Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Environ Sci Pollut Res Int ; 24(28): 22673-22678, 2017 Oct.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28812184

RESUMO

Ozone helps decontamination environments due to its oxidative power, however present toxicity when it is in high concentrations, by long periods of exposition. This study aimed to assess the safety of ozone generator air purifier at concentrations of 0.05 ppm in rats exposed to 3 and 24 h/day for 14 and 28 days. No significant differences are observed between groups in clinical signs, feed and water intake, relative body weight gain and relative weight of organs, macroscopy and microscopy of lungs, and oxidative plasma assay. In this exposure regime, ozone does not cause genotoxicity and no significant changes in pulmonary histology indicative of toxicity. Ozone generated in low concentrations, even in exposure regimes above the recommended is safe, both acute and sub-acute exposition.


Assuntos
Ar Condicionado/normas , Ozônio/análise , Ozônio/toxicidade , Ar Condicionado/instrumentação , Animais , Peso Corporal/efeitos dos fármacos , Células da Medula Óssea/efeitos dos fármacos , Células da Medula Óssea/patologia , Ensaio Cometa , Relação Dose-Resposta a Droga , Exposição por Inalação , Pulmão/efeitos dos fármacos , Pulmão/patologia , Masculino , Testes para Micronúcleos , Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos , Ratos Wistar , Testes de Toxicidade Aguda , Testes de Toxicidade Subaguda
2.
Parasitol Res ; 109(3): 787-92, 2011 Sep.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-21400113

RESUMO

Abdominal angiostrongyliasis (AA) is caused by the nematode Angiostrongylus costaricensis. Parasite-associated thrombosis of mesenteric vessels may lead to intestinal infarction, which might be prevented with anti-thrombotic agents. This study assessed the effect of enoxaparin on survival and pathological findings in Swiss mice with AA. In this experiment, 24 mice were infected with A. costaricensis (10 L3 per animal) followed by treatment with subcutaneous enoxaparin (40 mg/kg/day) or water (sham), starting from 15 days post-infection (dpi) and continued until animal death. Animals were monitored until death or sacrifice at the 50th dpi. Ten mice (42%) were dead after 36 ± 8 dpi. Of these, five (50%) were treated with enoxaparin. Animals treated with enoxaparin and sham did not differ in terms of weight loss (median, 1.3 vs. 4.2 g; P = 0.303) and macroscopical findings. Microscopically, no difference was found in regard to vascular granuloma (median grade, 2 vs. 3; P = 0.293) and presence of either vasculitis (75% vs. 100%; P = 0.217), mesenteric thrombosis (33% vs. 50%; P = 0.680), or bowel necrosis (25% vs. 50%; P = 0.400). Mice dead before the 50th dpi showed more pneumonia (90% vs. 21%; P = 0.002), bowel infarction (40% vs. 0%; P = 0.02), and purulent peritonitis (60% vs. 7%; P = 0.008) compared to survivors. Prophylactic enoxaparin in mice did not prevent tissue damage and mortality related with AA. The lower prevalence of mesenteric thrombosis and bowel infarction regardless of treatment were notorious. Frequent septic complications suggest the need of studies addressing the effect of antibiotics in AA.


Assuntos
Angiostrongylus/efeitos dos fármacos , Anti-Helmínticos/administração & dosagem , Enoxaparina/administração & dosagem , Infecções por Strongylida/tratamento farmacológico , Animais , Quimioprevenção/métodos , Modelos Animais de Doenças , Histocitoquímica , Injeções Subcutâneas , Intestinos/patologia , Masculino , Oclusão Vascular Mesentérica/patologia , Camundongos , Microscopia , Doenças dos Roedores/tratamento farmacológico , Doenças dos Roedores/mortalidade , Doenças dos Roedores/patologia , Infecções por Strongylida/mortalidade , Infecções por Strongylida/patologia , Análise de Sobrevida , Resultado do Tratamento
3.
Peptides ; 24(11): 1829-36, 2003 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-15019216

RESUMO

The quorum-sensing interfering RNAIII-inhibiting peptide (RIP) YSPXTNF and its synthetic analogues YSPWTNF and YSPITNF have been shown to prevent and suppress diseases caused by Staphylococcus aureus at different body sites in different animal models. This study was designed to investigate histopathologically the therapeutic efficacy of lead peptide RIP YSPWTNF-NH(2) in the subcutaneous air sac murine model of acquired S. aureus sepsis. Two experimental protocols were evaluated: an infection/therapy protocol, for which twenty BALB/c mice per group were infected with a subcutaneous inoculum of S. aureus strain ATCC 25923 ( [Formula: see text] colony forming units) that were either pretreated or not with 150microg of peptide RIP, and a safety protocol, for which three uninfected mice per group received treatment with either 150microg of peptide RIP or saline. Therapeutic efficacy was assessed by clinical examination for a period of 20 days and histopathology at 12, 24, 36, 48, 96 and 168h after inoculation. Treatment safety was assessed histopathologically at 24, 48 and 264h after inoculation. Subcutaneous administration of uninfected control mice with a single dose of peptide RIP YSPWTNF caused no significant histopathology in most organs examined, except for slight to moderate lung and liver congestions. In contrast to the situation with the untreated infected control group mice that presented with histopathological alterations consistent with the diagnosis of rapidly progressive and highly erosive disease (100% mortality by day 3), treatment of infected animals with peptide RIP YSPWTNF had a profound therapeutic effect on survival rate (67% by day 20) and on disease progression. The histopathological examination confirmed the clinical findings showing that extensive tissue damage at the site of the infection and in organs were greatly suppressed in the peptide RIP-treated animals.


Assuntos
Oligopeptídeos/farmacologia , Oligopeptídeos/uso terapêutico , RNA Antissenso/antagonistas & inibidores , RNA Bacteriano/antagonistas & inibidores , Sepse/tratamento farmacológico , Sepse/patologia , Staphylococcus aureus , Animais , Eritrócitos/efeitos dos fármacos , Feminino , Hemólise/efeitos dos fármacos , Humanos , Camundongos , Camundongos Endogâmicos BALB C , Oligopeptídeos/efeitos adversos , Sepse/microbiologia , Staphylococcus aureus/efeitos dos fármacos , Staphylococcus aureus/patogenicidade , Staphylococcus aureus/fisiologia , Taxa de Sobrevida
4.
Rev. bras. ortop ; 36(11/12): 422-433, nov.-dez. 2001. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-335073

RESUMO

Realizou-se estudo experimental na placa epifis ria de crescimento distal do femur de 50 coelhos com cinco semanas de vida. A placa epifisaria foi transfixada com pinos metalicos lisos e rosqueados, introduzidos perpendicular ou obliquamente ao seu eixo longitudinal. Os animais foram divididos em cinco grupos, de acordo com a técnica de transfixação e implante metalico empregado. Os cinco grupos foram subdivididos em 10 subgrupos de cinco animais cada, de acordo com a época em que foram mortos. As alterações no crescimento longitudinal, na angulação dos candilos femorais e na microestrutura da placa de crescimento foram analisadas por meio de mensuração do comprimento longitudinal do femur, por radiografias de controle e estudo histol¢gico, apos oito e 12 semanas. A placa epifis ria distal do femur de coelhos com cinco semanas de vida foi transfixada por um pino metalico liso de 1,5mm de diametro que atravessou a placa epifisaria perpendicularmente e foi retirado em seguida no mesmo ato cir£rgico. Esse procedimento não alterou o crescimento longitudinal do osso e tampouco modificou a estrutura morfologica da placa de crescimento. Entretanto, quando o pino foi deixado no local, provocou lesõe definitiva na rea lesada. Os pinos metalicos lisos cruzados em relação à placa epifisaria produzem lesão definitiva na placa de crescimento, com substituição do tecido cartilaginoso por tecido osseo no local da lesão. A maior incidencia de retardo de crescimento e alterações fisarias ocorreram apos 12 semanas, no grupo em que a placa epifisaria foi transfixada com pinos intramedulares ou pino rosqueado. Esses achados experimentais sugerem que se deve ter cuidados quando os pinos que transfixam a placa epifisaria são utilizados no tratamento de fraturas, pois podem produzir lesão permanente da placa epifisaria


Assuntos
Animais , Masculino , Coelhos , Epífises/cirurgia , Fêmur , Lâmina de Crescimento/cirurgia , Desenvolvimento Ósseo , Procedimentos Ortopédicos
5.
Rev. bras. ortop ; 35(10): 384-389, out. 2000. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-339719

RESUMO

Os autores avaliam a incidência de ossificação endocondral degenerativa na inserção do ligamento coracoacromial (LCA) no acrômio de 25 peças anatômicas obtidas consecutivamente de pacientes submetidos à reparação cirúrgica aberta de ruptura completa do manguito rotador no período de agosto a novembro de 1997. Treze (52 por cento) pacientes eram masculinos e 12 (48 por cento) femininos. A idade média foi de 58 anos e oito meses. O membro predominante foi o direito, com 20 (80 por cento) ombros. De acordo com a avaliação radiológica, havia dois (8 por cento) acrômios tipo I, 17 (68 por cento) acrômios tipo II e seis (24 por cento) acrômios tipo III. Concluiu-se que todas as peças apresentavam ossificação endocondral na inserção acromial do LCA, através de três padrões: tipo A: matriz osteóide distribuída de forma anárquica próxima ao osso; tipo B: matriz osteóide distribuída de forma organizada; tipo C: matriz e ossificação estabelecida aparecem em concomitância. A quantidade de ossificação não possuía relação com o grau de curvatura do acrômio, ou seja: tipo I com média de 1,83mm; tipo II com média de 2,14mm; tipo III com média de 1,70mm.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Ligamentos , Manguito Rotador , Acrômio/lesões
6.
Rev. méd. Hosp. Säo Vicente de Paulo ; 11(26): 35-8, jan.-jun. 2000.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-285492

RESUMO

Os autores avaliam a incidência de ossificação endocondral degenerativa na inserção de ligamento córaco-acromial (LCA) no acrômio de 25 peças anatômicas obtidas consecutivamente de pacientes submetidos a reparação cirúrgica aberta de ruptura completa do manguito rotador, no período de agosto a novembro de 1997; 13 (52 por cento) pacientes masc.; 12 (48 por cento) femininos, idade média de 58 anos e 8 meses. Membro predominante o direito, com 20 (80 por cento) de ombros...


Assuntos
Humanos , Articulação Acromioclavicular/patologia , Ossificação Heterotópica/etiologia , Manguito Rotador/lesões
7.
Rev. bras. ortop ; 31(3): 187-92, mar. 1996. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-212490

RESUMO

Este trabalho investiga o efeito do traumatismo e infiltraçao de xilocaína com corticóide, traumatismo e infiltraçao de xilocaína e traumatismo apenas, no peritendao da unidade musculotendínea do tríceps sural em 20 ratos adultos machos. Foram obtidos o estudo histológico e o teste de resistência da unidade musculotendínea em cinco séries. As três primeiras séries foram de infiltraçao após trauma inicial com intervalos semanais (24 horas, uma e duas semanas). As duas últimas séries (três e quatro semanas) tiveram o descontínuo do uso de infiltraçoes, tendo sido realizado apenas estudo histológico e biomecânico. Observou-se o efeito deletério nos aspectos anatomopatológico e biomecânico na unidade músculo-tendao dos animais experimentais em que a associaçao de infiltraçao de xilocaína com corticóide foi utilizada.


Assuntos
Animais , Ratos , Masculino , Corticosteroides/farmacologia , Músculos , Tendões , Traumatismos dos Tendões/tratamento farmacológico , Corticosteroides/uso terapêutico , Ratos Wistar
8.
Niterói; s.n; 1994. 124 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-682168

RESUMO

No presente trabalho reexaminamos e reclassificamos 83 casos de carcinomas papilares e foliculares de tireóide, provenientes das cidades do Rio de janeiro, Niterói (RJ) e Passo Fundo (RS), sendo a última considerada área de bócio endêmico, como demonstrado por Lisboa (70). Os tumores foram reclassificados de acordo com a classificação proposta por Barreto Netto (4). Para diagnóstico de carcinoma papilar levamos em consideração as alterações nucleares, tais como: núcleo opticamente vazio, núcleo em ground-glass e entalhe nuclear.Consideramos ainda, como critérios diagnósticos, papilas, psamomas e substância colóide densa com vacuolização periférica. Para diagnóstico dos carcinomas foliculares consideramos espessura da cápsula, invasão capsular e ou de vasos sanguíneos, padrão estrutural folicular ou trabecular ou ainda, ilhotas sólidas de células tumorais e metástases a distância por via sanguínea. A partir deste trabalho concluímos que morfologicamente, núcleo em ground-glass e núcleo opticamente vazio são diferentes. Os critérios diagnósticos adotados são úteis na diferenciação de lesões tireóideas benignas e malignas. estes critérios são úteis ainda, para diferenciar carcinoma papilar de carcinoma folicular. Confirmamos também que a incidência de carcinoma folicular é proporcionalmente mais alta em áreas de bócio endêmico que em áreas de bócio não endêmico.


Assuntos
Humanos , Carcinoma , Carcinoma/classificação , Carcinoma/história , Hiperplasia , Neoplasias da Glândula Tireoide , Adenoma Oxífilo , Carcinoma Papilar , Carcinoma Papilar, Variante Folicular , Bócio Nodular
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...