Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. ter. intensiva ; 31(4): 504-510, out.-dez. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1058056

RESUMO

RESUMO Objetivo: Avaliar os fatores de risco para inadequação proteico-calórica no paciente grave. Métodos: Coorte prospectiva com pacientes internados em unidade de terapia intensiva adulto, entre fevereiro e novembro de 2017. Os pacientes foram acompanhados por 7 dias. Foi calculada a probabilidade condicional de falha na adequação, usando o método de Kaplan-Meier e teste log-rank 95%. Para avaliar o risco de falha, foram calculadas as hazard ratio (HR) bruta e ajustada, usando a regressão de Cox, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: Dos 130 pacientes, 63,8% eram do sexo masculino, 73,8% tinham idade < 60 anos e 49,2% apresentaram diagnóstico de trauma. O APACHE II médio foi de 24 pontos e 70,0% dos pacientes tiveram adequação proteico-calórica >80%. Na análise univariada, as variáveis significativas para a falha na adequação foram o uso de droga vasoativa, interrupções da dieta e não ter iniciado a nutrição precoce. No modelo final, pacientes que apresentaram vômito/resíduo gástrico (HR ajustada = 22,5; IC95% 5,14 - 98,87), jejum para extubação (HR ajustada = 14,75; IC95% 3,59 - 60,63) e para exames e intervenções (HR ajustada = 12,46; IC95% 4,52 - 34,36) tiveram maior risco de não alcançar a adequação proteico-calórica. Conclusão: O alcance das metas nutricionais > 80,0% ocorreu na maioria dos pacientes. Os fatores de risco para inadequação proteico-calórica foram as interrupções da nutrição, especialmente por motivo de vômito/resíduo gástrico, jejum para procedimento de extubação, exames e procedimentos cirúrgicos.


ABSTRACT Objective: To evaluate the risk factors for protein-caloric inadequacy in critically ill patients. Methods: Prospective cohort study of patients hospitalized in an adult intensive care unit between February and November 2017. Patients were followed for 7 days. The conditional probability of inadequacy was calculated using the Kaplan-Meier method and the 95% log-rank test. To assess the risk of inadequacy, crude and adjusted hazard ratios (HR) were calculated using Cox regression with a 95% confidence interval. Results: Of the 130 patients, 63.8% were male, 73.8% were <60 years of age, and 49.2% were diagnosed with trauma. The mean APACHE II score was 24 points, and 70.0% of the patients had a protein-caloric adequacy >80%. In the univariate analysis, the significant variables for inadequacy were use of vasoactive drugs, interruptions of diet and failure to initiate nutrition early. In the final model, patients who presented with vomiting/gastric residue (adjusted HR = 22.5; 95%CI 5.14 - 98.87) and fasting for extubation (adjusted HR = 14.75; 95%CI 3.59 - 60.63) and for examinations and interventions (adjusted HR = 12.46; 95%CI 4.52 - 34.36) had a higher risk of not achieving protein-caloric adequacy. Conclusion: Achievement of nutritional goals > 80.0% occurred in 70.0% of patients. The risk factors for protein-caloric inadequacy were nutritional interruptions, especially due to vomiting/gastric residue and fasting for extubation, exams and surgical procedures.

2.
Rev Bras Ter Intensiva ; 31(4): 504-510, 2019.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31967225

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the risk factors for protein-caloric inadequacy in critically ill patients. METHODS: Prospective cohort study of patients hospitalized in an adult intensive care unit between February and November 2017. Patients were followed for 7 days. The conditional probability of inadequacy was calculated using the Kaplan-Meier method and the 95% log-rank test. To assess the risk of inadequacy, crude and adjusted hazard ratios (HR) were calculated using Cox regression with a 95% confidence interval. RESULTS: Of the 130 patients, 63.8% were male, 73.8% were <60 years of age, and 49.2% were diagnosed with trauma. The mean APACHE II score was 24 points, and 70.0% of the patients had a protein-caloric adequacy >80%. In the univariate analysis, the significant variables for inadequacy were use of vasoactive drugs, interruptions of diet and failure to initiate nutrition early. In the final model, patients who presented with vomiting/gastric residue (adjusted HR = 22.5; 95%CI 5.14 - 98.87) and fasting for extubation (adjusted HR = 14.75; 95%CI 3.59 - 60.63) and for examinations and interventions (adjusted HR = 12.46; 95%CI 4.52 - 34.36) had a higher risk of not achieving protein-caloric adequacy. CONCLUSION: Achievement of nutritional goals > 80.0% occurred in 70.0% of patients. The risk factors for protein-caloric inadequacy were nutritional interruptions, especially due to vomiting/gastric residue and fasting for extubation, exams and surgical procedures.

3.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 11(2): 337-346, Maio-Ago 2018. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-912532

RESUMO

The objective was identify the risk factors associated with the failure to total energy value. A prospective cohort study was conducted in an intensive care unit with 87 patients receiving exclusive enteral nutrition therapy. The Kaplan-Meier and Cox regression analysis were used to evaluate the results. Regarding the patients, 35.6% were aged between 31 and 50 years, and 58.6% were males. At the end of the third day, 70.8% reached the total recommended energy value. Postoperative patients (HR: 7.09; 95% CI: 2.02-24.81), hemodynamically unstable patients (HR: 5.97; 95% CI: 1.11-31.99) and those who were fasting for the performance of tests (HR: 4.95; 95% CI: 1.01-24.61) presented a greater risk of not reaching the recommended value. The number of patients who achieved the total energy value was adequate, but can be optimized by the evaluation of these identified factors.


O objetivo deste trabalho foi identificar os fatores de risco associados à falha em alcançar o valor energético total em pacientes internados em uma UTI. Trata-se de um estudo de coorte prospectivo realizado com 87 pacientes em uso de terapia nutricional enteral. A análise de Kaplan-Meier e regressão de Cox foram utilizadas para avaliar os resultados. Em relação aos pacientes, 35,6% tinha idade entre 31 e 50 anos e 58,6% eram do sexo masculino. No final do terceiro dia, 70,8% atingiram o valor energético total. Pacientes no pós-operatório (HR: 7,09; IC95%: 2,02-24,81), os hemodinamicamente instáveis (HR: 5,97; IC95%: 1,11-31,99) e aqueles que estavam em jejum para a realização de exames (HR: 4,95; IC95%: 1,01-24,61) apresentaram maior risco de não atingir a recomendação do valor energético total. O número de pacientes que atingiram o valor energético total foi adequado, mas pode ser otimizado pela avaliação desses fatores identificados.


Assuntos
Masculino , Fatores de Risco , Nutrição Enteral , Cuidados Críticos , Terapia Nutricional , Assistência ao Paciente
4.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 11(1): 39-48, Jan-Abr. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-884443

RESUMO

O presente estudo objetiva construir e validar o conteúdo do instrumento de sistematização da continuidade do cuidado, mediante plano multiprofissional de alta. Foram realizadas as seguintes etapas: levantamento bibliográfico nas bases de dados Pubmed e BVS; construção do instrumento; validação do conteúdo por 20 especialistas, segundo técnica Delphi, e análise e consolidação dos itens do instrumento, sendo calculado o índice de concordância para os itens linguagem, pertinência, relevância, organização, clareza e aplicabilidade. A concordância entre os avaliadores variou de 85,0 a 100,0%, com uma concordância global de 94,2% para o modelo inicial. Foram incluídas dez (23,2%) variáveis e 31 itens (72,0%) sofreram modificações. Após a validação do plano, o instrumento permaneceu com 11 domínios e 55 itens. Este estudo favoreceu o planejamento para uma alta eficaz, por meio do uso de instrumento validado, para a obtenção de uma assistência multiprofissional de qualidade.


Construct and validate the contents of a tool for the systematization of care continuity by means of a multi-professional discharge plan. The following stages were taken: bibliographic survey of PubMed and BVS databases; construction of the tool; validation of contents by 20 specialized professionals, following Delphi´s technique, analysis and consolidation of the tool´s items by calculating the agreement index for language, pertinence, relevance, organization, clarity and applicability. Agreement among evaluators varied between 85.0 and 100.0%, with an overall 94.2% for the first model. Ten variables (23.2%) were included and 31 items (72.0%) were modified. After the plan´s validation, the tool remained with 11 domains and 55 items. Current study enhanced planning with great efficiency to obtain quality multi-professional assistance.

5.
Hig. aliment ; 31(264/265): 45-51, 27/02/2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-833024

RESUMO

Estudo descritivo transversal foi realizado nas escolas de ensino infantil de Rio Branco-Acre. Utilizou-se um instrumento semiestruturado em quatro blocos com o objetivo de colher informações demográficas e avaliar o conhecimento, atitudes e práticas dos manipuladores de alimentos. Os resultados demonstraram que 93,3% dos manipuladores eram do sexo feminino, com idade superior a 31anos (63,3%) e concursados (90,0%). Em relação ao tempo de exercício na função 66,7% estavam há menos de um ano na função. Observou- -se que o escore de conhecimento apresentou resultados abaixo do satisfatório (59,12%), as atitudes foram consideradas satisfatórias (84,75% de acertos). O escore de práticas apresentou 70,17% de acertos. Foi possível concluir que, mesmo apresentando pouco conhecimento, os merendeiros demonstram atitudes e práticas com resultados satisfatórios. Os manipuladores parecem ter suas atitudes guiadas por um conhecimento empírico adquirido por meio da experiência.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Inocuidade dos Alimentos/métodos , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Alimentação Escolar/normas , Categorias de Trabalhadores , Estudos Transversais , Manipulação de Alimentos , Boas Práticas de Fabricação , Capacitação em Serviço
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA