Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 23
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
2.
ABCS health sci ; 44(3): 180-186, 20 dez 2019. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1047750

RESUMO

INTRODUCTION: Motor changes are observed in people living with HIV/AIDS. These changes may be associated with the chronicity of infection, continued use of antiretroviral medication, and/or the presence of comorbidities. OBJECTIVE: The objective of the present study was to evaluate postural sway in people living with asymptomatic HIV/AIDS under treatment with highly active antiretroviral therapy. METHODS: Twenty-seven subjects, recruited at an HIV referral center, aged between 30 and 40 years, participated in the study, divided into two groups: HIV group (n=12) and non-HIV group (n=15). The participants performed an experimental task, remaining on a force platform in a static position, in bipedal support and semi-tandem positions, in conditions with and without vision. RESULTS: The results demonstrated that visual occlusion, when the bipedal base was adopted, generated significant differences in the area of oscillation and mean velocity in both groups. Differences were also observed in the area and mean velocity of both groups when the semi-tandem position was adopted without vision. When comparing the groups, it was possible to identify significant differences in the semi-tandem base with vision. CONCLUSION: Considering these results, it was found that postural oscillation was higher in the visual occlusion condition for both groups. Concomitant to this, we conclude that in the challenging condition, where the base of support is reduced, the HIV group presents greater oscillation (medial-lateral) than the non-HIV group.


INTRODUÇÃO: Alterações motoras são observadas em pessoas vivendo com HIV/AIDS. Essas alterações podem estar associadas à cronicidade da infecção, uso contínuo da medicação antiretroviral e ou pela presença de comorbidades. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi avaliar a oscilação postural de pessoas vivendo com HIV/AIDS assintomáticos em tratamento com terapia antirretroviral altamente ativa. MÉTODOS: Vinte e sete indivíduos, recrutados em um centro de referência em HIV, com idade entre 30 e 40 anos, participaram do estudo, divididos em dois grupos: grupo HIV (n=12) e grupo não HIV (n=15). Os participantes realizaram uma tarefa experimental, permanecendo em uma plataforma de força em posição estática, em posições de apoio bipodal e semi-tandem, em condições com e sem visão. RESULTADOS: Os resultados demonstraram que a oclusão visual, quando adotada a base bipodal, gerou diferenças significativas na área de oscilação e velocidade média em ambos os grupos. Diferenças também foram observadas na área e velocidade média de ambos os grupos quando a posição semi-tandem foi adotada sem visão. Ao comparar os grupos, foi possível identificar diferenças significativas na base semi-tandem com visão. CONCLUSÃO: Considerando esses resultados, constatou-se que a oscilação postural foi maior na condição de oclusão visual para ambos os grupos. Concomitante a isso, concluímos que na condição desafiadora, onde a base de suporte é reduzida, o grupo HIV apresenta maior oscilação (médiolateral) que o grupo não HIV.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Equilíbrio Postural , Atividade Motora
3.
Motriz (Online) ; 25(2): e101917, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1012699

RESUMO

Abstract Aim: The present study aimed to construct and validate a questionnaire to identify which information could influence the decision-making process of the setters, according to the functional structure of the volleyball game. Method: The questionnaire had 55 questions, divided into four sections, and was answered by 16 volleyball coaches with an international career (32.8 ± 5.35 years). The analysis of the results consisted of: (1) descriptive analysis; (2) calculation of agreement between observers; (3) Mode calculation for importance scale; (4) Response index for classification of the information described; (5) Median and interquartile range for the evaluation of the questionnaire. Results: The results indicated that, environmental factors are involved in the decision-making process of the setters and that they influenced, in distinct ways, the decision-making of the setters during the Attack and Counterattack Processes in a volleyball match. Conclusion: Thus, according to the coaches' analysis, the instrument was considered reliable and appropriate for the application and use.

4.
J. Phys. Educ. (Maringá) ; 30: e3034, 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1012494

RESUMO

ABSTRACT The objective of this study was to investigate the relationship between competence self-perception and academic and motor performance of 5th graders. It had the participation of 15 boys and 16 girls aged on average 10 ± 0.6 years old. For competence self-perception assessment, the Pictorial Scale of Perceived Competence and Social Acceptance for Young Children was used; academic performance was analyzed through the Academic Performance Test; whereas motor performance was assessed by mesa of the Movement Assessment Battery for Children. Results presented (1) moderate and significant relationship between academic performance and self-perception (r=0.354; p=0.051), and (b) between motor performance and motor competence self-perception (r=0.377; p=0.036). Thus, it is considered that assessment and intervention as to the set of these variables are critical aspects for a child's global development.


RESUMO O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre a autopercepção de competência, o desempenho acadêmico e motor de crianças do quinto ano do Ensino Fundamental I. Participaram deste estudo 15 meninos e 16 meninas com idade média de 10 ± 0,6 anos. Para a avaliação da autopercepção de competência, utilizou-se a Escala Pictórica de Percepção de Competência e Aceitação Social para Crianças, para o desempenho acadêmico o Teste de Desempenho Acadêmico e para avaliar o desempenho motor aplicou-se a Bateria de Avaliação do Movimento da Criança. Os resultados apresentaram (a) relações moderadas e significativas entre o desempenho acadêmico e a autopercepção (r=0,354; p=0,051), e (b) entre o desempenho motor e a autopercepção de competência motora (r=0,377; p=0,036). Desta forma, considera-se que a avaliação e a intervenção educacional no conjunto dessas variáveis são aspectos críticos para o desenvolvimento global infantil.


Assuntos
Criança , Educação Física e Treinamento , Autoimagem , Desenvolvimento Infantil , Destreza Motora , Desempenho Acadêmico , Transtornos de Aprendizagem
5.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 29(3): 497-506, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-762000

RESUMO

Atividades físicas programadas na infância são reconhecidas por ocasionar mudanças nos diversos aspectos do desenvolvimento das crianças. Assim, o presente estudo objetivou verificar o impacto da atividade esportiva programada de ballet clássico e de futsal sobre indicadores de motricidade global e de equilíbrio em crianças. A amostra foi composta por 160 crianças entre sete e 10 anos de idade. Oitenta crianças de ambos os sexos foram selecionadas no ambiente escolar e compuseram os grupos de escolares, caracterizado pela prática exclusiva de Educação Física escolar. Os grupos vinculados à prática esportiva foram compostos por 40 crianças do sexo feminino, praticantes de "ballet" clássico e 40 do sexo masculino, praticantes de futsal, caracterizando os grupos de prática sistematizada. Para a avaliação motora foram aplicados os testes de motricidade global e equilíbrio da Escala de Desenvolvimento Motor "EDM". Além disso, o questionário de atividade física habitual foi utilizado para calcular o gasto energético. A distribuição dos dados foi verificada através do teste Shapiro-Wilk, e em seguida foram aplicados os testes não-paramétricos Kruskall-Wallis com post hoc U de Mann-Whitney, Wilcoxon e Qui-Quadrado de Pearson. O nível de significância foi estabelecido em 5% (p ≤ 0,05). Resultados significantes foram encontrados entre os grupos de prática sistematizada com índices classificados como superiores e percentuais maiores em Idade Motora em Motricidade Global (IMMG) e Idade Motora em Equilíbrio (IME) do que idade cronológica (IC). Conclui-se que as crianças praticantes de atividades esportivas demonstraram superioridade nos testes aplicados quando comparados ao grupo controle, em que mais de 65% apresentam classificação normal.


It is recognized that systematic physical activities cause changes in many aspects of children's development. Thus, the present study aimed to verify the impact of programmed sports activities, classical ballet and futsal, on indicators of global motor function and balance in children. The sample consisted of 160 children between 7 and 10 years of age. Eighty school children of both sexes were selected, characterized by the exclusive practice of school Physical Education. The programmed sports groups were composed of 40 female children, classical ballet practitioners, and 40 males who participated in futsal, characterizing the systematized practice group. The Motor Development Scale MDS was applied to assess global motor function and balance. In addition, the habitual physical activity questionnaire was used to calculate energy expenditure. Data distribution was verified using the Shapiro-Wilk's test and then were applied non-parametric tests of the Kruskall-Wallis test with post hoc Mann-Whitney U, Wilcoxon and Chi-Square Pearson tests. The significance level was set at 5% (p ≤ 0.05). Significant results were found in the systematized practice groups, with indices classified as superior and higher percentage for Motor Age of Global Motricity (MAGM) and Motor Age of Balance (MAB), when compared to chronological age (CA). In conclusion the children who practiced programmed sports activities demonstrated superiority in the tests when compared to the control group, where more than 65% were classified as normal.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Esportes , Desenvolvimento Infantil , Destreza Motora
6.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 29(1): 107-118, Jan-Mar/2015. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744592

RESUMO

O presente estudo analisou o efeito da oclusão temporal na cortada do voleibol sobre a tomada de decisão defensiva em atletas com diferentes níveis de experiência. Os participantes foram divididos em três grupos: adulto (GAD; n = 16), infanto/mirim (GIM; n =16) e adulto novato (GNO; n = 16). Imagens da finalização de jogadas de ataque realizadas por quatro atletas foram editadas em cinco diferentes momentos: (OT1) a 399 ms (12 quadros) antes do contato do atacante com a bola; (OT2) a 266 ms (oito quadros) antes; (OT3) a 133 ms (quatro quadros) antes; (OT4) no momento do contato atacante/bola e; (OT5) a 133 ms (quatro quadros) após o contato do atacante com a bola. Ao assistirem os vídeos editados, os participantes deveriam informar o local de aterrissagem da bola seguido da confiança com a qual emitiam suas respostas. Foi mensurada a precisão na predição da trajetória da bola (acerto/erro) e a confiança da resposta (escala Likert 1-5). Quanto à frequência de acertos, o grupo GAD (X = 63,67 ± 10,38%) apresentou maior frequência de acertos que GIM (X = 55,46 ± 10,17%) em OT2 (p = 0,001). A frequência de acertos de GAD (X = 79,29 ± 10,38%) também foi maior que a de GNO (X = 71,87 ± 10,43%) em OT3 (p = 0,012). As condições mostraram-se diferentes entre si (Bonferroni's p < 0,005), com a frequência de acertos aumentando de OT1 (X = 36,06 ± 12,44%) à OT5 (X = 98,17 ± 4,81%). Para confiança, GAD e GIM apresentaram-se mais confiantes que GNO (Bonferroni's p < 0,016) em OT1, OT2, OT3. Novamente, as condições diferiram entre si (Bonferroni's p < 0,005), com os grupos mostrando-se mais confiantes em OT5. Concluiu-se que, independente da experiência, os grupos se mostraram capazes de predizer a localização de aterrissagem da bola. Contudo, grupos com maior experiência mostraram-se superior quanto à sua capacidade antecipatória.


This study examined the effect of temporal occlusion of a volleyball spike on the defensive decision-making of athletes with different levels of experience. The participants were divided in three groups: adult (GAD; n = 16), sub-17 (GIM; n = 16) and novice adult (GNO; n = 16). Images of attacks performed by 4 athletes were edited in five different moments: (OT1) 399 ms (12 frames) before the hitter's contact with the ball, (OT2) 266 ms (eight frames) before contact; (OT3) 133 ms (four frames) before contact; (OT4) at the moment of hitter's contact with the ball and; (OT5) 133 ms (four frames) after the hitter's contact with the ball. After watching the edited videos, participants were asked to predict the landing site of the ball, followed by the confidence with which they issued their responses. The precision in the prediction of the ball's trajectory (correct/incorrect) and the confidence of the response (1-5 Likert scale) were measured. Regarding the correct response frequency, the GAD (X = 63.67 ± 10.38%) group showed a greater frequency of correct responses than GIM (X = 55.46 ± 10.17%) in OT2 (p = 0.001) and the frequency of correct responses of GAD (X = 79.29 ± 10.38%) was also greater than GNO (X = 71.87 ± 10.43%) in OT3 (p = 0.012). The conditions were different from each other, with the frequency of correct responses increasing from OT1 (X = 36.06 ± 12.44%) to OT5 (X = 98.17 ± 4.81%). Regarding confidence, GAD and GIM were more confident than GNO in OT1, OT2 and OT3. Again, the conditions were different from each other, with the groups showing more confidence in OT5. We conclude that, regardless of experience, all groups were able to predict the landing site of the ball. However, groups with more experience were superior in their anticipatory ability.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Adulto , Esportes , Tomada de Decisões , Voleibol
7.
Rev. educ. fis ; 25(4): 597-607, Sep-Dec/2014. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-742037

RESUMO

O presente estudo analisou o equilíbrio dinâmico de praticantes de balé clássico, de dança de salão e de não praticantes de dança. Participaram do estudo 48 indivíduos entre 16 e 30 anos, divididos em 3 grupos: Balé (GB), Dança de Salão (GS) e Controle (GC). Os participantes realizaram a tarefa de manter-se em equilíbrio sobre uma plataforma instável, em 3 tentativas, durante 10 segundos, em cada uma das bases de apoio: pés paralelos (PP), semi-tandem (ST), unipodal com o pé direito (UD) e unipodal com o pé esquerdo (UE). Houve melhor desempenho no equilíbrio dinâmico para GS, em comparação ao GB e ao GC. Ademais, o GS e GC demonstraram piores desempenhos em bases de apoio mais restritas, enquanto, o GB não demonstrou efeito da redução na base de apoio. Tais resultados foram explicados pelas características específicas das práticas fornecidas pelas modalidades de dança de salão e balé.


The present study analyzed the dynamic balance of practitioners of classical ballet, of ballroom dancing and non-practitioners of dance. The study included 48 subjects, age between 16 and 30 years old, divided into three groups: Ballet (GB), Ballroom Dancing (GS) and Control (GC). The subjects performed a task which consisted to remain in balance on an unstable platform in three attempts for 10 seconds in each of the following conditions: feet parallel (PP), semi-tandem (ST), unipedal on the right foot (UD) and unipedal on the left foot (UE). Data demonstrated better dynamic equilibrium for GS, compared to GB and GC. Moreover, GS and GC showed worse balancing in constrained bases of supports. While the GB showed no effect on balance with the decrease on support base. These results were explained by the specific characteristics of the practices provided by the modalities of dance and ballet.

8.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 28(3): 481-490, Jul-Sep/2014. Ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-726356

RESUMO

A aquisição da marcha independente foi analisada por meio de um estudo longitudinal, examinando o efeito da instabilidade da superfície no comprimento da passada e ângulo do braço de 11 bebês, com idade média de 12,09 ± 0,42 meses. Os bebês foram acompanhados ao longo de quatro meses com avaliações quinzenais. A marcha independente foi realizada sobre duas superfícies - rígida e deformante. O comprimento da passada e o ângulo do braço foram analisados por meio da cinemática, utilizando-se o programa APAS. Os resultados apresentaram efeito das sessões e das superfícies para o comprimento da passada e efeito das sessões para o ângulo do braço, indicando alterações no comportamento da marcha nas duas variáveis. Os dados indicam mudanças desenvolvimentais ocasionadas durante o processo de aquisição da marcha independente e sugere que tais alterações precedem a seleção de um padrão ou estratégia mais adequada às demandas do ambiente


The acquisition of independent gait was analyzed using a longitudinal study examining the effect of instability of the surface in stride length and angle of the arm of eleven babies, with mean age of 12.09 ± 0.42 months. The babies were followed for 4 months with biweekly assessments. The gait was conducted on two independent surface conditions - rigid and deforming. The stride length and angle of the arm were analyzed by Kinematics, using the program APAS. The results showed a significant effect on the factors "collections" and "surface" in stride length and significant effect on the factor "collections" in the arm angle, indicating changes in the behavior of the gait in two variables. The data indicate a developmental change incurred during the acquisition of independent gait and suggests that these changes precede the selection of a pattern or a strategy best suited to the demands of the environment


Assuntos
Humanos , Fenômenos Biomecânicos , Desenvolvimento Infantil , Marcha
9.
Estud. interdiscip. envelhec ; 18(2): 441-454, dez. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-731547

RESUMO

O objetivo do estudo foi comparar a relação entre diferentes práticas de atividade física e o desempenho cognitivo de idosos. Participaram do mesmo 54 indivíduos idosos sadios, com 70,7 (± 6,6) anos, subdivididos em 3 grupos: 18 idosos praticantes de caratê (GCT), 18 idosos praticantes de caminhadas sem supervisão de profissional (GCA) e 18 não praticantes de atividades físicas regulares (GNP). Foi aplicado o questionário Mini-Exame do Estado Mental (MEEM), associando-o com o período de tempo educacional e o envolvimento na prática de exercícios físicos. Os resultados mostraram que nas variáveis do MEEM, os idosos caratecas apresentaram desempenho significativamente melhor do que os idosos que praticam caminhadas e do que os idosos não treinados. Já no escore total do MEEM, foram encontradas correlações significativas nos grupos GCT e GCA. Dessa forma, conclui-se que idosos tendem a ter melhor estado mental, tanto pela influência dos anos de estudo, como pela prática de exercícios físicos.


The aim of this study was to compare the relation of different typesof physical activity with cognitive performance of the elderly. Thestudy included 54 healthy elderly individuals, 70,7 (± 6,6) years old,subdivided into 3 groups: 18 elderly practitioners of karate (GCT), 18elderly hikers without professional supervision (GCA) and 18 elderlywho do not engage regularly in exercise (GNP). The Mini Mental StateExamination (MMSE) questionnaire was administered, associating itwith the the period of education and involvement in physical exercise.The results showed that on the variables of the MMSE, the elderlykaratekas performed significantly better than the elderly who practicehiking and the untrained group. At the MMSE total score, significantcorrelations were found in the GCT and GCA groups. Thus,we conclude that the elderly tend to have better mental state, by theinfluence of years of study, as well as by the practice of exercise.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Cognição , Atividade Motora , Estudos Transversais
10.
Estud. interdiscip. envelhec ; 18(2): 441-454, dez. 2013. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-60854

RESUMO

O objetivo do estudo foi comparar a relação entre diferentes práticas de atividade física e o desempenho cognitivo de idosos. Participaram do mesmo 54 indivíduos idosos sadios, com 70,7 (± 6,6) anos, subdivididos em 3 grupos: 18 idosos praticantes de caratê (GCT), 18 idosos praticantes de caminhadas sem supervisão de profissional (GCA) e 18 não praticantes de atividades físicas regulares (GNP). Foi aplicado o questionário Mini-Exame do Estado Mental (MEEM), associando-o com o período de tempo educacional e o envolvimento na prática de exercícios físicos. Os resultados mostraram que nas variáveis do MEEM, os idosos caratecas apresentaram desempenho significativamente melhor do que os idosos que praticam caminhadas e do que os idosos não treinados. Já no escore total do MEEM, foram encontradas correlações significativas nos grupos GCT e GCA. Dessa forma, conclui-se que idosos tendem a ter melhor estado mental, tanto pela influência dos anos de estudo, como pela prática de exercícios físicos.(AU)


The aim of this study was to compare the relation of different typesof physical activity with cognitive performance of the elderly. Thestudy included 54 healthy elderly individuals, 70,7 (± 6,6) years old,subdivided into 3 groups: 18 elderly practitioners of karate (GCT), 18elderly hikers without professional supervision (GCA) and 18 elderlywho do not engage regularly in exercise (GNP). The Mini Mental StateExamination (MMSE) questionnaire was administered, associating itwith the the period of education and involvement in physical exercise.The results showed that on the variables of the MMSE, the elderlykaratekas performed significantly better than the elderly who practicehiking and the untrained group. At the MMSE total score, significantcorrelations were found in the GCT and GCA groups. Thus,we conclude that the elderly tend to have better mental state, by theinfluence of years of study, as well as by the practice of exercise.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Cognição , Atividade Motora , Estudos Transversais
11.
Rev. educ. fis ; 24(3): 331-343, jul.-set. 2013.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-711168

RESUMO

O presente estudo analisou o efeito da oclusão de informações espaciais na cortada do voleibol sobre a tomada de decisão defensiva em atletas com diferentes níveis de experiência. Os participantes foram divididos em grupo adulto (GAD; n=16), infanto/mirim (GIM; n=16) e adulto novato (GNO; n=16). Foram ocluídas 5 informações espaciais: bola (OE1), braço e mão (OE2), cabeça (OE3), tronco (OE4) e MMII como condição controle (OE5). Foi mensurada a precisão na predição da trajetória da bola e a confiança da resposta. O GAD foi mais preciso que os demais grupos na condição OE2 (P's<0,008), que proporcionou o pior desempenho dos grupos (P's<0,001). O GAD apresentou maior confiança que o GNO em todas as condições (P's<0,003), mas sem diferença em relação ao GIM (Bonferroni P's>0,036). O GIM apenas foi mais confiante que GNO em OE4 (P=0,01). Assim, as informações OE1 e OE2 demonstraram afetar mais o melhor desempenho dos participantes.


The aim of this study was to analyze the effect of the occlusion of spatial information in volleyball spike on defensive decision-making in athletes with different levels of experience. Participants were divided into adult (GAD; n=16), juvenile (GIM; n=16) and novice (GNO; n=16) groups. Five types of spatial information were occluded: ball (OE1), arm and hand (OE2), head (OE3), trunk (OE4), and lower limbs as a control condition (OE5). We measured the accuracy in predicting the ball's trajectory prediction and the confidence of the response. GAD was more precise than the other groups in the OE2 condition (P's<0.008), which provided the worst performance of the groups (P's<0.001). GAD showed more confidence than GNO in all conditions (P's<0.003), but with no difference compared to GIM (P's>0,036). GIM was only more confident than GNO in OE4 (P=0.01). Therefore, the OE1 and OE2 proved to have greater effect on the performance of the best participants.

12.
Rev. bras. geriatr. gerontol ; 16(1): 61-69, jan.-mar. 2013. graf, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-674552

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi comparar o equilíbrio postural de idosos praticantes de karatê e hidroginástica. Os participantes foram 30 idosos ativos e inativos, com média de idade de 74,55 ± 6,5 anos, divididos em: GK (karatê), GH (hidroginástica), GI (inativos). Eles foram submetidos a uma bateria de avaliação de equilíbrio postural, denominado de escala de Berg, compostas por 14 tarefas comuns ao cotidiano, envolvendo o equilíbrio estático e o dinâmico. Para análise dos dados, foi realizada análise descritiva, com base na mediana e intervalo interquartil. Utilizou-se do teste de Kruskal Wallis para verificar diferenças significativas entre grupos e o teste de Mann-Whitney como post hoc. Os resultados indicaram diferenças entre os grupos de praticantes e de inativos com p=0,007. Para as tarefas da escala de Berg, identificaramse diferenças na tarefa de subir e descer escadas entre os grupos GH e GI (P=0,043) e na tarefa manter-se em apoio unipodal (P=0,004), entre os grupos ativos com o grupo de inativo. Os resultados conferem à prática de atividade física papel importante para o equilíbrio de idosos, destacando um desempenho otimizado de idosos praticantes de atividade física, independentemente da modalidade.


This study aimes to compare the postural control of elderly practitioners of karate and hydro-gymnastics. Thirty physically active and inactive elderly men and women participated in this study, with an average age of 74.55 ± 6.5 years, divided in: GK (karate group), GH (hydro-gymnastics), GI (inactive). The elderly were subjected to a battery of assessment of postural control, called the Scale of Berg. A descriptive analysis of data was performed, based on the median and inter-quartile values. To examine the existence of intergroup differences the Kruskal Wallis test was used, when differences were found, the Mann-Whitney test was used as post hoc, p<0,05. Significant differences were observed, by the Kruskal Wallis test, between groups (P= 0,007). For the tasks of the Berg Scale differences were identified in the task of going up and down stairs between the GH and GI groups (P=0,043) and the task to stay in one foot (P=0,004) between the active groups and inactive group. The results of this study give the practice of physical activity an important role for the balance of elderly, highlighting optimal performance in the physically active elderly, regardless of the modality. So the elderly practitioners of physical activity have optimized their performance in postural balance, but it was not possible to identify the best form of physical activity.

13.
Percept Mot Skills ; 114(2): 563-83, 2012 Apr.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-22755461

RESUMO

The study examined how children of different ages integrate fundamental movement skills, such as running and throwing, and whether their developmental status was related to the combination of these skills. Thirty children were divided into three groups (G1 = 6-year-olds, G2 = 9-year-olds, and G3 = 12-year-olds) and filmed performing three tasks: running, overarm throwing, and the combined task. Patterns were identified and described, and the efficiency of integration was calculated (distance differences of the ball thrown in two tasks, overarm throwing and combined task). Differences in integration were related to age: the 6-year-olds were less efficient in combining the two skills than the 9- and 12-year-olds. These differences may be indicative of a phase of integrating fundamental movement skills in the developmental sequence. This developmental status, particularly throwing, seems to be related to the competence to integrate skills, which suggests that fundamental movement skills may be developmental modules.


Assuntos
Desenvolvimento Infantil/fisiologia , Destreza Motora/fisiologia , Movimento/fisiologia , Criança , Feminino , Humanos , Masculino , Observação , Corrida/fisiologia , Gravação em Vídeo
14.
Rev. bras. ciênc. esporte ; 34(2): 477-494, abr.-jun. 2012. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-643871

RESUMO

O objetivo do estudo foi analisar se as dicas de aprendizagem auxiliam crianças com TDC na aquisição de uma habilidade motora complexa. Dez crianças com TDC e 14 de desenvolvimento típico, de 9 a 11 anos, foram divididas nos grupos TDC com dicas (TDCD), TDC sem dicas (TDCS), desenvolvimento típico com dicas (GDTD) e desenvolvimento típico sem dicas (GDTS). As crianças participaram de sete aulas, durante três semanas, para a aprendizagem do rolamento peixe, com o uso das dicas "empurre o chão", "coloque a mão o mais longe possível" e "queixo no peito". Os resultados não foram estatisticamente significantes entre os grupos, o que evidencia que as dicas não apresentaram efeito positivo na aprendizagem do rolamento peixe.


The objective was to analyze if learning cues help children with Developmental Coordination Disorder (DCD) on the acquisition of a complex motor skill. The sample consisted of ten children with DCD and 14 children with typical development, from 9 to 11 years, divided into the groups DCD with cues (DCDC), DCD without cues (DCDW), typical development with cues (TDC) and typical development without cues (TDW). The children participated in seven classes, during three weeks, to learn to dive roll. Cues used were "push the ground", "place your hands as far as possible" and "chin on the chest". The results weren’t statistically different among the groups, which indicate that cues didn’t show significant effect in learning of the dive roll.


La finalidad fue analizar si las instrucciones ayudan a los niños con el Desarrollo de la coordinación (TDC) en el aprendizaje de una habilidad motora compleja. Diez niños con DCD y 14 con desarrollo típico, 9-11 años, divididos en los grupos TDC con las instrucciones (TDCD), TDC sin las instrucciones (TDCS), desarrollo típico con las instrucciones (GDTD) y desarrollo típico sin las instrucciones (GDTS). Los niños participaran de siete clases por tres semanas para aprender la rotación-pez con el uso de las instrucciones "empuja el suelo", "pon las manos más lejos posible" y "barbilla en el pecho". Los resultados no fueron estadísticamente significativos entre los grupos, lo que demuestra que las instrucciones no señalaron ningún efecto positivo en el aprendizaje de la rotación-pez.

15.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 26(2): 313-322, abr.-jun. 2012. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-640301

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi analisar o efeito da prática de esporte de interceptação no desempenho em uma tarefa complexa de "timing" antecipatório em idosos. Participaram do estudo 73 indivíduos, distribuídos em três grupos: idosos atletas, idosos não atletas e adultos jovens. A tarefa consistiu na execução de uma sequência de toques em quatro sensores, realizados simultaneamente ao deslocamento do estímulo, de modo que o último toque coincidisse com o acendimento do último diodo. Foram utilizadas três velocidades de acendimento dos diodos (1 m/s, 1,5 m/s, 2,2 m/s), sendo realizadas 10 tentativas em cada velocidade. O desempenho foi analisado por meio do cálculo do erro constante, erro variável e erro absoluto. Os resultados indicaram efeito positivo da prática de esporte sobre o desempenho do "timing" antecipatório em idosos atletas. Houve também, efeito da variação da velocidade do estímulo, com os melhores desempenhos dos grupos na velocidade moderada.


The aim of this study was to analyze the effect of interception sports on the performance in of a complex anticipatory timing task in the elderly. The study included 73 participants divided into three groups: elderly athletes, elderly and young non-athletes. The task consisted in the execution of a sequence of touchs in four sensors, simultaneously to the lighting of diodes aligned in a groove, with the last touch matching the lighting of the last diode. We used three speeds of diode lighting (1 m/s, 1.5 m/s, 2.2 m/s), with ten trials for each speed. The performance was analyzed by calculating the constant error, variable error and absolute error. The results indicated positive effect of sports on the anticipatory timing performance in elderly athletes. There was also the effect of varying the speed of the stimulus, with the best performances of the groups at moderate speed.


Análisis del desempeño motor en las tareas de "timing" de previsión en ancianos practicantes de deporte de interceptación El objetivo de este estudio fue analizar el efecto de la practica de deportes de intercepción en el desempeño en una tarea compleja de "timing" de previsión en ancianos. Participaron de este estudio 73 pacientes divididos en tres grupos: ancianos deportistas, ancianos no-deportistas y jóvenes. La tarea consistió en la ejecución de una secuencia de toques en cuatro sensores, realizados simultáneamente con el desplazamiento del estímulo, de modo que el último toque coincidiese en con el encendimiento del último diodo. Se utilizaron tres velocidades de encendimiento de los diodos (1 m / s 1,5 m / s 2,2 m / s), siendo efectuados diez intentos en cada velocidad. El rendimiento fue analizada mediante el cálculo de la constante de error, del error variable y del error absoluto. Los resultados indicaron efecto positivo de la práctica deportiva en el desempeño de "timing "de previsión en los ancianos deportistas. Hubo también el efecto de variar la velocidad del estímulo, con los mejores rendimientos de los grupos en la velocidad moderada.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto Jovem , Idoso , Envelhecimento , Atividade Motora , Destreza Motora , Esportes
16.
Rev. bras. ciênc. esporte ; 33(4): 991-1006, oct.-dic. 2011. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-614784

RESUMO

Foi analisado o desempenho esportivo de jogadores de basquetebol com utilização de cadeiras de rodas prescritas (específicas) e não-prescritas (genéricas) de acordo com as características de cada atleta. Seis participantes desempenharam testes de velocidade (20 m com e sem bola) e de agilidade (sem bola). Escalas de percepção de esforço e de conforto foram utilizadas após a realização dos testes. Foram verificados melhores desempenho e conforto nos testes realizados com a utilização das cadeiras prescritas. Foi sugerido o uso de cadeiras prescritas especificamente para cada atleta, a fim de otimizar o desempenho e o conforto para a prática do basquetebol em cadeira de rodas.


It was analyzed the athletic performance in basketball players using wheelchairs prescribed (specific) and not prescribed (non-specific) according to the particularity of each player. Six wheelchair basketball players performed the 20 meters speed test (with and without dribbling a ball), and the agility test without dribbling a ball. Scales of effort and comfort were used after each test. It was verified better performance (P<0,05) and comfort (P<0,05) in the tests performed with the use of the prescribed wheelchair. Therefore, it was suggested that the use of prescribed wheelchair specially designed for each athlete, for the optimization of their performance and comfort in the basketball wheelchair sport.


Se analizó el desempeño deportivo de jugadores de baloncesto con la utilización de sillas de ruedas prescriptas (específicas) y no prescriptas (generales) de acuerdo a las características de cada atleta. Seis participantes desarrollaron pruebas de velocidad (20 m con y sin balón) y de agilidad (sin balón). Escalas de apreciación de esfuerzo y de comodidad fueron utilizadas después de las pruebas. Se verificaron mejores desempeños y comodidades en las pruebas realizadas con la utilización de sillas prescriptas. Se sugirió el uso de sillas prescriptas específicamente para cada atleta, a fin de optimizar el desempeño y la comodidad para la práctica de baloncesto en silla de ruedas.

17.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-535392

RESUMO

O objetivo do estudo foi investigar se crianças com dificuldades de aprendizagem apresentam algum comprometimento motor no desenvolvimento dos componentes da motricidade.Participaram da pesquisa, trinta crianças, 21 meninos e 9 meninas, de 8 a 10 anos de idade, com dificuldades de aprendizagem escolar. As crianças foram avaliadas por meio da Escala de Desenvolvimento Motor para avaliação do desenvolvimento nos componentes de motricidade fina, motricidade global, equilíbrio, esquema corporal, organização espacial e organização temporal. Verificou-se maior atraso no desenvolvimento do esquema corporal para os três grupos etários, e maior idade motora no equilíbrio e motricidade global. Não foram identificadas diferenças significativas na idade motora geral entre os grupos etários. Concluiu-se que essas crianças apresentam atraso motor no desenvolvimento da maioria dos componentes avaliados, em especial, as crianças mais velhas. Sugere-se a inclusão de tarefas que auxilie no desenvolvimento dos componentes motores, além das tarefas escolares.


The aim of this study was to determine whether children with learning disabilities present any impairment in the components of motor development. Thirty children (21 boys and 9 girls), aged 8 to 10 years, with learning difficulties in school were studied. The Motor Development Scale was used to evaluate the development of the children in terms of fine motor control, gross motor control, balance, body scheme, spatial organization, and temporal organization. A deficit in the development of the body scheme component was observed for all three age groups, as well as a delayed motor development in terms of balance and gross motor control. No significant differences in general motor age were observed between (age) groups. In conclusion, the children studied, especially older ones, presented motor deficits in most of the components evaluated. The inclusion of tasks that assist in the development of motor components, in addition to regular school tasks, is recommended to improve the process of learning in these children.

18.
Rev. bras. educ. espec ; 14(2): 163-176, maio-ago. 2008. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-494090

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi analisar o desenvolvimento motor de uma criança com idade cronológica de 10 anos com paralisia cerebral do tipo atáxica e os efeitos de um programa de atividades motoras no meio aquático. O desenvolvimento motor foi mensurado seguindo os procedimentos propostos no Manual de Avaliação Motora e o programa de intervenção das atividades motoras no meio aquático foi realizada no Serviço Social da Indústria - SESI/ Londrina - Pr., duas vezes por semana, em sessões de 45 minutos por um período de 2 meses, obtendo uma freqüência de 87 por cento. Os dados foram analisados descritivamente, comparando os resultados de pré e pós-testes. O quociente motor em todos os itens foi classificado como "muito inferior", o que se caracteriza como déficit motor, com exceção da organização temporal que foi avaliada como "normal baixo". Após a intervenção, a única área que mostrou avanços foi a de equilíbrio, cujo resultado mostrou que a criança avançou 12 meses na idade motora, não apresentando alterações proporcionais nas outras áreas.


The objective of this study was to analyze the motor development of a ten year old child with ataxic cerebral palsy and the effects of a motor activities program in the swimming pool. Motor development was measured according to the motor assessment and the intervention program of motor activities in the swimming pool conducted at Sesi/Londrina, twice a week, during 45 minute sessions over a 2 month period, with an attendance rate of 87 percent. Data was analyzed descriptively comparing the results with before and after tests. Generally, the motor quotient regarding all items was classified as "very low", characterizing motor deficit, with exception of temporal organization, presented as "normal low". After intervention, the only area that showed positive change was balance; this result showed that the child gained 12 months in motor age, without corresponding alterations in the other areas.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Ambiente Aquático , Paralisia Cerebral , Educação Especial , Atividade Motora , Educação Física e Treinamento , Relatos de Casos
19.
Rev. bras. med. esporte ; 13(4): 227-230, jul.-ago. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-476267

RESUMO

Este estudo teve por objetivo verificar a relação entre o desempenho em tarefas de habilidade motora grossa com o índice de massa corporal (IMC) em meninos e meninas de quatro a seis anos de idade. Para tanto, foram analisadas 27 crianças, sendo 16 meninos e 11 meninas, com idade média de 5,64 ± 0,67 anos. As crianças foram submetidas ao Test of Gross Motor Development – Second Edition (TGMD-2), proposto por Ulrich (2000) e ao Kõrperkoordinations-test für Kinder (KTK), proposto por Kiphard e Schilling (1974). A pontuação obtida nos dois testes foi reduzida a uma escala comum a ambos. Foi verificada a correlação entre essa escala e o IMC das crianças por meio do teste de correlação de Spearman, com P < 0,05. Não houve interação significativa entre as variáveis quando analisados meninos e meninas ou quando a análise foi conduzida com distinção de gêneros. Inclusive, não houve interação do IMC com tarefas que exigiam maior demanda de capacidades físicas, o que deve ser verificado em futuros estudos. A partir dos resultados, concluímos que o desempenho das crianças de quatro a seis anos em tarefas que envolviam habilidade motora grossa não se relacionou com o IMC.


This study had to aim to verify the relationship between performance in gross motor skill tasks and body mass index (BMI) in four to six year-old boys and girls. 27 children were analyzed, 16 boys and 11 girls, mean age of 5.64 ± 0.67 years. The children were submitted to the Test of Gross Motor Development-Second Edition (TGMD-2), proposed by Ulrich (2000) and to the Kõrperkoordinations-test für Kinder (KTK), proposed by Kiphard and Schilling (1974). The punctuation obtained in the two tests was reduced to a scale common to both. The correlation between this scale and the BMI of the children was verified through the Spearman correlation test, with P < 0.05. No significant interaction was observed among variables when boys and girls were analyzed or when the analysis was conducted with gender distinction. Moreover, no interaction between the BMI and tasks which required higher demand of physical capacities was observed, which should be verified in further studies. It was possible to conclude from our results, that the performance of four to six year-old children in tasks which involved gross motor skill did not relate with BMI.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Índice de Massa Corporal , Destreza Motora
20.
Temas desenvolv ; 15(89/90): 75-81, nov. 2006-fev. 2007. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-546172

RESUMO

The child needs to experience diverse motor situations in order to achieve its total motor development. Appropriated use of the free time is an important tool to learn and to practice competences and abilities. In association with the school activities, after-school activities in which the child is involved should influence the motor skills and reflect on the child motor development level. We aimed at verifying the relationship between the enrolment in after-school physical activities and the motor development. 117 children (7-to-10-years-old) were grouped by chronological age and by enrolment in after-school activities in three groups: SPA – sistematic physical activity enrolment at least for one year; PAFT – informal physical activity enrolment at free time; NPA – no enrolment in after-school physical activity. Motor development was evaluated in the Motor Development Scale components: fine skills, global skills, balance, body schema/fastness, spatial organization and temporal organization. Motor age by component was treated by means of descritive statistic and the effects of chronological age and physical activity enrolment were observed by means of multivariate analysis of variance. Chronological age affected fine skills (F3,105 = 14,618; p < 0,001), global skills (F3,105 = 4,333; p < 0,007), balance (F3,105 = 7,432; p < 0,001), body schema/fastness (F3,105 = 11,232; p < 0,001), spatial organization (F3,105 = 17,762; p < 0,001), and temporal organization (F3,105 = 4,685;p<0,005). The enrolment in after-school physical activities significantly affected the spatial (F2,105 = 4,471; p < 0,015) and the temporal (F2,105 = 7,555; p < 0,002) organizations, and marginally the global skills (F2,105 = 2,448; p < 0,092). Motor development is a non-linear process. Different motor components are affected by specific characteristics of the enrolment in physical activities in both the school and the formal and informal environments.


Para atingir seu pleno desenvolvimento motor, a criança necessita vivenciar situações motoras diversificadas. O uso adequado do tempo livre é uma importante ferramenta para a aprendizagem e prática de habilidades. Além das atividades escolares, as atividades extra-escolares em que a criança está envolvida deveria influenciar o repertório motor e refletir no nível de desenvolvimento motor da criança. Com este estudo, objetivamos investigar as relações entre o envolvimento em atividades físicas extra-escolares e o desenvolvimento motor. Cento e dezessete (117) crianças (7-10 anos) foram agrupadas por idade cronológica e por atividade extra-escolar, formando três grupos: AFS - atividade física sistemática há mais de um ano; AFTL - atividade física informal no tempo livre; SAF - não envolvimento em atividade física extra-escolar. O desenvolvimento motor foi avaliado por meio da Escala de Desenvolvimento Motor nos componentes: motricidade fina, motricidade global, equilíbrio, esquema corporal/rapidez, organização espacial e organização temporal. A idade motora por componente foi tratada por meio de estatística descritiva e os efeitos da idade cronológica e do envolvimento em atividade física foram observados por meio de análises de variância multivariadas. A idade cronológica influenciou a motricidade fina (F3,105 = 14,618; p < 0,001), motricidade global (F3,105 = 4,333; p < 0,007), equilíbrio (F3,105 = 7,432; p < 0,001), esquema corporal/rapidez (F3,105 = 11,232; p < 0,001), organização espacial (F3,105 = 17,762; p < 0,001) e organização temporal (F3,105 = 4,685; p < 0,005). O envolvimento em atividade física extra-escolar influenciou significativamente a organização espacial (F2,105 = 4,471; p < 0,015) e a organização temporal (F2,105 = 7,555; p < 0,002); e marginalmente a motricidade global (F2,105 = 2,448 ; p < 0,092). O desenvolvimento motor é um processo não-linear. Diferentes elementos da motricidade são influenciados por características específicas do envolvimento em atividades físicas tanto na escola como em outros ambientes formais e informais.


Assuntos
Humanos , Criança , Desenvolvimento Infantil , Atividade Motora , Desempenho Psicomotor
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA