Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 22
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online) ; 22(4): e190032, 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1042302

RESUMO

Abstract Objective: To evaluate the effectiveness of a multiple intervention programme for the prevention of falls in older adults from a University of the Third Age (U3A). Method: A quasi-experimental, non-controlled, longitudinal and quantitative study was performed. 69 older adults were allocated into three groups: Control (CG), Physical Exercise (PEG) and Multiple Intervention (MIG). The instruments/tests used were: sociodemographic questionnaire, Geriatric Depression Scale (15-items), Mini-Mental State Examination, Timed-Up and Go (TUG), Sit-to-Stand and Hand-Grip Strength, Falls Efficacy Scale-International and Falls Risk Awareness Questionnaire (FRAQ).The PEG and MIG groups underwent physical training (walking, muscular resistance, and balance) for 16 weeks (2x/week, 60 min/session). In the same period, the MIG also participated in educational sessions (1x/week, 60min/session). Covariance analysis was used for group comparisons. The effect size of the interventions was also calculated. The level of significance was set at p<0.05. Results: 51 older adults (67±6.2 years and 76.3% women), of whom 15 were in the CG, 20 in the PEG and 16 in the MIG, concluded the study. TUG time in both intervention groups was reduced, but FRAQ score improved in the MIG only. Both interventions had a small effect on TUG time, while multiple intervention had a large effect on FRAQ. Conclusion: Multiple intervention brought additional benefits to the older adults from this U3A. In addition to improving balance, the older adults who underwent the multiple intervention increased their knowledge about risk factors for falls.


Resumo Objetivo: Avaliar a efetividade de uma intervenção múltipla para a prevenção de quedas em idosos participantes de uma Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI). Método: Estudo quase experimental, não controlado, de caráter longitudinal e quantitativo. Foram alocados 69 idosos em três grupos: Controle (GC), Exercício Físico (GEF) e Intervenção Múltipla (GIM). Os instrumentos/testes utilizados foram: questionário sociodemográfico, Escala de Depressão Geriátrica (15-itens), Miniexame do Estado Mental, Timed Up and Go (TUG), Levantar e Sentar da Cadeira e Força de Preensão Palmar, Falls Efficacy Scale-International e Falls Risk Awareness Questionnaire (FRAQ). Os grupos GEF e GIM foram submetidos ao treinamento físico (caminhada, resistência muscular e equilíbrio) por 16 semanas (duas vezes por semana, 60 min/sessão). No mesmo período, o GIM participou também de sessões educativas (uma vez por semana, 60min/sessão). Na comparação dos grupos, utilizou-se a análise de covariância. O tamanho do efeito das intervenções também foi calculado. O nível de significância estabelecido foi de p<0,05. Resultados: Cinquenta e um idosos [67 (±6,2) anos; 76,3% mulheres], sendo 15 do GC, 20 do GEF e 16 do GIM concluíram o estudo. Ambos os grupos intervenção reduziram o tempo do TUG, mas somente o GIM melhorou a pontuação da FRAQ. Ambas as intervenções tiveram efeito pequeno no tempo do TUG, enquanto a intervenção múltipla apresentou efeito grande na FRAQ. Conclusão: A intervenção múltipla trouxe benefício adicional aos idosos dessa UnATI. Além da melhora no equilíbrio, os idosos submetidos à intervenção múltipla aumentaram o conhecimento sobre fatores de risco para quedas.

2.
Am J Phys Med Rehabil ; 97(6): 414-425, 2018 06.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29283899

RESUMO

OBJECTIVE: The present meta-analysis aimed to examine evidence from randomized controlled trials to determine the effects of mat Pilates on measures of physical functional performance in the older population. DESIGN: A search was conducted in the MEDLINE/PubMed, Scopus, Scielo, and PEDro databases between February and March 2017. Only randomized controlled trials that were written in English, included subjects aged 60 yrs who used mat Pilates exercises, included a comparison (control) group, and reported performance-based measures of physical function (balance, flexibility, muscle strength, and cardiorespiratory fitness) were included. The methodological quality of the studies was analyzed according to the PEDro scale and the best-evidence synthesis. The meta-analysis was conducted with the Review Manager 5.3 software. RESULTS: The search retrieved 518 articles, nine of which fulfilled the inclusion criteria. High methodological quality was found in five of these studies. Meta-analysis indicated a large effect of mat Pilates on dynamic balance (standardized mean difference = 1.10, 95% confidence interval = 0.29-1.90), muscle strength (standardized mean difference = 1.13, 95% confidence interval = 0.30-1.96), flexibility (standardized mean difference = 1.22, 95% confidence interval = 0.39-2.04), and cardiorespiratory fitness (standardized mean difference = 1.48, 95% confidence interval = 0.42-2.54) of elderly subjects. CONCLUSIONS: There is evidence that mat Pilates improves dynamic balance, lower limb strength, hip and lower back flexibility, and cardiovascular endurance in elderly individuals. Furthermore, high-quality studies are necessary to clarify the effects of mat Pilates on other physical functional measurements among older adults.


Assuntos
Técnicas de Exercício e de Movimento/métodos , Força Muscular/fisiologia , Músculo Esquelético/fisiologia , Desempenho Físico Funcional , Idoso , Terapia por Exercício/métodos , Humanos , Masculino , Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
5.
Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online) ; 20(3): 340-351, May-June 2017. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-898754

RESUMO

Abstract Objective: The present study aimed to analyze the distribution of measures of subjective and psychological well-being according to demographic criteria and length of participation in the program. Method: A cross sectional study using the following instruments was carried out: a sociodemographic questionnaire (age, gender, education, length of participation in University of the Third Age (U3A) and similar programs located in the city of São Paulo, Brazil; an Overall Life Satisfaction Scale; a Life Satisfaction Scale that contemplated four domains: health, physical capacity, mental capacity and social involvement; a Positive/Negative Affect Scale; and a Personal Development Scale. The data were analyzed by the chi-squared test (for comparison of categorical variables), the Mann-Whitney and the Kruskal-Wallis U tests (for comparison of continuous variables). Results: Age and gender were the main factors that were significantly associated with overall life satisfaction, life satisfaction in specific domains, and morale. Higher education was associated with psychological adjustment. Conclusion: Participating in a U3A contributes to high levels of subjective and psychological well-being. Elderly individuals of more advanced ages and men had higher rates of satisfaction with life and positive feelings. The elderly can assess their development trajectory, their commitment to society and consider their efforts in pursuing an ideal of personal excellence. AU


Resumo Objetivo: Analisar a distribuição entre as medidas de bem-estar subjetivo e bem-estar psicológico segundo os critérios sociodemográficos e tempo de participação no programa. Método: O estudo foi de corte transversal e utilizou os instrumentos: Questionário para levantamento de dados sociodemográficos: idade, sexo, escolaridade, tempo de participação na Universidade Aberta a Terceira Idade (UnATI), e programas semelhantes em outras instituições localizados na cidade de São Paulo, SP, Brasil; Escala de Satisfação Geral com a Vida; Escala de Satisfação com a Vida referenciada à quatro domínios: saúde, capacidade física, capacidade mental e envolvimento social; Escala de Estado de Ânimo; Escala de Desenvolvimento Pessoal. Os dados foram analisados por meio dos testes: qui-quadrado (para comparação das variáveis categóricas), testes U de Mann-Whitney e Kruskall-Wallis (para comparação das variáveis contínuas). Resultado: Idade e sexo destacaram-se como os principais fatores significativamente associados à satisfação geral com a vida e referenciada a domínios e ao estado de ânimo. O maior nível de escolaridade associou-se com o ajustamento psicológico. Conclusão: Participar de uma UnATI contribui para apresentar altos níveis de bem-estar subjetivo e psicológico. Idosos com idades mais avançadas e do sexo masculino apresentaram índices mais altos de satisfação com a vida e de sentimentos positivos. Os idosos podem avaliar a própria trajetória de desenvolvimento, o compromisso com a sociedade e ponderar sobre o próprio empenho em perseguir um ideal de excelência pessoal. AU


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Saúde do Idoso , Seguridade Social
6.
Rev. Kairós ; 18(19,n.esp): 123-147, 2015. ilus, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-66887

RESUMO

A profissionalização do Gerontólogo, profissional de caráter generalista que integra saberes biopsicossociais na gestão da velhice e do envelhecimento, é uma tarefa difícil que deve ser abraçada por todos os envolvidos na sua formação. O presente artigo tem como objetivo apresentar uma reflexão sobre a trajetória da profissionalização do Bacharel em Gerontologia no Brasil, e no exterior, levantando os principais desafios e as possíveis estratégias para o seu reconhecimento como profissão.(AU)


The professionalization of gerontologist, professional with a generalist background that is able to integrate biopsychosocial knowledge in the management of old age and aging, is a difficult task that should be embraced by all involved in his/her academic formation. This paper aims to present a reflection on the trajectory of the professionalization of Bachelor in Gerontology in Brazil and other countries, raising the main challenges and possible strategies for its recognition as a profession.(AU)


Assuntos
Humanos , Adulto , Educação Superior , Geriatria , Credenciamento , Envelhecimento
7.
Rev. bras. geriatr. gerontol ; 17(3): 637-645, Jul-Sep/2014. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-725657

RESUMO

A queda em idosos é resultado de uma interação complexa entre fatores intrínsecos e extrínsecos. Embora seja difícil separar esses fatores, estudos apontam que fatores de risco ambientais estão presentes em aproximadamente 40% das quedas. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática da literatura sobre o envolvimento de fatores ambientais nas quedas em idosos vivendo na comunidade. Para tanto, foram selecionados estudos publicados no período de janeiro de 2000 a maio de 2014 nas bases de dados eletrônicas MEDLINE, LILACS e SciELO. Apenas artigos disponíveis na íntegra e em inglês, português e espanhol foram considerados para esta revisão. Após a análise do título, do resumo e do texto na íntegra, dez artigos foram incluídos na revisão. Nos estudos analisados, aproximadamente metade das quedas ocorreu durante a locomoção e envolveu tropeços e escorregões. Os fatores de risco ambientais estão muito presentes nas quedas (20-58%), sendo que superfícies irregulares, superfícies molhadas/escorregadias, objetos/tapetes soltos e desníveis no chão/problemas com degraus foram os mais prevalentes. Observou-se tendência de aumento na ocorrência de quedas em ambientes externos, as quais são frequentemente precipitadas por fatores extrínsecos. Mais estudos são necessários na caracterização e no desenvolvimento de estratégias de prevenção de quedas em ambientes externos.


Falls in the elderly is the result of a complex interplay between intrinsic and extrinsic factors. Although it is difficult to separate these factors, studies indicate that environmental hazards are involved in approximately 40% of the falls. This study aimed to conduct a systematic review about the contribution of environmental hazards for falls in community-dwelling elderly. Studies published from January 2000 to May 2014 in the electronic databases MEDLINE, LILACS and SciELO were selected. Only free full-text articles written in English, Portuguese and Spanish were considered for this research. After title, abstract and full text analysis, ten articles were included in this review. In the studies analyzed, approximately half of the falls occurred during walk and involved tripping and slipping. The environmental risk factors are present in falls (20-58%), in which irregular surfaces, wet/slippery floors, objects/loose rugs and uneven floor/steps were the most prevalent hazards among the studies. There was tendency of increase in the occurrence of outdoor falls, which are often caused by extrinsic factors. More studies are needed to characterize and develop strategies to prevent outdoor falls among community-dwelling older adults.

8.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 155-179, dez. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-768921

RESUMO

Conhecer os estilos de aprendizagem dos indivíduos é de extrema importância tanto para quem aprende quanto para quem ensina. O presente projeto teve como objetivo identificar os estilos de aprendizagem predominantes de alunos idosos e verificar se há correlação entre os estilos de aprendizagem com as variáveis sociodemográficas. A amostra foi composta por 248 participantes do estudo "Educação Permanente - Benefícios da Universidade Aberta à Terceira Idade EACH USP". Utilizou-se um protocolo que incluía o questionário sociodemográfico e o Inventário de Estilo de Aprendizagem (Learning Style Inventory - LSI), de David A. Kolb. Foram realizadas análises descritivas e análise inferencial. O estilo de aprendizagem dominante foi o assimilador e identificou-se a existência de associação entre estilos de aprendizagem dos idosos e sexo (p = 0.0372), faixa etária (p = 0.0450), escolaridade para o sexo masculino (p = 0.0155) e sexo para idosos com até o nível ensino fundamental (p = 0.0166). Os resultados do presente estudo estão alinhados às perspectivas teóricas e aos achados da literatura no que se refere à característica da amostra e aos estilos de aprendizagem identificados. Futuros trabalhos deverão ser realizados no intuito de investigar mais sobre a temática da aprendizagem em idosos.


It is known that learning refers to how beings acquire new knowledge, develop skills and change behavior. Thus, knowing the learning styles of individuals is important, both for those who learn how to teach. In this sense, this research project aimed to describe the sociodemographic characteristics of the sample, identify the predominant learning styles of these individuals and see if there is a correlation between learning styles with sociodemographic variables. The sample consisted of 248 elderly participants in the study "Continuing Education - Benefits of the Open University of the Third Age EACH USP", funded by the National Institute for Educational Studies and Research Teixeira (INEP) Ministry of Education. We used a protocol that included sociodemographic questionnaire and the Learning Style Inventory (Learning Style Inventory - LSI) by David A. Kolb. Descriptive analysis and inferential analysis. The dominant learning style was the assimilator and identified the association between learning styles of older people and sex (p = 0.0372), age (p = 0.0450), schooling for males (p = 0.0155) and sex for seniors with even the elementary school level (p = 0.0166). The results of this study are in line with theoretical perspectives and findings in the literature with regard to sample characteristics and learning styles identified. Future studies should be conducted in order to investigate more about the topic of learning in the elderly.


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso , Aprendizagem , Universidades
9.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 129-154, dez. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-768922

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho físico-funcional, de acordo com o nível de atividade física, dos alunos da UnATI EACH-USP. Participaram do estudo 269 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 50 e 80 anos. O grupo mais ativo apresentou melhor desempenho físico-funcional nos testes de equilíbrio, mobilidade e força de membros inferiores comparativamente ao grupo sedentário. Por outro lado, realizar atividades de maneira irregular não esteve associado a vantagens no desempenho físico-funcional de indivíduos de meia-idade/idosos.


The aim of this study was to evaluate the functional performance, according to the physical activity levels, of the students of UnATI EACH-USP. The study included 269 subjects, of both sexes, aged between 50 and 80 years-old. The most active group showed better functional performance in balance, mobility and lower limb strength tests compared with the sedentary group. On the other hand, perform physical activities in an irregular fashion was not associated to better functional performance in middleaged/older subjects.


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso , Atividade Motora
10.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 107-128, dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-768923

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a satisfação com a vida e a saúde percebida dos alunos da UnATI EACH-USP, de acordo com a presença de doenças crônicas. Participaram do estudo 299 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 50 e 80 anos. A presença de doenças crônicas exerceu influencia negativa na qualidade de vida e na percepção de saúde de indivíduos de meia-idade/idosos. Na população estudada, o número de doenças autorrelatadas apresentou correlação positiva com a idade e negativa com a satisfação com a vida.


The aim of this study was to assess life satisfaction and perceived health, according to the number of self-reported diseases, of the students of UnATI EACH-USP. The study included 299 subjects, of both sexes, aged between 50 and 80 years-old. The presence of chronic diseases exerted negative influence on quality of life and perceived health of midle-aged/older subjects. In this population, the number of self-reported diseases showed positive association with age and negative association with life satisfaction.


Assuntos
Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Doença Crônica , Qualidade de Vida
11.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 89-106, dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-768924

RESUMO

Foram examinados os indicadores psicométricos de validade e confiabilidade do Questionário de Expressão Emocional (QEE), de Gross e John (1995), quando aplicado a idosos brasileiros. O presente estudo examinou também as relações entre o QEE e variáveis sociodemográficas, de experiência emocional e de presença de sintomas depressivos. A amostra foi composta por 256 idosos frequentadores de uma Universidade Aberta à Terceira Idade com idade média de 67 anos (±5,54). A Análise Fatorial Exploratória replicou os domínios originais do instrumento. O coeficiente alpha de Cronbach foi de 0,73 e o índice de correlação teste-reteste de >0,60. As maiores pontuações médias dos idosos foram em expressividade positiva e força do impulso. Gênero, renda, escolaridade e estado civil, experiência afetiva e depressão geraram diferenças individuais em expressividade emocional. O instrumento revelou bons indicadores psicométricos e seus correlatos sociodemográficos e afetivos sugeriram a manutenção do funcionamento emocional na velhice.


The study examined the psychometric indicators of validity and reliability of Emotional Expression Questionnaire (EEQ; Gross & John, 1995) applied to Brazilian elderly. In addition, was examined the relationship between the EEQ and sociodemographic indicators of emotional experience and depressive symptoms. The sample was consisted of 256 elderly of an Open University of the Third Age with mean age 67 years (+ 5.54). The EEQ was subjected to retesting with sub-sample of 150 elderly and indicated moderate correlation coeficiente (>.60). The exploratory factor analysis replicated the original domains that the instrument is also derived from the alpha of Cronbach coeficiente (.73). The highest mean scores of the elderly were in positive expressiveness and strength of the impulse. Gender, income, education and marital status, depression and affective experience generated individual differences in emotional expressiveness. The instrument reveals good psychometric indicators and revealed the maintenance of the emotional domains in old age.


Assuntos
Humanos , Idoso , Envelhecimento , Depressão , Emoções Manifestas
12.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 71-87, dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-768925

RESUMO

Este estudo investigou se a participação de idosos em uma Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI) pode contribuir para a manutenção do desempenho cognitivo. Foram entrevistados 180 idosos no início do primeiro ou do segundo semestres de 2010 e após seis meses de participação. Foram utilizadas questões sociodemográficas, a Escala de Depressão Geriátrica, o Mini-Exame do Estado Mental, a Fluência Verbal categoria animais, o Short Cognitive Test e o tempo de participação na UnATI EACH-USP. Os resultados do pré-teste confirmaram dados prévios sobre o impacto da escolaridade, idade e renda no desempenho cognitivo. Os dados de evolução indicaram que os idosos apresentaram melhor desempenho em tarefa de memória episódica no pós-teste. Os dados sugerem que a participação na UNATI pode favorecer a manutenção das habilidades cognitivas.


This study investigated whether participation of seniors in an Open University Program for Elderly (UnATI) may contribute to the maintenance of cognitive performance. The 180 participants were evaluated at the beginning of the first or second semester of 2010 and after six months of participation. The protocol included sociodemographic questions, the Geriatric Depression Scale, the Mini-Mental State Examination, the Verbal Fluency Animal Category, the Short Cognitive Test and participation time in the UnATI EACH-USP. The results of the pretest confirmed previous data on the impact of education, age and income on cognitive performance. The post test data indicated that the participants demonstrated higher performance in the episodic memory task. The results suggest that participation at UNATI may favor the maintenance of cognitive abilities.


Assuntos
Humanos , Idoso , Envelhecimento , Cognição , Universidades
13.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 33-51, dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-768927

RESUMO

O objetivo do estudo é descrever a rede de suporte social dos participantes da Universidade Aberta à Terceira Idade, da Escola de Artes Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. Como material e método: o estudo foi de corte transversal, com uma população de 117 idosos. Os dados foram coletados utilizando-se um questionário sociodemográfico e o instrumento gráfico foi o Mapa Mínimo de Relações do Idoso (MMRI), que identifica o tamanho da rede de suporte social, estabelecendo índices de suporte social, a partir da frequência dos contatos recebidos, para as funções avaliadas: visita, companhia, auxílio para atividades domésticas, cuidados pessoais e auxílio financeiro. Participaram do estudo idosos que com este concordaram, assinando Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Os dados foram digitados no Programa Epidata e analisados estatisticamente no programa SPSS, versão 17.0. Como resultados: a maioria do sexo feminino (78%) casada (53%); aposentada (82%), com média de idade de 65,32 (DP=7,02). A predominância da rede de suporte social foi de tamanho médio, caracterizada por 16,80 (DP=4,48). Estratificados por faixa etária, os mais velhos possuíam menor tamanho de rede social e menor número de contatos sociais. Os idosos com união estável, em comparação aos solteiros, possuíam rede de suporte social maior. Correlacionando-se dados de idade, renda com suporte social, observou-se que, quanto maior a renda familiar, maior a rede de suporte social. Os achados mostraram que a rede de suporte social reduz-se com o processo de envelhecimento. Variáveis como renda e estado civil agem como fatores moduladores, colaborando para a manutenção ou o declínio da rede de relações.


The aim of the study is to describe the social support network of participants from the Third Age Open University, School of Arts, Sciences and Humanities of the University of Sao Paulo. Methods: The study was cross sectional, with a population of 117 elderly. Data were collected using a sociodemographic questionnaire and the instrument graphics Minimum Map of Elderly Affairs (MMRI), which identifies the size of the social support network, establishing levels of social support from the frequency of contacts received, for the functions assessed: visits, companionship, help in household chores, personal care and financial assistance. Seniors who participated in the study agreed with that by signing an informed consent and informed consent. Data were entered in the program Epidata and statistically analyzed using SPSS, version 17.0 Results: Most women (78%), married (53%), retired (82%) with mean age of 65.32 (SD = 7.02). Predominance of social support was of medium size, characterized by 16.80 (SD = 4.48). Stratified by age, older people had smaller social network and fewer social contacts. Elderly patients with stable compared to the unmarried, had larger social support network. Correlating data on age, income, social supports, it was observed that the higher family income, greater social support network. The results show that the social support decreases with the aging process. The variables of income and marital status factors act as modulators, contributing to the maintenance or decline of the network of relationships.


Assuntos
Humanos , Idoso , Envelhecimento
14.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 33-51, dez. 2012. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-63867

RESUMO

O objetivo do estudo é descrever a rede de suporte social dos participantes da Universidade Aberta à Terceira Idade, da Escola de Artes Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. Como material e método: o estudo foi de corte transversal, com uma população de 117 idosos. Os dados foram coletados utilizando-se um questionário sociodemográfico e o instrumento gráfico foi o Mapa Mínimo de Relações do Idoso (MMRI), que identifica o tamanho da rede de suporte social, estabelecendo índices de suporte social, a partir da frequência dos contatos recebidos, para as funções avaliadas: visita, companhia, auxílio para atividades domésticas, cuidados pessoais e auxílio financeiro. Participaram do estudo idosos que com este concordaram, assinando Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Os dados foram digitados no Programa Epidata e analisados estatisticamente no programa SPSS, versão 17.0. Como resultados: a maioria do sexo feminino (78%) casada (53%); aposentada (82%), com média de idade de 65,32 (DP=7,02). A predominância da rede de suporte social foi de tamanho médio, caracterizada por 16,80 (DP=4,48). Estratificados por faixa etária, os mais velhos possuíam menor tamanho de rede social e menor número de contatos sociais. Os idosos com união estável, em comparação aos solteiros, possuíam rede de suporte social maior. Correlacionando-se dados de idade, renda com suporte social, observou-se que, quanto maior a renda familiar, maior a rede de suporte social. Os achados mostraram que a rede de suporte social reduz-se com o processo de envelhecimento. Variáveis como renda e estado civil agem como fatores moduladores, colaborando para a manutenção ou o declínio da rede de relações.(AU)


The aim of the study is to describe the social support network of participants from the Third Age Open University, School of Arts, Sciences and Humanities of the University of Sao Paulo. Methods: The study was cross sectional, with a population of 117 elderly. Data were collected using a sociodemographic questionnaire and the instrument graphics Minimum Map of Elderly Affairs (MMRI), which identifies the size of the social support network, establishing levels of social support from the frequency of contacts received, for the functions assessed: visits, companionship, help in household chores, personal care and financial assistance. Seniors who participated in the study agreed with that by signing an informed consent and informed consent. Data were entered in the program Epidata and statistically analyzed using SPSS, version 17.0 Results: Most women (78%), married (53%), retired (82%) with mean age of 65.32 (SD = 7.02). Predominance of social support was of medium size, characterized by 16.80 (SD = 4.48). Stratified by age, older people had smaller social network and fewer social contacts. Elderly patients with stable compared to the unmarried, had larger social support network. Correlating data on age, income, social supports, it was observed that the higher family income, greater social support network. The results show that the social support decreases with the aging process. The variables of income and marital status factors act as modulators, contributing to the maintenance or decline of the network of relationships.(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Serviço Social , Envelhecimento
15.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 71-87, dez. 2012. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-63869

RESUMO

Este estudo investigou se a participação de idosos em uma Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI) pode contribuir para a manutenção do desempenho cognitivo. Foram entrevistados 180 idosos no início do primeiro ou do segundo semestres de 2010 e após seis meses de participação. Foram utilizadas questões sociodemográficas, a Escala de Depressão Geriátrica, o Mini-Exame do Estado Mental, a Fluência Verbal categoria animais, o Short Cognitive Test e o tempo de participação na UnATI EACH-USP. Os resultados do pré-teste confirmaram dados prévios sobre o impacto da escolaridade, idade e renda no desempenho cognitivo. Os dados de evolução indicaram que os idosos apresentaram melhor desempenho em tarefa de memória episódica no pós-teste. Os dados sugerem que a participação na UNATI pode favorecer a manutenção das habilidades cognitivas.(AU)


This study investigated whether participation of seniors in an Open University Program for Elderly (UnATI) may contribute to the maintenance of cognitive performance. The 180 participants were evaluated at the beginning of the first or second semester of 2010 and after six months of participation. The protocol included sociodemographic questions, the Geriatric Depression Scale, the Mini-Mental State Examination, the Verbal Fluency Animal Category, the Short Cognitive Test and participation time in the UnATI EACH-USP. The results of the pretest confirmed previous data on the impact of education, age and income on cognitive performance. The post test data indicated that the participants demonstrated higher performance in the episodic memory task. The results suggest that participation at UNATI may favor the maintenance of cognitive abilities.(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Universidades , Cognição , Envelhecimento
16.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 89-106, dez. 2012. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-63870

RESUMO

Foram examinados os indicadores psicométricos de validade e confiabilidade do Questionário de Expressão Emocional (QEE), de Gross e John (1995), quando aplicado a idosos brasileiros. O presente estudo examinou também as relações entre o QEE e variáveis sociodemográficas, de experiência emocional e de presença de sintomas depressivos. A amostra foi composta por 256 idosos frequentadores de uma Universidade Aberta à Terceira Idade com idade média de 67 anos (±5,54). A Análise Fatorial Exploratória replicou os domínios originais do instrumento. O coeficiente alpha de Cronbach foi de 0,73 e o índice de correlação teste-reteste de >0,60. As maiores pontuações médias dos idosos foram em expressividade positiva e força do impulso. Gênero, renda, escolaridade e estado civil, experiência afetiva e depressão geraram diferenças individuais em expressividade emocional. O instrumento revelou bons indicadores psicométricos e seus correlatos sociodemográficos e afetivos sugeriram a manutenção do funcionamento emocional na velhice.(AU)


The study examined the psychometric indicators of validity and reliability of Emotional Expression Questionnaire (EEQ; Gross & John, 1995) applied to Brazilian elderly. In addition, was examined the relationship between the EEQ and sociodemographic indicators of emotional experience and depressive symptoms. The sample was consisted of 256 elderly of an Open University of the Third Age with mean age 67 years (+ 5.54). The EEQ was subjected to retesting with sub-sample of 150 elderly and indicated moderate correlation coeficiente (>.60). The exploratory factor analysis replicated the original domains that the instrument is also derived from the alpha of Cronbach coeficiente (.73). The highest mean scores of the elderly were in positive expressiveness and strength of the impulse. Gender, income, education and marital status, depression and affective experience generated individual differences in emotional expressiveness. The instrument reveals good psychometric indicators and revealed the maintenance of the emotional domains in old age.(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Envelhecimento , Emoções Manifestas , Depressão
17.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 107-128, dez. 2012. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-63871

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a satisfação com a vida e a saúde percebida dos alunos da UnATI EACH-USP, de acordo com a presença de doenças crônicas. Participaram do estudo 299 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 50 e 80 anos. A presença de doenças crônicas exerceu influencia negativa na qualidade de vida e na percepção de saúde de indivíduos de meia-idade/idosos. Na população estudada, o número de doenças autorrelatadas apresentou correlação positiva com a idade e negativa com a satisfação com a vida.(AU)


The aim of this study was to assess life satisfaction and perceived health, according to the number of self-reported diseases, of the students of UnATI EACH-USP. The study included 299 subjects, of both sexes, aged between 50 and 80 years-old. The presence of chronic diseases exerted negative influence on quality of life and perceived health of midle-aged/older subjects. In this population, the number of self-reported diseases showed positive association with age and negative association with life satisfaction.(AU)


Assuntos
Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Doença Crônica , Qualidade de Vida
18.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 129-154, dez. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-63872

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho físico-funcional, de acordo com o nível de atividade física, dos alunos da UnATI EACH-USP. Participaram do estudo 269 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 50 e 80 anos. O grupo mais ativo apresentou melhor desempenho físico-funcional nos testes de equilíbrio, mobilidade e força de membros inferiores comparativamente ao grupo sedentário. Por outro lado, realizar atividades de maneira irregular não esteve associado a vantagens no desempenho físico-funcional de indivíduos de meia-idade/idosos.(AU)


The aim of this study was to evaluate the functional performance, according to the physical activity levels, of the students of UnATI EACH-USP. The study included 269 subjects, of both sexes, aged between 50 and 80 years-old. The most active group showed better functional performance in balance, mobility and lower limb strength tests compared with the sedentary group. On the other hand, perform physical activities in an irregular fashion was not associated to better functional performance in middleaged/older subjects.(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso , Atividade Motora
19.
Rev. Kairós ; 15(14,n.esp): 155-179, dez. 2012.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-63873

RESUMO

Conhecer os estilos de aprendizagem dos indivíduos é de extrema importância tanto para quem aprende quanto para quem ensina. O presente projeto teve como objetivo identificar os estilos de aprendizagem predominantes de alunos idosos e verificar se há correlação entre os estilos de aprendizagem com as variáveis sociodemográficas. A amostra foi composta por 248 participantes do estudo "Educação Permanente - Benefícios da Universidade Aberta à Terceira Idade EACH USP". Utilizou-se um protocolo que incluía o questionário sociodemográfico e o Inventário de Estilo de Aprendizagem (Learning Style Inventory - LSI), de David A. Kolb. Foram realizadas análises descritivas e análise inferencial. O estilo de aprendizagem dominante foi o assimilador e identificou-se a existência de associação entre estilos de aprendizagem dos idosos e sexo (p = 0.0372), faixa etária (p = 0.0450), escolaridade para o sexo masculino (p = 0.0155) e sexo para idosos com até o nível ensino fundamental (p = 0.0166). Os resultados do presente estudo estão alinhados às perspectivas teóricas e aos achados da literatura no que se refere à característica da amostra e aos estilos de aprendizagem identificados. Futuros trabalhos deverão ser realizados no intuito de investigar mais sobre a temática da aprendizagem em idosos.(AU)


It is known that learning refers to how beings acquire new knowledge, develop skills and change behavior. Thus, knowing the learning styles of individuals is important, both for those who learn how to teach. In this sense, this research project aimed to describe the sociodemographic characteristics of the sample, identify the predominant learning styles of these individuals and see if there is a correlation between learning styles with sociodemographic variables. The sample consisted of 248 elderly participants in the study "Continuing Education - Benefits of the Open University of the Third Age EACH USP", funded by the National Institute for Educational Studies and Research Teixeira (INEP) Ministry of Education. We used a protocol that included sociodemographic questionnaire and the Learning Style Inventory (Learning Style Inventory - LSI) by David A. Kolb. Descriptive analysis and inferential analysis. The dominant learning style was the assimilator and identified the association between learning styles of older people and sex (p = 0.0372), age (p = 0.0450), schooling for males (p = 0.0155) and sex for seniors with even the elementary school level (p = 0.0166). The results of this study are in line with theoretical perspectives and findings in the literature with regard to sample characteristics and learning styles identified. Future studies should be conducted in order to investigate more about the topic of learning in the elderly. (AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Aprendizagem , Idoso , Universidades
20.
Fisioter. mov ; 21(4): 27-33, out.-dez. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-532817

RESUMO

Introdução: Pacientes submetidos a transplante cardíaco (TC) apresentam alterações nas respostas cardiovasculares tanto em repouso como durante o exercício físico. Estudos mostram que atividade física regular promove adaptações no sistema cardiovascular desses pacientes. O 0bjetivo foi avaliar os efeitos da atividade física supervisionada (fisioterapia cardiovascular - FTCV) e não supervisionada nessas adaptações em um paciente após TC. Materiais e métodos: Após dosi meses de TC, um homem (57 anos) foi submetido a tres testes de exercício físico dinâmico submáximo (TEFDS) em esteira nas seguintes condições: a) pré-tratamento (T protocolo descontínuo); b) sexto mes de tratamento (T protocolo contínuo em degrau) e c) doze meses após início do tratamento (T protocolo contínuo em degrau). A frequência cardíaca (FC) pressão arterial (PA) e eletrocardiograma (ECG) foram monitorados e registrados em cada nível de esforço e durante a recuperação. Entre T e T o paciente realizou FTCV supervisionada (3 vezes/semana, 50 minutos/sessão). Após T, o paciente foi orientado a realizar atividade física aeróbica sem supervisão (caminhada, 3-5x/semana, 30-60 minutos/dia). Resultados: A FC reduziu tanto no repouso (T=80, T=77 e T=70 bpm) como para o mesmo nível submáximo de esforço (4 km/h) (T=94 T=88 e t=85 BPMo). Entretanto, ... sistólica não se modificou entre as condições estudadas. Além disso, a intensidade de exercício pico aumentou com o decorrer da FTCV (T=4km/h T=T=6km/h) com inclinação de 9 por cento e 12 por cento respectivamente. Conclusão: Esses resultados sugerem que a FTCV supervisionada associada à não supervisionada, foram capazes de reduzir a FC de repouso e melhorar a tolerãncia ao exercício de um paciente transaplantado.


Assuntos
Sistema Cardiovascular , Terapia por Exercício , Tolerância ao Exercício , Transplante de Coração , Modalidades de Fisioterapia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA