Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online) ; 20(5): 650-659, Sept.-Oct. 2017. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-898791

RESUMO

Abstract Objective: to analyze the perception of caregivers of elderly persons regarding their own oral health care and that of the elderly individuals. Method: a descriptive-exploratory study with a qualitative approach was carried out. Semi-structured interviews with 13 caregivers were conducted, recorded and transcribed, and the Content Analysis technique was applied. Results: All respondents were informal caregivers, most of whom were female, aged over 50, married, had some degree of kinship with those receiving care, an incomplete elementary school education and no other occupation or job. After analyzing the interviews, the data were grouped into the following categories: a) home visits and health professionals; b) caregiver experience and care of the elderly; and c) the caregiver and their self-care. Conclusion: knowledge of caregivers' perception of their own oral health and that of dependent/semi-dependent elderly persons assists in planning, promotion, prevention and health recovery. The work of a multi-professional team is therefore essential in the seeking out and instruction of these individuals. AU


Resumo Objetivo: Analisar a percepção de cuidadores de idosos sobre seu autocuidado e o cuidado em saúde bucal do idoso. Método: Estudo descritivo-exploratório, de natureza qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com 13 cuidadores, gravadas, transcritas e submetidas à técnica de Análise de Conteúdo. Resultados: Todos os entrevistados eram cuidadores informais, a maioria do sexo feminino com idade superior a 50 anos, casadas, com algum grau de parentesco com quem recebia o cuidado, ensino fundamental incompleto e que não exerciam outra ocupação/trabalho. Após a análise das entrevistas os dados foram agrupados nas seguintes categorias: a) visita domiciliar e os profissionais de saúde; b) vivência do cuidador e os cuidados com o idoso e c) o cuidador e seu autocuidado. Conclusão: conhecer a percepção do cuidador em relação a sua saúde bucal e a do idoso dependente/semidependente colabora no planejamento de ações de promoção, prevenção e recuperação de saúde. Assim, torna-se indispensável a atuação de uma equipe multiprofissional na busca ativa e orientação desses indivíduos. AU


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Atenção Primária à Saúde , Autocuidado , Autoimagem , Saúde Bucal , Saúde do Idoso , Cuidadores
2.
Fractal rev. psicol ; 29(1): 45-53, jan.-abr. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-840627

RESUMO

Resumo Propomos neste artigo analisar o uso da cartografia como método de pesquisa. Realizamos revisão integrativa no período de setembro a outubro de 2014 nas bases de dados Lilacs, PubMed, Web of Science e SciELO. Atenderam aos critérios 37 artigos. Identificamos ocorrência crescente das publicações; destacamos a multiplicidade de ambientes, participantes, e usos do método que abarcam a grande complexidade ao colocar problemas e investigar os coletivos e forças presentes nos processos de subjetivação. A Cartografia permite explorar a singularidade emergente das realidades estudadas, além de compreender o modo como vem sendo utilizada nas pesquisas.(AU)


Abstract We propose in this article to analyze the use of cartography as a research method. We conducted an integrative review from September to October 2014 in the Lilacs, PubMed, Web of Science and Electronic Library SciELO databases. 37 articles fulfilled the selection criteria. We identified an increasing occurrence of publications and highlighted the multiplicity of settings, participants, and method uses covering the great complexity to pose problems and investigate collectives and forces in the subjectivity processes. Cartography leads us to explore the uniqueness of each emerging reality studied, which allows us to understand how it has been used in researches.(AU)


Assuntos
Metodologia , Pesquisa , Revisão
3.
Rev. ABENO ; 17(4): 171-182, 2017.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-883162

RESUMO

O estudo teve por objetivo analisar as percepções de estudantes de Odontologia sobre a experiência em um estágio não obrigatório no sistema público de saúde brasileiro em um município de São Paulo e sua contribuição na formação profissional. Trata-se de um estudo descritivo, de natureza qualitativa com estudantes de uma universidade pública, no período de 2013-2015. Foram realizadas entrevistas semidirigidas que foram gravadas e transcritas. Os dados foram sistematizados e analisados por meio da técnica da Análise de Conteúdo na perspectiva temática com suporte teórico das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Odontologia. Observou-se que os estudantes perceberam o estágio como uma oportunidade para vivenciar a realidade do trabalho nos serviços de saúde, desenvolveram e aperfeiçoaram habilidades e competências como comunicação, gerenciamento e organização de seu trabalho e construção de sua identidade profissional. Conclui-se que os estudantes se aproximaram dos conceitos de atenção à saúde, humanização, autonomia e aprendizagem no trabalho, experiência que se mostrou significativa (AU).


This study aimed to analyze the perceptions of Dental undergraduate students about the experience in a non-mandatory internship in the Brazilian Public Health System, in a municipality of São Paulo, Brazil, and its contribution to professional education. We performed a descriptive study in a qualitative approach with undergraduate students of a public university, from 2013 to 2015. Semi-structured interviews were conducted, audio-recorded and transcribed. The data were organized and analyzed using Content Analysis technique in the thematic perspective with the theoretical support of the National Curriculum Guidelines for Dentistry Course (Diretrizes Curriculares Nacionais). The undergraduate students perceived the internship as an opportunity to experience the work reality in health services, developed and improved skills and competencies like communication, management and organization of their work, and construction of their professional identity. In conclusion, the students came closer to the concepts of health care, humanization, autonomy and learning at work, experiences that emerged as significant for them (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Humanização da Assistência , Entrevista , Capacitação Profissional , Estudantes de Odontologia , Sistema Único de Saúde , Brasil , Currículo/normas , Educação em Odontologia , Epidemiologia Descritiva , Estudos de Avaliação como Assunto/métodos , Apoio ao Desenvolvimento de Recursos Humanos
4.
Texto & contexto enferm ; 26(4): e2950017, 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904297

RESUMO

RESUMO Objetivo: refletir acerca das contribuições e limites da Socioclínica Institucional como aporte teórico metodológico em pesquisas em enfermagem e em saúde. Método: estudo de reflexão desenvolvido a partir do delineamento das modalidades de condução da abordagem Socioclínica Institucional: intervenção socioanalítica, análise institucional das práticas profissionais, pesquisa-ação e investigação socioanalítica. Resultado: a Socioclínica Institucional é uma continuidade do aporte teórico metodológico da Socioanálise Louraudiana, corrente da análise institucional, linha francesa. Propõe oito princípios norteadores: análise da encomenda e demanda; participação dos sujeitos no dispositivo; trabalho dos analisadores; análise das transformações que ocorrem à medida que o trabalho avança; aplicação de modalidades de restituição; trabalho das implicações primárias e secundárias; intenção de produção de conhecimentos e atenção aos contextos; e interferências institucionais. As contribuições estão relacionadas com a lógica de transformar para conhecer, produção coletiva do conhecimento e troca de saberes e aprenderes entre participantes e pesquisadores. Os desafios estão relacionados ao rompimento da lógica dominante nas pesquisas e da inclusão da diferença de saberes e poderes na produção de conhecimento. Conclusão: a Socioclínica Institucional pode articular transformação de práticas e produção de conhecimento. O referencial oferta importante suporte no campo de produção de conhecimento da enfermagem e da saúde por valorizar, em todo processo da pesquisa, a subjetividade dos envolvidos, bem como as instituições que atravessam as práticas e as relações.


RESUMEN Objetivo: reflexionar acerca de las contribuciones y límites de la Socioclínica Institucional como aporte teórico metodológico en investigaciones en enfermería y en salud. Metodo: estudio de reflexión desarrollado a partir del delineamiento de las modalidades de conducción del abordaje Socioclínico Institucional: intervención socioanalítica, análisis institucional de las prácticas profesionales, investigación-acción e investigación socioanalítica. Resultado: la Socioclínica Institucional es una continuidad del aporte teórico metodológico de la Socioanálisis Louraudiana, corriente del análisis institucional, línea francesa. Propone ocho principios orientadores: análisis del pedido y demanda; participación de los sujetos en el dispositivo; trabajo de los analizadores; análisis de las transformaciones que ocurren a medida que el trabajo avanza; aplicación de modalidades de restitución; trabajo de las implicaciones primarias y secundarias; intención de producción de conocimientos y atención a los contextos; e interferencias institucionales. Las contribuciones están relacionadas con la lógica de transformar para conocer, la producción colectiva del conocimiento y el intercambio de saberes y aprender entre los participantes y los investigadores. Los desafíos están relacionados con el rompimiento de la lógica dominante en las investigaciones y la inclusión de la diferencia de saberes y poderes en la producción de conocimiento. Conclusión: la Socioclínica Institucional puede articular transformación de prácticas y producción de conocimiento. El referencial ofrece importante apoyo en el campo de producción de conocimiento de la enfermería y de la salud por valorar, en todo proceso de la investigación, la subjetividad de los involucrados, así como las instituciones que atraviesan las prácticas y las relaciones.


ABSTRACT Objective: to reflect on the contributions and limits of the Institutional Socio-clinic as a theoretical-methodological approach in nursing and health research. Method: a reflection study developed by outlining the modalities to conduct the Institutional Socio-clinic approach: socioanalytical intervention, institutional analysis of professional practices, action-research and socioanalytical research. Result: the institutional socio-clinic is a continuity of the theoretical-methodological approach of Lourau's socioanalysis, an institutional analysis current in the French line. It proposes eight guiding principles: order and demand analysis; the subjects' participation in the device; work of the analyzers; analysis of the transformations that occur as the work advances; application of restitution modalities; work of primary and secondary implications; intention to produce knowledge and attention to the contexts; and institutional interferences. The contributions are related to the logic of transforming to know, collective knowledge production and knowledge and learning exchange between participants and researchers. The challenges are related to the rupture of the dominant logic in research and the inclusion of knowledge and power differences in the knowledge production. Conclusion: the institutional socio-clinic can articulate the transformation of practices and the knowledge production. The reference framework offers important support in the field of knowledge production in nursing and health because it values the subjectivity of the stakeholders and the institutions that cross the practices and relationships throughout the research process.

5.
Texto & contexto enferm ; 26(4): e2950017, 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904343

RESUMO

RESUMO Objetivo: refletir acerca das contribuições e limites da Socioclínica Institucional como aporte teórico metodológico em pesquisas em enfermagem e em saúde. Método: estudo de reflexão desenvolvido a partir do delineamento das modalidades de condução da abordagem Socioclínica Institucional: intervenção socioanalítica, análise institucional das práticas profissionais, pesquisa-ação e investigação socioanalítica. Resultado: a Socioclínica Institucional é uma continuidade do aporte teórico metodológico da Socioanálise Louraudiana, corrente da análise institucional, linha francesa. Propõe oito princípios norteadores: análise da encomenda e demanda; participação dos sujeitos no dispositivo; trabalho dos analisadores; análise das transformações que ocorrem à medida que o trabalho avança; aplicação de modalidades de restituição; trabalho das implicações primárias e secundárias; intenção de produção de conhecimentos e atenção aos contextos; e interferências institucionais. As contribuições estão relacionadas com a lógica de transformar para conhecer, produção coletiva do conhecimento e troca de saberes e aprenderes entre participantes e pesquisadores. Os desafios estão relacionados ao rompimento da lógica dominante nas pesquisas e da inclusão da diferença de saberes e poderes na produção de conhecimento. Conclusão: a Socioclínica Institucional pode articular transformação de práticas e produção de conhecimento. O referencial oferta importante suporte no campo de produção de conhecimento da enfermagem e da saúde por valorizar, em todo processo da pesquisa, a subjetividade dos envolvidos, bem como as instituições que atravessam as práticas e as relações.


RESUMEN Objetivo: reflexionar acerca de las contribuciones y límites de la Socioclínica Institucional como aporte teórico metodológico en investigaciones en enfermería y en salud. Metodo: estudio de reflexión desarrollado a partir del delineamiento de las modalidades de conducción del abordaje Socioclínico Institucional: intervención socioanalítica, análisis institucional de las prácticas profesionales, investigación-acción e investigación socioanalítica. Resultado: la Socioclínica Institucional es una continuidad del aporte teórico metodológico de la Socioanálisis Louraudiana, corriente del análisis institucional, línea francesa. Propone ocho principios orientadores: análisis del pedido y demanda; participación de los sujetos en el dispositivo; trabajo de los analizadores; análisis de las transformaciones que ocurren a medida que el trabajo avanza; aplicación de modalidades de restitución; trabajo de las implicaciones primarias y secundarias; intención de producción de conocimientos y atención a los contextos; e interferencias institucionales. Las contribuciones están relacionadas con la lógica de transformar para conocer, la producción colectiva del conocimiento y el intercambio de saberes y aprender entre los participantes y los investigadores. Los desafíos están relacionados con el rompimiento de la lógica dominante en las investigaciones y la inclusión de la diferencia de saberes y poderes en la producción de conocimiento. Conclusión: la Socioclínica Institucional puede articular transformación de prácticas y producción de conocimiento. El referencial ofrece importante apoyo en el campo de producción de conocimiento de la enfermería y de la salud por valorar, en todo proceso de la investigación, la subjetividad de los involucrados, así como las instituciones que atraviesan las prácticas y las relaciones.


ABSTRACT Objective: to reflect on the contributions and limits of the Institutional Socio-clinic as a theoretical-methodological approach in nursing and health research. Method: a reflection study developed by outlining the modalities to conduct the Institutional Socio-clinic approach: socioanalytical intervention, institutional analysis of professional practices, action-research and socioanalytical research. Result: the institutional socio-clinic is a continuity of the theoretical-methodological approach of Lourau's socioanalysis, an institutional analysis current in the French line. It proposes eight guiding principles: order and demand analysis; the subjects' participation in the device; work of the analyzers; analysis of the transformations that occur as the work advances; application of restitution modalities; work of primary and secondary implications; intention to produce knowledge and attention to the contexts; and institutional interferences. The contributions are related to the logic of transforming to know, collective knowledge production and knowledge and learning exchange between participants and researchers. The challenges are related to the rupture of the dominant logic in research and the inclusion of knowledge and power differences in the knowledge production. Conclusion: the institutional socio-clinic can articulate the transformation of practices and the knowledge production. The reference framework offers important support in the field of knowledge production in nursing and health because it values the subjectivity of the stakeholders and the institutions that cross the practices and relationships throughout the research process.

6.
Cad Saude Publica ; 32(9): e00117615, 2016 Sep 19.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-27653198

RESUMO

This qualitative study is based on institutional analysis as the methodological theoretical reference with the objective of analyzing researchers' implication during a research-intervention and the interferences caused by this analysis. The study involved researchers from courses in medicine, nursing, and dentistry at two universities and workers from a Regional Health Department in follow-up on the implementation of the Stork Network in São Paulo State, Brazil. The researchers worked together in the intervention and in analysis workshops, supported by an external institutional analysis. Two institutions stood out in the analysis: the research, established mainly with characteristics of neutrality, and management, with Taylorist characteristics. Differences between researchers and difficulties in identifying actions proper to network management and research were some of the interferences that were identified. The study concludes that implication analysis is a powerful tool for such studies.


Assuntos
Serviços de Saúde Materno-Infantil , Pesquisadores , Brasil , Criança , Redes Comunitárias , Feminino , Humanos , Pesquisa Qualitativa
7.
Cad. saúde pública ; 32(9): e00117615, 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-795301

RESUMO

Resumo: Estudo qualitativo baseado no referencial teórico metodológico da análise institucional, com o objetivo de analisar a implicação dos pesquisadores durante o processo de uma pesquisa-intervenção e as interferências que esta análise provocou. A pesquisa envolveu pesquisadores de duas universidades oriundos de cursos de medicina, enfermagem e odontologia, e trabalhadores de um Departamento Regional de Saúde no acompanhamento da implantação da Rede Cegonha no interior de São Paulo. Os pesquisadores trabalharam juntos na intervenção e em oficinas de análise. Contaram com um analista institucional externo, que auxiliou o grupo na análise de implicação. Duas instituições se destacaram na análise: a pesquisa, em cujo instituído predominam características de neutralidade, e a gestão, com características tayloristas. As diferenças entre os pesquisadores, as dificuldades em identificar ações próprias da gestão da rede e da pesquisa foram algumas das interferências identificadas. Conclui-se que a análise de implicação é uma ferramenta potente para pesquisas dessa natureza.


Abstract: This qualitative study is based on institutional analysis as the methodological theoretical reference with the objective of analyzing researchers' implication during a research-intervention and the interferences caused by this analysis. The study involved researchers from courses in medicine, nursing, and dentistry at two universities and workers from a Regional Health Department in follow-up on the implementation of the Stork Network in São Paulo State, Brazil. The researchers worked together in the intervention and in analysis workshops, supported by an external institutional analysis. Two institutions stood out in the analysis: the research, established mainly with characteristics of neutrality, and management, with Taylorist characteristics. Differences between researchers and difficulties in identifying actions proper to network management and research were some of the interferences that were identified. The study concludes that implication analysis is a powerful tool for such studies.


Resumen: Estudio cualitativo basado en el referencial teórico metodológico del análisis institucional, con el objetivo de analizar la implicación de los investigadores durante el proceso de una investigación-intervención y las interferencias que este análisis provocó. La pesquisa involucró a investigadores de dos universidades, procedentes de cursos de medicina, enfermería y odontología, y trabajadores de un Departamento Regional de Salud en el seguimiento de la implantación de la Red Cegonha en el interior de Sao Paulo. Los investigadores trabajaron juntos en la intervención y en oficinas de análisis. Contaron con un analista institucional externo, que auxilió al grupo en el análisis de implicación. Dos instituciones se destacaron en el análisis: la investigación, en cuya institución predominan características de neutralidad, y la gestión, con características tayloristas. Las diferencias entre los investigadores, las dificultades en identificar acciones propias de la gestión de la red y de la investigación fueron algunas de las interferencias identificadas. Se concluye que el análisis de implicación es una herramienta potente para investigaciones de esta naturaleza.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Serviços de Saúde Materno-Infantil , Pesquisadores , Brasil , Redes Comunitárias , Pesquisa Qualitativa
8.
RGO (Porto Alegre) ; 62(4): 389-394, Oct-Dec/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-741686

RESUMO

OBJECTIVE: This study aimed to analyze the oral health status and socio-economic conditions of the elderly, which are users of the Brazilian Unified Public Health System (SUS) and its relationship to a subjective indicator of impacts of oral conditions on quality of life (Oral Health Impact Profile OHIP-14). METHODS: It is a descriptive cross-sectional exploratory study developed in the second semester of 2011. The sample consisted of 76 elderly (65-74 years old) users of the public dental service at the Dental Specialties Center at the Faculty of Dentistry of Ribeirão Preto, Brazil. The methodological strategy adopted for data collection was the structured interview and secondary data were obtained from medical records and reports. To perform the statistical analysis it was used an exploratory analysis of multivariate data by means of STATA Software. RESULTS: The frequencies of the dimensions of the OHIP-14 with the greatest impact were pain (13.16%) and psychological distress (14.47%). The low impact association was represented by social disability (71%) and social disadvantage (63%). The gender, type of housing, necessity and prosthesis wearing were not associated with measures of quality of life related to oral health. It was observed a good correlation between the perception (r = 0.542, p <0.001), a moderate association between higher income (r = 0.28, p <0.01) and the scores of the OHIP. CONCLUSION: It was concluded that the elderly which reported good self-perception of oral health and good income have expressed the perception that oral health reflects a good impact on quality of life. .


OBJETIVO: Analisar as condições de saúde bucal e sócio-econômicas de idosos usuários do Sistema Único de Saúde na unidade de referência Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, bem como sua relação com um indicador subjetivo de impactos das condições bucais na qualidade de vida. Trata-se de um estudo descritivo transversal exploratório. MÉTODOS: O grupo de entrevistados foi constituído por 76 idosos mentalmente capacitados, independentes fisicamente, ambos os sexos, com 60 anos ou mais. A coleta de dados aconteceu por meio da aplicação do questionário sobre autopercepção em saúde bucal, Oral Health Impact Profile - OHIP-14 e os dados secundários obtidos dos prontuários dos pacientes atendidos na referida unidade de referência. RESULTADOS: Na amostra, 69,74% eram do gênero feminino, 59% tinham 60 a 69 anos (média de 68,5 anos). As frequências das dimensões com maior impacto foram: dor (13,16%) e desconforto psicológico (14,47%); menor impacto, incapacidade social (71%) e desvantagem social (63%). As variáveis gênero, tipo de moradia, necessidade e uso de próteses não tiveram associação com as medidas de qualidade de vida relacionada à saúde bucal. Foi observada uma boa correlação entre autopercepção e os escores do OHIP-14 (r=0.542, p<0.001) e uma associação moderada (r=0.28, p<0,01) entre maior renda e os escores do OHIP-14. CONCLUSÃO: Concluiu-se que autopercepção em saúde bucal e renda dos idosos expressaram impacto percebido de sua saúde bucal sobre a qualidade de vida. .

9.
Rev. APS ; 17(2)maio 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-730225

RESUMO

A caracterização da Qualidade de Vida da população, de- pois da implantação da Estratégia de Saúde da Família, é uma ferramenta importante para o planejamento das ações e fortalecimento da Atenção Básica no Brasil. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida de indivíduos adultos no contexto da Estratégia de Saúde da Família, em São Carlos, SP, Brasil. A amostra probabilística foi com- posta por 118 indivíduos na faixa etária de 50 a 59 anos, distribuídos nas seis microáreas de abrangência de uma unidade de saúde da família em São Carlos. O instrumento utilizado foi o WHOQOL-bref, que possui 26 questões e quatro domínios. Quando os domínios foram correlaciona- dos entre si, todos apresentaram coeficientes de correlação significativos (p<0,01). Em geral, a população em estudo apresentou satisfação com sua qualidade de vida nos domí- nios psicológico e social, com menor grau de satisfação nos domínios físico e ambiental. O instrumento revelou boas qualidades psicométricas para uso nessa população.


Measuring quality of life, following the implementation of the Family Health Strategy, is an important tool for planning activities and strengthening Basic Health Care in Brazil. The objective of this study was to evaluate the quality of life of adults in the Family Health Strategy in São Carlos, SP, Brazil. The sample was composed of 118 individuals aged 50 to 59 years, distributed into 6 micro- areas of a health center in São Carlos. The instrument applied was the WHOQOL-BREF, with 26 questions and 4 domains. When the domains were correlated among themselves, all showed significant correlation coefficients (p<0.01). In general, the population under study showed satisfaction with their quality of life in the psychological and social domains, with a lesser degree of satisfaction in the physical and environmental domains. The instrument presented good psychometric qualities for use in this population.


Assuntos
Qualidade de Vida , Saúde Pública , Atenção Primária à Saúde , Estratégia Saúde da Família
10.
Braz. j. oral sci ; 9(1): 43-47, Jan.-Mar. 2010. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-578046

RESUMO

Aim: To describe the prevalence of periodontal disease in the indigenous population of the Middle and Lower Xingu compared to the non-indigenous Brazilian population. Methods: The evaluated indigenous population of the Xingu Reserve had oral and dental examinations performed by calibrated examiners assisted by Oral Health Indigenous Agents. From a sample of 2,299 indigenous subjects, epidemiological investigations were conducted in 1,911 individuals, using the methodology recommended by the World Health Organization. Comparative periodontal data from the nonindigenous population were obtained from the Brazilian Ministry of Health’s national epidemiological survey on oral health conditions (“SB Brasil” project). The periodontal data of 508 indigenous individuals were presented by age intervals of 15-19 (n=219), 35-44 (n=128) and 65-74 (n=161) years. Results: In the non-indigenous population, the periodontally healthy individuals were 46.2%, 21.9% and 7.9% for each age group, respectively, and in the Xingu population they were 28.76%, 3.12% and 0% for each age group, respectively. The most frequent finding in the Xingu population was the presence of calculus in 62.55% of younger people, 82.03% of adults and 45.45% of the elderly. The analysis by sextants demonstrated the presence of calculus in 25.04%, 44.79% and 18.18% for young, adults and elderly respectively. Conclusions: Despite the higher prevalence of calculus, in all age groups of the indigenous population, tooth loss does not seem to follow the same pattern observed in the non-indigenous Brazilian population, suggesting differences in susceptibility, habits or conditions.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Periodontais/epidemiologia , Saúde Bucal , Índice Periodontal , Saúde de Populações Indígenas/estatística & dados numéricos , Distribuição por Idade , Análise de Variância , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Fatores de Risco
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA