Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
RFO UPF ; 21(2): 231-236, 30/08/2016.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-837290

RESUMO

Objective: To perform a systematic review relating the existence of root resorption during orthodontic treatment. Methods: The research was performed in two electronic databases (PubMed and OpenGrey). The OpenGrey database was used exclusively for searching the "grey literature", avoiding selection and publication bias. Eligibility criteria included full texts available online, but with no language restriction. Aiming to work with more current articles on the subject, a filter for thelast ten years was applied. Articles that had no direct relation with the main outcome of this study were excluded, as well as clinical case reports and opinions, literature review articles, editorials, and letters to the editor. All eligible studies were assessed for risk of bias and individual quality, and all research steps were performed independently by two eligibility reviewers. Results: Initially, 77 articles were selected, but after the application of exclusion criteria, only 71 were included. Six articles were eligible for qualitative assessment. Overall, incisors are the teeth most affected by root resorption and there is a higher rate of root resorption in retraction mechanics. Conclusion: There is a relationship between root resorption and orthodontic treatment.

2.
RFO UPF ; 21(1): 55-60, jan./ abr.2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-2329

RESUMO

Objetivo: avaliar sistematicamente, com base na literatura, se a opinião de leigos é mais flexível na avalia- ção da estética facial quando comparada à opinião de cirurgiões-dentistas. Materiais e método: foram utilizadas para a pesquisa as bases de dados eletrônicas LILACS, PubMed, SciELO e OpenGrey. Especificamente, a base OpenGrey foi utilizada para captação da "literatura cinza". Foram selecionados artigos publicados nos últimos dez anos, com textos completos disponíveis on-line em inglês, espanhol e português. Os artigos indexados em mais de uma base de dados foram contabilizados somente uma vez. Foram excluídos os artigos de revisão da literatura, relatos de caso e editoriais/cartas ao editor. Toda a pesquisa foi feita por dois revisores de elegibilidade. Resultados: foram identificados 118 registros, tendo sido três estudos elegíveis para a pesquisa. Todos os trabalhos selecionados envolviam ortodontistas e leigos como avaliadores. A Escala Analógica Visual e um Escore de Avaliação de Perfil foram utilizados como mensuração, analisados pelas fotografias. Dois artigos analisaram alterações anteroposteriores e um artigo analisou alterações na assimetria facial (frontal). Conclusão: mediante os estudos avaliados, nota-se que não há evidências claras de que leigos são mais flexíveis nas avaliações da estética facial.

3.
Int J Orthod Milwaukee ; 26(1): 29-32, 2015.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-25881381

RESUMO

An increasingly number of patients with Angle Class II has been seeking orthodontic clinics to have their malocclusion treated. Herein, it is presented a new method of promote distal movements in maxillary molars with a combination of limp-bumper (LB) and mini screw. This technique was proven to be fast, practical and with low-cost, thus favoring both the professional and the patient.


Assuntos
Procedimentos de Ancoragem Ortodôntica/instrumentação , Desenho de Aparelho Ortodôntico , Técnicas de Movimentação Dentária/instrumentação , Criança , Diastema/terapia , Humanos , Incisivo/patologia , Masculino , Má Oclusão Classe II de Angle/terapia , Dente Molar/patologia , Procedimentos de Ancoragem Ortodôntica/métodos , Técnica de Expansão Palatina/instrumentação , Planejamento de Assistência ao Paciente , Retrognatismo/terapia , Técnicas de Movimentação Dentária/métodos
4.
Biosci. j. (Online) ; 29(5): 1388-1394, sept./oct. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-946946

RESUMO

Em face ao aumento do número de processos contra profissionais cirurgiões-dentistas, em especial os ortodontistas, este estudo teve o objetivo de avaliar as decisões dos tribunais em processos contra estes profissionais, mais precisamente no que concerne à natureza da responsabilidade civil de sua obrigação, se "de meio" ou "de resultado". Foi verificada também a proporção do número de processos com ações procedentes e improcedentes, além de conhecer o perfil dos apelantes e apelados. Trata-se de um estudo observacional analítico sobre decisões judiciais que envolveram tratamentos ortodônticos, entre os anos de 2001 a 2011, avaliados nos sites dos tribunais regionais brasileiros utilizando como palavra-chave ortodontia. Somente foi levada em consideração a decisão final em grau recursal, desconsiderando-se a decisão de primeira instância. Os dados foram compilados em Figuras e tabelas por meio de análise descritiva e teste Exato de Fisher (p < 0,001). Na região sudeste concentra-se a maior concentração (45%, n=27) de processos do Brasil, principalmente o estado de São Paulo. Quanto à natureza da obrigação, a de meio foi a mais encontrada (83%, n=50); o número de ações improcedentes (65%) foi maior que ações procedentes. As mulheres foram as principais apelantes (81%, n=49) e as pessoas jurídicas foram a maioria das apeladas (41%, n=24). Foi possível concluir que os tribunais de justiça classificaram a ortodontia como obrigação de meio, e o número de ações improcedentes foram maiores as procedentes. Quando a obrigação é de resultado, a tendência da ação ser procedente é maior. Já, em relação ao perfil dos apelantes (reclamantes), a maioria foi mulheres e, a maioria dos apelados foi pessoas jurídicas.


Given the increased number of lawsuits against dentists, particularly orthodontists, this study aimed to evaluate court decisions regarding lawsuits against these professionals, focusing precisely on the nature of their liability as a "mean" or "result" obligation. Also, it was verified the ratio between the number of lawsuits and founded and unfounded actions, in addition to knowing appellants' and appellees' profile. This is an observational analytical study about court decisions involving orthodontic treatments, between the years 2001 and 2011, evaluated on the Brazilian regional courts websites using the keyword orthodontics. It was taken into account only the final decision upon appeal, disregarding the decision of first instance. Data were compiled into tables and graphs by means of descriptive analysis and Fisher's exact test (P<0.001). Southeast concentrates the majority of lawsuits (45%, n = 27) in Brazil, mostly the state of Sao Paulo. As to the nature of the duty, the obligation of mean was found most frequently (83%, n = 50); and the number of unfounded actions (65%) was greater than founded ones. Women were the main appellants (81%, n = 49), and appellees were mostly legal entities (41%, n = 24). It is concluded that courts of justice have classified orthodontics as an obligation of mean, and the number of unfounded actions was greater than that of founded ones. When it is an obligation of result, the odds for the action to be founded is greater. In relation to the appellants' profile (claimants), the majority was women, and most of the appellees were legal entities.


Assuntos
Ortodontia , Responsabilidade Legal , Normas Jurídicas , Odontólogos , Legislação Odontológica
5.
Braz Oral Res ; 21(2): 153-8, 2007.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-17589651

RESUMO

The aim of this study was to evaluate the prevalence of posterior crossbite among children whose pacifier-sucking habit persisted until different ages. Children aged 3 to 6 years were randomly selected from public preschools in São Paulo, SP, Brazil. Their mothers were asked to complete a questionnaire on non-nutritive sucking behaviors. The sample consisted of 366 children assigned to 2 groups: control (n = 96) and pacifier users (n = 270). Pacifier users were further assigned to 3 subgroups, according to the age of habit persistence: P1 - until 2 years of age; P2 - between 2 and 4 years of age; and P3 - between 4 and 6 years of age. One dentist assessed the children for occlusal relationships through clinical examination. Associations between the age interval of habit discontinuation and the prevalence of posterior crossbite were analyzed using the chi-square test (p < 0.05). The prevalence of posterior crossbite was significantly higher among pacifier users (20.4%), compared to control children (5.2%), p < 0.01. Unilateral posterior crossbite was more prevalent than bilateral crossbite among pacifier users (9.8% versus 3.6%). Functional posterior crossbites were diagnosed in 3.1% of the control children and 7% of the pacifier users. The frequencies of posterior crossbite were notably high for children in the 3 pacifier subgroups, P1, P2, and P3, corresponding to 17.2%, 16.9%, and 27.3%, respectively. The high prevalence of posterior crossbite may be associated with pacifier-sucking habits that persisted after 2 years of age.


Assuntos
Má Oclusão/epidemiologia , Chupetas/efeitos adversos , Comportamento de Sucção/fisiologia , Dente Decíduo , Brasil/epidemiologia , Estudos de Casos e Controles , Criança , Pré-Escolar , Estudos Transversais , Feminino , Sucção de Dedo , Humanos , Masculino , Má Oclusão/etiologia , Prevalência
6.
Braz. oral res ; 21(2): 153-158, 2007. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-453195

RESUMO

The aim of this study was to evaluate the prevalence of posterior crossbite among children whose pacifier-sucking habit persisted until different ages. Children aged 3 to 6 years were randomly selected from public preschools in São Paulo, SP, Brazil. Their mothers were asked to complete a questionnaire on non-nutritive sucking behaviors. The sample consisted of 366 children assigned to 2 groups: control (n = 96) and pacifier users (n = 270). Pacifier users were further assigned to 3 subgroups, according to the age of habit persistence: P1 - until 2 years of age; P2 - between 2 and 4 years of age; and P3 - between 4 and 6 years of age. One dentist assessed the children for occlusal relationships through clinical examination. Associations between the age interval of habit discontinuation and the prevalence of posterior crossbite were analyzed using the chi-square test (p < 0.05). The prevalence of posterior crossbite was significantly higher among pacifier users (20.4 percent), compared to control children (5.2 percent), p < 0.01. Unilateral posterior crossbite was more prevalent than bilateral crossbite among pacifier users (9.8 percent versus 3.6 percent). Functional posterior crossbites were diagnosed in 3.1 percent of the control children and 7 percent of the pacifier users. The frequencies of posterior crossbite were notably high for children in the 3 pacifier subgroups, P1, P2, and P3, corresponding to 17.2 percent, 16.9 percent, and 27.3 percent, respectively. The high prevalence of posterior crossbite may be associated with pacifier-sucking habits that persisted after 2 years of age.


O objetivo deste estudo foi avaliar prevalência de mordida cruzada posterior em crianças com hábito de sucção de chupeta que persistiu até diferentes idades. Crianças dos 3 aos 6 anos de idade foram aleatoriamente selecionadas de pré-escolas públicas em São Paulo, SP, Brasil. Solicitou-se às mães que respondessem a um questionário sobre hábitos de sucção não-nutritivos. A amostra consistiu de 366 crianças distribuídas em 2 grupos: controle (n = 96) e usuários de chupeta (n = 270). Os usuários de chupeta foram, então, separados em 3 subgrupos de acordo com a idade de persistência do hábito: P1 - até 2 anos de idade; P2 - entre 2 e 4 anos de idade e P3 - entre 4 e 6 anos de idade. Um cirurgião-dentista avaliou a oclusão das crianças por exame clínico. As associações entre intervalo de interrupção do hábito e prevalência de mordida cruzada posterior foram analisadas pelo teste Qui-Quadrado (p < 0,05). A prevalência de mordida cruzada posterior foi significativamente mais elevada em usuários de chupeta (20,4 por cento), em comparação às crianças controles (5,2 por cento), p < 0,01. A mordida cruzada posterior unilateral foi mais prevalente do que a bilateral em usuários de chupeta (9,8 por cento versus 3,6 por cento). As mordidas cruzadas posteriores funcionais foram diagnosticadas em 3,1 por cento das crianças controles e 7 por cento dos usuários de chupeta. As freqüências de mordida cruzada posterior foram notavelmente elevadas nos 3 subgrupos de usuários de chupeta, P1, P2 e P3, correspondendo a 17,2 por cento, 16,9 por cento e 27,3 por cento, respectivamente. A alta prevalência de mordida cruzada posterior pode estar associada com hábitos de sucção de chupeta que persistiram além dos 2 anos de idade.


Assuntos
Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Masculino , Má Oclusão/epidemiologia , Chupetas/efeitos adversos , Comportamento de Sucção/fisiologia , Dente Decíduo , Brasil/epidemiologia , Estudos de Casos e Controles , Estudos Transversais , Sucção de Dedo , Má Oclusão/etiologia , Prevalência
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...