Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 21
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. psiquiatr ; 39(3): 220-227, July-Sept. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-899352

RESUMO

Objective: Considering the scarcity of reports from intertropical latitudes and the Southern Hemisphere, we aimed to examine the association between meteorological factors and suicide in São Paulo. Method: Weekly suicide records stratified by sex were gathered. Weekly averages for minimum, mean, and maximum temperature (°C), insolation (hours), irradiation (MJ/m2), relative humidity (%), atmospheric pressure (mmHg), and rainfall (mm) were computed. The time structures of explanatory variables were modeled by polynomial distributed lag applied to the generalized additive model. The model controlled for long-term trends and selected meteorological factors. Results: The total number of suicides was 6,600 (5,073 for men), an average of 6.7 suicides per week (8.7 for men and 2.0 for women). For overall suicides and among men, effects were predominantly acute and statistically significant only at lag 0. Weekly average minimum temperature had the greatest effect on suicide; there was a 2.28% increase (95%CI 0.90-3.69) in total suicides and a 2.37% increase (95%CI 0.82-3.96) among male suicides with each 1 °C increase. Conclusion: This study suggests that an increase in weekly average minimum temperature has a short-term effect on suicide in São Paulo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Suicídio/estatística & dados numéricos , Clima Tropical , Cidades/epidemiologia , Conceitos Meteorológicos , Temperatura , Brasil/epidemiologia , Modelos Lineares , Distribuição por Sexo
2.
Braz J Psychiatry ; 39(3): 220-227, 2017.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28423068

RESUMO

Objective:: Considering the scarcity of reports from intertropical latitudes and the Southern Hemisphere, we aimed to examine the association between meteorological factors and suicide in São Paulo. Method:: Weekly suicide records stratified by sex were gathered. Weekly averages for minimum, mean, and maximum temperature (°C), insolation (hours), irradiation (MJ/m2), relative humidity (%), atmospheric pressure (mmHg), and rainfall (mm) were computed. The time structures of explanatory variables were modeled by polynomial distributed lag applied to the generalized additive model. The model controlled for long-term trends and selected meteorological factors. Results:: The total number of suicides was 6,600 (5,073 for men), an average of 6.7 suicides per week (8.7 for men and 2.0 for women). For overall suicides and among men, effects were predominantly acute and statistically significant only at lag 0. Weekly average minimum temperature had the greatest effect on suicide; there was a 2.28% increase (95%CI 0.90-3.69) in total suicides and a 2.37% increase (95%CI 0.82-3.96) among male suicides with each 1 °C increase. Conclusion:: This study suggests that an increase in weekly average minimum temperature has a short-term effect on suicide in São Paulo.


Assuntos
Cidades/epidemiologia , Conceitos Meteorológicos , Suicídio/estatística & dados numéricos , Clima Tropical , Brasil/epidemiologia , Feminino , Humanos , Modelos Lineares , Masculino , Distribuição por Sexo , Temperatura
4.
São Paulo; s.n; 2014. [176] p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-730871

RESUMO

A dengue e a leptospirose estão entre as principais zoonoses de ocorrência no mundo. A primeira pelo elevado potencial epidêmico e a segunda pela alta letalidade. Na cidade de São Paulo, anualmente ocorrem dezenas de casos de leptospirose e centenas de casos de dengue, fazendo desses agravos alguns dos eventos de maior interesse da vigilância em saúde do município. Para melhor compreender o efeito de fenômenos climáticos e o impacto de medidas de prevenção e controle sobre a transmissão desses agravos ao longo do tempo, dois diferentes modelos estatísticos de estudo de séries temporais foram usados: 1) Função de Transferência, com erros dados por modelos ARIMA (ARIMAX), os quais foram modelados segundo a filosofia de Box-Jenkins e 2) Modelos Aditivos Generalizados (GAM) de regressão de Poisson, com estrutura de defasagem dada por funções polinômios PDL (Polynomial Distributed Lags). Os principais fatores climáticos associados ao aumento do número de casos de dengue na cidade de São Paulo foram a elevação da temperatura mínima do ar, dos níveis de precipitação pluviométrica, da densidade do vetor e a entrada de casos importados da doença, estimulada pelo feriado de carnaval. A chegada de frentes frias (temperatura < 16°C) e valores extremos de precipitação (<7mm ou > 70mm) reduzem o número de casos de dengue. Medidas de prevenção adotadas pelas equipes de vigilância em saúde do município também contribuem com a redução do número de casos. Os fatores associados ao aumento do número de casos de leptospirose foram o aumento da precipitação pluviométrica e da temperatura máxima do ar. O aumento das horas de brilho do sol reduz o número de casos. Os métodos adotados foram adequados aos objetivos do estudo e conseguiram captar as relações defasadas entre os fatores de interesse e a transmissão de dengue e de leptospirose na cidade de São Paulo. Tais técnicas também parecem adequadas como ferramentas a serem incorporadas à rotina da vigilância em...


Dengue and leptospirosis are among the major zoonosis of occurrence in the world; the first because of the epidemic potential and the second due to high lethality. In São Paulo, dozens of leptospirosis cases and hundreds of dengue fever cases are registered annually, being some of the most important events to the municipal public health surveillance system. To understand the effect of climatic conditions and the impact of measures of prevention and control over the transmission of such diseases in the time context, two time series approaches were used: 1) Transfer Functions, with ARIMA error structure (ARIMAX), modeled by Box-Jenkins methods and 2) Additive Generalized Models (GAM) of Poisson regressions, with time structure given by Polynomial Distributed Lags (PDL). The most important climatic factors that increased the number of cases of dengue fever in the city of São Paulo were the elevation in air temperature, precipitation, vector density and the number of imported cases, which increased after carnival holiday (an important calendar event). The arrival of cold fronts from the south (air temperature < 16°C) and extreme precipitations (< 7mm or >70mm) are factors that decrease the number of new dengue cases. The public health preventive interventions adopted by the municipality were effective in diminishing the dengue occurrence. The most important factors that increased the number of leptospirosis cases in São Paulo were elevation in maximum air temperature and precipitation. Largest amount of hours of sunshine decreased the number of new cases of leptospirosis. The methods used were adequate to the study objectives, the relations among the interest lagged factors and dengue and leptospirosis transmission in the city of São Paulo were satisfactorily modeled. Such techniques also seem appropriate as tools to be incorporated into the municipal health surveillance system, allowing the prediction of the number of future disease cases and understanding...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Clima , Dengue/epidemiologia , Dengue/prevenção & controle , Leptospirose/epidemiologia , Leptospirose/prevenção & controle , Modelos Estatísticos , Vigilância em Saúde Pública , Estudos de Séries Temporais , Brasil/epidemiologia
8.
Hygeia rev. bras. geogr. médica saúde ; 8(15): 23-32, dez. 2012. ilus, graf
Artigo em Português | Sec. Munic. Saúde SP, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: sms-7099

RESUMO

A cidade de São Paulo caracteriza-se pelo acentuado crescimento, o que favoreceu a formação de áreas com diferentes condições sociais, econômicas e ambientais. Várias doenças transmitidas por vetores apresentam frequências diferentes nos diversos sítios da cidade, mas o programa de controle de vetores é o mesmo para todos os locais. O controle do Aedes aegypti, mosquito vetor da dengue, envolve entre outras ações a realização de nebulização de malationa GT 96% em óleo de soja (1:2, v/v) quando há casos confirmados da doença. Durante o procedimento dois ou mais funcionários (batedores) informam os munícipes para sair de suas casas e retornarem após 15 minutos do término do procedimento e, então, o aplicador acompanhado do funcionário que atua como apoio entra nas residências e aplicam o inseticida. O produto é aplicado dentro da residência do caso positivo, na sua área externa e nas residências do entorno. Embora os locais sejam diferentes e o procedimento de nebulização seja o mesmo, não se sabe se as características urbanas podem influenciar a exposição dos funcionários. Assim, este trabalho avaliou a presença de malationa sobre as vestimentas dos funcionários em três diferentes locais. A área A era um local de baixo poder aquisitivo com casas pequenas ou assobradas com pouca ou nenhuma área externa. A área B se constituía em condomínios com prédios de até cinco andares onde foi nebulizado somente a garagem e o saguão do primeiro andar. E a área C era uma favela com edificações improvisadas e pequenas vielas.A e B eram áreas regulares com sistema viário e calçadas, mas C era um aglomerado de construções e barracos de madeira permeados por vielas. Em todas as áreas a atividade foi realizada em seis dias sob as mesmas condições climáticas Para avaliar a quantidade de malationa recebido durante a nebulização, oito absorventes higiênicos femininos foram colocados sobre a vestimenta do equipamento de proteção individual de cada funcionário. Após a nebulização, cada absorvente era removido e submetido à extração com 60 mL de hexano sob agitação mecânica por 30 min e os extratos analisados por cromatografia gasosa para detecção e quantificação do malationa. Nas áreas A e C não se observou diferença na quantidade de malationa nos absorventes do aplicador e do apoio, mas em B a quantidade de malationa foi maior. Por outro lado observou-se maior quantidade de malationa nos batedores no sítio. Os resultados permitiram concluir que as condições ambientais podem influenciar o grau de exposição dos funcionários.


Assuntos
Humanos , Aedes , Saúde do Trabalhador
9.
Hygeia (Uberlândia) ; 8(15): 23-32, dez. 2012. ilus, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: biblio-945119

RESUMO

A cidade de São Paulo caracteriza-se pelo acentuado crescimento, o que favoreceu a formação de áreas com diferentes condições sociais, econômicas e ambientais. Várias doenças transmitidas por vetores apresentam frequências diferentes nos diversos sítios da cidade, mas o programa de controle de vetores é o mesmo para todos os locais. O controle do Aedes aegypti, mosquito vetor da dengue, envolve entre outras ações a realização de nebulização de malationa GT 96% em óleo de soja (1:2, v/v) quando há casos confirmados da doença. Durante o procedimento dois ou mais funcionários (batedores) informam os munícipes para sair de suas casas e retornarem após 15 minutos do término do procedimento e, então, o aplicador acompanhado do funcionário que atua como apoio entra nas residências e aplicam o inseticida. O produto é aplicado dentro da residência do caso positivo, na sua área externa e nas residências do entorno. Embora os locais sejam diferentes e o procedimento de nebulização seja o mesmo, não se sabe se as características urbanas podem influenciar a exposição dos funcionários. Assim, este trabalho avaliou a presença de malationa sobre as vestimentas dos funcionários em três diferentes locais. A área A era um local de baixo poder aquisitivo com casas pequenas ou assobradas com pouca ou nenhuma área externa. A área B se constituía em condomínios com prédios de até cinco andares onde foi nebulizado somente a garagem e o saguão do primeiro andar. E a área C era uma favela com edificações improvisadas e pequenas vielas.A e B eram áreas regulares com sistema viário e calçadas, mas C era um aglomerado de construções e barracos de madeira permeados por vielas. Em todas as áreas a atividade foi realizada em seis dias sob as mesmas condições climáticas Para avaliar a quantidade de malationa recebido durante a nebulização, oito absorventes higiênicos femininos foram colocados sobre a vestimenta do equipamento de proteção individual de cada funcionário. Após a nebulização, cada absorvente era removido e submetido à extração com 60 mL de hexano sob agitação mecânica por 30 min e os extratos analisados por cromatografia gasosa para detecção e quantificação do malationa. Nas áreas A e C não se observou diferença na quantidade de malationa nos absorventes do aplicador e do apoio, mas em B a quantidade de malationa foi maior. Por outro lado observou-se maior quantidade de malationa nos batedores no sítio. Os resultados permitiram concluir que as condições ambientais podem influenciar o grau de exposição dos funcionários.


Assuntos
Humanos , Aedes , Saúde do Trabalhador
10.
Int. j. environ. Health Res ; 19(4): 291-304, ago. 2009. tab
Artigo em Inglês | Sec. Munic. Saúde SP, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: sms-7098

RESUMO

Rodents are responsible for the transmission of more than 60 diseases both to human beings and to domestic animals. The increase in rodent infestation in a given area brings several health problems to the nearby population. Thus, when infestation increases, it is time to take intervention measures. Although many countries have implemented programs aimed at controlling rodent infestation, literature on studies evaluating the effectiveness of intervention measures in urban areas is scarce. Aimed at contributing to the understanding of rodents population dynamics in urban areas, the objective of this study was to evaluate the effectiveness of the control methods proposed by Programa de Vigilancia e Controle de Roedores do Municýpio de Sao Paulo (Program for Rodents Surveillance and Control in Sao Paulo Municipality), conducted on Jardim Comercial District. As a first step, a survey to assess infestation rates was conducted in 1529 dwellings located in the area studied. After that, a chemical control upon rodents was accomplished in every dwelling infested. One week and six months after completion of control measures, a new evaluation on infestation rates was carried out, in order to verify the effectiveness of the procedures taken and to estimate the re-infestation capacity. Initial infestation rate was 40.0%, and the final infestation rate, 14.4%. Therefore, the effectiveness of the control methods utilized was 63.8%. It can thus be concluded that the control methods applied were quite effective.


Assuntos
Animais , Roedores , Doenças dos Roedores , Controle de Roedores , Brasil
11.
Int. j. environ. health res ; 19(4): 291-304, ago. 2009. tab
Artigo em Inglês | Coleciona SUS, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: biblio-945131

RESUMO

Rodents are responsible for the transmission of more than 60 diseases both to human beings and to domestic animals. The increase in rodent infestation in a given area brings several health problems to the nearby population. Thus, when infestation increases, it is time to take intervention measures. Although many countries have implemented programs aimed at controlling rodent infestation, literature on studies evaluating the effectiveness of intervention measures in urban areas is scarce. Aimed at contributing to the understanding of rodents population dynamics in urban areas, the objective of this study was to evaluate the effectiveness of the control methods proposed by Programa de Vigilancia e Controle de Roedores do Municýpio de Sao Paulo (Program for Rodents Surveillance and Control in Sao Paulo Municipality), conducted on Jardim Comercial District. As a first step, a survey to assess infestation rates was conducted in 1529 dwellings located in the area studied. After that, a chemical control upon rodents was accomplished in every dwelling infested. One week and six months after completion of control measures, a new evaluation on infestation rates was carried out, in order to verify the effectiveness of the procedures taken and to estimate the re-infestation capacity. Initial infestation rate was 40.0%, and the final infestation rate, 14.4%. Therefore, the effectiveness of the control methods utilized was 63.8%. It can thus be concluded that the control methods applied were quite effective.


Assuntos
Animais , Controle de Roedores , Doenças dos Roedores , Roedores , Brasil
12.
Hygeia rev. bras. geogr. médica saúde ; 5(8): 29-45, jun. 2009. tab, mapas, graf
Artigo em Português | Sec. Munic. Saúde SP, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: sms-7062

RESUMO

As ações de vigilância em saúde na cidade de São Paulo são organizadas segundo a divisão geopolítica administrativa em 31 Subprefeituras. Visando compreender os fatores socioeconômicos e ambientais determinantes da infestação por roedores em cada Subprefeitura, realizou-se levantamento de infestação predial por roedores, onde foram visitados 23.606 imóveis selecionados por amostragem probabilística. Estimaram-se a taxa de infestação predial por roedores e a freqüência dos fatores ambientais, referentes à disponibilidade de alimento, abrigo e acesso. Classificaram-se as Subprefeituras em grupos homogêneos quanto às condições socioeconômicas e ambientais. Depois, estimaram-se modelos de regressão logística buscandoe ntender os fatores explicativos da infestação em cada grupo. As 31 Subprefeituras formaram 6 grupos homogêneos, onde as taxas médias de infestação por roedores variaram de 15,84% a 41,36%. Os modelos logísticos evidenciaram que em diferentes localidades distintas condições dirigem as infestações. Os resultados geram possibilidade de intervenção direta e dirigida pelo poder público nos fatores determinantes da infestação por roedores. (AU)


Assuntos
Saúde Ambiental , Controle de Roedores , Fatores de Risco , Reservatórios de Doenças , Análise por Conglomerados , Modelos Logísticos
13.
Hygeia (Uberlândia) ; 5(8): 29-45, jun. 2009. tab, map, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: biblio-945117

RESUMO

As ações de vigilância em saúde na cidade de São Paulo são organizadas segundo a divisão geopolítica administrativa em 31 Subprefeituras. Visando compreender os fatores socioeconômicos e ambientais determinantes da infestação por roedores em cada Subprefeitura, realizou-se levantamento de infestação predial por roedores, onde foram visitados 23.606 imóveis selecionados por amostragem probabilística. Estimaram-se a taxa de infestação predial por roedores e a freqüência dos fatores ambientais, referentes à disponibilidade de alimento, abrigo e acesso. Classificaram-se as Subprefeituras em grupos homogêneos quanto às condições socioeconômicas e ambientais. Depois, estimaram-se modelos de regressão logística buscandoe ntender os fatores explicativos da infestação em cada grupo. As 31 Subprefeituras formaram 6 grupos homogêneos, onde as taxas médias de infestação por roedores variaram de 15,84% a 41,36%. Os modelos logísticos evidenciaram que em diferentes localidades distintas condições dirigem as infestações. Os resultados geram possibilidade de intervenção direta e dirigida pelo poder público nos fatores determinantes da infestação por roedores.


Assuntos
Reservatórios de Doenças , Saúde Ambiental , Fatores de Risco , Controle de Roedores , Análise por Conglomerados , Modelos Logísticos
14.
Int. j. environ. health res ; 19(1): 1-16, fev. 2009. tab
Artigo em Inglês | Sec. Munic. Saúde SP, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: sms-7100

RESUMO

Rodents are involved in the transmission to human beings of several diseases, including liptospirosis, which shows high lethality rates in São Paulo municipality. Despite this, few studies have assessed the relationship existing between urban environmental conditions and building rodent infestation. With the purpose of clarifying this relationship, an analysis has been conducted in order to quantify the influence of environmental factors upon rodent infestation on a low-income district. Diagnosis of the environmental situation has been performed to evaluate the frequency according to which harborage, food and access sources occur, and a survey on infestation rates in 2175 dwellings in the area studied. The logistic regression analysis showed that among the environmental variables, the one that showed the closest association with rodent infestation was access; followed by harborage, and food. It was concluded that poor socioeconomic and environmental conditions in the area propitiate the occurrence of high rodent infestation rates.


Assuntos
Animais , Controle de Roedores
15.
Int. j. environ. health res ; 19(1): 1-16, fev. 2009. tab
Artigo em Inglês | Coleciona SUS, CRSSUL-Producao, Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: biblio-945129

RESUMO

Rodents are involved in the transmission to human beings of several diseases, including liptospirosis, which shows high lethality rates in São Paulo municipality. Despite this, few studies have assessed the relationship existing between urban environmental conditions and building rodent infestation. With the purpose of clarifying this relationship, an analysis has been conducted in order to quantify the influence of environmental factors upon rodent infestation on a low-income district. Diagnosis of the environmental situation has been performed to evaluate the frequency according to which harborage, food and access sources occur, and a survey on infestation rates in 2175 dwellings in the area studied. The logistic regression analysis showed that among the environmental variables, the one that showed the closest association with rodent infestation was access; followed by harborage, and food. It was concluded that poor socioeconomic and environmental conditions in the area propitiate the occurrence of high rodent infestation rates.


Assuntos
Animais , Controle de Roedores
18.
São Paulo; s.n; 2006. 45 p. graf, tab, ilus.
Tese em Português | LILACS, EMS-Acervo | ID: lil-689183

RESUMO

Os roedores estão diretamente envolvidos na transmissão de mais 60 doenças para o homem, entre elas a leptospirose que apresenta alta taxa de letalidade no município de São Paulo. Além de causarem enormes prejuízos econômicos aos alimentos estocados e à agricultura. Porém, são escassos, na literatura, os estudos que avaliam a efetividade das ações de controle de roedores na área urbana. Objetivos - Avaliar a efetividade dos métodos de controle de roedores proposta pelo “Programa de Controle de Roedores do Município de São Paulo” no Bairro Jardim Comercial. Métodos – Realizou-se o diagnóstico da situação ambiental e o levantamento da taxa de infestação predial inicial por roedores nos 2345 imóveis do Jd. Comercial. Em seguida procedeu-se o controle químico de roedores em todos os imóveis que apresentavam sinais de infestação e avaliou-se a taxa de infestação final para verificar a efetividade das medidas adotadas. Após seis meses do término das ações de controle, realizou-se avaliação da capacidade de reinfestação dos roedores e calculou-se a taxa de recuperação da infestação. Resultados – No diagnóstico da situação encontrou-se alta disponibilidade de fontes de alimento (66,5%), abrigo (62,4%) e acesso (39,17%) para roedores e a taxa de infestação predial inicial foi de 40,0%. A fonte de acesso foi a variável ambiental que mostrou maior associação com a infestação (OR 45,9; p = 0,000), seguida pelo abrigo (OR 20,6; p = 0,0000) e alimento (OR 1,37; p = 0,0026). A taxa de infestação final foi de 14,4%e a efetividade dos métodos de controle foi de 63,8%. A taxa de reinfestação foi de 26,0% e taxa de recuperação foi de 79,8%. Conclusões – As precárias condições sócio-econômicas e ambientais do Jd. Comercial permitem a existência de alta taxa de infestação predial por roedores. A variável ambiental que têm maior capacidade de determinar as infestações é a fonte de acesso. Os métodos de controle se mostraram efetivos em curto período de tempo. Após seis meses a alta capacidade suporte do ambiente e os movimentos de imigração permitiram a reinfestação da área.


Assuntos
Animais , Controle de Roedores
19.
São Paulo; s.n; 2006. 45 p. graf, tab, ilus.
Tese em Português | Sec. Munic. Saúde SP, EMS-Acervo | ID: sms-7112

RESUMO

Os roedores estão diretamente envolvidos na transmissão de mais 60 doenças para o homem, entre elas a leptospirose que apresenta alta taxa de letalidade no município de São Paulo. Além de causarem enormes prejuízos econômicos aos alimentos estocados e à agricultura. Porém, são escassos, na literatura, os estudos que avaliam a efetividade das ações de controle de roedores na área urbana. Objetivos - Avaliar a efetividade dos métodos de controle de roedores proposta pelo “Programa de Controle de Roedores do Município de São Paulo” no Bairro Jardim Comercial. Métodos – Realizou-se o diagnóstico da situação ambiental e o levantamento da taxa de infestação predial inicial por roedores nos 2345 imóveis do Jd. Comercial. Em seguida procedeu-se o controle químico de roedores em todos os imóveis que apresentavam sinais de infestação e avaliou-se a taxa de infestação final para verificar a efetividade das medidas adotadas. Após seis meses do término das ações de controle, realizou-se avaliação da capacidade de reinfestação dos roedores e calculou-se a taxa de recuperação da infestação. Resultados – No diagnóstico da situação encontrou-se alta disponibilidade de fontes de alimento (66,5%), abrigo (62,4%) e acesso (39,17%) para roedores e a taxa de infestação predial inicial foi de 40,0%. A fonte de acesso foi a variável ambiental que mostrou maior associação com a infestação (OR 45,9; p = 0,000), seguida pelo abrigo (OR 20,6; p = 0,0000) e alimento (OR 1,37; p = 0,0026). A taxa de infestação final foi de 14,4%e a efetividade dos métodos de controle foi de 63,8%. A taxa de reinfestação foi de 26,0% e taxa de recuperação foi de 79,8%. Conclusões – As precárias condições sócio-econômicas e ambientais do Jd. Comercial permitem a existência de alta taxa de infestação predial por roedores. A variável ambiental que têm maior capacidade de determinar as infestações é a fonte de acesso. Os métodos de controle se mostraram efetivos em curto período de tempo. Após seis meses a alta capacidade suporte do ambiente e os movimentos de imigração permitiram a reinfestação da área.


Assuntos
Animais , Controle de Roedores
20.
Rev Saude Publica ; 38(2): 201-8, 2004 Apr.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-15122375

RESUMO

OBJECTIVE: Low visual acuity (VA) is an important public health problem due to its high prevalence and because it needs early diagnosis in order to prevent damage in childhood development and apprenticeship. To describe and analyze low visual acuity (VA) prevalence among school children. METHODS: Once performed the VA test to 1st and 4th grades primary school children data were analyzed by separating students according to sex, school grade, wearing of glasses, residence area and level of access to the supplementary medical assistance (SMA). RESULTS: The total of 9,640 students was evaluated during the year of 2000 and they presented a prevalence of low VA of 13.1% (CI 12.5-13.8%). There was a statistical significant lower prevalence in males (11.5%) compared to females (14.9%) - (PR=0.77). There was a statistical significant higher prevalence in 1st grade students (14.1%) compared to 4th grade (11.5%) - (PR=1.22). There was also a statistical significant lower prevalence for those who were not wearing glasses (12.1%) compared to those who were using glasses (42.0%) - (PR=0.29). Concerning to residence areas, Cajuru neighborhood had the lower prevalence of low VA (1.8%) and Vila Sabia neighborhood had the higher prevalence (32.4%), and a positive correlation, according to residence area, between the proportion of people with access to the Supplementary Medical Assistance and the proportion of children wearing glasses was found (r=0.64, p<0.001). CONCLUSIONS: The low VA high prevalence shows lack in early diagnosis and continuity of assistance pointing out to the urgent need of implementation in visual health public.


Assuntos
Transtornos da Visão/epidemiologia , Acuidade Visual/fisiologia , Brasil/epidemiologia , Criança , Feminino , Acesso aos Serviços de Saúde , Humanos , Masculino , Prevalência , Distribuição por Sexo , Estudantes/estatística & dados numéricos , Transtornos da Visão/diagnóstico , Seleção Visual
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA