actual, en lo que se refiere al perfil del psicólogo hospitalario y los abordajes teóricos y metodológicos utilizados en ese contexto, puede contribuir al desarrollo del área. Tuvimos como objetivo analizar el perfil profesional de psicólogos de la salud que ejercen actividades en instituciones hospitalarias nacionales. Participaron de la investigación 125 psicólogos de la salud que actúan en hospitales generales y se utilizó como instrumento el Cuestionario de Investigación Académica y Profesional. Los resultados generales señalan que la mayor parte de la muestra (el 62,4%) está en la región sudeste, posee cursos de posgrado en el área de la salud (el 77,6%), trabaja en hospitales públicos (el 70,4%), suele participar en congresos y eventos científicos (el 88%), actúa en el sector de la internación (el 84%) y el ambulatorio (el 60%), mientras las urgencias (el 28%) parecen todavía suspirar por la atención continua de ese profesional. En cuanto al público que atienden, la mayoría de los profesionales tienen como foco de actuación en el hospital tanto los pacientes (el 92,8%), como la familia (el 88%) y el equipo (el 64%). Ante este perfil, concluimos que la psicología hospitalaria parece desarrollarse de manera positiva en Brasil, observándose que los profesionales están buscando perfeccionamiento en el área. Sabemos, sin embargo, que son necesarios algunos progresos, principalmente en lo que atañe a la inserción de este profesional en las unidades de salud del país.


Assuntos
Humanos , Medicina do Comportamento , Credenciamento , Educação em Saúde , Psicologia
7.
Psicol. ciênc. prof ; 35(3): 754-767, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-67322

RESUMO

A Psicologia da Saúde é uma área em expansão no Brasil e no mundo, se revelando como um campo de muitas possibilidades de atuação para o psicólogo, sendo o trabalho no hospital uma delas. Conhecer o cenário atual no que se refere ao perfil do psicólogo hospitalar e as abordagens teórico-metodológicas utilizadas neste contexto pode contribuir para o desenvolvimento da área. O objetivo deste estudo é a realização de um levantamento do perfil profissional de psicólogos da saúde que exercem atividades em instituições hospitalares nacionais. Participaram da pesquisa 125 psicólogos da saúde que atuam em hospital geral e foi utilizado como instrumento o Questionário de Pesquisa Acadêmica e Profissional. Os resultados gerais mostram que a maioria se encontra na região sudeste (62,4%), possui cursos de pós-graduação na área da saúde (77,6%), trabalha em hospitais públicos (70,4%), costuma participar de congressos e eventos científicos (88%), atua no setor de internação (84%) e ambulatório (60%), enquanto as emergências parecem ainda "suspirar" pelo atendimento contínuo deste profissional (28%). Quanto à clientela atendida, grande parte dos profissionais tem como foco de atuação no hospital tanto os pacientes (92,8%), quanto a família (88%) e a equipe (64%). Diante desse perfil, conclui-se que a Psicologia Hospitalar parece se desenvolver de forma positiva no Brasil, observando-se que os profissionais estão buscando aprimoramento na área. Sabe-se, no entanto, que são necessários alguns avanços, principalmente no que tange à inserção deste profissional nas unidades de saúde do país.(AU)


Health psychology is a field that has been rapidly expanding in Brazil and throughout the world. It has proven to be an area with many possibilities for psychologists, and working in hospitals is just one of the many opportunities available. A clear understanding of the current profile of psychologists who work in hospitals as well as of the theoretical and methodological approaches used in this context can contribute to the development of the field. This study aimed to conduct a survey of the professional profile of health psychologists who work at Brazilian hospitals. One hundred and twenty-five health psychologists working in general hospitals participated in this research. The Academic and Professional Research Survey was used as an instrument to get a descriptive overview of the current health psychologists. Overall results indicate that the majority of the sample (62.4%) was from the southeast region of Brazil. Furthermore, most of the participants were graduates in the field related to health (77.6%), worked in public hospitals (70.4%), used to participate in conferences and scientific events (88%), and worked at inpatient care settings (84%) and at outpatient clinics (60%). Emergency rooms (28%) still seem to lack the continuous care from these specific professionals. Concerning the population that these participants assisted, the majority of the professionals working at hospitals focus on treating patients (92.8%), their family (88%), and the hospital staff (64%). Based on this profile, it can be concluded that hospital psychology seems to be positively developing in Brazil, as it can be noted that the professionals are in search for qualification in the area. However, it is clear that advances are necessary, especially regarding the insertion of these professionals into the health unities in Brazil.(AU)


La Psicología de la Salud es un área en gran expansión en Brasil y el mundo, revelándose como un campo de muchas posibilidades de actuación para el psicólogo, siendo una de ellas el trabajo en el hospital. Conocer el escenario actual, en lo que se refiere al perfil del psicólogo hospitalario y los abordajes teóricos y metodológicos utilizados en ese contexto, puede contribuir al desarrollo del área. Tuvimos como objetivo analizar el perfil profesional de psicólogos de la salud que ejercen actividades en instituciones hospitalarias nacionales. Participaron de la investigación 125 psicólogos de la salud que actúan en hospitales generales y se utilizó como instrumento el Cuestionario de Investigación Académica y Profesional. Los resultados generales señalan que la mayor parte de la muestra (el 62,4%) está en la región sudeste, posee cursos de posgrado en el área de la salud (el 77,6%), trabaja en hospitales públicos (el 70,4%), suele participar en congresos y eventos científicos (el 88%), actúa en el sector de la internación (el 84%) y el ambulatorio (el 60%), mientras las urgencias (el 28%) parecen todavía suspirar por la atención continua de ese profesional. En cuanto al público que atienden, la mayoría de los profesionales tienen como foco de actuación en el hospital tanto los pacientes (el 92,8%), como la familia (el 88%) y el equipo (el 64%). Ante este perfil, concluimos que la psicología hospitalaria parece desarrollarse de manera positiva en Brasil, observándose que los profesionales están buscando perfeccionamiento en el área. Sabemos, sin embargo, que son necesarios algunos progresos, principalmente en lo que atañe a la inserción de este profesional en las unidades de salud del país.(AU)


Assuntos
Medicina do Comportamento , Psicologia , Educação em Saúde , Credenciamento
8.
Psicol. teor. pesqui ; 31(2): 221-227, abr.-jun. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-756484

RESUMO

RESUMOO estudo teve como objetivo investigar uma possível associação entre direção de expressão de raiva e stress em pessoas com hipertensão a partir da comparação com pessoas sem esse diagnóstico. Foram avaliados 112 participantes: 56 com hipertensão e 56 normotensos, pareados por escolaridade, gênero e faixa etária. Os instrumentos utilizados foram o Inventário de Sintomas de Stresspara Adultos de Lipp e o Inventário de Expressão de Raiva como Estado e Traço. Participantes com hipertensão apresentaram 9,7 vezes mais chances de estarem estressados que normotensos (OR=9,7; IC95%:4,0-23,5) e 19 vezes mais chances de expressarem raiva para dentro (OR=19; IC95%:5,3-68).


ABSTRACTThis study aimed to investigate the association between the direction of the expression of anger and stress in persons with hypertension based on the comparison with persons without this diagnosis. One hundred and twelve (112) subjects were evaluated, fifty six (56) with hypertension and fifty six (56) without, matched for educational level, gender and age. The instruments were Lipp’s Inventory of Stress Symptoms for Adults and the Inventory of Anger Expression as State and Trait. Hypertensive participants were 9.7 times more likely to be stressed than normotensive (OR = 9.7; 95% CI: 4.0-23.5) and 19 times more likely to express anger inward (OR = 19; 95% CI: 5.3-68).

9.
Estud. psicol. (Campinas) ; 31(1): 115-126, Jan.-Mar. 2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-709689

RESUMO

This study evaluated the effects of the relaxation and breathing training for hypertensive patients on the index, levels and symptoms of stress and blood pressure among hypertensive patients suffering from stress. Nineteen patients from a hypertension and diabetes program in Rio de Janeiro participated in the study that which used, as instruments, Lipp's inventory of stress symptoms for adults, the psychological interview for hypertensive patients, the relaxation and breathing training for hypertensive patients protocol, weekly registration form and blood pressure monitors. The experimental group received the relaxation and breathing training for hypertensive patients in 13 sessions of 60 minutes and had blood pressure monitored before and after each session. The control group had blood pressure monitored weekly. It was observed that the relaxation and breathing training for hypertensive patients reduced the stress index and symptoms in the experimental group in isolation, except when compared to the control group. However, it did not reduce the levels of blood pressure in the experimental group in comparison to the control group. The results report that, besides the relaxation and breathing training for hypertensive patients, other strategies are necessary to control stress and hypertension...


Este estudo avaliou os efeitos do treino de relaxamento e respiração para hipertensos no índice, níveis, sintomas de stress e pressão arterial de hipertensos estressados. Participaram do estudo 19 pacientes de um programa de hipertensão e diabetes do Rio de Janeiro, utilizando-se como instrumentos o inventário de sintomas de stress para adultos de Lipp, entrevista psicológica para hipertensos, protocolo e folha de registro semanal do treino de relaxamento e respiração para hipertensos e esfigmomanômetro. O grupo experimental submeteu-se ao treino de relaxamento e respiração para hipertensos em 13 sessões de 60 minutos e teve pressão arterial aferida antes e após cada sessão. O grupo-controle compareceu semanalmente para aferir pressão arterial. Verificou-se que o treino de relaxamento e respiração para hipertensos reduziu índice e sintomas de stress no grupo experimental, isoladamente, exceto na comparação com o grupo-controle; contudo, não reduziu níveis de pressão arterial do grupo experimental, comparado ao grupo-controle. Os resultados indicam que, além do treino de relaxamento e respiração para hipertensos, outras estratégias parecem necessárias para controle do stress e da hipertensão...


Assuntos
Humanos , Pressão Arterial , Hipertensão , Terapia de Relaxamento , Estresse Psicológico
10.
Estud. psicol. (Campinas) ; 31(1): 115-126, Jan.-Mar. 2014. tab
Artigo em Inglês | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-62371

RESUMO

This study evaluated the effects of the relaxation and breathing training for hypertensive patients on the index, levels and symptoms of stress and blood pressure among hypertensive patients suffering from stress. Nineteen patients from a hypertension and diabetes program in Rio de Janeiro participated in the study that which used, as instruments, Lipp's inventory of stress symptoms for adults, the psychological interview for hypertensive patients, the relaxation and breathing training for hypertensive patients protocol, weekly registration form and blood pressure monitors. The experimental group received the relaxation and breathing training for hypertensive patients in 13 sessions of 60 minutes and had blood pressure monitored before and after each session. The control group had blood pressure monitored weekly. It was observed that the relaxation and breathing training for hypertensive patients reduced the stress index and symptoms in the experimental group in isolation, except when compared to the control group. However, it did not reduce the levels of blood pressure in the experimental group in comparison to the control group. The results report that, besides the relaxation and breathing training for hypertensive patients, other strategies are necessary to control stress and hypertension.(AU)


Este estudo avaliou os efeitos do treino de relaxamento e respiração para hipertensos no índice, níveis, sintomas de stress e pressão arterial de hipertensos estressados. Participaram do estudo 19 pacientes de um programa de hipertensão e diabetes do Rio de Janeiro, utilizando-se como instrumentos o inventário de sintomas de stress para adultos de Lipp, entrevista psicológica para hipertensos, protocolo e folha de registro semanal do treino de relaxamento e respiração para hipertensos e esfigmomanômetro. O grupo experimental submeteu-se ao treino de relaxamento e respiração para hipertensos em 13 sessões de 60 minutos e teve pressão arterial aferida antes e após cada sessão. O grupo-controle compareceu semanalmente para aferir pressão arterial. Verificou-se que o treino de relaxamento e respiração para hipertensos reduziu índice e sintomas de stress no grupo experimental, isoladamente, exceto na comparação com o grupo-controle; contudo, não reduziu níveis de pressão arterial do grupo experimental, comparado ao grupo-controle. Os resultados indicam que, além do treino de relaxamento e respiração para hipertensos, outras estratégias parecem necessárias para controle do stress e da hipertensão.(AU)


Assuntos
Humanos , Pressão Arterial , Hipertensão , Estresse Psicológico , Terapia de Relaxamento
11.
Expert Rev Neurother ; 10(7): 1089-99, 2010 Jul.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-20586690

RESUMO

Bipolar disorder is one of the most serious and prevalent psychiatric disorders. The aim of the present article is to review the efficiency of cognitive-behavioral therapy (CBT) for bipolar patients. Some studies show consistent evidence that cognitive therapy, concomitant to psycho-education and pharmacological treatment, offers efficacy in different phases of the disease. In most of the studies, patients undergoing CBT showed improvements in quality of life, with a reduction in both frequency and duration of mood episodes, as well as higher degrees of compliance and fewer hospitalizations. More studies are required to prove the effectiveness of CBT for bipolar disorder in the context of standardizing diagnostic criteria and measuring instruments to evaluate the disorder's different phases and severity.


Assuntos
Transtorno Bipolar/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental , Ensaios Clínicos como Assunto , Humanos
12.
Psicol. rev. (Belo Horizonte) ; 15(2): 184-203, ago. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-603474

RESUMO

Buscou investigar-se a presença e o nível de estresse em alunos de pós-graduação da UFRJ, além de caracterizar a amostra. Usou-se o inventário de sintomas de estresse para adultos de Lipp e um questionário sociobiográfico. Participaram 140 alunos voluntários de todos os centros universitários. A idade média dos participantes foi de 30.3 ± 7.5, sendo 74 mulheres e 66 homens. Verificou-se que 58,6 por cento dos alunos encontravam-se estressados. O índice de estresse mais elevado foi encontrado no Centro de Ciências da Matemática e da Natureza (82,4 por cento), seguindo-se do Centro Tecnológico (61 por cento), Fórum de Ciência e Cultura (60 por cento), Centro de Letras e Artes e Centro de Filosofia e Ciências Humanas (55 por cento), Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas e Centro de Ciências da Saúde (50 por cento). O nível de estresse se mostra bastante preocupante, podendo relacionar-se a demandas específicas de um curso stricto sensu. É importante desenvolver estudos que identifiquem os eestresseores específicos.


The objective of this study was to investigate the estresse presence and level in graduate students from the Federal University of Rio de Janeiro and characterize the sample. We used the Lipp's Estresse Symptoms Inventory for Adults and a sociobiographic questionnaire. The 140 participants were volunteer students from all University Schools. The participants' average age was 30.3 ± 7,5, including 74 female and 66 male. We observed that 58.6 percent of the students were estresseed. The highest estresse level was observed in the School of Mathematics and Natural Sciences (82.4 percent), followed by the Schools of Technology (61 percent), Science and Culture (60 percent), Languages and Arts and Philosophy and Humanities (55 percent), Law and Economics and Health Sciences (50 percent). The estresse level found in the research is extremely worrying, once it can be related to specific demands from a graduate course. It is important to develop studies in order to identify specific estresseors.


El objetivo ha sido investigar la presencia y el nivel de estrés en estudiantes de postgrado de la UFRJ, además caracterizar la muestra. Se utilizó el Inventario de Síntomas de Estrés de Adultos de Lipp y cuestionario socio biográfico. Estudiantes voluntarios,140, han participado en todos los centros universitarios. La edad media de los participantes fue de 30 ± 7,5, 74 mujeres y 66 hombres. Se encontró 58,6 por ciento de los estudiantes estresados. El numero más elevado de estrés se encontró en el Centro de Ciencias matemáticas y da Naturaleza (82, 4 por ciento), seguido por el Centro Tecnológico (61 por ciento), Foro de Ciencia y Cultura (60 por ciento), Centro de Artes y Letras y Centro de Filosofía y Ciencias Humanas (55 por ciento), Centro de Economía y Ciencias Jurídicas y Centro de Ciencias de la Salud (50 por ciento). El nivel de estrés se muestra muy preocupante y puede estar relacionado con demandas específicas de un curso stricto sensu. Importante desarrollar estudios para identificación de los factores estresantes específicos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Psicanálise
13.
Psicol. reflex. crit ; 22(1): 60-68, 2009. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-517379

RESUMO

O presente estudo objetivou avaliar o efeito do treino de controle de stress (TCS) em um grupo de pacientes hipertensas. Utilizou-se como critério para avaliação alterações na via L-arginina-óxido nítrico (NO). Participaram do estudo mulheres hipertensas (n=44) e normotensas (n=25), sendo que o TCS em grupo foi administrado em 14 hipertensas, observando-se as mudanças no nível de stress e no transporte da L-arginina. Em hipertensão, o transporte de L-arginina, através do sistema y+L, mostrou-se reduzido, assim como o transporte de L-arginina pelos sistemas y+L e y+ em pacientes hipertensas estressadas quando comparadas com normotensas estressadas. A redução do stress pelo TCS em hipertensas estressadas, restaurou o transporte de L-arginina através do sistema y+ em níveis observados em pacientes hipertensas não-estressadas.


The objective of the present study was to evaluate the effect of stress management training in a group of hypertensive patients. Alterations of L-arginine-nitric oxide (NO) pathway were used as an evaluation criterion. Hypertensive (n=44) and normotensive (n=25) women participated in this study, and the stress management training was performed with a group of 14 hypertensive patients, observing the changes in the stress level and in L-arginine transport. In hypertension, the transport of L-arginine, via system y+, was reduced. Moreover, stressed hypertensive patients had a reduction of L-arginine transport by both systems, y+ and y+L, compared to stressed normotensive patients. The reduction of stress with stress management training in stressed hypertensive patients restored the transport of L-arginine via system y+ to the same levels of non-stressed hypertensive patients.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Arginina , Hipertensão/psicologia , Estresse Fisiológico
14.
Psicol. reflex. crit ; 22(1): 60-68, 2009. graf, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-44411

RESUMO

O presente estudo objetivou avaliar o efeito do treino de controle de stress (TCS) em um grupo de pacientes hipertensas. Utilizou-se como critério para avaliação alterações na via L-arginina-óxido nítrico (NO). Participaram do estudo mulheres hipertensas (n=44) e normotensas (n=25), sendo que o TCS em grupo foi administrado em 14 hipertensas, observando-se as mudanças no nível de stress e no transporte da L-arginina. Em hipertensão, o transporte de L-arginina, através do sistema y+L, mostrou-se reduzido, assim como o transporte de L-arginina pelos sistemas y+L e y+ em pacientes hipertensas estressadas quando comparadas com normotensas estressadas. A redução do stress pelo TCS em hipertensas estressadas, restaurou o transporte de L-arginina através do sistema y+ em níveis observados em pacientes hipertensas não-estressadas.(AU)


The objective of the present study was to evaluate the effect of stress management training in a group of hypertensive patients. Alterations of L-arginine-nitric oxide (NO) pathway were used as an evaluation criterion. Hypertensive (n=44) and normotensive (n=25) women participated in this study, and the stress management training was performed with a group of 14 hypertensive patients, observing the changes in the stress level and in L-arginine transport. In hypertension, the transport of L-arginine, via system y+, was reduced. Moreover, stressed hypertensive patients had a reduction of L-arginine transport by both systems, y+ and y+L, compared to stressed normotensive patients. The reduction of stress with stress management training in stressed hypertensive patients restored the transport of L-arginine via system y+ to the same levels of non-stressed hypertensive patients.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Estresse Fisiológico/prevenção & controle , Arginina , Hipertensão/psicologia
15.
Estud. psicol. (Campinas) ; 23(4): 391-398, out.-dez. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-465671

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o nível de stress dos técnicos da área de saúde da Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória, localizada no Rio de Janeiro. Participaram 34 técnicos de diversos setores, sendo 29 militares e cinco civis, 28 mulheres e 6 homens. Foram utilizados um questionário elaborado pelas autoras e o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp. Verificou-se que 82,3 por cento dos participantes encontravam-se estressados, estando 76,9 por cento na fase de resistência e 23 por cento na fase de quase-exaustão e havendo predominância de sintomas psicológicos (69,2 por cento). Encontrou-se 83 por cento de mulheres estressadas e 66,6 por cento de homens. É possível que o stress desses profissionais esteja associado ao fato de trabalharem junto ao público, em contato com o sofrimento alheio e realizarem, além de atividades técnicas, atividades burocráticas e, muitas vezes, militares. Sugerem-se estudos mais aprofundados com número maior de participantes e implantação de programas de controle do stress a fim de se obter melhoria na qualidade de vida.


The objective of the study was to evaluate the stress level of the health area technicians from Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória, located in Rio de Janeiro, Brazil. Participated 34 technicians of diverse sectors, 29 military and 5 civilians, 28 women and 6 men. A questionnaire elaborated by the authors and the Lipp's Stress Symptoms Inventory for Adults were used. According to these data, 82.3 percent were stressed, 76.9 percent in the resistance and 23.0 percent in the almost-exhaustion phase, with predominance of psychological symptoms (69.2 percent), 83.0 percent of the women and 66.6 percent of men were stressed. Maybe the these professionals' stress is associated to the public contact, that demands not only the technical operations, but also ability to deal to the others' suffering, bureaucratic and, many times, military activities. Studies involving bigger samples and implementation of stress control programs are suggested in order to improve life quality.


Assuntos
Adulto , Masculino , Feminino , Pessoal Técnico de Saúde , Testes Neuropsicológicos , Estresse Fisiológico
16.
Estud. psicol. (Campinas) ; 23(4): 391-398, out.-dez. 2006.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-32794

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o nível de stress dos técnicos da área de saúde da policlínica naval Nossa Senhora da Glória, localizada no Rio de Janeiro. Participaram 34 técnicos de diversos setores, sendo 29 militares e cinco civis, 28 mulheres e 6 homens. Foram utilizados um questionário elaborado pelas autoras e o inventário de sintomas de stress para adultos de Lipp. Verificou-se que 82,3 porcento dos participantes encontravam-se estressados, estando 76,9 porcento na fase de resistência e 23 porcento na fase de quase-exaustão e havendo predominância de sintomas psicológicos (69,2 porcento). Encontrou-se 83 porcento de mulheres estressadas e 66,6 porcento de homens. É possível que o stress desses profissionais esteja associado ao fato de trabalharem junto ao público, em contato com o sofrimento alheio e realizarem, além de atividades técnicas, atividades burocráticas e, muitas vezes, militares. Sugerem-se estudos mais aprofundados com número maior de participantes e implantação de programas de controle do stress a fim de se obter melhoria na qualidade de vida (AU)


Assuntos
Adulto , Masculino , Feminino , Estresse Fisiológico , Pessoal Técnico de Saúde , Testes Neuropsicológicos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA