Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 79
Filtrar
1.
Cad Saude Publica ; 33(4): e00179115, 2017 May 18.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28538795

RESUMO

We aimed to evaluate factors associated with cases of neonatal near miss and neonatal deaths at six public maternity hospitals in São Paulo and Rio de Janeiro States, Brazil, in 2011. A prospective hospital-based birth cohort investigated these outcomes among live births with life-threatening conditions. Associations were tested using multinomial logistic regression models with hierarchical levels. High rates of near miss were observed for maternal syphilis (52.2‰ live births) and lack of prenatal care (80.8‰ live births). Maternal black skin color (OR = 1.9; 95%CI: 1.2-3.2), hemorrhage (OR = 2.2; 95%CI: 1.3-3.9), hypertension (OR = 3.0; 95%CI: 2.0-4.4), syphilis (OR = 3.3; 95%CI: 1.5-7.2), lack of prenatal care (OR = 5.6; 95%CI: 2.6-11.7), cesarean section and hospital, were associated with near miss; while hemorrhage (OR = 4.6; 95%CI: 1,8-11.3), lack of prenatal care (OR = 17.4; 95%CI: 6.5-46.8) and hospital, with death. Improvements in access to qualified care for pregnant women and newborns are necessary to reduce neonatal life-threatening conditions.


Assuntos
Mortalidade Infantil , Nascido Vivo/epidemiologia , Near Miss/estatística & dados numéricos , Adulto , Brasil/epidemiologia , Feminino , Idade Gestacional , Maternidades , Humanos , Lactente , Recém-Nascido de Baixo Peso , Recém-Nascido , Masculino , Morte Perinatal , Gravidez , Cuidado Pré-Natal , Estudos Prospectivos , Fatores de Risco , Fatores Socioeconômicos
2.
Epidemiol. serv. saúde ; 26(1): 31-38, jan.-mar. 2017. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-953300

RESUMO

Objetivo: descrever as taxas de internação por acidente de transporte terrestre (ATT) no Brasil em 2013, estimar gastos hospitalares e tempo de permanência das internações. Métodos: estudo ecológico com dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS). Resultados: em 2013, houve 170.805 internações por ATT financiadas pelo Sistema Único de Saúde, sendo 78,2% de indivíduos do sexo masculino, 48,6% na faixa etária de 20 a 39 anos e 51,9% motociclistas; a taxa de internação por ATT foi de 85,0 por 100 mil habitantes; o gasto total dessas internações alcançou R$231.469.333,13, com 1.072.557 dias de permanência e média de 6,3 dias de internação por paciente. Conclusão: a magnitude das internações decorrentes de ATT foi elevada; as vítimas internadas foram predominantemente homens, jovens e motociclistas; o tempo médio das internações foi de quase uma semana, implicando gastos expressivos.


Objetivos: describir las tasas de hospitalización por accidente de transporte terrestre (ATT) en Brasil en 2013, y estimar los gastos hospitalarios directos y tiempo de estadía. Métodos: estudio ecológico con datos del Sistema Nacional de Información Hospitalaria del Sistema Único de Salud (SIH/SUS). Resultados: en 2013, hubieron 170.805 hospitalizaciones por ATT financiadas por el Sistema Único de Salud, 78,2% eran varones, 48,6% con edades comprendidas entre los 20-39 años, 51,9% eran ciclistas; la tasa de hospitalización para ATT fue 85,0 hospitalizaciones/100 mil habitantes; los gastos de estas hospitalizaciones alcanzó los R$231 469 333.13, con 1.072.557 días de permanencia y estancia media de 6,3 días por paciente. Conclusión: la magnitud de las hospitalizaciones derivadas de ATT fue alta; las víctimas hospitalizadas eran sobre todo hombres, jóvenes y ciclistas; el tiempo medio de estancia fue alrededor de una semana, generando un gasto significativo


Objetivo: to describe hospitalization rates and to estimate hospital costs and time spent in hospital due to road traffic accidents (RTA) in Brazil, in 2013. Methods: this is an ecological study conducted using data from the Brazilian National Hospital Information System. Results: in 2013, 170,805 hospitalizations due to RTA were funded by the Brazilian National Health System; 78.2% of the individuals were male, 48.6% were from 20 to 39 years old, and 51.9% were motorcyclists; RTA hospitalization rate was of 85.0 hospitalizations/100,000 inhabitants; total cost was BRL 231,469,333.13, with 1,072,557 hospital inpatient days and average stay of 6.3 days in hospital. Conclusion: the magnitude of hospitalization due to RTA was high; victims hospitalized were mainly men, young adults and motorcyclists; average stay in hospital was almost a week, implying significant costs.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Adulto Jovem , Acidentes de Trânsito , Custos Hospitalares , Tempo de Internação , Epidemiologia Descritiva , Sistemas de Informação Hospitalar
3.
Traffic Inj Prev ; 18(4): 412-419, 2017 05 19.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27575383

RESUMO

OBJECTIVES: The objective of this study was to identify the characteristics related to crash and victim, as well as the after-effects/disabilities and consequences arising from traffic crashes occurring in the city of Rio Branco-Acre. METHODS: This is an analytical descriptive cross-sectional study conducted in the City of Rio Branco-Acre. The study population consisted of 405 residents of the city who were victims of traffic crashes, of all age groups and genders, who were hospitalized for the first time as a result of the crash in public hospitals and the health system network, as recorded in the Hospital Information System, and who were discharged between January 1 and December 31, 2010. The data sources included hospital record consultations and active searches for the victims. Hierarchical logistic regression was performed to evaluate the factors associated with the after-effects. RESULTS: The majority of the study population was motorcycle victims (68.6%), male, and young (20-39 years). Concerning the after-effects, the following were significantly associated: factors related to the presence of a postcrash activity limitation (odds ratio [OR] = 2.39; 95% confidence interval [CI], 2.39-6.76), length of hospital stay in days (OR = 1 03; 95% CI, 1.01-1.06), and surgical treatment (OR = 1.82; 95% CI, 1.03-3.21). Those who suffered damage to soft tissue and nerves or facial injury showed an odds ratio of 2 to 4 times of having an after-effect/disability, independent of the victim's personal attributes. CONCLUSION: The mechanism, such as the origin of the pattern of injuries, explains the exposure factors shown by each attribute of the victim and their characteristics. Many of the injuries were precursors to after-effects/disabilities, which, due to their nature and extent, result in the modification of the apparently healthy living standards of young victims who are routinely injured in traffic crashes. Therefore, public policies for prevention should be formulated, reformulated, and implemented, taking into account each attribute of the victims and their social conditions, because these are closely related to their habits and customs. This is a starting point for promoting changes to the current reality that traffic crashes present in the morbidity and mortality of the population.


Assuntos
Acidentes de Trânsito/estatística & dados numéricos , Pessoas com Deficiência , Ferimentos e Lesões/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Idoso , Brasil/epidemiologia , Criança , Cidades , Estudos Transversais , Traumatismos Faciais/epidemiologia , Traumatismos Faciais/mortalidade , Traumatismos Faciais/patologia , Feminino , Humanos , Escala de Gravidade do Ferimento , Modelos Logísticos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Motocicletas , Razão de Chances , Fatores de Risco , Ferimentos e Lesões/mortalidade , Ferimentos e Lesões/patologia , Adulto Jovem
4.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 33(4): e00179115, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-839691

RESUMO

Abstract: We aimed to evaluate factors associated with cases of neonatal near miss and neonatal deaths at six public maternity hospitals in São Paulo and Rio de Janeiro States, Brazil, in 2011. A prospective hospital-based birth cohort investigated these outcomes among live births with life-threatening conditions. Associations were tested using multinomial logistic regression models with hierarchical levels. High rates of near miss were observed for maternal syphilis (52.2‰ live births) and lack of prenatal care (80.8‰ live births). Maternal black skin color (OR = 1.9; 95%CI: 1.2-3.2), hemorrhage (OR = 2.2; 95%CI: 1.3-3.9), hypertension (OR = 3.0; 95%CI: 2.0-4.4), syphilis (OR = 3.3; 95%CI: 1.5-7.2), lack of prenatal care (OR = 5.6; 95%CI: 2.6-11.7), cesarean section and hospital, were associated with near miss; while hemorrhage (OR = 4.6; 95%CI: 1,8-11.3), lack of prenatal care (OR = 17.4; 95%CI: 6.5-46.8) and hospital, with death. Improvements in access to qualified care for pregnant women and newborns are necessary to reduce neonatal life-threatening conditions.


Resumo: Objetivou-se avaliar os fatores associados a casos de near miss neonatal e óbitos neonatais em seis maternidades públicas nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, Brasil, em 2011. Os desfechos foram investigados através de um estudo prospectivo de coorte de nascimentos com base hospitalar, entre nascidos vivos com ameaça à vida. As associações foram testadas através de modelos de regressão logística multivariada com níveis hierárquicos. Foram observadas altas taxas de near miss para sífilis materna (52,2‰ nascidos vivos) e falta de atendimento pré-natal (80,8‰ nascidos vivos). Cor materna preta (OR = 1,9; IC95%;1,2-3,2), hemorragia (OR = 2,2; IC95%: 1,3-3,9), hipertensão (OR = 3,0; IC95%: 2,0-4,4), sífilis (OR = 3,3; IC95%: 1,5-7,2), falta de pré-natal (OR = 5,6; IC95%: 2,6-11,7), cesariana e hospital específico estiveram associados ao near miss. Enquanto isso, hemorragia (OR = 4,6; IC95%: 1,8-11,3), falta de pré-natal (OR = 17,4; IC95%: 6,5-46,8) e hospital específico estiveram associados ao óbito neonatal. São necessárias melhoras no acesso ao atendimento qualificado para gestantes e recém-nascidos para reduzir os riscos à vida dos neonatos.


Resumen: El objetivo fue evaluar los factores asociados a casos de near miss neonatal y óbitos neonatales en seis maternidades públicas en los estados de São Paulo y Río de Janeiro, Brasil, en 2011. Los desenlaces se investigaron a través de un estudio prospectivo de cohorte de nacimientos con base hospitalaria, entre nacidos vivos con condiciones que involucraron riesgo de muerte. Las asociaciones fueron probadas a través de modelos de regresión logística multivariada con niveles jerárquicos. Se observaron altas tasas de near miss para sífilis materna (52,2‰ nacidos vivos) y falta de atención pre-natal (80,8‰ nacidos vivos). Etnia materna negra (OR = 1,9; IC95%; 1,2-3,2), hemorragia (OR = 2,2; IC95%:1,3-3,9), hipertensión (OR = 3,0; IC95%: 2,0-4,4), sífilis (OR = 3,3; IC95%: 1,5-7,2), falta de pre-natal (OR = 5,6; IC95%: 2,6-11,7), cesárea y hospital específico estuvieron asociados a la morbilidad near miss. Mientras tanto, hemorragia (OR = 4,6; IC95%: 1,8-11,3), falta de pre-natal (OR = 17,4; IC95%: 6,5-46,8) y hospital específico estuvieron asociados al óbito neonatal. Se necesitan mejoras en el acceso a la atención cualificada para gestantes y recién-nacidos, con el fin de reducir los riesgos a la vida de los neonatos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Gravidez , Recém-Nascido , Lactente , Adulto , Mortalidade Infantil , Nascido Vivo/epidemiologia , Near Miss/estatística & dados numéricos , Cuidado Pré-Natal , Fatores Socioeconômicos , Brasil/epidemiologia , Recém-Nascido de Baixo Peso , Estudos Prospectivos , Fatores de Risco , Idade Gestacional , Morte Perinatal , Maternidades
5.
Rev Saude Publica ; 50(0): 59, 2016 Oct 03.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-27706375

RESUMO

OBJECTIVE: To estimate the potential years of life lost by road traffic injuries three years after the beginning of the Decade of Action for Traffic Safety. METHODS: We analyzed the data of the Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM - Mortality Information System) related to road traffic injuries, in 2013. We estimated the crude and standardized mortality rates for Brazil and geographic regions. We calculated, for the Country, the proportional mortality according to age groups, education level, race/skin color, and type or quality of the victim while user of the public highway. We estimated the potential years of life lost according to sex. RESULTS: The mortality rate in 2013 was of 21.0 deaths per 100,000 inhabitants for the Country. The Midwest region presented the highest rate (29.9 deaths per 100,000 inhabitants). Most of the deaths by road traffic injuries took place with males (34.9 deaths per 100,000 males). More than half of the people who have died because of road traffic injuries were of black race/skin color, young adults (24.2%), individuals with low schooling (24.0%), and motorcyclists (28.5%). The mortality rate in the triennium 2011-2013 decreased 4.1%, but increased among motorcyclists. Across the Country, more than a million of potential years of life were lost, in 2013, because of road traffic injuries, especially in the age group of 20 to 29 years. CONCLUSIONS: The impact of the high mortality rate is of over a million of potential years of life lost by road traffic injuries, especially among adults in productive age (early mortality), in only one year, representing extreme social cost arising from a cause of death that could be prevented. Despite the reduction of mortality by road traffic injuries from 2011 to 2013, the mortality rates increased among motorcyclists. OBJETIVO: Estimar os anos potenciais de vida perdidos por acidente de transporte terrestre após três anos do início da Década de Ação pela Segurança no Trânsito. MÉTODOS: Foram analisados os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade correspondentes aos acidentes de transporte terrestre, em 2013. Foram calculadas as taxas de mortalidade bruta e padronizada para o Brasil e regiões geográficas. Foi calculada, para o País, a mortalidade proporcional segundo faixas etárias, escolaridade, raça/cor da pele e tipo ou qualidade da vítima enquanto usuária da via pública. Foram estimados os anos potenciais de vida perdidos segundo sexo. RESULTADOS: A taxa de mortalidade, em 2013, foi de 21,0 óbitos por 100 mil habitantes para o País. A região Centro-Oeste apresentou a taxa mais elevada (29,9 óbitos por 100 mil habitantes). A maioria dos óbitos por acidentes de transporte terrestre foi observada no sexo masculino (34,9 óbitos por 100 mil homens). Mais da metade das pessoas que faleceram em decorrência de acidentes de transporte terrestre eram da raça/cor da pele negra, adultos jovens (24,2%), indivíduos com baixa escolaridade (24,0%) e motociclistas (28,5%). A taxa de mortalidade, no triênio 2011 a 2013, apresentou redução de 4,1%, mas aumentou entre os motociclistas. Em todo o País, mais de um milhão de anos potenciais de vida foram perdidos, em 2013, devido aos acidentes de transporte terrestre, especialmente na faixa etária de 20 a 29 anos. CONCLUSÕES: O impacto da alta taxa de mortalidade é de mais de um milhão de anos potenciais de vida perdidos por acidentes de transporte terrestre, principalmente entre adultos em idade produtiva (mortalidade precoce), em apenas um ano, representando extremo custo social decorrente de uma causa de óbito que poderia ser prevenida. Apesar da redução da mortalidade por acidentes de transporte terrestre de 2011 a 2013, as taxas de mortalidade aumentaram entre os motociclistas.


Assuntos
Acidentes de Trânsito/mortalidade , Expectativa de Vida , Adolescente , Adulto , Distribuição por Idade , Fatores Etários , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil/epidemiologia , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Motocicletas/estatística & dados numéricos , Estudos Retrospectivos , Fatores de Risco , Distribuição por Sexo , Fatores Sexuais , Fatores Socioeconômicos , Índices de Gravidade do Trauma , Adulto Jovem
6.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-962252

RESUMO

ABSTRACT OBJECTIVE To estimate the potential years of life lost by road traffic injuries three years after the beginning of the Decade of Action for Traffic Safety. METHODS We analyzed the data of the Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM - Mortality Information System) related to road traffic injuries, in 2013. We estimated the crude and standardized mortality rates for Brazil and geographic regions. We calculated, for the Country, the proportional mortality according to age groups, education level, race/skin color, and type or quality of the victim while user of the public highway. We estimated the potential years of life lost according to sex. RESULTS The mortality rate in 2013 was of 21.0 deaths per 100,000 inhabitants for the Country. The Midwest region presented the highest rate (29.9 deaths per 100,000 inhabitants). Most of the deaths by road traffic injuries took place with males (34.9 deaths per 100,000 males). More than half of the people who have died because of road traffic injuries were of black race/skin color, young adults (24.2%), individuals with low schooling (24.0%), and motorcyclists (28.5%). The mortality rate in the triennium 2011-2013 decreased 4.1%, but increased among motorcyclists. Across the Country, more than a million of potential years of life were lost, in 2013, because of road traffic injuries, especially in the age group of 20 to 29 years. CONCLUSIONS The impact of the high mortality rate is of over a million of potential years of life lost by road traffic injuries, especially among adults in productive age (early mortality), in only one year, representing extreme social cost arising from a cause of death that could be prevented. Despite the reduction of mortality by road traffic injuries from 2011 to 2013, the mortality rates increased among motorcyclists.


RESUMO OBJETIVO Estimar os anos potenciais de vida perdidos por acidente de transporte terrestre após três anos do início da Década de Ação pela Segurança no Trânsito. MÉTODOS Foram analisados os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade correspondentes aos acidentes de transporte terrestre, em 2013. Foram calculadas as taxas de mortalidade bruta e padronizada para o Brasil e regiões geográficas. Foi calculada, para o País, a mortalidade proporcional segundo faixas etárias, escolaridade, raça/cor da pele e tipo ou qualidade da vítima enquanto usuária da via pública. Foram estimados os anos potenciais de vida perdidos segundo sexo. RESULTADOS A taxa de mortalidade, em 2013, foi de 21,0 óbitos por 100 mil habitantes para o País. A região Centro-Oeste apresentou a taxa mais elevada (29,9 óbitos por 100 mil habitantes). A maioria dos óbitos por acidentes de transporte terrestre foi observada no sexo masculino (34,9 óbitos por 100 mil homens). Mais da metade das pessoas que faleceram em decorrência de acidentes de transporte terrestre eram da raça/cor da pele negra, adultos jovens (24,2%), indivíduos com baixa escolaridade (24,0%) e motociclistas (28,5%). A taxa de mortalidade, no triênio 2011 a 2013, apresentou redução de 4,1%, mas aumentou entre os motociclistas. Em todo o País, mais de um milhão de anos potenciais de vida foram perdidos, em 2013, devido aos acidentes de transporte terrestre, especialmente na faixa etária de 20 a 29 anos. CONCLUSÕES O impacto da alta taxa de mortalidade é de mais de um milhão de anos potenciais de vida perdidos por acidentes de transporte terrestre, principalmente entre adultos em idade produtiva (mortalidade precoce), em apenas um ano, representando extremo custo social decorrente de uma causa de óbito que poderia ser prevenida. Apesar da redução da mortalidade por acidentes de transporte terrestre de 2011 a 2013, as taxas de mortalidade aumentaram entre os motociclistas.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Adulto Jovem , Acidentes de Trânsito/mortalidade , Expectativa de Vida , Fatores Socioeconômicos , Motocicletas/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Índices de Gravidade do Trauma , Fatores Sexuais , Estudos Retrospectivos , Fatores de Risco , Fatores Etários , Distribuição por Sexo , Distribuição por Idade , Pessoa de Meia-Idade
7.
Sao Paulo Med J ; 131(4): 228-37, 2013.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-24141293

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE Analysis on accidents from the perspective of population segments shows there is higher incidence among children, adolescents and young adults. Since the characteristics and circunstances of the event are closely related to educational, economic, social and cultural issues, identifying them may contribute towards minimizing the causes, which are often fatal. The aim here was to identify the environmental, chemical, biological and cultural factors associated with deaths due to accidents among children, adolescents and young adults in Cuiabá, in 2009. DESIGN AND SETTING This was a descriptive cross-sectional study conducted in Cuiabá, Mato Grosso, Brazil. RESULTS Thirty-nine accidental deaths of individuals aged 0 to 24 years were examined: 56.4% due to traffic accidents; 25.6%, drowning; 10.3%, aspiration of milk; 5.1%, falls; and 2.6%, accidentally triggering a firearm. Male victims predominated (82.1%). The presence of chemical, environmental and biological risk factors was observed in almost all of the homes. Regarding cultural factors and habits, a large proportion of the families had no idea whether accidents were foreseeable events and others did not believe that the family's habits might favor their occurrence. Delegation of household chores or care of younger siblings to children under the age of 10 was common among the families studied. CONCLUSION The results point towards the need to have safe and healthy behavioral patterns and environments, and to monitor occurrences of accidents, thereby structuring and consolidating the attendance provided for victims.


Assuntos
Acidentes/mortalidade , Acidentes por Quedas/mortalidade , Acidentes de Trânsito/mortalidade , Adolescente , Distribuição por Idade , Obstrução das Vias Respiratórias/mortalidade , Brasil , Causas de Morte , Criança , Pré-Escolar , Estudos Transversais , Afogamento/mortalidade , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Fatores de Risco , Distribuição por Sexo , Fatores Socioeconômicos , Fatores de Tempo , Ferimentos por Arma de Fogo/mortalidade , Adulto Jovem
8.
Säo Paulo med. j ; 131(4): 228-237, 2013. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-688754

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE Analysis on accidents from the perspective of population segments shows there is higher incidence among children, adolescents and young adults. Since the characteristics and circunstances of the event are closely related to educational, economic, social and cultural issues, identifying them may contribute towards minimizing the causes, which are often fatal. The aim here was to identify the environmental, chemical, biological and cultural factors associated with deaths due to accidents among children, adolescents and young adults in Cuiabá, in 2009. DESIGN AND SETTING This was a descriptive cross-sectional study conducted in Cuiabá, Mato Grosso, Brazil. RESULTS Thirty-nine accidental deaths of individuals aged 0 to 24 years were examined: 56.4% due to traffic accidents; 25.6%, drowning; 10.3%, aspiration of milk; 5.1%, falls; and 2.6%, accidentally triggering a firearm. Male victims predominated (82.1%). The presence of chemical, environmental and biological risk factors was observed in almost all of the homes. Regarding cultural factors and habits, a large proportion of the families had no idea whether accidents were foreseeable events and others did not believe that the family's habits might favor their occurrence. Delegation of household chores or care of younger siblings to children under the age of 10 was common among the families studied. CONCLUSION The results point towards the need to have safe and healthy behavioral patterns and environments, and to monitor occurrences of accidents, thereby structuring and consolidating the attendance provided for victims. .


CONTEXTO E OBJETIVO Ao analisar os acidentes sob o prisma dos segmentos populacionais, observa-se grande incidência em crianças, adolescentes e jovens. A frequência e as características e circunstâncias do evento estão intimamente relacionadas com fatores educacionais, econômicos, sociais e culturais, e a identificação desses fatores pode contribuir para minimizar essas causas, muitas vezes fatais. O objetivo foi identificar os fatores ambientais, químicos, biológicos e culturais associados com óbitos por acidentes, ocorridos entre crianças, adolescentes e jovens em Cuiabá, em 2009. TIPO DE ESTUDO E LOCAL Este é um estudo descritivo, transversal, realizado em Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. RESULTADOS Foram analisados 39 óbitos acidentais ocorridos de 0 a 24 anos (56,4% por acidente de transporte, 25,6% por afogamento, 10,3% por aspiração de leite, 5,1% por queda e 2,6% por disparo acidental de arma de fogo). Houve predomínio no sexo masculino (82,1%). Observou-se a presença de fatores químicos, ambientais e biológicos na quase totalidade das residências. Quanto aos fatores culturais e hábitos, grande parte das famílias não soube referir se o acidente constitui evento previsível e outra parte não acredita que os hábitos da família favorecem sua ocorrência. Delegar aos filhos menores de 10 anos os afazeres domésticos ou o cuidado de irmãos menores é comum entre as famílias estudadas. CONCLUSÃO Os resultados apontam para a necessidade de adotar comportamentos e ambientes seguros e saudáveis, bem como monitorizar a ocorrência dos acidentes, estruturando e consolidando o atendimento às vítimas. .


Assuntos
Adolescente , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Adulto Jovem , Acidentes/mortalidade , Distribuição por Idade , Acidentes por Quedas/mortalidade , Acidentes de Trânsito/mortalidade , Obstrução das Vias Respiratórias/mortalidade , Brasil , Causas de Morte , Estudos Transversais , Afogamento/mortalidade , Fatores de Risco , Distribuição por Sexo , Fatores Socioeconômicos , Fatores de Tempo , Ferimentos por Arma de Fogo/mortalidade
9.
São Paulo; ABRAMET; 2. ed., rev. e atual; 2013. 215 p.
Monografia em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-66280
10.
Epidemiol. serv. saúde ; 21(3): 407-418, 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-654108

RESUMO

OBJETIVO: melhorar a qualidade da informação sobre a causa básica de óbito devida a causas externas, entre idosos (60 anos e mais) no estado do Rio de Janeiro, Brasil, em 2006. MÉTODOS: estudo exploratório descritivo, baseado no relacionamento probabilístico de registros entre os bancos de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade e do Sistema de Informações Hospitalares/ Sistema Único de Saúde, realizado pelo software Reclink. RESULTADOS: 15.804 registros foram considerados como prováveis pares verdadeiros; comparando-se a distribuição dos óbitos por tipo de causa, observou-se que as causas externas não especificadas predominavam (55,9 por cento) inicialmente; após a recuperação, as proporções de mortes por acidentes de transporte (21,5 por cento; antes, 7,0 por cento) e por quedas (27,4 por centro; antes, 11,7 por cento) praticamente triplicaram. CONCLUSÃO: é possível melhorar a informação e o conhecimento dos óbitos adotando-se uma metodologia de fácil utilização.


OBJECTIVE: to improve data regarding the underlying cause of deaths due to external causes, among the elderly (60 years and older) in the state of Rio de Janeiro, Brazil, in 2006. METHODS: exploratory study based on probabilistic record linkage between Mortality Information System and Hospital Information System/ National Unified Health System, databases, using Reclink method. RESULTS: 15,804 pairs of records were identified as possible matches; concerning the distribution of specific categories of external causes, at first, events of undetermined intent were the main cause of deaths (55.9 per cent); after record linkage, proportional mortalities due to transport accidents (21.5 per cent; previously, 7.0 per cent) and due to falls (27.4 per cent; previously, 11.7 per cent) represented un increase of almost three fold. CONCLUSION: the results indicate the possibility of improving information on mortality by means of a feasible methodology.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso , Causas de Morte/tendências , Sistemas de Informação , Mortalidade , Causas Externas , Sub-Registro
13.
Cad Saude Publica ; 26(3): 514-22, 2010 Mar.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-20464070

RESUMO

The study objective was to examine differentials in time trends and predictors of deaths assigned to symptoms, signs and ill-defined conditions in comparison with other ill-defined conditions (ill-defined cardiovascular diseases, cancer and injury) in a population-based cohort study. Of 1,606 baseline participants aged 60 years and over, 524 died during 9-year follow-up and were included in this study. Deaths coded to "symptoms" declined by 77% in the period from 1997-1999 to 2003-2005. Deaths coded to other ill-defined conditions remained unchanged. The calendar period 2003-2005 (RR = 0.25; 95%CI: 0.09-0.70) and in-hospital deaths (RR = 0.16; 95%CI: 0.08-0.34) were independently associated with "symptoms", but not with other ill-defined conditions. Baseline socio-demographic characteristics and chronic diseases were not predictors of these outcomes. International and national agencies have focused on the reduction of deaths assigned to "symptoms" to improve the registration of vital statistics, while other ill-defined conditions have received little attention. Our data provide evidence supporting the need to redress this situation.


Assuntos
Causas de Morte/tendências , Controle de Formulários e Registros/tendências , Avaliação Geriátrica/classificação , Avaliação Geriátrica/métodos , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Análise de Variância , Brasil , Feminino , Seguimentos , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade
14.
Epidemiol. serv. saúde ; 19(1): 7-14, jan.-mar. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-541066

RESUMO

O objetivo foi comparar as mortes maternas existentes no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/MS) com as do “Estudo da mortalidade de mulheres em idade fértil” e estimar novos fatores de correção. Analisaram-se 7.332 declarações de óbito feminino (DO) de dez a 49 anos, de residentes nas capitais brasileiras, no 1° semestre de 2002. Realizou-se pareamento dos conjuntos de DO (as originalmente preenchidas pelos médicos e aquelas obtidas com o resgate de dados) com as DO do SIM/MS. A subenumeração das mortes por causas maternas, no SIM/MS, foi de 21,4 por cento e, das mortes maternas, 16 por cento. Os novos fatores de ajuste para as mortes maternas nas regiões brasileiras foram: 0,93 (Norte), 1,17 (Nordeste), 1,28 (Sudeste), 1,10 (Sul) e 1,47 (Centro-oeste); para o país, foi igual a 1,19. Os Comitês de Morte Materna investigam os óbitos femininos em idade fértil, mas, ainda, restam imprecisões que podem inviabilizar condutas preventivas eficientes.


The objectives were to compare maternal deaths notified at the Ministry of Health Information System on Mortality (SIM/MS) with those detected in the “Study on the mortality of fertile women in Brazil” and to estimate a new adjustment factor. A total of 7,332 official death certificates (DC), from the 1st semester of 2002, of women aged 10-49, residents in the nation’s state capitals, were analyzed. Database linkage was performed to compare the underlying cause of death at SIM/MS with the study results. Data show there was inadequate notification of deaths due to maternal causes (21.4 percent) and to maternal deaths (16 percent). The new national adjustment factor for maternal deaths was 1.19. Committees on Maternal Mortality are efficient; nevertheless, there is lack of information on official deaths, which could make it difficult to manage adequately the situation.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Mortalidade Materna , Gestantes , Sistemas de Informação/estatística & dados numéricos , Brasil , Sistemas de Informação , Mortalidade
15.
Cad. saúde pública ; 26(3): 514-522, mar. 2010. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-545576

RESUMO

The study objective was to examine differentials in time trends and predictors of deaths assigned to symptoms, signs and ill-defined conditions in comparison with other ill-defined conditions (ill-defined cardiovascular diseases, cancer and injury) in a population-based cohort study. Of 1,606 baseline participants aged 60 years and over, 524 died during 9-year follow-up and were included in this study. Deaths coded to "symptoms" declined by 77 percent in the period from 1997-1999 to 2003-2005. Deaths coded to other ill-defined conditions remained unchanged. The calendar period 2003-2005 (RR = 0.25; 95 percentCI: 0.09-0.70) and in-hospital deaths (RR = 0.16; 95 percentCI: 0.08-0.34) were independently associated with "symptoms", but not with other ill-defined conditions. Baseline socio-demographic characteristics and chronic diseases were not predictors of these outcomes. International and national agencies have focused on the reduction of deaths assigned to "symptoms" to improve the registration of vital statistics, while other ill-defined conditions have received little attention. Our data provide evidence supporting the need to redress this situation.


As tendências e os determinantes dos óbitos codificados como sinais, sintomas e afecções mal definidas ("sintomas") foram comparados a outras causas mal definidas (algumas doenças cardiovasculares, neoplasias e causas externas). De 1.606 participantes da coorte de base populacional de idosos de Bambuí, Minas Gerais, Brasil, 524 faleceram em nove anos de seguimento e foram incluídos no estudo. As mortes por "sintomas" diminuíram 77 por cento entre 1997-1999 e 2003-2005. Os óbitos por outras causas mal definidas permaneceram inalterados. O período de 2003-2005 (RR = 0,25; IC95 por cento: 0,09-0,70) e os óbitos hospitalares (RR = 0,16; IC95 por cento: 0,08-0,34) associaram-se independentemente com "sintomas", e não com as outras causas mal definidas. Características sócio-demográficas e doenças crônicas na linha de base não apresentaram associações com esses eventos. Estratégias para a redução dos óbitos por "sintomas" têm sido priorizadas por agências internacionais e nacionais, enquanto os óbitos por outras causas mal definidas têm recebido pouca atenção. Os resultados reforçam a necessidade de estratégias para mudar essa situação.


Assuntos
Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Causas de Morte/tendências , Controle de Formulários e Registros/tendências , Avaliação Geriátrica/classificação , Avaliação Geriátrica/métodos , Análise de Variância , Brasil , Seguimentos
17.
Acta paul. enferm ; 22(6): 800-807, nov.-dez. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-543101

RESUMO

Objetivos: Analisar, decorridos cinco anos da notificação, o desfecho dado pela Vara da Infância e da Juventude de Londrina (PR) aos casos de violência contra crianças e adolescentes; identificar os tipos de violência com maior taxa de encaminhamento à vara da Infância e Juventude. Métodos: Estudo descritivo, quantitativo, cuja população de estudo foram crianças e adolescentes de até 15 anos de idade, residentes em Londrina (PR), vítimas de violência notificada pelos Conselhos Tutelares à Vara da Infância e da Juventude, em 2002. Resultados: Dos 230 casos, dos quais 40,0 por cento dos processos foram arquivados; 3,9 por cento foram arquivados enquanto ainda inquéritos; em 1,7 por cento houve condenação do réu; 31,7 por cento dos processos encontravam-se em andamento. Conclusão: Os achados contribuem para ampliar o conhecimento das medidas de proteção adotadas pelo poder judiciário frente aos casos de violência contra crianças e adolescentes.


Objective: To analyze the decisions of the department of justice regarding cases of violence against children and teenagers for the last five years of notification. Methods: A descriptive quantitative study with 230 cases of violence against children and teenager that have been reported to the department of justice in 2002 in Londrina, PR. Results: A great number of the processes (40.0 percent) had been archived. A few of the processes were archived during questioning (3.9 percent) and only 1.7 percent of the processes resulted in the plaintiff's conviction. Approximately one third of the processes (31.7 percent) were in progress. Conclusion: Findings may contribute to awareness of the population regarding protection measures adopted by the department of justice for the cases of violence against children and teenagers.


Objetivos: Analizar, después de transcurridos cinco años de la notificación, el resultado dado por el Tribunal de la Infancia y de la Juventud de Londrina (PR) a los casos de violencia contra niños y adolescentes. Métodos: Estudio descriptivo, cuantitativo, cuya población de estudio fueron niños y adolescentes de hasta 15 años de edad, residentes en Londrina (PR), víctimas de violencia notificada por los Consejos Tutelares al Tribunal de la Infancia y de la Juventud, en 2002. Resultados: De los 230 casos estudiados, 40 por ciento de los procesos fueron archivados; 3,9 por ciento fueron archivados en cuanto se encontraban en proceso de investigación; en 1,7 por ciento hubo condenación del reo; 31,7 por ciento de los procesos se encontraban en andamiento. Conclusión: Lo encontrado contribuye para ampliar el conocimiento de las medidas de protección adoptadas por el poder judicial frente a los casos de violencia contra niños y adolescentes.

18.
Rev. bras. epidemiol ; 11(3): 379-392, set. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-493095

RESUMO

OBJETIVO: Conhecer a qualidade dos dados de internação por causas externas em São José dos Campos, São Paulo. MÉTODO: Foram estudadas as internações pelo Sistema Único de Saúde por lesões decorrentes de causas externas no primeiro semestre de 2003, no Hospital Municipal, referência para o atendimento ao trauma no Município, por meio da comparação dos dados registrados no Sistema de Informações Hospitalares com os prontuários de 990 internações. A concordância das variáveis relativas à vítima, à internação e ao agravo foi avaliada pela taxa bruta de concordância e pelo coeficiente Kappa. As lesões e as causas externas foram codificadas segundo a 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças, respectivamente, capítulos XIX e XX. RESULTADOS: A taxa de concordância bruta foi de boa qualidade para as variáveis relativas à vítima e à internação, variando de 89,0 por cento a 99,2 por cento. As lesões tiveram concordância ótima, exceto os traumatismos do pescoço (k=0,73), traumatismos múltiplos (k=0,67) e fraturas do tórax (k=0,49). As causas externas tiveram concordância ótima para acidentes de transporte (k=0,90) e quedas (k=0,83). A confiabilidade foi menor para agressões (k=0,50), causas indeterminadas (k=0,37), e complicações da assistência médica (k=0,03). Houve concordância ótima nos acidentes de transporte em pedestres, ciclistas e motociclistas. CONCLUSÃO: A maioria das variáveis de estudo teve boa qualidade no nível de agregação analisado. Algumas variáveis relativas à vítima e alguns tipos de causas externas necessitam de aperfeiçoamento da qualidade dos dados. O perfil da morbidade hospitalar encontrado confirmou os acidentes de transporte como importante causa externa de internação hospitalar no Município.


Assuntos
Acidentes , Hospitalização , Sistemas de Informação , Morbidade , Reprodutibilidade dos Testes , Violência , Ferimentos e Lesões , Brasil
19.
Rev. bras. epidemiol ; 11(3): 420-430, set. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-493098

RESUMO

OBJETIVO: Apesar da importância das causas externas como problema de saúde pública, pouco se conhece sobre a demanda de serviços de urgência e emergência. Este estudo tem como objetivo caracterizar a morbidade por causas externas em unidades de urgência e emergência do município de Cuiabá/MT. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal e descritivo. Foram analisadas 3.786 vítimas de causas externas atendidas pelas cinco unidades de urgência e emergência da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá/MT, no período de 1 de maio a 30 de junho de 2005. RESULTADOS: Aproximadamente 88 por cento dos atendimentos se referiam a vítimas de acidentes, 9 por cento corresponderam a agressões e 2 por cento a lesões autoprovocadas. Os acidentes de transportes representaram 22 por cento dos atendimentos, sendo os motociclistas as principais vítimas (49 por cento); as quedas foram as causas mais freqüentes no grupo de outras causas externas de traumatismos acidentais. A prevalência em homens superou a de mulheres. A maior parte das vítimas era menor de 40 anos (79 por cento). No entanto, a análise por tipo de causa externa apresenta resultados diferentes segundo sexo e faixa etária. Cerca da metade dos eventos ocorreu em casa e, em sua maioria, as vítimas receberam alta após o atendimento, sendo que a taxa de mortalidade foi baixa (0,4 por cento). CONCLUSÃO: Os resultados revelam a importância da análise sistemática dos dados referentes às vítimas de acidentes e violência atendidas em unidades de urgência e emergência, como complemento às informações sobre mortalidade e morbidade hospitalar visando o monitoramento dessas causas.


Assuntos
Acidentes , Emergências , Serviço Hospitalar de Emergência , Sistemas de Informação , Morbidade , Violência , Brasil
20.
Cad Saude Publica ; 24(8): 1814-24, 2008 Aug.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-18709222

RESUMO

The objective of this study was to identify direct expenditures for hospitalizations due to external causes in the Unified National Health System (SUS) in the city of São José dos Campos, São Paulo State, Brazil. Admissions to the Dr. José de Carvalho Florence Municipal Hospital resulting from external causes or injuries - ICD-10, chapters XIX and XX respectively - were analyzed for the first semester of 2003. 976 patient admission forms were analyzed, after data evaluation. Admissions with the highest total cost were those resulting from motor vehicle accidents and falls. The highest mean cost for hospitalization for injury was due to motor vehicle accidents (BRL 614.63), followed by assault (BRL 594.90). The highest mean cost for hospitalization due to injury was for cervical fractures (BRL 1,191.42) and head injuries (BRL 1,000.44). Hospitalizations with the highest daily cost were skull and facial fractures (BRL 166.72) and abdominal trauma (BRL 148.26). The study confirmed that motor vehicle accidents, falls, and assault are an important source of costs due to hospitalization for injuries.


Assuntos
Acidentes de Trânsito/economia , Gastos em Saúde/estatística & dados numéricos , Hospitalização/economia , Programas Nacionais de Saúde/economia , Violência/economia , Ferimentos e Lesões/epidemiologia , Traumatismos Abdominais/epidemiologia , Acidentes por Quedas/economia , Acidentes por Quedas/estatística & dados numéricos , Acidentes de Trânsito/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Custos e Análise de Custo , Sistemas de Informação Hospitalar , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Humanos , Tempo de Internação , Programas Nacionais de Saúde/estatística & dados numéricos , Fraturas Cranianas/epidemiologia , Violência/estatística & dados numéricos , Ferimentos e Lesões/economia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...